quinta-feira, setembro 30, 2010

Casório perfeito

Salve galera! Chegando de mansinho, mas aí vou eu. Meu nome é Leandro Luz, e esta é minha estréia como articulista do BV. Sou morador de Imbé-RS, sócio colorado, e não me acho nem mais nem menos colorado que os outros. Mas sou um apaixonado. Uns me chama de corneteiro. Outros de doente. Mas o fato é que as críticas devem ser feitas nas horas certas e os elogios têm suas horas. E, antes de entrar no assunto que pauta este meu primeiro texto, agradeço ao Louis pela oportunidade de aqui estar compartilhando um pouco do meu coloradismo e opiniões vermelhas com vocês.

A relação do torcedor com o seu time de futebol, e aqui falo especificamente do Inter, é como a de um casamento. Sem traições, claro! Um casamento onde as discussões e as crises, sejam elas grandes ou pequenas, são necessárias para que os pontos se encaixem.

O momento do Inter dentro do Brasileirão é tranqüilo. Sim, todos nós queremos o tetra. Poucos acreditam. Mas acontece que há pouco mais de um mês conquistamos a América. Estamos há dois meses e alguns dias de disputar novamente o Mundial. Teremos, no ano que vem, Recopa, Libertadores, Campeonato Brasileiro novamente, e por aí vai. E quem sabe um Mundial novamente. Somos os quartos na tabela.

Mas porque considero tranqüilo o momento no Brasileirão? A resposta é porque estamos perdendo os jogos para times grandes fora de casa. Com exceção do Atlético-PR, que é uma equipe em ascensão, perdemos neste segundo turno para o Cruzeiro e para o Palmeiras fora de casa. São resultados normais.

Mas aí vem a pergunta: e a forma como perdemos ontem para o Palmeiras? Com duas falhas do Renan, nem tanto por pular atrasado nos dois chutes venenosos, mas mais pela soberba de arrumar mal a barreira, posso dizer que perdemos no detalhe. No entanto, três dias antes vencemos de forma heróica aquele que vejo como, ao lado do Cruzeiro, o time mais forte na busca pelo título nacional. Por isso não vejo o casamento do Inter como em crise com a torcida.

A situação hoje é como a do marido que deixou a toalha molhada em cima da cama e levou um sermão da mulher. Mas se continuar deslizando, “deixando na reta” pode deixar a situação mais complicada.

Mas eu ainda acredito.



Qué pasa, Roth ?


Não se trata de perder ou ganhar...é do jogo, mas sim saber porque se perde ou se ganha...

Inter ontem...03 chutes a gol (contando o do Damião).

Venderam o Taison, recontrataram o Sóbis, contrataram o WM, pois venderam o Sandro, contrataram Tinga, trouxeram o Derley, mantiveram Glaydson, Dale e Giuliano !

O maior (e curto ?) mérito do Roth foi (ainda na LA) tirar um zagueiros e fazer um meio-campo bastante forte e combativo, deixando a criatividade para quem é mais criativo (no caso atual Dale, Giuliano e Tinga, estes 02 mais participativos do que criativos...)

Sandro e Taison além de serem rápidos (ajudanvam a acelerar o time), tinham por característica natural ´morderem o garrão` dos adversários, por isto o Inter se tornara um time compactado que surpreendia os adversários, ao mesmo tempo com uma posse de bola de grande técnica...

Ainda assim o time tinha algumas dificuldades pelo miolo do campo, pois a ´insaciedade` do Sandro em matar a jogada mais a frente, eventualmente, deixava furos por ali, pois o Guina não é jogador de guardar a posição, ele só é confiável na movimentação defensiva, na ofensiva deixa um pouco à desejar.

Saiu o Sandro, entrou o WM . Quem viu nos anos 60 o Palmeiras de Dudu e Ademir da Guia jogar percebe que naquele time o WM seria espetacular, mas o futebol era a DEZ POR HORA...cadenciado, sonolento.
Voltando ao WM, razoável técnica, lento de velocidade e execução, logo f.....o meio-campo neste quesito, não consegue chegar nos adversários e quando chega é ´amarelado` ou ´avermelhado`, ou seja, contribui para o adversário....

Saiu o Taison, entraram primeiramente o Sóbis, mais lento, mais clássico, porém mais técnico, o time perdeu velocidade e contra-ataque, após o Edu, características iguais ao Sóbis, porém melhor cabeceador, mas será que um dia vai voltar a ser o Edu do Bétis (que vi jogar e jogava muito....) ?

Jogo de ontem

Problemão, WM não é o Sandro, 10zinho é o espetacular 2 , estes 02 não marcam nem jogam por um Tinga lesionado, aliás erro repetido e cometido também em 2006 quando após a saída do Tinga decretaram, Abel, FC & Cia. (e perdemos o BR06 por detalhe) que o Gabirú ´seria` o mais próximo do Tinga (Abel odiava o Vargas), Ontem, sair o Tinga entrar o 10zinho é piada de mau-gosto e passível de punição instantânea (= derrota certa)
Na LD o Daniel não existe, como alguém no BV escreveu, o Nei sem-cabeça parece um craque perto do Daniel e Bruno Silva...

Solução:
Se não tem Dale nem Tinga, não f... com o Giuliano e Guina, faz como o Felipão fez aqui no Olímpico e repetiu ontem, coloca 04 volantes quebradores de bola (nem tanto assim) e 02 atacantes, no mínimo teríamos maiores chances de ganhar, nós não jogamos nem deixamos jogar, ontem não jogamos e deixamos jogar !
Com Glaydson (WM de nº5 , com Glaydson na LD) , Derley, Guina e Giuliano no meio-campo e Edu e Damião com certeza teríamos mais controle do jogo, marcação, velocidade e chegada na frente, ontem...

O futebol de hoje está tão igual que cada detalhe faz diferença, um jogador que não corre ou não desarma sobrecarrega outros e assim por diante. Do Guina não se exigem maravilhas porque sua doação para o time ajuda... o que se deve exigir de um WM e 10zinho quando não conseguem ´desenvolver` seu futebol ? Qual o custo benefício destes 02 jogadores ? Imaginem quanto custa pro Giuliano, Guina & Cia ´carregar` estes 02 ´devagar-quase-parando`.

Ex:
Edinho quando surgiu era um espanador, depois virou comum, sempre guerreiro, porém ruim, mas com atitude, fosse ele ontem na nossa barreira, teria ´mordido` a bola, mas o 10zinho...baahhh. O agravante na época é que o Edinho tinha o Sandro na fila...já aqui acham que o 10zinho é ´similar` ao Tinga, nem nas trancinhas, pois aprendi (amigas coloradas) que o Tinga usa ´dread`....kkkk

Vendo após o Cur jogar, se percebe um time de jogadores nota SETE, ninguém é craque e ninguém é naba, todos são inteligentes e sabem o que fazer...não tem pipoca naquele time ! Jogam bola naturalmente...se muito esforço !

Já o nosso temos uns nota OITO / NOVE e um monte de TRES / QUATRO / CINCO...só conseguimos ganhar dos grandes com muita superação, mas BR não é mata-mata !


Inauguramos ontem à noite o Comitê do Convergencia Colorada - vide fotos em http://picasaweb.google.com.br/caio.internetbv/InauguracaoComite# (R. Santana, 676 - aberto das 14:00 às 20:00 hs) e comentando com um amigo meu , o Ticiano, jornalista e eventual frequentador do BV, ele me disse, sempre que anunciam a escalação parecida com a de ontem ele desanima, porque sabe é que praticamente impossivel ganhar com uma ´colcha de retalhos` assim...

O Roth tem que ´acordar`....ou ficaremos no sonho do BI.

'Amores por Renan'

Não é de hoje esse debate sobre o Renan ou minha desconfiança quanto ao seu talento como goleiro. Veja um Flashback do Blog Vermelho de 2 anos atras: "Amores Por Renan" O melhor são os 81 comentários nesse topico incluindo esse insulto:

"Louis,
Em que pais tu vive?
Ah, nos EUA. Tá explicado...
O renan é, tecnicamente, o melhor goleiro do Brasil."


Alem de arrogante em fazer comentario sobre onde alguem mora o cara ainda teve a coragem de escrever que Renan é tecnicamente o melhor do Brasil. Um goleiro que nunca soube sair do gol. Nunca! Só rindo mesmo.

O Post na intergra AQUI

PS:

Celso Roth tem que mostrar competencia e sacar Renan immediatamente. Eu botava ele a treinar com Pato no gol e Lauro no banco aguardando a primeira falha do Pato pra entrar.

quarta-feira, setembro 29, 2010

Estréia e derrota

Meu nome é Victor Wolffenbüttel, que resolvi abreviar para 'Wolff', porque ninguém gosta de trava línguas. Sou um dos novos colunistas do Blog Vermelho, graças ao concurso que o dono do blog Louis resolveu fazer. Agradeço a oportunidade de escrever no blog, e só posso dizer que sou colorado como todos os outros leitores desse blog, que leio a bastante tempo, um lugar onde sempre acontecem discussões interessantes sobre a situação do colorado. Certamente essa não será uma estreia tão boa quanto o primeiro disco do Oasis, mas aos poucos vou evoluindo junto as críticas que serão feitas pelos leitores.


E o feitiço se virou contra o feiticeiro. O Inter perdeu hoje com o mesmo atributo que ganhou em um jogasso contra o Corinthians, a bola parada. É ruim perder por causa da bola parada, eu pelo menos fiquei pensando que se o cobrador, no caso Marcos Assunção, não estivesse no jogo, o Inter não perderia.

Mas não ia ter jeito do Inter ganhar. Poderia não perder, mas nem se chovesse canivete o Inter venceria. Ao contrário do que uma imprensa esportiva (que só pode estar) embriagada fala, não dá pra dizer que o Inter tem um 'elenco incrível'. Quem inventou isso? O time titular colorado é excelentíssimo, mas o elenco não. Não existe chance de um elenco incrível ter um jogador como Wilson Mathias. Até um cara chamado Glaydson, esse nome que não pode ter vindo deste planeta, é melhor que ele.

E essa embriaguez não afeta somente a imprensa. Renan hoje conseguiu completar a lambança de domingo. Depois de sair socando qualquer coisa na entrada da pequena área, (provavelmente achou que tinha dinheiro dentro da bola pra ir atrás dela daquele jeito), hoje conseguiu entregar dois gols gêmeos de formas diferentes. Do meio da rua, dois chutes entraram no mesmo canto. No primeiro gol, o erro foi ter posto um jogador de 1,70cm na barreira sozinho. No segundo, recolheu os braços e entregou o gol.

A falta que alguns jogadores titulares fazem é incrível. O Inter realmente sentiu o peso de jogar sem Tinga, um Guiñazu com poder de raciocínio, que acabava organizando o meio campo. Também sentiu um jogador que chama o jogo, como D'Alessandro, que vem passeando partida após partida. É por isso que não se pode dizer que o Inter tem um elenco incrível. Não, nunca.

Não vou dizer que o Palmeiras não foi merecedor, afinal fez um belo jogo, mas não tem como ver aquele Inter sem sentir que os olhos estão sendo chicoteados. Depois do primeiro gol, dois passes certos em sequência ficaram mais raros que o nome Glaydson.

Outro que tinha alguma problema hoje  certamente foi Celso Roth, que se aproveitou de não aparecer na frente das câmera para tomar um Johnny Walker em alguma cadeira do estádio. Talvez outra explicação que não essa, seja a de que a companhia telefônica sabotou o Inter, Celso Roth não conseguiu falar com seu assistente e ele acabou tomando as rédeas do time. Não existe uma explicação racional para trocar os únicos dois meio-campistas do Inter (Andrézinho e Giuliano) por um volante e um garoto precisando fazer dois gols em 15 minutos (Glaydson e Marquinhos).

De qualquer jeito, por qualquer explicação, hoje não foi o dia. É sempre assim, o Inter faz extrema força para perder a chance de ser campeão. Ganha com sangue nos olhos no último minuto contra o antes líder do campeonato Corinthians e perde para o Palmeiras. Fora de casa, com desfalques importantes, etc etc, mas não quer dizer nada para um time que quer ser campeão brasileiro. A entrega tem que ser total e não é assim que o Inter vai conseguir ganhar.

