quinta-feira, junho 30, 2011

Knockout!

E agora?

Tem gente que dizia que com Falcão a gente não ganharia nada. Tem gente que dizia que com esse grupo a gente não ganharia nada. E agora como fica?

Na verdade eu tô aprendendo já a varios anos a ser cauteloso nas conclusões. Na verdade as ultimas duas vitorias incluindo a de hoje contra o Galo foram otimas mas nunca sabemos com que cabeça o time entrará em campo na proxima, assim como não sabemos com que cabeça entraram contra o Ceará e o Santos.

Mas como torcedor acho que nos resta apenas comemorar nas vitórias e torcer que na proxima o time esteja ligado como estiveram hoje.

Otima vitória de 4 a 0 fora de casa contra o Galo. O primeiro tempo o time já foi bem sem gols e no segundo tempo melhor ainda. Foi como uma luta de boxe onde envolvemos o adversario aos poucos e ai fomos ao knockout devastador.

O Brasileirão não é complicado. É rodada a rodada. A Ultima não interessa nem a proxima. A unica rodada que interessa é a atual. É cliche mas verdade, cada jogo é Final. Não interessa o que São Paulo, Corinthians e Flamengo fazem. O que interessa é o que NÓS fazemos na rodada atual. Esse tem que ser o foco do time, do clube, dos jogadores. Nem sugiro que estudem a classificação no Beira Rio...ela não interessa. Só interessa o jogo a ser disputado. Inter contra Atlético Paranaense. Só esse jogo importa, nada mais. Todo foco tem que ser nesse adversario. Toda maquina colorada tem que ser usada pra garantir os proximos 3 pontos...e repetir até o fim do campeonato.

O problema agora é a CBF interferindo no nosso time com seleções de base...e depois tem gente que não concorda em torcer contra as selenikes da CBF.

Inter 4 x 0 Atletico MG

Damião (D'Alessandro)
Zé Roberto (Kleber)
D'Alessandro (Oscar)
Oscar (Damião)

Infelizmente a PFC aqui so entro no ar com o jogo aos 30 do 1, enquanto o jogo do Palmeiras não terminava então não vou dar notas mas vocês deixem aí suas notas pros jogadores. (Ainda to aguardando o aplicativo de notas prometida por um Colorado leitor do Blog).

PS:

Talvez a realidade seja que hoje em dia no futebol estamos sempre a uma derrota de uma crise ou uma vitória doparaíso. Não parece haver meio termo. Semana passada tavam falando em rebaixamento, hoje em titulo. Eu prefiro ir com cautela. Como escrevi um mes atras, ganham 4 seguidos e aí vou reavaliar.

Embalaremos?

Depois de uma bela atuação diante do nem tão bobo Figueirense, atual 4º colocado no Brasileirão e que ontem venceu o Santos, chega o momento de mais uma partida. Enfrentar o Atlético-MG em seus domínios nunca foi tarefa fácil. Mas, diante da motivação (não confundir com o velho salto alto, o qual o atual grupo e grande parte da torcida estavam montados) pelo desempenho na rodada passada e a manutenção do mesmo time que goleou os catarinas, as circunstâncias são boas para que o colorado emplaque mais um resultado positivo. Será que agora vai?

Trata-se do último jogo de Oscar e Juan, antes da apresentação na Seleção Sub-20, o que considero injusto, já que estas seleções de base nada acrescentam para os clubes, a não ser deixar as jovens promessas do futebol mais próximas de olheiros e olhos grandes de times europeus. Portanto, #chupacbf!

Oscar está jogando muita bola e sua ausência será grande. Juan é um bom zagueiro e também fará muita falta, pois a defesa é o setor mais carente do Inter no momento.

Mas voltando ao título do post. Eu sempre confiei no trabalho do F5, e acredito que o que falta para muitos destes jogadores é um puxão de orelhas. Motivação já tem de sobra com a boa grana que recebem mensalmente, então falta isso mesmo ou vergonha na cara.

Se o time correr como fez no domingo, se F5 conseguir colocar em prática o discurso de sua chegada, de colocar a compactação, esta que vimos contra o Figueira, as coisas começarão a ficar boas para o Colorado. Claro, não será possível vencer todas nem jogar da mesma forma sempre pois, vale a máxima que do outro lado tem outro time, com esquema, jogadores e motivos diferentes querendo vencer da mesma forma.

Mas o caminho para o tetra, de fato, foi aberto na partida diante do Figueirense. As cornetas foram guardadas, pelo menos nestes últimos dias e as beatas foram renascendo, assim como a esperança em muitos torcedores. O jogo de hoje ainda não é um divisor de águas, pois a tabela está sendo favorável ao Inter. Ainda não pegamos times fortes, como o São Paulo, gambazada e até mesmo o Flamengo. Mas também já enfrentamos “cascudos”, como adora falar o ex-comandante gazelês, Renato Carioca, como Santos e Palmeiras. Uma vitória hoje em Minas e pulamos para as cabeças, a quatro pontos do líder e, repito, renovará nossas esperanças.

quarta-feira, junho 29, 2011

Esperanças renovas e base

Eu andei sofrendo nas últimas semanas. Não pensem que envolve o Inter em si. Na verdade, inclua um pouco desse sofrimento na conta do Inter mesmo. Mas o meu problema maior foi eu ter sido chamado para escrever nas quartas feiras. Para mim tudo bem, até a hora em que o Inter começa a jogar somente em finais de semana.

Eu então fiquei com a missão de comentar bem no meio tempo entre os jogos. Ou seja, todos os comentários possíveis sobre o jogo passado já foram feitos, e todos os comentários feitos para o próximo jogo são pura especulação. Fiquei limitado. Mas amanhã tudo volta a sua ordem.

O Inter joga contra o Atlético MG, que no último jogo tomou uma sacolada de gols. Isso quer dizer duas coisas: a primeira é que o time deles não deve ser tão bom. E a outra é que eles devem estar com sangue nos olhos para reverter essa situação. O Inter depois de fazer uma sacolada de gols, contra um time que vinha em boa fase. Outras duas coisas: o time do Inter vem motivado para manter o ritmo, e ao mesmo tempo, vem faceiro.

Mas não tem como não ficar faceiro. O time foi muito bem, e finalmente dentro de casa. Todos responderam, no mínimo, na média. Claro que não quer dizer que todos são titulares. Continuo pegando no pé de Bolívar e Tinga. Mas até os jovens, como Gilberto, fizeram alguma coisa. Precisamos investir mais nesses jogadores garotos. Remontar o nosso alicerce é o mais importante, quando os nossos titulares absolutos já estão ficando velhos, ou indo embora.

Torço para que se mantenha o mesmo time lá em Minas. Essas pequenas substituições devem ser feitas em tempo de uns 3 jogos. E deve-se dar um tempo fixo para os jogadores. Não tirá-los de primeira, depois de uma partida ruim. Quem se lembra da época em que era impossível decorar o time do Inter? Quem se lembra de algo positivo vindo dessa época?

1x0, 2x0, resultados que eu não ficaria nem um pouco triste em ver na Ilha do Jacaré. Precisamos recuperar os pontos que perdemos de bobeira. O time já estava jogando bem fora de casa. Goleou em casa. Se continuar vencendo todas, não importando o terreno, vamos longe.

terça-feira, junho 28, 2011

Falcão o Jogador

Tava lendo uma noticia sobre um Italiano torcedor do Roma que visitou o Falcão no Beira Rio hoje. Ele tem 34 anos e não deve se lembrar do Falcão no gramado. Mesmo assim quis ver seu idolo. Falcão falou que em Roma tem até guri de 18 anos que nem nascido era que fica emocionado em ver ele...e que Colorados tambem. Aí fiquei pensando é mesmo, que estranho, mais de metade do beira Rio em dia de jogo não deve ter bisto Falcão vestir a camisa do Inter em campo. Eu tenho idade pra ter visto ele mas quase quase não vi pois chegeui no Brasil 8 meses antes do Falcão sair do Inter.

Então fica minha pergunta pros que nunca viram ele jogar. Como vocês imaginam ele? É idolo pra vocês? Como vocês imaginam que ele jogava? Eu sei, mas gostaria de entender como vocês pensam em relação a Falcão jogador.

PS: Qual será a cor das cadeiras do novo Beira Rio? Espero que os estadio todo seja vermelho. Fica bem melhor que essa sequencia aleatória de branco e vermelho.

PPS: E o Corinthians vai ganhar centenas de milhões do Governo pra construir seu estádio. Se sim, isso é um absurdo.

PPPS: Copa do Mundo Feminino começou na Alemanha.

Despedida

Poucas coisas doem tanto quanto parecer ingrato a alguém que você quer bem. Saber que numa determinada situação você está de mãos atadas, que só resta esperar e que ao esperar você parecerá esnobe, desinteressado. Como não querer bem esse garoto, já não tão garoto assim, que você criou, viu crescer, dar os primeiros passos, conquistar seu espaço e brilhar? Tu és meu filho, rapaz, não se esqueça. E se agora pareço frio e distante, não é por mal, compreenda, por favor.

Simplesmente estamos em momentos diferentes e não há forma de compatiblizar nossas necessidades. Por isso, apenas deixo o tempo passar e aguardo sua partida, com muita dor no coração. Ver você ir para outra casa, macular sua pele com outras cores, vibrar e cantar com outras vozes que não a minha, ah isso dói. Mas me dói ainda mais te impedir de reconquistar o lugar que merece, onde as condições assim o permitam.

Não estaremos mais juntos, mas você é meu filho, tem uma história única e eterna em minha casa, e ela estará aqui, sempre de portas abertas. Mas vá, siga seu caminho, leve esta força e garra com que você me honrou tantas vezes para outras paragens. Brilhe novamente. Um pai não pode desejar nada menos a um filho querido. Só te faço um pedido: que teu sangue continue a correr vermelho em tuas veias, pois é daí que vem a tua força.


Rafael, a confirmar tua saída, essa torcida não esquecerá as alegrias que já nos proporcionou. Sofremos por sua partida, mas desejamos a você, colorado valoroso que és, muito sucesso nos seus passos futuros, onde quer que sejam. Obrigado, cara.

ps.: Da minha parte, só posso lamentar ver um cara como Sóbis sair, enquanto um Bolívar tem cadeira cativa. Mas, enfim, talvez são as tais "linhas tortas". Espero que venha também a "escrita certa".

ps.2: "Bah essas substituições até o Pablo faria... hehehehe" (roger_prunes) Nesse último jogo, me senti um oráculo! Foi só pedir e ver entrar Glaidson e Gilberto, rsrsrsrsrs... Tá legal, essa tá na tua conta Comentarista. ;-) Grande jogo, teu e do time (exceto o "chefe")!

ps.3: "– Ficamos divididos. Por um lado, a gente precisa dos jogadores para o Brasileirão. Por outro, existe essa vantagem econômica. Isso dá currículo, experiência e valorização – opina." (Luigi) É isso, pessoal, entenderam o recado?

segunda-feira, junho 27, 2011

Aresta

A vitória contra o Figueirense, debaixo de uma gélida tarde de inverno gaúcho trouxe não apenas a tranquilidade de volta ao Beira-Rio, mas também o alento por dias melhores.

O Inter, aos trancos e barrancos, possui no momento o segundo melhor ataque do campeonato brasileiro, atrás apenas do Flamengo.

