quinta-feira, março 31, 2011

Subindo degraus

Todas as quintas busco escrever um texto diferente, evitar ser repetitivo, fugir do comum. Meu dia de postagens no BV conicide sempre com um pós-jogo, seja da Libertadores, seja do Gauchão. Assim, é difícil não falar sobre atuação do time e blá blá blá. Hoje não será diferente, porém, vou destacar o esforço que nós, colorados, fazemos para assistir os jogos do time. No meu caso que moro no interior (litoral) a coisa é mais complicada.

Sei que tem gente que mora mais longe do Gigante que eu. Sei que muitos vem de cidades mais distantes, como Passo Fundo, Santa Maria e até mesmo de outros estados. Estou há pouco mais de uma hora e meia de POA, mas o esforço, deixar coisas importantes de lado para acompanhar o Inter, nas boas e nas más compensa. Primeiro, por reencontrar os amigos e conversar com colorados que eu jamais imaginei conhecer e, principalmente, por reencontrar aquela vibração da torcida, ver o Beira rugir.

Sair do trabalho uma hora mais cedo sem o consentimento do chefe, deixar o carro na frente do bar de onde sai a van, comer um pastel e beber uma lata de cerveja para, depois embarcar pensando em como será o jogo, quem fará os gols, enfim, o que vem pela frente é gratificante. Deixar os filhos em casa, gastar e gastar bastante, pois além da mensalidade e ingresso tem a van, comida e ceva, muita ceva. Imagina quem viaja para fora, como no caso dos mundiais, para ver o Inter? Faz parte. A gente reclama do time muitas vezes mas estamos lá. Gritando, vibrando e, quando merece, vaiando.

No meu post da semana passada, falei sobre o desejo da torcida em ver Oscar e D'Ale juntos. Pensei que o Roth ia arregar e não entrar com essa formação. Como podemos observar, o time foi arrasador. Não lembro, e não deve ter sido efeito da cerveja, de ver o JW chutar em gol ou ameaçar o Inter. O time dos caras é muito fraco e poderia ter sido sete, mas foram três. Valeu. O caminho está sendo bem traçado na Copa, o time está marcando muitos gols em todas as partidas e caminha a passos largos para ficar entre as três melhores campanhas da primeria fase. Ontem, mais uma vez, fez o que deveria fazer: bateu em morto. E assim deveria ser, sempre.

Vejo muitos amigos falando mal do time por ter feito "apenas" três gols no fraco adversário de ontem. Claro que poderia ter sido mais. Acho que estas críticas não estão sendo justas. Pelo visto estes torcedores com quem conversei estão achando que estamos nos malditos anos 90. Acordem! Tem que melhorar, especialmente quando pegar times mais fortes, mas no momento temos que bater em quem vem pela frente. Uma coisa de cada vez.

E o gfpa ontem? Filial derrubando a matriz com direito a golaço contra de defensor. Pena que esses rebaixados na quarta potência não fizeram isso anos atrás. E agora, apara as gazelas só resta comemorar o Ozzy com a bandeira delas.

RBS é Gremista?

OK vou ser direto aqui.

Fico lendo toda semana que a RBS é Gremista. Que a manchete pos derrotas do Gremio são mais favoráveis que as manchetes pos vitorias do Inter. Não discordo e nem concordo porque ninguem, repito ninguem até hoje documentou isso com varios exemplos alem de 1 exemplo aqui e ali apos uma rodada.

Então é o seguinte, alguem pesquisa aí as manchetes das ultimas rodadas (ou mes, ano, whatever) do Gaúchão e Libertadores, pesquisem blogs da RBS e escrevem um artigo lucido com exemplos e conclusões (e links!). Se for bem escrito e tiver fortes evidências e provar esse ponto que a RBS é Gremista eu não só coloco aqui como te ofereço uma vaga como escritor no Blog Vermelho. OK? Então alguem finalmete faz isso para finalmente provar se é fato ou tudo na imaginação do torcedor.

Aguardo seu texto COM exemplos (e não só opinião). Se você quer provar que é tudo balela e realmente a RBS é justa, vale tambem e pode enviar seu texto. Aguardo textos no blogvermelho@gmail.com

É uma otima oportunidade pra quem quer escrever regularmente no BV. Mesmo se você não quer vaga aqui, mas você toda rodada repete e reclama que eles são Gremistas...bom essa é a hora do "Vamo Vê", mostre suas provas. Aguardo os textos no email.

Candidato #1

Vou fazer a votação diferente dessa vez comparado com outras seleções de autores para o BV. Dessa vez em vez de "Mata-Mata" cada texto vai aparecer sozinho. Você leitor vai dar nota de 1 a 10 na parte dos comentários. A media será calculado e no fim os autores com melhores medias serão convidados a participar regularmente no Blog Vermelho. Os Autores serão anonimos até o fim da competição. Votos em massa de amigos e familiares dos autores não contarão...como sei que será amigo ou familia? Eu sei tudo kkkkk! Então por favor não pede votos de amigos queremos que o melhores textos ganhem.

Vamos lá texto um...e não esquecem de votar de 1 a 10.

Como não motivar e como jogar ao natural

Falo de dois assuntos aqui, relação torcida-jogador e forma do time jogar.

Um dos grandes trunfos do Internacional, e de boa parte dos clubes que
se prezem é o fator local, o incentivo da torcida, o rugir dos
tambores na arquibancada que amedontra e espanta os adversários.

O Beira-Rio, palco de nossas maiores vitórias(notaram que o Inter
sempre levanta a taça no Beira-Rio?) é um dos mais respeitados e
temidos locais no campeonato brasileiro e quiça na Libertadores, mas
algo vem mudando no fator de incentivo aos jogadores nos momentos
ruins.

Eu sou a favor da vaia pontual e bem direcionada, mas não posso
entender quem vaiou o time no jogo contra o São Luiz, ora é claro que
faltou gol, que o Roth podia ter armado melhor o time(faz tempo né
Celsão que não vemos um time). Mas as vésperas de um jogo importante
na Libertadores, para encaminhar um primeiro lugar e boa colocação na
tabela geral, não foi boa a forma que a torcida(aqueles que vaiaram)
se manifestou. Isso cria um sentimento de separação entre os jogadores
e torcida.

Quem viveu os anos 90, sabe o que era ter um time ruim, muitas vezes
sem vontade e lutando sempre no meio da tabela, nunca disputando nada.

Nós sabemos hoje que o time não joga as ganhas no gauchão, isso é
normal é humano. O foco sem esta em uma coisa, salvo exceções como
Guinazu e se o time não tem tática, forma de jogar definida e
exaurida, as vitórias não vem fácil.

Isso me leva a outro assunto, de cunho de nosso teimoso técnico.

Alex, o pé de chumbo que esta congelando em Moscou, disse o seguinte
sobre o grande time de 2005/2006:
- "Chegamos num ponto onde já sabíamos o que fazer em campo,
sabíamos as táticas e mudanças de estratégia possíveis e conhecíamos
um ao outro, por isso fomos até o fim do Brasileiro de 2006 ganhando,
sem estar necessariamente focados".

Todos devem lembrar disso, mas não custa contar um pouco novamente:
Após a grande jornada de 2005 e toda aquela sacanagem fomos babando
para a libertadores de 2006, que todos sabem como acabou :). Após a
conquista é digno de lembrar que fomos segundo colocado, atrás do San
Pablo que havia disparado, dado ao foco após a derrota na final da
Libertadores.

Nesse período entre a conquista da Libertadores e o Mundial o Inter
fez excelentes partidas e a bem da verdade jogava o famoso futebol
natural. Não havia a superação da Libertadores ou a gana de vencer do
Mundial, os quais muitos já pensavam, entre torcida, direção e
jogadores. Mas aquele time não sabia jogar de outra forma, entrava em
campo e fazia o dele o que era mais do que todos os outros no Brasil,
o que nos levou ao um digno segundo lugar.

Infelizmente ainda não vi isso no Inter de 2011(assim como não vi em
2010) e ficamos a espera de que individualidades resolvam ou que
tenhamos um pouco de sorte para vencer.

Espero do fundo do meu coração vermelho, que os corneta, como já
fizeram em outros momentos, entendam a atual "saúde" delicada do time,
e que o Celso, resolva-se por um time e faça o polimento. Só assim
vamos sonhar com a liberta e quem sabe uma grande jornada no
Brasileirão.

quarta-feira, março 30, 2011

INTER x Seu Jorge

- Menos de 4 a 0 sou capaz de reclamar! Temos que trabalhar o saldo!

- Fox Espanhol elogiando o Inter dizendo que é time/clube a nivel Europeu...superior a todos menos os Barcelonas/Real Madrids da vida.

- Será que é essa camisa do Lauro que ele vai me enviar amanhã (ganhei na promoção do Twitter dele com uma foto minha)? E é a laranja! Tomara que seja!

- Quero um jogo pra torcida se divertir, lite com o time jogando bem.
Atualizarei, ao longo do jogo.

- O gênio da Fox acha que a bandeira do Japão no Beira Rio é em solidaridade ao Japão. O cara não deve lembrar de 2006 e não consegue fazer um 2 + 2 = 4.

- Começamos meio atrapalhados mas já estamos dominando com um gol do Oscar num bate rebate que acabou bem pra nos.

- Oscar tem uma otima visão de jogo. Lembra fisicamente e na bola o Bebeto.

- Tenho medo do Cruzeiro. Parece ser um time com instinto matador enquanto o Inter parece não ter esse instinto. Não gosto de pensar no ataque do Cruzeiro contra nossa defesa, enquanto nosso ataque erra 100 gols. É um problema se a gente encontrar eles.

- Nosso dificuldade de fazer gol me preocupa. Foi assim em 2010 (no Mundial inclusive) e continua assim.

- Fim do 1 Tempo.

- 2 Tempo e nada ainda do Roth...mexe no time porra!

- Se não fosse a vitória parcial esse jogo lembra MUITO o Mazembe. Muitas chances mas nada. Estamos a uma bobeira defensiva de perder 2 pontos.

- Gol! Ufa...D'Ale, grande partida do Oscar. Titularisimo.

- Falta 20 e nada de substituições...agora eles tem 10...e nada do Roth , ele não quer tirar Zé Roberto pra não ouvir vaia.

- 3 a 0 gol do Zé Roberto, agora ele não sai mais do time kkkk

- Po tirou zagueiro pra colocar zagueiro?

- Sobis ...4 contra zero e ele passa mal a bola...gol perdidissimo!

Terminou 3 a 0. Otima partida contra um time fraco, com 10. Me preocupo com a falta de gols. Ou melhor a dificuldade de faze-los.

Não gostei da displicência em alguns gols perdidos com jogadores chegando a dar risada. Porra o saldo pode valer ouro nessa competição.

3 Rafaelas, 3 gols....coincidência?

Dia de Goleada

Bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla Goleada. Bla bla bla bla bla bla bla.

Bla bla bla Goleada. Bla Bla Bla Bla Bla Bla Bla bla bla bla OSCAR. Bla Bla Bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla Damião. Bla bla bla bla.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Fora Roth sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum D'Alesandro.

Bla bla bla bla bla bla bla bla fraco Wilstermann. Bla bla bla bla.

Bla Bla Bla Goleada.



terça-feira, março 29, 2011

Tri caindo de maduro

Outra boa ideia é de vez em quando postar textos de colorados que não escrevem no Blog semanamente. textos digamos assim, avulsos. Talvez eu faça isso um dia por semana. Hoje recebi esse texto do leitor assíduo do BV o Cleo Hickmann Junior para dar uma mão a nós. Fique claro que o Cleo não está se candidatando a vaga de escritor então o texto não está sendo postado para ser analisado como texto de competição e sim para falarmos do Inter.

-------------------------

Por Cleo Hickmann Junior

Muito já se ouviu falar na tal "Sorte de Campeão". Quando uma conquista é facilitada por uma obra do acaso, é normal as pessoas tentarem diminuir tal façanha. Ano passado o gol de Giuliano no fim do jogo contra o Deportivo Quito tirou o Cruzeiro do nosso caminho e colocou o modesto Banfield. Tudo bem que a classificação foi suada, mas não tenho dúvidas de que seria muito mais complicado passar pelos mineiros. Seria este um indício da tal sorte mencionada? E o chute de D'Alessandro que desviou em Alecsandro antes de morrer mansamente nas redes de Rogério Ceni? Pois é, querendo ou não, seja por sorte ou competência a taça está no armário colorado. E é isso que importa.

