sexta-feira, julho 31, 2009

FERNANDÃO VOLTA PRA CASA

Agora é oficial, Fernandão está liberado para voltar a jogar no Brasil. A questão que resta é aonde?

Meu palpite é que Fernandão será anunciado como o novo reforço do Inter em poucos dias. Parece ser a logica. Afinal ele é idolo em Porto Alegre. Tem residencia em Porto Alegre. Já falou que vai viver em Porto Alegre quando se aposentar. Tem restaurante em Porto Alegre. A familia dele gosta de Porto Alegre. Ele escreve no seu Blog sempre sobre o Inter. O Inter tem dinehiro em caixa. E segundo FC o F9 disse que o Inter tem preferencia. Ou seja parece quase certo o retorno do Fernandão.

Quais seriam as coisas que fariam F9 não voltar ao Inter? Quem sabe outra proposta milionaria do exterior. Talvez o fator Muricy? Não querer riscar quiemar sua imagem de idolo no Colorado voltando a um time aparentemente com problemas? Será que ele vai dar uma de Falcão e voltar ao Brasil mas não para o Inter e sim para o São Paulo?

Duvido.

Minha aposta é que Fernandão será anunciado como reforço a qualquer momento. Se isso realmente acontecer, onde ele jogará, no ataque ou no meio campo? No meio ele nunca deu certo, então faria dupla trombador com Alecsandro? E Taison? Quem sabe jogaria numa meia direita, com Bolanos sendo primeiro Reserva do ataque?

O Fernandão talvez seja o que o Dale precisa, alguem pra carregar o time para que o Dale não tenha esse peso (que ele não pode carregar) nas costas. Talvez assim Dale voltaria a jogar bem. Com Taison ao seu lado no meio com responsabilidades de armar jogadas isso facilitaria a vida do Dale ainda mais. Seria faceiro demais? Pior que Magrão acho que Taison não é, e com certeza corre mais. E se Giuliano pode ser cogitado para a posição porque não Taison?

Do meio pra frente:

Sandro
Guinazu
Taison
D'Alessandro

Fernandão
Alecsandro

O que acham? Pra mim se a defesa segurar, poderemos sonhar com o Brasileirão novamente.

quinta-feira, julho 30, 2009

O retorno

Caros amigos,

Estive ausente no último mês porque estava viajando e tive pouco acesso a internet. Volto a importuna-los na próxima segunda-feira, explicando os reais motivos da mais recente crise colorada.

Aguardem e abraços!

Diana

Estatisticas Ofensivas Atualizadas

Faz um tempo que não atualizo as estatisticas ofensivas, a ultima vez foi no inicio de Junho apos o empate com o Cruzeiro em 1 a 1. As estatisticas abaixo mostram o desaparecimento do D'Alessandro como um fator ofensivo no Inter e por incrivel que pareça a dependencia do Inter no momento no Andrezinho e no Alecsandro.

Estava assim na epoca:

Cruzeiro 1 x 1 INTER (Rodada 5 Brasileirão)

Magrão (Andrezinho)

ESTATISTICAS OFENSIVAS EM 2009
JOGADOR GOLS - ASSISTENCIAS - PONTOS
(2 Pontos por Gol, 1 Ponto por assistencia)

Taison 23 - 10 - 56
Nilmar 15 - 11 - 41
Andrezinho 10 - 7 - 27
Alecsandro 10 - 5 - 25
D'Alessandro 6 - 8 - 20
Magrão 6 - 4 - 16
M. Cordeiro 3 - 8 - 14
Indio 5 - 0 - 10
Kleber 0 - 8 - 8
Walter 3 - 2 - 8
Alex 3 - 1 - 7
Tales Cunha 2 - 1 - 5
Giuliano 1 - 3 - 5
Guinazu 1 - 2 - 4
Danny Moraes 1 - 1 - 3
Bolivar 1 - 1 - 3
Alvaro 1 - 1 - 3
Rosinei 1 - 0 - 2
Danilo 1 - 0 - 2
Paulinho 0 - 1 - 1
Sandro 0 - 1 - 1

Então vamos dar uma atualizada, jogo a jogo:

- Inter 0 x 0 Vitoria
- Corinthians 2 x 0 Inter
- Flamengo 4 x 0 Inter
- Inter 0 x 1 LDU

Po...ta facil por enquanto, 4 jogos sem a necessidade de atualizar a estatistica! Continuamos:

- Inter 3 x 0 Coritiba
Bolanos (Alecsandro)
Bolanos (Alecsandro)
Bolanos (Giuliano)

- Inter 2 x 2 Corinthians
Alecsandro (D'Alessandro)
Alecsandro (Andrezinho)

- Nautico 0 x 2 Inter
Nilmar (Andrezinho)
Nilmar (Andrezinho)

- LDU 3 x 0 Inter

- Atletico-PR 3 x 2 Inter
Nilmar (Taison)
Alecsandro (Danilo Silva em falta cobrada por Andrezinho)

- Inter 4 x 2 Fluminense
Sorondo (Magrão em Falta cobrada por Andrezinho)
Andrezinho (Nilmar)
Taison (Andrezinho)
Taison (Marcelo Cordeiro)

- Gremio 2 x 1 Inter
Nilmar (Andrezinho)

- Inter 2 x 2 São Paulo
Alecsandro (Kleber)
Alecsandro (Kleber)

- Botafogo 3 x 2 Inter
Andrezinho (penalti)
Leandrão (Andrezinho)

- Inter 3 x 2 Barueri
Alecsandro (Andrezinho)
Andrezinho (Falta)
Sorondo (Andrezinho de falta na trave)

Agora vamos ver como fica a tabela atualizada:

ESTATISTICAS OFENSIVAS EM 2009
JOGADOR GOLS - ASSISTENCIAS - PONTOS
(2 Pontos por Gol, 1 Ponto por assistencia)

Taison 25 - 11 - 61
Nilmar 19 - 12 - 50
Andrezinho 13 - 15 - 41
Alecsandro 16 - 7 - 39
D'Alessandro 6 - 9 - 21
Magrão 6 - 5 - 17
M. Cordeiro 3 - 9 - 15
Indio 5 - 0 - 10
Kleber 0 - 10 - 10
Walter 3 - 2 - 8
Alex 3 - 1 - 7
Bolanos 3 - 0 - 6
Giuliano 1 - 4 - 6
Tales Cunha 2 - 1 - 5
Sorondo 2 - 0 - 4
Guinazu 1 - 2 - 4
Danny Moraes 1 - 1 - 3
Bolivar 1 - 1 - 3
Alvaro 1 - 1 - 3
Leandrão 1 - 0 - 2
Rosinei 1 - 0 - 2
Danilo 1 - 1 - 3
Paulinho 0 - 1 - 1
Sandro 0 - 1 - 1

Então foram se 14 jogos desde a ultima atualização. Nesses 14 jogos Taison que continua lider, só fez 2 gols e 1 assistencia. Ele continua queimando gordura do gaúchão.

A produção do Andrezinho nessas ultimas 14 partidas: 3 Gols e 8 assistencias.
A produção do D'Alessandro nessas ultimas 14 partidas: 0 Gols e 1 assistencia.

A produção do Alecsandro nessas ultimas 14 partidas: 6 gols e 2 assistencias.
Nilmar fez 4 gols e uma assistencia nesse tempo em tempo limitado pois tava na Seleção.

E tem gente que ainda quer defender a bola do D'Alessandro chamando ele de craque. Craque faz muito mais do que ele tem feito no Inter.

Todos os gols do Inter no Brasileirão podem ser vistos aqui onde postamos gols de rodada a rodada: http://www.blogvermelho.net/viewtopic.php?f=16&t=56

PS:

Vale lembrar que em 2007 nosso ano foi tão patetico que o Lider no fim do ano foi Pato com apenas 26 pontinhos...e isso que ele saiu em Agosto. Ninguem alem em 2007 fez mais que mais que 24 miseros pontos.

E os 83 pontos do ALEX em 2008 pode continuar sendo o recorde se o Taison não reencontrar seu futebol. Mas Andrezinho está a apenas 4 assistencias da marca de 19 do Alex em 2008. O diferencial entre os dois é os gols, Alex fez 32 em 2008. Mas vale lembrar que Andrezinho não tem sido titular absoluto como Alex foi.

quarta-feira, julho 29, 2009

SORONDO SALVA O TITE

So peguei o Segundo Tempo do jogo. E mais uma vez inacreditavelmente vi o Inter perder uma vantagem de dois gols. Eu estava furioso como acredito todos voces tambem deveriam estar naquele momento. Não restava duvida na minha mente que TITE seria demitido ainda hoje a noite...mas Sorondo...num rebote de um chute do Andrezinho...salva o Inter e salva o emprego do Tite. Juro que deu vontade de quebrar o computador que tomamos o segundo gol.