São 12 gols em 6 jogos, média de 2 gols por partida. Oscar com 3 e Damião com 2 encabeçam a artilharia colorada, completa com uma série de jogadores com um gol cada.

Considerando-se ainda que em determinados momentos o time padece de falta de objetividade e apresenta pouca contundência ofensiva, com Damião isolado no ataque, os números por si só são ótimos.

No entanto, a aresta a ser aparada é o sistema defensivo.

Em 6 partidas, foram 8 gols sofridos. Trata-se da 7ª pior defesa do campeonato.

Nenhuma equipe nas 8 primeiras posições tomou tantos gols.

O mais alarmante, inclusive, é o fato de que a equipe vem sofrendo pelo menos um gol nas últimas 12 partidas.

Não é necessário recorrer a estatísticas exatas para saber que o campeão brasileiro é sempre detentor de uma das melhores defesas do campeonato, senão a melhor.

E é exatamente nesse contexto que reside a minha preocupação.

O sistema defensivo de nossa equipe, apesar de estar em processo de melhoria, ainda falha muito e não é confiável.

Considerando a iminente baixa de Juan e o problema clínico de Rodrigo, e a situação é ainda mais preocupante, pois restariam apenas Índio e Moledo, com uma possível improvisação de Bolatti ou algum outro jogador no setor.

Há muito trabalho por ser feito afim de conter a sangria do sistema defensivo colorado. Além de afirmação de peças, reforços fazem-se necessários para enfrentar um campeonato tão árduo e tão disputado.

O grande sonho para reforçar a equipe seria Breno, mas a realidade no entanto não é tão promissora.

Certo é que, sem reforços e sem um acerto da mecânica defensiva, muitos pontos serão desperdiçados, pois nem sempre o ataque irá comparecer com 2 ou 3 gols.

Ficamos na torcida para que o bom futebol apresentado ontem seja uma constante, bem como a defesa seja acertada, para que possamos continuar ascendendo na tabela classificativa.



domingo, junho 26, 2011

Agradável!

Finalmente um Domingo agradável de se assistir o Inter jogar!

Jogo sem drama, ganhamos com naturalidade e quase todos jogaram bem. Acho que tudo começa com os 10 jogadores de campo sabendo que eles tem alguem confiável no gol. Não que Muriel tenha provado ainda que é confiavel, mas é que Renan já tinha provado que não era. Assim com Muriel acho que um certo peso é aliviado de cada um dos outros 10. Não é tudo, mas é um pequeno fator psicologico , eu acredito.

Gostei de quase todo time, mas acho que o que menos me agradou foi o Tinga. Espero que Bolatti volte com sua forma ideal. Foi estranho sua queda de rendimento repentino.

Agora que ganhamos tá tudo bem de novo? Acredito que não. Eu sou um daqueles que muda de opinião muito lentamente, não de jogo em jogo. Será que o gol do Bolivar vai lhe render um contrato perpetuo? Espero que não. Ainda acho que a defesa tem que ser melhorado e Juan tem que ser mantido no time.

No meio fica mais do que obvio, como digo aqui até mesmo antes do Oscar chegar no Inter, que Dale PRECISA de um Robin para seu Batman ou vice versa. Dalesandro não pode ser Superhomem, ele precisa de um parceiro.

E Zé Roberto que não teve uma grande atuação mas fez um passe magistral ao Damião pra finalmente fazer um no Brasileirão. Zé Roberto poeria ter sido fominha mas em vez disso deu um passe açucarado a ele. O Passe do Dale ao Oscar tambem foi magistral. Mas esse caso foi diferente, a bola caiu no P;e direito do Dale que tinha o gol na sua frente mas sem ter o pé direito ele acabou dando o belo passe ao Oscar. No mais foi bom tambem ver um gol do Goulart com passe do Gilberto...os cara tem que suar um pouco e justificar os ótimos salários.

Inter 4 x 1 Figueirense
Bolivar (Dale)
Oscar (Dale)
Damião (Zé Roberto)
Ricardo Goulart (Gilberto)

Inter x Figueirense


Aí galera, desculpe a desaceleração do BV nos ultimos dias, uma combinação de não ter tido muito tempo ultimamente, muitos casamentos, é verão, poucos jogos, time jogando mal...as vezes a gente tem que esperar um pouco pra ver se algo muda pra escrever algo novo! Se não é só repetição e por isso agradeço aos Bloguistas Vermelhos que colaboram aqui no BV e tambem os comentaristas que animam "as internas" do BV.

Hoje acordei cedo pois tinha visto no jornal que tinha um "Garage Sale" aqui perto que tava vendendo uma Bateria Yamaha. Garage Sale aqui é tradição em fins de semana. Depois de anos de comprar coisas as pessoas as vezes botam tudo no patio, botam placa nas esquinas com "Garage Sale Rua tal # Tal...Sabado e Domingo". Tu encontra Livros, CDs, Tvs, roupa de tudo que tu imagina, coisas velhas, novas etc..normalmente baratinho...25 centavos...1 dollar etc...

O Pepino quando teve aqui me falou que os Brasileiros quando vem visitar nos EUA tem uma agenda já pre-programada e até Cliché e acaba não vendo coisas diferentes a não ser que conheçam alguem que mora aqui pra leva-los fora da rota turistica. Assim ele conheceu Hoboken e tambem o Village quando a gente se encontrou em NYC.

Então sugiro a vocês se virerem aos EUA na Primavera ou Verão, procurem Garage Sales, nos Suburbios é um bom passeio e tu pode comprar coisas bem interesantes e baratas. Bom de qualquer maneira comprei hoje uma Bateria "7-Piece" Vermelha completa com tudo que tava sem uso por um bom tempo na casa do cara. Eu toco um pouco de tudo mas não lá muito bem. Tenho uma Bateria Eletronica da Roland a varios anos e essa é a minha primeira bateria de verdade. To louco pra montar e começar a tocar.

Mas e o futebol? Bom o futebol é simples, tem que se ganhar hoje em casa contra o Figuerense. Mas continuo decepcionado com nossa situação. Não estou satisfeito com nosso time e nossas lideranças. Sinto que estamaos nesse Brasileirão apenas pra passar o tempo. Mas na verdade precisamos ganha-lo...o que ta cada dia mais dificil. Infelizmente todo ano acabamos dizendo o que vou escrever agora: "Mas no minimo precisamos pegar vaga pra Libertadores". Eu queria mais...queria esse titulo que já não conquistamos a muito tempo.

PS: Decepção ontem pra mim. EUA perdeu a final pro Mexico de 4 a 2...depois de sair ganhando 2 a 0 diante de 94 Mil no Rose Bowl na California. Ou seja é o Mexico que vai pra Copa das Confederações no Brasil em 2013. E que golaço do Ronaldinho Mexicano. Foda é o jogo ser nos EUA e 90% da torcida Mexicana. Veja os gols, foi um bom jogo mas os Americanos amarelaram. Jogo com clima de Copa do Mundo, conferem é uma otima rivalidade entre os dois países no futebol e que nos ultimos 10 anos os Americanos tem tido a vantagem...mas ontem reverteu. Confere aí...



sexta-feira, junho 24, 2011

APOSTAS ERRADAS

Seguindo a linha do último post do Louis, quero falar um pouco sobre as apostas equivocadas dos últimos anos.

Cerca de 1 mês atrás voltei a fazer academia. Numa das idas me deparo com um sujeito familiar correndo em uma das esteiras: Centroavante Luis Carlos. Quilos acima do peso, treinando em separado em uma academia da capital, certamente paga pelo Inter. 80 mil por mês... O mesmo que hoje ganha o tal Gilberto...

Como pode o Inter pagar tanto para jogadores que todos sabemos que não vão dar certo? Ou pelo menos iniciar com um salário baixo e conforme aproveitamento aumentar o pagamento mensal?

Vamos lembrar de alguns, que certamente ganhavam mais de 50 paus por mês: Ronaldo Alvez, Eltinho, Jonas, Ricardo Lopes, Luis Carlos, Rosinei e Marinho e etc...

Pagar 200 pro Sóbis é dever, o cara joga muito. Não deu certo? Infelizmente muitas lesões e escolhas erradas do Burroth não ajudaram Rafael nesta segunda passagem pelo colorado. Mas todos sabemos e não ficamos frustrados por apostar em Sóbis, Cavenaghi e outros consagrados. Tinga por exemplo, fiquei muito feliz com sua volta, engrenou partidas muito boas no início mas agora todos percebemos que não tem mais condições de jogar. Mas a aposta foi válida. Agora, fazer contrato de 5 anos, 80 pau por mês pra desconhecido vindo do Nordeste... É morte anunciada...

Curtas:

- Reforços? virou lenda
- Renan vai embora... Graças a deus
- 4º zagueiro titular está no Beira Rio, chama-se Romário. Infinitamente superior ao Juan...


quinta-feira, junho 23, 2011

Teto Salarial

Alguns esportes Americanos tem teto salarial, o proprio futebol nos EUA na liga MLS tem certas regras envolvendo salarios.

O Inter está provavelmente liberando Sobis, Lauro, Renan e Cavenaghi e assim vai poupar mais de 1 Milhão de Reais por mês (segundo o GE é 20% da folha salarial). Convenhamos é um absurdo para um atacante (Sobis) que depois de 2006 não foi bem tanto que vinha das Arabias com 25 anos de idade, por um goleiro (Renan) que nunca se firmou em algum lugar ou se mostrou seguro, por um outro atacante que alem de nome vagamente conhecido vinha do banco de um clube medio da Europa e do Lauro que teve sua primeira real grande chance no Inter.

Será que o Inter não deveria ter algumas regras pra controlar salários um pouco mais. Não podemos ficar jogando dinheiro fora especialmente para jogadores já semi aposentados que deram o que tinham que dar (como o Indio que tá ganhando uma fortuna pra ser banco).

Me parece que não há muitos criterios na hora de renovar ou contratar em relação a salarios. A logica indicaria que na hora de ter renovado com o Indio a direção teria oferecido um salario menor...bem menor a ele por sua menor expectativa de vida como jogador. Em vez disso se não me engano ele renovou por mais. Assim como Bolivar que tambem tá mais pra lá do que pra cá.

Existem criterios ou é tudo decidido na hora dependendo de relações, amizade, história?

Por mim a coisa tinha que ser bem mais sistematico.

Se estamos poupando 1 Milhão na saída de 4 jogadores acho que deveriamos achar mais 1 milhão ali pra poupar.

Você acha que o Inter tinha que ter um teto salarial para jogador e para elenco em geral? Quais seriam esses numeros pra ti?

PS: Já ia me esquecendo, tecnico tambem deveria ter um teto salarial. Esses enganadores pelo Brasil que existem em quase todos os clubes da primeira divisão não merecem um centavo mais do que 100 mil (e olha que isso já é demais). Só o raro "tecnico do momento" como o Muricy merece salarios astronomicos. Outros com os melhores dias no passado (Luxemburgo por exemplo) tambem deveria ter salarios bem menores.

quarta-feira, junho 22, 2011

Zaga e Muriel

Hoje tem a finalíssima da Libertadores. Duas atitudes são tomadas de imediato: a primeira é, por uma noite, tentar esquecer os grandes e muitos problemas do nosso time. E a segunda, é, involuntariamente, lembrar que poderíamos ser nós, nesse instante, nervosos e aflitos com a final do maior campeonato sulamericano atual.