Este ano podemos dizer que o sorteio de grupos nos favoreceu. Foi o primeiro indício de que alguém lá em cima anda trajando vermelho. A queda do Corinthians ainda na fase pré-Libertadores e as virtuais eliminações de Santos e Fluminense são consideradas por mim como vantagens bastante grandes nas próximas fases da competição. Prefiro mil vezes encarar um Velez ou LDU da vida do que um clube brasileiro que conta com o apoio de uma confederação inescrupulosa e uma rede de televisão com interesses um tanto quanto nebulosos.

A fase de grupos para o Internacional poderia terminar com 100% de aproveitamento e liderança isolada na classificação geral. Poderia, não fosse o fator Celso Roth. Por outro lado, quero crer que até isso pode ser qualificado como sorte de campeão, visto que o 1º colocado dificilmente chega nas fases finais. Com base nisso, não me resta outra conclusão senão a de que o tricampeonato da América está se encaminhando. Nesta quarta-feira (30 de março) teremos um jogo propício para afinar o time e embalar de vez. Voltam Bolívar e D'Alessandro de lesão e nosso centroavante Leandro Damião chega com moral depois de boa participação vestindo a camisa 9 da Seleção Brasileira. Oscar deve ser mantido no time e isso é outro ponto positivo. Em contrapartida vejo no time de amanhã duas lacunas que logo devem ser preenchidas: Wilson Mathias por Bolatti e Zé Roberto por Sóbis. Mas como o adversário é fraco e vem desinteressado, será um jogo para somar pontos, fazer saldo e, principalmente, ajustar o time para a reta final. E por falar em reta final, parece que a sorte tente a sorrir pra nós novamente, pois já se fala em um possível confronto com nosso maior freguês já na próxima fase.

PS.: No treino desta terça feira, duas notícias que me deixaram preocupados: 1) Índio treinou no time titular e deve jogar. O fator salário neste caso pesa contra o fator idade, infelizmente. 2) O jogo-treino terminou com o placar de 1 a 0 pros titulares, com gol do Zé Roberto. Agora é que Roth não tira ele mais do time.

Pergunta: O que é preciso pra derrubar Celso Roth do cargo de treinador do Inter?

Saudações alvirrubras.

Reforços

O Blog Vermelho está procurando reforços. Infelizmente alguns dos talentosos escritores do BV por causa de compromissos profissionais não tenham tido muito tempo para escrever textos para o Blog. Então precisamos reforçar o time. Vou abrir 2 vagas para escrever no blog mas preciso receber um texto atual até o fim dessa semana com o assunto sendo o Inter pre ou pos jogo do Wilsterman amanhã.

Eu vou selecionar os textos e colocar aqui no blog para que os leitores escolham os melhores. Mande seu texto (mais ou menos 400 a 500 palavras) para BlogVermelho@gmail.com .

Eu ia dar dicas mas acho melhor perguntar aos leitores que são os que votam. O que vocês gostam de ver de um colunista do BV e o que não gostam. O que que os candidatos devem pensar na hora de bolar um texto que agradará vocês?

PS: Tamebm aceito, alem de textos, sugestões de nomes dos leitores de pessoas que eles acham que poderiam escrever aqui, especificamente pessoas que comentem no BV.

segunda-feira, março 28, 2011

PESADELO!

Roth agora tá interferindo no meu sono.

Juro que ontem a noite tive um sonho sobre o Inter. Eu estava vendo o jogo do Inter contra algum time do interior, imagino que era Gaúchão, mas o estádio não sei se era o Beira Rio. Nem lembro de ver o Gramado, pois eu tava na parte interna do estadio...sabe como é sonho, tudo é meio estranho.

Detalhes são vagos mas lembro que tomamos o primeiro gol, 0 a 1. Depois o segundo, 0 a 2. Meus amigos que estavam comigo (da qual não lembro quem eram, provavelmente nem existem) começam a reclamar da situação. Em questão de segundos tava 0 a 3, para o time do Interior. Inacreditável. Mas o sonho não me dava muito tempo pra pensar e assim logo o time do Interior fez o quarto gol! 0 a 4! Ah vai pro inferno!!

Immediatamente pensei: "HOJE ROTH VAI PRA RUA!!!! AO MENOS ISSO!"

Alguem me falou "vai lá vai lá" ... Saí de onde estava e em 1 segundo (a velocidade de sonho) cheguei a entrada do vestiario esperando a diretoria pra exigir a demissão do Roth.

Os jogadores e outros da comissão tecnica me passaram ao natural como se tivessem voltado de um pique nique. Assim como em Abu Dhabi ninguem parecia lá tão abalado. Business as usual.

Como num filme de ficção cientifica não pude falar com a diretoria pois fui transportado para o futuro, provavelmente 1 hora depois. Agora eu estava conversando com alguns "jogadores" (genericos e não reais)e outras pessoas. Todos sentados numa sala como se estivessimos esperando o nascimento de um filho...esperando a noticia vir.

Mas até no sonho o Roth venceu, pois nem no sonho ele foi demitido. Acordei sem uma resolução ao caso ter acontecido! Sabe como é sonho, na hora do prazer o cara acorda!

Quando Roth nasceu alguem deve ter olhado pra ele e dito. "Esse menino pode não vir a ter muito talento...mas que ele vai ter uma sorte do caralho ele vai ter".

sábado, março 26, 2011

deROTHado

Roth teria dificuldades de comandar um time a ganhar de um time de 9 Anões...sem se alimentar a 24 horas....sem dormir a 3 dias e sem goleiro. Não existe mais vitória facil com Celso deROTHta no comando do Inter.

Empate de zero em casa contra o São Luíz com 1 a menos é que nem derrota ou melhor deROTHta. Alguem pesquisa aí em 2011, quantas vitórias, empates, derrotas e deROTHas já tivemos por favor.

Agora em retrospecto dá pra vê que fomos a Abu Dhabi numa missão suícida...ora 11 Africanos com fisico de tanque contra um time comandado por Celso Roth, um perdedor desde 1989, só podia dar em vexame.

Já perco conta de quanto pontos perdemos pra Ijuís da vida desde que Roth chegou. Sim não é ele em campo perdendo gols. Mas é ele ali na linha lateral com seu curriculo de derrotas que já ultrapassa 20 anos. É ele que não sabe motivar um time. ELe é que insiste em escalar mal(para meio ano depois fazer o que nos meros mortais já sabiamos que ele devia fazer!).

No resto baita jogo do Oscar, do D'Ale quase fazendo um golaço. Pessíma partida do Nei e Cavenaghi agora chega a dar pena (ele tá fazendo Alecsandro parecer craque). Por sorte Damião está explodindo na hora certa...se não teríamos o que no ataque?

Não sei. Podemos até ganhar a Libertadores...é mata mata...mas o Brasileirão com Roth podem esquecer. Nunca. O curriculo dele é prova disso. Então mais uma vez....Fora Roth!

PS: Vou ligar a TV daqui a duas horas pra vê se a Seleção Yankee bate a Argentina aqui perto de casa. Tá um frio danado aqui. Louco de que vai no jogo. Lembrem da partida do Brasil aqui ano passado com vitória facil? Aquilo foi contra reservas dos Americanos. Hoje é time principal. Pode ser interessante.

Inter x São Luiz

Mais um capitulo na história do Roth no Inter e pelo jeito mais uma vez o Inter em campo com 1 atacante só, contra o poderoso Saint Louis.

Por um milagre, ou que não deve ter jogo de um dos grandes do Rio/SP, o jogo está sendo transmitido ao vivo nos EUA no PFC Internacional. Então finalmente vou poder curtir um jogo ao vivo do Inter no Gaúchão.

O esperado é uma goleada, é obvio. Qualquer coisa menos de 2 a 0 será decepção. Torcendo que o Cavenaghi finalmente faça o seu!

PS:

FRASE DO ROTH AGORA NA TV:

"Nos não somos os torcedores, temos que fazer coisas com razão..."

Como por exemplo perder de 2 pro Mazembe! Como por exemplo escalar Renan MEIO ANO pra depois finalmente escutar o TORCEDOR. É o torcedor não sabe nada!

ODIADO

Cada dia que passa o Corinthians é o time mais odiado do Brasil. Só em ver a camisa, escudo o nome desse clube eu penso em crime, roubo, mafia, sujeira, manipulação e vergonha.

Então tá perfeito o casamento desse clube com o Adriano, na minha opinião o jogador mais anti-profissional do Brasil, talvez do Mundo. Um cara que inventa que queria se aposentar do futebol pra sair de um contrato na Inter de Milão. Duas semanas depois de fazer festa nas favelas do Rio ele assina com o Flamengo. Depois quando viu grana de outro Italiano chamando ele não resistiu e foi a Italia novamente. Bem feito pro Roma que pelo jeito não analisa e estuda suas contratações. No momento que o Roma o contratou eu sabia que não daria certo. E não deu. Mais um clube Italiano passando por bobo. Perfeito então o Corinthians e Adriano juntos.

Agora vou mostrar esse video para vocês. Escutem bem o que a midia Paurioca tá pedindo e dizendo na Final do Brasileirão de 1976 entre Inter e Corinthians. Pelo jeito que esse cara fala tem guerra no gramado.

O Inter uma maquina destruindo todos e ele fala essas bobagens. Detalhe, o placar já tava 2 a 0...a partida perto do fim...o Titulo do Inter....mas eles procurando maneira extra-campo de derrotar a maquina colorada! Patéticos!



PS:

Palavras do Prefessor Raul (genial!)

"O Vicente Matheus (Presidente do Corinthians)já havia tentado transformar a semifinal, contra o Fluminense, em dois jogos. Mas não levou. Mesmo assim, o Corinthians conseguiu empatar com o Flu e vencer nos pênaltis. Na final, novamente o mesmo choro, tentando fazer dois jogos, ou então campo neutro.

Em um dos telefonemas para o Beira-Rio, tentando convencer a direção colorada a aceitar dois jogos, Vicente Matheus enlouqueceu, achando que estava sendo ridicularizado pelos colorados. Quem atendeu o telefone, no Beira-Rio, foi o procurador (empresário) de Falcão. O presidente corintiano, com seu estilo agitado e autoritário, já foi gritando no telefone: "Aqui é o Vicente Matheus, quem tá falando aí?". O procurador respondeu: "Aqui é o Cristóvão Colombo". Vicente Matheus surtou e bateu o telefone, depois de dizer inúmeros palavrões. O problema é que realmente o procurador de Falcão chamava-se Cristóvão Colombo."

kkkkkkkkkkkkkkkkk

PS: E qual é a do ZINI hoje dizendo que o Inter é uma marca REGIONAL? Interesante mas no Japão e em Abu Dhabi eu vi muitos estrangeiros que conechiam a MARCA INTER. Inclusive um casal Japones que viajou até Abu Dhabi só pra ver o Inter.

sexta-feira, março 25, 2011

Renova Sóbis!

7 Milhões de Euros... é o que o Inter precisa para ficar com Rafael... O reemprestimo parece algo difícil, considerando que os árabes pagaram muito e querem ter o retorno de seu investimento.

E vocês o que acham? Rafael vale o investimento? Acredito que sim. O Inter já fez isso com Nilmar, o trouxe de volta, ele se recuperou, voltar a jogar muita bola após duas cirurgias nos dois joelhos, voltou a seleção, conquistou a Sul-Americana e novamente deu lucro ao colorado. Resumindo, o Inter lucrou duas vezes com Nilmaravilha.

Sóbis é tão bom quanto Nilmar? Pra mim são dois jogadores diferentes, ambos excelentes atacantes e que pra mim formaria um ataque dos sonhos. Nilmar era veloz, Sóbis é forte no chute. 7 milhões de Euros? Acho que consegue-se por menos, talvez um 5 e eu acho que temos a chance de pelo menos com Rafael recuperado jogando mais uns 3 anos em Porto Alegre conquistar títulos e novamente lucrar com ele.

