sábado, fevereiro 27, 2010

Where's Waldo, diga-se Walter?


Mais essa agora. Walter decidiu não aparecer ao treino e não atende ninguem em casa. O guri parece ter sido influenciado por alguem, só pode. Alguem botou merda na cabeça dele. Estaríamos vendo o novo Chiquinho? Ou um filme parecido com a do Guina no San Pablo? Como fazem bobagens esses jogadores. Depois acabam jogando num time da Serie C e não entendem porque.

EDIT:

Segundo noticiarios está parecendo que a situação não está sendo causada por festa, nem de empresario e sim pela cabeça de Walter que parece ter a capacidade de uma criança. Não escrevo isso como piada e sim como constatação. Realmente parace que Walter pensa e tem reações que uma criança de 10 nos teria. Supostamente ele esperava ser elogiado pela atuação contra o Emelec mas quando ouviu a critica do Fossati ele não consegiu absorver isso. Me parece que esse tipo de "Hard Love" não funciona com Walter. Ele não entende que o que Fossati disse foi mais como motivação do que critica. Fossati provavelmente pensa que elogiu demais faz jogadores ficarem acomodados mas Walter não consegue pensar assim. Ele deu o passe do gol e provavelmente esperava ouvir o Fossati elogiando ele, talvez até carregar ele do gramado como heroi.

Então se isso realmente for o caso (e não jogada de empresario) o Inter tem que entender isso e achar uma nova maneira de motivar o jogador.

quinta-feira, fevereiro 25, 2010

A VOLTA DO SAN PABLO

Essa foto é pra quem não entende porque a anos eu chamo o São Paulo de San Pablo aqui no Blog Vermelho....buenos o San Pablo esta de volta!!! Mas serio, pensei que a Fox Espanhol tinha aprendido a chamar o SP pelo nome certo...mas pelo jeito é San Pablo mesmo!

E sinceramente, time com os Paraíbas, Washington e compania não vai ganhar libertadores. A era dourada do San Pablo já era.

SUPER SUBS

- O que Escurinho, Renteria e Andrezinho tem em comum? Sem duvida, a tendência de jogar melhor entrando no Segundo tempo. Por alguma razão certos jogadores foram feitos para isso. Talvez eles tenham o talento e vontade para atropelar os adversarios já cansados depois de 60 minutos de correria em campo. Mas isso não acontece com todos os substitutos. Só alguns. Esses três são bons exemplos para isso. O Renteria raramente agradou quando jogou 90 minutos e Andrezinho parece ser assim tambem. São os chamados "Super Subs". Quase que predestinados. É sempre bom ter um desses no banco.

- A Torcida Colorada ganhou de todas as outras Brasileiras na Libertadores. 39 Mil no Beira Rio. No Maracana só 24 mil...é grande torcida essa do Flamengo. Isso numa cidade com 3 ou 4 vezes a população de Porto Alegre. O Corinthians levou 31 Mil. O São Paulo 35 e o Cruzeiro 33. Goleada Colorada!

- Agora o Danilo Silva sair logo agora, quando tá no time titular é demais. Acho pessimo não só para o Inter como para ele tambem que finalmente esta se firmando num clube.

- E o Alexandre Pato? Pelo jeito ficará fora da Copa. Uma pena. Mas é mais um caso de jogador que se tivesse ficado no Inter já teria 3 vezes os gols que tem na carreira, seria super estrela no Brasil e com certeza iria para a Copa. Ah e o passe dele estraia super valorizado. Mas escolheu o Milan. Tem feito bonito de vez em quando mas ficara fora da Copa. Na proxima copa já terá quase 25 anos. Deveria ter ficado no Inter até 2010 como foi sugerido aqui em 2007.

Mais depois.

quarta-feira, fevereiro 24, 2010

ARTILHEIROS

Lista de artilheiros colorados em competições internacionais oficiais.

Legenda:
MU = Mundial
LI = Libertadores
SU = Sulamericana
RE = Recopa
SB = Suruga Bank

1º Fernandão - 11 gols (3SA04, 2SA05, 5LI06, 1LI07)
2º Rafael Sobis - 7 gols (2SA04, 2SA05, 3LI06)
Alex - 7 gols (1LI06, 1RE07, 5SA08)
4º Diego Aguirre - 5 gols (5LI89)
Alexandre Pato - 5 gols (1MU06, 2LI07, 2RE07)
Nilmar - 5 gols (5SA08)
7º Rentería - 4 gols (4LI06)
Luís Fernando - 4 gols (4LI89)
Dario - 4 gols (4LI77)
Lula - 4 gols (3LI76, 1 LI77)
11º Michel - 3 gols (3LI06)
Jorge Wagner - 3 gols (1SA05, 2LI06)
Chiquinho - 3 gols (3SA04)
Jéferson Feijão - 3 gols (3SA03)
Edu Lima - 3 gols (3LI89)
Adílson - 3 gols (3LI80)
Escurinho - 3 gols (3LI77)
Falcão - 3 gols (1LI76, 2LI80)
Ramón - 3 gols (3LI76)
Adriano Gabirú - 3 gols (2LI06, 1MU06)
21º Nílson - 2 gols (2LI89)
Heider - 2 gols (2LI89)
Nórton - 2 gols (2LI89)
Adavílson - 2 gols (2LI80)
Jair - 2 gols (2LI80)
Cláudio Mineiro - 2 gols (2LI80)
Batista - 2 gols (2LI77)
Índio - 2 gols (1LI07, 1SA08)
D'Alessandro - 2 gols (2SA08)
Alecsandro - 2 gols (1SB09, 1LI10)
31º Kléber - 1 gol (1SA09)
Nei - 1 gol (1LI10)
Andrezinho - 1 gol (1SB09)
Daniel Carvalho - 1 gol (1SA08)
Magrão - 1 gol (1SA08)
Adriano - 1 gol (1SA08)
Iarley - 1 gol (1LI07)
Perdigão - 1 gol (1LI07)
Hidalgo - 1 gol (1LI07)
Ceará - 1 gol (1LI06)
Luiz Adriano - 1 gol (1MU06)
Rubens Cardoso - 1 gol (1LI06)
Bolívar - 1 gol (1LI06)
Tinga - 1 gol (1LI06)
Élder Granja - 1 gol (1SA05)
Gustavo - 1 gol (1SA05)
Danilo - 1 gol (1SA04)
Wílson - 1 gol (1SA04)
Edinho - 1 gol (1SA04)
Diego - 1 gol (1SA04)
Flávio - 1 gol (1SA03)
Daniel - 1 gol (1LI93)
Jairo Lenzi - 1 gol (1LI93)
Élson - 1 gol (1LI93)
Rudinei - 1 gol (1LI93)
Luís Carlos Winck - 1 gol (1LI89)
Dacroce - 1 gol (1LI89)
Tonho - 1 gol (1LI80)
Bira - 1 gol (1LI80)
Cléo - 1 gol (1LI80)
Vacaria - 1 gol (1LI77)
Valdir - 1 gol (1LI76)
Pinga - 1 gol (1RE07)
GOLS CONTRA:Mosquera (Pachuca) - 1 gol (1RE07)

terça-feira, fevereiro 23, 2010

DEZINHO SAVES!!!



Futebol é um estranho esporte. Ao 7 minutos do Segundo tempo, Edu tentou passar a bola para seu companheiro usando o calcanhar. Uma jogada as vezes necessario mas que se não dá certo a torcida não gosta. Esse calcanhar do Edu não deu certo e a torcida não gostou. Mas na sequência, 20 segundos depois a bola acabou nos pés do Nei que de fora da area deu um chutaço que foi no angulo do goleiro do Emelec. Jogo empatado.

Um jogo de Futebol tem 1001 mundos paralelos, o que teria acontecido se Edu não tivesse tentado aquele mal sucedido calcanhar? Com certeza, 20 segundos depois Nei não estaria chutando daquele exato lugar, naquele exato segundo. A bola provavelmente estaria em outra parte do campo. Será que teriamos empatado e eventualmente ganho o jogo? Impossivel de saber. Mas no fim o calcanhar mal sucedido do Edu deu certo.

Aos 41 do Segundo tempo, nosso novo Goleiro Pato deu um chutaço forte, rapido e de baixa altura lá do seu gol. Não foi apenas um chute pra frente, foi um passe perfeito de longa distância para o Walter lá na ponta direita do ataque. Walter correu atras e chegou a cruzar a bola na area. Segundos depois Andrezinho colocava um passe perfeito para o mesmo Walter dentro da area que dali colocou o Alecsandro na cara do gol. 2 a 1. E se Pato não desse esse chute/passe pra frente? O detalhe é tudo no futebol.

"DEZINHO SALAVRÁ". Eu repeti isso no chat do BV desde o 1 Tempo. E não é que ele salvou mesmo!

A Fox Espanhol, comparando Dezinho com Ronaldinho pelo seu toque e passe...Figura do Jogo da Fox..ANDREZINHO. Que passe dele pra colocr o Walter na cara do gol. Aí era so tocar pro Alecsandro.

Mas tudo bem NOS sabemos que esse é o Papel do Andrezinho. Entrar e Salvar. É um tipo Renteria só que armador. Ele não é Titular mas tem um grande valor nesse papel. Renteria era assim tambem. Não sabia começar jogo...salvava quando entrava depois.

Mas os problemas do Inter são muitos. No primeiro tempo, faltou alguem pra cobrar faltas, pra cobrar escanteio, pra armar, pra matar. Mas hoje o segundo tempo foi prova de que se precisa de grupo e quando os 11 em campo não tão rendendo o banco tem que salvar.