Porém, é muito difícil não lembrar dos nossos problemas. Se você pensar que poderia ser o Inter na final, vai retomar o porquê da nossa saída, e aí vai lembrar da nossa situação. Um time sem zaga. Não há possibilidades de vitória no Brasileirão sem zaga.

E o pior é que o Inter sempre joga mal e empobrece o nosso espírito. Aí, na outra semana, joga um pouco melhor e nos dá brilho. Mas na semana seguinte, perde de novo, possivelmente em casa. Ou empata. Enfim, dá vexame. Eu já não sei mais se o jogo contra o Coritiba foi um bom sinal.

Se for analisar, o empate com o Coritiba foi um bom resultado. É um bom time, vice campeão da Copa do Brasil. Adversário à altura.  Glaydson jogou bem. Engulam o orgulho e admitam. O problema agora é saber se ele merece ser titular ou se foi um lampejo de futebol. E se ele merecer a titularidade, quem sai? Não pergunto porque ninguém pode sair, mas sim porque os nossos 3 volantes poderiam muito bem ser substituídos. Ainda mais com a partida horrível do Tinga, e a volta do Bolatti sem ritmo, e o Guiñazu, que sendo o menos substituível, ainda assim não me passa mais a mesma confiança.

Mas falando em lampejos de futebol, temos o Muriel. A luz no fim do túnel. Estou torcendo fortemente pra que ele não tenha tido apenas um lampejo, que ele seja realmente o novo camisa 1 do Inter e que faça história.

Pra concluir, mais um pouco sobre a zaga: vem uma nova por aí. Com um zagueiro quase morto (Rodrigo), dois aposentados (Bolívar e Índio) e outros dois na Seleção (Juan e Romário), o que sobra? Sou a favor de vetarem a ida do Juan e da contração de um novo zagueiro. Mas quem? Posso sugerir algum do São Paulo, o time da defesa menos vazada? Dinheiro temos, é só saber usar. E que deem sequencia ao dois. Aí temos uma zaga. Ensinem o Nei a marcar ou troquem-o, até mesmo pelo Glaydson. E óbvio, ponham o Oscar de titular. Quem sabe aí se forma um time.

Camera Lenta

O Apoio ao Falcão já não é mais o mesmo por parte da torcida Colorada MAS a maioria dos Colorados continuam apoiando como mostra a enquente ali ao lado. Mas desde que fiz a ultima enquete Falcão perdeu cerca de 20%-25% do seu apoio. Acredito que nem seja pelas derrotas e empates e mais por algumas escolhas que ele fez como colocar Oscar no banco, especialmente e inexplicavelmente contra o Coritiba. Com apenas um jogo por semana tudo parece estar acontecendo em camera lenta. Tudo menos os rumores, fofocas e sensacionalismos da imprensa.

PS: Será que o Penharol hoje faz o crime? Será que pela primeira vez em 6 anos e depois de 6 titulos Internacionais do Inter um outro Brasileiro levará uma taça Internacional pra casa? Vamo Penharol!

PSS: Copa Ouro (que leva a Copa das Confederações no Brasil em 2013 sobrou só 4. EUA, Mexico, Panama e Honduras. EUA tá jogando nesse momento contra o Panama na 1 semi e Mexico pega Honduras mais tarde. O esperado é o classico EUA contra Mexico.

terça-feira, junho 21, 2011

Ainda o Conselho

O Inter tem cerca de 340 Conselheiros. 300 com mandato de 4 anos, dos quais metade (150) são eleitos ou reeleitos a cada 2 anos. Os outros quarenta e poucos são natos, ou seja, não precisam ser reeleitos. O natos são os ex-Presidentes do clube, ex-Presidentes do Conselho e Conselheiros que mantiveram essa condição por mais de 30 anos. Eu, sou Conselheiro desde dezembro de 2010.

Para fazer alguma diferença nesse contexto, é preciso pertencer a algum Movimento Político. O Inter tem cerca de 10 Movimentos com representantes no Conselho Deliberativo. Alguns que já foram grandes e hoje tem menos de 10 Conselheiros, outros que crescem e/ou mantêm-se com cerca de 30 a 40 Conselheiros. O maior de todos contabiliza cerca de 100 Conselheiros, mas os efeitos do racha da Situação ocorrida na última eleição fazem com que, na prática, quase nenhum Movimento possa saber, exatamente, com quantos votos pode contar a cada votação no Conselho.

Dependendo da matéria submetida à apreciação do Conselho, os Movimentos mudam seu ponto de vista de acordo com critérios muito mais complexos que, simplesmente, o fato de estarem na Situação ou na Oposição. Nem isso, hoje, é muito claro no clube. Isso se evidenciou em dois momentos este ano: nas reuniões que debateram a alteração do modelo de financiamento das obras do projeto Gigante Para Sempre (que após muito debate acabou com aclamação unânime) e na apreciação das Contas do ano 2010, onde houve Conselheiros votando de acordo com critérios eminentemente técnicos e/ou políticos.

Nessas votações, muitas vezes um Movimento decide votar em bloco, ou seja, impondo a todos os seus Conselheiros votarem de determinada maneira. No entanto, não se pode garantir que todos obedecerão à essa decisão, nem mesmo prever com absoluta certeza quantos comparecerão à essas reuniões. Quanto a isso, da minha brevíssima experiência, ao menos posso dizer que tenho visto bons quóruns no Conselho. Em quase todas as reuniões deste ano, havia mais de 200 presentes. Considerando que no primeiro turno das eleições do ano passado houve recorde de presenças, com 314, dá pra se dizer que a assiduidade dos Conselheiros neste ano é satisfatória.

Pois bem, considerando todas essas circunstâncias, talvez se tenha uma melhor ideia de que um Conselheiro, sozinho, pouco ou nada tem condições de fazer. Claro, tudo depende de habilidade política, capacidade de relacionamento. Mas no meu caso, torcedor anônimo, isso é evidente. Fosse eu um ex-Presidente, bem, daí a coisa seria diferente. Ainda assim, é através da atuação coletiva que se obtém melhores resultados.

No meu caso, sou associado ao Movimento INTERnet/BV, que ficou mais conhecido em 2008, ao se candidatar sem coligar-se com nenhum outro Movimento e obter 23 cadeiras no Conselho, através do voto direto do sócio. À época, a então Chapa 3 ganhou algumas linhas nos jornais da Capital. Em 2010, nos coligamos com outros 2 grupos, compondo a coligação Convergência Colorada. Essa, até hoje ainda ganha uma ou outra nota sempre que há alguma votação no Conselho do clube. Mesmo assim, o Convergência, sozinho, não chega a 1/3 do Conselho, apenas para que se tenha uma vaga ideia da dificuldade que existe para se obter algum efeito prático nas ações do clube.

Contudo, feitas todas essas considerações, tenho certeza de que quem aguentou ler até aqui deve estar se perguntando: tá, mas e o futebol? Pois é, e o futebol? É aí que talvez incida a maior decepção da maioria dos sócios que um dia chegam ao Conselho.

Como Conselheiro, se tem acesso a algumas dependências do clube que o sócio ou torcedor não tem. Pode-se entrar em algumas áreas do vestiário ao final dos jogos, por exemplo, ou em alguns treinos. Mas saber do que realmente se passa no departamento de futebol, não. Até compreendo essa situação. O futebol é a atividade fim do clube, é onde são geridos os “segredos industriais” da instituição. E do jeito que as coisas vazam para a imprensa, muitas vezes através de Conselheiros, é absolutamente compreensível esse fechamento do futebol.

Além disso, o que mais decepciona, é a quantidade de boatos infundados que se espalham, no mais da vezes, decorrência dos interesses eleitorais deste ou daquele Conselheiro, deste ou daquele grupo de Movimentos. Já cansei de ouvir “informações” que não se confirmaram. É o tipo de situação que te deixa indignado e que pode te deixar em maus lençóis. Ora, antes de ser eleito Conselheiro, eu dava muito mais valor à “palavra do Conselheiro”. Hoje, percebo que se o que um membro do Conselho diz não se concretiza, pode não ser por má fé do referido interlocutor, mas pode ele mesmo ter sido induzido em erro.

Atualmente, a quantidade de boatos que rondam o Departamento de Futebol são incontáveis. Boatos sobre jogadores, membros da Comissão Técnica, dirigentes, ex-dirigentes, empresários, enfim.

O que posso dizer é que, na medida do possível, tento representar os inúmeros torcedores com quem tenho contato diário, principalmente através da internet, fazendo valer nossos interesses dentro do meu Movimento. Obtendo êxito, busco levar essas ideias à coligação que integramos e, quando se obtém muito sucesso, se consegue algum efeito prático no Conselho e, se for o caso, alguma consequência prática na gestão.

Ainda assim, estamos falando quase sempre das atividades meio do clube, não do futebol. Claro, isso é fundamental, afinal é a estrutura administrativa da instituição que gere seus recursos, trabalha para melhor aproveitá-los e tudo, evidentemente, para que se forneça ao clube as melhores condições de investir no futebol. Trata-se, sim, de uma atividade de grande relevância. E afinal, é através dessa atuação que se obtém relevância política para, finalmente, conseguir vencer a cláusula de barreira do Conselho para chegar ao segundo turno das eleições presidenciais quando, então, todos os sócios exercem seu direito de voto. Aí sim, se poderá chegar ao futebol.

Antes disso, todavia, continuamos como todo torcedor, enlouquecidos com determinadas contratações, escalações, substituições. Mas, mais que isso, seguimos atordoados com o sem fim de especulações acerca das reais motivações das diferentes e surpreendentes relações de jogadores anunciadas para cada nova rodada dos campeonatos que disputamos.


Temos elenco pra ser campeões


Não se assustem com o título do texto, pessoal. É isso mesmo. Eu estou convicto de que temos um elenco muito bom. Atenção: eu não disse "excelente", mas muito bom. E esse "muito bom" é suficiente para sermos campeões. E, sim, não estou no [mode Irônico on]. A razão dessa conclusão é a seguinte: se com o comentarista enganador (que não é um falcão, mas um elegante peru), se com tudo que ele tem feito pra dificultar, nós conseguimos empatar com Palmeiras de Felipão e quase vencer o Coritiba na casa deles (tarefa hercúlea este ano), duas equipes muito respeitáveis, eu afirmo: podemos ser campeões.

Só precisamos de um treinador de verdade. Que escale uma equipe equilibrada e não uma equipe cuja única finalidade seja jogar por Bolívar e Nei. Aliás, esse Bolívar é um fenômeno. Já vi equipes serem montadas em função de um jogador, como o Barça de Messi, o Santos de Neymar, os times de Romário, Ronaldo, etc. Mas uma equipe montada para jogar em função de um zagueiro é a primeira vez na história. Que coisa incrível. Equiparado a isso, só a ousadia do Comentarista no domingo, escalando 4 volantes. Inimaginável, mesmo no tempo de Roth, Fossati e Tite. Mas não, não sinto saudades de nenhum deles. Prefiro perder a língua, a pedir seu retorno. Mas, depois desse domingo, o Comentarista acabou pra mim.