Pra mim, se ele ficar pra sempre tá ótimo, é garantia de taças!! Ele vai se recuperar e voltar a ser o Sóbis? Acho que tendo uma seqüência ele volta a liquidar os adversários... Sóbis e Damião... tem tudo para dar certo!

Sóbis vale um investimento pesado?


Pedaço do Bolo

Uma das ligas mais bem sucedidas do mundo se não A MAIS bem sucedida é a NFL e a NFL divide exatamente igual para todos os clubes o dinheiro vindo de contratos de TV. Até camisas oficiais de clubes a renda é dividida entre todos os clubes. A Renda do jogo é 60-40 para o time de casa. Alem disso tambem existe um teto salarial para os jogadores. Tudo isso é feito para fazer um campeonato equilibrado, porque eles sabem que se isso não existisse haveria um desequilíbrio entre times das grandes cidades e outros de mercados menores. Em termos de titulos o maior vencedor é o Steelers de Pittsburg (uma cidade relativamente pequena) com 6 titulos. Com Dallas e San Francisco com 5 e a pequena Green Bay com 4. 14 dos 32 clubes nunca ganharam o titulo (em 44 anos de Super Bowl)

Mas nem tudo é rosas na NFL e nem todos estão satisfeitos com isso. É claro os clubes grandes gostariam de ficar com mais do seu dinheiro. Interessante que isso acontece logo aqui nos EUA o País que gosta de se proclamar Capitalista e a palavra Socialista é usada quase como palavrão. Mas algumas coisas na NFL não são divididas como vendas de bebida e comida nos Estadios e tambem as areas VIP e Camarotes ficam com o clube de casa. Isso fez com que alguns clubes construíssem estadios novos com mais areas VIPS e menos cadeiras comuns.

Agora, exatamente nesse momento a NFL corre risco de não ter sua temporada de 2011 por causa de greve. Os jogadores estão em negociações com os clube para seu novo contrato e todas essas coisas estão na mesa.

Enquanto isso no Baseball, o esporte mais tradicional do País, Revenue Sharing como é chamado a divisão de grana sempre foi considerado Tabu. Isso até 2002 quando um estudo fez com que a Liga começasse uma versão mais Lite de Revenue Sharing. Foi constatado que uma pequena lista de 7 times dominavam a liga ano apos ano, especialmente o NY Yankees que tem 27 titulos Nacionais, o segundo colocado tem 10. 22 Times tem no maximo 3 com quase todos com 0 a 2 titulos. Com isso uma divisão de renda começou a ser feito. 31% da grana de cada Clube vai para o bolo (lembrando que na NFL é quase tudo). A grana de TV de acordo com esse novo contrato fez com que times MENORES ganhasse MAIS que os grandes (do contrato da TV). Por enquanto nessa decada de revenue sharing no Baseball os resultados em campo não tem melhorado muito para os times pequenos,mesmo com o fluxo de grana a mais entrando. (Alguns pequenos, contraríando o esperado, gastando menos em contratações percentualmente do que recebem do bola...algo muito criticado).

O que nos tras a questão do Futebol Brasileiro. Será que se o Corinthians e Flamengo receber MUITA GRANA a mais que o resto eles vão virar o "Barcelona e Real" do Brasil? Os resultados no esporte Americano e no futebol Europeu indica que possivelmente sim. Mas isso tambem depende da competência de quem está no comando do clubes...se eles sabem usar essa grana extra. Se eles contratam bem ou queimam tudo em alguns grandes nomes que depois não pagam dividendos.

Mas o certo é que é muito arriscado. Nos não queremos ser para o Corinthians e Flamengo o que o Pelotas e Caxias é para a Dupla Grenal. Perderia toda a graça. Sem duvida pelo tamanho maior das torcidas desses clubes eles até merecem mais dinheiro de TV pois terão mais torcedores vendo as propagandas de TV, mas a diferença não pode ser um absurdo.

Se já é difícil ganhar um Brasileirão em cima desses clubes com a ajuda do Apito, imprensa e CBF, imagina se eles ganham 50 Milhões a mais por ano em TV.

O que vocês acham. O que é justo? Revenue Sharing seria justo na Primeira Divisão? Ou quem sabe tudo independente mas entre certos parametros?

PS: Coitado do Sorondo, com a idade dele isso pode até acabar com a carreira. Será que grama sintetica ajudou a causar a lesão?

quinta-feira, março 24, 2011

D'Ale e Oscar

Há poucas divergências entre torcedores sobre qual o meio campo ideal para o time do Inter. A grande maioria, e eu me enquadro neste grupo, é contra o esquema retranqueiro do Roth, com exagerados três volantes. Medroso, retranqueiro e outros termos mais chulos são os adjetivos mais plausíveis ao comandante do grupo colorado. Mas e agora, com a lesão do Tinga e a provável volta do D'Alessandro para o jogo contra o Jorge Willsterman, qual é o meio campo ideal? Ou melhor, qual será a escalação do técnico para o setor?

Daria para apostar tudo em um quadrado de qualidade, com Guiñazu, Bolatti, Oscar e D'Alessandro, sacando o Zero Berto e colocando um outro atacante para atuar ao lado de Leandro Damião. Sobis ou Cavenaghi? Tenho preferência ainda pelo Sobis. Mas o meio-campo é o assunto mais discutível, tendo em vista que se o Roth for realmente um cara corajoso e poderoso com o Siegman prega no Twitter, veremos se ele escala o time menos retranqueiro.

Creio que na próxima quarta-feira, dentro de casa, o meio campo seja, provavelmente com os quatro acima listados. Não creio na bobagem de entrar em campo contra um adversário fraco, com três volantes e dentro do Beira-Rio seja a saída de um time que está no nível do Inter, sendo convidado a participar de torneios com importantes clubes da Europa e, a cada ano, trazendo uma taça internacional para a galeria de troféus. Mas sacar o Zé Roberto para colocar o Sóbis ou o Cave, apesar de ser o melhor, dificilmente acontecerá.

Para os jogos fora na Libertadores a tendência é a entrada do Espetacular, tirando provavelmente o Oscar. Mas torço para que o Tinga volte, pois qualquer coisa é melhor que ver o Wilson Mathias vestindo a camiseta do Inter.


Mais um pouco sobre Damião
Li há pouco no site do Inter que Leandro Damião, que no ano passado era reserva do glorioso Cone, treinou como titular na Seleção Brasileira. Muitos não gostam de ver os jogadores do Inter convocados, ainda mais às vésperas de um confronto decisivo como o da próxima quarta-feira. Mas vejo isso como um fator positivo, pois retrata o momento ótimo vivido pelo atacante.

Lembro bem de um dos meus primeiros posts aqui no BV, onde falei que Damião e Alecsandro jogavam a "mesma bolinha" e a cornetagem me chamou de tudo. Obrigado, pessoal, eu estava errado. E como gosto de queimar minha língua. Salve Damigol! Será muito legal se o nosso centroavante marcar domingo no amistoso. Um baita orgulho para nós, colorados.

Gauchão
O time que atuou ontem diante do Zequinha não teve uma grande atuação até a entrada do Sobis, que fez com que Cavenaghi fosse bastante acionado. Mesmo perdendo muitos gols, gostei da atuação do gringo. Esperamos que desencante e coloque várias pulgas na orelha do Roth. Ou melhor, que as pulgas mordam todo o Roth e ele vaze do Beira.

E quando Sorondo estava se firmando, acaba machucado e ficará seis meses fora. Lamentável. Mas é azarado esse uruguaio hein o?

A campanha está boa, temos de ficar na frente neste segundo turno, ganhá-lo, decidir tudo em casa e acabar com a soberba gazélica ainda no Gauchão.

quarta-feira, março 23, 2011

Audi e laterais

Enquanto está rolando Inter x Zequinha, gostaria de dedicar o texto a um dos maiores prazeres que um torcedor pode ter: o de cornetiar. Não no sentido de xingar o time, mas sim em tirar onda com os rivais.

O Inter foi convidado para jogar a Copa Audi, junto com alguns dos maiores times da Europa. Não há nada melhor para sacanear os gremistas do que com esse grande erro. Afinal, o time deles é o Imortal. O melhor time do estado e do Brasil. É grotesto eles não terem chamado o Grêmio para jogar. O time vem em ótima fase nos últimos anos. Uma série B e alguns Gauchões, tirando a Taça Piratini, um título comemorado com foguetório.

Ok, ok. Chega disso. Não se bate em quem está no chão. Vamos aproveitar o momento e pensar um pouco sobre essa Copa Audi. O que esperar? Dá pra ganhar de Bayern, Barça e Milan? Certo, já ganhamos do Barça, e para mim, ele é o páreo mais duro que teremos nesse campeonatinho. O Bayern é um grande time, mas eu não vejo porquê o Inter não ganharia. E o Milan, há tempos não vem em boa fase.

Podemos ganhar sim, mas precisamos de sérios consertos no time. Não estou mais tão relutante com o esquema de 4-5-1, enquanto tivermos um atacante tão bom quanto Damião. Mas nós precisamos de laterais. Não novos titulares, mas reposições. É uma posição em que o Inter está muito carente. Todo mundo sabe que o Nei é uma avenida, mas (é difícil de acreditar) é pior sem ele. Se bem que, se vierem novos e excelentes laterais, eu não iria recusar. Acredito que esse seria o pior problema do time, junto com o Wilson Mathias, o maior nulo entre os 11.

O Inter vem em uma grande fase, são muitos jogos vencidos de goleada de uma só vez. Mas não podemos nos exaltar demais. Felizmente, acho que ninguém na torcida está muito exaltado, as críticas continuam fortes. A torcida lúcida dessa forma é muito bom para a saúde do time. Não há mais bobo no futebol, nem na torcida. Agora, se me dão licença, vou torcer um pouquinho.

Inter x Zequinha

Comentem o jogo aqui.

Aqui nos EUA o PFC Internacional simplesmente parou de transmitir Gauchão ao vivo. Se tem Mineiro, Paulista ou Carioca ao mesmo tempo eles passam esses. Gaúchão só se tiver nada mais. Com isso digo que Gaúchão deveria ser em dias como Terça e Sexta pra receber mais visibilidade na TV e não competir contra os outros regionais. No caso do PFC Internacional isso garantiria transmissões ao vivo do Gaúchão.

Quanto ao jogo do Brasileirão Sabado as 21 horas é uma ideia que já falei aqui a muito tempo. Tipo um Monday Night Football que virou tradição nos EUA com um jogo unica naquela noite com transmissão para todo País. MNF nos EUA é um dos mais populares programas de TV nos EUA a 35 anos. Normalmente nessa noite eles escolhem (com meses de antecedencia) o que eles acham que pode ser uma partida de muita importancia. Claro que no Brasil viraria a noite do Flamengo ou Corinthians contra algum outro.

terça-feira, março 22, 2011

Japão 2006

Pra quem não viu. Acho que vou continuar a serie, pois nunca passou de 2 episódios e postar de vez em quando.

Quem diria que Indio estaria no Inter, 5 anos depois. E o car que aparece no fim do primeiro video é o "Pepino" que comenta por aqui e o mesmo cara que aparece no video de Abu Dhabi que fiz tomando uma Corona e contando um piada.

PS: Se a gente for Tri esse ano, vai ser muito complicado eu ir ao Japão novamente. Provavelmente ficaremos sem a cobertura do BV en vivo. E por falar em Japão espero que o País se recupere logo da tragedia. Muito muito triste o que aconteceu.

Episódio 1


Episódio 2


Abaixo a Ditadura!

Saddam já é materia de livro de História. Mubarak foi forçado a se aposentar "mais cedo" do que esperado. No momento Gaddafi está ocupado tentando driblar misseis tomahawk.

Os Ditadores estão caíndo ... um a um!

Agora só falta eliminar mais três Ditadores que estão no poder a decadas e não querem largar o osso de jeito nenhum: Ricardo Teixeira, Joseph Blatter e Nicolas Leoz (esse ultimo já a 25 anos no comando da Conmebol).

