sexta-feira, julho 30, 2010

Eu tinha 13 anos

Se você tem menos de 30 anos, você nem tava vivo.
Se você tem menos de 37...38 anos nem deve se lembrar bem.

Mas 30 anos pra mim ... quase ... parece ontem. Ok talvez ante-ontem.

Em Julho de 1980, eu estava morando em Porto Alegre e no Brasil a apenas 10 meses. Eu tinha só 13 anos de idade. Como já escrevi antes aqui, em apenas 2 semanas de Brasil eu virei Colorado e fanatico em 3 semanas. Então lá pelos meados de 1980 eu já não só era fanatico, como viciado no Inter. Já sabia a escalação de traz pra frente e tinha tido a sorte de ter visto o Inter campeão Brasileiro pouco tempo depois de chegar no Brasil.

Primeiro morei com minha Vó Coloradaça na Avenida Pernambuco com a Cairu. Num predio que deve estar lá até hoje. Ambas as Avenidas naquela epoca ainda não era pavimentadas, tinham paralelepipedos mesmo. A Farrapos era praticamente a mesma de hoje, só que Corredores de Onibus ainda não tinha sido colocado em Porto Alegre. Por morar por lá enquanto nossa casa ficava pronta no Bairro Cristo Redentor comecei a estudar na Setima Serie ali no Bairro Navegantes na Escola 1 de Maio. Nunca tinha tido uma Aula de Portugues na vida. Me adaptei rapido mas algumas coisas especialmente na escola era mais dificeis de se adaptar. Logo fiquei conhecido na escola como o "Americano", rotulo da qual não gostava muito, porque a cada 2 minutos era "Fala isso em Ingles"....com 13 anos é algo chato ser rotulado de qualquer coisa. Mas no fim foi uma boa experiencia no 1 de Maio e ainda conheci um dos meus melhores amigos ainda hoje...o Colorado Sergio Zukov (hoje Chefão do Shopping Praia de Belas). Mas em 81 quando fui estudar na Oitava no São Judas Tadeu, não contei a ninguem que tinha morado nos EUA, preferia não ser rotulado novamente! (Vale notar na Epoca não existia ainda ...ao menos que eu notasse o sentimento anti-Americano no Brasil...muito pelo contrario até).

Por sorte cheguei no Brasil em Setembro de 79 e as aulas só começavam em Março, assim tive uns bons 6 meses de vida no Brasil pra aprender um pouco mais a Lingua Portuguesa e poder me "defender" na escola. O futebol e o Inter ajudou muito nessa minha adaptação. Com o Inter me interesei em ler os jornais e tambem foi uma otima distração para um pouco esquecer os amigos, os esportes e a vida que tinha deixado (sem querer) atras nos EUA.

Porto Alegre na epoca já era grande mas comparado com hoje era relativamente mais sossegado. Se bem que a Farrapos desde aquela epoca era um inferno de poluição e centenas de onibus. Naquele mesmo ano vi o Papa passar no Papamovel ali mesmo na Farrapos, lembro de ter acompanhado as Olimpiadas e virar torcedor da Seleção Brasileira de Basquete e do Oscar.

Mas o mais triste é daquilo que nos não podemos lembrar de 1980. A conquista da Libertadores da America. Não lembramos porque não aconteceu. Perdemos a Final para o Nacional do Uruguay.

Acredito que tudo seria differente se tivessimos ganho aquela Final de Libertadores. O Ano de 1980 que é inexistente na memoria da grande maioria de Colorados poderia ter o Status de um 75, 76 ou 79. Mas não era pra ser.

Estranho pensar que muitas vozes aqui do Blog, muita gente talentosa que escreve muito bem aqui ou não existia ainda ou era criancinha. Estranho pensar que o Sala de Redação da epoca é praticamente o mesmo de hoje (se aposenta Ostermann e Santana!!!). Estranho pensar que eu já era colorado e vivi aquilo a cores enquanto muitos devem imaginar aquela epoca em preto em Branco (como eu faço dos anos 50 e 60!).

De qualquer maneira hoje faz 30 anos do primeiro jogo da final, no Beira Rio contra o Nacional. O jogo acabou com o pior resultado do futebol, o zero a zero. O Inter já começava a levar a Libertadores bem mais a serio...mas 1980 foi praticamente a linha divisoria de quando a partir de 81 a Libertadores começou a ser prioridade aos Clubes do Brasil. Depois do empate fomos ao Uruguay e com transmissão da TV Guaiba assisti ao Vivo....em Preto e Branco (pois o Uruguai ainda nao transmitia a cores) a derrota de 1 a zero num cruzamento apos uma falta cobrada rapidamente na lateral do campo.

Ali naquele momento começava aos poucos a longa e escura decadas de 80 e 90. Pra ser justo a minha favorita decada, a de 80, vale lembrar que o Inter teve varios bons momentos nos anos 80...só não conseguimos capitalizar em varias oportunidades...como nessa libertadores...e am varios Brasileirões onde fomos bem mas não ganhmos o titulo. Feio mesmo foi os anos 90...da qual tenho prazer em dizer não acompanhei o Inter por estar morando nos EUA numa era pre-Internet e pre-TV Globo Internacional. Fui poupado do sofrimento!

Então hoje é o aniveresario de 30 anos de uma data não tão boa. Mas que seja lembrada para que não cometemos os mesmos erros no futuro.

O Objetivo tem que ser de estar no topo ou perto dela SEMPRE!

ROUND 6: Copa BV

Mais uma vez escolhem o melhor texto entre os 2 no sexto round do Mata Mata do Blog Vermelho! Lembrando os textos foram escritos a 2 semanas atras com o tema Roth e Libertadores. Cada Voto é importante pois decide o futuro do Blog Vermelho! Participem!

BLOGUISTA #11

A Copa do Mundo está chegando ao fim, os maiores jogadores do planeta
estiveram reunidos por um mês, chamando a atenção da imprensa mundial.
A Copa é o grande momento do futebol mundial para quase todo mundo
esse ano, para nós colorados não. O que vale para nós é a Copa
Libertadores. Todas as coincidências com 2006 estão no ar, toda a
angústia e a espera da Libertadores ser interrompida no meio do
Mundial se repetem.

Estamos a quatro jogos de chegar ao topo, de novo. Celso Roth é o
treinador que não tem aprovação da torcida? Sim é. Nossa zaga não
passa confiança, com jogadores que não estão no seu auge. Sim não
passa. Nosso ataque deixa muito a desejar, faltando o matador? Sim
falta.

Mas Tinga e Sóbis estão de volta, sua inscrição ainda não é garantida,
mas temos que confiar. Temos que confiar no nosso goleiro megacampeão,
Pato. Temos que confiar na vontade do Nei, na qualidade técnica do
Kleber. Temos que estar junto com a zaga campeão da América em 2006,
com a raça do Guinazu, com o Sandro se despedindo e querendo entrar
pra história do Inter. Temos que estar junto com o poder de decisão do
D’Ale, Andrezinho e Giuliano, e temos que estar juntos com o nosso
centroavante Alecsandro.

Agora é a hora, não é ano que vem, não foi em 2006. É agora. É a hora
de a torcida pegar o time no colo, lotar o Beira Rio, transformar
nosso estádio num caldeirão. Como diz o nosso Fernando Carvalho, é
hora de fazer o Beira Rio rugir. Agora é o momento de a torcida
mostrar confiança, acreditar no time. Colorir a cidade de vermelho.
Faltam quatro jogos para pintarmos novamente a América de Vermelho.
Para e lembre-se do que você passou, do que você sentiu em 2006. Eu e
você podemos fazer a diferença, podemos fazer a nossa parte para o
Inter ser campeão de novo. A hora é agora, e a hora é do INTER.


BLOGUISTA #12

LA, Renam e outras Milongas

Abriu! Que maravilha... agora com a janela aberta o Inter melhora consideravelmente
para a semi-final da Libertadores da América. Melhora no ataque, com Sobis no lugar
de Taison e melhora no meio com Tinga (No lugar de quem?).

Porém, não sei se melhora com Renan. Pato me lembra Clemer: defesas incríveis e frangos homéricos! É um goleiro que irrefutavelmente falha, mas não nos momentos de decisão. Pato tem a cara da LA (Já venceu 3) e já nos ajudou muito nesta campanha. Pato e sua “marra castelhana” transpira catimba por cada furinho da camisa dry-fit colorada!

E mais: na dosagem certa, na hora certa! Não sei se é o caso trocá-lo por Renan nesse momento. Talvez no Brasileiro...

O Inter está crescendo no momento certo! Tudo se encaminha da melhor maneira possível e imaginável. Uma série de boas coincidências com a campanha de 2006 cobre o céu do Beira Rio como uma nuvem carregada de esperanças. Talvez seja algum “alinhamento dos astros”, “algo místico”, algo que culminará em mais uma noite sem fim,como foi a noite de 16/08/2006.

Não sou cigano, astrólogo ou parente do polvo alemão. Mas sinto o Inter com uma “ascendência para a segunda estrela”, o Bi da Libertadores. O adversário merece respeito. O velho conhecido São Paulo será outra vez uma parada duríssima para o Inter.

Confesso que o meu maior medo no adversário é o Fernandão. Sabemos de seu potencial e sua determinação. Enquanto você lê esse texto o ex-F9 possivelmente estuda uma maneira de marcar o Inter... Apesar disso, no primeiro jogo dia 28/07, não haverá esquema que pare o Inter ou que, principalmente, cale a nação colorada!

Serão mais de 50 mil no Gigante! Não vai dar pro Fernandão nem pro favorito São Paulo (Aliás, São Paulo favorito é mais é uma coincidência...).

Estamos a 4 jogos da glória! O Inter tem que dormir e acordar pensando apenas no São Paulo. Não há nada mais importante nesse momento: todos estão respirando a libertadores. E eu sinto o cheiro da vitória...

Vamo Inter !!!

quarta-feira, julho 28, 2010

A UM PASSO DA FINAL!


Ai como eu queria o segundo gol. Foi um otimo resultado mas que me deixou com um gosto de eu quero mais. O San Pablo jogou fechado como um time muito pequeno...Renan só fez uma defesa...e isso foi no ultimo minuto de jogo! Com um pouco mais de sorte poderia ter sido 3 a 0 facil.

Mas acho que com a volta do Tinga a gente consegue segurar o San Pablo em SP. Sinceramente o SP não tem nada de especial. Estamos a um pequeno passo da Final da Libertadores...e dependendo do resultado da outra Semi podemos tambem estar a um passo do Mundial, se por acaso der Chivas.

Andrezinho hoje foi muito mal. D'Alesandro foi muito bem, especialmente no 2 Tempo. Taison novamente confirmando a fase e Alecsandro voltando a procurar jogo no meio de campo produziu nada. Giuliano tá virando um Super Sub, entrando e resolvendo. Renan assustou quando quis imitar o Clemer ou o Pato naquele passe dele no 1 tempo que raspou as unhas do pé do Fernandão. Em geral o primeiro tempo não foi lá essas coisas...mas tambem com o San Pablo jogando com 11 na defesa levou um tempo para o time se adaptar.