Ademais, algumas opiniões:

- Cuca seria ótima opção. Bom técnico, precisando ganhar título e BARATO. Nunca ganhou nada relevante, como foi com Abel e Roth, antes do Inter. Mas é melhor que todos esses aí juntos, somando Tite e Fossati. Arma equipes muito bem. Um dia sua zica acaba.
- Nei: eu acredito nesse cara como lateral marcador, basta trabalhar seus pontos fracos.
- Glaidson: há muito quero no time titular, um cara injustiçado no Inter, assim como outros volantes que nunca tiveram chance de se firmar, por conta de Mathias's da vida. Tá ficando velho, mas ainda dá caldo.
- Mistério: confesso que há coisas que nunca vou entender. Uma delas é como o Mathias pode ser (ou parecer) tão ruim. É inacreditável que um cara tenha enganado o Carvalho ao ponto de ser chamado de espetacular. Sei lá, não entendo mesmo.
- Inter x Coritiba: terminamos o primeiro tempo muito bem, apesar do Tinga e do Bolívar (pra mim, únicos erros crassos na escalação pra esse jogo), e começamos bem o segundo. Depois dos 15min não dá pra analisar.
- Guina: gosto demais, mas deixaria no banco, pra experimentar outras formações.
- Meu time: Muriel, Nei/Moledo/Juan/Kléber, Bolatti/Glaidson/Dale/Oscar, Zé/Damião.

domingo, junho 19, 2011

Porque?

Falcão parece fazer de tudo pra fazer a torcida ficar contra ele. Como a maioria (exeto alguns maldosos) queremos que o Falcão dê certo, mas o que ele tava pensando hoje? Porque, é a palavra do dia.

Oscar no banco porque? Ele explicou isso? Tirar D'Alessandro? Olha ele não jogou tudo isso que alguns de vocês queiram imaginar...pra mim Dale foi o mesmo de sempre...regular com alguns bons momentos e alguns desaparecimentos...mas eu não tiraria ele naquela hora, ainda mais sabendo que isso só vai irritar a torcida mais ainda.

Depois temos o retorno do Wilson Mathias o pé de meia do FC, horrivel. Só faltou fazer gol contra. Tinga, parecia um velho de azilo em campo. Muriel foi a salvação e como eu imaginei na hora do Penalti, a zaga assistiu a defesa em vez de invadir a area. Lamentável.

Pior é que hoje em dia um empate fora pro Inter é um bom resultado. Milagre não perder essa partida de virada como de custume.

Olha, nada mudou. O Time é fraco como era ontem e Falcão fazendo de tudo pra ganhar inimigos entre a torcida. Como disse Muriel foi o unico acerto.

Nem adianta ficar brabo, triste e ficar pedindo a cabeça do Falcão. Concordo ele foi burro hoje, mas não adianta trazer Cuca ou qualquer um outro com esse time/elenco. Dali não sai nada. E vai ser assim até o fim do Brasileirão.

Deixem suas notas pros jogadores. Todo jogador começa com 5.

Muriel - 9
Nei - 4
Bolívar - 5
Juan - 6
Kleber - 5
Guiñazu - 6
Glaydson - 8
Ricardo Goulart - SN)
Tinga - 1
(Wilson Matias) - 1
D´Alessandro - 5
(Fabrício) - 5
Zé Roberto - 5
Leandro Damião - 3

Gol: Gladyson (D'Alessandro)

Coritiba x INTER

Depois de uma semana de tumulto no Inter e pouco tempo de minha parte só tenho que completar o ultimo post do Felipe com a Musica Dirty Laundry (Roupa Suja) do Don Henley (The Eagles). Um comentario musical sobre a imprensa e a sociedade em geral. A rotina de sempre.

People Love it when you lose!
They Love Dirty Laundry!

Kick 'em when they're up, kick 'em when they're down
Kick 'em when they're up, kick 'em when they're down
Kick 'em when they're up, kick 'em when they're down
Kick 'em when they're up, kick 'em all around

We all know that crap is king, give us dirty laundry

Mais roupa suja depois do jogo? Depende do resultado é claro.


Don Henley - Dirty Laundry (Live, Inside Job) by zocomoro



sexta-feira, junho 17, 2011

ROUPA SUJA

Roupa suja se lava em casa?

Roberto Sigame jogou merda no ventilador, afirmou que Affatato e cia estavam em uma cabine em la plata "secando" o Inter, já que um triunfo em campo representaria derrota nas urnas. E não para por ai, afirmou que estes mesmos continuam interferindo negativamente no vestiário e nos bastidores... Será?

Em outra ponta, Falcão chama Adroaldo Guerra Filho, o Guerrinha de mau-caráter, após ouvir um boato que ele estaria tentando derrubá-lo para colocar Mário Sergio no comando colorado. Hoje no sala Guerrinha falou sobre isso e me pareceu verdadeiro no que disse, que nunca faria isso e que foi um mal entendido. E agora? O Bola Bola vai reconhecer o erro e pedir desculpas?

Chumbinho largou a barca, e segundo o ClicRBS, canal de comunicação escancaradamente gremista teria atrito entre Falcão e Chumbinho... e este teria sido o motivo da saída...

O que tudo isso mostra? Roupa suja colorada está sendo lavada pela imprensa, e não no interior do Beira Rio. Os jogadores podem dizer que isto não afeta o vestiário, que fecham com Falcão e blábláblá, mas todos sabemos que a instabilidade do clube sempre reflete no futebol. Se os comandantes estão em pé de guerra, seja com quem for, isto chega aos ouvidos dos boleiros e ai amigo, nunca dá bom resultado.

Quando Roberto Sigame dá alguma ordem para algum jogador, e este lê na imprensa que ele pode estar de saída, qual a moral do dirigente perante o jogador? Ainda mais as cobras criadas e donas do vestiário colorado: leia Bolívar, Tinga, Andrezinho e etc. A coisa não tá fácil.

Mais uma vez demonstramos nossa Carvalho Dependência, foi só o homi sair do clube e a coisa degringolou... Carvalho fez toda campanha pra Luiggi afirmando que seria o homem do futebol até a Libertadores, e não cumpriu...

É bom ele voltar logo...

Curtas:

- Wellington Paulista... Mel Delz...
- Reforços que é bom nada
- Oscar na Sub-20, agora Andrezinho voltar a desfilar seu futebol inoperante pelos gramados brasileiros, e pior, não temos nada melhor pra colocar...




quinta-feira, junho 16, 2011

Escandalos e Mentiras


É incrivel quando a gente dá um passo pra tras e só observa. Fazendo isso nas ultimas 48 horas sem falar muito o que vejo é um tumulto, uma briga, uma guerra entre Colorados. "A culpa é desse, a culpa é daquele", "Tu é corneta", "tu é beata", "tu é burro" e por aí vai. Já culparam o Falcão, a torcida, o Fernando Carvalho, o Siegmann, o Luiggi, a imprensa, o Roth, os jogadores....

Todo esse tumulto e tem gente que diz que jogadores precisam ser motivados constantemente pra ganhar... a que ponto chegamos.

Mas qual é a verdade? Bom, não sou dono dela, mas acredito que cada uma parcela de culpa.

Primeiramente não sabemos 80% do que acontece no Beira Rio atras das portas fechadas então só podemos imaginar muitas coisas. Mas o que nós podemos ver são os resultados e as performances em campo isso nos dá uma otima base.

Se o Inter tomar 2, 3, 4 ou mais do Coritiba...de quem será a culpa? Como disse...cada um terá sua parcela. Mas pra mim o primeiro culpado SEMPRE são os jogadores, porque são eles que entram em campo e jogam. Esse grupo não é um grupo de coitados que precisa andar de mãos dadas para jogar bem. É um grupo experirente que ganha 4, 5 , 6 Milhões por mês em salarios. Compara isso com o proprio Coritiba...ou o Ceará. Quanto será que ganha o Ceará por mês? O mesmo que ganhou do Inter no Beira Rio.

Mas não se pode culpar os jogadores sem tambem culpar a diretoria que contrata, acerta esses salarios milionarios e depois assistem sem fazer nada esses mesmos jogadores se arrastarem em campo. E parecem não muito interessados em contratar novos atletas e negociar os podre.

O tecnico tambem tem sua culpa. Mesmo novo no cargo a essa altura o Falcão deveria sacar jogadores como Bolivar e Renan. Isso só pra começar. Mas quando tu escala eles como titular tu tá dando o sinal de que tu aprova o que eles vem fazendo.

Aí tem os culpados atras da cena, da qual só pode ser expeculação nossa pois não estamos lá dentro. Imagino que Sonda deve dá seu pitaco aqui e ali, afinal ele é o homem grana. O Fernando Carvalho santificado por muitos tambem acredito que ainda tem suas mãos em muitas coisas no Beira Rio. Alguns chamam ele de Dono do Inter. Será que ele não força algumas coisas por lá? Seria legal saber, mas nenhum jornalista parece ter coragem pra perguntar isso. As vezes alguns tocam levemente no assunto mas sem se atrever muito.

Ah sim jornalistas...tambem tem sua culpa. Pois não só ai no Brasil como aqui nos EUA, jornalistas sabem que tem que vender jornal e espaço na TV e só noticias boas não vende. Então eles fazem de tudo pra sensacionalizar as notícias. Como disse, uma pena que eles raramente fazem as perguntas certas.

Ontem peguei minha bicicleta pra dar umas voltas pelo bairro e fui até minha biblioteca local que fica a umas 7 quadras da minha casa pra ver se tinha alguma coisa nova e boa pra ler. Peguei uma CDs pra colocar no Ipod (U2 pra me preparar para o show mes que vem), um DVD (Inception) e vi esse livro recem lançado chamado "As Mentiras de Sarah Palin"(candidata a vice Presidencia em 2008, uma MILF que tem o conhecimento historico dos EUA no nivel de uma criança de 7 anos de idade) . Aqui sai um livro assim sobre personalidades quase que semanalmente. Me falaram que aí no Brasil livros assim não são escritos por medo de processos. Ora os EUA é a Capital do Mundo em processos, mas mesmo assim joranlistas (bem ou mal intencionados) lançam esses livros constantemente.

Alguem já escreveu no Brasil um livro sobre o roubo de 2005? Sobre os politicos Brasileiros? Sobre "As Mentiras do Ricardo Teixeira".... Como to fora do País não entendo isso...alguem me explica porque é assim? É porque não venderiam ou porque não podem escrever livros assim? Alguem esclarece pra mim.

Quantos jornalistas existem no Brasil, e nenhum se prestou a escrever por exemplo "2005: A Estrela Roubada"? . Nenhum se prestou em descobrir qual a real intenção de dirigentes que trabalham "gratuitamente por amor" pelos seus clubes. Isso aí seria um otimo livro tambem.

quarta-feira, junho 15, 2011

Final

Tenho pouco a falar ultimamente. Acho que já falei tudo que tinha que falar da atual situação. Quem entendeu, entendeu. Estava pensando em escrever sobre os varios bichinhos que moram na minha propriedade aqui...passaros...esquilos...cobras...insetos...meus cachorros...coelhos...chipmunks....moles....acho que seria mais agradável do que falar sobre o Inter e as fofocas que rodam o clube ultimamente. Que acham?

Daqui a pouco vou assistir Santos x Penharol, um jogo interesante. Poderia ser nós é claro. Mas na verdade não poderia...porque não temos HOJE (não em 2010..HOJE) para isso.