O próximo jogo é contra o Guarani, que levou uma sacolada do Barueri, lanterna do campeonato. É hora de vencer, fazer saldo, convencer e cutucar os líderes. Agora, o Inter está incríveis 10 pontos atrás do Fluminense (com 1 jogo a menos). Enfileirar umas 3 ou 4 vitórias deve ser a meta. O que salvou a minha noite foi saber que agora está confirmado o show de Paul McCartney no Beira Rio. Aceito esmolas.

Até Quando Renan?

To de saída pra jantar e só vou ver o 2 tempo quando retornar, mas no momento o Inter tá perdendo com mais um FRANGO do Renan! Um gol laaaa de longe de falta! Quando Lauro tomou gol de falta de muito mais perto com barreira chamaram de frango e agora?

Até quando vamos ficar fazendo desculpas pelo Renan? Pior é que Pato nessa altura de carreira não é muito mais confiavel.

O FATO é que Lauro era um otimo goleiro para o Inter. Campeão da SulAmericana e tomou poucos frangos. Eu falava e repito de novo, tá na hora do Renan sair. Quero o bem de todo jogador Colorado, mas já não é de hoje que ele mostra que não é um goleiro seguro.

Comentem o jogo ai.

______________

Porra! Voltei da janta, apertei Play no meu DVR pra ver o 2 Tempo e o que que acontece??? Renan toma mais um frango! Ah pelo Amor de Deus! Eu sempre tive razão! Desde 2006 falo que Renan não é grande coisa enquanto muitos achavam ele "O Melhor do Brasil" sem ter jogado mais de 10 partidas como profissional!

Renan tem que ir pro banco já. Melhor, manda de volta pra Europa. Como sempre falei, Lauro é MUITO melhor que Renan. Talvez não tenha pinta de Mocinho de Cinema e talvez não da bronca na Zaga como Clemer mas é INFINITAMENTE melhor que o Renan onde Frango virou rotina. É triste, mas acho que Renan tem que procurar outra carreira. Ele ta me lembrando daquele Goleiro Renato de 2002...chegou tomou 2 frangos e nunca mais. Já Renan pode tomar 6 frangos e ainda tem gente que defende ele.

Esse jogo foi 3 pontos na conta do Renan e dessa vez o resto do time não salvou ele do vexame como nas outras oportunidades. Um pecado pois tinhamos TUDO pra embalar...menos goleiro! Não foi por falta de aviso.

PS: O Negocio é rezar para uma lesão do ETO assim como aconteceu em 2006. Porque com Renan no gol tamos indo a Abu Dhabi pra fazer turismo!

PSS: E a cotação do Lauro subindo na pesquisa ali ao lado!

Complicado e Paul

Hoje o negocio vai ser um pouco complicado, ao menos no papel. O Time que entra em campo é quase meio reserva e ainda não teremos o que é atualmente nosso melhor jogador, D'Alessandro. Incrivel que mesmo com os heroismo do Andrezinho qualquer partida que ele começa eu não tenho esperenças de que ele jogue bem. Não lembro a ultima vez que Andrezinho começou uma partida e destruiu. Isso prejudica muito a imagem dele.

Ainda não teremos Indio, Nei, Tinga nem Alecsandro (ao menos no inicio). Resta ver qual Palmeiras vai estar em campo hoje. O time quase em crise ou o time em recuperação.

Agora porque que o jogo de hoje é super importante? Porque as proximas 3 partidas do Inter são semi-barbadas; Guarani em casa, Ceará fora e Atletico-MG em casa. 3 Partidas que dá pra fazer 9 pontos. Ou seja uma vitória hoje somada com a vitoria contra o Corinthians Domingo passado pode teoricamente nos colocar no caminho de 5 vitórias consecutivas. Se isso acontecer acredtio que estaremos se não no topo muito perto dele.

PS:

Paul McCartney no Beira Rio. Bah! Isso sim é de lotar o estádio!! Vi PM duas vezes em 2002 em 1 semana. Minha esposa é fanatica pelos Beatles e especialmente o Paul e naquele ano tivemos chances de ver ele...paguei uma NOTA (acho que mais de US$200 cada) para ver o show no Ginasio de Basquete de Washington DC e nem tava tão perto assim e depois uma semana depois em NYC no Madison Square Garden. EM NY compramos ingressos mais baratos e sentamos bem longe. Mas os shows foram sensacionais o cara tem ainda a mesma energia de muito tempo atras. Era um hit depois do outro.

Imperdivel gente, vocês tem que ir nessa!

Essa musica é de 76, epoca e musica da minha infancia gravada no meu cerebro (eu praticamente gosto mais do Paul do Wings anos 70 do que dos Beatles pois foi assim que conheci ele!)

Silly Love Songs foi a #1 de 1976 no Billboard Top 100.



terça-feira, setembro 28, 2010

R7 Viajou


Essa é boa. O Corinthians está relacionado como os 7 Grandes Vencedores desse ano de existencia do site R7, que pelo jeito é da Record(Site que eu nem conhecia até ficar sabendo do Blog do Cosme Rimoli). O site fez essa lista dos 7 grandes vencedores do Esporte pra comemorar seu aniversario e não colocou o Inter MAS colocou o Corinthians porque ele fez "uma grande festa no seu centanario". A reportagem ainda escreve "O Corinthians ainda não venceu nada em seu centenário, mas pelo menos nos bastidores o clube deu show". Isso é o cumulo de pessimo jornalismo barrista. Nem em blog amador como o meu eu exagero assim ou vivo no mundo de fantasias pra ter a cara de pau pra escrever uma bobagen dessas.

Se eu fosse Corinthiano até estaria envergonhado por eles me acharem tão burros de pensar que eu ia acreditar em algo assim! Tudo pra ganhar a audiencia da torcida Corinthiana. Atitude vergonhoso de jornalistas escrevendo algo que eles sabem que não é verdade mas que fazem pra agradar a maioria dos leitores da região. Isso é jornalismo?

Como é o ditado ... "me engana que eu gosto!"

OFF TOPIC:

Como gosto de um bom filme vou deixar umas dicas de vez em quando pra galera. Acredito que muita gente deixa de ver e conhecer o Cinema antigo por boa partes dos filmes serem em Preto e Branco, mas acho isso uma injustiça e uma perda por parte de quem pensa assim. Existem dezenas de filmes sensacionais da decada de 40, 50, 60 e tambem 30 que vale a pena assistir. Eu gosto do cinema especialmente a partir do ano de 1939 da qual acredito seja um dos melhores da historia.

Mas hoje deixa a dica para 4 filmes do mestre diretor Alfred Hitchcock. Esse QUARTETO de Filmes consecutivas é talvez a melhor fase do Hitchcock. Cada um dos filmes tem cinematografia exepcional. Alguns já estão disponivel em HD BluRay. A qualidade em HD é tão boa que parece que foram feitos recentemente.

Vertigo (1958 a Cores) com Jimmy Stewart. Um ex-policial é contratado pra investigar a mulher de um Amigo ele fica obsecado pela mulher. Um dos meus favoritos filmado em San Francisco nos anos 50. A musica no filme por Bernard Hermann que trabalho em varios filmes do Hitchcock é hipnotizante.  Veja a abertura do filme nesse video. Essa cena de abertura explica porque a personagem do Stewart tem "Vertigo".



Se essa obra prima do Hitcock não bastasse o proximo filme dele é North by Northwest (1959 a Cores) com Cary Grant (qualquer filme dele vale a pena ver). Um tema constante do Hitchcock um homem inocente acusado de um crime. Esse filme contem umas das cenas mais famosas da Historia do Cinema, a do Avião perseguindo o Cary Grant numa plantação de milho. E o final do Filme é outro momento classico.  Esse filma acaba de ser lançado em Blu-Ray, a qualidade é incrivel.


E pra não deixar por menos o proximo filme do Hitchcock em 1961 é Psycho um filme que deu origem a centenas de outros. Nesse ele voltou ao Preto e Branco e nem consigo imaginar esse filme a cores. Mais uma vez com musica do Bernard Hermann incluindo a cena classica do chuveiro.


Pra completar o Quarteto em 1963 Hitchcock lança o que seria o ultimo dos grandes classicos dele. The Birds, um filme aberto pra interpretação onde passaros sem explicação começam a atacar pessoas numa pequena cidade da California. Alguns dizem que o filme tem uma mensagem "verde", anti-industrial.


Em cada um dos filmes do Hitchcock ele aparece em uma cena, as vezes um mero segundo, caminhando na rua ou sentado num onibus. Ele fez isso a carreira toda, se você assistir um dos filmes dele, vê se tu acha ele no filme.

De Volta

Nada como retornar ao Beira-Rio com um jogaço, grande público e um baita resultado! Mais que os 3 x 2, bater o Corinthians com gol do Tinga e vitória aos 48 do segundo tempo, com bola desviada na barreira e na trave é pra castigar devidamente o torcedor corinthiano (além de outros menos cotados).

Se não pude ver as vitórias contra o São Paulo e o Vasco, pude dar uma espiada na Inter de Milão na Itália, além de conversar com alguns torcedores italianos. E, para minha surpresa, encontrei com certa facilidade quem conhecesse o nosso Inter e soubesse da disputa da Copa do Mundo de Clubes.

Para começo de conversa, assisti a vários chamadas de TV da MediaSet Premium, uma espécie de PFC italiana, fazendo propaganda do pacote de TV por assinatura para assistir ao Campeonato Italiano, à Champions League e à FIFA Club World Cup. As imagens da peça publicitária, quando se referia ao mundial, eram apenas da Inter de Milão.

Mas conversando com italianos, encontrei num trem, de Roma para Milão, pai e filho torcedores do Milan. O pai devia ter na faixa de 40 anos e o filho aparentava uns 15. Ambos conhecem o Inter e sabiam que somos os atuais campeões da América do Sul. O guri achava que quem disputaria a “Intercontinentale” (assim eles continuam se referindo ao Mundial), era o Atlético de Madrid, que bateu a Inter na Supercopa da Europa, a Recopa deles. O pai dele sabia que o título era entre o campeão da Champions e os demais campeões continentais.

Os dois são fãs incondicionais do Pato, que segundo acreditam, será o maior atacante de todos os tempos, pois ainda é muito jovem e tem muito o que amadurecer. Inegavelmente, seu potencial é imenso e conhecido por todos nós. Admiram demais os jogadores brasileiros, pois o Milan, historicamente, os tem muitos em seus quadros.

Mas um verdadeiro torcedor interista eu conheci em Veneza. Um gondoleiro, para ser mais exato. Andrea é um fanático que estava ansioso pela estréia do seu time na Champions deste ano. Empataram em 2 x 2 com o Twente, fora de casa. Andrea conhece o nosso Inter e me disse que temos um grande craque: D’Alessandro. Disse não saber porque não obteve sucesso na Europa, talvez por problemas de adaptação.

Segundo Andrea, a Inter de Milão é imbatível quando seus jogadores estão todos focados. Ele é fã dos brasileiros Júlio César, Lúcio (que ele não sabia que tinha começado carreira no colorado) e Maicon. Mas o melhor jogador de todos ele considera ser Diego Milito, homem-gol nas finais da Copa da Itália e da Champions League. Claro que pra eles, a Champions vale mais, mas ele dá valor ao mundial e reclamou que não havia informações sobre como conseguir ingressos para os jogos em Abu Dhabi.

Essa figuraça tirava onda de um amigo torcedor da Juventus. Mostrava pra ele a minha camisa do Inter e dizia que os dois estariam no Mundial, que a Juventus nem sonha em chegar. Me disse que os torcedores da Juventus são “tutti ladri”. Então eu lhe disse que a Juventus brasileira se chama Corinthians.

Mas afora os contatos com torcedores que encontrei pelas ruas, pude notar a imprensa italiana preocupada com a queda defensiva do time de Rafa Benítez em relação à equipe de Mourinho. A Inter vem sofrendo gols em praticamente todos os jogos e quem tem salvo o time, na frente, tem sido Eto’o. Esse sim, tá jogando muito! De qualquer modo, reforcei a impressão que eu já tinha: a Inter é poderosíssima, mas não imbatível.