A torcida fez show..cantou altamente o jogo inteiro..dava pra ouvir claramente na Fox.

Gostei do time mais no Segundo Tempo...e agora resta ver qual vai ser a estrategia do Roth la em São Paulo. O que vocês acham?

PS: A Musa Rafaela tá dando sorte!



PSS:

Renan - Não teve trabalho, so preocupou naquela quase entrega ao F9. Ainda não estou vendido no Renan. 7.
Nei- Bom no ataque, pessimo na defesa. So por causa do ataque dou 6.
Bolivar - Seguro, não comprometeu mas teve pouco trabalho. 8
Indio - Foi bem em varios lances mas no mano a mano se queimou repetidamente e quase assim deixou o SP fazer dois. Nota 6.
Kleber - Mais ou menos. Já vi ele bem melhor. Poderia ter feito o segundo gol mas errou. Nota 7.
Guinazu - O mesmo de sempre, muita garra..mas dessa vez com menos faltas. Nota 8.
Sandro - Não é um jogador que me impresiona muito mas fez o papel dele. Jogou melhor do normalmente joga. Nota 8.
Andrezinho - Pior em campo. Fez absolutamente nada e errou um monte de passes. Nota 2.
D'Alessandro - Muito bem, especialmente no segundo tempo. Muita movimentação e perigoso. A La Boba continua a enganar as defesas! Nota 8.5
Taison - Melhor em campo. Muito perigoso e rapido. Um inferno para uma defesa. Nota 9.
Alecsandro - Dever de camisa 9 é fazer gol. Não fez. Mas tambem teve alguns bons momentos. Mas poucos. Nota 7.
Giuliano - SuperSub. Entrou e fez o gol da Vitória. Não foi o melhor em campo mas como não dar Nota 10.
Sobis - Não teve tempo pra jogar. Sem nota.

PS: En Espanhol


A GUERRA CONTINUA!

Acorda Nação Colorada! Hoje é O DIA!



O nosso Colorado, ou melhor nós Colorados estamos em meio a uma fase histórica do clube. As vezes a gente perde a perspectiva do nosso lugar no tempo e na historia e criticamos o time, clube, diretoria por circumstâncias atuais, ,muitas vezes merecidamente. Mas nessa microcritica do momentos do Inter esquecemos um pouco da macrohistoria, da imagem maior. Do "Big Picture"!

Essa imagem maior começa lá por 2004. No futuro lembraremos dessa fase a partir desse ano. Daqui a 20 anos ninguem mais vai lembrar do Vice Brasileiro, da Derrota na final da Copa do Brasil ou problemas com Walter, Tite ou Fossati. Lembraremos das conquistas...lembraremos dos anos como se todo dia tivesse sido um Jardin do Eden no Beira Rio. Nem nos gloriosos anos 70 tudo cheirava a rosas. Em 1977 passamos vergonha tomando 4 do Grêmio e perdemos o primeiro Gaúchão em quase uma decada. Não fomos bem no Brasileirão de 77 e em 79 antes do Tri ficamos atras até do Esportivo no Gaúchão. Mas por causa da "dinastia" podemos esquecer esses meros detalhes. Essa é uma das razões que temos que continuar vencendo, para apagar as magoas entrelaçadas as conquistas atuais.

Então a grande pergunta é quando que essa fase de Ouro vai acabar? O nosso dever como torcedor, socios, conselheiros e diretoria é fazer de tudo para que continuamos no Topo e não entregamos de jeito nenhum a vida boa para o outro lado. Temos que continuar no topo! Não podemos deixar ela acabar! Quero que a fase esteja apenas começando!

Olhando a historia da rivalidade Gaúcha quase sempre um time domina uma decada para depois o outro dominar a proxima decada e por aí vai. Nós sem duvida dominamos a primeira decada desse seculo (decada que na verdade só termina no fim de 2010 e não 2009) com os rivais dominando os anos 90 e boa parte dos anos 80. A história diz que a qualquer momento essa gangorra pode se mover, mas temos que fazer de tudo para que isso não aconteça.

Ainda mais agora porque estamos a alguns passos de conquistar uma Segunda Libertadores e de vez acabar com qualquer corneta do Rival com esse papo deles terem mais que nós. Uma segunda Libertadores calará de vez essa conversa furada dos Bi-Rebaixados de que eles tem algo que nós não temos.

Alem do Rival temos que conquistar esse titulo para tambem firmar o nosso nome na Historia do Futebol Sul Americano cada vez mais. Como escrevi a um bom tempo atras temos que colecionar titulos Internacionais para aos poucos tirar diferença dos Hermanos do Boca. O Boca queira ou não é a referencia SulAmericana fora do Brasil. Seja nos EUA, Mexico ou Europa...os gringos conhecem o Boca mais que qualquer outro clube. Grande parte disso são as inumeras conquistas SulAmericanas. As nossas conquistas da Libertadores, Mundial, Recopa e a SulAmericana de 2008 ajudou em muito a elevar o reconhecimento da marca Inter....mas temos que continuar conquistando para realmente fazer um impacto maior.

E a chance é AGORA! Temos que arrasar o São Paulo hoje. Triturar...mastigar...e jogar fora o San Pablo. Temos que nos classificar virtualmente hoje mesmo! Temos que aproveitar a atual fase dos dois clubes e confirmar no campo o favoritismo atual.

Hoje é mais um passo nesse caminho historico. É o nosso dever conquistar esse titulo porque o objetivo é ficar no topo...sempre! Eu não estou pronto para deixar a tal gangorra ir pro outro lado....quero no minimo mais uma decada de conquistas gigantescas...aí quem sabe lá por 2022 possamos relaxar um pouco.

Então vamos lá galera...vai ao Beira Rio e faça barulho como nunca! Colorado calado só se tiver em casa no sofá porque se tiver no Estádio tem que fazer barulho! Estamos em meio a guerra ainda, a guerra que começou lá por 2004 e com muito trabalho e força será uma guerra boa de se lutar por muitos anos ainda!

VAMOS COM TUDO HOJE! 2 a 0 hoje com atuação de luxo!

Chácara das Camélias

Praticamente todos os colorados conhecem nossos antigos campos e estádios:

Rua Arlindo (1909 - usado apenas para treinos)
Redenção (1909-1911)
Chácara dos Eucaliptos (1912-1930)
Eucaliptos (1931-1969)
Beira-Rio (desde 1969)

Mas o que poucos sabem é que tivemos um outro estádio, alugado, por dois jogos.

Em 1930, o Estádio dos Eucaliptos estava sendo construído, e consumia quase todos os recursos financeiros do Internacional. Por outro lado, a Chácara dos Eucaliptos, onde o Colorado jogava, estava em mau estado de conservação. A direção colorada não pretendia investir recursos na recuperação de um estádio que logo seria abandonado. Além disso, não haviam recursos para as obras de recuperação necessárias.

Em 3 de julho de 1930 a direção do clube estudou a possibilidade de alugar a Chácara das Camélias, do Porto Alegre, por 1 mil réis sobre cada ingresso, nos seus jogos. O campo do Porto Alegre era de contrução recente (fora inaugurado em 1923), tinha boa localização (na rua José de Alencar, muito próximo de onde estava sendo construído o Estádio dos Eucaliptos) e o clube proprietário já havia feito um "arrendamento" similar para o Força e Luz, no ano anterior.

Finalmente, em 3 de agosto de 1930 o Internacional disputou sua última partida na Chácara dos Eucaliptos, vencendo o Ruy Barbosa por 4x0, em partida válida pelo campeonato municipal. No final de semana seguinte, o Internacional disputou um amistoso com o Pelotas, já na Chácara das Camélias (perdemos por 3x2).

O Colorado voltaria a campo em 14 de setembro, para enfrentar o Grêmio, pelo campeonato municipal. O mando de campo colorado foi exercido na Chácara das Camélias, e o clássico terminou 1x1. A crise política que resultou na Revolução de 1930, porém, inviabilizou a continuação do campeonato. As últimas rodadas foram canceladas, e sequer amistosos foram realizados.

O Internacional só voltaria a jogar em 15 de março de 1931, exatamente na partida de inauguração do Estádio dos Eucaliptos, vencendo o Grêmio por 3x0, três gols de Javel.

terça-feira, julho 27, 2010

Sou Louco!

Não preciso ecrever muito, esse video basta pra mostrar o que eu quero que aconteça novamente a partir de amanhã! Que emoção!



Deixa Pra Depois de Amanhã!

Hoje é dia de trabalhar. Sim, trabalhar muito. Se estiver faltando alguma coisa em casa, aproveite para fazer compras. Se houver um compromisso inadiável, corra para cumrpi-lo ainda hoje. Mas não deixe para amanhã. E se não for possível fazer hoje, deixe para depois de amanhã.

Amanhã não será dia de trabalhar. Podes até comparecer ao serviço, mas não esgote tuas energias nele. Azar é do patrão. Também não invente de sair para fazer compras amanhã. Dinheiro se ganha com esforço, com suor. Gastá-lo, portanto, representa também um gasto de energia, algo que, amanhã, tu estás terminantemente proibido de fazer. Pelo menos, antes da 21h50min. Amanhã tu só terás um compromisso, esse sim, intransferível!

Estejas onde estiver, amanhã tu não vais ter tempo pra quase nada. Amanhã, tua obrigação é com a tua pátria, com os teus irmãos, com a tua paixão representada pela camiseta colorada. E como esse compromisso tem hora e local definido, te organiza pra acompanhá-lo com 100% das tuas forças, seja pela internet, seja por rádio, seja na TV e, bueno, se tu fores ao Beira-Rio, então, nem se fala!

Te alimenta bem durante o dia, mas não abusa. Controla o nervosismo e a ansiedade. Guarda tudo pra de noite, para a hora da partida. Beber pode, principalmente se te ajudar a relaxar. Não te estressa durante o dia, já falei: a bronca é à noite. Então, também não abusa do trago. Pega leve, pois, como diria Bezerra da Silva, não precisa fazer a cabeça quem já nasceu com ela feita.

Não é papo de louco não. É que amanhã é semifinal de Libertadores, e em Libertadores joga todo mundo: titular, reserva, gandula, até a tia do cachorro quente. Torcedor, então, bah! Torcedor nem se fala! Amanhã, meu irmão colorado, torcedor não joga, torcedor decide! Se é no Beira-Rio meu amigo, a parada é nossa!

Amanhã, portanto, o espírito tem que ser esse. Aproveita pra fazer hoje tudo o que der. Não leva contigo, amanhã, nenhum problema, nenhuma preocupação, ainda que irremediável. Porque se não tem remédio, não adianta nada tu te preocupar. Se tiver remédio, bom, aí já tá resolvido. Só não esquece: deixa pra depois de amanhã!

segunda-feira, julho 26, 2010

Copa BV: Round 5

Candidato # 7 vence candidato # 8 por uma pequena margem. Assim os primeiros 4 classificados são: #1, 4, 6 e 7. Vamos ao proximo round. Leiam e deixem seu voto para o melhor texto. Lembrando que os Textos foram escritos a mais de uma semana.