Menos mal conseguimos 3 pontos. Mas fica obvio que nem time titular temos mais. Bolivar quase entregou antes o jogo numa peitada, saiu vaiado. Eu nem sei mais quem é titular. Andrezinho? Giuliano? Taison? Bolanos? O time ta uma bagunça. Resta torcer que conseguimos arrancar 3 pontos de jogo em jogo, mas vai ser muito dificil. Em Maio eramos "o melhor time do Brasil"....hoje somos um amontoado sem uma escalação definida.

Tá feio o negocio. A gordura do inicio do campeonato é a razão pela qual ainda estamos no g4.

PS:

Andrezinho. 1 Gol, 2 assistencias. Podem chama-lo de coxa colada, dezinho ou sei la o que, mas que ele rende infinitamente mais que Dalessandro isso não existe duvida! Alem de conduzir a bola com uma certa velocidade pra frente...algo que DALE nunca faz. Não acho que Andrezinho é pra ser o 10 do nosso time, mas continuamente critica-lo é tao ridiculo quanto criticar Alex em 2008.

Deixe aqui seu comentario.

O primeiro campeonato brasileiro que disputamos

O primeiro campeonato brasileiro disputado pelo Internacional não foi o Campeonato Nacional em 1971. Nem o Robertão, em 1967. E nem mesmo a Taça Brasil, em 1962.

Em 29.02.1952 a FRGF (Federação Rio-Grandense de Futebol) decidiu que o Internacional iria representar o Rio Grande do Sul no Campeonato Brasileiro de Seleções daquele ano (desde a década de 1920 existia um Campeonato Brasileiro de Seleções estaduais).

A decisão foi comunicada ao mundo esportivo na seguinte nota:

“O presidente da FRGF resolve designar o Esporte Clube Internacional, de Porto Alegre, campeão estadual de profissionais de 1951, para representar, oficialmente, a Federação no Campeonato Brasileiro, de conformidade com a resolução tomada pela diretoria.”

O clube, que estava fazendo pré-temporada em Gramado (talvez a primeira da história), foi comunicado com outra nota:

“Ilmo Sr. Presidente do E.C. Internacional
Levamos ao vosso conhecimento que, por nota oficial nº 52/13, de hoje datada, esta presidência designou essa prestigiosa associação, como campeão do Estado na categoria de profissionais de 1951, para representar, oficialmente, a Federação Rio-Grandense de Futebol, no Campeonato Brasileiro de Futebol, tudo na conformidade com a resolução aprovada pela diretoria. Almejando que o E.C. Internacional eleve bem alto o futebol gaúcho no cenário esportivo do Brasil, aproveitamo-nos do ensejo para renovar nossos protestos de apreço e consideração.
Otávio Abreu da Silva Lima
1º Vice-presidente em exercício da FRGF

Logo após a comunicação oficial, o Internacional bateu a Seleção de Gramado e Canela por 11x1. As camisetas rubras demorariam um pouco para voltarem a ser usadas. O Internacional aceitou a missão e assim respondeu:

“Neste momento histórico para o nosso futebol, quando, pela primeira vez um clube se galardoa com a honra de representar o Rio Grande no certame brasileiro, quer o Internacional dirigir-se aos esportistas gaúchos sem distinção de cores clubísticas de espécie alguma, para reafirmar seus propósitos de elevar bem alto o bom nome do esporte de nossa terra.
Nós, do Esporte Clube Internacional, estamos bem cientes de que,acima do glorioso pavilhão alvi-rubro, teremos a nosso cargo a responsabilidade de zelar pelas glórias insignes em outras feitas assinaladas por anteriores representações do Rio Grande. Necessitamos entretanto que estejam todos conosco, ao nosso lado, nessa jornada que pretendemos tornar gloriosa.
As manifestações de simpatia e confiança que temos recebido de esportistas e co-irmãos, tanto da capital como do interior, dão-nos desde logo a certeza de que o Rio Grande em peso estará conosco.
Quando na tarde de hoje em cerimônia singela mas significativa, os bravos rapazes do Internacional despirem as camisetas gloriosas de seu clube, que serão arquivadas temporariamente,para envergarem as não menos gloriosas camisetas do Rio Grande, não seremos mais um clube a receber o apoio e os aplausos de sua torcida, mas sim a representação gaúcha a contar com o decidido incentivo de toda a população.
Porto Alegre, 9 de março de 1952
Dr. Ephraim Pinheiro Cabral – Presidente

A direção colorada pediu à FRGF que os jogos de preparação e mesmo de competição da Seleção fossem disputados nos Eucaliptos, e que os sócios colorados pudessem entrar sem pagar ingresso. A FRGF concordou em concentrar as partidas nos Eucaliptos, mas quanto aos ingressos, não teve jeito: era jogo da Seleção, não do Internacional, o estádio estava requisitado pela Federação e os sócios colorados teriam de pagar para ver o time jogar.

O primeiro amistoso ocorreu em 09.03.1952: 5x0 Nacional, vice-campeão porto-alegrense. Nesta partida, Bodinho, que no campeonato recém encerrado havia sido o grande craque do Nacional, foi atingido no olho e teve de ser substituído. Os colorados acusaram os atletas do Nacional de tentarem propositalmente atingir o atacante. Luizinho e Camargo, outros ex-nacionalistas recém contratados pelo Internacional nada sofreram.

Em 15.03.1952, o adversário foi o Renner: 3x2. A imprensa cobriu de críticas a seleção colorada: Solis não tinha fôlego para agüentar 90 minutos, Mujica criava tantas jogadas quanto perdia gols, Luizinho não conseguia acertar o gol, etc...

Mas em 23.03.1952, um adversário mais forte surgia pela frente: o Grêmio, que contava pela segunda vez com Tesourinha em campo. Apesar das críticas sofridas, a Seleção Colorada dominou amplamente a partida. Bodinho fez 1x0 logo aos 6’. O veterano Geada empatou aos 34’, mas na 2ª etapa o Tricolor não resistiu. Bodinho marcou novamente aos 8’, e Canhotinho fechou o marcador aos 20’: Seleção 3x1.

Antes de viajar à Bahia, para jogar pelo campeonato, mais um amistoso, em Caxias do Sul, contra o Flamengo, campeão da cidade: Seleção 4x1.

A estréia da Seleção Gaúcha no campeonato ocorreu em 13.04.1952, na Fonte Nova. Um público expressivo para a época, 17.132 pessoas, compareceram ao estádio, para apoiar sua seleção contra os gaúchos. Os baianos pressionaram a maior parte do tempo, mas quando conseguiam passar pelo centromédio Salvador, paravam nas mãos de Dóia. E quando tudo parecia indicar um empate, aos 37’ do 2º tempo Bodinho marcou o único gol da partida. RS 1x0 BA.

RS: Dóia; Florindo e Oreco; Paulinho, Salvador e Odorico; Luizinho, Camargo, Bodinho, Mujica e Canhotinho

No dia 20.04.1952, a partida de volta, nos Eucaliptos. A Seleção Colorada não rende o esperado, mas consegue o resultado necessário. Após uma 1ª etapa sem gols, Luizinho abriu o placar aos 6’ do 2º tempo, e no minuto seguinte Bodinho ampliou. A Seleção Baiana, com apenas 10 jogadores em campo (Izaltino machucou o joelho aos 3’ de jogo, e como não eram permitidas substituições, ficou fazendo número em campo), ainda conseguiu descontar, aos 15’, com Mituca. RS 2x1 BA.

RS: Dóia; Florindo e Oreco; Paulinho, Salvador e Odorico; Luizinho, Solis, Bodinho, Mujica e Canhotinho

Campeão da chave RS/SC/PR/BA, o “scratch” gaúcho enfrentaria o campeão do Norte, a seleção paraense. Devido a distância entre os dois estados, as partidas seriam realizadas em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Em 27.04.1952 a Seleção Colorada entrava em campo, no Parque Antártica, para enfrentar o Pará. Os paraenses abusaram da violência,mas não conseguiram evitar a derrota: RS 4x0 (Jerônimo, Bodinho, Alberi e Luizinho).