Enfim, de volta, posso afirmar que viajar é um dos melhores investimentos que conheço, mas não há nada com voltar pra casa. Ainda mais com casa cheia e com gol no último minuto!

segunda-feira, setembro 27, 2010

Lembra

Ontem foi um daqueles jogos que, em vinte - trinta anos, na possibilidade de algum reencontro com amigos contemporâneos de arquibancada, será trazido ao bate papo através do: - Lembra aquele Inter e Corinthians, no Beira Rio, Brasileirão 2010. Lembra?
E a resposta será: Claro! Andrezinho fez o dele de falta, nos acréscimos. Como batia bem aquele doido, que corria igual a um boneco de posto!

- A jogada foi do Alecone.
- Sim. E nesse jogo teve até bicicleta do Edu.
- Que Edu?
- O Edu, que veio do Bétis.
- Ah sei...
- E teve um “Charles” do Damião.
- Hahaha.

Nesse instante inicia um breve silêncio, poucos segundos. É a memória refazendo toda partida. Até que falam juntos:
- Nei botou a mão na bola!
(risos)

- E que passe do D’Alessandro no gol do Tinga.
- O que jogou o gringo naquele ano!
- O gol do Jorge Henrique foi bonito. Era um nanico desgraçado, sempre fazia gol dentro do Beira Rio.

- Aquele jogo deu a liderança do Campeonato ao Fluminense, esquentou a briga e trouxe o Inter de volta pra disputa.
- Pois é, o Corinthians era líder.
- E depois...

... Depois não sei. Ainda vou presenciar e registrar para posteridade o que aconteceu depois do jogo de ontem.

Hoje o que importa é a história escrita pelos pés, braços e vozes de quem ontem esteve no Gigante. Além da sensação inebriante da vitória no finalzinho, está marcado no espírito vermelho e branco: o ímpeto de vencedor que parece não mais sair da gente; tal como brilho nos olhos de apaixonados, pele estonteante dos amantes ou plenitude na alma dos amores.

Internacional. Orgulho do Brasil.

domingo, setembro 26, 2010

DEZINHO SAVES!!!



Antes de acabar a partida:

O Time foi guerreiro mas entregamos o jogo em bobeira do Glaydson e depois MAIS UMA CAGADA DO RENAN QUE NUNCA SOUBE SAIR DO GOL.

O que poderia ter sido uma vitória heroica se foi em cagadas. Algums jogadores mostraram raça, esperteza, categoria, luta ... mas tudo foi agua abaixo com o cata borboleta Renan.

OPPPPPPPPPPPPPPPPAAAA...........GOOLLLLLLLLLLLLLLLLL...

DEZINHO SAVES!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Gol de falta (meio que contra mas ta valendo!) Grande Andrezinho, fez seu papel e fara o gol do titulo Mundial tambem!!!! UFA!!!!!!!!

Mesmo assim não retiro o que disse, o Renan que até fez umas boas defesas tem que aprender a sair do gol (e quando NÃO sair) immediatamente! O Renan é como eu no Playstation onde me arrisco com jogadas loucas. As vezes em contra ataques eu saio com o goleiro até o meio de campo! Assim é o Renan, ele hoje achou que tava no Playstation e poderia sair até a marca do Penalti no meio de 10 jogadores!

Gostei do Edu, jogou pra frente com raça, gostei do Co... quer dizer Alecsandro ter entrado e definido logo de cara. Damião tá faltando alguma coisa ainda, mas é uma boa presença, rouba a bola bem lá na frente. Tinga que me parece meio perdido sem saber se tá no ataque ou meio. Mesmo assim até isso deu certo com ele fazendo gol de centroavante. Giuliano jogou? Glaydson tava bem até entregar o segundo gol. Dale como sempre altos e baixos MAS os altos tão valendo mais que os baixos. Teve 2 assistencias hoje.

Mas tá valendo, tiramos 3 pontos de diferença deles. E uma vitória sobre o Corinthians vale até em amistoso.

Isso foi resultado pra desanimar o Corinthians por umas 2 ou 3 rodadas!

PS: Olhando o replay de tras do Gol, acho que a bola ia ser Gol mesmo sem bater na barreira, ia no canto. O destino dessa bola era NO GOL DE QUALQUER JEITO!

sábado, setembro 25, 2010

O Ataque Preocupa

A pesquisa aqui no BV sobre o que preocupa mais a torcida Colorada deixa claro que o Ataque Colorado (não a banda) é o que mais deixa os Colorados nervosos.

84% nesse momento indica que esse setor de campo é o que mais temos que arrumar. Isso é uma maioria absoluta!

A pergunta é porque?

Talvez porque Alecsandro o dono da 9 nunca foi unanimidade entre os torcedores, ainda mais voltando de lesão. Ele me parece ser um jogador que só atinge seu auge pessoal com continuidade e condicionamento perfeito. Quando que o Alecsandro voltará a gloria de atingir o "alto status" que ele tinha antes?

Talvez porque Leandro Damião apesar de ter feito gol na final da Libertadores tá deixando algumas duvidas no torcedor. Ele parece pecar nas finalizações e é meio irregular em campo. Matador parece ao menos ainda não ser seu estilo.

Talvez porque Marquinhos é um mistério. Fisicamente não sei porque mas infelizmente me lembra do Gil. As repetidas lesões tambem não emplogam o torcedor.

Talvez porque Edu está no Inter a 1 ano e teve 2 boas partidas, uma onde fez 3 gols ano passado e outra contra o Vasco onde fez o gol da Vitória...isso sem jogar lá grandes coisas.

Talvez porque o Ilan é um atleta rodado que chegou ontem e ainda não provou nada.

Eu que sempre fui um defensor do Taison acho que ele saiu cedo demais. Precisavamos da Velocidade dele. Agora temos varios atacantes trombadores mas falta velocidade e audacia.

Em 2006 tinhamos Pato e Fernandão indo ao Mundial. Uma promessa e um Capitão. Dessa vez não sei quem será a dupla, isso se usarmos uma dupla. Se não vai vir ninguem o negocio é torcer para que o Alecsandro volte a sua melhor forma e que um dos outros comece a fazer gols.

Quem aqui não trocaria todos esses por um ataque com Nilmar e Taison?

EDIT:

Olha agora notei que esqueci completamente do Sobis. Agora veja o grau de preocupação quando um tu esquece o Sobis. Isso talvez porque o Sobis ainda não realmente chegou. Assim quando tava começando a ficar realmente pronto ele se machucou. Agora imagina quanto tempi vai demorar pra entrar em forma e depois voltar a ser o velho Sobis? Então nem sabemos qual Sobis teremos em Dezembro. É preocupante sim.

PS: O Leitor do Blog Milton achou esse post meu de 2005, foi um dos primeiros Posts que fiz aqui no Blog "Um defeito dos Pontos Corridos". Era o meu medo em 2005 que se realizou no fim do Brasileirão de 2009.

PSS: E falando em Taison, veja o que ele fez na Russia esse fim de semana...



sexta-feira, setembro 24, 2010

Decadência Luxa

Não custumo copiar textos de outros blogs e postar aqui, mas acho que esse texto do Cosme Rimoli vale a pena ler e guardar para a proxima vez que alguem pensar em trazer Luxemburgo para o Inter. Ele já passou da data de validade, o Ego maior que o Mundo atrapalha e os resultados estão ai. Pior é que o cara é um fracasso no Galo e ainda levará 6 Milhões de multa recisoria para casa. Vejam o longo texto do Cosme na integra logo abaixo. É um otimo historico na carreira do Luxemburgo desde 2000. (Na coluna direita do BV tem um widget que atualiza os ultimos posts da Blogosfera incluíndo o Cosme..obrigado ao CJR acho que foi que sugeriu o Blog dele). E o que dizer do Daniel Carvalho? Ex-futuro craque? Parece ser um Ex-Jogador já a muito tempo e olha que hoje ele so tem 27 anos. Devreia estar no auge da carreira, mas o auge pra ele foi a muito tempo atras.

Quem te viu, quem te vê, demitido Vanderlei Luxemburgo…

Os olhos vermelhos.

A voz embargada.

A demissão por telefone.

O senhor de 58 anos encarou a realidade.

A goleada por 5 a 1.

Os R$ 6 milhões da multa rescisória não mudarão sua vida: é milionário.

Talvez não paguem a tristeza de ser apontado como derrotado, decadente.

Ele envergonhou não só a torcida do Atlético Mineiro, mas quem o viu por décadas ser um vencedor.

Foi um homem que trabalhou muito.

Conseguiu ter o respeito do Brasil todo.

Quem não sonhou ter Wanderley Luxemburgo de treinador.

Antes era assim: com w e com y.

Sua idade era outra.

Tudo mudou por causa da CPI do futebol.

Ele tinha a Seleção Brasileira principal e a olímpica nas mãos.

Foram tantas as acusações, a pressão.

O escárnio, as gozações...

Renata Alves...

Depois de um vexame na Olimpíada de Sydney foi demitido.

Perdeu a chance de levar a Seleção para a Coreia e o Japão.

Felipão levou e foi pentacampeão.

Enquanto isso, Luxemburgo depois de uma grande depressão tentou se reerguer.

Fez um trabalho brilhante no Cruzeiro.

Outro no Santos.

Foi para o Real Madrid e foi traído pelo despreparo e pela fraca Comissão Técnica que escolheu para acompanhá-lo.

Sim, sua cara Comissão Técnica sempre foi fraca.

Mas era formada por homens que não o questionavam, pelo contrário, insistiam que ele é o melhor técnico do mundo.

Fora outros funcionários que só têm duas funções na vida: a primeira bajulá-lo.

A segunda vigiar quem ousa falar mal de Luxemburgo.

Não bastasse o fracasso no Real Madrid, ele resolveu criar um instituto de futebol.

Por videoconferências, ele ensinaria como trabalhar nos quatro cantos do Brasil.

O Instituto Wanderley (sim, ele estava com saudade do w e do y) Luxemburgo foi um fracasso.

Envolvido em mil atividades, não teve como acompanhar o trabalho dos seus sócios no instituto.

Outra decepção.

Depois surgiu Palmas.

E a proposta para sair candidato a senador.

Outra situação mal encaminhada que não deu em nada, a não ser expor sua ambição.

Veio o Palmeiras, da Traffic, do seu irmão Jota Hawilla.

A Libertadores, o fracasso.

A demissão por insubordinação por causa de Keirrison.

Belluzzo o desmoralizou dizendo que queria mandar no clube mais do que o presidente.

Voltou para o Santos prometendo a Libertadores.

Outro retumbante fracasso.

Foi tentar ser cabo eleitoral de Marcelo Teixeira.

Com a derrota na eleição do seu presidente, Luís Álvaro o baniu da Vila Belmiro.

Nenhum clube paulista, carioca ou gaúcho se manifestou.

Só o Atlético Mineiro do empolgado Alexandre Kalil.

Se encantou com a possibilidade financeira do banco BMG.

Montou o time que quis.

Escolheu jogadores rodados, vividos.

Mas vaidosos e sem a menor ligação com os clubes que defenderam.

Para eles tanto fazia jogar de preto e branco, amarelo, roxo, verde.

O importante era o alto salário no final do mês.

Luxemburgo ganhou de presente o Campeonato Mineiro, quando Adílson Batista resolveu escalar um Cruzeiro reserva nas semifinais.

Ele estava preocupado com a Libertadores.

O resultado óbvio foi a conquista do Campeonato Mineiro, competição de dois clubes.

Depois de toda a festa, veio o Brasileiro.

E a verdade cruel.

O Atlético Mineiro é caro, formado por jogadores que detestam marcar e adoram ser tratados como estrelas.

E com péssimo preparo físico.

Luxemburgo fazia de conta que não via os sinais.

Ele nunca mexeria no seu preparador físico de confiança, Antônio Mello e sua caixa de areia.

O time foi perdendo, perdendo, perdendo.

A cada derrota, a confiança dos jogadores foi diminuindo.