BLOGUISTA #9

O Inter na Semi da Libertadores: Fatos Novos

Como na campanha eleitoral, onde qualquer "fato novo" serve para Datafolha e Ibope ajustarem, digo, divulgarem seus números (para dar uma ajudazinha ao candidato Serra), o Internacional de Porto Alegre anda precisando de fatos novos.

Após o 1º Annus Mirabilis (Ano Miraculoso) de 1665-1666 - Issac Newton - e o segundo, de 1905 - quando Albert Einstein publicou a Teoria da Relatividade Restrita - tivemos o 3º Annus Mirabilis (o maior de todos!) quando conquistamos a Libertadores da América sobre o São Paulo, tri-campeão da Libertadores e Mundial, e depois o Mundial Interclubes, sobre o Barcelona, na época o melhor time do mundo (de sobremesa, sobre o jogador que foi o Melhor do Mundo em duas oportunidades, Ronaldinho Gaúcho, maior ídolo dos Azuis).

De lá para cá, tirando uma Recopa ali (2007), uma Sul-Americana lá (2008) e uma Copa Suruga Bank acolá (2009), parece que os dirigentes e jogadores desaprenderam a dirigir/jogar (leia-se: perderam o tesão!). Como todo início de ano, torcedores e cronistas esportivos tentavam explicar/encontrar as causas dos seguidos fracassos. E parece que os dirigentes prestavam atenção nisso, mas ao invés de tentar "arrumar a casa". faziam exatamente o contrário.

Soberba, arrogância, empáfia, Dirigentes empresários? Será? E, por causa disso, Jogador "X" ou "Y" não pode sair do time titular - mesmo em decadência física e técnica - senão os dirigentes não recuperam seu investimento? Será que o Internacional virou um simples balcão de negócios, movido à interesses pessoais - leia-se: grana?

Continuaremos falando disso por anos e anos, mas não agora. Chega do Passado. Com a chegada de Celso Roth, precisamos de fatos novos. Viver o Presente. Sonhar o Futuro.

Tinga, Renan, Sóbis, voltando ao lugar de onde os Colorados acreditam que eles jamais deveriam ter saído. Houve perdas pelo caminho, claro. Talvez a maior delas, o Capitão América, Fernandão, agora do outro lado, ombreando o posto de jogador mais importante do SPFC com Rogério Ceni (aquele que sempre ao tomar um Gol, levanta a mão pedindo impedimento...).

Não importa. Capitão América mora em nossos corações, mas agora é a hora de Tinga, Renan, Sóbis, Guiñazú, D'Alessandro, Fabiano Eller, Bolívar, Abbondanzieri... é a hora dessa Legião Estrangeira lamber as feridas e seguir em frente. Estamos na Semifinal da Libertadores da América! Hoje, é bom lembrar, estamos entre os 4 melhores times do Continente!

Vamos lá, Celso Roth, Gaúcho de Caxias! É a tua hora, a tua grande oportunidade! Outra como essa não haverá! Bole os esquemas mais loucos, inspire-se no Carrossel Holandês, no Pragmatismo Alemão, na Raça Argentina, no Talento Brasileiro, não importa, faça com que os jogadores suem sangue, faça-os treinar em dois, não, três turnos! Dê um "Boa Noite-Cinderela" ao Alecsandro às vésperas do Jogo, coloque salmonela na maionese do Taison, sei lá, monte um time decente, com garra, brio, vontade de vencer! Lembre-se, para os jogadores desinteressados, é apenas mais um jogo, ganhando ou perdendo eles receberão o salário ao final do mês. Evite esses! Tenha em mente que é o teu futuro, apenas teu, que está em jogo.

A Copa do Mundo está no seu final, as Vuvuzelas estão silenciando, logo todos os olhares do Mundo estarão voltados para Sport Club Internacional x São Paulo Futebol Clube, dois legítimos Campeões do Mundo, Maragatos x Bandeirantes.

Celso Juarez Roth, tu quer ter teu nome escrito nas Paredes da História como "Cavalo Paraguaio" (desculpem, irmãos Guaranis!) ou como "Campeão da Libertadores 2010 e Campeão do Mundial de Clubes 2010"?

Procure os fatos novos! Crie-os! Invente-os! Desculpe usar tantas exclamações, mas esse é o momento, cara! Faça promessas, diga que vai raspar todos os pêlos do corpo, mudar de sexo (sugestão: Sexy Hooter!), sei lá. Prometa que vai largar o futebol ao final do ano. Prometa que vai cruzar a América de joelhos.

Queremos ver sangue no gramado, entrega, dedicação. Queremos 11 Guiñazús na marcação, 11 Tingas na armação das jogadas, 11 Sóbis no Ataque. Faça a tua parte e exija que os jogadores façam a deles. Nós já estamos fazendo a nossa! Estamos contigo!

Até a Vitória!

BLOGUISTA #10

A FOSSATITE E CELSO ROTH

A odisséia do Inter até agora nessa Libertadores não tem sido fácil. Diversas e diversas vezes passamos com a bermuda e a calça social na mão. O Inter, infectado por Fossatite, sofre dos principais sintomas: futebol burocrático, retranca do capeta e algumas complicações individuais, como Walter, que acabou com molequismo. Só teriam duas coisas a fazer, fechar a Lancheria do Bola ou vendê-lo. A direção fez o certo (sem essa de fechar a lancheria, o xis é bom) e ainda conseguiu um lucro abismal em relação a um jogador mediano como o Walter. Se tivesse a cabeça (de cima e de baixo) no lugar e soubesse falar, poderia até dar resultado. Molequismo, junto com Fossatite, se mostrou um caso fatal.

Mas o Walter passou longe de ser o único problema do Inter. Ainda temos Índio, que topa ir pra qualquer buraco se tu disser "tem cerveja". Foi parar até na casa do Leandro do Grêmio. D'Alessandro é um jogador com raiva muito mal canalizada. Ao invés de descontar na bola e ajudar o time a vencer, prefere "destruir" o time adversário. Os problemas seguem desde o dia que pisou no Beira Hell.

As seqüelas do que restaram da Fossatite talvez não seja tão simples de curar. Ela fora instalada assim como se instala o Windows no computador. Para consertar, precisaria ser formatado o sistema. Celso Roth veio aqui para isso. Quer dizer, Celso Roth. Quando fiquei sabendo que ele era o substituto a primeira coisa que pensei foi "macacos me mordam, o que é isso". Depois de 10 minutos xingando Deus, o Diabo, a mãe e o mundo, além das lágrimas, comecei a raciocinar e lembrei-me de como nosso novo técnico é bom de arranque. Formou bons times com Vasco (em 2007, senão me engano), Grêmio e Atlético MG. O problema é que a coisa degringolou depois. E ele acabou não conquistando nada.

Mas o Abel também não. Abel foi desvirginado com a Libertadores. Acabou levando o mundo para casa de brinde. Agora treina na Ásia ganhando 10x mais e jogando uma vez por semana. Sem contar que Celso Roth ainda tem reforços "old school". Rafael Sóbis, Renan e Tinga.

A questão é colocar os três para jogar. Só. As chances da CBF liberar os jogadores é grande. Ainda mais que o São Paulo quer se aproveitar dessa janela também.

Nos amistosos e jogos-treinos (procuro alguém que me diga a diferença entre eles) deu para se ver um time que não faz gols. Nenhum, ou quase nenhum. Fugiram os números da minha cabeça agora. O problema é facilmente perceptível. Jogamos com 10. Tem algum tipo de pedra, poste, ou boneco de posto lá na frente, que ainda por cima é metido! Certo que a culpa não precisa ser 100% dele, mas uns 50% vai. O problema também é simplesmente “resolvível”: coloquem fogo no rabo desse bicho preguiça ou troquem-o. Só. O resto só precisa engrenar.

Celso Roth veio firme até aqui. Colocou ordem na casa e dispensou seleções furadas. Ele quer ver Inter. Há tempos eu não via um técnico que quer ver o Inter. No meio de tantos fanfarrões, finalmente o comprometimento que, senão me engano, tanto pediu o pastor (que fique longe).

Olhem pelo lado bom, pelo menos ele ainda não brigou com a imprensa.


domingo, julho 25, 2010

DOMÍNIO VERMELHO!


Esse Tinga é um monstro. Quanta falta ele fez ao Inter esses anos todo, pqp! Temos que dar um jeito dele jogar a primeira partida contra o San Pablo! Grande vitoria hoje 1 a 0 e poderia ser jogo de 3 a 2 ou 4 a 1. Sobis muito bem por ser sua primeira partida e Taison o melhor em campo ao lado do Tinga.

Agora Guinazu + Tinga no meio é sacanagem! Praticamente uma covardia! Tinga e Guinazu juntos fazem qualquer coisa! Podem chama-los pra fazer seu imposto de renda, pra fazer a arquitetura de sua nova casa, pra reformar o Beira Rio, pra operar a sua Vó, pra Presidente e Vice do País, JUNTOS esses dois podem fazer qualquer coisa!! Em "Guinga" we trust!!

Se o Inter continuar jogando assim, não só ganharemos a Libertadores como o Brasileirão e nem Inter de Milão segura! Mas temos que continuar assim! É outro Inter, é outro Taison...na verdade é o Taison que venho falando aqui que eu acreditava que ele poderia ser. Mesmo com Taison em baixa ano passado eu sempre escrevi aqui que acreditava nele e continuo acreditando. Ele é muito jovem, jogador abaixo dos 24 anos vai ter altos e baixos mas sempre com muito tempo para se recuperar e ele está chegando lá. Mas como tudo no futebol...TEM QUE CONTINUAR COM A MESMA SERIEDADE...não só o Taison como o Inter e todos lá. Quanto ao Renan continuo preocupado com pois ele parece totalmente fora de ritimo e continua com suas catadas de borboletas na saída do gol. Isso é o mesmo de antes. Isso pode ser um problema.

Agora SEM SALTO quarta...são quatro vitorias consecutivas mas o mais importante é ganhar BEM do SP Quarta. 1 a 0 não basta...é bom mas não basta. Temos que fzaer 2 de diferença pra dar um pouco de segurança...empatar...perder...nem pensar. Por isso que Roth e o time continuem fazendo o que tem sido feito desde a Copa. Tá dando certo.

Ontem já pesquisei...cautelosamente....sem salto....só pra ver....preços de voos a Abu Dhabi...daqui dos EUA...10 dias em Abu Dhabi mais o Voo sai uns $1800 Dollar. Mas isso é pra depois!

PS:

Se Mano Menezes convocar alguem do Inter e tirá0lo da Final da Libertadores eu vou ao jogo do Brasil protestar e espero que a torcida Colorada não deixe algo assim passar em branco novamente no Brasil!

PS: Copa BV Round 5 continua nessa Segunda Feira. Participem!

PSS: Os mais novos no Blog podem procurar. Mas um dos mais velhos e repetidos pedidos e reclamações aqui no BV ao Inter era a falta de treino em 2 turnos. Aqui nos ja sabiamos que atleta trabalhando so a partir das 15:30 é problema. Com a chegado do Roth o Inter começou a treinar duro em dois turnos como SEMPRE deveria ser....coincidencia que o time tá uma maquina? Acho que não.