Será que Muricy finalmente ganha a Libertadores? Ele sem duvida é o melhor tecnico do Brasil..disparado...mas falta a Libertadores. Infelizmente não vou torcer por ele. O Inter é o unico Brasileiro a conquistar titulos Internacionais desde 2006 e não vai ser agora que vou querer que o Santos leve. Alem disso gosto dos Uruguaios...fizeram bonito na Copa do Mundo e uma Libertadores seria importante a eles. E bem capaz que vou torcer pra Neymar (com aquele cabelinho ridiculo dele).

Mas o Penharol precisa ganhar e bem....diferença de 2 seria ideal. Veremos.

PS: Decidi que os colunistas do BV tem que escrever no minimo uma coluna por mês (sem contar ferias) pra continuar a fazer parte dos colunistas do BV. Acho que quem quer expor suas ideias aqui o espaço está aí...mas tem que ser usado, se não abrimos o espaço para outro. Essa regra toma efeito a partir desse mês de Junho para todos os Colunistas. Quando alguem não manter a media ele será substituido por outro Colorado. Nada contra ninguem mas acho que é o mais justo para manter o Blog Vermelho ativo e com ideias novas.

terça-feira, junho 14, 2011

Galeto na brasa

Pedro pediu um copo de leite. O garçom estranhou.

- Mas Pedro, você tomando leite? Bom, se é assim, vai querer qual, Parmalat?

Pedro deu uma risadinha forçada e confirmou com um leve aceno de cabeça. Estava sem humor, ainda mais pra piada com data de validade um tanto vencida, diga-se. Mas Pedro compreendia. Gilsin, o garçom, tava feliz, claro, gremista que era. Suas alegrias, há muito consistiam em torcer contra o Inter e colecionar lembranças do filme Highlander, que ele adorava.

Pedro pegou seu leite e se sentou num canto. Queria apenas tomá-lo quieto, em paz. Pediu um galeto na brasa e sem querer pensou em Falcão e Renan. "Que curioso", pensou. Comeu rapidamente o prato, que ali no Bar do Rio estava demorando bastante a sair nos últimos tempos, além de o tempero não estar lá essas coisas. Mas Pedro era um cliente fiel. Acompanhou o BR desde seu início e ficou feliz quando o viu ganhar enorme destaque nos últimos anos, fruto de uma cozinha caprichada, de bebidas no ponto e uma clientela animada e fiel.

Infelizmente, o BR começou a descuidar. O pessoal da cozinha começou a pedir salários cada vez maiores, o bar entrou em reforma pra ficar mais "sofisticado" e, com isso, os preços começaram a subir e aquela clientela animada começou a mudar, afinal estava caro frequentar o BR. "Que pena", pensava Pedro. O BR era um bar popular, simples, onde todos se sentiam "em casa". Agora estava mais frio, mais distante. Nem a comida era mais a mesma. "Enfim, as coisas mudam", suspirou Pedro com certa melancolia, enquanto terminava o copo de leite.

Pedro se levantou, pagou a conta e foi em direção ao carro, seu Monza vermelho velho de guerra. Não pode sair, porém, pois havia um carro zero, importado, impedindo sua saída. Voltou ao BR e lá lhe disseram que era o carro do cozinheiro chefe, conhecido como o "general". Um tanto surpreso, Pedro pediu pra ele retirar o carro, notando que o cozinheiro estava "na pinta", vestido como um frequentador do bar. Curioso, Pedro perguntou:

- Você cozinha vestido assim mesmo?
- Não, não - respondeu, sorrindo o chefe. - Agora eu não cozinho mais, só oriento. Sabe como é, né. Com tanta experiência, não vou me matar na beira do fogão. Deixa pros novatos! - disse, dando uma piscadela.

"Tá, entendi...", respondeu Pedro, lembrando do galeto mal temperado.



segunda-feira, junho 13, 2011

Não será a primeira vez

Em 1991 antes de minha carreira de Fotografo eu era gerente aqui nos EUA de uma rede nova de lojas de videos chamado Blockbuster Video. Trabalhei lá 2 anos e ajudei eles a abrirem algumas lojas aqui em New Jersey. Mal acredito que 1991 foi 20 anos atras, parece uns 5 anos atras. Mas no meio do ano saí do Blockbuster e passei o Verão dando uma reorganizada na vida.

Boa parte dessa "reorganização" incluia uma casa na Praia de Belmar no Jersey Shore alugada com uns camaradas do Blockbuter para o verão inteiro. O meu dia era mais ou menos assim; Acordava em Belmar e dirijia 50 minutos Norte para umas aulas de verão numa universidade local e depois no fim da manhã ia de volta a Belmar. De tarde eu passava na praia e no fim da tarde começava a tomar umas cervejas pra me preparar para mais uma noite de festa nos bares do litoral (em especial o Bar A). Depois de horas e horas de bebida e diversão de uma maneira ou outra eu conseguia achar o caminho de volta pra casa. No proximo dia depois de acordar eu repetia essa rotina novamente. E assim foi de Maio de 91 até Setembro. Nunca consumi tanta cerveja na minha vida.

Mas as vezes durantes as tardes e até a noite nos bares a gente assistia os jogos do New York Yankees, um time que eu nunca gostei muito. Na verdade sempre tinha torcido contra. Mas naquela epoca os Yankees eram tão ruins que torcer contra seria uma covardia. Alem disso era o unico time que passava na TV que eu tinha na casa da praia. Combina o verão, com uma tarde preguiçosa, cerveja e amigos e o misticismo dos NY Yankees começou a me contagiar.

Comecei a virar Fã de verdade do clube e de sua história que é muito rica. Comecei a ir a jogos e até comecei a escutar jogo de Baseball no radio quando não tinha uma TV por perto. O meu time desde criança, o Cincinnati Reds, de uma cidade da qual nunca tinha vistitado, começou a perder importância pra mim. Passou 91,92 e 93 e aos poucos os Yankees começavam a se reorganizar, seu ultimo titulo tinha sido em 1978, muito tempo atras. Das 162 partidas do time no campeonato acho que eu assistia quase todos, tava viciado. Em 94 o time tava certinho e tudo indicava que os Yankees chegariam as finais. Mas aí veio o inacreditável. Uma greve dos jogadores da liga toda.

O que parecia que ia durar semanas acabou durando a temporada toda e pela primeira vez em 100 anos Baseball não teria um Campeão. E o campeão era pra ser os Yankees, da qual eu tinha investido muito tempo para acompanhar e torcer. A temporada foi cancelada, tudo porque os jogadores queriam uma fatia maior do bolo($$$). Os salario medio na epoca de 1 ou 2 milhões não era suficiente.

Foi a primeira vez no esporte que me senti como um torcedor palhaço. Comprei camisa, assisti jogos, fui a jogos e no fim os jogadores falaram fodam-se seus torcedores, queremos mais grana, dane-se o titulo. Fiz uma promessa que se eles fizessem algo assim novamente eu largaria Baseball de mão, não ia ser mais palhaço deles. Veio 95 e os Yankees chegaram a semi final mas foram eliminados. Em 96 finalmente conseguiram conquistar o titulo, ali começava uma nova era para o time e eles dominariam até o final da decada. Comemorei esse titulo muito.

Mas em 1998, quatro anos depois da primeira greve, uma nova greve estava prestes pra acontecer, pelas mesma razões..dinheiro. A essa altura o salário medio ja era uns 3 Milhões de dollars por ano mas isso não importava, eles queriam uma fatia maior. A greve acabou não acontecendo, fizeram um acordo na hora H e o campeonato continuou. Mas até chegar a esse ponto eu já tinha lavado minhas mãos e cumprido minha promessa de não tolerar esse desrespeito com o torcedor. Parei de acompanhar. Parei de assitir jogos e com o passar do tempo e anos nem olhava mais resultados, não sabia quem jogava no time nem sabia em que posição o clube tava na tabela. Acabou pra mim. Pensei: "vão achar outro babaca pra pagar o salarios desses mercenarios". Faz 13 anos que não assisto uma partida inteira de Baseball.

Hoje começo a me sentir mais e mais como senti em 1998. Começo a me sentir como um palhaço com o que acontece no mundo do futebol. Não só no Inter, mas na CBF e na FIFA tambem. Mas em especial no Inter. Pior é que a gente nem sabe exatamente o que acontece no Inter. Sabemos das renovações misteriosas com a do Roth depois do Mazembe...do Clemer por um ano já pratimente aposentado em 2008(ou era 2009?), do Indio com 35 anos de idade, do Renan que insiste em tomar frangos toda semana e por aí vai. Ouvimos falar em 1001 coisas. Oficialmete que dirigente não tem salario...tá lá por amor...mas que todo mundo sabe que eles recebem 10% em vendas de jogadores. Ouvimos mais ainda, que alguns dirigentes tem até mão em passe de jogadores...tudo claro em segredinho e que a imprensa NUNCA se atreve a falar. (Ora até já ouvi falar que jornalista recebe grana pra falar bem ou mal de alguem! Tu duvida?)

Enquanto isso nos torcedores fazemos o papel de palhaço atravesando o mundo pra ver o time jogar, pagando mensalidade, pagando ingresso etc... pra no fim sustentar esse mundo sujo. No Baseball ao menos eu sabia que os jogadores e dirigentes tavam ali pra ganhar dinehiro. Mas no futebol fazem de conta que é só os jogadores. Mas aí vão dizer que temos que aturar e engolir porque é PRO CLUBE...TUDO PELO CLUBE! Fica calado! É Pro NOSSO Clube do Coração. Ou seja podem fazer o que querem fazer porque "sempre estarei contigo!". Bla Bla Bla. Nunca gostei dessa coisa de chantagem emocional "Tu não é Colorado se tu não apoia sempre". Isso é papo furado. Sentimentalismo barato pra enganar troxa. O INTER infelizmente é em boa parte as pessoas que representam ela e não apenas o escudo ou a camisa.

Estou perdendo a paciência e meus dias como socio estão chegando ao fim. Não vou aprovar o que tá acontecendo mandando dinheiro pra lá todos os meses.

O pior é que a questão não é perder jogos. Isso sempre acontecerá. A Questão é todo mundo saber que são inexplicaveis as coisas que tão fazendo lá mas continuam fazendo na cara dura. Sentir o cheiro de algo podre mas não ter controle algum sobre a situação. Não é que eu queira só vitórias, eu quero honestidade, transparência! "Me engana que eu gosto" não é comigo! Esse é o problema. Cansei.

PS:

Uma das primeiras lições que aprendi aqui nos EUA quando comecei a trabalhar em empresas é de que não se pode deixar empregados acomodados no lugar. Por isso empresas (ao menos na epoca que trabalhava nelas hoje trabalho independentemente) gostam de fazer rodizio de gerentes pra não se formar panelihas...pro cara não ficar acomodado e pros empregados não ficarem muito amigos dos chefes.

No futebol não deveria ser diferente.

Uma vez eu trabalhava numa rede de loja de discos. Era gerente das lojas e me transferiram de uma para outra que tava uma bagunça. Eu tinha que arrumar a casa. Quando chegeui lá os empregados da loja achavam que eram donos do lugar e que eu ia cair na rotina deles. Immediatamente comecei a mudar as coisas e mostrar que quem madava lá agora era eu (chega de tocar Nirvana ou Death Metal as 10 da manhã na loja...de manhã é hora dum Jazz calmo kkkkk)...

Falcão infelizmente parece que é proíbido de fazer isso.