RS: Dóia; Florindo e Oreco; Paulinho, Salvador e Odorico; Luizinho, Jerônimo, Bodinho, Mujica e Alberi

Em 04.05.1952 a partida foi realizada em General Severiano, campo do Botafogo. Os paraenses prometiam levar a partida para a prorrogação. Para isso, bastava vencerem por qualquer placar (na época não existia desempate por saldo de gols). Mas logo ficou claro que não teriam nenhuma chance. A 1ª etapa já terminou com o placar de 3x1 para os gaúchos. Resultado final: RS 6x3 PA (Bodinho [3], Jerônimo, Camargo e Luizinho). E os gaúchos tiveram um jogador expulso, Oreco. Ao dar um carrinho em Hélio, no gramado embarrado da chuva, acabou acertando o adversário com mais força que planejara.

O RS estava na semifinal! E contra a poderosa Seleção Paulista! Nunca uma equipe gaúcha havia vencido uma equipe paulista em SP, e mesmo no RS as vitórias eram raras.

Para preparar a Seleção para as batalhas seguintes, em 18.05.1952 foi realizado um amistoso com o forte Pelotas, vice-campeão gaúcho, que empatara as duas partidas do campeonato gaúcho com o Colorado. Mas diante da Seleção, o Pelotas desandou: levou 6x1, a ponto de seu técnico, Leal, perder a cabeça e tentar agredir o árbitro, tendo de ser retirado de campo pela polícia.

Finalmente chega o grande dia! 25.05.1952! Na imprensa, uma nota encabeçada por Saturnino Vanzelotti, presidente gremista, e assinada por todos os presidentes de clubes da capital (à exceção, claro, do Internacional), conclamava todos os porto-alegrenses a torcerem pela Seleção. Os Eucaliptos recebem 20.888 torcedores, que geram uma renda de Cr$ 465.775,00, recordes de público e renda em toda a história do futebol gaúcho, até então.

Os paulistas estão recheados de jogadores com passagens pela seleção brasileira, e os gaúchos tinham um importante desfalque: Canhotinho, acometido de furunculose, não jogaria. Mesmo assim, o RS começou a mil! Aos 16’ Bodinho abre o marcador, fazendo os Eucaliptos explodirem: RS 1x0!. Aos 23’, novamente Bodinho! 2x0! A torcida delira! Mas aos poucos, os paulistas começam a demonstrar que, além do bom futebol, tem um preparo físico superior ao dos gaúchos. Ainda no 1º tempo, aos 33’, Rodrigues diminui. Na 2ª etapa, logo aos 2’, Pinga empata. E quando tudo indicava um empate, aos 40’ Rodrigues vira o jogo: RS 2x3 SP. Agora era necessário vencer na capital bandeirante.

RS: Dóia; Florindo e Oreco; Paulinho, Salvador e Odorico; Luizinho, Camargo, Bodinho, Mujica e Nickelagem

Em 28.05.1952, o RS voltava a jogar na capital paulista, mas agora no imponente Pacaembu. O juiz da partida era o polêmico e afamado Mário Viana, que expulsava jogadores a socos, se fosse preciso.

Os paulistas, em casa, abrem o placar aos 4’, com Antoninho. Mas diferente do que parecia, o RS equilibrou a partida e começou a criar oportunidades. Em uma delas, aos 39’, Salvador empatou. A torcida paulista, que esperava uma goleada, não ficou satisfeita com um empate na 1ª etapa. Logo no início do 2º tempo, Bodinho é acertado com violência e fica alguns minutos fora de campo. Aproveitando-se de que os gaúchos estão com um jogador a menos, os paulistas lançam-se ao ataque, e Rodrigues marca aos 9’, SP 2x1. Mesmo assim, o RS volta a equilibrar a partida, e Luizinho quase empata o jogo. Então, em seguida ocorre o lance mais polêmico da partida: o centroavante corinthiano Baltazar acerta com violência o zagueiro Florindo, que é obrigado a abandonar a partida. Já o agressor não sofre punição nenhuma. No dia seguinte, o jornal “O Estado de São Paulo” considerou vergonhoso Baltazar não ter sido expulso.

Sem o seu melhor zagueiro, Florindo, o “Gigante de Ébano”, a Seleção Colorada não resiste muito tempo. Aos 26’, o próprio Baltazar marca, 3x1. Aos 32’, Pinga amplia, 4x1. E aos 44’, em um pênalti duvidoso, Rodrigues define: SP 5x1 RS. Dias depois, os paulistas venceriam os cariocas e conquistariam o título brasileiro. Mas para a brava Seleção Colorada restou a honrosa 3ª colocação, melhor classificação conseguida por uma Seleção Gaúcha no Campeonato Brasileiro de Seleções.

RS: Dóia; Florindo e Oreco; Paulinho, Salvador e Odorico; Luizinho, Camargo, Bodinho, Mujica e Canhotinho

terça-feira, julho 28, 2009

Respostas de Inverno

No dia 14 de abril deste ano, publiquei o texto Dúvidas de Outono. Ainda fazia calor em Porto Alegre, estávamos todos extasiados com os festejos do centenário e com a vitória no quarto grenal seguido, o terceiro neste ano. O Intermômetro batia nos 4,5 de confiança do torcedor no time, mas eu expunha as seguintes dúvidas:

Gostaria de saber, afinal, o que o Inter vai priorizar neste ano. Planejamento mal feito gera crise, não é preciso ir muito longe do Beira-Rio para constatar isso. E uma radical mudança de planos no meio do ano pode ser ainda pior, basta ver o que se passou conosco no ano passado. Então, como vai ser a partir de maio?

Titulares na Copa do Brasil e reservas no início do Brasileirão? Ou vamos tentar encarar as duas competições com tudo? A finalíssima da Copa do Brasil está marcada para o 1º dia de julho. Portanto, quando esse torneio acabar, já terão se passado 8 das 38 rodadas do Brasileirão. Quase um quarto da competição! Se ganharmos a Copa do Brasil, já estaremos na Libertadores, mas disputaremos o principal título nacional? Ou deixaremos que se passem 30 anos sem renovar essa conquista?

Mas isso não é nada. E quem for vice da Copa do Brasil? Vai conseguir juntar os cacos e buscar a vaga na Libertadores via Campeonato Brasileiro? Possível é. O São Paulo mostrou que em um turno se pode buscar o título. Contudo, nem todo ano tem cavalo paraguaio liderando o primeiro turno.

O calendário do futebol brasileiro nos apresenta essa bagunça e dele somos reféns. Talvez surja o dia em que o Inter possa se insurgir contra essa (des)organização, mas isso ainda é sonho. A partir de maio, teremos o famigerado acúmulo de jogos. E então, como vai ser? Ficam as questões: “O Gauchão é parâmetro?”; “Nosso time é confiável?”; “A zaga é essa?”; “Ficaremos sem o Sandro?”; “Sairá alguém na janela?”; “Voltará alguém das Arábias?”

Claro que nem mesmo nossos dirigentes têm as respostas a todas essas perguntas. Algumas dessas questões não dependem exclusivamente da vontade do clube. Mas uma questão específica, aquela que somente ao Inter cabe responder, é a que mais me interessa, a que mais me inquieta: “Afinal de contas, qual é a prioridade do Inter neste ano?”

Agora, em pleno mês de julho, após dois meses de temperaturas baixas e péssimos resultados dentro de campo, percebo que meus maiores temores de outono se concretizaram no inverno. Demorou um pouco mais do que eu temia. Receava que já em maio, começaríamos a sofrer o que veio a acontecer em junho e julho. Mas deu no que deu.

E as respostas que este inverno me trazem são bem objetivas, não deixam dúvidas.

O Gauchão é parâmetro? Não, mas isso a gente já sabia.

Nosso time é confiável? Não, e disso a gente apenas desconfiava.

A zaga é essa? Que zaga? Cada jogo é uma. Até agora não sabemos qual é a zaga que, diga-se de passagem, virou uma peneira.

Sairá alguém na janela? Nilmar, e nem saberemos por quanto, se haverá direito a percentual em eventuais transações futuras, enfim...

Voltará alguém das Arábias? Pelo menos ainda resta essa esperança.

Afinal de contas, qual é a prioridade do Inter neste ano? O discurso do vestiário fala em vaga para a Libertadores. Enquanto isso, outros times menos cotados e ainda abaixo de nós na tabela, já falam em título!

Na verdade, fica claro que a grande prioridade sempre foi apenas a vaga na Libertadores. Foi tentada na Copa do Brasil, mas não veio. Mas o título do Brasileirão, aquele para o qual éramos citados como favoritos no início do campeonato por 10 entre 10 jornalistas do centro do país, bem, esse parece mesmo que nunca foi a verdadeira prioridade. Lamento muito, pois penso que é o que deveria ser.