Luxemburgo parecia ter perdido o encanto.

Sua neurolinguística não funcionava.

Ele gritava na hora errada e conversava quando não deveria.

Responsável pelos jogadores caros que trouxe, ele não tinha como sacá-los do time.

O Atlético Mineiro de Luxemburgo foi a equipe que mais perdeu no Brasileiro.

Conseguiu a façanha de vencer seis vezes, empatar três.

E ser derrotado 15 vezes.

A última, ontem, que culminou com sua demissão foi deprimente.

O time se escancarou contra o Fluminense.

Tomou gols infantis, típicos de equipes mal orientadas.

Jogadores experientes corriam como se estivessem em uma excursão pela praia e não lutando para salvar o Atlético Mineiro.

O Fluminense misturou piedade com falta de pontaria.

5 a 1 foi um placar acanhado demais para quem viu a partida.

Para quem não viu foi uma goleada vergonhosa.

O placar é mesmo chocante: o milionário Atlético Mineiro de Luxemburgo goleado por 5 a 1.

Depois, o telefonema de Alexandre Kalil ao diretor de futebol Eduardo Maluf.

Por telefone, Luxemburgo estava na rua.

Envergonhado, se despediu dos jogadores.

A demissão virou uma constante na sua carreira.

Cruzeiro, Real Madrid, Palmeiras, Atlético Mineiro.

É um profissional em plena decadência.

Suas palestras não funcionam, não motivam mais ninguém.

Parece um mágico amador em um congresso de mágicos profissionais.

Só durou tanto tempo no Atlético Mineiro por causa do seu passado vitorioso.

Mas o último título importante que ganhou foi em 2004, o Brasileiro com o Santos.

Depois alguns estaduais e só.

O pior em tudo isso é que existe uma pessoa muito iludida.

Ele mesmo.

A amigos, nos seus jantares com gente importante da imprensa, ele dizia que ainda seria o treinador do Brasil na Copa do Mundo de 2014.

Muita gente concordava apenas para não perder o amigo que aprendeu a escolher vinhos tão bem.

A paixão pelo pôquer também o complicou.

Perdia horas importantes jogando quando poderia estar estudando o que fazer com seu time.

Mas quem ousaria questioná-lo.

O que é mais lamentável é que Luxemburgo tem uma visão privilegiada de futebol.

Deus lhe deu esse dom.

Mas infelizmente não lhe deu a visão para se cercar de pessoas competentes.

Nem a humildade.

Ele vive de afagos diários no seu ego.

É uma compensação pela vida dura que teve como jogador ruim.

"Só ficou tanto tempo no Flamengo porque era um craque no carteado", revelou Zico.

Luxemburgo saiu do Engenhão prometendo fazer uma reciclagem, ver onde está errando.

Se ele tiver coragem de se livrar de muita gente que o cerca ele estará dando o primeiro passo certo.

Depois, largar o pôquer.

Não usar nunca mais a palavra com que se enrolou nos últimos anos: manager.

Parar também de apelar para esse tal de 'projeto'.

Viver o dia a dia do futebol.

Voltar a ter fome de conquistas.

Parar de arrotar vinho de R$ 5 mil a garrafa.

Querer mostrar para o mundo o quanto é sofisticado com seus ternos importados.

Esquecer o botox.

E se voltar para o dom que Deus lhe deu.

Se preocupar apenas em treinar uma equipe.

Comer de bandejão com os jogadores.

Não querer calar cada crítico seu.

E sim não dar motivos para crítica.

Ter uma vida mais espartana.

Eu pessoalmente tenho saudade do homem apaixonado por futebol que conheci no Bragantino.

Às vésperas da final do Campeonato Paulista de 1990, contra o Novorizontino de Nelsinho Baptista.

Entusiasmava a todos que fossem entrevistá-lo.

Queria vencer na vida, decorar cada plano tático dos melhores times do mundo.

Sonhava que as suas equipes seriam as mais ofensivas do Brasil sem serem vulneráveis.

Tanta dedicação se refletia em campo.

Foi um técnico brilhante.

Pena no que se transformou: alguém sem foco, sem conteúdo, sem paixão pelo futebol.

Envelhecer lhe fez muito mal.

Ainda mais cercado de inúteis sanguessugas.

Os mesmos que hoje de manhã estão lhe dizendo o quanto foi injustiçado no Atlético Mineiro.

Fazem isso com medo de perder a sua melhor fonte de renda.

Mas fica o conselho de um ácido crítico do homem em quem você se transformou, Vanderlei.

Volte a olhar as fotos amareladas do homem de cabelo black power, camisa aberta e medalhão no peito.

Esqueça a breguice das roupas.

Preste atenção no brilho dos olhos.

Aquele homem sabia o que queria da vida.

Bem diferente desse que saiu demitido por telefone do Engenhão...

Depois de uma humilhante goleada por 5 a 1 para o Fluminense.

E passou esta madrugada em claro, de tanta vergonha...



Estreias no BV

Semana que vem estará entrando no BV novos escritores para reforçar o time. Três ou quarto novos integrantes vão aparecer nas paginas do Blog Vermelho. Novas opiniões, novas ideias e novo sangue no BV. Eles estarão reforçando o time atual e não substituindo, pois ninguem do elenco atual está saíndo. Mais detalhes a vir.

PS:

Everton parece que teve sua ultima chance no Inter e está sendo negociado com o Bahia. Olha, me parecia um bom rapaz, corria bastante, era esforçado ... mas não fazia gols. Acho que não chegou a fazer 1 gol se quer no Inter. E para atacante isso é pena de morte no clube. Boa sorte pra ele no Bahia.

quinta-feira, setembro 23, 2010

BR2010 não acabou!


Todo ano é a mesma coisa, será que nunca aprendemos??

Desde o primeiro turno a turma do "Brasileirão acabou" sai em massa. No primeiro sinal de fraqueza já começam com o "Já era!" (até eu entro nessa em momentos de fraqueza!). Mas o FATO é que não acabou porra nenhuma. Isso já foi provado n vezes no passado faltando apenas algumas rodadas e os lideres trocando de lugar.

Chega a ser patético quando a gente (e me incluo nisso) fica dizendo "já acabou" faltando 15, 20 ou 25 rodadas! Pô pelo amor de Deus! Parece um apaixonado desesperado dizendo "Ela não me ama mais" para que a gente fica com peninha! E não me venha com esse papo de "Já era agora é Mundial" porque fazem isso até quando não tem Mundial só que ai o discurso muda pra "Já Era..agora é brigar por uma vaga na Libertadores".

O Fato é que restam 15 rodadas no Brasileirão para o Inter e uma sequência de 3 vitorias seguidas muda o panorama. Sim o facil é dizer JÁ ERA porque só 1 dos 20 clubes vai ser Campeão, tu tem 19 em 20 chances de estar certo! Mas o Fato é que todo ano é assim falamos em Agosto que "Já Acabou" mas depois em Novembro ainda estamos com reais chances.

Veja o ano passado (não me fazem pesquisar no BV), tenho CERTEZA que muitos falaram "Já Acabou" meses antes do fim do Campeonato e qual foi a realidade? Disputamos o titulo na ultima rodada.

Então vamos parar com essa crise emocional e vamos voltar ao trabalho e fazer o Inter Tetra Campeão Brasileiro, que tal? Se o torcedor se entregar e a diretoria notar aí sim que eles são capazes de largar de mão. Lembrem que motivação é uma estrada de duas mãos entre a Torcida e os Jogadores. Uma depende da outra!

PS: O BV agora tem mais um "Cão de guarda". A Freckles, a direita, foi adotada a algumas semanas e tá se adaptando bem na sede do Blog Vermelho junto com a Suki que adotamos a 3 anos e meio logo depois de retornar do Japão. Salvem uma vida e adotem um cachorro! Comprar em loja é apoiar o Mercado negro de cachorros mal tratados! (Não se assustem a foto acima é das duas apenas brincando!)



6 Pontos Perdidos

Vitória do Corinthians. Derrota do Inter (Atletico PR 1 x 0 Inter). 6 Pontos perdidos. O que poderia ser 3 pontos de diferença agora é 9. Isso com um confronto direto entre os dois no Domingo e eles com gordura pra queimar.

Domingo o Inter tem que dar a alma e ganhar a partida, não só pelo Brasileirão mas porque ganhar do Corinthians tem que tá no estatuto do Colorado.

1 primeiro tempo de dominio mas entregando gol no fim e aí um segundo tempo onde deixamos o outro time jogar. Damião tá provando ser um jogador irregular. Dale foi bem no 1 Tempo mas correu demais e cansou no segundo tempo. Giuliano é outro com atuações irregulares. regularidade por sinal parece ser uma das fraquezas do Inter. São poucos os constantes no Inter, Guinazu sendo um deles, sempre sabemos o que esperar dele.

Como sempre vamos ficar nesse lenga lenga. Alguns vão dizer que o Brasileirão acabou e ai ganhamos uma eles perdem outra e lá vamos nos de novo.

quarta-feira, setembro 22, 2010

Neymar e Walter

Essa palhaçada do Santos em demitir um tecnico competente por causa desse mala chamado Neymar lembra o caso Walter do Inter quando um clube vende a alma para o diabo para ficar ao lado de uma jovem promessa. Walter tratou a entidade SC Internacional como lixo, faltava só ele cuspir no escudo colorado para completar a falta de respeito que ele teve com o Inter e seus torcedores. Mas o Inter premiou seu comportamente o colocando no time titular e ainda dando a ele um aumento salarial. Não muito tempo depois Walter repetiria suas palhaçadas fora de campo.

Neymar é outro que parece não ter seu cerebro completamente desenvolvido. Alem de ser arrogante não tem essa bola toda nem historico ainda pra se achar um novo Pelé e se referir em terceira pessoa. Por enquanto Neymar é apenas uma promessa de ser um novo Robinho, esse que nunca realmente chegou ao auge que todos imaginavam ele podia ter chegado. E olha que Robinho aparentemente sempre teve uma boa personalidade dentro e fora do campo.

Mas tá valendo. O Santos ou qualquer outro clube pode implodir que eu tô nem aí. Melhor pro Inter. O Santos acredito que enterrou de vez suas chances no Brasileirão mas é chato como torcedor do futebol ver um balaqueiro desses fazer o que quer sem punidade. É o $$$ falando mais alto.

PS:

- Algumas novidades no BV. Agora você pode compartilhar qualquer Post do BV com seus amigos no Orkut e tambem como ja vem sendo feito aqui a algumas semanas no Twitter e Facebook. Basta só clicar neles ali em baixo do Post.

- Agora o numero de comentários na parte superior do Post vem dentro do Escudo Colorado. Gostei desse visual.

- Outra novidade simples mais util é que da pra clicar no Top do Blog pra voltar a pagina principal. Antigamente isso não era possivel no BV por razões tecnicas.

- Outra, na coluna direita cada vez que voce carrega o Blog aparece 5 Posts antigos nos quase 5 anos de Blog Vermelho. Já li algumas coisas interesantes do passado que nem lembrava mais.

- Com o upgrade do Blog para o novo blogger os problemas usando o browser IE foram eliminados. Agora o BV deve estar carregando normalmente e até mais leve em qualquer browser. MAS não recomendo o IE como browser, pois é um lixo total. Fraco demais e qualquer coisinha ele não aceita da crash. Sugiro que usem Firefox ou outro qualquer que são bem mais toleraveis.

terça-feira, setembro 21, 2010

Novo Gigante e Arena

Piadas de lado, o que vocês acham de Porto Alegre daqui a 2-3 anos ter 2 estádios de qualidade, com infraestrutura, comforto, estacionamento e quem sabe segurança?

Eu pra ser sincero no aspecto de espetaculo e entretendimento acho que será bom para a cidade que não só o Beira Rio seja remodelado como tambem a construção do outro estadio na cidade. No minimo a construção do outro estadio fará com que o Inter não faça o novo Beira Rio meia boca.