Taison que quando começa é irrelgular entrou muito bem. Melhorou muito o Inter. Andrezinho que quando começa tambem joga pouco, mas sabe entrar em meio ao jogo. Até o Walter que não tinha tocado na bola, no momento certo deu o passe pro gol do Alecsandro. Mas o passe MESMO foi a do Andrezinho ao Walter que ai deu o toque ao Alecsandro. Alecsandro que jogou pouco e só se salvou pois estava no lugar certo na hora certa.

3 Pontos mas muitas preocupações. Quem vai liderar esse time. Quem será o Fernandão? Quem será o Renteria? Quem será o Sobis? Quem será o Cerebro do meio campo? Não sei se temos essas peças...então vamos ter que achar o caminho de outra maneira. D'Alessandro pra mim ainda é uma incognita, não sei o que esperar dele.

Menos mal que o time mostrou capacidade de reação. O Emelec não era tão fraco assim e o Inter consegiu reveter. Imagina se tivessimos perdido 2 pontos ou pior 3. Mas a pergunta que não quer calar: E se os titulares tivessem jogado contra o Novo Hamburgo...iam ter as pernas pra virar o jogo 48 horas depois? Duvido. Repito, a decisão de não usar titulares foi correta e não importa o que o Sr. Wianey Carlet escreve.

Alguns outros...
Nei: Que golaço hein! Gol tipico de Copa do Mundo ou Europa mas raro de ser ver no Brasil. 1 Tempo razoavel, otimo 2 tempo.
Kleber: Totalmente apagado hoje. Decepcionante vindo de um jogador que tava muito bem.
Alecsandro: Se salvou com o gol. Sem ele estaria na fogueira!
Pato: Fiquei um pouco preocupado em alguns momentos pelo aparente afobamento, mas não comprometeu.
Guinazu: Novamente muita raça.
Sandro: Sinceramente , não vejo nada de especial nele.
Giuliano: Correu bastante mas pouca produção.
Edu: Idem.

De quem foi a culpa no Gol? Bolivar ou Sorondo?
No replay tu ve o Bolivar no lado errado do campo...e o Sorondo no lado certo mas marcando ninguem....de quem foi a falha?

Eu acho que foi Bolivar...deixou seu lado da zaga sem marcação.

E vocês o que acham?

PS: Vi o jogo na Fox, a narração dos Espanhois (nao sei se sao Mexicanos ou Argentinos) é um saco. Sempre torcem contra times Brasileiros e tudo era falta do Inter pra eles. Pena o Jorge Ramos da Fox (Uruguaio radicado nos EUA) não pareça narrar mais a Libertadores. Ele sempre foi imparcial e um grande narrador (Sobis...Sobis...Sobis....Iaaaaarrrrrrrggggggg!). Agora ficou uns Chatos na Fox. Pena.

EDIT: Me informaram que Jorge Ramos não está mais na Fox, saiu em Julho de 2009 e parece que foi pra ESPN Deportes. Grande narrador.

É Hoje!



E aqui estamos nós. É apenas a terceira vez na história recente que estamos na Libertadores. Lembro ainda o sofrimento e a raiva que deu quando deixamos de jogar a Libertadores de 2008 e 2009, algo que parecia certo com o fraquisimo Brasileirão daqueles anos. Até hoje é dificil de entender como ficamos de fora. 2007 então foi um fiasco.

E agora temos a chance de nos recuperar. Mas não vai ser facil. Primeiro duvido que hoje o Emelec seja barbada pois é time com 5 jogadores de seleção e como sabemos dificilmente há barbadas para o Inter. Nem os jogos serão faceis e nem a classificação. Temos que lembrar que dois segundo colocados não irão a proxima fase por causa dos dois times Mexicanos automaticamente classificados por causa da tal gripe de 2009. O Inter não pode bobear. Temos que ganhar o grupo e se possive reoetir 2006 e acabar com mais pontos que todos os outros clubes para ficar com o mando de campo.

Me preocupo com o nosso time. Confio, mas me preocupo. Vamos estreiar um goleiro logo na primeira partida? E a nossa zaga? Hoje não teremos a Zaga "pos-30" mas sim uma zaga pouco testada. As duas são preocupantes. No nosso meio campo quem é o Zidane? O Falcão? O Zico? Quem é o criador? Não temos. Giuliano que era pra estourar em 2010 está namorando o Banco, Edu é um enigma e o D'alessandro mesmo se tivesse em campo ainda não provou ser lá tão confiavel. E o nosso ataque? Mais duvidas. Qual Alecsandro jogará? Será que o Taison vai voltar a produzir um dia? Kleber Pereira está pronto? E o Walter e Damião...quem bota mão no fogo por eles hoje?

Sinceramente são mais duvidas do que eu gostaria de ter no inicio de uma libertadores. Mas vamo que vamo! Até a final são 14 jogos...vamos de um em um, que nem 2006. Uma vitória de cada vez.

PS: A foto mais uma da Serie Blog Vermelho no Beira Rio 2010.

LA'10



01/14

Já nem dormi direito. Levantei logo da cama e fui me olhar no espelho. Cara de sono? Nenhum pouco! Já estava no ponto. Fui tomar café mas não desceu legal. Um pouco ansioso, a mistura de comida com adrenalina nunca me fez lá muito bem. Jornal, de manhã cedo, não leio. Me embrabeço fácil com a parcialidade velada da imprensa local e não quero começar o meu dia de mau humor. Não hoje.

Mas ao entrar no carro para ir ao trabalho, não tem jeito: rádio! Daí tenho que ouvir as notícias da manhã deste dia especial. É hoje, catete! É dia de estréia. Estréia na Libertadores, baralho! Já estou a mil!

Trabalhar direito, não consigo. Faço força, tento me concentrar, mas é difícil! Já fiz um trilho no chão de tanto caminhar para a mesa do cafezinho. Tô nervoso, ansioso, não consigo ficar parado. E em meio a esse vai e vem, fico acessando tudo que é site na internet. Blog disso, fórum daquilo, páginas de esporte e, é claro, o site do clube. Atento a todas as atualizações. Hoje estou daquele jeito, sedento por informações e opiniões, com um comportamento totalmente compulsivo.

Quero sentir o clima do dia de jogo junto aos amigos. Leio e-mails de uns, acesso às opiniões de outros, conhecidos e desconhecidos. Vejo a rotina da turma, horários e locais de encontros. Alguns vão cedo, outros em cima da hora, todos rumando para o Beira-Rio.

Ah, que saudade! Estádio cheio! Será que lota? Porra, tem que lotar, tem que lotar! Mesmo que chova. Coisa linda aquele gigante de concreto pintado de rubro e pulsando junto na batida da torcida.

Manhã que demora pra passar, mas daqui a pouco é hora do almoço! Beleza, almoço! Fome? Não, que fome o quê! Quero ir para casa ouvindo os programas esportivos do meio-dia e assistir à TV. Hoje, no Brasil, só o Inter joga pela Libertadores, então os noticiários nacionais serão “nossos”. Ponta que partiu, dá um baita orgulho quando isso acontece!

Quando chegar a tarde já estará mais perto da hora do jogo, pode ser que passe mais depressa. Seguramente, cruzarei pelo caminho com algum secador. Claro, vai perceber a impaciência nos meus olhos e vai largar uma piadinha. Mas essa vai ser uma das melhores horas do meu dia. Ele também não dormiu direito, ele também não tá vendo o dia passar e, no final da noite, tenho a convicção de que é ele quem vai dormir de cabeça inchada. Ah, sim, vai ter pesadelos em portunhol!

Vou cobiçar o pôr-do-sol como quem cobiça uma cervejinha gelada, à beira da praia, numa daquelas tardes de calor insuportável que tem feito neste verão! Vou querer ver o céu avermelhando na linha do horizonte, às margens do Guaíba. E aos poucos, a massa vermelha tomando conta das ruas e do Parque Marinha, rumo ao Gigante.

E aquele clima que já me arrepia o pêlo, só de pensar, vai ser diferente do que nesses últimos jogos pelo Gauchão. A galera chegando mais vibrante que nunca, com suas roupas e bandeiras vermelhas, alguns de cara pintada, buzinando nas ruas e gritando “Vamo, Inter”! Amigos se encontrando, bares cheios e muita, muita festa pelo tão aguardado a hora de retomar o caminho ao topo do continente e do mundo.

Ao cair da noite, finalmente, o momento tão esperado: a bola vai rolar!

Ah, Libertadores de América! Que saudade! Que gostinho diferente que tu tens! Impossível não lembrar de tantos momentos de tensão, alegria, tristeza e, acima de tudo, redenção! Como é bom poder reviver isso tudo mais uma vez! Como eu esperei por esse momento, por essa partida, por mais essa chance!

Vamos lá, todos juntos, por mais essa taça! E hoje é só o primeiro de, se Deus quiser, quatorze inesquecíveis jogos!

E vamos, Inter, só te peço esse campeonato...


segunda-feira, fevereiro 22, 2010

Você troca?

O 352 com líbero improvisado realmente decepcionou. Acho que a falha estratégica foi não permanecer com o técnico oficial do Inter B, Enderson Moreira e, inclusive, não utilizar o mesmo time B que iniciou o campeonato. Não aponto o dedo com olhar inquisitório para Jorge Fossati, minha observação é mais pragmática. Se há um profissional que treinou a equipe e estabeleceu padrão de jogo para este fim: Gauchão; porque mudar o técnico e, quase por conseqüência, misturar os times na semi-final?

Se fosse o caso de reforço, poderiam ter cedido Andrezinho e mais alguém da equipe principal, contudo, mantendo a essência do próprio Inter B, com a configuração que o fez promissor nas partidas iniciais.