Este inverno, além de frio uma barbaridade, me trouxe péssimas respostas para as minhas dúvidas de outono.


segunda-feira, julho 27, 2009

Bonés na Sexta Feira

Quem encomendou um dos Bonés extras que fiz aqui já pode pegar em Porto Alegre a partir da Sexta Feira depois das 3 da tarde ou no fim de semana. Quem encomendou me escreve em email para confirmar tudo. (Topico Original sobre os Bones Clique aqui).

No momento só sobrou umas unidades em Branco e Cinza ambos com escudo em Vermelho.Se alguem quiser um desses ultimos me manda um email no BlogVermelho@gmail.com

As fotos desses ultimos:

Eu fiz UMA unidade de Boné Branco com aba reto mas como prefiro aba curvada não vou ficar com ele, então se alguem quiser esse boné branco unico me avisa. Só existe esse um.





domingo, julho 26, 2009

TREINO? Só as 15:30

E OS TREINOS NO BEIRA RIO? Seguem as 3 e meia da tarde! Numa reportagem do GE falam que dirigentes estão preocupados com festa na noite dos jogadores...ora FAZ TREINO DE MANHÃ que aí dificulta a vida dos festeiros. Porque não conseguem entender isso?

Quando eu tinha 20 e poucos eu as vezes ficava na rua até as 4, dormia das 5 as 7 e ia trabalhar as 8! Mas logo aprendi que manter isso era impossivel! Agora se tu só tem que ir ao trabalho as 15:30 e tu tá cheio da grana e a mulherada sobrando, só louco mesmo pra ficar em casa!

A vida é do jogador, eles tem direito de sair e fazerem o que querem mas cabe ao clube tentar controlar isso por meios indiretos, como por exemplo TREINO DE MANHÃ. Os cara vão saber que em vez de ir pra casa as 5 eles vão ter que ir pra casa bem mais cedo!

Mas com treino só as 15:30 aí fica facil ir pra noite!! ACORDA DIREÇÃO!!!

PO SE TÁ FRIO DEMAIS DE MANHA PRA CORRER...que vão ao Beira Rio as 9 da manha pra assistir filmes de jogo...conversar sobre taticas....fazer musulação...tomar banho em piscina termica...TUDO MENOS ficar em casa dormindo!

Toda dia depois de uma DERROTA OU EMPATE os jogadores deveriam ser OBRIGADOS a estarem no ESTADIO as 9 Da manhã pra assistir O JOGO INTEIRO e sofrer como nos sofremos! E quem sabe aprender alguma coisa com o video. Alguem sabe se os jogadores assistem video do jogo alem do gols no Fantastico?

ALGUEM ME EXPLICA PORQUE SO TREINAM NA MAIORIA DAS VEZES SÓ 2 ou 3 horas por dia?

Treinos do Inter nesse começo de semana:

Segunda-feira (27/7)
15h30min - Treino

Terça-feira (28/7)
15h30min - Treino e concentração

PS:

E nosso Alex está na Russia jogando muito bem. É a estrela do time do Spartak Moscou. Hoje fez mais 2, um de penalti e um de Falta na virada no Classico local.

Pra quem achava que Alex ia pra lá e se congelar e voltar em 2 meses estava bem enganado. É idolo lá. Sem duvida alguma, D'Alessandro ainda não chegou a 20% da eficiencia do ALEX que conhecemos em 2008 e que pelo jeito continua em 2009. Não que Alex no Inter hoje faria muita diferença. Há outros problemas alem de D'Alessandro. Veja os 2 gols dele hoje.

PS:
Estou mais e mais convencido que o Palmeiras tem tudo pra ser campeão. O Galo logo mais começa a perder folego. O Corinthians hoje mostrou que a perda de jogadores vai lhe custar muito. E o Palmeiras agora tem Muricy. Barbada.

Havia um tempo onde so disputavamos dois Campeonatos. Gauchao e Brasileirao. O Brasileirao era O TITULO. E continua sendo. Mas não ganhamos ele desde 1979! Como então somos Campeão de Tudo? O Brasileirão é na minha opinião o titulo mais importante que podemos ganhar todos os anos, mas parece que fazem de tudo pra jogar esse campeonato fora.

PSS: MANCHETE DO GLOBO ESPORTE

TITE FICA Falta de opção no mercado seria um dos motivos para a diretoria manter o treinador

Falta de opção?? Falta de opção?? Que tá falta de bom senso e lentidão em tomar uma decisão que TODOS NOS SABIAMOS NECESSARIO A 2 SEMANAS quando Muricy estava disponivel?? Da raiva de ler isso!







Com 100.000 sócios não estariamos livres?

Colorados e coloradas, desde sexta-feira existe um sentimento de perda na torcida diante da saída do craque Nilmar.

Tendo em vista que trata-se de um fato relevante para a torcida e o time, vou colocar nesse espaço hoje um texto copiado do Blog dos Conselheiros do movimento INTERnet/BV escrito pelo conselheiro colorado Alexandre Ribeiro.

Abraços e boa leitura,


Guilherme Arruda - CB

-------

Mais uma vez o torcedor colorado sente a frustação de perder um craque. Em 2006, após a conquista da Libertadores, perdemos Sobis, Tinga e Bolivar. Em 2007 , Fabiano Eller, Ceará e a maior revelação do futebol brasileiro nos ultimos tempos, Alexandre Pato. Em 2008, foram embora o baixinho Iarley e o maior idolo da historia moderna do clube, o eterno capitão Fernandão . Agora em 2009 , perdemos o guerreiro Edinho, Alex e o craque Nilmar.


Enquanto representante da torcida colorada, na condição de conselheiro pelo movimento INTERnet/BV não poderia ficar indiferente à frustação que toma conta da torcida a cada despedida de um jogador. Tenho recebido diversas cobranças a respeito dessa pratica de venda de tantos jogadores de expressão numa mesma temporada. Ao que tudo indica estamos indo para o terceiro ano consecutivo com superávit no balanço no clube, mas ao mesmo tempo nos afastamos do titulo brasileiro.


Vale lembrar que em 2005 (ano em que ganhamos mas não levamos o campeonato brasileiro), não foi utilizada esta pratica e para 2006, ano das nossas maiores conquistas, apenas agregamos jogadores.


O sócio demonstrou na ultima eleição presidencial que confia na atual gestão do clube e sabe da importância do equilibrio financeiro, mas questiona. O que será que vale mais para estes 100.000 sócios apaixonados do clube? O superavit no balanço ou os títulos?




Com 100.000 sócios não estariamos livres desta pratica?

Conselheiro Alexandre Ribeiro.

sábado, julho 25, 2009

LIXO, VERGONHA, PIPOQUEIROS etc...

Eu estou com tanta raiva da diretoria, do tecnico, do time que nem sei qual deva ser o titulo desse topico. Está ali vazio no momento que escrevo. Tá 0 a 2 e o primeiro tempo nem acabou. Quero escrever BOSTA como o titulo, ou quem sabe Vai tomar no C*, tem que ser algo forte para expressar minha raiva no momento.

A Diretoria mostrou se incompetente desde o inicio do ano. Reclamei AQUI no BV com apenas 2 ou 3 semanas depois do inicio da temporada quando Fernando Carvalho abriu o Circo dando a camisa do "Valdomiro" ao Taison. Reclamei que não era coisa que se faça a um jovem no primeiro mes do ano no Gaúchão! Alem de ser precipitado o Fernando Carvalho praticamente colocou o SALTO no pé do Taison e consequentemente no time todo.

Qualquer pessoa deveria saber que tu não "faz uma estatua" para um jogador de 19 anos na terceira rodada do Gauchão porque fez 6 ou 7 gols contra a Ulbra! Até hoje não sei o que motivou o FC a fazer aquilo, mas esse ato mostrou que o Inter não tava nem aí pra sapato alto. Era 100 Mil Socios ("MAIOR DA AMERICA LATINA!!"), Centenario!!, Campeão de Tudo!!!, TAISON O NOVO VALDOMIRO!!, Campeão Gaucho INVICTO!!! etc etc etc....tudo que só serve pra cornetear Gremistas mas que em campo não resolve nada.

Tanto que enquanto o Rival tava na Libertadores nós estavamos sonhando com a Libertadores.

Tá e tava na hora de parar de querer usar a historia para falar de boca cheia que Somos o Tal, Somos o Melhor, Campeão Fifa e eles não etc etc etc....e tá, tava na hora de jogar bola, trabalhar.