PSS: Já que deu sorte da outra vez...vamos continuar...enquanto o Inter continua essa sequência de Vitórias colocarei aqui Fotos da Musa Colorada 2010! Mas uma razão pra torcer pro Inter!



MISTO QUENTE!

Eu sou uma daquelas pessoas que gosta de ver jogo de reservas, é sempre legal ver o que temos no banco. Mas hoje é melhor ainda, pois teremos Renan, Tinga e Rafael Sobis em campo alem de Taison, Giuliano e Guinazu! Mal dá pra chamar isso de reservas.

Ainda poderemos ver como funciona um ataque sem o Alecsandro. Será que Taison e Sobis dará certo? Muita gente pagará ingresso só pra ver isso. Será que Sobis estará em condição de jogo? Será que Renan está em forma? Será que Wilson Mathias vai mostrar seu futebol prometido? Será que Tinga e Guinazu vão arrasar juntos?

Será que vai chover? Esse é o problema do dia. Dizem que vai chover muito por aí. Ano passado Inter e Flamengo fizer um jogo ridiculo numa piscina no Beira Rio, um jogo que nunca deveria ter acontecido e que nos custou 2 pontos no empate de 0 a 0 onde futebol era impossivel de se jogar. Espero que hoje não seja assim.

sábado, julho 24, 2010

Comé?


Saí de casa hoje de tarde e Muricy era o novo tecnico da Seleção. Achei engraçado porque a midia tava dizendo que era certo o Mano Menezes. Inclusive correndo atras de Mano como se já tivesso o cargo. Aí chego em casa e Mano é o Tecnico!? Mas o que que aconteceu?

Aí vejo esse video e a situação é mais estranho ainda! Esse Ricardo Teixeira hein...nem apertar a mão do Muricy ele apertou..que carater.

Afinal Muricy não aceitou? Pelo jeito era dele se quisesse. Deveria ter aceitado (acho uma enorme burrada o Muricy ficar no Fluminense em vez de começar uma carreira nova em Seleções e Copas!)...aí era certo a queda do Flu na tabela...agora já nao sei mais..Muricy é um expert em pontos corridos.

PS: é Tambem é verdade que em termos de PALAVRA o Muricy provou mais uma vez que tem. Nisso ele ta de parabens!

quinta-feira, julho 22, 2010

Tinga e Guina





Em minha opinião, além do retorno (sobre) natural do Tinga, que mais maduro, jogando com mais inteligencia e clarividencia, menos correria deu o ritmo certo ao time com passes a lá Verón, foi a descentralização do time em função de um só jogador (Dale).

Com isto todos cresceram naturalmente, ficamos mais postados e objetivos, o Guina correu menos e jogou mais, o Sandro só saiu na boa, o Dale foi mais sacrificado pela ineficiencia da parceria (Nei muita correria e cérebro à altura de sua cabeleira)

Até o Taison cresceu, se pensar um pouquinho mais, conseguirá ser um razoável jogador, só não pode querer fazer o que não sabe, ou seja, passar a bola e receber. O passe dele é simplório, se inventar, dança...

Os problemas ainda são nossas laterais, muito ineficientes e o Indio (insuficiente quando tivermos adversários melhores).

Ainda gostaria de ver o Guina por ali com a efetivação do Giuliano no meio-campo, ficando assim

Pato (Renan)
Glaydson, Bolivar, Sorondo e Guina
Sandro, Giuliano, Tinga e Dale
Sóbis e Damião (Taison)

Já o Alecsandro esteve numa noite ´não`, tomara assim continue, mas não o vejo como solução definitiva para a centro-avancia (Sóbis vem aí e deveria entrar no lugar dele ou do Taison). Damião tem que ter mais oportunidades e Sorondo titular (Dalton deve ser avaliado), Bolívar vem novamente se consolidando como um bom zagueiro.

Pena o Tinga estar fora do primeiro jogo, mas o maior reforço deverá ser a torcida, pois apesar da fase do SP vão ser 02 jogos muito dificeis, convém lembrar que há pouco estávamos jogando p...nenhuma e desencantamos !



AGORA SIM!


Ontem foi um prazer ver o Inter jogar. Estou tão animado que começo esse post com um belo visual (A Musa Colorada Rafaela) pra acompanhar o belo momento do nosso time. Depois de tanto tempo reclamando da falta de uma ou duas peças no time, depois de tanto tempo de ver dezenas de jogos de pessima qualidade, parece que finalmente estamos começando a acertar o time pra valer. Alem da entrada do Tinga que traz uma nova dimensão ao meio campo colorado, os jogadores parecem motivados. É um prazer ver o D'Alessandro correndo o campo e até marcando na defesa e ainda jogando uma boa bola. É o que escrevo a um tempo. Forma um bom time ao redor do D'Alessandro e ele vai jogar bem...é o que ele precisa. Dale é jogador pra time bom...não para time ruim. Ver Tinga e Guinazu um ao lado do outro é como ter um bilhete milionario da loteria alem de dar essa vida nova ao Dale.

Esses beneficios todos no meio de campo acabam lá no ataque tambem com o nosso numero 9 Alecsandro mais fixado como deveria ser a muito tempo. Resultado...gols. A formula é simples para um centroavante; Faz gols e ninguem pode reclamar de ti. Taison correndo como nunca e jogando bem (tomara que não seja apenas a sobra do Sobis motivando Taison). E com Sandro, Guina e Tinga no meio até a defesa de idade mais avançada fica melhor. Claro no Segundo tempo levamos um sufoco mas isso é natural pois estavamos ganhando e fora de casa. Mas ainda estou desconfiado com nosso goleiro e Zagueiro Indio...alem de me preocupar com a avenida defensiva pela lateral direita. Mas já avançamos muito...há muita coisa para celebrarmos no momento.

No fim, 3 pontos, 3 vitórias seguidas e um embalo para o proximo jogo contra o Flamengo e para a grande semi da Libertadores...tudo com o San Pablo em uma mini-crise e resultados paralelos todos a nosso favor! Ah e ainda temos Rafael Sobis pra estreiar. Que fase!

Antes da Copa eu estava desanimado com o Inter (2 no INTERmometro), mas parece que o efeito Roth e as contratações pontuais somada ao esforço da diretoria para a abertura da janela tem feito uma enorme diferença. Essa semana eu tava com 3 no INTERmomentro e agora tô trocando para 4! 5 só depois de matar o San Pablo no Beira Rio!

Estou até começando a pensar em pesquisar Abu Dhabi.....algo muito distante da minha mente a pouco tempo! Será que vamos conquistar a America?

quarta-feira, julho 21, 2010

A Dupla que eu sempre quis ver jogar

Volante.
Em sua essência, um carregador de piano.
Jogador de posição fixa, um verdadeiro anjo da guarda no zelo das tarefas defensivas.
Responsável pela cobertura do avanço dos laterais.
E também por anular os jogadores mais técnicos da equipe adversária.
Destruidor de jogadas.
Bravo, aguerrido, operário.
Impossível conceber um time campeão sem uma boa dupla de volantes.
Com o advento do futebol moderno, de muita transpiração e jogo coletivo, suas responsabilidades aumentaram.
Aprenderam a não ser apenas “quebradores de bola”.


Hoje marcam, mas também jogam.
São responsáveis pela saída de bola da defesa.
Pelo primeiro movimento em direção ao contra-ataque.
E muitas vezes também cobra-se arrojos ofensivos.
Entrar na área pra concluir.
Finalizar.
Abrir espaços.
Tarefas de super herói.
Combater, destruir, armar, concluir.
Transpirar.


Hoje, talvez possamos ver pela primeira vez uma dupla de “volantes” (?) que povoa meus sonhos há muito tempo.
Dois guerreiros.
Dois arautos do futebol farroupilha que prima pela força, pela obstinação, pela garra, pela glória.
Embalados pelos cânticos e ideais de uma nação vermelha, de sangue rubro, que soem as trombetas dos mais belos versos de nosso hino:

“…mas não basta pra ser livre…
Ser forte, aguerrido e bravo
Povo que não tem virtude
Acaba por ser escravo”

Hoje, meus amigos, é dia de Guiñazu. E de Tinga. A guerra está só começando.

A América está a nossa espera.

terça-feira, julho 20, 2010

Libertadores: Reforços Já Nela!

Uma vez eu estacionei meu carro em frente a um local onde havia uma placa indicando que era proibido estacionar, pois se tratava de entrada e saída de veículos. Eu conhecia bem o local e sabia que era um terreno onde funcionara um estacionamento, mas que já estava desativado e com o portão fechado, havia mais de um ano. Fui multado, recorri e ganhei. A multa foi anulada.

Existe uma coisa chamada finalidade do ato administrativo. A Administração Pública, para agir, deve atentar para a finalidade daquilo que está sendo feito. A sinalização que proibia estacionar naquele local havia perdido o sentido. Uma vez desativada a entrada e saída de veículos, não fazia mais sentido a proibição de estacionar. A sinalização existia, era visível, mas não fazia sentido, assim como a multa que me fora aplicada. Por isso, meu recurso foi acatado.

Nem de longe a administração da CBF atende ao Princípio da Finalidade, nem mesmo tenho a ilusão de que alguma argumentação lógica e racional tenha sido o que convenceu a entidade a antecipar a abertura da janela de transferências de jogadores do exterior para atuarem nos times brasileiros após a Copa do Mundo. As razões, seguramente foram outras. De qualquer forma, o que quero salientar é que a abertura da tal janela, na sua data inicialmente estipulada, não fazia o menor sentido, não tinha razão de ser, assim como aquela placa de trânsito que certa feita eu desafiei. A temporada europeia acabou antes da Copa do Mundo e nosso clubes já estão em atividade. Não havia sentido em ter que aguardar até agosto para contar com os reforços vindos de fora do páis.

Então, nós, colorados, não temos nenhum motivo para nos sentirmos envergonhados por uma possível “virada de mesa” que nos estaria favorecendo às vésperas da semifinal de Libertadores. O São Paulo, nosso adversário brasileiro, também poderia e, ainda pode, contratar reforços do exterior.

Mas é claro que ninguém vai contar uma história comprida e complexa como essa da placa de trânsito, para contrapor aquele gremista chato que agora tá incomodando com esse papo de virada de mesa. Na verdade, nem precisa. Os gremistas sabem muito melhor que nós, que não se trata de virada de mesa. Na verdade, o que eles querem é que nós acreditemos nisso, nos sintamos constrangidos, envergonhados. Bobagem!

O que realmente importa é que a janela está aberta e por ela entrarão Tinga Sóbis e Renan. Nas nossas casas coloradas, essa abertura só traz esperança e felicidade. O frio, a umidade e o vento, entrarão pela janela da casa dos gremistas e sãopaulinos. É por lá que essa abertura de janelas provocará verdadeiros calafrios.