Porque que num mundo cada vez mais Democrático, onde até o nosso Glorioso Sport Club Internacional tem eleições a cada 2 anos, três das mais poderosas entidades do futebol insistem em fazer papel de uma ditadura? Porque que a CBF tem que ter o mesmo Presidente a 20 anos? Não existe outro homem ou mulher competente no País para dirigir o futebol? Porque que a FIFA que tanto prega Fair Play bla bla bla não manda o Blatter achar outro hobby?

Fico mais curioso ainda pra saber porque eles recebem votos de clubes e entidades que criticam eles ano apos ano ... mas na hora H ...

E eu que pensava que Obama ia para o Rio pra eliminar o Ditador da CBF!

Em Junho temos "eleição" para Presidente da Fifa. Alguem aqui acha que Blatter será derrotado? E essa nova CPI do Ricardo Teixeira...porque tantos politicos Gaúchos (varios que são conselheiros Colorados) são contra? São os misterios do Mundo!

O principal jornalista Americano de Futebol, Grant Walh, autor do otimo Bestseller "The Beckham Experiment" e da revista Sports Illustrated quer derrubar o Blatter e está fazendo campanha (meio na brincadeira mas querendo mandar uma mensagem) para ser eleito Presidente da Fifa. Veja a campanha dele no video abaixo. Mas serio, até quando será permitido ditaduras no futebol do Brasil e na Fifa?

Veja o video e Leia a coluna do Wahl explicando sua candidatura a FIFA.

segunda-feira, março 21, 2011

Ainda Bem

Mais 9 dias até o proximo compromisso na Libertadores.

Ainda bem que temos uma Libertadores pra disputar. O Gaúchão pra mim é o maior tedio que existe e isso talvez tenha refletido na falta de comentários meus nos ultimos dias. Respeito a tradição do Gaúchão, já vibrei muito no passado com ele e ainda é importante ter mais Gaúchões que o Grêmio. Mas jogar com o Porto Alegre ou o Ypiranga ou o Novo Hamburgo é tudo a mesma coisa. Não existe diferença. Só um Grenal salva o Gaúchão e isso é raro demais.

Pior é ver Gaúchão com um tecnico cagado que mete 3 volantes em campo, em casa, contra times semi-amadores.

Ainda bem que temos Libertadores. Se não, alem de ter que disputar o Gaúchão por 4 ou 5 longos (demais) meses teríamos que paralelamente disputar a Copa do Brasil. Mais um campeonato depressivo onde só os perdedores jogam. Os clubes sem capacidade pra terminar no g4 ou g5 do Brasileirão. A Copa do Brasil é uma fantasia onde os times disputam o torneio fazendo de conta que se ganharem são os melhores de alguma coisa.

Ainda bem pela Libertadores. E é bom lembrar isso sempre. O Inter em 101 anos só disputou a Libertadores umas 7 ou 8 vezes. Numa sequência de 24 anos (81-05) só entramos na libertadores 2 vezes. ISSO NUNCA MAIS PODE ACONTECER.

Chegamos num outro patamar e todos os Colorados tem que trabalhar para que não voltemos pra tras. Todo ano o Inter tem que disputar a Libertadores pra ganhar e se não ganhar tem que disputar o Brasileirão para vencer ou no absoluto minimo ficar entre os primeiros 4. Assim disputando a Libertadores do proximo ano. Essa tem que ser a meta do Inter todo ano. Vencer a Libertadores e vencer ou ficar no Top 4 do Brasileirão.

Fica a pergunta se Ceslo Roth é capaz disso? Na Libertadores ele provou ser capaz em 4 partidas. NO Brasileirão ele já provou ano apos ano que ele não sabe ganhar.

Então vamos apostar tudo no Roth? Se a Libertadores não der certo ele vai conseguir comandar o Inter para o G4 do Brasileirão? DUVIDO.

Quantas derrotas, quantos empates contra times do Interior do RS, America do Sul e Africa vamos precisar pra se livrar desse cara.

Muricy continua sem emprego. Muricy é VIRTUALMENTE uma GARANTIA DE SUCESSO no Brasileirão. Enquanto Muricy ainda não provou seu valor na Libertadores, com o Inter no Brasileirão poderiamos praticamente encomendar as faixas do Tetra ou no minimo com certeza saber que disputaríamos a Libertadores de 2012.

Nessas horas de tédio do Gaúchão temos que refletir essas coisas.

PS: Conselho, vota hoje em parceria e vote o MAIS RAPIDO POSSIVEL para que as construções comecem logo. Antes da Copa tem a Copa das Confederações e Porto Alegre pode ter destaque se completarmos o projeto em tempo (2013). A CDC só usa 3 ou 4 estadios... talvez 3 cidades...Rio e SP tão muito mal e só falta DOIS anos até essa Copa. Essa é a hora para reformar o SC INTERNACIONAL Stadium!

Video do Dia


domingo, março 20, 2011

INTER X NH

Minhas impressões...

Sai do estádio totalmente frustrado.

Pra variar, 3 volantes, Glaydson, Espetacular e Guinazu

Primeiro tempo pavoroso, Rafael Sobis e Cavenaghi isolados, somente Andrezinho no meio tentando jogar. Precisa 3 volantes contra o NH??? Aliás precisa 3 volantes em algum jogo? Resultado, jogo pavoroso.

Segundo tempo, Oscar, 442, time melhorou mas aí faltou entrosamento, NH ficou fechadinho e a qualidade amigo, Daniel Balói, Juan, mel delzzzz, é de assustar!!!

No fim vaias, merecidas para Celso, que mais uma vez não soube armar o time... Quando teremos uma treinador que joga pra frente??? Quando??? Acho que infelizmente Roth não tem jeito...

O MEDO DE PERDER TIRA A VONTADE DE GANHAR!!!

Deixem suas opiniões...


sexta-feira, março 18, 2011

Enfim a Base






De onde veio este cara? Ficou se perguntando o pobre zagueiro do Seu Jorge no 2º gol colorado em Cochabamba...

É impressionante como está fazendo gols este menino vindo da várzea, que ano passado era preterido por Roth em nome de uma média de gols do antigo camisa 9 (que descanse em paz). Insistia-se na tal hierarquia quando a solução ofensiva estava ali sentada na casamata... Ah ele está fazendo gols em gauchão e times fracos da libertadores. Claro, e o outro fazia em quem? Lembro de apenas um decisivo contra o SP no Morumbi, enquanto Damião já fazia dos seus em final de LA, no Brasileirão entrando nos minutos finais e agora com seqüência simplesmente está arrasador. É gol driblando o goleiro, chutando no canto, rebote, de carrinho, de cabeça.. Sua impulsão é impressionante, colocação e etc, mas o que mais evidencia seu potencial é a luta, vontade e entrega deste garoto, coisa que não tinhamos em seu antecessor. Kleber cruza e Damião guarda, tem tudo pra ser uma dupla de sucesso nesta LA.

Lembrando que Damião e Oscar são frutos do Inter B, ou seja, Fernando Carvalho não estava tão errado assim em montar esta equipe secundária, talvez as escolhas dos jogadores que estivessem erradas apenas.

Após obrigação cumprida na Bolívia acho que o time se encaminha para uma formação racional, auxiliada pela volta de Rafael Sobis e Dalessandro e infelizmente a lesão de Tinga.

Rafael não pode ser banco, Dale muito menos e Damião é hoje a referência do ataque. A última vaga da frente vai ficar entre Zé Bruxo e Oscar. Roth vai bruxiar no início mas será inevitável a presença de Oscar na equipe. 442

Lauro
Nei
Bolivar
Indio ou Rodrigo (eu ainda apostaria em Romário ou Moledo mas...)
Kleber
Bolatti
Guinazu
Oscar
Dale
Sobis
Damião

Banco: Cavenaghi, Andrézinho, Zé... Temos opções...

Quem mais tem um time e banco desses? Talvez o Cruzeiro? Só...

O Porto-Alegrense coitado empatou ontem com o glorioso Léon e pode acabar na 2ª posição do grupo, terminou o jogo com 3 laterais esquerdos no time e tem apenas 1 atacante, Borges... Tem ainda a crise do Trote Portalúpico, Carlos Alberto o bruxinho que não sai da equipe mesmo jogando nada e mais cedo ou mais tarde vai esculhambar o vestiário como sempre acontece e conforme avisei semanas atrás...

Assim, vejo que as possibilidades do Tri começam a ficar claras, restando ao Inter e principalmente a Roth fazer o básico (se é que isso é possível para o nosso "treinador"), escalar os melhores em suas posições e motivar a boleirada... o TRI está próximo, e quem venha o Mazembe!!! ahahahahah

Nem tudo está certo, mesmo após a vitória temos que ficar em alerta, pois ganhar de um time da 2ª divisão da Bolívia não mostra nada, assim como fazer 4 no ipiranguinha não enganou a torcida e provocou um chilique em Roberto Siegmann no Twitter, esta vitória não pode enganar ninguém. Nossa defesa está fraca, o Espetacular acaba sempre entrando e Zé tem que ser banco! Sobis ou Cavenaghi tem muito mais qualidade e efetividade que o Bruxo de Roth...

Mas mesmo assim vejo uma luz no fim do túnel. E que esta luz ilumine nosso glorioso Celso Juarez Roth, mostrando a ele apenas 3 dígitos...

4 4 2

A Copa está em casa... e tem chance de permancer


quinta-feira, março 17, 2011

A fase é boa

Muito fácil falar quando a fase do time, pelo menos na Libertadores é boa. Corneta tem que ser dada quando a fase é ruim e os resultados não estão agradando. No entanto, neste momento, cabem elogios ao time e a atuação ontem, diante do Jorge Wilstermann, fora de casa, na goleada por 4 a 1.

O Inter vai indo de vento em popa na competição. Não fosse o deslise nos descontos no empate com o Emelec lá no Equador, estaríamos com a melhor campanha, ao lado do Junior do grupo delas. No fraco grupó que pegamos, o Emelec é o melhor, mas temos tudo, como foi dito lá no sorteio das chaves, para termos uma das melhores campanhas nesta primeira fase da LA.

Nove gols marcados, a maioria deles dividiso entre Bolatti e Damião. Meio campo jogando com qualidade e boa movimentação do ataque. Há, sim, problemas, como a lateral direita e deslizes na defesa.

O time tem mostrado as garras, pois a melhor maneira de mostrar quem é quem é jogando como o dono do título e, no casos das duas vitórias na competição, com goleada. A atuação na partida contra o Jaguares não foi boa, mas o resultado, excelente. Diante do Emelec, uma baita atuação, mas o resultado não foi dos melhores, levando em consideração a história do jogo.

Já ontem, apesar do susto inicial, nem parecia que o time jogava na altitude. Lauro, meia boa, mas ainda é o melhor goleiro no Beira. Rodrigo e Sorondo não inspiram muita confiança, nem foram muito acionados. Nei, uma naba e Kléber, quando vai para a frente leva perigo aos adversários. O meio campo liso, com o Oscar mandado muito bem. Tinga voltando aos poucos a achar seu futebol. Guiña seguro e com uma baita cruzamento para o Damião. Bolatti, dono da posiação. Zé Roberto fominha e fez faltas bobas, mas no contexto geral, foi bem. E Damião, é o cara! Sem comentários. Acho que Sobis ou Cave para o lugar do Zé é o que melhor pode ser feito. E a saída do Tinga para manter o Oscar quando o D'Ale voltar? Também seria uma boa opção. É bom que Roth faça isso, pois está convivendo com a sobra do Muricy...

Para os próximos jogos na Libertadores, não se pode duvidar de nove pontos somados. Em casa dá para fazer tranquilamente os seis pontos. Contra o Jaguares, fora, também dá para apostar na vitória. Temos tudo para, ao lado do Cruzeiro, chegarmos nas cabeças. Pelas campanhas que os outros times estão fazendo nesta primeira fase, são garndes as chances de encararmos uma pedreira logo nas oitavas. E que venham as pedreiras.

Quadrangular Mundial

Possivel Quadrangular a ser disputado na Alemanha em Julho entre 4 Campeões do Mundo. Nosso Inter, Barcelona, a Inter e Bayern (Campeão Mundial ou Toyta?)....tá louco, faz a malas já! Inter depende da....CBF....imagina a CBF dizer não...aí tem que sair no pau mesmo porque seria um absurdo. Um torneio desses não é de se perder.