Outro erro foi acreditar que o Gaúchão é medida de qualquer coisa! Gaúchão é um Campeoanto do Inter e Gremio contra times que nem na Serie C ou D do Brasileirão estão! É varzea! Tanto faz 100 gols ou 200 gols no Gauchão! Eu contra um guri de 10 anos sou melhor que Pelé!

Outra falha foi acreditar que D'Alessandro tem jogo e perfil de camisa 10 lider de time. DALE no maximo é Segunda Banana (traduzido do Ingles Second Banana). No momento DALE é o ator principal do time e quando ele tá OFF (que é 90% das oportunidades) o time tá OFF tambem.

Todo mundo sabe que Nilmar ia sair, mas será que com 100 Mil socios não dava pra arranjar um negocio onde ele saia no fim do ano? Como é que tu permite que a maior estrela do time saia no meio do campeonato?

Mais um erro foi perder o Muricy. Daqui a pouco sai o Tite e ai entra quem? Abel? Meu deus. Laterais? O erro mais obvio do ano e nada da diretoria. Kleber então continua fora do lugar vestindo a camisa do Inter, ele não tem perfil de jogador do Inter. E o que estamos fazendo com um Zagueiro de Lateral Direita? Um erro apos outro e a cada dia estamos pior no Brasileirão.

Agora fizemos um gol de penalti mas tudo continua o mesmo. Podem ate virar o jogo e os fatos são os mesmos.

Isso tá uma vergonha total, quero ver o discuro depois do jogo..ta tudo bem...tudo otimo...estamos no G8 etc...perder para o Botafogo é o fim da varzea.

Eu quero ouvir o FC na radio PEDIR DESCULPAS A TORCIDA. Não adianta ficar falando bonito. Quando ele foi campeão Mundial elogiamos, mas agora tem que ser criticado. Não adianta se esconder atras de palavras. A Torcida vai respeitar ele mais se ele falar o que todos já sabem!

E como falei semana passada, não é só o TITE, é o time tambem. Alguns tem que ir embora outros tem que vir. Mas ficar assim no status quo é ver o time afundar.

Empatamos. Mas nada muda mesmo se sair o gol da vitoria. Veja como o time melhorou sem DALESSANDRO no segundo tempo. O Trio Corneta ama o DALE mas ta mais que provado que DALE é quase sempre 1 a menos em campo. O trio Corneta e seus seguidores deveriam admitir que DALE não é o que era de se esperar.

Tomamos o terceiro. Grande surpresa. E ainda tem gente no chat me xingando por não gostar do Kleber. É dose.

Estamos jogando uma copa do mundo com o lixo do Botafogo.

FORA TITE.
FORA FC.
FORA PIFFERO.
FORA PIPOQUEIROS.


Nem vou esperar o fim do jogo pra postar isso. Tanto faz o resultado final.

Vou fechar os olhos e tentar sonhar com 1979.

Outras Cores


Estive numa loja em Times Square essa semana que especializa em Bonés. Por acaso passei por ali e dei uma entrada. Não era pra tirar foto lá dentro mas com o celular fiz essa foto de uma seleção de Bonés dos NY Yankees e dos NY Mets. (Bonés dos dois clubes aparecem na foto. Os dois usam NY mas o Y dos Yankees fica mais pra cima).

Os Yankees são super conservativos em relação ao seu uniforme, eles usam exatamente o mesmo uniforme desde a decade de 30 com praticamente nenhuma mudança no estilo ou visual. Mas a mais ou menos uma decada atras eles decidiram vender Bonés do Time em varias cores. Antes era só o Azul Escuro como escudo branco, mas hoje eles vendem das mais variadas cores. Os Mets que são Azul e Laranja tambem fazem o mesmo como praticamente todos os times profissionais fazem por aqui.

Afinal, cada pessoa tem sua cor favorita que as vezes não é exatamente a cor do seu clube de coração. Baseado nessa ideia eles decidiram fazer bonés de cores variadas. Até nos Colorados sempre ficamos interesados em camisas Oficiais do Inter em cores differente como o Dourado por exemplo, a Branca e a Preta de Goleiro ou até outras cores como a Laranja de treino. Então porque não o Boné?

Decide brincar com a ideia e ver como ficaria. Achei um lugar local aqui nos EUA e fiz uns exemplares de como ficaria o boné do Inter em varias cores. Não me aventurei muito longe, fiquei nas cores que o Inter já usou como Cinza (em meias) e Preto (camisa do Goleiro) alem do Branco e Vermelho. Haviam outras cores da qual eu poderia ter usado mas nessa primeira tentativa decidi ir com cores mais familiares. (Quem sabe no futuro faço umas Rosas pras mulheres e uma Laranja que acho que ficaria legal).

Mas a ideia não era só focado nas cores mas tambem em 2 outros fatores, a qualidade do Boné e tambem que o escudo fosse em Alto Relevo, tentando se aproximar o maximo possivel aos bonés da foto acima. Eu tambem achava que o Escudo Colorado ficaria mais legal sem borda com simplesmente as Letras entrelaçadas. Nada de Coroas, bordas, estrelas etc...so o essencial; SC e I.

Agora que o projeto tá completo (chegaram hoje os de escudo Vermelho) os resultados estão aí e a ideia fica aí para o Inter quem sabe fazer algo assim. Segue varias fotos dos resultados obtidos.








Para saber mais detalhes chegam no Forum do BV nesse LINK.

sexta-feira, julho 24, 2009

DE RUIM PRA PIOR

Se a coisa tava preta antes, imagina agora. Nilmar que não começou bem o ano mas se recuperou ao passar dos meses já não é mais do Inter.

E agora?

Provavelmente não havia como segura-lo, pois tem muita gente intere$ado em receber seus juros. Mas fica a questão, como vão repor a perda? Vão contratar alguem de verade ou vão trazer alguem que tem mais nome que jogo pra fazer a torcida feliz?

Quando anunciaram a venda já deveriam ter algo pronto para nos fazer feliz, mas acredito que vai ser demorado, isso se acontecer algo. Talvez tenhamos que ir de Taison e Alecsandro para o resto do ano.

Intermometro plantado no UM. Perdi toda esperança para o Tetra. Que diferença faz 2 meses hein? Se levarmos o Tetra ficarei muito feliz e surpreso, mas já não acredito que seja mais possivel. Especialmente agora.

Chegamos ao Fim das celebraçoes do Centenario....Obrigado por ter vindo...ultimo a sair apague a luz!




Prejuízos da Copa Suruga

Apesar do mau momento no Campeonato Brasileiro, o Internacional irá disputar com a equipe principal a Copa Suruga Bank no Japão, para a qual 3 jogos da equipe no campeonato nacional foram adiados por determinação da Conmebol, que promove o jogo juntamente com a Associação Japonesa de Futebol (JFA), entre os campeões de Copa Sul-Americana e da J-League.

Exatamente no momento mais delicado do Campeonato Brasileiro , em que todas as equipes estão com foco exclusivo e os jogos ocorrem duas vezes por semana, o Internacional irá se ausentar para uma longa e cansativa viagem. O desgaste físico será inevitável e os prejuízos no Campeonato Brasileiro são bastante prováveis, uma vez que cada ponto é preciosíssimo neste Campeonato que é um dos mais disputados do mundo.

Fora o desgaste com a viagem em si, os jogos que tiveram suas datas canceladas serão disputados em dias que deveriam ser de descanso, recuperação e treino para a equipe. Além disso, ficaremos diversas rodadas com jogos a menos que as demais equipes, o que nos deixará prejudicados na tabela até o início do mês de setembro, com previsíveis prejuízos emocionais e maior pressão sobre a equipe.

Os jogos que seriam nos dias 1º, 6 e 9 de Agosto, serão disputados em 10 e 26 de Agosto e 2 de Setembro. Sendo que dois deles que seriam em fins de semana, serão disputados em dias úteis, às 21 horas no auge do inverno gaúcho. Entretanto, o respeito ao torcedor, que nunca foi prioridade, é o de menos em meio a tantos problemas que o Internacional terá que enfrentar em decorrência de um torneio caça-níquel. Para se ter uma idéia, no dia 10 de Agosto quando jogarmos o primeiro dos jogos adiados, estaremos com três jogos a menos que as demais equipes.

Se a Conmebol quer promover um campeonato como esse atendendo aos interesses dos clubes que a sustentam, deveria fazê-lo no começo do ano, na pré-temporada dos clubes da América do Sul. Nem a poderosa CBF que tem como Vice-Presidente o Conselheiro do Internacional, Sr. Emídio Perondi, é capaz de interceder em nome de um de seus principais clubes, para o bem de seu principal campeonato que tem o Internacional como um dos concorrentes ao título. Como se vê, as Federações do futebol são entidades com interesses que muitas vezes colidem com os interesses dos Clubes, quando deveriam ser uma representação coletiva dos Clubes, verdadeiros protagonistas do mundo do futebol.