As unicas coisas que me preocupam são o seguinte:

1- Que o Beira Rio fique NOVO mesmo e não apenas na maquiagem. Sei que a Cobertura vai dar uma cara nova ao estadio, mas e por baixo? O Beira Rio tem que ter acabamento novo por fora, tipo a do Museu do Inter. Esse negocio de visual concreto é anos 70! O Beira Rio tem que ficar como nos videos que andam lançando por ai. O torcedor tem que ir ao Beira Rio e se sentir num estadio novo!

2- Estádio novo historicamente da nova vida a clubes. Não só no Brasil como no mundo. Não sei porque mas é o que acontece. O Inter construiu o Beira Rio e assim que fez isso tomou conta do Futebol Brasileiro. Existe dezenas de exemplos disso. Então teremos que nos previnir e ficar atentos. O Inter tem que se manter no topo sempre.

Parabenizo eles pelo no projeto de estadio, que será bom para Porto Alegre e a Zona Norte, mas ao longo que entendam que de agora em diante a gangorra acabou. É Inter sempre no topo. Espero que a Arena seja um otimo salão de festas para o Colorado. Ficar no topo e acabar com a gangorra deve ser a missão não só dos cartolas Colorados como da torcida. Cada um fazendo seu papel e cobrando do outro quando deixam a peteca cair.

E você, pensa o que da construção da Arena deles? Ruim ou acha uma boa pra cidade e para os Porto Alegrenses em geral?

PS: Quanto a Copa acho espero que eles não estejam sonhando com isso pois acho que ao longo que o Inter manter seu projeto não tem lugar para eles na Copa.

PSS: Já que pelo jeito o Inter vai manter o nome Beira Rio para a Copa, deveriam ao menos colocar um enorme letreiro SC INTERNACIONAL em cima do estádio para que as transmissoes de TV em HD pelo mundo afora durante a Copa os telespectadores vejam o nome do nosso clube.

segunda-feira, setembro 20, 2010

Roth Estrela

Segundo o blog do Cosme Rimoli, Celso Roth ganha 400 Mil por mês no Inter, isso é serio? Vou ser sincero, o cara consegiu ganhar a Libertadores então otimo, mas não parece um pouco salgado para Roth? Mas o que eu não concordo é o que TODOS os jornalistas estão escrevendo por aí desde a conquista da Libertadores de que Roth finalmente provou seu valor como tecnico e está consagrado.

Me desculpem, mas ele ganhou a libertadores em 4 jogos. Sim ele organizou o time em campo e consegiu passar por com do San Pablo e Chivas mas isso é longe de disputar todas as 14 partidas e sair campeão. Não dá por exemplo pra comparar o trabalho do Abel Braga 2006 com o Roth na Lib 2010. Não quero tirar os meritos do Roth e o bom trabalho que tem feito até agora. Mas só acho exagero fazer dele derepente uma lenda do futebol por ter ganho uma Libertadores em 4 partidas. Ganha o Mundial e aí sim tu foi Campeão do Inicio ao fim. Ou continua essa recuperação no Brasileirão e traz o Tetra...aí sim!! Traz o Tri Completo da Libertadores de 2011...aí sim na minha opinião o Status do Roth muda. Mas parece que a Midia tá mais feliz por ele do que racional e assim pintam ele desse jeito. Como dizem por aí..Humildade..humildade...humildade.

Falando em "Os melhores tecnicos" veja como estão o Vanderlei Luxemburgo e Felipão. Luxemburgo e seus ternos estão levando o Galo de volta a Segundona...e quanto será que tão gastando nele? Será que no Curso de Tecnico que o Luxa organiza ele ensina isso? Sei lá, raramente um tecnico faz um time podre campeão...mas muitas vezes enterram baita times.

Quero ver um tecnico levar o Prudente a ser campeão Brasileiro...aí sim pode se dizer que esse tecnico é diferenciado. Veja o Andrade, campeão de 2009, tava desempregado até ontem, literalmente chorando na TV pedido trabalho. Que mensagem que isso passa? Que o Flamengo foi Campeão MESMO COM Andrade e por isso ninguem quer ele? Ou que ser tecnico é tão facil que até um Andrade leva um titulo?

Só acho estranho, ou o trabalho de tecnico tem valor ou não tem. Roth é elevado a Status de gênio na midia depois de ganhar 3 e perder 1 na Libertadores e Andrade Campeão Brasileiro em 38 rodadas fica desempregado 6 meses. E logo mais o Luxemburgo vai fazer uns 700 Mil por mes num outro clube qualquer depois de colocar o Galo na segundona.



domingo, setembro 19, 2010

Sufoco e 3 Pontos

Esse foi um jogo que a gente da graças a deus que ele acaba e com vitória. O Vasco jogou com muita vontade mas não o suficiente pra fazer um gol e o Inter levou pressão o jogo todo. Deixo a para os Experts de tatica do BV para explicar isso. Quem sabe foi cansaço? Ou exagerada vontade do Vasco? Ou os Mil erros de passes e perda de bola no meio campo?

No fim ganhamos com um gol do EDU (já fazia tempo hein!), mais 3 pontos e subindo na tabela. Duas vitórias seguidas já é um bom começo. Legal tambem que a invencibilidade do PC Gusmão acabou em 21 jogos, dois a menos do Enio Andrade com o Inter em 79, no Tri Invicto.

Mais depois, comentem aí.

PS:

- Me preocupa Wilson Mathias. Me parece inseguro demais. Será que o FC sabe algo que nos não sabemos?
- Alguem sabe se Everton já fez um gol no Inter?
- Renan continua melhorando.

PSS: Proximo jogo é o Atletico PR lá. um jogo que costumamos ganhar. Depois o Corinthians em casa. Jogo pra madar os Gamba pro inferno. Dá pra ganhar as proximas duas!

Aviso

Estou fuçando no code do Blog para tentar fazer lo o mais eficiente possivel e para que funcione legal em todos os Browsers, por isso voce vera o visual do Blog meio estranho nas proximas horas.

UPDATE

Fiz um update do Blog do Blogger Classico para o Blogger novo que na verdade ja existe a 3 ou 4 anos. Assim agora o blog ta com code novo e deve estar funcionando perfeitamente no IE ou qualquer outro browser. To ajustando as coisas ao pouco para que o visual fique o mais perto possivel do que era antes e tambem to adicionando algumas utilidades boas na coluna direito. A ferramenta de pesquisa do Blog funciona muito bem, experimente.

sábado, setembro 18, 2010

Egos

Lá em 21 de Abril quando o Santos começou a golear e fazer dancinhos em jogos do Paulistão eu já sabia que essa alegria não ia durar. A imaturidade é demais e era questão de tempo. Escrivi o seguinte:

"EGOS. Quanto tempo antes do Egos começarem a colidir na Vila Belmiro? O sucesso do Santos em parte se dá a aparente amizade e confraternidade entre os jogadores. Os caras entram em campo pra golear mesmo. Pra fazer espetaculo, jogar FUTEBOL. No momento todas essas "planetas" estão alinhadas para o Santos...mas a pergunta é quanto tempo antes que os conflitos, ciumes, egos atrapalhe tudo? A contratação do Robinho foi a chave, pois a gurizada ta tudo no trenzinho do Robinho com Neymar de condutor. Triste pra eles que não estão na Libertadores. Bom pra nós que quem sabe eles humilham o Grêmio. Ms não sei se no Brasileirão o Santos terá tanto sucesso."

Obviamente o Neymar que tem só 18 anos tem um Ego maior que o Pelé. Alguem tem que dar um tapa na orelha do guri. E pelo jeito hoje o Santos afastou ele por 1 jogo. A fama e dinheiro subiu rapidamente a cabeça dele. Imagina se for pra Europa onde ganhara milhões de Euros por ano.

Que as guerras de Egos no Inter fiquem longe até o fim do ano!

sexta-feira, setembro 17, 2010

Rumo a Abu Dhabi


A dois dias comprei ingressos para os dois jogos do Inter (Setor G5 e 28). Pelo preço barato dos jogos sou capaz de dia 15 ir lá ver a Inter de Milão jogar tambem.

Depois de estudar varias possibilidades achei um Voo ideal num otimo preço. Saíndo do Aeroporto de Newark, assim como em 2006 minha viagem até Abu Dhabi levará um pouco mais de 15 horas com uma conecção em Amsterdam na Holanda. Ida e volta US$876, mais $40 por um seguro de viagem que na hora H decidi incluir. Nada mal considerando que a maioria dos Voos passava dos mil dollars. Usei Travelocity.com para comprar a passagem.

Depois da passagem tive que começar a pensar a serio sobre um possivel Hotel. Eu tava pronto pra reservar um hotel a US$107 por noite quando saiu a noticia que o Inter havia escolhido o Beach Rotana Hotel, um hotel de Luxo. Em principio pensei que esse hotel seria caro demais, mas mesmo assim decidi dar uma pesquisada no Expedia e no Travelocity e o que que eu descubro? Descobri que em Abu Dhabi os Hoteis tem preços elevados entre Domingo e Quarta, mas entre Quinta e Sabado os preços baixam bastante. Porque eu não sei, mas estava ali na tela. Beach Rotana Quinta, Sexta e Sabado US$139 por noite. Nada mal! Pra quem ia pagar $107...$32 a mais valeria a pena, não só porque será o hotel do Inter mas tambem porque todos os reviews que li do Hotel são otimos.

O problema é que de Domingo a Quarta o mesmo quarto do mesmo hotel passa de $139 pra $303 dollars! Quatro noites a $303 é uma baita diferença de quatro noites a cento e pouco. E aí fiquei na duvida do que fazer nesses 4 dias.

Pra garantir reservei logo algumas noites no Beach Rotana a $139 e agora resta ver onde ficar nas outras 4 noites. Talvez eu fique no outro hotel da qual eu tava pesquisando a $107...em 4 noites seria cerca de $800 a menos que no B.R.

Assim pelos meus calculos entre passagem e hotel, minha viagem a Abu Dhabi deve custar US$2000 por 9 Noites isso claro sem contar comida, taxis etc...Se um amigo for comigo e dividir o quarto meu custo caíra pra cerca de US$1450. Nada mal!! Se eu ficasse num hotel mais barato talvez poderia poupar mais uns 300-400 mas acho que se vou até lá gostaria de ficar num hotel legal e vale a pena gastar esse dinheiro a mais pra ficar no segundo melhor hotel de Abu Dhabi (só atras do Luxuoso Emirates Palace segundo um livro que tenho).

Então é isso, por pelo menos 5 noites estarei hospedado no mesmo hotel do Inter. Tomara que tudo dê certo. Um BiMundial seria demais!

Se você vai, conta aí os detalhes e se ficará em Dubai ou Abu Dhabi.

quinta-feira, setembro 16, 2010

O PODEROSO CHEFÃO

"Just when I thought I was out...they pull me back in"

Não sei como é essa linha em Português no filme, mas essa frase do filme The Godfather, O Poderoso Chefão, resume o Inter no Brasileirão. Quando tu pensa que pode esquecer os caras fazem tu sonhar novamente.

Hoje o time ta guerreiro. Tocou muito bem a bola. Ah se a gente não perdesse pontos bobos em casa pra Goias e Atletico Goianense! É assim todos os anos...

Quem sabe essa vitoria (até agora 19 minutos, 2 Tempo) não seja um sinal de coisas boas a vir no Campeonato? Não adianta nunca vou Não querer ganhar o Brasileirão!

Inter 3 a 1 no San Pablo no Morumbi. Os caras em SP já devem tá de saco cheio de nos! kkkk

Deixe sua opinião.

PS: Falando em Poderoso Chefão, recomendo essa entrevista de hoje com o FC. Muito bom, perguntas diferentes e não o mesmo bla bla bla que se escuta tantas vezes em entrevistas.



PSS: Já to com tudo certo pra Abu Dhabi, passagem, hotel, ingressos. Amanhã conto os detalhes.

No Brasileirão é outra coisa

Qual Inter São Paulo veremos hoje? Um de Brasileirão ou um de Libertadores?

Infelizmente pra nos Inter e São Paulo no Brasileirão é quase semore bem differente do que o confronto na Libertadores. É um topico que vem sendo tocado ultimamente no Blog. Na competição Sulamericana o Inter é o matador. Contra o São Paulo a gente ou ganha com autoridade ou emapta ou perde com o regulamento no bolso e nos classificamos ou nos sagramos campeões. Sempre estou confiante em Inter São Paulo na Libertadores.