Feito esse comentário, imagina-te naquela cabine do Silvio Santos, com o famoso fone de ouvido que não permite escutar nada no estúdio. Ele fazendo perguntas que não tens idéia do que se trata e, por esse motivo, resolves tu responder uma “sim” e outra “não”:

- Você troca Kleber por Jorge Wagner?
- Siiiimmmmm
(eu não trocaria, mas tudo bem, nada tão traumático).

- Você troca Nilmar pelos gêmeos?
- Nãaaaaaaaaooooo
(ai...)

- Você troca Bolívar na zaga, pela lateral direita?
- Siiiimmmmm
(Pô, tava respirando sem aparelhos com Nei)

- Você troca Saci por Macaco?
- Nãaaaaoooo
(É aí que me refiro!)

- Você troca Taison por Kaká?
- Siiiiiiimmmmm
(Respeitei, a sorte está ao teu lado)

- Você troca esta linda camisa vermelha, por outra, azul?
- Nãaaaaaaaaaaaaaaaooooooooooo
(A pessoa fica sensitiva e nem precisa ouvir a pergunta)

- Você troca Fossati por Tite?
- Siiimmmmmmm
(Bueno, até parece que ontem era um, e não o outro...)

- Você troca Libertadores por Gauchão?
- Nãaaaaaaoooooooooo
(Ninguém troca, portanto, esquece ontem, pensa em amanhã)

Vai começar. Friozinho na barriga... que saudade.


domingo, fevereiro 21, 2010

We Have Bigger Fish to Fry

Gaúchão não vale nada...todo mundo fala isso, então é bom lembrar nesse momento antes que muitos entram em estado de panico. Gaúchão continua valendo muito pouco. Perdemos com o time reserva para o NH...e daí? Foco na LIBERTADORES. Não vamos deixar essa bobagem de hoje criar crise. Já vi gente pedindo a cabeça do Fossati, tem gente razgando carteirinha de socio...muito menos! Meu deus quanto panico! Um time reserva, que nunca atuou junto jogando um campeaonato sem importancia...esquece!

Outros agora dizendo que deviamos ter jogado com titulares...FALA SERIO! Libertadores é depois de amanha...jogar com titulares hoje teria sido a maior burisse ja feito. Titulares jogar Domingo e Terça??! De jeito nenhum.

Eu ja vi esse filme. Acho que foi em 2007. Começamos mal o Gauchao com Reservas e a torcida entrou em panico. Morrendo de medo de ter que aturar corneta Gremista no seu dia dia. Ai entrou os Titulares no Gauchao e a coisa so piorou ainda com libertadores a jogar. Como tem memoria curta a torcida. No inicio de ano é sempre aquele "Gauchao nao vale nada" mas assim que perde UMA partida é o fim do mundo!

O foco é Terça Feira! O foco é Libertadores. Gaúchão não existe. Não to nem aí com a derrota de hoje. Seria bom ganhar? Claro, gostaria de ver um Grenal semana que vem, mas paciência...um velho ditado Americano "we have bigger fish to fry".

sexta-feira, fevereiro 19, 2010

E AGORA TCHÊ


E agora pessoal, o que fazer Domingo?

Titulares? Reservas? Time B?

Até os anos 80, talvez anos 90, o Gaúchão valia muito. A Taça da foto é de 1981 (tirei ela na minha visita ao Beira Rio), até hoje lembro daquela conquista. Com golaço de Silvinho de perna esquerda no angulo de Leão depois de ganhar do Gremista Paulo Roberto na corrida. Depois no Beira Rio Bira e Cleo confirmariam o titulo. Hoje pra mim ainda vale a Taça e em especial uma sequência de titulos. Eu gosto de ver "Campeão Gaúcho 2008, 2009, 2010, 2011, 2012..." . Ainda é legal ver numa lista as enormes sequências como o Octa dos anos 70.

Então enquanto UM titulo Gaúcho nem vale muito, pra mim uma sequência ainda vale. Enquanto continuo acreditando que Gaúchão não vale o que valia, acho que ainda vale o suficiente para encarar o jogo Domingo com um time forte de Reservas.

Mas não sou louco o suficiente pra querer colocar em risco um ponto seuqer na Libertadores pelo Gaúchão. Cada ponto na Libertadores pode valer mando de campo, então temos que ficar focados na Libertadores. Titulares Domingo, NEM PENSAR! Acho que é uma otima chance pra ver reservas como Kleber Pereira, Walter, Damião, Wilson Matias etc... e a motivação deles será bem maior que a dos titulares que não vão querer se lesionar.

O que vocês acham? Qual seria sua escalação para Domingo?

PS: Pra recordar um grande momento Colorado


PSS: Antes de reclamerem da camisa do Inter, dê uma olhada na nova camisa do Flamengo com uma enorme propaganda Azul da Batavo estampada na frente da camisa. Eu nunca compraria uma camisa dessas. Uma coisa é ter Banrisul com letras brancas, outra é ter o logotipo da Batavo na camisa. Tá louco! E notem o detalhe, o escudo da CBF tambem ta na nova camisa do Flamengo.

quinta-feira, fevereiro 18, 2010

INTER 2 x 0 Juventude

BOA VITÓRIA. 2 a 0. Kleber continua jogando muito. É outro jogador comparado com a primeira metade de 2009. Será que continuará motivado se não for convocado...ou até SE FOR convocado? Alecsandro tambem foi muito bem. Em geral o time fez seu papel hoje.
________________________

Texto Original Pre-Jogo:

APERTEM OS CINTOS

Veja só. Nos estamos apenas no meio do segundo mês do ano e no Campeonato de menor importância da temporada. Mesmo assim o que nos já fizemos de criticas não é brincadeira (cada um com sua corneta de tamanho diferente um do outro é claro).

Segundo algumas pessoas o ano já acabou antes de começar. É dificil de saber. Mas acho muito precose falar algo assim. Eu gosto de dar um pouquinho de tempo pra ver melhor.

Mas hoje começa o ano no sentido que a Pre-temporada está chegando ao fim. Uma partida relativamente importanate hoje contra o Juventude e em menos de uma semana a estreia na Libertadores. Nem conto a partida do fim de semana da qual acredito que os Reservas deveriam jogar (não o Time B). A partir de agora com certeza a cobrança vai ser maior ainda e aos poucos vamos ver se o Inter está pronto ou se pode realmente ser um ano perdido.

Eu tenho esperanças. Preferia que tivessimos feito uma ou duas contratações de peso a mais. De peso no sentido de um jogador diferenciado, que não há duvidas sobre sua qualidade. Os que contratamos, infelizmente deixam uma certa duvida. Será velho demais? Foi extraordinario aonde? Mas tenho esperanças. Especialmente porque acho que os adversarios estrangeiros na Libertadores são fracos.

Pode ser uma Libertadores completamente dominada por Brasileiros. Isso é preocupante, especialmente depois do Vice para o Corinthians na Copa do Brasil e o Vice no Brasileirão. Parece que estamos tendo dificulades em decidir contra Brasileiros (sem contar 2006). O efeito moral de perder a CDB para o Corinthians tambem não é boa. A esperança é que os outros Brasileiros que contraram nomes de peso tenham exagerado nas Estrelas e idade. O Cruzeiro então já começou mal a libertadores e se bobear nem passa pra proxima fase.

Agora hoje, será que dá pra ver o jogo e tirar alguma conclusão? Será que os jogadores não vão jogar em marcha lenta tomando cuidado pra não se machucar? Eu acredito que sim.

A verdade é que as desculpas, se vierem, acabam na proxima Terça Feira. Na estreia da Libertadores o Inter é obrigado a mostrar a que veio. Na Terça quero ver o time turbinado, no ponto, pronto, arrasador. Já tiveram mais do que o tempo necessario para acertar as coisas e ter um plano de jogo. Então se hoje contra o Juventude o Inter joga mal eu não vou ficar muito preocupado. O Negocio mesmo é Terça que vem e a partir desse dia, aí sim o Inter é obrigado a mostrar futebol de qualidade (O lider do nosso grupo fez saldo de 2 na primeira partida). Se não as criticas vão realmente começar a rolar pra valer.

PS: O que vocês acharam da contratação do Pato Gringo? Foi contratação pra ganhar a torcida? Ou pra melhorar o time?

terça-feira, fevereiro 16, 2010

Minimizem os Riscos

Eu não canso de me queixar do calendário do futebol brasileiro. Ano passado, como todos os anos em que o Inter disputa a famigerada Copa do Brasil, eu reclamava do risco extremo de se priorizar uma competição que poderia nos "tirar" o título do Campeonato Brasileiro. Vaga na Libertadores, parecia elementar que o Inter conseguiria, então tratava-se de questionar qual o título mais importante e, assim, priorizá-lo.

Eis que o tempo passa e de novo estamos diante de uma situação esdrúxula causada pelo atrapalhado calendário do futebol nacional. Contudo, se no ano passado eu me preocupava com a equivocada priorização de uma competição nacional em detrimento da outra, agora, em 2010, estamos diante de um conflito entre a tabela do Gauchão com a tabela da Libertadores e, nesse caso, não há dúvida quanto ao que se priorizar.

Pois bem, essa é a hora do dirigente. Na verdade, acho que já passou um pouco da hora do dirigente. Não posso acreditar que a tabela não fosse previamente conhecida ou, ao menos, previsível o risco de se ter que jogar quinta e domingo, antes da estreia da Libertadores, na terça. Menos mal que todos os jogos serão em casa. Menos mal que os adversários desta semana não devem oferecer grande resistência. Menos mal que não teremos clássico regional antes da final do turno. Contudo, essas circunstâncias não afastam o risco de que isso pudesse ter acontecido ou, pior que isso, que venha a acontecer no segundo turno do Estadual.