PS: Falando em Mundial a do Japão em Dezembro a essa altura deve estar ameaçado. Bem que podiam fazer aqui nos EUA :)

Inter x Wilstermann

Assistindo o jogo em VT, vou fazendo update ao passar do jogo:

- Baita defesa do Lauro aos 0:41
- Otimo publico para um timeco desses
- O Scout do time do Wilstermann é um clube cheio de estrangeiros já com data de validade questionável.
- Estou assistindo na Fox que passou aqui em VT as 2 da Manhã. Narração de Argentinos.
- Gol do Wilstermann. Porque que vivemos tomando gol de nuca ou de costas? Desde 2006, naquele Grenal do Gaúchão é assim.
- Falha no gol foi da Defesa, Sorondo que perdeu o combate aereo. Uma defesa do Lauro teria sido uma baita defesa.
- Gol do Inter, contra. Cruzamento do Oscar aos 16.
- Que gol de cabeça do Damião. Esse cara tem um GRANDE futuro, porque não é um cara que espera a bola, ele faz de tudo pra chegar nela. Torço que ele jogue até o fim do ano porque pra ser campeão Brasileiro vamos precisar dele. O problema é que o Brasileirão é sempre desprezado e jogadores são vendidos apos a Libertadores.
- Varios Brasileiros vestindo camisa de outros clubes mas torcendo para o Inter.
- Gol do Zé Roberto "do Internacional DO Porto Alegre" como o Argentina sempre narra quando o Inter faz.
- Esse Damião..que arranque, lembra um pouco do jovem Ronaldo. Agora esse gol foi tão facil que parecia aqueles gols de fim de peladas com goleiro batido.
- Temos tudo pra meter 5 pra cima nesse time no Beira Rio e devemos nos esforçar pra isso. Saldo é importante e o Cruzeiro tá disparando.
- Por enquanto Zé Roberto não tá mal como dizem aí. Aos 32 fez uma jogada que quase acabou em gol do Damião.
- Aos 41 Oscar entortando 3 do Wilstermann.
- Curiosidade...o Wilstermann já participou da Libertadores MAIS VEZES que o Inter. Estranho não?

2 TEMPO

- 55:00 Damião erra um gol de cabeça na frente do Gol.
- JW não tem como jogar de igual a igual contra o Inter.
- Mas qual a diferença entre JW e Mazembe? Alem do Fisico (os Africanos eram bem mais fortes).
- Narradores da Fox elogiando as contratações Argentinas do Inter "todos de nivel Internacional...Guinazu, Bolatti, D'Alessandro, Cavenaghi" e ainda lembraram Pato. É não deixa de ser um otimo Marketing.
- Bah esse negocio de ter que ter 5 Militares protegendo cobrador de escanteio é coisa dos anos 80/90. Tá na hora da Conmebol penalizar de verdade clubes que tem torcidas assim ameaçando esses clubes de perder vaga. Só assim talvez pra essas torcidas pararem de ser animais.
- 77:00 Não to vendo muito porque cornetear o time hoje. Ganhamos facil. Alem de claro mais um gol tomado de cabeça o resto foi bem.
- Cave duas vezes já reclamando do Zé Roberto por não passar a ele.
- Gol do Kleber passe do Andrezinho. Contra Ataque começado por Dezinho pro Zé Roberto que continua correndo mesmo na altitude.
- Acho que nos todos estamos torcendo pelo primeiro gol do Cavenaghi. Ainda acho uma boa contratação. O cara precisa de sequências de jogos.

Game Over. Boa vitória, mas lembrando que é um time da Segundona da Bolivia. O equivalente a Gaúchão ou pior. Mas 3 pontos tá valendo..fizemos o dever de vencer um time desses. Agora no Beira Rio é meter 8.

O Inter tem hoje BONS PROBLEMAS no sentido de que temos varias opções do meio pra frente. Escolher entre Oscar, Zé Roerto, Cave, Sobis etc é um bom problema. Já a zaga a coisa é mais complicada. Especialmente quando jogarmos times mais qualificados. Mas vamos levando....o negocio é evitar o Cruzeiro que tá indo muito bem. Imagina uma final Inter x Cruzeiro? E repito ainda acho que sai Grenal nessa Libertadores!
_______________

Post Original:

Galera dependo de vcs sobre o jogo pois to em nyc jantando sei q ta um a um. Fora roth! Comentem.



quarta-feira, março 16, 2011

Atacar e Muricy

Eu fui designado a escrever na quarta aqui no Blog Vermelho, logo que entrei. Não é algo ruim, mas isso sempre me faz falar do jogo que vem logo em seguida. Pois bem, o de hoje é contra o conhecidíssimo Jorge Wilstermann, fora de casa.

O time vem de dois bons jogos no Gauchão, com ressalvas. Vamos combinar que ganhar do Ypiranga em casa era o nosso dever e o empate contra o Caxias mostrou que a nossa defesa está uma peneira. Mas isso não tira os méritos do poder ofensivo do Inter, que vai muito bem com Damião (nesse momento titular em qualquer time do Brasil) e Oscar.

Os dois jogadores vem em excelente fase e merecem a titularidade, mas eu tenho uma dúvida: Se o Oscar continuar jogando tão bem, ou até melhorar, quando o D'Alessandro voltar, quem será o titular? A melhor solução seria colocar os dois e tirar o máximo da grande fase deles, mas nós conhecemos nosso treinador.

O Jorge é um time fraquíssimo e merece ser metralhado. É bom que o Inter ganhe convincentemente e espante os males, até porque, caso contrário...

Muricy está disponível e se o Inter perder, o nome dele será gritado cada vez mais alto. Se depender da nossa direção, o técnico só sai caso o Inter perca vinte vezes seguidas (o que equilibra com a torcida, que pede a troca a cada derrota). Mas o problema é que o Jorge Wilstermann é um time do tamanho do Caxias. A torcida vai chiar e muito caso algo dê errado.

Porém, se considerarmos o Muricy, é importante lembrar porque ele foi demitido. Muricy não funciona no mata mata. Ele ganharia 100 Brasileirões e perderia 100 Libertadores. Qual o objetivo em sua contratação? Tentar ensinar ele a trabalhar com mata mata ou desistir da Libertadores e se considerar campeão brasileiro?

Temos de lembrar disso, pensar bastante e considerar a melhor opção antes de gritar o nome dele.O que não quer dizer que não devemos cornetear e muito caso o Inter perca.

44

Hoje eh 44 mas ainda corro mais q qualquer nilmar da vida e continua meu challenge ao nilma.  Eu e ele 100 metros. Garanto vitoria! To passando o dia em nyc e postando fotos no twitter. Uma vitoria hj seria um bom presente.



terça-feira, março 15, 2011

Proposta e Impressões

A proposta protocolada pelo Convergência Colorada junto à Secretaria do Conselho Deliberativo do Sport Club Internacional para a Reunião da noite de ontem, considerou, tomando por base o conjunto dos debates já realizados e as informações trazidas acerca dos modelos de financiamento do Projeto Gigante Para Sempre, que as propostas até então apresentadas não atendiam aos interesses do Internacional.

Assim, propusemos que o Conselho autorize a alteração da forma de financiamento das obras de reforma do Beira-Rio para um modelo de parceiria, desde que observadas as seguintes condições:

1) Garantia de ampla concorrência entre todos os eventuais parceiros interessados;

2) Sejam contratualmente asseguradas pelo parceiro as garantias exigidas pela FIFA, para a realização da Copa do Mundo;

3) Contratação de consultoria especializada para assessoramento do Clube (Direção e Conselho) no processo de contratação, antes da definição do parceiro e da proposta a ser votada;

4) Apresentação de agenda ao Conselho Deliberativo para acompanhamento de todas as fases da negociação até eventual celebração do contrato.

A postura do Presidente Luigi, de receptividade à proposta do Convergência, me trouxe satisfação e tranquilidade.

A postura do ex-Presidente Píffero, falando em página virada, me permite acreditar que o clube caminha para algo próximo de um consenso em torno da melhor maneira de conduzir o financiamento das reformas, de modo a atender aos interesses de todos os colorados, independentemente de corrente política interna (que é o que menos importa).

Espero, portanto, que na reunião da próxima segunda-feira (21/03), o Conselho do Inter encontre o melhor caminho para a solução dessa questão que já aflige os colorados há algum tempo, de modo a demonstrar que interesses individuais não podem tomar o lugar do interesse coletivo maior: o desejo da torcida de ver um clube unido, forte e cada vez mais vencedor!


segunda-feira, março 14, 2011

Dorme Damião, Dorme!

50% dos Tweets do Damião são para dizer apenas "Boa noite, vou dormir". Ao tudo indica, rapaz exemplar. Serio. Profissional. Todo esse descanso e sono tá pagando dividendos ao Leandro Damião. Mesmo que seja apenas Gaúchão o Damião tá arrebentando, já são o que 2 ou 3 partidas com 3 gols. Uma media de quase 2 por jogo.

Dormir, descansar, alimentar-se direito nem sempre é a formula do sucesso mas para um atleta é um bom começo. Muitos jogadores jogaram a carreira fora por causa da bebida, e da vida noturna. Quantos jogadores medios poderiam ser muito bons se não fosse a cachaça e as festas até 3 da manhã? Será que o eterno Gabiru não teria sido muito melhor se tivesse focado mais em viver a vida de um atleta saudável?

Que Damião continue assim porque nessa passo logo adiante ele será premiado mais ainda. Mas agora é torcer para que ele continue fazendo gols na Libertadores e no Brasileirão mais tarde. Isso se ele estiver no Inter no segundo semestre.

Já vendemos o Giuliano em 2011, mas quem aqui duvida que depois da Libertadores Damião não acabe na Russia ou outro País? Por mim ficava o Brasileirão todo. Acho que ele tem condições de já um pouco mais maturo arrasar esse ano no Brasil.

O guri é oportunista, esperto e matador. Aquele gol na Final da Libertadores não parece ter sido aborto da natureza. Pensem bem, já esqueceram...Damião já fez gol em final de Libertadores, selando o Bi-Campeonato.

Mesmo assim é interessante, na pagina principal do Globo Esporte tem 6 manchetes nas fotos grandes. Tem até do Coritiba, mas nenhum é o Inter. Imagina se alguem no Corinthians ou Flamengo estivesse fazendo 3 por jogo. Será que o boicote da Globo no Inter já começou?

PS: E o Cavenaghi? Veio pra ser banco? Não tem lugar no time ao lado do Damião?

PSS: A Guacha falou depois do jogo que Damião contou até 8 com os dedos depois do gol. Eu vi o video e só vi ele contar até 5.

domingo, março 13, 2011

MURICY JÁ

Já que trocaram de tecnico ano passado em meio a libertadores essa não pode ser uma desculpa para Não faze-lo de novo em 2011. Muricy largou o Flu e o Inter com Celso Roth vai acabar no desastre...ou melhor JÁ ACABOU NO DESASTRE contra um tal de Mazembe. Eu sei porque eu tava lá e ainda tô pagando por aquela viagem assim como todos colorados estão de uma maneira ou outra.

Não sei quem lá dentro do Inter tá grudado no Roth, mas sei que até agora o Siegmann e Luiggi tem acertado muitas coisas, tem sido abertos com a torcida, estão no lado certo da reforma...mas a insistência com a mula do Roth é o seu maior erro até agora.

A torcida não quer...não quer mesmo! Você Siegmann tem nada a perder. Se Muricy não der certo a culpa é NOSSA, não sua! Mas se Roth enterrar o Inter DE NOVO quem pagará o pato é você!

Então Siegmann, não vamos morrer abraçados DE NOVO com Roth. Doi em pensar que Roth saíria com os bolsos cheios de uma recissão agora em vez de com contrato encerrado em Dezembro de 2010, mas paciência...não seria a primeira vez que o Inter joga dinheiro fora. Mas esse seria o melhor dinheiro fora na história do Clube! Vamos com Muricy Siegmann!

PS:

Comento sobre o Damião amanhã.