Pois bem, façamos bom uso dos nossos novos/velhos contratados. Tinga, Sóbis e Renan, sejam bem-vindos de volta à nossa barca. Ah, sim, e claro: podem sentar na janelinha!
















segunda-feira, julho 19, 2010

Saudade

Palavra universalizada pela língua portuguesa. Sentimento Internacional, né? Todo mundo sente saudade de alguém, de alguma coisa, de cheiro, sabor, daquela música, daquele momento, ou de algum lugar.

Muitas vezes brilha no semblante, através de um sorriso ameno, como se fechando os olhos fosse possível retomar aquele instante saudoso. Tem também o reflexo doloroso, nos olhos marejados, em sinal de que é muito triste viver na impossibilidade da saudade.

Com respeito aos fãs, não gosto de Legião Urbana, mas acho incrível uma frase de Renato Russo, “saudade que eu sinto de tudo que eu ainda não vi”. Esta é aquela sensação de aperto no peito que a gente não explica direito, ou uma vontade de não estar onde se está, sem saber, então, onde raios eu me encontro... Reflexos de almas inquietas.

Existe também a premonição: vai deixar saudade. A psicografada: morri de saudade. E a melhor de todas: saudade Gabiru, ninguém imaginou que fosse sentir, dele!

A verdade é que saudade do que foi ruim a gente não tem. Portanto, em poucos dias, logo antes do juiz apitar o início da partida, o Beira Rio (in loco ou espraiado) irá cerrar seus olhos e, num leve instante psicótico: matar a saudade .

Não somos os mesmos daqueles dias, onde vivemos a apreensão que precede o primeiro título. Sóbis e Tinga também não são aqueles mesmos postulantes ao hall da América. Toda montanha de sentimentos à beira de um rio e ataque de nervos, foi se dissolvendo depois daquele agosto e hoje pulsa em corações maduros, bem resolvidos.

Mas então, de que saudade eu me refiro? De ganhar (agora) um novo título.

Não foram os cinco gols em dois jogos, seis pontos somados e a nova posição na tabela do Campeonato Brasileiro que me trouxeram de volta o espírito chamado saudade. Não foi o belo gol de Sandro, bom rapaz, contra o Guarani. Tampouco o de Kleber, ontem, no passe de D’Alessandro. Nem mesmo o ressurgimento de Taison, ainda que tão breve pareça momentâneo suspiro.

Foi esse frio com chuva desgraçado que condena meus pés ao gelo infinito. Essa perseguidora umidade, invadindo por todos os lados. E a toalha que não seca estendida no box do banheiro. O céu fechado, de cara feia que maltrata impondo melancolia. Os dias que se escondem e nos recolhem do prazer do dia. Foi nosso clima gaudério infeliz que me despertou a lembrança mais feliz, de um inverno como tantos outros e do qual, no entanto, sinto muita saudade.





Janela Aberta!

Quem diria que aquele cara (Francisco Noveletto) que eu encontrei em na Rua em Yokohama e perguntei "Tu és Colorado?" não sabendo quem era hoje teria conseguido o feito de abrir a janela de transferência para Julho em vez de Agosto. Assim sendo o Inter pode increver Renan, Tinga e Sobis na Libertadores e no Brasileirão.

Fico muito feliz com a entrada do Tinga pra lacrar o meio, esperansoso com Sobis no ataque mas com um pé atras em relação ao Renan. Por mim Lauro teria continuado como titular e Pato já teria voltado a Buenos Aires. Lauro não tomou um quinto dos Frangos do Pato e desistiram dele. Enquanto isso Pato continua a tomar frangos e Renan que ainda tem muito que provar talvez entre frio na Libertadores. O maior erro foi sacar o Lauro e aí sim o sacrificar diante da torcida.

Mas vamos que vamos. Tinga no meio com Guinazu pode ser melhor que um sonho. Um faminto Sobis no ataque por nos trazer muitas alegrias....se o goleiro seja lá quem for conseguir fazer o basico já fico feliz!

PS: Ainda sobre o nome do Estadio em 2014. Qual será a porcentagem da população fora do Brasil que vai pensar ao menos inicialmente que o "Estádio Beira Rio" fica no RIO de Janeiro? Faremos propagando para o Rio de Janeiro ou para o nosso clube o SC Internacional?

PSS: Dei uma pesquisada e A FIFA não permite que o nome do Estádio tenha o nome de uma empresa que não seja patrocinadora da Copa....assim em 2006 o Allianz Arena na Alemanha ficou conhecido como "Fifa World Cup Stadium" durante a Copa e a mesma coisa aconteceu com varios outros. Mas em nenhum lugar diz que o estadio não pode levar o nome do dono, como foi feito em 94 como o Giants e em 2002 o Daegu Stadium onde joga o Daegu FC e com varios outros estadios que leva o nome de quem é dono dele.

PSS: Quanto será que uma patrocinadora da Copa, por exemplo Adidas (se o Inter usasse Adidas) não pagaria pra colocar o nome no Estadio? "Adidas Internacional Stadium". Mas pode ser qualquer outro patrocinador aprovado pela FIFA. Só para terem uma ideia...o banco CITI tá pagando ao NY Mets (do baseball) $400 Milhões de Dollars por 20 anos pra chamarem o novo Estadio do Mets de Citi Field. Quanto será que vale um estadio de Copa do Mundo por 5 anos de contrato?

domingo, julho 18, 2010

Cultura Local

Geralmente quando falamos em estádios modernos, as resistência vem de pessoas que temem a "cultura". Já vimos inclusive vice-presidentes de nosso Clube dizendo que o arame farpado na beira do campo e nas divisórias são fruto da "cultura local" (aqui). E esse é que deve ser nosso temor. Afinal quem lidera um processo de "modernização", deve estar na vanguarda de novos conceitos e não ser uma resistência a eles.
Já tivemos algum progresso, superando fortes resistências internas, contra o arame-farpado no Beira-Rio (aqui), com comparações com estádios brasileiros. Agora, também é interessante ver um trabalho muito interessante feito pelo "Street View" do Google Maps dentro dos estádios da Copa da África do Sul (aqui). País este com uma cultura local "em desenvolvimento", assim como o Brasil.
Nem tudo que é "modernização" - relativa à grande revolução no conceito de "estádio de futebol" ocorrida na Europa desde meados dos anos 90 - significam grandes transformações ou obras milionárias. Muitas vezes são questões simples de gestão e operação do estádio.
E é por não compartilhar dos mesmos objetivos e conceitos da FIFA sobre "estádio de futebol moderno" que o Caderno de Encargos (que é básico), vira um peso a ser executado e não uma orientação de questões básicas que deveriam estar no dia-a-dia do Beira-Rio.

Estádio Royal Bafokeng: redes sobre o fosso para proteger o TORCEDOR. Lembram do rapaz que morreu por cair no fosso do Olímpico?
Estádio Peter Mokaba, rede para "atrapalhar" uma invasão que funciona junto às equipes de stewards (os "seguranças" privados com treino específico para esse tipo de trabalho):
Estádio Mbombela:
Estádio Mandela Bay (fosso com rede. Não impede invasão, atrapalha, dificulta, retarda):
Ellis Park, o mais antigo, praticamente não tem divisória:
Estádio de Durban (até a Copa foram instaladas grades deitadas, como do Soccer City):
O gigante Estádio Soccer City:
Os sul-africanos importaram as infernais "vuvuzelas", fruto da "cultura local". Talvez o plano seja importar arame farpado "oficial" do Estádio da Copa.


Inter x Ceara

via celular

Fazendo mais passeios por ai com minha irma e Pai que tao me visitando. Essa foto ai eh da singin cowgirl que anda pelo times square em Nyc.

Os canais pfc e globo aqui mais uma vez nao vao passar o inter mais pelo adversario do q qualquer coisa...claro q se era flamengo conta ceara eles passariam....eu moro nos EUA mas como Gaucho no mundinho brasileiro daqui eh como se eu morasse em rio sp ou bh...ate aqui gauchos ficam em quarto plano nos olhos da globo.

Hoje eh dia de vitoria nao? jogando em casa contra lider temos q aproveitar especialmente com muitos times dando passos pra tras. Ainda da pra salvar o brasileirao. E o q dizer do San Pablo? Mais uma derrota. Sera que tao mal assim?

O blog do Mario Marcos hj menciona minha ideia sobre o nome do estadio durante a copa. Insisto...qual o problema em chamar nosso esatdio pelo nome do nosso clube!? Ellis Park na AS ...qual time joga la? Eu nao sei. Talvez se levasse o nome do clube saberiamos.

sábado, julho 17, 2010

Copa BV: Round 4

Estou Upando esse Post pois precisamos mais participação dos Leitores, pois vocês é que vão decidir quem vai escrever no BV.
_____________

Ok pessoal continuamos com a competição para achar o mais novo coilunista do Blog Vermelho.

No Round 1 deu vitória do Bloguista 1 sobre o Bloguista 2.
No Round 2 deu vitória do Bloguista 4 sobre o Bloguista 3.
No Round 3 deu empate. Com isso eu tive que decidir, algo dificil...queria que vocês escolhessem por mim! Foi parada dificil mas como tenho que escolher um, escolhi o Bloguista 6.

Esse pessoal aguarda aí até o final dessa primeira fase para instruções para o proximo mata mata.

Ainda há DUAS vagas para candidatos (leiam AQUI para ver instruções), então quem se interesar ainda dá para mandar seu Text para essa primeira fase.

Agora vamos ao Round QUATRO! Depois de ler os textos vocês podem votar em 1 nos comentarios do Topico. Podem tambem deixar dicas aos candidatos para proximas fases. O Autor tambem pode votar em si uma vez mas não pode revelar que o texto é seu. Tambem não vai valer votos de amigos ou familiares...tem que ser a galera que lê o BV mesmo. Por experiencia eu consigo ver quando alguem tá estufando a caixa de votos, então por favor nada disso :) Que o melhor vença. O Vencedor passará a proxima fase do Mata Mata. Vamos lá: Lembrando que esses textos foram escritos antes da partida do Guarani.

BLOGUISTA #7

O mês mais longo do ano

Não é porque julho tem 31 dias, mas este de 2010, em especial, é sem dúvidas o mês mais longo do ano. Isso se dá em virtude da enorme expectativa que toma conta de nós, colorados, para o embate diante do São Paulo no dia 28. Será o primeiro dos dois jogos das semifinais da Libertadores 2010 e ainda por cima na nossa casa, ou seja, é dever do time suar sangue dentro das quatro linhas e se dedicar ao máximo em cada jogada, em cada dividida. Porém, é obrigação da massa colorada invadir o Beira-Rio. Não tenho dúvida nenhuma de que teremos recorde de público no estádio. Já sinto saudades da movimentação rumo ao bairro Menino Deus em dias de jogos decisivos, com engarrafamentos, buzinaços, aglomeração nos portões de acesso, o canto vindo da arquibancada, bandeiras, a entrada em campo,o grito de gol, e tudo mais. Vai ser muito bom ver isso tudo de novo daqui uns dias. O Gigante nos espera para começar a festa.