Mais uma vez (e como é chato ser repetitivo), parece que a prevenção não foi o nosso ponto forte. Eu estou reiteradamente afirmando que administrar futebol é minimizar riscos. É cuidar de tudo quanto é circunstância objetiva e subjetiva a fim de que não se exponha o time aos riscos inerentes ao jogo, que tornam o futebol um jogo imprevisíve,l no qual muitas veze,s o favorito é surpreendido.

É por isso que afirmo e reafirmo que ao Inter não basta tentar montar um grande time, não basta entrar nas competições como favorito. Não é demais lembrar que no ano passado éramos apontados pela imprensa nacional como candidatíssimos ao título brasileiro. Mas os riscos foram se potencializando (convocações, venda de jogadores, priorização da Copa do Brasil, drenagem ruim) e, assim, acabamos mais um ano sem vencer o principal título do futebol brasileiro.

No entanto, agora não há mais o que questionar quanto à prioridades. Libertadores é ouro, Gauchão é bijouteria. Então, uma vez definida a tabela do regional, devem nossos dirigentes agirem com convicção e firmeza. Não acredito que se chegou ao ponto de pagar o vale de pedir penico para o vizinho mas, se isso foi feito, que nunca mais se faça. Não é por aí.

Colocar titulares, time misto, reservas ou o time B não se trata de retaliação ou protesto, deve ser, isto sim, estratégia. Ninguém no planeta ousaria contestar essa prática. Mas como eu já disse aqui neste espaço, este ano, e seguirei dizendo sem me cansar, é que os acertos devem ser estudados para que se repitam, e os erros, para que não reincidam. E quando falo em erros e acertos, não me refiro apenas aos nossos, pois também devemos aprender com os exemplos daqueles que estão à nossa volta.

Ganhar Gauchão é divertido, bater o rival é muito bom. Mas Libertadores é o gande anseio. Não foi por outro motivo que se desejou tanto a Copa do Brasil no ano passado. Não é por outro motivo que se tenta contratar mais um centroavante e mais um goleiro. Não é para ganhar o regional, é porque se quer ganhar a América, mais uma vez. Então, que se siga à risca uma estratégia previamente definida, e que se minimizem os riscos.


Sombra de duvida?

A Libertadores está para começar para o Inter. Se não me engano o prazo de inscrições para a primeira fase já passou, mas há uma noticia de origem Argentina que o Inter está atras de dois veteranos, Palermo (36) e o goleiro Abbondanzierri (37).

Eu fico na duvida do que está acontecendo.

A meses a gente falou "Porque não estamos contratando?" e o Inter parece que tinha decidido que o elenco de 2009 mais um ou outro pequeno reforço era o suficiente. Tanto que o ataque continuava com Taison e Alecsandro e praticamente o resto do time continuava o mesmo.

Tudo bem. Se a direção determinou que esse seria o caminho de manter o grupo, derepente eles sabiam algo que nós mero torcedores não sabiamos. Mas agora, tentando contratar 2 jogadores que NÃO VIRIAM AO INTER PRA SENTAR NO BANCO, isso não seria um reconhecimento talvez tardio que eles estavam enganados? Porque o Inter estaria tentando contratar esses 2 agora? Será que a direção agora está desconfiado no elenco? Mais especificamente com o Lauro e com o Alecsandro?

Se isso for verdade, porque demoraram tanto?

Se essa noticia realmente for verdade (e talvez nem seja) sobre o interesse nesses dois, me parece que está havendo uma reação talvez tardia em contratar. Varios outros times na libertadores vem contratando em peso a meses...e o Inter só agora vai fazer isso?

Pior que torcida que não confia no time? Só direção que não confia e descobre isso tarde demais.

Isso me preocupa. Ou a imprensa Argentina está inventando ou o Inter está repensando suas decisões dos ultimos meses. Qual seria?

segunda-feira, fevereiro 15, 2010

E O RENAN?

Sei que uns aqui que tem saudades do goleiro Renan. Eu sinceramente não o vejo como um grande goleiro, faz muita bobagem, como o joelhaço no Grenal. E pelo jeito continua tantando jogar como goleiro de Hockey como mostra esse video. Ontem veja esse terceiro gol que tomou contra o Real Madrid. O que que ele tava pensando? Imagina se fosse o Lauro!



sábado, fevereiro 13, 2010

Esportivo x INTER

Não vi e nem sei o resultado do jogo. Estou chegando em casa agora. Vou ver se vai passar aqui na TV em delay. Comentarei depois.

O Topico está aberto para voces comentarem o jogo.

sexta-feira, fevereiro 12, 2010

SLPTMundo Download

Pra quem ainda não curtiu aí esta para download o Soy Loco Por Ti Mundo. É o documentario que editei do Mundial 2006 no Japão. O arquivo é pesado (800+MB) mas o filme tem 2 horas de duração e te levará de volta ao tempo para aquela semana maravilhosa em Tokyo e Yokohama.

Se você não foi ao Japão e ainda não viu o filme, não perca!

O Download pode ser feito aqui:
http://www.megaupload.com/?d=2HBZFKQK

PS: De resto continuo aguardando o "começo" do ano futebolistico. Nosso grupo na Libertadores já começou e nós ainda parados por mais 2 semanas. Haja saco.

Aqui caiu uma neve pesada essa semana. Taí uma foto da "sede" do BV. Olha o detalhe na Janela!


quarta-feira, fevereiro 10, 2010

Rubens Minelli, um grande técnico


Crédito da fotos: Alexandre Lops, Átila Sbruzzi e Hugo Valente (site do Sport Club Internacional)

Rubens Minelli chegou ao Internacional em janeiro de 1974. O campeonato brasileiro de 1973 tinha encerrado sua 1ª fase, e o desempenho de Dino Sani não era considerado suficiente pela direção colorada. A primeira opção era Ênio Andrade, mas não houve acerto. Então, Minelli foi contratado.

Disputou quatro campeonatos brasileiros pelo Internacional. Nos dois primeiros, levou o clube ao quadrangular final, ficando na 4ª colocação. Nos outros dois, conquistou o título. Também foi campeão nos três campeonatos gaúchos que disputou. Na Taça Libertadores, que não era prioridade, foi eliminado na 1ª fase, em uma época que só os campeões de grupo seguiam adiante. No final de 1976, após cinco títulos em oito competições disputadas, Rubens Minelli preferiu trocar de ares, indo para o São Paulo, onde levantaria mais um título brasileiro.

Número de Rubens Minelli no Internacional (apenas jogos oficiais):
Campeonato Brasileiro
92 partidas
55 vitórias
23 empates
14 derrotas
Campeonato Gaúcho
72 partidas
62 vitórias
8 empates
2 derrotas
Taça Libertadores
6 partidas
3 vitórias
1 empate
2 derrotas
Total
170 partidas
120 vitórias
32 empates
18 derrotas

Títulos de Rubens Minelli:
campeão brasileiro em 1975, 1976 (Internacional) e 1977 (São Paulo)
campeão do Torneio Robertão em 1969 (Palmeiras)
campeão gaúcho em 1974, 1975, 1976 (Internacional) e 1985 (Grêmio)
campeão paranaense em 1993, 1994 e 1997 (Paraná)
campeão paulista da 2ª divisão em 1963 (América) e 1973 (Francana)
campeão saudita em 1980 (Al Helal)
campeão da Copa do Golfo em 1980 (Al Helal)

terça-feira, fevereiro 09, 2010

NOVAS CAMISAS LANÇADAS

Em primeira mão fotos da nova camisa. Nao gostei do simbolo Reebok aos lados....e nem a linha branca em cima. A camisa é quase a mesma de 2009 so que botaram mais Reebook e duas linhas brancas.....teria sido melhor deixar como tava.

A Marca Reebok aparece 8 vezes na camisa. Exagero não?

A Branca aparentemente mudou pouco :
E a camisa Comemorativa 50 Anos de Libertadores com 4 estrelas. Não sei se é pra ser como a de 2006...mas não parece muito não.



---------------------

Texto original:

Parece que vai ser hoje o lançamento da nova coleção de camisas do Inter:

Evento coloca camisas oficiais e lançamento de nova retrô em molduras com status de obra de arte

O Sport Club Internacional e a Reebok divulgam o lançamento dos novos uniformes para a temporada 2010 e a apresentação da Camisa retrô Protagonistas nesta terça-feira (09/02), às 19h30min, no Museu de Arte do Rio Grande do Sul (Margs).

Os novos modelos para uniformes oficiais do Internacional, além de uma nova camisa histórica, em homenagem à conquista da Libertadores em 2006, serão apresentados com nível de uma grande exposição de arte em Porto Alegre. As camisas são peças principais em evento que o Inter e a Reebok, marca esportiva oficial do clube, promovem no Museu de Arte do Rio Grande do Sul.

A camisa oficial traz novos cortes frontais, novo design e detalhes laterais e uma nova padronização da marca.

Podemos esperar a reação normal de nos torcedores. Provavelmente não vamos gostar inicialmente mas com tempo nos adaptamos ao visual. É sempre assim! Eu acho a atual camisa muito boa. Não gosto quando começam a colocar muitas frescuras, linhas e coisas assim. Padronização das marcas tambem é chato. Todo time Reebok fica igual. Veremos.

É Semana de Libertadores!

O Inter só volta a campo sábado, em Bento Gonçalves, contra o Esportivo. Mas, ainda assim, esta será uma semana cheia para nós, colorados. É semana de Libertadores!

Já tivemos o primeiro jogo entre Newell’s e Emelec, 0 x 0 em Rosário. Não vi, mas quem viu disse que também não houve muito a ser visto. Pois é. Contudo, independentemente da qualidade (ou da falta de) no confronto que apontará o nosso primeiro adversário dentro de exatas duas semanas, no Beira-Rio, é jogo para se acompanhar atentamente. Será à meia-noite e dez minutos, de quarta para quinta-feira, em Guaiaquil.