Inter x Caxias

Deixe seu comentario sobre o jogo. Estou na estrada mas escutando no iphone

Inter com 80 anos

Em Abril de 2006 quando no BV só aparecia uns gatos pingados eu gravei de um video antigo meu um especial sobre o Inter e postei no Blog. Nenhum comentario sequer no topico original. Mas vamos postar de novo aqui. Essa era a história do Inter até os 80 anos de idade. Vale a pena assistir.

Esse video conta a história até 1989...mal sabíamos o que nos esperava na decada de 90...Tem até entrevista com Zacchia dando discurso que se ouve ano apos ano.."Vendemos jogador pra zerar as dividas".

PARTE 1



PARTE 2



PARTE 3




PARTE 4



PARTE 5




PARTE 6



PARTE 7 (Ultima Parte)



sábado, março 12, 2011

MEU VOTO

"O INTERnet/BV é a união de dois grupos com origens e ideais semelhantes. O Movimento INTERnet foi criado em 2006 por colorados que se conheceram através da Comunidade do Internacional no Orkut. Já o BV tem origem no Blog Vermelho, que é um blog de torcedores do Internacional"

"O projeto Convergência Colorada representa a coalizão dos grupos INTERnet/BV, InterAção e o já extinto Inter2000"

Eu não sou conselheiro do Inter mas criei esse Blog que está a 6 anos aberto para Colorados trocarem ideias, opiniões e histórias. Como dá pra ver pelo texto acima o Blog Vermelho serviu tambem para unir Colorados para o melhoramento do Inter atraves da InternetBV e consequentemente a Convergência Colorada. Então enquanto eu pessoalmente não tenho voto no conselho, acho que tenho um voto mesmo que simbólico e quero dizer diretamente aos membros da Convergência Colorada que pelas informações que eu tenho lido em varias fontes eu acredito que o voto deva ser SIM para a parceria e o mais rápido possível.

Não tenho envolvimento politico com ninguem e estou baseando minha opinião no que parece ser o mais sensato. Não vale arriscar o futuro do clube entrando em divida de centenas de milhões num projeto indefinido e cheio de furos. Deixa a AG se preocupar com a grana e construção e deixa ela merecidamente receber seu retorno depois sem o Inter correr risco de ficar quebrado. Casa nova sem ter que pagar do próprio bolso. Essa é a melhor opção!

Então por favor conselheiros Colorados em particular os do movimento InternetBV, chega de atrasos, vamos votar Sim a parceria e reformar o Beira Rio imediatamente. Não só para a Copa em si, mas especialmente para o Clube e a torcida.

PS: E não esquecem que o nome do estádio tem que mudar de 2012 até 2014. Estádio SC Internacional!

sexta-feira, março 11, 2011

Cadê o AOD??


Ontem fui ao Beira Rio, muita chuva, vitória fácil (claro, ipiranga...), Roth de novo insiste em jogar com 1 atacante, em deixar seu bruxinho Zé Cachaça no time e provalmente Oscar sairá para entrada de Dalessandro... 3 voltantes, Bolatti, Guina e Tinga, todo aquele blábláblá que conhecemos e sabemos onde vai dar... não é sobre isso que eu quero falar, aliás eu não aguento mais alertar aqui quais serão as conseqüências de mantermos esse jegue no comando.

Quero falar do estádio. Ontem naquela chuva, barro, arquibancada demolida e aquela impressão de obra parada, me fizeram refletir um pouco sobre este tema.

Este embrólio de parceria ou recursos próprios está sendo discutido de forma errada e sem transparência para o torcedor, que é a razão do clube.

Vamos por parte. Parceria significa o que? Ceder a uma empresa que possui um "acerto" com a FIFA e as outras empreiteiras algumas receitas que poderiam ser do clube. Alguém ai já se perguntou porque não existe concorrência? As empreiteiras fazem um acerto, onde uma não tenta roubar o espaço da outra, assim sobrou para Andrade Gutierrez o Beira Rio, pois ela é a que atualmente possui menos estádios no país. Assim, a FIFA sempre encontrará empecilhos no Beira Rio enquanto este não estiver nas mãos da AG, forçando o Inter a aceitar a parceria e "cumprir" o acordo para ter a Copa do Mundo. Este projeto tem seus prós e contras. Garante a obra, garante a copa. Mas e depois??

Por 20 anos estaremos abrindo mão de mais de 1 bilhão de receitas (segundo a própria projeção da Andrade Gutierrez). Essas receitas existem? não! O Inter tem condições de performá-las? Tem!! Se isto for feito profissionalmente e não da forma amadora que hoje é gerido.

A missão do clube é jogar futebol e este não pode desviar o seu foco. Agora é perfeitamente possível que o clube forme um braço empresarial para gerar receitas de modo a reforçar o caixa e com isso o time...

Vender camarotes, cadeiras vips, realizar shows, administrar um shopping, um estacionamento e o diabo que seja, não podem ser feitos pelo clube, ainda mais do jeito que ele hoje é conduzido, de forma 99% amadora. Siegmann gosta de gargantear por aí que o Inter até hoje só tem experiências ruins com gestão de outros negócios: gato do alemão, pizzarias e etc... mas é claro!!!!

Eu sou administrador, se me pedirem para fazer uma operação nos rins eu não vou saber fazer, eu não sou médico! O Inter tem más experiências devido a sua falta de capacidade gerencial. São dirigentes que estão lá "por amor ao clube", sem qualquer preparo e capacidade.

Eis que chegamos ao festejado AOD Cunha... nosso CEO está lá pra que? Para dizer que o Inter tem dívidas qualquer um diz, agora se contratamos este cidadão para profissionalizar a gestão do clube, não seria sua obrigação assumir o projeto Inter empresa, realizar a obra com recursos do clube, não do futebol, recursos gerados a partir da própria obra, venda de camarotes de uma forma profissional, através de uma empresa contratada que tenha experiência neste área, e não esta venda de padeiro como é hoje.

Poderíamos também criar uma empresa, com funcionários contratados para usarem a imagem e infra-estrutura do clube para gerar receitas, que no final vão para o futebol. Quantos shows são hoje realizados no gigantinho? Quanto geram de receita? Quem vende estes shows? Será que um show da magnitude de Paul Mcartney, se fosse tratado por um profissional da área não geraria uma receita para contratar algum grande jogador?

Por que contratamos um CEO para profissionalizar a gestão do clube e este simplesmente quer terceirizar esta tarefa? Será que ele ganha alguma coisa com isto? Pra mim não faz nenhum sentido... Este projeto já deveria ter sido feito a 2 anos atrás quando essa história de copa começou, agora em cima da hora, ficamos pressionados a aceitar a parceria, que não é tão ruim como a da Azenha que entrega tudo para a OAS, mas sim é muuito mais favorável para a empreiteira do que para o clube...

Vamos profissionalizar o clube? Vamos, então comecemos com a gestão das receitas do estádio!!! Podem ser nossas e não outra empresa!!! Torcedor colorado, ACORDE!!!

Se aceitarmos a parceria....

OREMOS!



quinta-feira, março 10, 2011

Quem tem Damião...

... não precisa de prorrogação!

Chavão à parte, as atuações do nosso centroavante assinalam o que a maioria aqui do BV já pedia há tempos: a sua titularidade. Damião tem provado ser o homem-gol, decisivo, matador, centroavante clássico. Ótimo posicionamento, presença de área. Sem firulas. Era um dos pontos em que tínhamos carência no ano passado e que, felizmente, não sei se por pressão da torcida ou da direção, o Roth resolveu que ele era o titular. Talvez aí esteja o único acerto dele até o momento.

A vitória de 4 a 0 sobre o fraco Ypiranga não trouxe grandes novidades, além de concretizar que Damião é o cara. Além disso, destaco dois pontos positivos. Tinga jogou bem, não teve aquela sequencia grande de passes errados como em outras partidas. E teve a atuação do Oscar. O guri jogou sua melhor partida desde que chegou ao Inter. Habilidoso, "garçon", um grande articulador. O clone do Acerola ou Laranjinha (Zé Roberto) também jogou bem.

Podem dizer que o Ypiranga é fraco, que não é parâmetro para a Libertadores, que é o que realmente interessa para o Inter. Mas a lição de casa foi feita, o time bateu em morto, o que deve ser feito, ainda mais dentro de casa.

Roth não escalou um monte de volantes e nem fechou o time no segundo tempo. Será que a recente pausa virou a cabeça do treinador e ele acordou para a realidade? Duvido. Mas que é bom ver o time jogando sem um monte de carregador de piano, isso é. Resta saber se essa postura se manterá nos jogos da Libertadores, especialmente nesta primeira fase, onde os adversários são fracos e o importante é somar o maior número de pontos possíveis para ficar "nas cabeças" e, se os deuses do futebol permitirem, disputar o último jogo da final, na busca pelo tri no Beira.

É o que queremos.

Inter x Ypiranga

Que raridade, os titulares do Inter em campo jogando futebol!

Comentem a partida aqui.

PS: Só vou ver a partida em VT mais tarde "Ao Vivo" então vou evitar ver o resultado até então.

8 Minutos?!!!


Vamo lava as mãos do Gaúchão de vez. Vamos usar como palco pra jogo treino. Nunca vi algo tão vergonhoso como hoje a noite com esse juiz dando 8...OITO...munitos de tempo extra!

Eu tava sentindo que iam dar um jeito do Grêmio ganhar. Pior isso facilita a vida do Gremio na Libertadores.

ATENÇÃO:

Pessoal foda-se o Gaúchão. Não deixe isso aumentar a pressão no Inter. Gaúchão é piada e hoje ficou mais comprovado ainda.

Nooso compromisso é Libertadores. Bota os titulares pra jogar pra pegar ritimo e mais tarde quando tiver jogos da libertadores vamos de reservas. Dá a Taça Coca Cola de vez ao Grêmio. Não vamos esquecer ser Campeão Gaúchão não tem 1% do valor de uma Libertadores.

quarta-feira, março 09, 2011

A discussão saturada

Amanhã, finalmente, o Inter volta à campo. Que saudade. Os jogos fazem falta, nem que seja só para xingar. Mas se engana quem pensa que essas duas semanas foram paradas. O Beira Rio chamou todos os holofotes para cima de si.

Hoje, o vice presidente de futebol do Inter, Roberto Siegmann postou no seu blog um post respondendo mais de 30 perguntas sobre a reforma do Beira Rio. E que reforma. Um grande exemplo de como tudo pode dar errado.

Todos felizes e orgulhosos em saber de que o Inter cediaria a Copa, na época. Depois, caiu a máscara e todo mundo viu que não era tudo tão bom assim. Mas já era tarde demais, um pedaço do estádio já tinha ido abaixo e a direção nova entrou com o plano da parceria, o qual é, pelo visto, o mais aceito pela torcida.

Mas eu estou bastante desconfiado sobre o assunto. O orçamento com a parceria seria muito maior, mas também teria coisas supérfulas no meio, como um shopping, onde a própria empreiteira ficaria com todo o lucro. Além do hotel e uma marinha [?]. Todo o lucro, de todos os arredores do Beira Rio, seria da empreiteira, durante 20 anos.

Sendo que essas coisas todas só vão valer na Copa. Eu não sei como ficaria a reforma do Beira Rio com o autofinanciamento, mas o que precisamos? Uma reforma nas instalações do estádio e um estacionamento. Eu não sentiria falta de Bulgária x Eslováquia no Gigante. E mesmo que tenha algum jogo grande em Porto Alegre, qual o problema de ir até a Arena do Grêmio? Assim como ninguém saberia que o Beira Rio é o estádio do Inter (o Louis já disse isso aqui umas mil vezes), ninguém saberia qual o estádio do Grêmio.

Segunda feira é o dia que os dirigentes irão escolher o melhor plano. A direção atual defende a parceria, a antiga, o autofinanciamento. Para mim, o mais importante é taparem aquele buraco da inferior.

Craques do Passado IV - Ivo

Ontem completou-se 20 anos da morte de Ivo João Wink, goleiro que até o surgimento de Manga era considerado o melhor da história colorada.

Ivo Wink iniciou sua carreira no São José, em 1940, aos 20 anos. No ano seguinte, foi considerado o melhor do campeonato citadino, e acabou contratado pelo Colorado.