Já no Brasileirão parece que aquele espirito copeiro desaparece. Esse ano já perdemos em casa para eles. Ano passado empatamos em casa e perdemos lá em SP. Em 2008 tomamos 3 em SP (mas ganhamos em casa). Em 2007 perdemos as duas e em 2006 perdemos de 2 em SP.

Ou seja desde 2006 no Brasileirão são 2 vitorias do Inter, 1 empate e 6 derrotas. Enquanto na Libertadores são 2 Vitórias (uma fora) e um empate e derrota com sabor de vitória.

Como temos debatido aqui, pode ser falta de motivação, foco em outra competição etc etc etc ... mas que é chato e triste é. Chego até a estar pre-programado a esperar pontos perdidos do Inter contra o São Paulo no Brasileirão!!

Espero que isso mude a partir de hoje. Infelizmente já perdi eseranças no tão sonhado Tetra e uma derrota hoje só confirmaria de vez o fim.

PS:

Alguem tem problema em carregar o BV, em particular com Internet Explorer? No meu IE sempre dá erro. Me avisem aí para eu ver qual o problema. Valeu.

quarta-feira, setembro 15, 2010

O campeonato brasileiro que eu ainda não vi

Eu nasci tricampeão brasileiro. Mais precisamente em outubro do ano de 1983. Apressado, nasci precoce de recém feitos oito meses.

Talvez fosse a ânsia em ver aquele clube do povo se tornar tetra, penta, hexa campeão brasileiro. Mal sabia eu, que algumas semanas depois o coirmão se sagraria campeão mundial interclubes. De uma família de 7 irmãos, apenas a minha mãe era colorada. E esta casou com meu colorado pai. Eu não sei como me tornei colorado. Também ninguém se lembra e é capaz de me dizer.

A verdade é que eu acho que já nasci rubro.

Minha memória mais antiga no que tange ao Inter remonta ao ano de 1989. Me recordo vividamente de estar acompanhado de meu pai, sentados em cadeiras de palha ao ar livre, ele tomando chimarrão e ambos mirando a televisão na sala dos meus avós. Ninguém com 6 anos assiste uma partida de futebol e se lembra dos detalhes, presta atenção nos 90 minutos, recorda lances e pormenores.

Crianças não assistem futebol do jeito que um adolescente ou adulto vê. Mas me lembro muito, mas muito bem de meu pai socando a mesinha de sala ao ar livre após sair um gol colorado. E é claro, está impressa na minha retina a carreta fantástica que tomaram as ruas da pacata cidade de Casca (interior do RS, 8 mil habitantes) após o jogo.

Aquelas camisas vermelhas da Coca-Cola, as bandeiras tremulando, os gritos, o êxtase. Naquele momento eu já era colorado fanático, mesmo sem nem entender nem compreender a dimensão do que acabara de acontecer.

Não recordo de assistir a “trágica” final contra o Bahia, e minha memória seguinte é o Inter carimbando a “faixa” do futuro campeão brasileiro Corinthians (retumbantes 3 a 0, no findo ano de 1990). Recordo que essa vitória foi decisiva para afastar de vez o fantasma do rebaixamento.

Não sei porque, afinal memórias, ainda mais de longa época são de alguma forma aquelas que nos marcaram de alguma forma, ainda vejo claramente o Lauro Quadros dizendo no dia seguinte no Jornal do Almoço que o Inter tinha desenterrado um sapo morto no Beira-Rio e afugentado de vez fantasmas do passado.

Em 1992, talvez o ano que realmente comecei a acompanhar o clube de forma mais consciente, o título da Copa do Brasil. Marquinhos, Gérson, Maurício, e o belíssimo gol de Caíco na final nos remetiam ao topo do futebol nacional. E dê-lhe carreata e orgulho de ser colorado. E como todo bom enredo que se preze, há de haver drama, suspense e tragédia.

E drama, meus amigos, foi o que não faltou nos anos seguintes.

Times medíocres, clube falido e refém de empresários oportunistas. Para colocar ainda mais a prova a fidelidade e a paixão ao colorado, o rival empilhava títulos. Forjava jogadores de brio, de entrega e talento. Enquanto isso, éramos relegados ao papel de coadjuvantes no cenário nacional.

Em 1995, com permissão dos meus colorados pais, faltei aula devido a inadiável e importantíssima missão de secar o coirmão contra o Ajax. Naquela gélida manhã, no outro lado do mundo, estava a imbatível camisa vermelha e branca, cores pelas quais eu nutria a maior paixão do mundo. Mas infelizmente não era o Internacional querido quem as trajava.

Sofredor, torcedor melancia, inter-regional. A gozação era grande, foram anos terríveis. E também foram muitos anos.

Mas nós éramos a resistência.

Vi Vasco, Cruzeiro, São Paulo serem campeões da Libertadores. E nunca esquecerei de ver Felipão levantando a taça pelo Palmeiras. As imagens de festa e celebração me machucaram demais. Não sei explicar porquê. Envolvo em lágrimas, me perguntei se um dia voltaríamos a ser protagonistas novamente. As dúvidas eram óbvias.

Será que um dia iríamos ganhar uma libertadores?

Teríamos o prazer de ir ao Japão enfrentar um Manchester United da vida? Voltaríamos à elite do futebol nacional, continental, e quiçá mundial? Hoje as minhas perguntas são um pouco diferentes.

Voltaremos a ser campeões brasileiros?

Pintaremos o Brasil de vermelho e entoaremos “Tetra Campeão” de norte a sul? Serei capaz de sentir na pele o gosto que a minha geração em diante ainda não teve? Anotem aí meus amigos.

Assim como foi com a Libertadores, tudo acontece na hora certa.

Talvez leve mais alguns anos. Talvez aconteça apenas depois de conquistarmos novamente o mundo. Ou de batermos na trave mais inúmeras vezes. Se você está triste assim como eu por provavelmente não ser 2010 o ano em que seremos campeões brasileiros, reconforte-se.

Pois tenho certeza que, depois de tanta espera, tanto desejo e tanta renúncia, quando acontecer, o sabor vai ser muito especial.

terça-feira, setembro 14, 2010

Torneio Extra

O calendário do futebol porto-alegrense, no início da década de 1940, tinha muitas datas de sobra. Tirando as partidas do campeonato municipal, e as do campeonato gaúcho, para quem havia vencido o municipal, sobravam inúmeros amistosos, que nem sempre atraiam público.

Em 1943 a FRGD decidiu organizar outras competições. Começou a temporada com o Torneio Triangular, reunindo os três primeiros colocados do Municipal de 1942 (Internacional, Grêmio e Cruzeiro). A seguir, foi disputado o Campeonato de Honra, que seria o primeiro Torneio Extra. Era um campeonato de pontos corridos, em turno único.

Após dois anos sem ser realizado, o torneio voltou em 1946, já com o nome de Torneio Extra. A competição foi disputada sem interrupção até 1952. No ano seguinte, não foi disputada, voltando em 1954. Mas nesta temporada o campeonato municipal tornou-se metropolitano, com a incorporação das equipes de Caxias do Sul. Com um calendário mais extenso, o Torneio Extra deixou de ser necessário e foi extinto.

Nesta competição, para variar, o Colorado fez história, tornando-se seu maior vencedor.

Lista de Campeões
1943 Cruzeiro
1944 não houve
1945 não houve
1946 Internacional
1947 Renner
1948 Grêmio
1949 Grêmio
1950 Internacional
1951 Renner
1952 Internacional
1953 não houve
1954 Internacional

Participações coloradas:
1943
5x2 Nacional
0x2 Cruzeiro
2x0 Força e Luz
6x0 São José
3x3 Grêmio
Classificação: vice-campeão

1946
2x4 Cruzeiro
4x3 Renner
4x2 Força e Luz
3x2 Nacional
4x2 São José
1x0 Grêmio
Classificação: campeão

1947
5x4 Renner
4x3 São José
4x0 Grêmio
0x1 Cruzeiro
3x0 Nacional
5x1 Força e Luz
1x2 Renner *
Classificação: vice-campeão
* Partida-extra, pois os dois clubes terminaram a competição com a mesma pontuação.

1948
1x2 Cruzeiro
1x1 Coríntians
3x2 São José
7x0 Nacional
0x0 Grêmio
Classificação: 3º lugar

1949
3x1 Coríntians
3x2 Cruzeiro
2x2 Renner
0x1 São José
3x1 Nacional
2x2 Grêmio
Classificação: vice-campeão

1950
1x1 Grêmio
3x1 Coríntians
2x0 Cruzeiro
5x2 São José
2x1 Nacional
3x1 Renner
1x0 Grêmio *
Classificação: campeão
* Partida-extra, pois os dois clubes terminaram a competição com a mesma pontuação.

1951
5x0 Nacional
3x0 Coríntians
5x0 Cruzeiro
2x2 Renner
4x0 São José
0x0 Grêmio
Classificação: vice-campeão

1952
3x0 Cruzeiro
4x2 Coríntians
2x0 Renner
1x1 Grêmio
3x1 Nacional
Classificação: campeão

1954
1ª Fase
2x0 Força e Luz
1x3 Renner
7x2 Flamengo
4x4 Nacional
Fase Final
0x1 Nacional
7x0 Floriano
3x1 Grêmio
Supercampeonato
1x0 Nacional
4x0 Grêmio
Classificação: campeão

OBS: O Torneio de 1954 foi o maior, e mais emocionante. Na 1ª fase, as dez equipes foram divididas em dois grupos (Vermelho e Azul), passando duas de cada grupo para o Quadrangular Final. Neste quadrangular, houve um tríplice empate entre Internacional, Grêmio e Nacional, o que exigiu a realização de um supercampeonato.

Bolivar saíndo?

E lá vem os rumores de vendas. Dessa vez nada menos que o Capitão do time. Pior, iria para o Al Wahda que vai estar no mundial e time do Magrão e Fernando Baiano (esse ainda joga?!).

Será que o cara não ganha o suficiente pra querer ficar no Inter e disputar o Mundial num time que tem chances de ganhar e assim entrar pra historia?

Futebol da Arabia é para onde jogadores alem de ganhar petro dolares vão para enterrar sua carreira, pergunte ao Rafael Sobis.

Se for tudo bem, Bolivar não é o melhor zagueiro do Mundo é só achar outro competente por aí (se bem que isso será muito dificil). Só não acho que um dispensado pelo Gremio seja a resposta. E perder o Capitão a essa altura não é uma boa para o Mundial com certeza!

Veremos se é apanas mais papo furado da imprensa ou não.

PS: TOPICO FIXO NESSE LINK para Debater/planejar a viagem a Abu Dhabi em Dezembro

A Torcida Faz Diferença?

Acho que já está bem estabelecido que uma torcida, lotando um estádio, cantando, apoiando e tambem colocando pressão no adversário, ajuda o time de casa. Não garante vitória é claro mas ajuda bastante. As vezes um estadio lotado pode fazer aquela pequena ou grande diferença a mais. Dar aquela motivação extra pra fazer nosso jogador jogar um pouquinho mais, quem sabe correr mais, quem sabe sentir urgência um pouco mais.

Então pergunto: Suponhamos que em vez dos meros 8 mil que estiveram no estádio para ver Inter e Goias tivessimos, 35...40...45 Mil, bom vamos logo ao extremo, imagina que tivessimos 56 Mil no estádio para esse jogo.

A pergunta é a seguinte. Será que esse estádio lotado como no jogo contra o Chivas a torcida não teria feito a diferença e teriamos ganho do Goias?

A torcida não é uma imagem no espelho do time e vice versa? Torcida desmotivada, Time desmotivado? Não seria um ciclo vicioso?

Depois de pensar um pouco sobre isso venho a conclusão que a FALTA DE TORCIDA no Beira Rio é cumplice no empate tanto quanto a falta de capacidade do time fazer um gol contra o lanterna do Campeonato. O time até tentou e a torcida que foi tambem tentou. Mas esses 2 pontos podem ficar na conta dos 20 ou 30 mil Colorados que decidiram não ir lá apoiar.