Espero, por fim, que a Direção do Internacional não tenha medido esforços para evitar a utilização da equipe principal junto a Confederação Sul Americana, afinal o Clube já perdeu pontos valiosos no Brasileirão em decorrência dos diversos campeonatos paralelos que está disputando e que disputará. Não vamos esquecer que em Setembro, logo após a recuperação dos jogos adiados em decorrência desse jogo promocional no Japão, começa a importante Copa Sul-Americana. Como se vê, a disputa da Copa Suruga Bank com a equipe principal resultará em sérias dificuldades para o nosso Internacional.

Vamos torcer para que a força da nossa camisa supere todos esses obstáculos em nosso caminho.
Texto originalmente publicado no Blog dos Conselheiros (aqui)

quinta-feira, julho 23, 2009

Que Tal Esquema Minelli 76 no Inter 09?

Pra não dizer que só reclamamos aqui, vai ai minha tentativa de escrever algo construtivo:

Li uma entrevista muito boa com o Rubens Minelli onde ele explica como o Inter de 76 (o melhor de todos daquela decada) jogou. E o esquema era bem interesante. Você pode ler aqui.

O esquema era um 1-3-1-2-3. Onde Falcão quando o Inter tinha a bola ficava a frente do Batista e do Caçapava. Mas quando o Inter defendia, Falcão ficava atras da linha do Batista e Caçapava os dois volantes do time. Ou seja o Batista e Caçapava eram os primeiros combatentes la na frente e Falcão pegava a sobra. E ainda atras do Falcão tinha uma linha de 3 com Claudio, Figueroa e Vacaria e AINDA o Marinho ATRAS desses tres como libero pegando a sobra de tudo.

Disse Minelli:
"quando o Inter tinha a bola, a base do nosso triângulo ficava voltada pro Manga, o nosso goleiro, e o ápice no ataque, com o Falcão, que eu adiantei mais; quando nos defendíamos, eu trazia o Falcão pra trás, e invertia a base do triângulo. Os nossos dois volantes marcavam os dois meias dos rivais que sempre vinham, e sobrava o Falcão. Nossa marcação começava mais à frente. Esse detalhe deu ao Inter toda a diferença em 1976."

No ataque o Inter era assim:

Na hora de defender o Inter ficava assim com Falcão recuando:



Como isso poderia ser traduzido para o Inter de 2009 e o futebol de hoje? Teria como? A essa altura eu ficaria satisfeito com qualquer mudança de esquema. A entrevista do Minelli mostra o gênio que ele era. E mostra de como o Inter em 76 era taticamente obediente ao seu tecnico, pois só assim isso funcionaria.

Traduzindo essa escalação para hoje teriamos algo assim quando atacando:



Mas o problema é que DALE não é Falcão, que não só era genio no ataque mas sabia defender tambem. Com isso seria dificil colocar SANDRO e GUINA a frente do DALE na hora de defender.Pra dizer a verdade, num esquema desses ANDREZINHO serviria bem mais para a função do "Falcão" do que o Dale. Andrezinho defende melhor que Dale e alguns diriam até ataca melhor.

COM ANDREZINHO no lugar de DALE o Inter na hora de defender seria assim o que seria bem mais aceitavel do que ter DALE atras do Guina e Sandro:


Os nomes até podem ser substituidos por outros, mas que tal o esquema? E ainda teriamos o trio Taison, Alecsandro e Nilmar la na frente. Alecsandro mostrou ontem seu valor fincado na area. Só não acredito que DALE possa fazer a dupla função do Falcão...Andrezinho teria mais esse perfil pois nunca vi Dale marcar alguem. Tambem não to feliz com Kleber nesse time, mas pra manter a Paz e por causa da irregularidade do McD eu deixei Kleber na escalação.

Deixem ai suas opiniões da estrategia do Rubens Minelli ou nome de jogadores que entrariam perfeitamente em uma dessas funcóes do Minelli e em especial na posição do Falcão. Daria certo no futebol de hoje? Que ajusted seriam necessario? Sinceramente já cansei do 4-4-2 e do 3-5-2, o Futebol tá precisando de algo novo. Algo por sinal que é um problema do futebol, taticamente falando muda muito pouco ano a ano, faltam surpresas taticas é sempre a mesma coisa.

PS:

Aos que ainda não visitaram o Blog Vermelho Forum http://www.blogvermelho.net fica o convite para aparecerem por lá. Já são mais de 5000 Posts, 400 membros e 87 Mil visitas em apenas 2 meses!

Coletânea I





Seguem algumas frases soltas ´copiadas` de amigos colorados em ´mils` trocas de emails

Os textos abaixo estão transcritos em sua forma original, por se tratar de linguagem coloquial e escritas de amigos para amigos e com ´sentimentos` distintos, portanto desculpem-nos pelos eventuais erros, pois a ´coisa` está pegando...

1 - Após vencer o Fluminense, daquele jeito, Tite dizia que o objetivo é ir para a Libertadores.
O cara simplesmente assumiu publicamente que não precisava vencer o grenal. Tirou o dele da reta, pois sabia que com uma derrota hoje, não sairia do G4. E ninguém se opôs ou contrapôs. Letargia total! Mas e o título, não importa ? Entramos como favoritos, éramos líderes, mas não precisamos mais vencer nada?
O que falta no Inter para voltarmos a ter ambição de vencer algo? Vamos esperar o grêmio ganhar alguma coisa? É isso?
Baita abraço indignado!

2- O pior é escutar o Pifio dizendo "ainda somos lideres no numero de gre-nais ganhos"...

3 - O Píffero é a reencarnação do Obino.. O Inter tem exultado os seus grandes feitos (de 03 anos atrás), e a última é comemorar a liderança no ranking das 'categorias de base' (?)...

4 - O grupo do FC está por cima, muito mais pela falta de uma oposição decente do que por seus méritos. Se o clube tivesse uma oposição organizada, a última eleição não teria sido tão fácil.
Espero que os movimentos de oposição tenham tirado uma lição e se organizem para a próxima eleição. X ! ...... no fórum do nação colorada tá a mesma coisa. PERDERAM COMPLETAMENTE O RESPEITO PELO FC.

5 - Mais um ponto importante.
Podem notar que o time não conversa em campo, nenhum jogador orienta o colega, estilo o que o Fernandão fazia.
Isso esta faltando no nosso grupo, um jogador com inteligência acima da média, os times vencedores em regra tem isso, o inter com fernandão, o são paulo com o rogério ceni, o cruzeiro de 2003 com o alex.
Pois durante o jogo as instruções do técnico não são ouvidas pelo jogador e não tem um jogador hoje no atual elenco que possa receber a instruções do treinador na beira do campo e consiga passar clareza.

6 - Bah...e pior que quem andava fazendo isso ao menos nos escanteios era o Alvaro...isso eu já notava desde muito tempo também, assim como alguém colocou esses dias nas substituições os caras meio que se cumprimentavam só de longe...preocupante.
Até o Guina parece mesmo tá cansado dessa situação, talvez até saiba o que há de errado, mas não queira tomar a frente de um conflito por ser o cara gente boa que parece ser no trato com a torcida por exemplo.

7 - O guina não toma a frente, porque acho que não é a característica dele, ele é um líder pelo empenho e não pela palavras.

8 - A ocasião faz a reclamação.
Até a final da Copa do Brasil estava tudo nas maravilhas...
Agora até falar em eleição se fala....
Bom senso.
O normal, o básico, o simplismo, é trocar de técnico.
Novamente aglutinar, estruturar, reforçar, sanar as dificuldades, são posturas que podem surtir efeito.
É mais difícil, mas é só para os bons no que fazem. Sem beatismo.
Se tiver que cortar na carne...
Vamos lá,

9 - Em resumo: não acho que a mudança de treinador vá solucionar nossos problemas. Precisamos com urgência do F9, nem tanto pelo seu (bom) futebol, mas muito por sua (inegável) capacidade de liderança. Precisamos de uma voz forte no grupo para sacudir os omissos, caso seja possível. Ou escanteá-los de vez!

10 - Ainda acredito, mas tem que dar uma sacudida, o TITE está muito seguro de si, tem que sim que tomar uma critica aberta, uma cobrança em público, pra saber que ele tem sim responsabilidade.