O goleiro colorado na temporada de 1941 havia sido Júlio Petersen, com Marcelo de reserva. Mas a direção não estava contente. Tanto que contratou Ivo, do São José, e Ciscador, goleiro reserva do Sport, que excursionava pelo sul e Sudeste com grande campanha.

O ano de 1942 começou com os últimos jogos do campeonato municipal de 1941 e com as partidas do campeonato estadual, também de 1941. Júlio foi titular nestas partidas, e no amistoso contra o Sport. Após conceder férias aos jogadores em fevereiro e início de março, o Internacional voltou à ativa no amistoso contra o Cruzeiro, em 07.04. O goleiro foi Ciscador, que estreou no Colorado. Outro estreante do dia era um zagueiro vindo da várzea, Nena.

A partida seguinte já foi válida pelo campeonato municipal. O adversário era o São José, ex-clube de Ivo. O novo contratado colorado estreou muito bem, e o Internacional venceu: 5x2.

Ivo assumiu a titularidade imediatamente. Na temporada de 1942, só não disputou três amistosos, onde Ciscador atuou, e em um dos Gre-Nais do campeonato, que teve Júlio no arco colorado, fazendo sua despedida. O Colorado foi campeão municipal e estadual.

Em 1943 o clube contratou Aristeu, que chegou a ser titular durante o Campeonato de Honra, na abertura da temporada. Mas a seguir Ivo voltou ao posto, conquistando novamente os títulos municipais e estaduais.

Em 1944, Ivo jogou todas as partidas da temporada. Em 1945, cedeu o posto para De Lorenzi, que como ele havia vindo do São José, por três ocasiões. E os títulos continuavam se acumulando.

Em 1946 o Colorado perdeu a hegemonia municipal e estadual, mas os reservas Ênio e Harry conseguiram jogar apenas uma partida, cada um.

Em 1947 o Colorado recupera a hegemonia municipal e estadual. De Lorenzi joga duas partidas e Harry uma. No resto, Ivo reina insuperável.

Em 1948, mais títulos. De Lorenzi e Jamil jogam uma partida, cada. No final da temporada, no Torneio da ACEPA, Everton, o novo reserva, joga algumas vezes.

Em 1949, Ivo ainda é o titular, mas Everton o substitui mais frequentemente. O clube voltou a perder a hegemonia estadual.

Em 1950 Ivo começa a temporada como titular, mas Everton seguidamente o substitui. A partir de agosto, Everton torna-se o novo titular. Em 28.10.1950, Ivo faz sua última partida pelo Colorado, em um Gre-Nal válido pelo campeonato municipal. No final da temporada, o goleiro encerra a carreira.
Depois de trabalhar por algum tempo nas categorias de base do Colorado, foi para São Borja, onde treinou o Internacional e Cruzeiro locais. Em 1954 e 1955 atuou como goleiro e técnico do 14 de Julho de Santana do Livramento. Treinou também o Bagé, e acabou retornando aos clubes de São Borja.

Adotou a cidade natal de Getúlio Vargas, passando lá o resto de sua vida. Ivo faleceu em 08.03.1991.

Títulos de Ivo pelo Internacional:
campeão estadual em 1942/43/44/45 e 1947/48
campeão municipal em 1942/43/44/45, 1947/48 e 1950
campeão do Torneio Extra em 1946 e 1950
campeão do Torneio ACEPA em 1948
campeão do Torneio Dia do Desporto em 1949

SIEGMANN RESPONDE

The Plot Thickens, como dizem no Cinema Americano.

São 36 perguntas que Siegmann fez a si mesmo e respondeu em detalhe no seu Blog sobre os últimos acontecimentos na novela sobre a reforma no Beira Rio. O fato do Siegmann se comunicar com a torcida assim é algo de ser aplaudido. Normalmente ficamos a escuras, sem saber o que tá acontecendo e dependendo de noticias vindas da imprensa que nem sempre é confiável. Mas desde que o Siegmann começou a Twitar e agora a escrever no seu Blog a informação vem direto do Beira Rio e quase sempre sem filtro. Muito bom e que continue assim! (Só poderia ter feito 35 ou 37 perguntas e não 36 se é que me entendem!)

Siegmann inclusive respondeu (na pergunta #4) o que eu perguntei ontem aqui no Blog, "Porque que começaram a reforma sem saber exatamente como ia ser feito e por quem?".

O Blog do Siegmann é nesse Link. Vocês podem ler todas as respostas lá mas estou postando elas na integra aqui porque o assunto é importante. E cadê o FC? Acho vergonhoso ele se esconder. Ele parece preferir ficar quieto pra não ir contra amigos do que defender o Futuro do Clube!

Vamos lá, do Blog do Siegmann. Tirem suas conclusões e comentem (ah e notaram que essa novela toda está sendo completamente ignorada pela imprensa Paurioca...eles só pensam em Ronaldinho e Adriano Irresponsável):

Volto ao assunto, especialmente diante das inúmeras informações distorcidas que andam circulando por aí.
Assumi o compromisso de ter uma postura transparente com o nosso torcedor e, em razão disso, vou tentar esclarecer as dúvidas mais ocorrentes em forma de perguntas e respostas.
Minha preocupação maior é com o futebol, mas como Conselheiro do Clube sei o quanto as obras poderão interferir no futuro da nossa atividade principal.


1. HÁ RACHA NA DIREÇÃO DO INTER?


Não.
Estamos unidos no que se refere as obras e tudo mais.
A divisão existente é exatamente a mesma anterior as eleições.
De um lado os que perderam a eleição e, do outro, os que venceram.
A atual diretoria entende que o modelo adotado pela gestão anterior fracassou. Aliás, como referido pela FIFA desde julho do ano passado.


2. OS ENGENHEIROS SABEM MAIS DE OBRAS?


Na gestão anterior, as obras eram assunto exclusivo do Vitorio Piffero, do Emídio e do Pedro Affatato, todos engenheiros.
O Emídio tem uma empresa de pavimentação asfáltica, o Affatato uma de sinalização de rodovias e o Vitorio é empresário, sócio de uma construtora.
A discussão atual não diz respeito ao projeto de engenharia, mas a sua viabilização financeira.
O fracasso do projeto é de sustentação financeira e não de engenharia.
Quanto ao estudo financeiro das obras, o Giovanni está muito bem assessorado, inclusive pelo mesmo assessor que alertou o Vitorio dos riscos no semestre passado.


3. DESDE QUANDO A FIFA REJEITOU O PROJETO DE VIABILIDADE FINANCEIRA DAS OBRAS?


Desde julho passado, exigindo do Clube garantias efetivas, pois entendeu que a mera venda de produtos (suítes e cadeiras), com ingresso de receita a longo prazo, não viabilizaria a realização das mesmas, tanto que pediu outras garantias financeiras.


4. POR QUE, APESAR DISSO, AS OBRAS FORAM TOCADAS E O BEIRA-RIO DEMOLIDO EM PARTE?


As obras foram tocadas com maior intensidade no período que antecedeu a eleição.
Por outro lado, o principal argumento do candidato derrotado era a reforma do Beira-Rio.
Salienta-se que naquela oportunidade o projeto de financiamento próprio já estava rejeitado pela FIFA.
Em dezembro passado, deixando de atender pedido da atual direção, houve a demolição de parte das arquibancadas e a assinatura de contrato com empresa para construir o novo padrão das arquibancadas inferiores.


5. HÁ INTERESSE POLÍTICO NO DEBATE SOBRE AS OBRAS?


Entendo que sim, pois se continuarmos com o atual modelo perderemos a Copa (o que já foi alertado pela FIFA), teremos que desembolsar valores para recompor o Beira-Rio com grande ônus para a gestão do Giovanni.
Ficaria a ideia de que o Affatato queria as obras e fez de tudo para realizá-las e a atual gestão não.
Não podemos esquecer que com a atual situação financeira do INTER, severamente deficitária, não dispomos de um centavo para financiar as obras, eis que a venda de produtos como suítes e cadeiras é insignificante.


6. QUAL O PAPEL DO AOD CUNHA?


O Aod é um técnico, especialista em finanças, é colorado e foi Secretario da Fazenda do Rio Grande do Sul.
Ele foi contratado como forma de profissionalizar a gestão e faz isso muito bem.
Ele apenas analisa e apresenta os números, sem nenhum juízo de valor.


7. QUAL O PAPEL DO CONSELHO DELIBERATIVO?


O Conselho vai decidir, é dele a responsabilidade acerca dos próximos passos.
Ele conhece a situação financeira do Clube (exposição feita pela atual diretoria), bem como os riscos de cada um dos modelos.
No ano passado, a Comissão de Obras do Conselho alertou sobre a fragilidade do modelo (ausência de estudos mercadológicos), o que não foi revelado aos Conselheiros por decisão exclusiva do presidente do Conselho.
O presidente do Clube não poderia ficar silente diante de riscos que podem comprometer o futuro do Clube por gerações.
Ao contrário daqueles que comandavam as obras na gestão anterior, levou o assunto ao Conselho Deliberativo.


8. PODEMOS DESCARTAR A COPA E A FIFA?


Podemos e tenho escutado algumas manifestações nesse sentido.
O prejuízo seria a perda de uma oportunidade para a reforma do estádio e que é necessária.
O modelo financeiro é que não pode comprometer o presente nem o futuro do nosso Internacional.
Caso venhamos a perder a Copa, há o risco de ser credenciado outro estádio de Porto Alegre.
Quem lutou pela Copa no Beira-Rio foram os gestores anteriores.
Não podemos esquecer que ela foi festejada com manifestações públicas, como a realizada no parque da Redenção.
Outros clubes aproveitarão a oportunidade para reforma de seus estádios.


9. QUAL A VANTAGEM DE REFORMAR O BEIRA-RIO?


Mais conforto para os sócios e torcedores, aumento de sua capacidade, modernização de suas instalações inclusive para o futebol.
Um estádio moderno, construído até a Copa, permitirá maiores receitas com ações de marketing.


10. QUAL O MODELO ADOTADO PELA GESTÃO VITORIO PARA AS OBRAS?


Com recursos próprios (recursos vindos da venda do estádio dos Eucaliptos e antecipações de receitas pela venda de suítes e cadeiras).
O Conselho Deliberativo aprovou, tão somente, a antecipação de receitas com a venda de suítes e cadeiras e a venda dos Eucaliptos.
Como só vendemos 26 suítes (sendo onze pela transferência de negócios antes existentes), temos a seguinte equação: aproximadamente 28 milhões de reais (dos quais restam treze), pelo resultado da venda dos Eucaliptos e o ingresso em prazo longo da venda das 26 suítes para fazer frente a uma obra de mais de 200 milhões de reais.


11. HÁ COMO O CLUBE FINANCIAR AS OBRAS?


Não.
Uma das causas de não obtermos garantias bancárias é a situação financeira do Clube.
Não há como enfrentar as despesas mensais ordinárias e retirar dinheiro que não temos no caixa para pagar as obras da reforma do Beira-Rio.


12. POR QUE O INTER VENDE JOGADORES?


Para que ingresse dinheiro em seu caixa e com isso equilibrar as suas contas.
A necessidade de ingresso de valores é em razão do défícit (diferença entre gastos e valores recebidos).
São pagas despesas de pessoal, manutenção predial, juros bancários de empréstimos (só no último semestre da gestão anterior R$18.000.000,00), viagens da equipe, etc.
A mensalidade dos sócios representa aproximadamente 30% da receita.
Ela é muito importante, mas está longe de garantir a totalidade das despesas mensais.


13. QUAIS AS OUTRAS RECEITAS IMPORTANTES?


Televisionamento de jogos e patrocínios.


14. O QUE FOI DITO PELA FIFA AO INTER?

Que diante da fragilidade do modelo financeiro das obras, entendendo que havia risco de não serem levadas até o final em tempo hábil, pediu garantias bancárias ou parceria com empresa construtora.


15. O INTER BUSCOU AS GARANTIAS BANCÁRIAS?


Sim.
O Vitorio solicitou garantia para vários bancos e nenhum concedeu.
Inclua-se aí Banrisul e BNDES.