Torcida que só aparece em fase importante de algum campeonato anda de mãos dadas com time que só aparece em fase importante de campeonato. E Vice versa.

Comprei Ingressos para Mundial!

Acabo de descobrir atraves do Forum do Blog Vermelho que a FIFA acaba de colocar a venda os ingressos do Mundial!! Todos os dias eu entrava no Site da Fifa mas hoje não tinha ainda. Valeu a galera do forum que postou lá que os ingressos estavam a venda!

E que barbada os preços comparado com 2006! Comprei ingressos para os 2 jogos no meio campo perto do gramado por TOTAL cerca de US$80! No Japão eu paguei o dobro disso só pra final e era o ingresso mais barato em 2006! Dessa vez comprei o mais caro e saiu menos da metade.

Essa venda é só pra quem tem cartão VISA, que ainda bem eu tenho! Não tinha até ano passado! Sempre tive Mastercard até então. Peguei um na hora certa.

Estarei localizado no seguinte setor:

Jogo 1 : Setor N5 (meio campo inferior) Row W Seat 9
Final: Setor 28 (meio campo inferior) Row N Seat 18

Agora posso pesquisar a serio Vôo e Hotel algo que já comecei a fazer mais queria primeiro ter os ingressos na mão. Planejo ficar em ABU DHABI e não Dubai como muitas agencias de turismo estão sugerindo aos Colorados. Prefiro ficar perto dos Estadios e do Inter e em outros dias ir a Dubai que so fica uma horinha e pouco de distância.

Alguem aqui vai??

PS: Minha previsão é que eu meus custos vão ser mais ou menos METADE do custo dos Colorados saíndo do Brasil. Eu consigo Voo e Hotel bom por cerca de US$2000 saindo dos EUA, até por uns $400 menos se eu ficasse num hotel mais modesto mas to de olho num hotel em Abu Dhabi perto do Estadio da Final. Depois claro tem custos diarios de comida, transporte (talvez alugue um carro) e coisas assim.

PSS: Se der tudo certo, voltarei com o Soy Loco Por Ti Mundo 2 "In the Can" e quem sentar nesses setores dos estadios estarão no filme! Pra lembrar 2006.....



segunda-feira, setembro 13, 2010

Canseira

Sempre que eu tenho um trabalho extenso pra executar, que me consome horas e dias, termino (como é de se esperar) exausta no fim da jornada. E mesmo depois daquela merecida e desfrutada noite de sono, continuo cansada. Permaneço em marcha lenta por um determinado período. É como se meu corpo executasse todos os comandos funcionais no piloto automático: acordar, escovar os dentes, tirar pijama, vestir uma roupa, tomar café, ir para o escritório e assim por diante.

O problema é quando sento em frente ao computador, ou com papel e lápis na mão, tendo que criar, resolver algum espaço. Essa manobra não vai no reflexo. Por mais que tantos traços marcados no papel, imaginados no monitor, tenham sido repetidamente executados, não consigo impor raciocínio nas tarefas mais simples.

Então já sei que, após qualquer exaustivo processo, entrarei num período onde posso ser flagrada estática, em frente ao computador, olhando pra tela. Sinto uma enorme preguiça que não me deixa inspirar. Também costumo terminar algumas jornadas diárias meio deprimida, pudera, tendo feito absolutamente nada que preste. E é lógico que eu não conto nada disso pra ninguém, de vergonha.
- Como foi teu dia, muito trabalho?
- Sim, sim. Bastante. (bastante coisa que eu deveria ter feito...)

Não sei exatamente quanto tempo isso dura, nem o que, e em que momento retomo o foco. Mas numa bela manhã qualquer, desperto com a corda toda. E tudo volta ao normal na rotina de uma capricorniana que sai do ar e volta mais tarde.

Ás vezes fica muito difícil manter concentração naquilo que mais queremos e apreciamos. Gosto muito da minha profissão, mas tem dias que não nasci pra ela. Talvez eu não tenha nascido pra ela todos os dias e estes são (ao contrário de apagões) lampejos de lucidez. Enfim... Concluí que nestes momentos fico distante do que sempre fui (ou me enganei, hehe) porque estive afundada num determinado objetivo. Não tem jeito, pra voltar é necessário desintoxicar-se de seus anseios.

O Inter está cansado de si mesmo, de ter respirado Libertadores, de ter depositado no sono todos os sonhos da taça. Não sei qual procedimento deve ser utilizado para renovar o espírito competitivo. Não sei o que faço comigo, até porque não faço nada – no máximo choro. Mas sei o que fazia Van Gogh.

Muitos pintores olham fixamente para um quadro totalmente preto, após horas de trabalho. Pois a diversidade das cores vicia os olhos, que tendem a confundir tonalidades.
O preto absoluto zera no cérebro a mistura de registros multicolor, resgatando a capacidade de distinguir, identificar cores e tons.

Cada jogador colorado precisa do seu “quadro preto absoluto”, mas isso até quarta-feira, quando toca novamente o despertador e... Vida que segue.


domingo, setembro 12, 2010

DEPRIMENTE!!

Todo ano se repete a mesma coisa, perdemos o Brasileirão para nos mesmos perdendo pontos faceis em casa contra time morto. Hoje um 0 a 0 patetico com Damião perdendo mais um gol na cara do gol. Nem o retorno do Dale adiantou. Muitos achavam que era a falta dele a ultima derrota, mas como explicar um empate contra o Goias com o Dale e todos os titulares em campo menos Sobis.

Todos os nomes estavam ali...Tinga, Dale, Guina, Damião, Marquinhos, Kleber, Andrezinho ... e ninguem resolveu. Ninguem fez nada. Nem a estreia do tal Sasha resultou em alguma coisa.

Me desculpa mas empatar em casa contra um time que ja perdeu 12 vezes no Brasileirão é uma pura vergonha. Triste. Deprimente. Vergonhoso. Agora resta 17 amistosos para preparação ao mundial. É como escrevi outro dia, o DDA ataca novamente.

Resultados Favoraveis

O Corinthians e Fluminense perderam hoje, otimos resultados para o Colorado. Amanhã temos uma grande chance de dar um bom pulo pra frente e recuperar um pouco o back da ultima rodada.

Uma coisa que eu gostaria de ver no Brasileirão são maiores sequências de jogos em casa e depois fora. Tipo 3 jogos em casa consecutivos e depois um tempo fora em vez dessa de 1 rodada em casa 1 fora. Fica dificil embalar com esse vai e vem e acredito que ficaria mais interesante com essas sequências.

Amanhã tem que ser vitória sem desculpas. Vamos ver se a volta do D'Alessandro faz uma diferença. Se bem que o adversario é o Goias então a missão não deve ser lá tão complicado.

sábado, setembro 11, 2010

A pior lista de todos os tempos

Esse post não é relacionado a futebol (to com pouco a falar sobre futebol no momento). Acabo de perder tempo vendo no canal VH1 cinco horas da contagem dos "100 Melhores artsitas de todos os tempos". Eu já sabia que Rankings seja no Futebol ou em qualquer outra coisa é questão de opinião, mas essa lista é ridicula! Supostamente o VH1 entrevistou 200 artistas e assim fizeram a lista.

A lista me parece ser mais "modinha" do que qualquer outra coisa. Em 1998 eles fizeram a mesma lista e Michael Jackson na epoca ficou em 40 lugar...dessa vez ficou em 2. O que exatamente ele lançou desde 98? Mas MJ eu até concordo, pior é o resto (justin timberlake! Alicia keys! Tupak Shakur! Notorious BIG! etc...) Cheio de artistas Hip Hop e cantoras R&B quando talvez 2 ou 3 bastava (Mariah Carey, Whitney Houston, Mary J Blige...qual a diferença?)

Pior foi a ausência de muita gente. Cade Eric Clapton (alem de no Cream)? BB King? Frank Sinatra? The Eagles? Stevie Ray Vaughn? Rush...e muitos outros. Nem vamos falar no fato que a lista não contem artistas de outras linguas que não seja Inglesa. Acredito se a lista fosse Internacional Tom Jobim e João Gilberto poderiam representar o Brasil, quem sabe Caetano tambem que eu consider um gênio Musical.

Conferem a lista terrivel lista do VH1. A unica coisa certa que fizeram foi manter Os Beatles no #1, mas por pouco não deram ao Michael Jackson. O que vocês acham?

100 Alicia Keys
99 Hall & Oates
98 Depeche Mode
97 Pretenders
96 Journey
95 OutKast
94 Mariah Carey
93 Pearl Jam
92 LL Cool J
91 Green Day
90 Elvis Costello
89 Beastie Boys
88 Bee Gees
87 George Michael
86 N.W.A.
85 The Band
84 Curtis Mayfield
83 Earth, Wind and Fire
82 Steely Dan
81 ABBA
80 Mary J. Blige
79 Eminem
78 Judas Priest
77 Lynyrd Skynyrd
76 Run-D.M.C.
75 Rush
74 The Cure
73 Van Morrison
72 Janis Joplin
71 R.E.M.
70 Def Leppard
69 Tupac Shakur
68 Otis Redding
67 Coldplay
66 Justin Timberlake
65 The Doors
64 Talking Heads
63 Notorious B.I.G.
62 Genesis
61 Cream
60 Whitney Houston
59 Tom Petty & The Heartbreakers
58 Cheap Trick
57 Iggy & The Stooges
56 KISS
55 Peter Gabriel
54 Public Enemy
53 Little Richard
52 Beyoncé
51 Billy Joel
50 Sade
49 Parliament-Funkadelic
48 Rage Against The Machine
47 Jay-Z
46 Ramones
45 Al Green
44 Joni Mitchell
43 Ray Charles
42 Metallica
41 Van Halen
40 The Police
39 The Kinks
38 Sly & The Family Stone
37 Fleetwood Mac
36 Paul McCartney
35 Johnny Cash
34 Tina Turner
33 Guns N’ Roses
32 Black Sabbath
31 John Lennon
30 Aerosmith
29 Radiohead
28 Elton John
27 Aretha Franklin
26 Neil Young
25 Chuck Berry
24 The Velvet Underground
23 AC/DC
22 The Clash
21 Bruce Springsteen
20 Marvin Gaye
19 U2
18 Pink Floyd
17 Queen
16 Madonna
15 The Beach Boys
14 Nirvana
13 The Who
12 David Bowie
11 Bob Marley
10 Stevie Wonder
09 James Brown
08 Elvis Presley
07 Prince
06 Jimi Hendrix
05 Rolling Stones
04 Led Zeppelin
03 Bob Dylan
02 Michael Jackson
01 The Beatles

15 de Setembro de 1979

Visitando o passado do Blog Vermelho
TOPICO ORIGINAL DE 14 de Setembro de 2009


Amanhã faz 30 anos de uma data importante pra mim. Sem os acontecimentos desse dia, eu mal saberia da existencia do Inter, eu não teria visto o TriCampeonato, não teria a minima ideia de quem era Falcão e por consequencia o Blog Vermelho não viria um dia a existir. Nesse dia eu tinha apenas 12 anos de idade e embarcava numa viagem que deixaria uma marca na minha vida pra sempre.

Em 1968 eu tinha apenas 1 ano de idade quando meu Pai seguindo conselho de um de seus irmãos fez as malas e decidiu tentar uma vida nova num País distante. Ele fez os documentos e veio sozinho, se encontrou com seu irmão e já no primeiro dia já tava trabalhando numa fabrica. Trabalho tinha bastante pra quem queria e assim pessoas de todos os cantos do mundo chegavam aos milhares diariamente nos aeroportos e portos do País, inclusive muitos Brasileiros.

O plano dele era juntar um dinheiro e montar um apartamento e aí chamar a familia que era minha Mãe, minha irmã de 4 anos e eu com 1. Passou alguns poucos meses e logo ele tinha já uma apartamento alugado, moveis, carro e dinheiro pra nossas passagens. Logo estavamos chegando no Aeroporto de Kennedy pela primeira vez (veja a foto). Eu com 1 ano não tinha a minima ideia do que se passava ou onde eu estava.