É difícil dizer qual seria o adversário mais “desejável” para o Inter. Claro que o que realmente importa, na hora de “escolher” o adversário é a qualidade técnica. Entretanto, como já dito, nesse quesito a primeira partida já demonstrou que há empate, então, busquemos outros critérios.

Argentinos, mesmo ruins de bola, são sempre argentinos. Equatorianos, são sempre equatorianos, mas estes, não são todos iguais. Há os da altitude e há os do nível do mar. Pois o Emelec está, praticamente, ao nível do mar. Já no quesito distância, Guaiaquil é mais longe que Rosário, e essa é uma circunstância objetiva a ser considerada.

Por outro lado, apesar da distância, o que não se pode perder de vista é que o Emelec é um time bem mais conhecido da nossa Comissão Técnica, ao passo que, dos castelhanos, bem menos se sabe.

Mas, enfim, isso tudo aqui é só papo de torcedor. Aquela máxima de que time que quer ser campeão não pode escolher adversário é batida, mas verdadeira. Com quem quer que joguemos a estreia, temos que impor nosso jogo e garantir os três pontos. Assitir a Emelec x Newell’s, deverá ser, isso sim, uma oportunidade de examinar cuidadosamente as características de cada adversário em potencial.

E por falar em oportunidade de analisar adversários, já hoje, às 18h, poderemos acompanhar aos outros dois adversário já conhecidos dentro do nosso grupo: Cerro x Deportivo Quito.

Quando vi a grade de jogos da semana me surpreendi pelo fato desse jogo ocorrer ainda antes da definição do quarto integrante do grupo, mas, de fato, isso não trará nenhum prejuízo à competição. Então, antes mesmo de sabermos contra quem jogaremos na estreia, já teremos a oportunidade de observar nossos outros dois futuros oponentes.

Não espero de ambos muito mais do que já se disse de Newell’s e Emelec. Devem ser todos times de mesmo nível, mas que nem por isso devemos subestimá-los.

Além destes, de interesse mais imediato, teremos também as estreias de São Paulo e Cruzeiro nesta semana. Ambos jogarão amanhã, depois da novela. O São Paulo começa em casa contra o Monterrey, do Mexido, enquanto o Cruzeiro fará o jogo qualificado pela própria Conmebol, em seu site, como o mais interessante da semana na Libertadores, contra o Vélez, no José Amalfitani.

Então, senhoras e senhores, preparem a cerveja e os petiscos, e já avisem às “nega veia” e os “barrigudo” que, a partir de hoje, a TV de casa tem dono: é semana de Libertadores!


Deu Santos

Depois de 10 anos de promessas, decepções, atrasos, politicagem local e finalmente construção o Estadio do NY Red Bull estará pronto aqui em New Jersey para ser inaugurado no dia 20 de Março (sim o time é New York mas o estadio é em New Jersey). E qual time vai inaugurar o estadio? Santos F.C. Ah, como seria legal se fosse o Inter!

Mas a verdade seja dita, não me surpreende que seja o Santos. O Pelé veio ao Cosmos depois de sair do Santos e o mesmo Santos em 1977 jogou contra o Cosmos no Giants Stadium (da qual o Red Bull jogava até ano passado) na despedida de Pelé, jogo que eu estive com 10 anos de idade. Então o Santos alem de ter tido Pelé tem ainda essa história que marcou o Futebol local. Com certeza irei ao jogo. Quero ver o que prometem ser o melhor estadio para Futebol nos EUA. Aqui o Webcam do Estadio. O estadio tem aparência de estadio grande mas a capacidade não chega a 30 Mil, que para o Futebol daqui tá de bom tamanho. O unico defeito é que para uma futura Copa do Mundo ele provavelmente não poderia ser usado por essa razão.



segunda-feira, fevereiro 08, 2010

O Que esperar do Inter?

É dificil saber o que pensar do Inter atual.

Seria um time certinho, entrosado, pronto pra Libertadores?
Seria uma quase versão de 2009 que não conseguia engrenar?
Seria um time que ficou atras de outros clubes Brasileiros na Libertadores que contrataram pesado?
Seria um super time que vai arrasar na Libertadores?

Ontem uma vitória complicada de 2 a 1 sobre o Avenida mas infelizmente com a competição atual é dificil de se dizer certo. Se golear, a competição é semi-Amadora, se ganhar apertado, é falta de motivação e preservação. Não há como usar o Gauchão como medida exata.

Então o assustador é que só vamos saber realmente na estreia da Libertadores e mesmo assim se passarmos da primeira fase com facilidade só depois é que vamos enfrentar adversarios de alta qualidade.

Atualmente minha maior preocupação é no ataque. Talvez até exageradamente, não sei, mas é que a gente vê outros clubes contratarem atacantes de seleção (Adriano, Fred, Love, Robinho) e nós com apenas aparentemente um titular no ataque o Alecsandro. Um titular contestado pela torcida. Parece que ouve tambem um revival do Taison no Beira Rio. Sou a favor de dar chances ao guri, mas não seria risco demais fazer dele o segundo atacante titular numa libertadores?

Pior é que se não for Taison o segundo atacante quem seria? Walter ainda não provou que pode. Damião fez 4 gols e promete, mas fez no Gaúchão...isso não é prova que está pronto pra Libertadores. Edu é outro misterio, tá entrando em condições de jogo já faz 7 meses! Kleber Pereira? Eu acho que no fim vamos depender bastante dele.

O Gaúchão tambem não tá ajudando com as lesões. A cada partida cai mais um e assim vamos começar a Libertadores desfalcado.

Mesmo com o frango do Lauro me preocupo mais com as outras posições. Ainda estou de sangue docê porque como falei é dificil de saber exatamente que Inter temos em 2010, derente o Libertadores começa e atropelamos o adversario, ou derepente voltamos a jogar como em 2009 decepcionando a cada duas rodadas. Sinceramente não sei o que esperar.

PS:

Será que com essa moda de trazer jogar de seleção pro Brasil, será que não teria como convencer o Milan a deixar o Pato jogar a Libertadores a partir da Segunda fase? Já que ele tava se recuperando no Beira Rio...bem que poderia continuar o trabalho por lá até o fim da Libertadores. Sonhar é bom né...pergunte aos Santistas.

domingo, fevereiro 07, 2010

SUPER LOUCURAS

O tempo que eu assistia o Super Bowl religiosamente já se foi a muito tempo. Me criei assistindo e jogando Futebol Americano (assim como Baseball). Hoje vou assistir mas só por custume mesmo e porque praticamente o País todo (EUA) vai assistir. Se um dia o Miami Dolphins voltar ao Super Bowl (ultima vez foi numa derrota em 1985) talvez eu tenha um Revival com a NFL.

Mas apenas umas curiosidades para os que talvez assistam o jogo hoje. Aqui nos EUA, nesse Domingo para tudo. Novas TVs, cerveja tudo vende aos montes essa semana. Há milhares de Super Bowl Parties e pessoas que não tem o minimo interesse na Liga vê o jogo. É Super Bowl é sem duvida o evento esportivo de maior impacto nos EUA.

Mas tradicionalmente o Super Bowl decepciona em termos de jogo. Muitas vezes dá "goleada" e o jogo fica morno. Mas de vez em quando o jogo se decide nos ultimos minutos como a Zebra do NY Giants sobre o NE Patriots a 2 ou 3 anos.

Mas sabe o que é a maior atração do Super Bowl para metade dos telespectadores...? As Propagandas...isso mesmo...as Propagandas. O Marketing Americano é tão bom que eles conseguiram fazer com que as pessoas PROPOSITALMENTE fiquem sentados e ligados na TV atentamente...até mais ...nas propagandas do que no jogo. É que as propagandas no Super Bowl são quase sempre "estreias Mundiais" e bem provocativos ou engraçados. Loucura mas verdade. Minha esposa se recusa a assistir NFL ou Baseball e hoje assisti o Puppy Bowl no Animal planet. Um monte de filhotes de cachorros correndo e brincando num fake campo de football por 4 horas durante o jogo. Criaram o Puppy Bowl no canal Animal Planet para as pessoas que não aturavam mais a badalação do Superbowl. Já na Quinta Edição o Puppy Bowl provou ser um Hit.

Outra loucura é o show do Intervalo. Em cerca de 20-25 minutos total eles montam um palco, colocam instrumentos, caixas de som, uma Banda historica como THE WHO, eles tocam 2 ou 3 musicas,colocam 1000 pessoas no gramado para assistir de perto, desmontam o palco e o jogo recomeça. Tudo isso em 20 minutos.

Ah uns 10 anos a Janet Jackson tava cantando no Intervalo com o Justin Timberlake quando ele retirou um pedaço de roupa dela e um peito dela apareceu na TV. Foi um escandalo. Ridiculo mas escandalo. Desde entao todo show ao vivo tem 7 segundos de atraso para poderem evitar coisas assim. Parece que Americano até não gosta de Peitos? Quando vejo bobagens assim eu fico louco. Matar em Filme e seriado de TV é OK...mas um peitinho vai estragar as criancinhas? Por favor!

Isso vem da origem Americana, dos immigrantes originais que chegaram aqui lá por 1620. Os Pilgrams como eram conhecidos eram estremamente religiosos e conservadores e essa base é a que faz os EUA terem esse tipo de antitude. Não são todos é claro. Boa parte da população acha ridiculo isso como eu. Eu diria que 50% da População. Mas são os outros 50% em geral do Partido Republicano que pensa assim. Os mesmos do Partido do Bush que falam sempre em Deus, tem medo de Peitinhos mas gostam de guerra. Vai entender. Mas que fique bem claro, não é todo Americano que é assim. O Povo das regioes Urbanas são tipicamente mais liberais.