Simples assim

Celso Roth chegou sob desconfiança da esmagadora maioria da torcida que esperava contar com alguém mais tarimbado na casamata colorada, alguém com um currículo vasto de títulos, com experiência em jogos decisivos, mas enfim. A escolha foi feita e, pelo menos até as eleições, só nos resta apoiar o homem. Que ele consiga tirar o máximo deste grupo de jogadores e coloque na cabeça de cada um que a Copa que interessa pra nós é e sempre foi a Libertadores da América. Se ele conseguir isso e os jogadores se comprometerem com ele, chegaremos muito bem para os jogos diante dos paulistas. Vieram Renan, Tinga, Leonardo, Oscar e Rafael Sóbis. Ótimos reforços! Mas para desespero de muitos aqui (me incluo nessa) a nossa camisa 9 segue com o mesmo dono. Minha esperança é de que com este acréscimo de qualidade no grupo, as coisas melhorem e o insubstituível nos faça morder a língua. Já pedimos perdão pro Gabiru, porque não pro Alecsandro? É só fazer o gol do título. Simples assim.

Saudações alvirrubras.

BLOGUISTA #8

28/07. Está quase na hora.

O anúncio de que Celso Roth seria o novo comandante no Beira-rio me deu calafrios. Era dia dos namorados, mas o anúncia da sua contratação parecia mais uma piada de 1º de abril!! No entanto, quase 1 mês se passou e este calafrio inicial está dando lugar à esperança, esperança esta renovada pela atitude do técnico e pelas mudanças à rotina colorada: treino em dois turnos (finalmente!!!), treinamento exaustivo de bola parada e de conclusão, escolha dos titulares de acordo com o que estão rendendo e não pelo nome ou quantidade de dígitos no contracheque (pelo menos esse é o discurso).

A chegada do novo técnico e a eliminação prematura da seleção nas quartas-de-final da Copa só faz aumentar a ansiedade natural do torcedor colorado para a semifinal da Libertadores. O fim da novela “Rafael Sóbis” marca o início da (ou a transição para) novela “Janela de Trasferência”.

Depois de 2005 e do ranço da torcida colorada com a convocação dos nossos jogadores para a seleção em momentos cruciais da nossa história, é um ironia do destino termos que depender da CBF para algo que vai nos beneficiar imensamente. Poder contar com Renan, Tinga e Sóbis (principalmente) na Libertadores é imprescindível para passarmos por cima do São Paulo e chegarmos à final.

A julgar pelo desempenho nos dois jogos-treinos, Giuliano e D'Alessandro estão dando conta do recado na armação das jogadas, mas o nosso ataque está carente de alguém que ponha a bola na rede - o que não é nenhuma novidade para nós.

Por muito tempo insisti na ideia de que o Alecsandro era um matador e que só faltava um parceiro decente ao lado dele. Taison, Walter, Edu, Leandro Damião, Kléber Pereira. Nenhum desses demonstrou que pode ser esse companheiro.

Agora com Sòbis ao lado do Alecsandro, a história vai ser diferente: ou o Alecsandro faz gol, ou ele dá lugar a outro, possivelmente ao Taison, para, quem sabe, repetir o sucesso que a dupla Nilmar-Taison teve no início do ano passado - ok, foi no Gauchão e na Copa do Brasil que não vencemos, mas desta vez o Taison terá, novamente, um atacante inteligente ao lado dele, e, ao lado de um atacante inteligente, até o Edu tem chances de finalmente desembarcar no Beira-rio.

sexta-feira, julho 16, 2010

Anatomia do jogo

'Ossos... Musculos... Pele... Celulas, tecidos, orgãos e sistemas... Tudo orquestrado para a VIDA do ser...'

Tá na hora de pararmos de visualisar 'linhas' de 2-2 ou de 4, ou 'quadrados e retangulos'... Meio-cancha não é rede de arrastão... Como se 2, 3 ou 4 vão juntos para frente e para trás, lado a lado ou que bloqueiem hermeticamente espaços imaginários. Que, nada! Cada meio-campista deve fazer tarefas específicas adequadas a sua função e característica... e levar meu time para sua única meta: bola na rede do Ceni!!!

O mote Nº1 SEMPRE deve ser obter a bola o mais limpo, vigoso e rápido possivel... Lá na frente ou até dentro da nossa area... Ai, é faze-la avançar com mais ou menos velocidade, precisão e técnica, vertical ou diagonalmente, com a participação coletva dos atores em anarquica harmonia. Ok?

Se seus posicionamentos forem complementarmente em avanço (não em linhas ou formas geométricas) então ok... o motor desenvolve. ELES SÃO AS PEÇAS FUNDAMENTAIS da equipe. Se existe sobreposição ou falta das valências em 1 dos 4... Fud... A continuidade da evolução do time e o progresso da bola 'fastfward' (pode ter ritimo e cadência, desde que sem esquecer a meta lá do outro lado do campo) é a razão deste motor da equipe.

Se não, repito, acabou. O time não progride nem dentro de uma partida nem ao longo de varias num campeonato, num ano ou em vários... Tudo isso pra rapetir novamente: Sandro e Guiña não servem um ao lado do outro em termos de futebol vencedor! PRECISAMOS DE ALGUEM PIOR QUE UM DELES COMO 'CALÇO' DO NOSSO MOTOR... e 2 mais a sua frente... e 1 a 2 para fazer a bola chegar e adentrar a área... e chegar ao VERDUGO... e então ao gol adversário... para a EXECUSSÂO FATAL !!!

Os sistema de jogo simulam um desenho dinâmico para a estratégia. E está é, simplificadamente, obter a bola, trocá-la de condutor em condutor coletivamente e de forma eficaz com, digamos, 6-7 jogadores até atingir A META: Colocá-la dentro da moldura guarnecida pelos oponentes. Um, as vezes 2, 3, 4 ou até 10 são os responsáveis sistematicamente pelo desfecho fundamental almejado: o GOLO !!!

Mas FUNDAMENTALMENTE o ataque deve ser composto carrasco(s), que são 1 a 3. Estes devem invariavelmente ser os incumbidos, ou melhor ainda, os sinônimos, de GOL. De bola na rede! Sempre ! SÓ ISSO! Claro que o protagonista principal deve ser o Centroavante.

Mas se um centroavante recua, ele ficará longe do gol. Logo fará outras coisas, não gols... E se quando porventura lá ele está, mas não ambiciona a posição privilegiada (não antecipa-se e/ou desloca-se dentre os opostos lá na área), se não dispõe de todas armas para ser letal (2 pernas e uma cabeçada competente) nem de velocidade para superar o oponente... e nem mesmo o ânimo para superar-se e fazer algo que parece dificil (coragem e disposição)... bom, daí né, complica... Ele até pode ser tosco mediocre, bom ou ótimo... Mas atacante nato, que usa a Nº 9 AMBICIONA sempre ser ou fazer o que descrevi...

Umas 4 ou 5 peças de time de futebol basicamente devem trabalhar para ele. E este, para os outros 10 em campo. O jogo não foge disto. Desenvolvimento...desfecho... meta atingida... bora pra casa. CLARO, QUEM PODE MAIS, MAIS GRITA 'É CAMPEÃO', segundo esse modelo aqui proposto... Mas nossa sistemática de equipe e nosso(s) atacante(s) escolhido(s) já nem são e/ou não andam fazendo isto mais ! Desvirtuou... O Mandamento META FINAL ficou desvirtuado !!!

Porque? Por que os fundamentos para seu desenvolvimento (bola-verticalização-zona de desfecho-finalizador da META) estão com alguns (poucos) paradigmas óbvios quebrados... É perna sem fêmur... coluna sem vertebra... crâneo sem cérebro...

Carro sem UMA roda, motor sem UMA vela, não andam... e o mecânico vinha mexendo na surdina.... E o motorista só olhando as bobagens do mecânico... Agora temos Mecânico novo... que encontre e corrija o paradigma, pois !!! Arruma esse motor, que é a alma... é o próprio veículo.... Não é nem complicado. Ao invés dos ‘melhores, bonitos ou caros’ acerte com ‘OS MAIS CERTOS’. Ao ínvés de 2 turbos... Um turbo e dez velas...

E, é claro, na centroavância e ataque, p. favor!, não inveta uma parábola.. Se falta roda, BOTA RODA poxa!!! TROQUE O QUE SE REVELOU A ANTÍTESE DO CENTROAVANTE... VAI COM UM CENTROAVANTE QUE DESEJE, ASSEDIE E AMBICIONE, ALI NA GUILHOTINA A NOSSA (dos outros 10 e + 6 milhões) SINGELA MAS DESEJADA META... EXECUTE !!! E A FOME DO GOLO ACABA!!! Simples assim.

P.S.:

'Ah, mas Alecs fez 16 ano passado e já ANDOU com meio (!!!) gol por jogo em 2010'. PÔ... O CONE É UM PESCADOR! Taí: CONE, o ‘PESCADOR DE ILUSÕES'. Ontem, em Campinas, outro de pescaria pra continha dele. Sem goleiro... Bah !!!

Aliás, engraçado né. Se o cirurgião após sua octagésima-centésima cirurgia bem sucedida, errar pela primeira vez, tá degraçado... processado e caçado. Dois frangos acabam a carreira de um goleiro... Tú que está aqui lendo, leva crítica pesada por seu eventual 1º erro, ao ínves de elogios pelos seus outros 'n' acertos...

Mas com Alecs que se omite a 18 meses, não... Quanto mais teremos que aguentar os erros e omissões do nosso pseudo-centroavante... Esse ai, meus amigos, só bota faixa de campeão (de Gauchão) como reserva... Teria ele feito já algum gol em final...? Na Arábia, será? Duvido, hein... Realmente... Esse não servirá nem pra AlecGABIRÚ...



quinta-feira, julho 15, 2010

Hay que tener inteligencia para jugar !



O 10zinho ontem foi muito bem...

Quem deveria sair para entrar o 10zinho era o Alec, reforçando o meio-campo e deixando o T7 como atacante (vide 3º gol)

O 10zinho só pode entrar para segurar a bola (2º tempo) quando o time adversário estiver cansado, mesmo assim logo que entrou tomou uma ´caneta` que vou te contar.

Com um meio-campo de 5 jogadores poderá ser mais útil nos jogos fora, pois fica desobrigado de marcar, o que não tem condições física / orgânica de fazer, coisa que ontem o Dale fez !

Pelo menos temos, depois de muuuuito tempo, um treinador que prioriza o meio-campo, o Sandro e Giuliano foram muito bem

Dale não foi brilhante, ontem foi operário e ajudou o Kleber a marcar pelo lado esquerdo da defesa, quando foi a frente não tinha nos parceiros (A9 eT7) neuronios suficientes para tabelar prá frente e não restou pro Dale outra alternativa a não ser passar lateralmente a bola. Não tem jogada no apoio pro Kleber (principalmente bola aérea), pois o Alec já deixou de ser piada de mau gosto. Prefiro o Guina por ali, mais contido na marcação e o Dale mais desobrigado da marcação.

Alguém sentiu a falta do Guina ?