Postura

Sinceramente, o que me incomoda não são os 5 pontos em 4 rodadas, a falta de vitórias em casa ou os problemas do time se repetirem, tipo, há décadas.

Fiquei incomodado especificamente com a postura do time nesse domingo.

O Inter não conseguiu agredir o Palmeiras, marcava atrás da linha do meio de campo, nem posse de bola tinha.

D’Alessandro e Oscar eram vistos dando carrinho no campo defensivo, mas não conseguiam articular e levar a equipe pra frente. Damião estava isolado e triangulações parecem palavras riscadas do dicionário da equipe.

Acrescente contundência, organização e objetividade aos verbetes não existentes no tal dicionário.

Sinceramente, parecia que o Palmeiras jogava em casa, tamanha o controle do jogo que a equipe demonstrava em determinados momentos do jogo. Tive a impressão de se tratar de confronto de uma equipe bem organizada tacticamente contra um grupo de peladeiros de excelente qualidade técnica.

E olha que Felipão escalou um ferrolho com 3 volantes sem criatividade nenhuma, 1 meia no máximo esforçado, um atacante com nome de cantor póstumo e mesmo assim deu um sufoco danado em nossa equipe. Tivemos que parir uma bigorna pra conseguir UM mísero ponto em nossos domínios.

O empate foi justo, mas o futebol apresentado é preocupante. E olha que a escalação, em termos de estrutura (e não de nomes) é a que a maioria da torcida julga adequada, com um 4-4-2 com 2 meias, 2 volantes, 1 atacante de lado e 1 atacante centralizado.

A propalada compactação ainda não é vista, e os jogadores continuam distantes. Nei, Bolívar e Renan falharem já virou rotina, e nenhuma atitude é tomada.

São 4 rodadas e 6 gols tomados. Média de 1,5 gols/jogo. Conseguimos tomar gols em todos os jogos, o que, eu acredito, jamais vai acontecer com um time que pretende ser campeão.

Eu, e talvez a torcida colorada inteira, esperava medidas em caráter de urgência da atual direção no que se refere ao futebol. As necessárias contratações não foram feitas, e tudo indica que, salvo um negócio de ocasião, talvez nem aconteçam. Ao que parece, o Gauchão mascarou, novamente, as deficiências da equipe.

Em 4 rodadas, estamos 7 pontos distantes do topo, e falar em liderança nesse momento parece uma utopia.

Sempre gostei muito do Falcão comentarista. E não acho que ele desaprendeu a ler o jogo. Espero que o mesmo supere logo esse período de readaptação e possa extrair um futebol melhor do plantel colorado, que, no momento, está muito aquém da regularidade e eficiência que nos permita sonhar com voos maiores.



domingo, junho 12, 2011

2011 Já Era

7 Meses depois do Mazembe temos praticamente o mesmo time!

Numa boa, cadê o nosso vice presidente Siegmann? Cadê as contratações?

Repito pela milesima vez:

Renan não presta!!! O Time tá Velho. Acomodado. Rico. E nada muda! Não adianta demitir Falcão e trazer Mourinho que esse grupo NÃO DÁ!

Ainda fazem o gol de empate no fim e comemoram como se tivessem ganho. Perdendo 1 minuto comemorando em vez de pegar a bola e recomeçar rapidamente.

Renan até quando?
Nei até quando?
Bolivar até quando?
Rodrigo até quando?
Tinga até quando?

Enganação geral até quando? Com certeza os discuroso pos-jogo será o mesmo de sempre. E esse gol de empate no minimo fazem eles achar que ta tudo bem. Deve tá rolando muita grana pra certos jogadores continuarem jogando.

Desisto. Morrem abraçados com seus idolos.

PS:

Desde o Fiasco do Mazembe o Inter enriqueceu seus jogadores nesses 7 meses com R$42 Milhões de Reais (6 por mes). Oh vidinha boa. Perde e mesmo assim ficam ricos...pra que ganhar? Torcedor sofre...jogador fica rico. Enquanto nós reclamamos em blog de pessimo futebol as mulheres dos jogadores tão em shopping gastando nosso dinheiro que doamos ao clube pra ver essa merda em campo.

INTER x Palmeiras

Quais suas expectativas para esse jogo? Já não sei mais o que esperar depois da derrota para o Ceará em casa. Qualquer palpite é mera adivinhação. Jogo será transmitido ao vivo na Globo Internacional para todo mundo então tá na hora de fazer bonito em casa.

O negocio é ver se a defesa nos deixará na mão mais uma vez...se Renan merece essa confiança cega de muitos...se Guina e Tinga podem finalmente formar aquele duo que acreditavamos no passado que faria do Inter um time imbatível....se Dale com um contrato novo jogará bem com mais regularidade....se Oscar vai conseguir jogar a altura das espectativas das torcida....se Zé Roberto vai conseguir manter o alto nivel atual dele e se Damião voltará da Seleção com fome e finalmente marcará no Brasileirão. O Brasileirão na verdade é o campeonato para o Damião mostrar se ele realmente é The Real Thing ou fogo de palha. Eu acredito que ele sejá Leandro "The Real Thing" Damião mas tem que confirmar no Brasileirão.

Perguntas que começarão a ser respondidas logo mais.



sexta-feira, junho 10, 2011

4 Jogos

- Só vou ficar convencido que esse grupo tem alguma chance no Brasileirão quando ganharem 4 partidas consecutivas. Faltam 3. Se isso acontecer será um sinal de que Falcão consegiu fazer algo de um grupo cheio de furos, especialmente na defesa e que podemos ter esperanças. Mas essa de ganha uma...perde outra...depois emapta..depois ganha...depois perde...etc... só confirmará nossas desconfianças. 4 vitórias seguidas e começo a acreditar que eles finalmente tem vergonha na cara.

- Mas o mais facil seria a diretoria contratar um novo goleiro e achar em algum lugar um bom e confíavel zagueiro. Nem vou mencionar um Lateral direito pois contrataram um (Alisson que por sinal tem nome de Mulher...minha sobrinha de 11 anos é Alisson..)

- Aviso ao Colunistas do BV. Tem um ditado aqui nos EUA "Use it, or lose it", mais ou menos Use ou perca. No passado tenho deixado escritores passarem muito tempo sem escrever no BV sem tirá-los da escalação. Mas acho que como já foi provado tem muita gente que gostaria de escrever no Blog Vermelho e não adianta ocupar espaço na escalação se não vai usar o espaço. Melhor deixar outro entrar não? Então pergunto a vocês leitores, qual deveria ser a regra pra isso? Alem de ferias ou emergências é claro, com qual frequência de colunas escritas seria justo manter um colunista? Alguem que escreve no minimo 2 vezes por mês no seu dia designado? 3 Vezes? 1 Vez? O que vocês acham.

- Completamente Off:

Só eu que não gostei dessa "curtametragem" que fizeram da Musica da Legião "Eduardo e Monica"?

Qual o ponto de fazer um video de 4 minutos com tradução literal da letra para video? Não achei graça nenhuma. Já escuto essa musica a 25 anos e tenho na mente uma imagem dela. Pra ver esse video estraga a musica, com pia jogando Wii... usando celular.

Nos anos 80 o fantastico adorava fazer video onde traduziam literalmente a letra...por exemplo..."Eu gosto de Mulher" do Ultraje...mostram Roger da banda correndo atras de mulher...e bobagens assim. Esse video de Edurado e Monica é assim...achei pessimo. Mas pelo jeito sou minoria pelos comentarios no youtube.

Quando ouvi falar que ia fazer uma curta da musica Edurado e Monica eu esperava um filmezinho, não um video.



VIDA LONGA DALE

Renovamos com Dale até 2015.

O Castelhano chegou em 2008, lembro como se fosse hoje, pois eu estava no aeroporto na sua recepção, que até hoje é a maior já feita para um jogador no RS. Chegou em uma noite fria, foi direto ao Beira Rio e viu o Inter tomar 1 a 0 do Santos com gol de Maicou Leite.

Estreia em gre-nal, alguns jogos bons mas sua adaptação veio mesmo na reta final da Sul-americana, contra Boca, Chivas e Estudiantes. Quem aqui não lembra da atuação do Cabezón no Gre-Nal do Brasileiro, o chocolate galático, 4 a 1, um dos maiores banhos de bola que eu vi no Beira Rio.

2009 para Dale foi um ano conturbado. Começou arrasando na Vaga do Brasil, mas a depois da briga na final ele entrou numa descendente, brigou com Tite, foi afastado e voltou no final do campeonato brasileiro.

2010 do céu ao inferno. Libertadores da América no armário e Fiasco FIFA em Abu Dhabi. Dale foi considerado um dos culpados pela vexame.

130 jogos, 27 gols, Sula e LA, além de ser eleito o melhor jogador da América em 2010. Saldo positivo.

Dale hoje é ídolo da torcida, causa alvoroço por onde passa. Quando o Inter viaja para o exterior é o mais procurado, referência técnica e de marketing do clube. O maior salário e de quem se cobra mais. Quando não joga bem, as críticas pegam.

Pra mim Dale é jogador imprescindível para nosso time, cérebro da meia cancha, quem faz o time jogar mais rápido ou mais devagar, e por isso merece essa renovação e quem sabe muitos anos ainda no Beira Rio.

O problema é que Dale não joga sozinho, ele faz os outros jogarem. Isolá-lo na armação como muitas vezes se fez, é matar o maior potencial do gringo. Hoje, Oscar e Dale se completam, Dale cadencia o jogo, prende a bola e arma jogadas pros outros e Oscar carrega a bola, dribla e chuta em gol. Dois armadores diferentes e complementares um ao outro.

Dale é inconstante, joga muito num jogo e desaparece no outro. É jogador de decisão. Falta a ele talvez uma regularidade de boas atuações, o que deve vir com a cia de Oscar.

Até agora, o Custo Dale, é menor que o Retorno Dale, ou seja, saldo positivo.

Vida Longa a Andrés Nicolás D'alessandro


Curtas:

- Temo pelo jogo de domingo sem um 1º volante na frente da área. Bolatti não pode jogar, então Guinazu terá de ficar preso ali. Se ele e Tinga ficarem correndo para todos os lados nossa fraca defesa vai fazer água...

- Onde estão os reforços de peso?


quinta-feira, junho 09, 2011

Reforços confirmados

O título engana. Mas é bem por aí. Com as "não-convocações" de Damião e Bolatti, o Inter sai reforçado para dar sequencia no Brasileirão. Com isso, quem tem a ganhar é o Inter que, como disse o Louis ontem, é quem paga o salário dos jogadores. Agora é esperar um desempenho coletivo no mínimo razoável do time para que as rédeas do certame nacional sejam tomadas e que, finalmente, o time encontre o caminho em busca do tetra.

Bolatti não vem rendendo nos últimos jogos, assim como não foi bem na Seleção Argentina no jogo contra a poderosa Nigéria, mas deve ser mantido no time titular. Tinga tem tudo para ser sacado. Com isso, voltaremos a ter aquele meio-campo quase que totalmente argentino que hoje é visto como ideal pela torcida e, principalmente, pelos leitores do BV, conforme pesquisa lançada no Blog. Com o trio de argentinos, somado a presença do Oscar, temos um setor forte, talvez o ponto mais forte do time nas atuais circunstâncias.