PS:

Outra loucura é a invasão atual de Estrelas Brasileiras Europeias no Futebol do Brasil. Ronaldo, Adriano, Robinho, Fred, Vagner Love etc... Loucura boa, pois é bom ver o Futebol Brasileiro voltar a ganhar estrelas. Mas não tão bom que nossos adversarios tão se fortalencdo, aparentemente. Bem que o Pato poderia voltar ao Inter até a Copa não?

PSS:

Quem me viu vestindo a Camisa 13 dos Dolphins no Brasil, aquela camisa que ja tenho a muitos anos era a 13 do Dan Marino um dos Melhores Quartebacks da Historia. So que a decepção dele é que ele nunca foi Campeão. No seu primeiro ano ele chegou ao Super Bowl mas perdeu para o 49ers. Mas na epoca (85) se imaginava que ele teria muitas outras chances. Mas até o fim da carreira 16 anos depois o Dolphins nunca mais chegou lá. Marino quebrou todos os recordes pessoais, mas nunca ganhou o Super Bowl. Esse video mostra alguns dos momentos de sua carreira, o cara jogava demais.



sábado, fevereiro 06, 2010

O Livro do Fernando Carvalho

Estou lendo o Livro do FC "De Belem a Yokohama". Estou na pagina 157 e estou gostando muito do livro. Eu havia lido comentarios sobre o livro de que não trazia novidades e era nada demais. Cheguei a pensar em nem comprar por causa desses reviews, mas agora lendo mais de metade do Livro (até o ano de 2004) tenho que discordar com aqueles que falaram que era um livro mais ou menos.

Eu estou achando otimo. Cada pagina ao menos pra mim tras novidades. Historias de lá dentro que nunca alguem de fora saberia, especialmente que pouco se fala dessas coisas na midia. Historias sobre problemas financeiros do clube na epoca, contratações, problemas com jogadores (por exemplo Fernando Baiano aparecendo bebado dias antes do jogo em Belem). Há muita coisa interesante no livro. E como disse ainda estou em 2004.

Acho que uma das minhas poucas reclamações será que o livro poderia ter facilmente 400 paginas em vez de 260. Nem chegamos ao Brasileirão de 2005 e falta só 100 paginas. Acho que a obra deveria ter sido maior, pra lá de 400 paginas. Material é que não falta. Zveiter, Libertadores, Mundial etc.. O tom do livro é quase em estilo de conversa muito bem convertido para livro pelo co-autor Luis Augusto Fischer.

É assustador como a situação financeira do clube era precaria até 2002...2003. Antes disso o FC conta que até empresitimo de 1 Milhão de Dollars de um torcedor colorado foi feito e pago com altos juros. Em 2002 salarioas estavam atrasados em 3 meses.

Ainda tenho 100 paginas pra ler mas queria deixar essa mensagem aqui de que se você não comprou o livro eu acho que vale a pena pois há muitos detalhes interesantes que vem direto de alguem lá dentro. Coisas que não haveria como um torcedor saber. Depois de ler o resto completarei o review.

Você leu o Livro? O que achou? Gostou como eu to gostando?

sexta-feira, fevereiro 05, 2010

O VILÃO: Batista ou Asmuz?

Com o ultimo incidente do Batista, desmaiando na cabine de imprensa no Calor de Porto Alegre, acabei achando esse Video no Youtube. Eu já vinha preparando esse Post há um tempo e então acho que essa seria a hora certa para postá-lo.

Para quem quer saber melhor o que realmente aconteceu na transferência do Batista, estrela máxima do Inter em 81, para o Grêmio espero que esse post ajude. As reportagens da Placar da epoca esclarecem muitas coisas.

Esse Video é importante na História do Inter, primeiro porque mostra o compacto de uma goleada histórica de 6 a 0 no Beira Rio sobre o Palmeiras no Brasileirão de 1981. Segundo porque mostra grandes atuações de Benitez, Mario Sergio (assistam nesse video como o cara jogava bola) e em especial do Batista. E terceiro por ser fatalmente a ultima partida do Batista no Inter, no Beira Rio. Batista fez dois Gols e ainda uma grande assistência para um outro.

Batista na epoca era criticado pela midia Paurioca que fazia Lobby para jogadores do Eixo na seleção. João Saldanha por exemplo teve o peito de chamar Batista de Cabeça de Bagre. Batista tinha sido titular em 78 e tinha boas chances de repetir em 82. Nesse jogo Batista calou o centro do País. Ah e vale notar, 24 horas depois da Goleada ele vestiria a Camisa do Brasil na goleada de 5 sobre a Venezuela (pela Eliminatorias da Copa). O cara jogou 2 partidas em 24 horas! Eu estava no jogo contra o Palmeiras.





Uma semana depois de talvez a maior atuação dele com a camisa colorada ele quebraria a perna num jogo em Recife contra o Sport numa falta brutal do jogador do Sport. O Inter planejava usar reservas nessa partida mas Asmuz, o Presidente colorado, fez uma aposta idiota com o Jornalista gremista Paulo Santana de que o Inter levaria os Titulares a Recife. Santana implicava que o Inter iria de reservas. Assim Asmuz forçou o time titular já classificado a proxima fase a viajar para um jogo que não valia nada.

Placar que fala sobre essa vitória
(Clique para ler - Sugiro a Leitura de todas esses artigos postados aqui da Placar)

Aos poucos ele ia se recuperando mas acabou ficando sem contrato assinado (por não conseguir acertar valores com Asmuz), o passe acabaria na federação Gaúcha (numa aposta arriscado do Azmuz para forçar o braço do Batista) e eventualmente o Grêmio foi a Federação e comprou o passe dele, algo que não era esperado pois o valor era elevado demais. Batista com medo de ficar fora da Copa de 82, pois o Inter (leia-se Asmuz) o colocou na geladeira, acabou acertando com o Grêmio para poder jogar e consequentemente ir a Copa (o que acabou acontecendo).

Era algo que nunca deveria ter acontecido mas na minha opinião a culpa toda foi do Asmuz que não soube fechar o negocio com a maior estrela do Inter em 81. Infelizmente para o Batista isso manchou seu nome que até então era sinonimo de Raça Colorada.

Foto do momento que Batista quebra a Perna. Ele nunca mais jogaria pelo Inter.

O Interesante é que esse time do Inter em 81 prometia. Ainda tinhamos Jair, Mario Sergio, uma otima zaga com Mauro Galvão (19 anos) e Mauro Pastor (que fez 2 gols nesse jogo), o Cleo (o "novo Falcão" teve um otimo ano), Bira e Nilson Dias como centroavantes, Silvio irmão de Cléo pela ponta direita e Silvinho pela Ponta Esquerda, Betão um bom jovem Lateral Direito e o experiente Rodrigues Neto na Lateral Esquerda. Sem falar no Batista usando a Camisa 10 do Inter e Benitez no gol. Timaço na minha opinião comparado com qualquer time do Inter nos anos 2000.

Mas com a lesão do Batista a coisa começou a desandar enquanto outros Clubes como o Flamengo começavam a dominar os anos 80.

O Professor Raul escreveu sobre esse jogo:

Sábado, 28 de março de 1981. O Internacional vai entrar em campo pela penúltima rodada da 2ª fase do Brasileiro. Se vencer a partida, e o Sport não vencer o Goiás, o Colorado garante sua classificação para a fase seguinte. O Palmeiras vem a Porto Alegre no desespero, pois tem 4 pontos, contra 5 do Sport e 6 do Internacional. Apenas os dois primeiros classificariam-se para as oitavas de final.

Pouco antes do jogo alguém avisa Batista que o jogo vai passar na TV para todo país. O craque colorado sorri. No Internacional ele não joga de volante, e vai poder mostrar que não é limitado como a Impresa do Eixo proclamava.

Jogando como armador, Batista infernizou o Palmeiras desde o início. Aos 13', deu um drible de corpo em Édson e tocou de pé esquerdo, por cima de João Marcos: 1x0. Cléo, que muitos achavam ser o substituto de Falcão, marcou o 2º, aos 35' do 1º tempo.


No intervalo, Dudu tenta motivar o Verdão para buscar ao menos o empate. Mas o dia era de Batista. Eram apenas decorridos 2 minutos do 2º tempo quando o Internacional tem uma falta a seu favor, próximo da área adversária. Batista se apresenta para cobrar, e chuta colocado, por cobertura: 3x0. O Palmeiras desaba, e o zagueiro Mauro Pastor tb resolve participar da festa, marcando mais um aos 17'. Aos 21', Batista é lançado na direita, mata a bola no peito, na velocidade passa por dois adversários e cruza na medida para Nílson Dias: 5x0.


Pouco tempo depois de quebrar a perna a Placar fez essa reportagem que mostra como o Asmuz praticamente abandonou o jogador depois da lesão, não colocando muita fé num retorno para o "Velho" Batista:




3 Meses depois da ultima reportagem mais uma reportagem com o Batista que continua sem contrato:


A Conclusão lamentável que nunca deveria ter acontecido. Na noite que vazou a noticia, a cidade de Porto Alegre ficou em choque. O Grêmio foi a Federação e comprou o passe do Batista que há meses estava na Federação para quem quisesse comprar.


Em outras reportagens da Placar sobre Batista nos anos 70, uma coisa sempre foi clara. Bastista era um jogador Colorado, mas Profissional. Com metas e objetivos. Em entrevistas ele sempre dizia que sua meta era alem de ser Campeão pelo Inter jogar em Copas Do Mundo. Em 78 ele consegiu e sua meta era tambem estar na Copa de 82. Sem contrato a poucos meses da Copa e se recuperando de uma perna quebrada o sonho de ir a Copa estava cada vez mais longe. Telê Santana ainda falou "O Batista pode ir a Copa...mas tem que tá jogando pra ser avaliado".