Solução:
Tira o Kleber e deixa o Guina na LE só na marcação.
Erro:
Vem sendo cometido desde a época JF, Sandro fixo e Guina liberado para jogar....burrice

Indio é ex, assim como F Eller, o que sobra de vontade no Nei e Taison lhes falta neuronio, não tem o tempo da bola, aquela que identifica o jogador confiável/ regular, ou sai uma grande jogada (rara vezes) ou uma verdadeira m...já o Alec parece lhe faltar vontade (ou falta de índole para participar mais dos jogos, se bem que ontem tentou, mas é insuficiente para jogos mais difíceis.

Time pro restante do ano (para quando o Sandro sair)

Pato (Renan)
Glaydson, Bolivar, Sorondo (Dalton) e Guina
Matias, Tinga, Giuliano, Dale
Sóbis e Damião (Taison / TH / Edu)

O SP conseguiu perder pro Avaí no Morumbi...

E PRÁ VARIAR UM POUCO...O INTER É O TIME DO SEMESTRE QUE VEM !
ISTO QUE É PLANEJAR...RELÓGIO SUÍÇO Made in Paraguay!

quarta-feira, julho 14, 2010

Inter x Guarani

via celular
Pela primeira vez desde 1978 eu meu Pai e minha irma estamos nos EUA juntos ao mesmo tempo. Minha irma volyou ao Brasil em 78 e so voltou pra visitar em 2009. Esse ano ela veio de novo e meu Pai que visita todos os veroes daqui tambem esta aqui no momento. Por isso a foto de Atlantic City onde estamos no momento.

Mas esse topico eh para comentarios sobre o jogo de hoje...antes..durante e depois.

Novo tecnico..novo Inter? Ou mais do mesmo?

Mas antes vou fazer o Donald Trump ficar mais rico ainda!

Larry - 56 anos de Internacional


Em 11 de julho de 1954 estreava no Colorado um jovem centroavante, vindo do Fluminense: Larry.


Larry começou a aparecer no time profissional do Fluminense em 1951, com 19 anos. Mas atuava em pouquíssimas partidas. Ainda era um jogador do 2º quadro (aspirantes).


Em 1952 Larry foi convocado para os Jogos Olímpicos de Helsinque, onde foi titular, ao lado de Vavá (futuro campeão mundial com a seleção). Larry marcou gols em todas as partidas da competição:

5x1 Holanda (2)

2x1 Luxemburgo (1)

2x4 Alemanha (1)


Mas voltando ao Brasil, continuou na reserva do Fluminense. Entre 1951 e 1954, foram apenas 18 partidas pelo tricolor carioca (a maioria amistosos) e 7 gols marcados.


Em junho de 1954, foi contratado pelo Internacional, com 21 anos de idade. Quando Larry chegou, o Colorado estava disputando o Quadrangular Final do Torneio Extra (um campeonato metropolitano, com um único turno). Na 1ª rodada, o Internacional havia sido derrotado pelo Nacional (0x1) e precisava recuperar-se contra o Floriano. A partida foi disputada no estádio da Timbaúva, e Larry começou jogando.E já desde o início o atacante mostrou para a torcida colorada que seria um dos maiores centroavantes da história do clube: aos 30 segundos, fez Internacional 1x0. E a 1 minuto, mais outro gol, 2x0! Larry marcaria mais um, e o Colorado venceria por 7x0.A partida seguinte era um Gre-Nal, e derrota ou empate significava título para o Grêmio. Mas o Internacional venceu por 3x1 (mais um gol de Larry) e obrigou a realização de um supercampeonato, pois Internacional, Grêmio e Nacional terminaram a competição empatados. Contra o Nacional, vitória colorada por 1x0, mas Larry não marcou. Em compensação, no Gre-Nal, nova vitória (4x0), com dois gols de Larry! E o Internacional sagrou-se campeão do Torneio Extra.


Poucos meses depois, Larry se destacaria no Torneio de Inauguração do Estádio Olímpico, marcando um gol contra o Liverpool, do Uruguai, e quatro na vitória de 6x2 sobre o Grêmio.


Em 1956 fez parte da seleção brasileira campeã panamericana no México. Disputou todas as cinco partidas e marcou gols em duas delas.

2x1 Chile

1x0 Peru (1)

2x1México

7x1 Costa Rica (3)

2x2 Argentina


Larry jogou no Internacional até 1962, quando encerrou a carreira. Seus títulos no Internacional:

Campeão do Torneio Extra em 1954

Campeão do Torneio de Inauguração do Olímpico em 1954

Campeão Matropolitano em 1955

Campeão Gaúcho em 1955

Campeão Gaúcho em 1961



terça-feira, julho 13, 2010

Carta aos Colorados

Gostaria de divulgar aqui, uma carta dirigida a todos os colorados. Venho trabalhando no Projeto Convergência Colorada e posso dizer que os estudos que estão sendo feitos visam à construção de um modelo de gestão institucional que, uma vez concretizado, passará a ser uma conquista de todos os colorados, sem distinção.

Caro Colorado,

O Convergência Colorada quer ter ouvir. Somos mais que um projeto, somos realidade em busca de melhoria com a ajuda dos sócios. Representante de três grupos políticos do Conselho Deliberativo do Internacional, o Convergência Colorada está montando seu projeto para modernizar a gestão do clube e tornar o Inter cada vez mais forte e vencedor. E quer fazê-lo com a sua participação direta.

O que você gostaria de mudar no Inter? O que precisa ser melhorado? E o que deve ser mantido? Pense no Internacional que você sonha construir e envie suas ideias e sugestões diretamente para os representantes do Convergência Colorada através do e-mail
sugestoes@convergenciacolorada.com.br

As propostas serão levadas ao Plano de Gestão do Convergência Colorada, que busca tornar o nosso Internacional cada vez mais profissional sem afastá-lo de seu maior acionista: o torcedor. Participe você também e mostre que não é só na arquibancada que a voz da torcida faz a diferença na busca de novas conquistas.

Contamos com você!

Atenciosamente,

Sandro Farias
Conselheiro do Internacional e Coordenador do Plano de Gestão do Convergência Colorada


A Copa Que Me Toca

Eu me diverti bastante durante a Copa do Mundo! Jogos quase todos os dias, sem aquela tensão, sem aquela preocupação! Vencesse quem vencesse, minha diversão estava garantida. Relax total! Pena que acabou!

Sentirei saudade da Jaabuulaaaniiii! E o Polvo Paul? Que viagam!! Qual terá sido seu mistério? Clarividência animal? Fraude humana? Ora, ainda que fosse armação, quem arrumava as escolhas do polvo é, igualmente, um craque das previsões futebolísticas.

E elas, ah, que show de imagens! Torcedoras lindas de todos os países, de todas as etnias. Sentirei falta produto mais original da história da insústria paraguaia: o inédito e inusitado porta celular de Larissa Riquelme. Claro que era de silicone mas, enfim, era produto paraguaio, né! Mas também sentirei saudade da repórter de campo mais comentada da Copa: Sara Carbonero! Pega muito esse Casillas, hein!

Domingo à noite eu já estava nostálgico por essa competição tão agradável e divertida pra mim. Comentei com meu filho que Copa do Mundo de novo só daqui a quatro anos, quando ele me disse: "Ah, pai, o bom é que agora vai ter jogo do Inter!"

É, até o meu filho de 5 anos já sabe: o recreio acabou. A Copa que me toca reiniciará em cerca de duas semanas no Beira-Rio. Semifinal de Libertadores entre Inter x São Paulo dispensa maiores comentários. É jogaço e ponto. Ou melhor, ponto de exclamação!

Pois agora há pouco, meu pequeno veio me dizer que deu uma propaganda na TV de um jogo no dia 28 que ninguém pode perder, e me disse: "Ah, claro que tu não vai perder né pai, é Inter x São Paulo!" No que eu disse: "Não só não vou perder, como estarei no Beira-Rio." E de bate-pronto ele me devolveu: "No Beira-Rio eu quero ir contigo, eu quero que o Inter vença!" Cheio de orgulho e feliz da vida, levarei meu pequeno à sua primeira semifinal de Libertadores. Contra o Cerro, na primeira fase, ele já foi e deu pé quente. Vamos ver se repete a dose.

Pois agora eu acho que é só isso mesmo o que resta: torcer pelo Inter com a inocência de uma criança. Sei que amanhã tem jogo pelo Brasileirão e que todos estamos ansiosos por ver o primeiro jogo quente do time de Roth. Sei que há ainda muitas dúvidas e expectativas, e que uma reação no nacional se impõe, pois nossa posição na tabela não é boa. Claro que vou assistir e torcer, mas espero conseguir seguir no ritmo relaxado da Copa do Mundo. Por ora, não quero sofrer. Agora, quero me resguardar para as noites de Copa. A Copa que me toca.


segunda-feira, julho 12, 2010

Chip, Nome e Guarani

CHIP

Depois de ler hoje que o Blatter aceita Chip na Bola, mas não outras tecnologias no futebol vi que a Fifa vai tentar enganar o Mundo com esse Chip na Bola e deixar o resto como tá; sem replays e com o mesmo numero limitado de Juizes em campo.

Esse papo de Chip é pura bobagem. Erros em campo no sentido de se a bola entrou ou não são RAROS. Nessa copa teve só 1 (o da Inglaterra). Na ultima Copa nenhum! Enquanto isso tivessemos 100 impedimentos errados, mas 300 faltas mal dadas. É muito raro esse lance de não se saber se a bola entrou ou não.

Esse Chip é um bom começo mas não pode ser considerado uma solução unica ou final pois na maioria dos jogos o chip nem teria uso.

A Solução é usar replay dando duas contestações por tecnico por etapa em lances de penaltis, gols ou impedimentos. O chip seria só um complemento final. Se não querem replay e tecnologia então precisam colocar mais 2 Juizes em campo, porque 1 só é simplemente ridiculo. E o bandeirinha então? Coitado...tem 2 olhos mas tem que ver 3 coisas ao mesmo tempo; A Bola, o Ultimo Zagueiro e o atacante mais avançado! Missão quase impossivel especialmente em jogadas de lançamentos longos. Por isso temos erros de quase 50% em impedimentos. É uma tarefa quase que baseado na sorte.

NOME

Vou continuar insistindo até 2014: Quantas vezes na Copa de 2010 ouvimos falar Soccer City, Elis Park, Durban, Cape Town Stadium etc....esses nomes foram martelados em nossa memoria. Por isso escrevi antes e repito hoje, o Inter tem que aproveitar o inicio das obras do Beira Rio para trocar o nome do Estádio para SC INTERNACIONAL. Eu prefiro 1000 vezes o nome do nosso Clube martelado na mente de todo povo do mundo do que as palavras Beira Rio. As palavras Beira Rio não vao associar diretamente nosso clube aos bilhões de telespectadores e leitores de midia na copa de 2014. Com todo respeito ao nome Beira Rio, para uma copa do mundo chamar nosso estadio de SC Internacional terá muito mais valor.