11 - Não estava bom não.
Perdemos para o glorioso RONDONÓPOLIS.
Passamos com as cuecas na mão pelo CORITIBA levando um BAILE no Couto Pereira.
Passamos pelo FLAMENGO NA SORTE.
Acontece que os resultados MASCARAM as atuações.

12 - Sinceramente, o que esperar no restante do campeonato se NO CLÁSSICO o time ENTRA SEM VONTADE????

13 - Exatamente X....!
O TITE só está aí pq ele ACEITA que o FC escale o time.

14 - Vou dizer só duas coisinhas, e que passam longe de qualquer tese mais elaborada:
a - Treinadores bons e competentes, invariavelmente, fazem um bom trabalho e apresentam bons resultados. Podem até se desgastarem com o tempo; mas isso é FATO!
b - Tite não é um "desses" treinadores!
Nada mais a declarar!

15 - Como eu já disse, a direção é a maior culpada! Tem jogador merecendo afastamento e até dispensas poderiam ser feitas. Uma atitude radical poderia mexer de vez com o vestiário. Ninguém quer sentir "a água batendo no queixo".
Mas parece que está tudo OK, tudo legal. E queime-se o técnico, já que ele pode ser facilmente trocado ali adiante...

16 - O problema é que o FC parece estar fazendo força pra acabar com o próprio mito.

17 - O problema, X......, é que a gente se acostumou a exigir apenas o "razoável" do Inter.
Lá no fundo, o torcedor colorado (e o gremista também) acha que o Inter ou o Grêmio não tem que "ganhar tudo" literalmente. Que isso é um exagero. Que isso é reclamar de barriga cheia.
Para a nossa geração (e eu me incluo nela), ganhar a Recopa e a Sulamericana justamente no auge da história do clube (100 anos, 100 mil sócios, campeão da Libertadores e do Mundial, etc) já é mais do que suficiente. Podemos, agora, ficar uns anos sem ganhar merda nenhuma de novo. Não dá nada.
No nosso imaginário vira-latas, chegar às finais da Copa do Brasil e da Recopa já é motivo de orgulho. Perder um Gre-Nal, então, nem dói tanto assim. Até porque temos 22 vitórias a mais e bla bla bla.
Falta aos times brasileiros em geral, mas especialmente aos do sul do país, uma cultura de FANATISMO pelos títulos. Falta uma torcida que seja completa, absurda e exageradamente xiita na devoção por taças. Falta um time como o Boca, enfim. Lembro muito bem em 2007, do clima entre os bosteros para a finalíssima da Libertadores. Porra, eles estavam rumando para o HEXA, mas ninguém lá sequer engolia a possibilidade de perder o título para o Grêmio. Deu no que deu.
Falta aquilo que nós, brasileiros, sentimos pela seleção brasileira: um indisfarçável sentimento de vergonha e frustração sempre que os donos da amarelinha voltam para casa sem a taça. Somos penta por causa disso. Seremos hexa, hepta, etc pelo mesmo motivo.
Nós somos exatamente o que almejamos. Nem mais, nem menos.

18 - A diferença é que nos anos 80/90 eram direções totalmente perdedoras, era um parto para até ganhar gauchão.
A direção atual tem crédito, antes ela iria para o portão 8 para xingar um direção que não havia ganho nada, hoje iriam para xingar a direção campeão da libertadores e do mundo.
Por isso concordo com o X....., vai demorar para retomar a indignação de antigamente, somente a falta de títulos fará ela voltar.
Mas espero que não volte.

19 - O que não podemos fazer é terra arrasada. Fomos duas vezes vice-campeão em poucos dias e sei que isso pesa uma barbaridade. Estávamos com a expectativa insuflada pelo excelente 1o semestre, mas temos que lembrar que Gauchão nunca foi um termômetro acurado. A questão que fica é porque embalamos vitórias no início do Brasileiro com time misto e agora estamos tendo dificuldades com todos à disposição. Má preparação física? Conflitos no vestiário?
Tirando uma que outra carência, capital humano nós temos. Resta à direção alinhar interesses, administrar vaidades e buscar um foco comum.

20 - Certamente, assim como vocês, tenho participado de todos os momentos (bons e ruins) do Inter, inclusive estes vividos "pós 2006".
E apesar de termos tido realmente algumas alegrias dignas de registro, como uma série invicta de SETE jogos sobre os azulados, a conquista da Sulamericana (com as cuecas toda manchada, é verdade) e as comemorações do Centenário, o balanço que faço, confesso, me deixa ainda bastante frustrado.
Talvez eu esteja sendo muito exigente, mas temos ou tínhamos (segundo a mídia especializada) um dos melhores grupos do País, temos 100.000 sócios, temos planejamento e organização, temos uma das melhores estruturas do Brasil, temos as contas em dia, temos muito mais que a grande maioria dos clubes brasileiros... e talvez por isso, EU QUERIA MAIS!
Eu queria mais do que DOIS Gauchões...
Eu queria mais do que um 6º lugar no Brasileirão 2009...
Eu queria mais do que ser VICE da CB...
Eu queria mais do que ser VICE numa competição com apenas DOIS times...
Eu queria mais que apenas brigar pela Sulamericana neste Brasileiro de 2009...
Eu queria mais que o "Tite"..
Na verdade, sabem o que eu queria?
Eu só queria ser Campeão Brasileiro mais uma vez!

21 - Desde 2002 talvez? Por favor, tambem nao vamos tirar os meritos da gestao mais vencedora da historia do clube. Tem erros? Tem ? Insolucionaveis? Nao.
Vamos ver agora a capacidade e o pulso dos dirigentes do futebol pra corrigirem esses defeitos. Ano passado corrigiram com a contrataçao do TITE. Esse ano esperam corrigir com a MANUTENÇAO do TITE. Vendo o problema de dentro , as vezes perdemos alguns detalhes que poderiam soluciona-lo. Acho que é isso que está ocorrendo com o dpto de futebol do Inter.
Continuo defendendo a tese de que se é pra trocar , que se troque de cima pra baixo, desde o VP de futebol até o tecnico e acredito que isso só deve ocorrer no fim do ano. Até la, como torcedor vou continuar acreditando no clube e no time, e na medida do possível cobrar a correção dos erros identificados.

22 - Eu, como alguém que vivi uma parte mínima do que foi o Inter nos anos 70, tive o privilégio de saber como as coisas funcionavam naquele tempo, e minha referência é um time vencedor, independente dos seus adversários. Naquele tempo a dúvida era o placar. Mas a certeza da vitória era de praticamente 100%. A famosa turma do amendoim é formada por pessoas que viveram esta época.

23 - Se é o vestiário o problema, alguém tem que ir lá dentro e fincar a bandeira do Clube...

Está dado o recado !

quarta-feira, julho 22, 2009

"PROBLEMAS DA VIDA"

"Problemas da Vida". Palavras do FC depois do jogo sobre a situação atual. É...

MAIS UMA VEZ O INTER ENTREGA UM JOGO PARA UM TIME MORTO EM CAMPO!!

Estou chegando no limite de tolerância, desde 2007 o Inter é tão previsivel que chega a ser ridiculo!

E agora FC, tá tudo bem? Agora nem pensar demitir o Tite! Pra que? Pra trazer quem? Seria o cumulo demitirem o Tite 1 dia depois do Muricy ir para o Palmeiras, ai seria um tapa na cara dos Colorados!

Vou repetir. Kleber em campo é um a menos! O cara só erra passes faceis! Meu deus. No primeiro tempo dava pra ter tocado 4 no San Pablo que nem apareceu em campo, ai so foi sofrer uma pressão no 2 Tempo pra entregar o jogo novamente. Até fizemos um otimo primeiro tempo...mas ai vem o 2 tempo...qual o problema? Seria preparo fisico?

Tá na hora de treinos DE MANHÃ...e parar com essa de treinar so de tarde. Treino de manhã e o cara tem que dormir cedinho, tem que ser assim mesmo. Treino as 3 da Tarde e o cara pode fazer festa a noite toda e acordar ao meio dia. Isso não é ideal para um ATLETA.

Depois DALE entrou e fez absolutamente nada como quase sempre. O segundo tempo foi pessimo e continuamos sem Laterais...grande novidade né?

Mas com certeza o discurso será que Ta tudo bem...tamos na G4 bla bla bla...cansei.

Problemas da Vida.

É MUITA CARA DE PAU

Ontem a midia dava como certa a ida do Nilmar ao Wolksburg. Já davam o Nilmar de malas prontas. Usaram até o fato de não conseguir falar com dirigentes do Inter como prova. Ontem vimos que era MAIS UM exagero ou invenção da Midia. Mas pra não perder o ritimo os mesmos que anunciaram a ida do Nilmar ao Wolksburg a 2 dias atras agora noticiam que ele vai para o Villareal ou no minimo que é objetivo principal desse clube.