Na epoca eu era guri de 14 anos e fiquei com muita raiva do Batista. Eu não sabia desses detalhes e num Grenal no Beira Rio (a dos 3 gols do Geraldão) eu vaiei o Batista com toda força possivel. Acho que ele até foi expulso no jogo. Hoje já vejo o caso um pouco differente. O Batista foi posto numa situação dificil pelo proprio Inter. Ele estava no auge e quebrou a perna honrando a camisa Colorada mas o Inter praticamente o abandonou. Pra mim o maior culpado de tudo isso foi o Asmuz. O mesmo Asmuz que vendeu Falcão e que uma decada depois seria re-eleito Presidente do Inter. Já o Batista até hoje paga o preço desse epísodio, pois foi um Craque que hoje é idolatrado por torcida alguma. Tudo por causa dessa situação lamentavel e mal administrado pela Direção do Inter.

quinta-feira, fevereiro 04, 2010

FUTEBOL DE ZAGUEIROS É HORRÍVEL


Tentando coordenar as idéias neste inferno portoalegrense, segue minhas percepções ainda iniciais sobre o Inter 2010.

Quem quiser saber minha opinião sobre o 3.5.2, está publicado no dia de hoje no ´coloradasnaarea` o Estatuto do Corneta, não tenho mais saco para discutir este assunto.
Mas, vejamos o Inter de domingo passado e hoje.

1 - Futebol que não privilegia o setor que ganha os jogos que é o meio-campo...deixa os outros times jogarem a vontade e com bola no chão (sorte nossa que o Greminho e Noinha são muito ruins). Quem tem que jogar bola é o Inter, mas parece que só queremos marcar forte e sair no contra-ataque (= chutão)

2 - Nenhum atacante vai conseguir jogar com este esquema estúpido.

3 - O Greminho complicou muito, apesar de ruim e ontem foi a mesma coisa, imaginem o dia que sairmos perdendo, mesmo para times ruins. Neste caso, de imediato vamos ter que trocar 02 jogadores (problema de função), sem falar em substituição por deficiencia técnica.

4 - NUNCA nos 02 jogos ganhamos QUALQUER rebote, defensivo ou ofensivo, pela TV é dificel verificar, mas os times pareceram ou muito atrás ou muito na frente, tanto é que tomamos alguns contraataques (ontem) pelo nosso lado direito, onde o B Silva (Edinho redivivo) nem aparecia no video. Reparem que em 02 toques os caras do NH estavam no mano-a-mano com nossos zagueiros quase dentro de grande áreas, sorte nossa (ou engano...) que os atacantes eram Michel e Gustavo Papa, pois quando foi o tal Maicon a coisa complicou, no domingo era o Jonas (o ruinzaço).

5 - Andrézinho o mesmo, agora menos ´prestigiado`, quando sai a correr prá cima dos adversários (coisa muito rara), parece que vai se desmanchar e afundar na areia, não tem força para jogar bola, é o rei da bola parada (e olhe lá). Falando em bola parada, dá para perceber o dedo do JF neste quesito, parece que até ´treinam no treino secreto` . E pensar que o 10zinho era o cara (quem pensou nisto...) e Giuliano era ruim ! Ontem o 10zinho consegui até errar um monte de passes para tráááásss ! No gol ao correr com o adversário caiu de maduro, só que a bola escorreu para ele que não tinha como errar aquele passe pro Damião.

6 - Matias muito bom jogador, só que é desperdício ficar lá atrás marcando enquando o B. Silva apoia.

7 - Tiago Humberto vai passar na frente de muita gente na fila colorada...assim como Damião.

8 - Edu é jogador de bola curta tabela, mas isto não existe no esquema 5.32 (é cinco tres dois mesmo)

9 - Guina perde sua função no 3.5.2, seria muito mais produtivo num 4.4.2 revezando com Kleber na LE.

10 - D Silva é nosso melhor zagueiro, ele ou Nei na LE nem em pelada, será que não tem ninguém de pé esquerdo nos times B do Inter ?

11- Muriel me pareceu com dificuldade de chutar a bola prá frente (chute muito fraco)

12 - Lauro parece estar melhor preparado este ano (saiu o preparador preferido do TT)

13 - Glaydson entra e sempre joga bem, ótimo reserva para a primeira e segunda volancia.

14 - Por que não um 4.4.2 ? Lauro, Nei, Bolivar, D. Silva e Kleber, Sandro, Guina, Giuliano e TH (Matias), Edu e Damião.

15 - Futebol está cada vez mais dinâmico, por isto o time tem que ter jogador que se mexa com qualidade, objetividade e agressividade (ataque), prá que time com 07 defensores ?

16 - As substituições no Grenal foram titianas entrava um seis, saia um meia dúzia, resultado altamente enganoso e que somente contribui com a fanfarronice da direção ao proclamar o Gauchão um campeonato dificil, times bem preparados, etc... O Gauchão hoje é um campeonato de terceira divisão, aliás com exceção do Paulista, estão à míngua...choram de ruins !

Edit das 18;30 hs
17 -Os adversários do Inter jogaram bola (dentro dos seus parcos limites) contra o Inter.
Nossos meias (Giuliano no Grenal) são uma ilha no meio-campo, o Sandro teve que ir lá na frente tentar fazer algo, mas tudo na base da individualidade...não tem jogo no meio-campo colorado. Bola por ali é raro, o normal é o balão para os atacantes...não é jogo para Edu, Alec, Taison e Walter . O unico que consegue alguma coisa é o Damião.
18 - Enquanto isto o Cruz-MG joga com 03 bons atacantes, volantes que sabem chutar e o LD Jonatans que sabe fazer gols, neste ano o Guerrón (bom reserva) parece que se adaptou ao futebol praticado no Brasil, resultado Cruz 7 x 0 Potosi.
19 - Estamos perdendo um tempo enorme testando um sistema ´morto` para fazer gols, é apenas um sistema para não tomar gols, vejam o co-irmão no 3.52, geralmente sai perdendo e é um problema emparelhar o jogo...fica claro que não tem bola para competir fora do Gauchão.
20 - A rivalidade Grenal ainda existe na mídia (principalmente azul) que precisa vender seu peixe e na mente pequena e provinciana de muitos. O Inter é muito grande para ser regional, o próprio treinador deles já ´pescou` a idéia. Nestes dias também o JF disse isto.
Se quisermos avaliar os times de SP é claro que o Santos não está no nivel dos outros tres, mas lá não se pode dizer isto, assim como aqui não se pode dizer que eles são da tumra de baixo...mas todos sabemos disto. Quem vive de passado é museu.
O Inter é alguns ´plus a mais` aqui no RS.

A Verdade 12 anos depois

São poucas as vezes que misterios do Futebol são resolvidos. O Exemplo abaixo é um que depois de 12 anos a verdade finalmente foi contada.

Em 1990 a Seleção Americana de Futebol voltou a Copa depois de 40 anos sem participar. Um time quase amador e muito jovem consegiu se classificar pra Copa e até não fez muito feio, por exemplo perdendo pra poderosa Italia por apenas 1 a 0. Mas foram eliminados como esperado na primeira fase.

Em 94 como sede entraram direto na Copa e já com um time mais experiente e organizado conseguiram chegar a Segunda fase inclusive ganhando de uma das favoritas, Colombia, por 2 a 1 na primeira fase. A Colombia foi eliminada e um de seus jogadores mortos ao retornar ao seu País. Contra a Suiça no primeiro jogo de uma Copa num estadio Coberto o atacante Eric Wynalda fez um golaço de falta. A partida terminaria 1 a 1. Os EUA então enfrentou o Brasil na Segunda Fase na frente de 100 Mil torcedores no Dia da Independencia Americana. O Brasil ganhou apertado com gol de Bebeto. Os EUA saiu de campo derrotado mais ao mesmo tempo satisfeito com o avanço do Futebol Americano em apenas 4 anos.

1998 prometia.

Primeiro eles tinham que provar que iriam se classificar novamente e fizeram isso sem muita dificuldade. Os EUA aos poucos se tornava a maior força futebolistica na Concacaf junto com o Mexico. Países como Honduras, Costa Rica começavam a ficar bem pra tras.

Durante essa decada um jogador em particular levou o futebol dos EUA a Europa. Era o meio campista John Harkes que jogou boa parte dos anos 90 na Inglaterra. Na Seleção Americana ele era o Capitão. Ele estava lá com o jovem time de 90 e novamente em 94.

1998 prometia ser o ano em que os EUA ia provar definitivamente que o Futebol havia chegado aos States pra valer. Em 1997 o tecnico da Seleção Steve Sampson em entrevista falou do Harkes "John Harkes é o capitão eterno desse time!" Querendo dizer que o Harkes seria Capitão do time até quando quisesse.

Mas 2 meses antes da Copa o tecnico Sampson inexplicavelmente não só tirou Harkes da posição de Capitão do time como cortou ele do elenco que iria pra Copa de 98. Lembro que na epoca eu não conseguia entender o porque disso? Como é que tu corta o Capitão, lider e mais experiente jogador do time com apenas 31 anos em perfeitas condições fisicas?

A explicação do Sampson era que o Harkes não estava querendo obedecer suas instruções de jogar um pouco mais defensivamente. Harkes por sinal já era um meio campista defensivo. O tecnico tambem falou que havia falta de liderança na parte do Harkes. Ninguem entendeu. Nem os jogadores, nem a midia, nem a torcida.