Meu Pai (de costas) me segurando na nossa chegada nos EUA em 68. Minha mãe de amarelo e minha irmã (meio coberta) ao seu lado. Na epoca o pessoal se vestia bem pra viajar!

Assim começou minha vida. Minha memorias começam só apartir de lá por 71 ou 72. Quando vi tava morando no Oitavo andar de um predio em Newark, New Jersey indo a escola bem no outro lado da rua (a partir de 1973), brincando na neve nos invernos frios e passando o que parecia eternamente longos dias de verão brincando na rua com meus amigos. Quando era hora de jantar meu Pai ou Mãe me chamava da janela do Oitavo andar.

Não consigo me lembrar qual lingua aprendi a falar primeiro. Acho que não foi uma nem a outro. Quando você é criança pequena você tem capacidade de aprender varias linguas ao mesmo tempo sem o menor problema. Eu aprendi ingles vendo TV e Portugues em casa. (Se voce tem criança de 1 ano so toca DVD em Ingles ou outra lingua que ele(a) aprenderá a lingua cedo e poupara muita grana e trabalho depois, é garantido, portugues ele aprendera em casa) O cerebro de uma criança é uma esponja pois absorve tudo! Até minha irmã que chegou nos EUA com já 4 anos e já falava Portugues não teve nenhuma dificuldade pra aprender Ingles. Inclusive ela so morou nos EUA até os 14 anos de idade, mas se tu falar com ela hoje o Ingles dela é absolutamente perfeito sem o minimo sotaque. É como se ela vivesse aqui toda vida. Mas na realidade ela saiu daqui com 14 e nunca mais voltou, so visitando pela primeira vez esse ano. No meu caso não ouve nada de "isso é Ingles...isso é Portugues" era tudo uma coisa só para mim.

Os anos foram passando e o Brasil pra mim era apenas um lugar distante da qual meus Pais sempre falavam e juravam que um dia iam voltar. Era assim com todos os imigrantes. Chegavam aqui e a primeira coisa que pensavam era "Quando vou voltar ao meu País?" Acho que com meu Pai era uma obsessão. Ele tinha irmão aqui, amigos a familia mas sempre falava desse tal de Brasil e que ia voltar. Eu ficava torcendo que isso era só conversa fiada.

Pra mim não existia essas memorias de Brasil, eu nunca havia morado lá. Eu nunca nem tinha ido ao Brasil com idade suficiente pra ter memoria (em 77 finalmente fui visitar ja um pouco mais velho e lembro bem dessa viagem). Não conhecia ninguem, era um lugar distante de tudo e todos que eu conhecia. Efetivamente meu País sempre tinha sido os EUA e a mera coincidencia de onde eu nasci não fazia a minima diferença. Um pessoa pode nascer até num avião sob o mar Atlantico mas isso não faz dele um cidadão da TAM!


Bem ao lado do meu predio tava essa pracinha onde jogava baseball todos os dias no verão.

Pra mim Brasil era resumido em algumas pequenas coisas:
- Meu Pai escutando futebol (do Inter) com umas narraçoes absurdamente rapidas numa radio ondas curtas cheio de interferencia da janela do oitavo andar.
- Uma ou outra musica Brasileira que era tocada 1000 vezes por ser um dos poucos discos que alguem tinha do Brasil na epoca. Acho que to marcado emocionalmente até hoje por escutar "Ovo de Codorna" 10 mil vezes na minha infancia!! kkkk
- Uma capa de disco do Roberto Carlos dentro de um helecoptero!
- Pastel e Guaraná.
- E o lugar de onde meus Pais moraram toda sua vida e viviam falando.

O Brasil se resumia praticamente nisso. Mas em 1977 fui com minha mãe a Porto Alegre e passei umas semanas na casa de minha tia no Bairro Teresopolis. Já com 10 anos dava pra absorver muita coisa. Porto Alegre comparado com onde eu morava aqui era aparentemente um sossego, especialmente lá no morro de Teresopolis. (Lembro que dava pra ver o Chiqueiro lá de cima). Foi umas otimas semanas. Deu pra sentir que o povo Brasileiro era um pouco differente do povo que morava nos EUA. Aqui nos EUA quase todo mundo (ao menos no meu mundinho) era de um canto ou outro do mundo, era um Clash de culturas que criava até uma certa frieza entre o povo. Cada um ficando na sua.

Enquanto no Brasil todo mundo tava na "mesma pagina" no senso de cultura o que criava um ambiente mais solto. Um exemplo basico: Motorista de Taxi. Aqui nos EUA o motorista fica quieto, não fala uma palavra enquanto no Brasil tu nem sentou ainda e o cara ta batendo altos papos contigo. Incrivelmente pra mim com 10 anos o Brasil me parecia um País em paz com si onde os EUA era uma panela de pressão. Isso se deve em muito por causa de onde eu morava nos EUA, um lugar urbano, com muitas culturas, raças etc... No surburbio Americano com certeza a coisa era bem mais calmo e differente do que eu vivia na cidade.

Mesmo assim depois da agradavel experiencia de 77 em Porto Alegre eu não tinha o minimo interesse de morar no Brasil. Meu Pai e Mãe continuavam fazendo planos para um retorno em definitivo e eu torcendo pra que nada acontesese. Minha vida era escola de manha e inicio de tarde e o resto do dia dependendo da epoca do ano jogar Baseball na rua na primavera e verão e no autono e inverno jogar Football Americano com os amigos. O mero pensamento de ir ao Brasil e nunca mais ver Baseball ou Football Americano era o suficiente para me deixar louco. Meus amiguinhos aqui vinham de tudo que é canto do mundo. Meus melhores amigos eram do Brasil, do Uruguay, da India, da China e dos EUA e um ou outro de outros lugares.


Lá por 1977-8 eu (com o cabelão) com um amigo de infancia na frente do predio onde eu morava

Aí em 78 minha irmã teminou o primeiro grau e meus pais não queriam que ela fosse ao segundo grau aqui porque o High School local que ela teria que ir era meio boca brabo, era 1978: Disco, drogas, Son of Sam etc...até eu com 11 anos notava que a barra tava pesada na epoca. Meus pais decidiram que seriam bem melhor mandar minha irmã ao Brasil pra morar com minha tia e começar o segundo grau no Brasil até eles voltarem em definitivo....comigo. E lá se foi minha irmã pra viver seus "Dancing Days" com as primas em Porto Alegre.

Agora não tinha volta tudo indicava que meu destino era o Brasil. Minha Mãe começava a me ensinar a escrever algumas coisas em portugues (to aprendendo até hoje). Ouvir e falar é uma coisa, escrever era outra. Nunca tinha escrito nada em portugues e lido muito pouco e em pouco tempo eu estaria na Setima Serie no Brasil. Ia ser Fueda! Esse era meu maior medo, a adaptação com a lingua e na escola onde tudo seria diferente. Assim no dia 15 de Setembro de 1979 de malas prontas e com muita tristeza entrei no carro e vi meus amigos brincando Football Americano na rua pela ultima vez enquanto meu carro começava a se deslocar para o Aeroporto. Lembro da viagem inteira como se fosse hoje, até a musica que tocava nos fones de ouvido do avião quando o Avião decolava era coincidentemente "I will Survive". Ao menos consegui convencer meus Pais a deixar eu trazer comigo meu Cachorro o "Gino" que tinha 1 ano de idade. Eu tinha achado ele ainda pequeno na rua enquanto jogava Baseball e levei pra casa. Não sei como consegui mas ele acabou ficando. Acho que depois disse "se vou ter que ir morar no Brasil o Gino vai ter que vir tambem!" Essa batalha eu ganhei!

E de um dia pro outro minha vida completamente mudou. Eu teria que me adapatar a um País novo, uma ligua nova, amigos novos, esportes novos, uma cultura um pouco diferente...tudo do zero.

O bom é que com 12 anos a gente não perde muito tempo pensando no passado e a gente começa a se adaptar rapidamente. Eu não tava no Brasil a 2 semanas quando alguem resolveu me levar a um jogo do Inter. Por decreto Familiar eu era Colorado, isso não era opção. Minha Vó (coloradaça!) que morava na Av. Pernambuco com a Av. Brasil (e onde eu fiquei os primeiros 6 meses) já logo começou o processo de me fazer um torcedor do Inter de verdade. Nem duas semanas depois de minha chegada dois amigos dela me levaram ao meu primeiro jogo no Beira Rio. Coincidentemente eu cheguei no Brasil na hora certa. 4 meses depois e eu teria perdido o TRI INVICTO, 4 meses antes eu teria visto o desastre do gauchão de 79. Mas eu cheguei em Setembro de 79, bem no inicio do Brasileirão!

O jogo foi entre o Inter e o Figuerense. O estadio estava virtualmente vazio. Era dia de chuva e toda plateia cabia debaixo da aqruibancada superior se protegendo da chuva. Do jogo em si eu não lembro muito, mas lembro que ganhamos de 1 a 0. Era um bom começo.


Fotos do gol do meu primeiro jogo no Beira Rio

Uma semana depois eu tava de volta ao Beira Rio para assistir meu primeiro Grenal. Pra mim era tudo novo. Eu não sabia nada do Bi Campeonato, nada dos herois colorados. Mas até chegar ao Grenal de 79 apenas 3 semanas depois da minha chegada ao Brasil, eu lembro que eu ja sabia a escalação do time! Em poucos dias eu tinha caído na magia colorada. E logo virou uma obsessão com radinho de pilha e tudo! Já no estadio eu lembro vividamente de ter falado, vamos ganhar hoje com gol do Jair aos 43. E não é que aos 43 do Segundo tempo, Falcão e Jair se preparam pra cobrar uma falta. Os dois correm a bola e Falcão toca na corrida ao Jair que de 3 dedos enche o pé e coloca no angulo do Manga (ja no Gremio...e explica porque Manga pra mim nunca foi heroi colorado...conheci ele só no Gremio, so fiquei sabendo que ele jogou no Inter depois de um tempo). Eu estava na aqruibanda atras do lance e vi perfeitamente a incrivel curva no chute de Jair. 1 a 0 e vitoria no Grenal.

A partir daí era Game Over pra mim. Estava viciado no Inter em menos de 3 semanas no Brasil e não tinha volta. E o timing foi perfeito, cheguei e vi o Inter ser Campeão Brasileiro invicto. Até o fim do Brasileirão eu já acompanhava todos os jogos, escutava programas esportivos na radio estava completamente ligado no Inter como se tivesse morado lá toda minha vida. Pensei poxa esse time é demais, nunca perde!!! Sinceramente o Inter teve um enorme papel na minha adaptação no Brasil. O Inter naquele momento ajudou a diminuir a dor da perda de amigos que eu provavelmente nunca mais iria ver e do lugar que pra mim sempre foi minha casa.

Viramos o ano Campeão invicto e eu com meus 12 anos acreditava que eu era o pé quente que aquele titulo em parte era devido a minha chegada! Loucura, mas pra mim fazia completo sentido na epoca! Coisa de torcedor.

Morei um pouco menos de 6 anos no Brasil e retornei aos EUA. Foi em parte os melhores anos de minha vida, mas isso é história pra outro dia.

Nunca esqueci essa data, 15 de Setembro de 79. Todos os anos penso nela e em especial esse ano de 2009 já que marca os 30 anos. E estamos aí a 30 anos nessa fila e estamos bem pertos de finalmente quebrar o jejum. Por isso fico louco quando vejo o desperdício de ontem, perdendo em casa para o Cruzeiro. O titulo Brasileiro TEM QUE SER ESSE ano, esse é o ano, se não for podemos ficar na fila por muito mais tempo. O ano é esse. É agora! Por isso estou dizendo isso aqui desde Janeiro! 2009 nunca deveria ter sido, Copa Do Brasil, ou Recopa ou Suruga....2009 tinha e tem que ser 100% Brasileirão até morrer!! Nada de papo de Vaga...nada de a vamos tentar o Bi na Sulamericana....nada disso...o Foco tem que ser o TITULO!

Será que vou ter que ir aí pra ganharem um Brasileirão novamente?!