16. POR QUE OS BANCOS NÃO DERAM AS GARANTIAS AO INTER?


Pelo risco do negócio.
Bancos sempre avaliam o risco de um negócio e a capacidade financeira de quem pede empréstimo ou garantia.


17. COMO SURGIU A ANDRADE GUTIERREZ?


A empresa procurou o Vitorio para oferecer um modelo de parceria para as obras de reforma do Beira-Rio.
Na época, tendo optado pelo modelo de realizá-las com recursos próprios, não foram esgotadas as negociações.


18. QUAL A PROPOSTA DA ANDRADE GUTIERREZ?


Arcar com todas as despesas do projeto, inclusive as futuras exigências da FIFA, a preço fechado.
O que ultrapassar o orçamento apresentado não será da responsabilidade do Inter - modalidade preço fechado.
Somente na semana passada a FIFA apresentou novas exigências que não são desnecessárias (sala de imprensa, rede de informática, etc) e que não estavam previstas em nenhum dos orçamentos.


19. QUAL O GANHO DA ANDRADE GUTIERREZ?


Fica com o resultado das receitas novas (áreas criadas com a reforma), por 20 anos, devolvendo depois ao Inter.


20. HÁ ÁREAS COMERCIAIS?


Sim, está previsto um shopping de médio porte, abrigando lojas.
Ela se encarrega de procurar locadores, assumindo o risco do negócio.
Nenhum negócio desse tipo rende 100% a partir da sua inauguração. É preciso um tempo de maturação. Vejamos os exemplos dos shoppings de Porto Alegre. A maioria ainda está buscando resultados satisfatórios, o que demanda um certo período de tempo.


21. QUAL A EXPERIÊNCIA DO INTER NA GESTÃO DE LOCAIS COMERCIAIS?


Péssima - Saci, Barril, Gato do Alemão, etc.
Até mesmo o Centro de Eventos não dá os resultados prometidos na época de sua inauguração.
Em boa parcela o Inter se viu envolvido em ações de despejo e teve prejuízos.


22. TEMOS CAPACIDADE PARA GERIR NEGÓCIOS?


Não.
Nossa atividade como Clube é o futebol e devemos concentrar as nossas energias nele.
Além dele, o marketing (patrocínios) e a relação com os sócios.


23. HÁ ALGO A MAIS NAS OBRAS DA ANDRADE GUTIERREZ?


Embora o modelo de arcar com o custo vendendo suítes e cadeiras, deveria envolver um estacionamento (área crítica no Beira-Rio), no projeto inicial não estava previsto. No projeto da Andrade Gutierrez está previsto um edifício garagem.
Há, ainda, um centro de treinamento - CT - moderno e necessário paa o desenvolvimento do futebol.
Hoje temos carência de aproximadamente nove campos de futebol para todas as categorias (base e profissional). Há carência de alojamento, sala de musculação, etc.


24. O INTERNACIONAL PERDERÁ O SEU ESTÁDIO?


Claro que não.
Há várias manipulações políticas explorando o tema.
Seja o nome, seja o tempo de disponibilidade do estádio, tudo continuará sendo nosso.
Uma das especulações, diz com a possibilidade da troca de nome.
Como em qualquer local destinado ao uso público e relacionado com esporte, é possível dar nome de empresas a determinadas áreas, sempre com direito de veto pelo Inter.
Exemplo: Área VIP Banrisul... Tim... Reebok...


25. HÁ O RISCO DE EMPRESÁRIOS TORCEDORES DE OUTROS CLUBES DETERMINAREM NOME PARA AS ÁREAS DO BEIRA-RIO?


Escutei em uma entrevista que seria possível o Sr. Gerdau, Grendene e Vontobel darem a uma determinada área do Beira-Rio a designação de Eurico Lara!
Primeiro a seriedade desses empresários jamais permitiria ação de tal natureza.
Segundo, o Internacional teria direito de veto e não permitiria.


26. POR QUE O INTER NÃO FAZ AS OBRAS LENTAMENTE, COM SEUS PRÓPRIOS RECURSOS?


Os tempos são outros, bem diferentes da época da heróica construção do Beira-Rio.
Seria como construir uma catedral e levaria, com certeza, muitos anos.
Logo, não há diferença entre construir agora e receber todas as áreas em plena atividade comercial em 20 anos e deixar o Estádio parcialmente reformado ao longo de vários anos.
A diferença é que não teríamos as vantagens de um estádio moderno logo.


27. A TORCIDA E OS POLÍTICOS PODERIAM AUXILIAR DE ALGUMA FORMA?


Não há dúvidas de que a torcida colorada é a maior e melhor.
Mas, imaginar que algo em torno de mais de 200 milhões possa ser feito com doações e até 2014 é desconhecer a realidade.
Alguns exemplos, como contratação de jogadores com campanhas perante os sócios, não deram certo em nenhum clube.
Atualmente, em todo o mundo, as grandes obras são feitas com parcerias entre empresas que exploram atividades econômicas diferentes.


28. O BEIRA-RIO SERÁ PRIVATIZADO?


O Inter e o Beira-Rio já são privados.
Privatizar é ceder algo que é público para empresas privadas (pedágio, energia elétrica, telefonia, etc).
Na realidade se trata de um acordo comercial entre pessoas jurídicas.


29. POR QEÊ A DIFERENÇA DE ORÇAMENTOS?


Porque o primeiro orçamento de 150 milhões não é real.
Ele não contempla a parte elétrica, móveis para as suítes e vários outros itens.
Apenas em uma adequação, o orçamento de 150 milhões pulou para 200.
Não podemos esquecer que o item segurança da obra que contempla uma cobertura é fundamental.


30. OUTRA EMPRESA FEZ PROPOSTA?


Quando o projeto de sustentação financeira ruiu e logo após a troca de comando no Clube. O presidente Giovanni corajosamente resolveu tratar a questão das obras com absoluta transparência.
Foi apenas nessa oportunidade que o Vitorio apresentou ao Inter a empresa Engevix. Já havia transcorrido mais de seis meses da negativa da FIFA em qualificar positivamente o projeto do Inter.


31. A ENGEVIX APRESENTOU ALGUMA PROPOSTA?


Não.
Apresentou uma ideia de negócio, nos seguintes termos: reforma do estádio; destinação para ela por prazo determinado, como na outra proposta da Andrade Gutierrez, de 15% das receitas novas; preferência nos negócios que envolvem o entorno do Beira-Rio e garantias pelo Inter ( direitos sobre jogadores, sobre os recebíveis de televisionamento - Clube dos 13).


32. QUAL A RESPOSTA DA DIREÇÃO DO INTER?


Que não tinha interesse em dar em garantia as receitas necessárias para o sustento do Clube.
Que entendia que a área do entorno será mais valorizada que a do Estádio.


33. O QUE É A CHAMADA ÁREA DO ENTORNO DO BEIRA-RIO?


São as áreas previstas no projeto Gigante Para Sempre e aprovadas pelo município, como hotéis (duas torres), Gigantinho, marina, etc.
Segundo a atual diretoria, após a reforma do Estádio essas áreas terão incontável valorização e seria uma temeridade dar preferência sobre elas para alguém atualmente (antes de concluída a reforma do Estádio).


34. O QUE DISSE A ENGEVIX?


Que na realidade o maior interesse repousa na área do entorno e não na reforma do Estádio.


35. QUAL A RELAÇÃO DA ATUAL DIREÇÃO DO INTER COM AS CONSTRUTORAS?


Nenhuma.
Nem passada, nem presente e nem futura.
Não há relacionamento com a Andrade Gutierrez, nem com a Construtora Tedesco e nem com a Engevix.
Nenhum diretor do Inter mantém ou manteve qualquer negócio com essas empresas.


36. QUANDO O AOD CUNHA FOI SECRETÁRIO DA FAZENDA HOUVE ALGUMA ISENÇÃO À ANDRADE GUTIERREZ?


Nenhuma, o que pode ser comprovado.
As insinuações irresponsáveis devem ser debitadas aos interesses políticos, sejam internos (Internacional), seja partidário.
Repito: o Aod Cunha é um técnico e homem de reputação inatacável.

terça-feira, março 08, 2011

Cada vez pior

Essa história fica cada vez mais complexo. Agora tem uma tal de Engevix no meio e pelo que vi essa Engevix só faltava assaltar o Beira Rio a mão armada! Olha só na conversa do Siegmann com o jornalista do Correio do Povo.

Fico me perguntando...se nada tava certo quem autorizou a demolição de metade da Social do Beira Rio? Agora fica muito mais dificil lavar as mãos e esquecer tudo. No minimo agora tem que se arrumar a Inferior. É quase como se tivessem começado pra não poder voltar pra tras.

Não entendo mais nada...alguem me explica!

Esse texto é do Blog do Juremir Machado (por sinal não conhecia esse jornalista até hoje):

Roberto Siegmann é vice-presidente de futebol do Inter.
Um homem probo, afetuoso, inteligente e educado.
Ele me ligou para esclarecer alguns pontos sobre a polêmica da reforma do Beira-Rio.
Disse que tem horror de empreiteiras.
Deu respostas oficiais a algumas das perguntas do Felipe Vieira.
Colocou no seu blog também muitos dos seus pontos de vista.
Confirmou que o Inter pediu uma carta à Engevix afirmando que ficaria fora do negócio.
Pois, segundo ele, a proposta inicial da Engevix tinha três páginas, sendo que empresa queria mesmo era o entorno do Beira-Rio (hotéis, marina e outros elementos exploráveis).
Explicou que a Engevix faria a obra cobrando 1% de juros por dez anos sobre o valor que captaria junto ao BNDES.
Como garantia, queria o Beira-Rio, cotas de televisão e jogadores.
Sobre as áreas vips, pediu 15% do faturamento.
A Andrade Gutierrez pede 100%. Mas nada do entorno nem de jogadores.
Siegmann disse que ele e outros avisaram o então presidente Vitório Piffero que não havia como tocar o projeto sozinho.
Mas que Piffero só ouvia Affatato, Mário Sérgio Martins, etc.
Denunciou o fato de que o presidente do Conselho Deliberativo teria arquivado parecer de comissão dando conta da impossibilidade de fazer a obra sem parceria.
Destacou que Piffero, que trouxe a proposta da Engevix, e contratou a Tedesco para fazer a obra era sócio da Tedesco na construção de um shopping em Canoas, tendo sido chamar na Polícia Federal para dar explicações sobre alguns aspectos do empreendimento.
Garantiu que Affatato e os outros estão tentando realizar um terceiro turno das eleições.
Lamentou que o ex-presidente Fernando Carvalho, por amizade com uns e outros, omita-se.
Carvalho não tem dado um pio sobre o assunto.
Enfatizou que o Inter tem défici de 5 milhões por mês.
Afirmou que não queria a Copa no Beira-Rio.
Mas deixou escapar que recuar agora seria entregá-la para a Arena do Grêmio.
Insistiu que não há como recuar, pois ficaria um buraco no Beira-Rio.
Explicou que o Inter toma empréstimo a 30% e fatura 10% de juros por parte do dinheiro dos Eucaliptos no Banrisul.
Acontece que o Conselho Deliberativo aprovou que o dinheiro dos Eucaliptos ficaria bloqueado para a obra.
Criticou duramente Ibsen Pinheiro – "com seus cálculos de padeiro" – por difundir a ideia de que a empreiteira poderá até botar nome no Beira-Rio.
Indicou que a escolha da Andrade Gutierrez é uma não escolha. As empreiteiras decidem entre elas que fica com o quê.
Criticou Piffero por ter tentado uma concorrência aberta quando era possível.
Criticou a lentidão das autoridades para a aprovação das isenções fiscais.
Duvidou da possibilidade de aprovar-se rapidamente uma lei como a do Paraná permitindo que agentes financeiros do Estado do Rio Grande deem as garantias pedidas pelo BNDES.
Assegurou que o projeto em andamento não previa sequer eletricidade nem sala de imprensa (exigida pela Fifa).
Sinalizou que a Fifa ainda pode fazer mais exigências. Só a AG estaria em condições, pelo tipo de contrato, em condições de dar conta de eventualidades.
Ironizou: o Inter não pode ser construído como uma catedral durante 20 anos.