Tem companias que pagam centenas de milhões de Dollars por esse previlegio de ter seu nome num estádio, o Inter não precisa de milhões, precisa apenas de uma nota oficial ou Fax a Fifa informando o novo nome do Estádio! Quanto vale ter seu nome ou o nome de sua compania exposta literalmente ao Mundo nos proximos 4 anos? O Inter pode fazer isso GRATUITAMENTE! O Inter será que vai desperdiçar esse marketing Global que não vai custar nada por sentimentalismo? Ora depois da Copa reverte o nome pra Beira Rio novamente, sem problemas. Imagina se a Copa fosse no suposto novo estádio do Gremio o "Grêmio Arena"...quem que tu acha que depois de uma copa teria mais reconhecimento lá fora se fosse assim. E como Colorado, como tu se sentiria se o nome do Grêmio virasse palavra do cotidiano Mundial?

Quantos de vocês já ouviram falar no Giants Stadium? Garanto que muitos de vocês. Foi sede na copa de 94 e contêm o nome do Clube o NY Giants. Eu quero que as crianças e adultos lá na Indonesia, Irlanda ou na China escutem SC Internacional repetidamente para nunca esquecerem!

Mandei a sugestão direto ao Marketing do Inter. Recebi uma resposta que gostaram da ideia e que iam passar adiante. Veremos.

GUARANI

Guarani em 2 dias. Vamos ver se essa folga e novo tecnico trará um Inter diferente ao gramado ou se será o mesmo sofrimento de sempre. Depois de assistir 64 partidas de uma Copa será interesante comparar com o jogo do Inter.

La Roja Campeona





Posso me identificar com a sensação que invadiu todo um país (pouco maior em território que o Rio Grande do Sul), a partir do momento registrado na foto acima.

Sim, eu também sei o que é vencer o mundo todo e quando todo mundo se surpreende.
Igualmente, venero a minha camisa vermelha.
E, o principal: mais indescritível que a sensação da vitória, é a certeza do merecimento.

Parabéns Espanha, bem-vinda ao clube.

Apesar das semelhanças, não tenho melhores condições que uma cidadã espanhola, para falar desse momento.



ALMUDENA GRANDES

Alegría


Algunas veces, pocas, la vida es justa. Algunas veces, poquísimas, el azar decide apostar por nosotros, salvarnos cuando está a punto de sonar la campana. Las cosas se han puesto tan feas, que este año necesitaba las vacaciones más que nunca. Harta de escribir columnas tristes, harta de crisis, harta de jueces, harta de injusticias, de arbitrariedades y de juego sucio, necesitaba descansar de mí misma, del súbito pesimismo que se burla cada mañana de mi optimismo congénito.

Y sin embargo, estando así las cosas, llegaron 10 chicos con una camiseta roja y un portero enamorado, que para los penaltis como si la Virgen pretendiera robárselo a su novia. Después del primer partido, nadie daba un euro por ellos. Parecían la imagen misma de su país, el nuestro, de nuestra economía, de nuestra deuda pública, de nuestra contradictoria y atormentada identidad. Iban de ganadores, y perdieron. A partir de aquel momento, les tocaba perder, pero ganaron, y ganaron, y ganaron, y volvieron a ganar, y tan bajos como son, como somos, empezaron a colarle goles por la escuadra a porteros de dos metros.

Primero fue la incredulidad. Después, y eso es lo emocionante, ha sido la sonrisa. Durante unas semanas, hemos vuelto a sonreír. Hace muchos años que no estábamos peor, pero hace muchos años que no estábamos mejor, y el fútbol no arregla nada, no resuelve los problemas, no despeja el negro horizonte del porvenir que nos espera, pero le ha devuelto la alegría a este país. La alegría ni se fabrica ni se negocia, y es tan cara que no puede comprarse con dinero. Por eso es preciso disfrutarla, paladearla lentamente, dejar que la boca se impregne con su efímera y omnipotente dulzura. Gracias, Roja. Porque hoy somos ricos, porque somos poderosos, porque somos los mejores, sin dejar de ser tan bajos como nosotros mismos. Gracias por la alegría.



domingo, julho 11, 2010

Erros do início ao fim

Montagem final da ESPN dos EUA apos a Copa


A Copa pra mim se resumiu a erros de arbitragem do inicio ao fim. Um triste fato do futebol e com uma FIFA irresponsavel que sabe que 1 juiz não vai acertar todas.

Hoje no tempo extra a Holanda teve uma falta que quando batida bateu claramente sem a menor duvida na barreira. Antes de sair pela linha de fundo o goleiro ainda tocou na bola....e o Juiz? Deu tiro de meta! Não só bateu na barreira como no goleiro!!! Pouco depois gol da Espanha. Se é dado o escanteio como deveria ter sido dado a sequencia do jogo teria sido outra. Todo estadio viu menos o Juiz. Chega a cansar. A Copa de 2006 já foi um festival de erros e em 2010 só piorou mais ainda.

E que final de lixo hein? Por essa final eu teria dado ao Forlan o titulo de melhor da Copa. Villa, Iniesta e o resto fez muito pouco na final. Tái Premio BV da Copa vai para o Forlan! (EDIT: e olha só a Fifa concordou comigo! Parabens Forlan, merecido!)

PS: Hoje notei as semelhanças no jeito de jogar do Robben e do D'Alessandro. Mesmo jeito de correr, mesmo tipo de tique de bola e até chutes e dribles são parecdios. Só faltava Robben fazer o La Boba. Mas acho Robben bem mais completo. Mas podem ver video o jeito de correr, driblar é tudo igual.

Bom Agora vamos a Libertadores.

sábado, julho 10, 2010

Round TRÊS: BV Copa

Ainda há 4 Vagas para candidatos para completar os 16. Leiam AQUI para ver instruções, pois ainda dá para mandar seu Texto para essa primeira fase. Mas só restam 4 vagas! O Vencedor do Round 2 e desse Round Três serão anunciados na Segunda ou Terça. Não deixem de votar.

Hoje teremos mais 2 candidatos sem revelar seus nomes para que um não leve vantagem sobre o outro por qualquer razão. Depois de ler os textos vocês podem votar em 1 nos comentarios do Topico. Podem tambem deixar dicas aos candidatos para proximas fases. O Autor tambem pode votar em si uma vez mas não pode revelar que o texto é seu. Tambem não vai valer votos de amigos ou familiares...tem que ser a galera que lê o BV mesmo. Por experiencia eu consigo ver quando alguem tá estufando a caixa de votos, então por favor nada disso :) Que o melhor vença. O Vencedor passará a proxima fase do Mata Mata. Vamos lá:

BLOGUISTA # 5

A necessidade de fazer gols

Desde o início da Libertadores deste ano temos visto que a providência
divina está do nosso lado. É até mesmo interessante que já tivessemos
previsto neste blog, desde o início, que somente a interferência
celestial poderia nos trazer até a semifinal da Libertadores.
Entretanto, creio que é hora de ajudar-mos "Ele", e esta ajuda passa
necessariamente por "fazer gols".

Nos classificamos em duas fases no saldo qualificado. Na segunda vez,
ouso dizer que o resultado veio pela soberba do adversário, e também
pelo gol feito em casa, em jogada treinada em laboratório. Ora, este
tipo de gol pode-se aprender a fazer, e na verdade as estatísticas
atuais do futebol indicam que 50% dos gols são de "bola parada". Para
fazer gol assim, temos que treinar, e neste ponto estamos em boas
mãos: O senhor Celso Roth é um trabalhador, no sentido mais positivo
do termo. No médio prazo isto pode criar problemas, mas para este mes
e meio, é o que precisamos.

Precisamos também saber fazer gols com bola rolando, e neste ponto vem
minha sugestão. Creio que a era do Alecsandro já passou no Inter. Este
jogador fez no ano o mesmo número de gols que QUALQUER OUTRO JOGADOR
teria feito, tivesse jogado tantas vezes e na mesma posição. Não
discuto seu comprometimento: ele parece ser um atleta, um bom
profissional. No entanto, precisamos de gols. O maior defeito do
Inter, já faz algum tempo, é sua dficuldade de ser incisivo. Nossos
meias não chutam, nossos laterais não chegam, e nosso atacante não faz
gol.

Me parece que a melhor maneira de remediar isso, neste momento, seria
apostar neste esquema que está sendo proposto, mas trocando a
imobilidade de um pivô por um ataque de velocidade. Por exemplo, um
meio com Sandro/Guina/Tinga/André/
Giuliano/Dale (peguem cinco dos
seis) mais o ataque com Sóbis, poderia ser mais efetivo que QUALQUER
tentativa com Pivô, no momento.

Claro, se tivessemos um jogador qualificado na frente, poderíamos
tentar este esquema com Pivô. Mas parece que ninguém no Beira-Rio pode
fazer isto, então será que não é hora de trocarmos de vez o foco, e
tentarmos um ataque de velocidade ? Até mesmo Taison poderia ser
beneficiado com esta mudança. Com treino, poderíamos acertar este
esquema, ao invés de continuar insistindo na providência divina, que é
a única que fará gols por nós se não mudarmos.


BLOGUISTA #6

O Inter "Rothiano"

Confesso amigos, fiquei muito satisfeito quando nosso Colorado demitiu Jorge Fossati, no entanto, não aconteceu o mesmo quando recebi a notícia da contratação de Celso Roth para ser o patrão da casamata Alvi-Rubra. Lembro bem que no dia em que isso aconteceu, eu troquei meu bom humor por longos momentos de reflexão e o que mais vinha a minha mente era a sucessão de derrotas que Roth acumulou em toda a carreira, principalmente os bons inicios de campeonatos, contrastando com finais melancólicos.

Pois eu dei tempo ao tempo e procurei me municiar de notícias dos primeiros dias de trabalho de Roth no Colorado. Gostei de algumas posturas tomadas por ele, cheguei a rir quando ouvi a frase: "Seleção? Para nós a seleção tem que ser o Inter", quando Roth justificou o treino na hora do jogo do time do Dunga. Simpatizei com o interesse demonstrado por D´Alessandro - na minha opinião o jogador mais técnico e capaz do grupo - que inclusive voltou a falar com a imprensa e gostei também da opção por Giuliano, deixando Andrezinho no lugar que ele mais rende, o banco de reservas. Mas, "perá lá", eu explico... Andrezinho rende muito quando sai do banco para o campo de jogo, certo??

E então eu assisti ao primeiro jogo de Celso Roth no comando do Inter. Contra o Peñarol vi o verdadeiro Wilson Mathias, ainda não espetacular, mas muito efetivo. Vi que D´Alessandro tem potencial para derrubar um técnico, pois se ele quer jogar, o homem destrói o jogo, se não está afim é um tormento. Acompanhei também que Sandro finalmente entendeu que deve guardar posição defensiva e isso o torna muito importante no esquema.

Para não dizer que só falei em flores, Kleber parece ter acabado para o futebol, já que não consegue acertar um cruzamento. E Alecsandro precisa de um companheiro - os telespectadores do Pânico na TV devem ter entendido a ironia da frase - e Rafael Sóbis pode consagrá-lo, ou finalmente tirar a prova dos 9, levando a direção a optar por um substituto. Sei que ainda é cedo, mas eu vou te deixar trabalhar Roth... Pelo menos até primeiro jogo da semifinal da Libertadores.