Damião é indiscutível na minha opinião, apesar de muitos estarem discutindo que, após as convocações o cara teve uma queda no rendimento. Discordo. O time do Inter é Damião e mais 10. Espero que o fato de não ter sido chamado pelo Mano Segundona não tenha abalado sua cabeça. Como comentei com alguns amigos ontem, lamento pelo jogador, pois tinha como sonho jogar a Copa América pela Seleção Brasileira, mas fico feliz como colorado acima de tudo por ver o artilheiro do Inter defendendo as cores do clube na sequencia do Brasileiro.

Lendo o site do Inter há pouco, dou de cara com uma matéria informando que o time está com uma boa média de gols nesta temporada. Em 32 jogos foram marcados 60 gols, uma média abaixo de dois gols por partida. E a notícia é dada como uma boa média de gols. Discordo. Mas vale ressaltar que destes 60 gols, 21 foram marcados pelo Damião, ou seja, mais de um terço. E este caminhão de gols do camisa 9 acabou virando matéria no site da Zero Hora, coisa de quem não tem criatividade e só sabe plantar crise para os lados do Beira-rio. Para quem gosta de estatísticas, a matéria que está no site do Inter é bem interessante e divulga outros números desta temporada.

Laterl-direito
Seria o tal de Alisson, do Caxias, o prometido reforço para a lateral-direita? Confesso que não lembro dele no Gauchão. Passou pelo Recreativo e pelo Juventude e também não lembro dele nestes outros times. Difícil tecer uma opinião a respeito do jogador, mas confesso que passou longe da expectativa de jogador que eu tinha para a posição. Se alguém conhece algo do cara, poderia falar das suas características e se pode render mais que o Nei.

quarta-feira, junho 08, 2011

Camisa e substitutos

Já fazia algum tempinho que não passávamos uma semana com uma vitória. Não foi a melhor vitória que nós poderíamos ter tido e não significa que o time está perfeito. Mas são 3 pontos contra um time fraco. E melhor, fora porém dentro de casa.

O próximo é mais difícil, contra o Palmeiras. Eu nem sei qual é a situação do Palmeiras, na verdade. Mas time grande sempre tem a camisa jogando ao seu lado. Perguntem pro Peñarol. Ganhou da gente. Até do Vélez, o favorito, com aquele elenco bem mais ou menos. E a camisa pesando 500kg.

Se bem que geralmente nós nos damos mal contra a falta da camisa. Então talvez possamos nos dar bem. E a longo prazo, também podemos nos dar bem. Mas só se o Falcão fizer uma coisa: tentar adaptar um time ao elenco, e não o elenco a um time. Ele quer fazer um Barcelona sul americano. Calmo, compacto, com passes precisos, curtos e rápidos. Que nunca perde a bola. Isso até pode acontecer com muito treino...

Mas veste a camiseta catalã o melhor jogador do mundo. Que é capaz de dominar a bola e driblar 6. E no Inter, quem tem esse potencial? Não temos um velocista. Assim, sobra um time que só toca e não marca gols.

Bom, pelo menos no último jogo nós conseguimos ganhar marcando quatro gols. Era contra o América. Mas gols são gols, né? E dá-se um bom crédito por alguns fatores, claras mudanças: a entrada do Oscar no time (a torcida as vezes é ouvida) e a boa fase de Zé Roberto. D'Alessandro jogou também. Talvez por aquilo que alguns torcedores já vinham dizendo (uns mais observadores) faz anos: D'Ale não tem capacidade de levar um time nas costas. Ele precisa dividir o peso.

E se ficarmos com esse time, mais a entrada de alguém no lugar do Renan (Muriel? Outra sugestão?), alguém no lugar do Nei (tragam o Ceará de volta, esse sou eu gritando enquanto sonho) e Damião no lugar do Cavenaghi? Alguém vê um time capaz de levantar o caneco nacional? Sugiro ao Louis, que, caso surjam nomes substitutos, que disputem uma enquete. As vezes gritando muito podemos ser ouvidos.

Promessas

Quem acha que a carreira do Robinho acabou sendo decepcionante num panorama geral? Eu esperava muito mais, mas acho que hoje em dia a badalação vai a cabeça dos jogadores e eles perdem o foco muito mais rapidamente, especialmente com os enormes salários. É muita distração. Até o Pato até agora tem sido um tanto irregular, mais por lesões, pois quando joga parece fazer gols (mas não acompanho de perto). Mas não é aquele fenomeno que parecia que ia ser com 17 anos de idade. Nem foi a Copa de 2010 (culpem ou não Dunga) Será que alguns jogadores poderiam se dar melhor no Brasil do que na Europa?

E o Neymar? Será mais um Robinho? (e lembram do parceiro do Robinho o Diego...desapareceu na Alemanha?) Acho os dois extremamente parecidos. Vem do mesmo clube, tem o mesmo porte físico quando começaram, mesmos dribles, personalidades parecidas...

Sei lá, antigamente eu ficava entusiasmado com jovens promessas, hoje simplesmente acredito que irão pra Europa, ficarão ricos mas em termos de futebol acabam deixando a desejar. Sua opinião?

Quanto a Damião não ser convocado...desculpa aí Damião, mas melhor assim. Quem paga teu salario é o Inter e é o Inter que precisa de ti. Na seleção tu e ver pouco da bola. Agora torcer que do doi Fred ou Pato não se machuquem.

PS: Torcendo para o Coxa hoje.

PSS: Lauro e Renan virtualmente empatados na enquete do time do Inter do BV.

Sele quem?

Não assisti a SeleNike ontem. Nem quis e pelo jeito não perdi nada. Nem vi o jogo da Holanda. Não tenho interesse na Seleção Brasileira. Só atrapalham o Inter dentro e fora do campo. E tenho menos interesse ainda na badalação a mais nova aposentadoria do Ronaldo. Obrigado pela  Copa de 2002 e agora bye bye.

Mas ontem assisti uma seleção sim, a que realmente torço a dos EUA. Ontem estreiamram na Gold Cup, da qual o vencedor irá para a Copa das Confederações no Brasil em 2013 (quem sabe Donovan finalmente jogue em Porto Alegre kkk) . O Time Americano é mais ou menos o de sempre: Um otimo Goleiro, alguns jogadores de bastante talento mas prejudicado por alguns bem comuns.

Mas assistindo o jogo de ontem (veja os melhores momentos abaixo) fico imaginando se o Inter tivesse um goleiro de verdade como o Tim Howard. No fim do jogo fez duas grandes defesas e ainda faz tudo que Lauro e Renan não fazem...grita com a defesa a cada jogada. É incrivel ver a diferença de animo entre o Howard e o Lauro que é sempre criticado por ser quieto demais. O Howard começou aqui em NJ. No inicio da decada ele era reserva no NY Metrostars e lembro de ter ido a alguns treinos e de ver ele trabalhando duro. Eventualmente foi promovido a titular e pouco tempo depois foi jogar no Manchester United onde foi titular por um tempo antes de ser transferido para o Everton da Inglaterra onde é titular a 4 anos.

Até o lateral direito dos EUA que não é grande coisa (Cherundolo) sabe chegar a linha de fundo e cruzar melhor que nossos laterais. O Zagueiro #3 do lado esquerdo o Carlos Bocanegra é bem superior ao Bolivar e nem se fala do Rodrigo. Bocanegra lembra um Indio canhoto mais jovem. E claro o time tem Donovan o numero 10 que na minha opinião é muito mas muito melhor que nosso numero 10.

Taí os melhores momentos de ontem pra quem quiser dar uma olhada. Vale só pelas defesas do Howard no fim.



terça-feira, junho 07, 2011

Torcida Gangorra

- Segundo a pesquisa do BV que deixei na coluna direita 45% dos Colorados teriam dispensado Zé Roberto a umas 5 ou 6 semanas atras quando a pesquisa foi feita. Hoje ele é titular em 88% dos Colorados pesquisados.

- Esse é um dos grandes problemas dos torcedores: a opinião gangorra. A pouco tempo Bolatti recebeu menos votos pra ser dispensado do que Damião! Hoje por causa de umas 3 ou 4 partidas seguidas sem destaque ele começa ser questionado. Já tão até colocando ele na reserva com a ajuda da imprensa.

- Renan no Grenal depois de tomar aquele frango no fim do jogo estava pronto pra ser sacrificado pela torcida...aí foi defender os penaltis (loteria) 20 minutos depois e muitos já tavam tranquilos com ele no gol novamente. E tá lá até hoje. Minha opinião sobre o Renan não muda desde 2007. Nunca foi um grande goleiro e é um serio risco para o Inter.

- Na pesquisa ao lado (faltando 4 dias ainda) o time titular do Inter na visão dos leitores do BV é quase unanimidade. Só no gol que tem uma luta boa entre Renan, Lauro e até Muriel. Renan lidera mas só com 37% dos votos. Juan segundo a pesquisa deveria ser o mais titular entre os zagueiros (71%). No meio Tinga é banco e Bolatti joga. Oscar é titular absoluto (97%). O ataque é disparado Damião e Zé Roberto.

- As vezes treinador tem que aprender a agradar a torcida se eles querem ficar no cargo por um bom tempo. Falcão hoje disse que Oscar é titular. Tá aprendendo. Agora será interessante ver como Oscar jogará nas próximas 3 ou 4. Se for bem a torcida dirá "viu eu disse" (inclusive muitos já falaram isso Domingo). Mas e se ele for mal? Quanto credito será que Oscar terá com a torcida gangorra?

Eu? Continuo aguardando as contratações especialmente para o Gol, Zaga e Lateral direita que todos sabem são necessarios e que foram prometidas. Não sei porque a diretoria parece estar satisfeita com essas posições.

Noticiário

pré.s: Enquanto tiro minhas férias em relação ao Falcão e ao time, com minha corneta guardada, vou palavrear com as brincadeiras, ou vice-versa. As tiradas a seguir foram baseadas nas chamadas de notícias do ClicRBS-Inter.

Kléber acordou e no caminho pro treino enguiçou. Não deu outra, é hora de revisão. Já se foram 15 mil kilômetros desde a última e o motor já não responde. Assim que voltar da revisão, volta ao time. Há quem diga que é melhor uma Ferrari sem motor, que um Fusca novinho e de tanque cheio.

Falcão gritou "olé" e DAle, Cave e Guina olharam feio pra ele. Nosso Comentarista (cf. Severo, 2011) não teve dúvida: passou a gritar "olê" até o fim do jogo, conquistando a dedicação de sua armada hermana.

Damião passou as últimas semanas estudando espanhol, o que infelizmente atrapalhou um pouco seu desempenho em campo. Mas tudo bem, o motivo era importante: ontem ele foi dormir mais tarde, pois tinha uma ligação importante. Ligou pra ele e disse: "Mi Pepe, me gustaría saber de ti si puedo jugar en el Barça?".

Zé Roberto foi promovido de peça à peça-chave. Agora, o lema no Beira-Rio é "se vira, Zé!". Até os balões, quer dizer, "lançamentos" de Bolívar (e cia) retornaram, aproveitando a grande fase do atacante. Nada como um bom futebol, a lá década de 70. Falcão está radiante com a homenagem que seu capitão lhe faz.

Não satisfeito com o "olê" e suspeitando que ainda não ganhara definitivamente o coração de seu craque hermano, Falcão resolveu dançar um tango mais colado e agora rasga elogios ao DAle. De hoje em diante, quem sai do treino com DAle é o próprio Falcão, não mais o Juan. O tratamento agora será diferenciado.