Os EUA chegou na França em 98 em crise e sem Harkes. Havia rumores de muitos problemas internos entre os jogadores e o tecnico, especialmente pelo corte do Harkes. De cara enfrentaram a Alemanha e tomaram 2 a 0. Na segunda partida um confronto complicado pelos aspectos politicos...Irã. Numa partida que esperavam vencer, perderam de 2 a 1. Já eliminados perderam a ultima pra Yugoslavia por 1 a 0. Os EUA terminou a Copa em 32 lugar. O pior time da Copa.

O tecnico foi demitido logo apos a Copa e Bruce Arena entrou no seu lugar. Em 2002 os EUA se recuperaram e não só passaram da 1 fase como eliminaram o Rival Mexico na 2 fase e na 3 fase contra a Alemanha foram praticamentes roubados e eliminados por 1 a 0 depois de dominar a Alemanha no 2 tempo e pior, um Zagueiro Alemão tirar a bola de dentro do gol com sua mão...e nada marcado. 2006 mais uma recaída e agora mais uma chance em 2010.

Mas essa semana a verdade sobre o porque do corte do Harkes na seleção de 98 finalmente ficou conhecido.

Harkes estava comendo a mulher do atacante e estrela do time o Eric Wynalda, seu companheiro de seleção desde o inicio da decada!

A verdade finalmente virou noticia porque algo parecido está acontecendo na Seleção Inglesa entre John Terry e a mulher de um dos companheiros de seleção dele. O ex-Tecnico da Seleção admitiu que essa era a razão principal pelo corte do Harkes.

Isso só mostra que nós torcedores, longe dos bastidores não sabemos de nada do que realmente acontece lá dentro. A gente ouvi rumores, mas realmente não sabemos o que acontece de verdade dentro do clube, vestiario ou fora de campo. Quantas vezes já ouvimos falar de brigas em vestiario e coisas assim....só podemos imaginar as coisas que realmente acontecem.

Agora, será que um dia realmente sai a verdade do que aconteceu com Ronaldo nessa mesma Copa?

Em 2003 Wynalda se separou de sua Mulher. Harkes lançou sua Auto-Biografia em 1999 entitulado com Ironia "Captain for Life & other Temporary assignments". No livro Harkes não revela esse "pequeno" detalhe. De que serve uma Biografia se você não vai ser honesto?

Harkes (E) e Wynalda (D) comemoram um Gol.
Hoje os dois trabalham como comentaristas. O Wynalda na Fox e Harkes na ESPN.


Wynalda Faz Golaço na Copa de 94


Vem Libertadores

Mais uma vitória no Gaúchão hoje. Mas sinceramente, quero que a Libertadores chegue já! É dificil focar no Gaúchão e time B com a Libertadores chegando perto. (Comecem a gravar videos para o Soy Loco Por Ti America 2010! Já tenho até local reservado para receber seus videos!

Deixo para vocês comentarem o jogo de hoje com Vitoria de 3 a 1 sobre o Novo Hamburgo.

Vote nos comentarios....Quem foi o Melhor em Campo?

quarta-feira, fevereiro 03, 2010

Torneio Régis Pacheco - 1953

Em 1953, o Nordeste atravessava uma grande seca, com milhares de flagelados passando fome. Buscando arrecadar recursos para auxiliar os flagelados de seu estado (e ao mesmo tempo promover-se politicamente), o governador baiano Régis Pacheco financiou a organização de um torneio quadrangular, com a participação da dupla Ba-Vi e de dois grandes clubes do "Sul Maravilha": Flamengo, que naquele ano começaria a grande campanha de seu tricampeonato, e Internacional, que no mesmo ano chegaria ao tetracampeonato gaúcho.

A competição organizada pelo governador "modestamente" teve seu nome: Torneio Quadrangular Régis Pacheco. Os jogo foram disputados na Fonte Nova.

Na primeira rodada, na preliminar, o Internacional enfrentava o Bahia. Sem pena do anfitrião, o Colorado venceu por 7x1, gols de Jerônimo (2), Solis (2), Fernandes, Bodinho e Luizinho. No jogo de fundo, o Flamengo trucidou o Vitória: 8x2.

Na 2ª rodada, novamente o Internacional disputou a preliminar, batendo o Vitória por 4x1, com gols de Bodinho (2), Luizinho e Jerônimo. Na última partida, o Flamengo venceu o Bahia por 2x1. Os clubes baianos, dessa vez, jogaram menos abertos que na 1ª rodada.

Na última rodada, o Ba-Vi, sem valer mais nada, era a preliminar, e terminou com o placar de 2x1 para o Vitória. E veio a partida decisiva. O Flamengo entrava em campo como favorito, mas o Internacional tinha a vantagem do empate. Ainda não se usava o critérios de saldo de gols, mas o torneio importara um critério inglês, muito parecido, o goal-average (divisão dos gols marcados pelos gols sofridos). Foi uma partida disputada. Faltando cerca de 15 minutos para o fim do jogo, o placar era de 2x2. Luizinho e Bodinho haviam marcado para o Internacional, e Índio e Rubens para o Flamengo. As solenidades oficiais haviam atrasado o início das partidas, e a Fonte Nova não possuía iluminação. Aos 36 minutos do segundo tempo, com o estádio quase às escuras, o árbitro Rui Carneiro foi obrigado a encerrar a partida, e o Internacional sagrou-se campeão. Era o primeiro título colorado em uma competição nacional.

Ainda houve mais uma edição do torneio. Em março de 1955 Régis Pacheco estava saindo do governo baiano, e bancou um torneio de despedida. Mas desta vez, com participantes mais modestos. Além da dupla Ba-Vi, participaram o Botafogo da Bahia e o Sport. A última rodada foi realizada três dias antes da posse do novo governador, e o Vitória sagrou-se campeão.

BATISTA DESMAIA AO VIVO

Triste ver esse video. Espero que o cara esteja bem. Outra tristeza é ler os Comentarios de Colorados no Orkut rindo disso. Primeiro porque apesar dos pesares Batista foi Campeão Brasileiro pelo Inter em 75, 76 e 79. E ainda foi titular absoluto da Seleção em 78 representando o Inter. O Cara apesar de ir para o Gremio em 82 ele sempre honrou a camisa do Inter em campo. Quem viveu a epoca sabe disso.

Incrivelmente o Batista tá comentando o jogo mesmo assim.

Depois Batista falou.. "A Cabine tava um forno, uns 50 Graus pareceia"....O que me faz pensar...porque que as cabines não são ar condicionadas? Tudo bem era o Olimpico, mas em estadio como o Beira Rio que quer ser sede de Copa não vão pensar que a Imprensa Internacional vai trabalhar nessas condições. Vão esperar uma cabine bem Ar Condicionada, como deveria ser em Copa ou Gaúchão.



PS:

Dei um re-upada do Arquivo do SLPTAmerica original para download. Voces podem fazer o DL AQUI. São 369MB e 1 hr 42 de duração do Filme.

PSS: E Enquanto voces passar um calarão aí...por aqui tirei essa foto hoje do meu cachorro no meu patio.


segunda-feira, fevereiro 01, 2010

Free Way

Pouco terei condições de argumentar sobre a desenvoltura da equipe colorada no grenal, pois acompanhei pelo rádio, diretamente do percurso litoral-capital. Mais bela que o gol da vitória, foi a sinfonia de estações sintonizadas pelos diversos veículos que faziam a rota. Não mais nem menos interessados na cidade do interior do Estado, que pelo segundo ano consecutivo concentra todas as atenções dos pampas: Erechim, capital da alegria (descobri ontem que é este o slogan da comunidade local e nós colorados é que não temos motivos para contrariar).

Pela Free Way, ou Estrada do Mar, ouvia-se o duelo de transmissões, protagonizado por locutores, comentaristas e repórteres das distintas emissoras. Apreciei o peculiar concerto cada vez que, claustrofóbica e com olhos secos do ar condicionado, abri a janela do carro pra sentir o vento quente do abafado verão gaúcho. Não há solução para o meu caso, que não tolero por muito tempo ambientes herméticos, tampouco suporto ar gelado e que, azar, preciso de vento, mesmo que seja quente. Então aquele calor escaldante vindo do asfalto invade o carro, provoca efeito sorvete no sol e, lá vamos nós outra vez, fechar os vidros e ligar o ar condicionado.

Foi nesse ritual que mais parece tratamento de lesão: quente & frio, que acompanhei o clássico. Para uma cuia de chimarrão, um gole de água gelada. Entre a Banca do Pelé e Maquiné, biscoito de polvilho ou rapadura, churrasco ou peixe na grelha; o final de semana que tem mar de água escura do sul começa quente, chove, ferve e termina em noite de verão, com gol de Alecsandro.

Semi-parafraseando o ex craque tricolor, se é que esta expressão existe (e se não, acabei de inventar), adicionando um termo complementar, sem deixar morrer o sentido e de qualquer maneira irreverente, esmurrando a língua portuguesa:

Verão é verão, grenal é grenal;
E vice(s) versa(s)!


EDIT
Comentário de meu estimado irmão, analisando o efeito psíquico da climatização artificial sobre a minha pessoa:

Diana

Esse teu problema com ar-condicionado deve ter a ver com aquelas viagens POA-Curitiba que nós fazíamos de Caravan, na qual só não entrava a saudosa Pantera (cachorrinha da família).

Ou quando íamos praticamente com toda a casa dentro do carro pra casa em Atlântida Sul passar o verão (nessas a Pantera ia junto).

Nos dois casos, é óbvio, o carro era sem ar-condicionado, o espaço que sobrava pros quatro irmãos sentarem era mínimo (pois sempre tinha uma tia ou um primo pra ir junto), mas as janelas ficavam todas abertas. Não tinha penteado que suportasse.

Hehehe