Por fim, nosso Comentarista demonstrou sua confiança total em seu capitão, que ficou emocionado (e até ligou pro amigo Carlinhos pra remarcar a balada de sexta) após ouvi-lo dizer que "Quando erramos, prefiro colocar os méritos para as equipes adversárias".

segunda-feira, junho 06, 2011

Jogo Rápido

Dois volantes,

Dois meias,

Um atacante com movimentação

E

Um homem de área.

Bollati, Guiñazu e Tinga;

Dois entre os três.

D’Alessandro e Oscar;

Sem mais.

Zé Roberto;

Ninguém é mais titular no momento. Só sai se engordar.

E

Damião ou Cavenaghi;

Na ausência do primeiro, o segundo seria prudente não tirar a camisa.

De resto, nem Bolívar, nem Juan fora de posição. Nada disso ou aquilo pode comprometer tanto o rendimento da equipe, quanto a não escalação de um time onde D’Alessandro e Oscar joguem juntos no meio campo.

Futebol não é fácil, mas é simples.



Dica ao Falcão

Não fale mais com a imprensa. Quase TUDO que o Falcão fala, a imprensa tem usado contra ele. Hoje a manchete da ZH é "Magrinho que decide" e ainda "Queridinho só dá torcida?". Manchetes baseadas no comentario do Falcão de que Oscar precisa ganhar corpo. A RBS convida o Falcão para uma entrevista, Falcão aceita e depois usam o que podem pra colocar a torcida contra ele.

Outros comentários do Falcão tambem já foram usados contra ele como quando ele falou que tem 6 outros clubes mais favoritos que o Inter. Nada demais mas a imprensa fez como se fosse. Ou o comentário de que Falcão acha que tecnico deveria ver jogo das cabines para ter melhor angulo. Tudo usado de uma maneira pra desprezar ou ridicularizar ele mesmo que sejam apenas comentários de passagem do Falcão.

Falcão faria um favor a si mesmo se pudesse falar o minimo possivel. A imprensa reclama de tecnicos mau humorados que são grosseiros mas as vezes é a proprio imprensa que cria o clima para isso acontecer.

domingo, junho 05, 2011

Primeiro Passo

America-MG 2 x 4 INTER

Notas (lembrando que todo mundo começa com nota 5...se for bem aumenta, se for mal baixa)

Renan: Não teve culpa nos gols e teve umas defesas decentes e tambem umas saídas de bola boas. Nota 7
Nei: Não foi um fator. Nota 6.
Bolivar: No primeiro gol do America ele perdeu na bola aerea. Nota 4.
Rodrigo: Não dá muita confiança, o segundo gol foi no seu lado. Nota 4.
Juan: Meio perdido na Lateral. Tem que ser usado só como zagueiro. Nota 3.
Guinazu: O mesmo de sempre e foi bem participativo. Nota 7.
Tinga: Regular. Nota 6.
Oscar: Teve um grande primeiro tempo. E desapareceu no segundo. Teve grandes lances, fez dois gols. Mas depois apareceu um dos seus maiores problemas, ele se apaga. O que assusta para um jogador tão jovem. Nota 8 mas poderia ter sido melhor se tivesse jogado mais no 2 tempo.
D'Alessandro
: Bom primeiro tempo, fez um gol de fora da area (tava devendo) e tambem se apagou no segundo tempo. Nota 7.
Cavenaghi: Infelizmente continua não convencedno, mas acho que precisa de sequência de jogos. Teve uma assistência e gol, que é um bom sinal. Fez bobabgem ao tirar a camisa pra comemorar gol. Nota 6.5
Zé Roberto: O melhor do Inter. Talvez o melhor do ano atras do Damião. Velocidade, contrataques, dribles, foi bem até cansar. A torcida tem que parar de chama-lo de Zero. Nota 8.

Gilberto e Ricardo Goulart ambos tiveram uma chance, fomearam e perderam. Mas assim como Glaydson fica dificil dar nota SEM NOTA.

Meu voto na pesquisa ao lado, independente de adversario e em geral o Inter jogou bem, especialmente no 1 tempo.

DEIXE SUAS NOTAS NOS COMENTÁRIOS.

Alguem comentou "espero que uma vitoria sobre o America não faça pessoas acharem que tá tudo bem". Mas é claro que não né! Só louco (e tem muitos) que achariam que estaria tudo bem apos uma vitória. Pra mim, quero ver 4 vitórias seguidas antes de começar a me convencer que ALGUMA coisa tá mudando pra melhor.

Gols (assitencias)
Oscar (Cavenaghi)
D'Alessandro (Zé Roberto)
Oscar (Rodrigo)
Cavenaghi (Zé Roberto)

Produção Ofensiva em 2011 até agora
JOGADOR GOLS - ASSISTENCIAS - PONTOS
(2 Pontos por Gol, 1 Ponto por assistencia)

Damião 21 - 4 - 46
D'Alessandro 7 - 5 - 19
Oscar 5 - 9 - 19
Zé Roberto 4 - 3 - 11
Sobis 3 - 3 - 9
Andrezinho 2 - 5 - 9
Kleber 1 - 7 - 9
R. Goulart 4 - 0 - 8
Bolatti 4 - 0 - 8
Cavenahgi 2 - 3 - 7
Marquinhos 0 - 4 - 4
Tinga 1 - 1 - 3
Guto 1 - 1 - 3
R. Moledo 1 - 0 - 2
T. Humberto 1 - 0 - 2
Guinazu 0 - 2 - 2
Daniel 0 - 2 - 2
Rodrigo 0 - 2 - 2
Sorondo 0 - 1 - 1
W. Mathias 0 - 1 - 1
Massari 0 - 1 - 1
Alex 0 - 1 - 1
Elton 0 - 1 - 1
57 Gols.

America-MG x INTER



Que saco esse negocio de um jogo por semana. Parece uma eternidade desde a ultima partida. Pior ainda depois de derrota, tu tem que esperar uma semana inteira pra se recuperar.

E hoje o Inter tem que se recuperar.

Clube que entrega o mando de campo pra fazer renda não pode vencer o Inter e é isso que o America fez. Prefere jogar diante de 15 mil colorados do que em casa pra fazer uma grana. Se bem que eles provavelmente nem tem torcida. Mais uma razão pela qual o Inter tem que vencer.

Mas isso não adiante o Inter "tinha que vencer" muitos times nesse ultimo ano e sabemos o que aconteceu.

Eu não sou muito de acreditar que jogadores entregam partida pra derrubar tecnico, acredito que se chegam a esse ponto, mais uma derrota não é pra derrubar e sim prova de que os caras jogam pouco e não tem poder de reação.

Então se o Inter perder ou empatar hoje, nem venham falar que jogaram assim pra derrubar o Falcão...isso é dar credito demais (e achar mais uma desculpa) a um grupo que não conseguia ganhar do Ijuí ou sei lá quem no Beira Rio com 10. Então parem de fazer desculpa pra esse grupo. Se perderem hoje é por ruindade mesmo e não pra derrubar tecnico.

Agora dito tudo isso, o time hoje vai de Dale e Oscar e com Cavenaghi no ataque. Ou seja as duas "estrelas" que todo mundo queria ver estarão jogando e finalmente o Cavenaghi tem sua chance (duvido que um Cave com chance unica tentaria jogar mal pra derrubar tecnico). Se não ganhar hoje não sei quando ganhará.

Lauro já era, já deve tá fazendo as malas e o Inter insiste com o Renan. Incrível. Simplesmente incrível.

O Inter ultimamente anda uma Usina de desculpas. Desculpas pela qual perdeu, desculpas pela qual tomou frango etc etc etc. Pior é que quando ganha uma (como no GreNal) todo mundo se engana e acha que tá tudo otimo e "agora vai". Sim estou pessimista, podemos ganhar tranquilamente hoje mas não ficarei convencido. Esse grupo terá que ganhar 3 ou 4 ou 5 seguidos para me convencer que aprenderam finalmente a jogar futebol. Ganhar uma aqui e ali qualquer time faz, eu quero ver regularidade.

Algumas pessoas podem facilmente esquecer o histórico do Inter desde o Brasileirão 2010 mas eu não consigo. Pra mim continua sendo o mesmo time não só no papel mas em tudo e nos resultados. Vou continuar dizendo que até a escalação não mudar radicalmente vamos continuar na mesma. Como disse se querem provar o contrario terão que fazer uma boa sequência de vitórias. Algo que deve fazer muito tempo que não temos.

sexta-feira, junho 03, 2011

Pepino em nyc



O anti falcao e colorado pepino aqui em new york comendo uma pizza e cerveja no village. O cara eh tao corneteiro que ate a piZza de nyc ele ta cornetiando. Mas legal receber um colorado aqui #end

RECOMEÇO

Domingo contra o América o Inter entra em campo tentando estrear no Roubalheirão 2011. Falcão por forças divinas talvez mande a campo novamente uma formação racional de time, com uma estrutura simples e eficiente, coisas que não vemos no Beira Rio há praticamente 1 ano... Nos primeiros jogos, Falcão até esboçou algo parecido com um time, jogando com 2 meias e 2 atacantes. Andrezinho e Dale, Sobis e Damião. Devido a má fase de Rafael o Bola-Bola não encontrou solução para o time e Rothiou... 4 2 3 1 e foi o que vimos... Penarol e Gre-nal mostraram que tudo continua igual no colorado.

Mas domingo tenho a impressão que será diferente. Já que existe um decreto que Tinga precisa jogar, Deus levou Bolatti para a seleção e enfim termos apenas 2 volantes em campo, e graças a maravilhosa lesão de Andrezinho teremos Oscar e Dale juntos no meio campo. A dupla perfeita e impossível de atuar junta como descreveu o comentarista de resultados Wianey Carlet vai finalmente poder jogar junta, aliviando a carga sobre Dale, incluindo um meia no time que chute a gol e entre a dribles (Oscar) e a frente destes teremos 2 atacantes. Zé e Cavenaghi. São os dois atacantes que o Inter merece? Não, mas é o que temos para o momento.

Fico um pouco intranquilo já que Kleber não vai jogar, e Falcão cogita colocar Juan na lateral... Bah, lembram do Gre-nal? Na sua posição que é zagueiro ele já é ruim, improvisado ali... (calafrios). Além de que não teremos um volantão na frente da área, um cão de guarda que em tese seria Bolatti, que não joga meia perna do que jogava Sandro. Assim, Tinga ou Guina terá de ficar ali plantado, o que acho difícil devido as características dos dois.

Mas isso não pode ser desculpa. América MG é um timeco, tomou 3 do reservas do Vasco, e não merece misericórdia, temos de ir lá e ganhar com naturalidade. Acho que até uma goleada é de se esperar...

Com isso, temos boas chances de estrear no campeonato.

Curtas:

- Falcão e Renato pedem reforços mas a impresa instala crise apenas no Beira Rio

- Imprensa cria manchetes que Inter não ganha em casa e só acumula fiascos, mas o Grêmio não ganha em casa há quase 60 dias...

- Penarol na final com o Santos que tava quase morto... Que Libertadores fácil que jogamos fora hein... Um time limitadíssimo e outro que não sabe jogar LA, firulinhas e pra lá e pra cá e quase se borraram no Paraguai... Se não fosse o goleiro e a trave...