É muita cara de Pau. É pessimo jornalismo. Já venderam o Nilmar 20 vezes, 5 vezes só para o Villareal. Esses incompetentes que se atrevem a se chamar de jornalistas reciclam "noticias" repetidamente. Não deram nem 24 horas para ir da venda mais que certa ao Wolksburg para agora focar novamente no Villareal.

Lixo, puro lixo.

Tudo é relativo!

Fim de tarde, um ginecologista aguarda sua última paciente que não chega.

Depois de 45 minutos, ele supõe que ela não virá mais e resolve tomar um gin tônica para relaxar, antes de voltar para casa.

Ele se instala confortavelmente numa poltrona e começa a ler o jornal quando toca a campainha. É a tal paciente, que chega toda sem graça e pede mil desculpas pelo atraso.

- Não tem importância, imagine! - responde o médico – Olhe, eu estava tomando um gin tônica enquanto a esperava. Quer um também para relaxar?

- Aceito com prazer – responde a paciente aliviada.

Ele lhe serve um copo, senta-se na sua frente e começam a bater papo.

De repente ouve-se um barulho de chave na porta do consultório.

O médico tem um sobressalto, levanta-se bruscamente e diz:

- É minha mulher! Rápido, tire a roupa, deite na cama e abra as pernas, senão ela pode pensar bobagem!

----------------------------------

Um título estadual invicto, uma final de competição nacional, uma ótima colocação no brasileiro, sempre lutando na ponta de cima. Tudo é relativo.

Os números não mentem! Mentem?!?!

Quem olha os números e analisa apenas os resultados não entende o contexto e as tendências. As perspectivas não são animadoras.

Sim, estamos em crise! Estamos em vertiginosa e assustadora queda.

O esquema tático se mostra ineficaz, jogadores fundamentais atravessam crise técnica, a confiança está abalada.

Tudo aponta para um retumbante fracasso para aqueles que enxergavam um horizonte com nada menos que grandes conquistas. Até mesmo uma vaga para Libertadores não parece mais uma realidade, ou ao menos as tendências não apontam nessa direção.

Difunde-se entre a psicologia que uma pessoa, ao defrontar-se com a morte ou com alguma perda, passa por 5 fases/estágios distintos: negação, raiva, barganha, preocupação e aceitação.

Numa analogia a grosso modo, me parece óbvio que ao nos defrontarmos com a perda de títulos importantes ainda não conseguimos superar a primeira fase.

Em um campeonato de pontos corridos, há pouca margem ou quase nada para recuperação. Cada jogo vale a mesma pontuação e cada ponto perdido ou ganho pode fazer toda a diferença no final.

Os resultados já não condizem mais com o futebol apresentado, e só superando a fase da negação e reagindo à letargia e ao conformismo é que podemos ainda almejar algo neste segundo semestre.

Ainda dá tempo. Pode começar hoje. Jogo difícil e encardido. Mais uma decisão.

Não podemos nos esconder atrás de justificativas, explicações e sobretudo circunstâncias. Afinal, como a piada ginecológica nos demonstra, tudo é relativo.

Encarar e aceitar a crise de frente é a única saída. E claro, muito trabalho.

Antigos adversários - Americano




Este clube foi fundado em 4 de julho de 1912, por iniciativa de Jacinto Losano, João Ray, Bernardo Serrano, Erwin Siegmann, João Siegmann, Paulo Manchon, Manoel Manchon, André Ibañez, Reynaldo Preuss, Honório Ouriques e Napoleão Salatino, com a denominação de Hispano-Americano (ou Hespan-Americano, como aparece no Correio do Povo, logo após à fundação). Mas rapidamente seu nome mudaria Americano, apenas.

Em 1914, após a cisão ocorrida em 1913, o Americano foi convidado, juntamente com o Cruzeiro, a ingressar na Liga de Foot-Ball Porto Alegrense. Em julho, o Americano e o Frisch Auf romperam com a Liga e, junto ao Grêmio e Fussball, organizavam a Associação de Foot-Ball Porto Alegrense. Em 1916, com a unificação do futebol da capital, foi fundada a Federação Sportiva Riograndense, com o Americano compondo a 2ª Divisão. Com o fim da FSR, o clube participou da fundação da Federação Porto Alegrense de Foot-Ball, em 1918.

Em 1921, a FPAFB transformou-se na Associação Porto Alegrense de Foot-Ball, com o ingresso do Grêmio. Na temporada seguinte o Americano filiou-se à Associação Porto Alegrense de Desportos (liga colorada, e a partir de 1923, também do Grêmio). Nesta nova liga o Americano sagrou-se campeão em 1924 e 1928 e vice em 1927, além de vencer o campeonato de 3º quadro em 1924 e 1927 e o campeonato infantil de 1927. Em âmbito estadual, o clube fora prejudicado em 1924, pois o campeonato gaúcho não foi realizado, em virtude da Revolução Libertadora, mas em 1928 o Americano conquistou o título máximo do estado. Em 1929 participou, juntamente com a dupla grenal, da fundação da Associação Metropolitana Gaúcha de Esportes Atléticos, vencendo seu primeiro campeonato. Como a APAD manteve o vínculo com a FRGD, o Americano ficou de fora do campeonato estadual. Na AMGEA o clube ainda venceria o Torneio Início de 1935.
Em 1934 o Americano tornou-se o primeiro clube gaúcho a ter um jogador convocado para uma Copa do Mundo, o zagueiro Luiz Luz, que depois iria para o Grêmio. O clube também revelou dois jogadores que brilhariam no Internacional: Russinho e Sylvio Pirillo.
Seu campo ficava na Rua Larga. Em 16.09.1925 foi lavrada, no cartório de Zeferino Ribeiro, a escritura de compra do novo campo do Americano, situado na rua Larga, próximo à Azenha. O terreno fora adquirido por intermédio de um grupo de sócios. Seu novo campo foi inaugurado em 14.03.1926, na partida Casados 2x2 Solteiros, mas a inauguração oficial ocorreria em 25.04, na derrota por 3x0 para o Internacional.
Em 1937 o Americano não seguiu a dupla grenal na adesão ao profissionalismo e manteve-se fiel à AMGEA "cebedense" (amadora), sagrando-se vice-campeão neste ano. No ano seguinte o clube aderiu à especializada, mas ficou fora do campeonato, que só podia contar com cinco clubes, pelo acordo estabelecido com a FBF. Com a unificação das ligas, em 1939, foi disputado o campeonato relâmpago, com onze equipes e em turno único, para classificar os clubes das séries A e B. O Americano classificou-se em 5º lugar e conquistou a última vaga na Série A. Contudo, o clube já estava em franca decadência, logo caindo para a Série B. Ainda tentou uma fusão com um clube de estudantes, gerando o Americano-Universitário, mas não conseguiu evitar sua extinção. Em 23.04.1940 o presidente Delmar Araújo Ribeiro renunciou ao cargo. O Americano abandonou o campeonato da Série B de 1940 durante o segundo turno (o campeonato teve três turnos). Seu 1º vice-presidente havia se ausentado da cidade por um prazo maior que a licença concedida pela AMGEA e foi cassado pela liga. Em 1945 já era citado em uma matéria do Correio do Povo sobre clubes extintos.


terça-feira, julho 21, 2009

MURICY JÁ ERA

PRESTEM ATENÇÃO....

Agora, com a ida do Muricy para o Palmeiras, EU QUERO O TITE ATÉ O FIM NO INTER! Seja Titulo, Derrotas, 100 Libertadores ou até Rebaixamento eu QUERO QUE TITE FIQUE NO INTER ATÉ O FIM!

Até a 5 minutos atras eu queria o Muricy, mas já que ele se foi porque a Direção colorada não agiu...agora EU QUERO VER. Eu quero ver até o fim a Aposta do Piffero e do Fernando Carvalho. Agora que vai ficar interesante. Apostaram que podiam pular a montanha com uma bicicleta e agora eu tô pagando pra ver!! Agora eles TEM que ficar com Tite porque não resta ninguem que preste pra contratar. Agora quero ver! Fizeram a aposta e agora eu quero ver se tinham razão ou não. Para o bem do Inter e de nos colorados espero que eles estejam corretos, mas não sei não.

FICA TITE...vamos ver se no fim do ano crucificamos Piffero e FC ou se realmente sabem do que falam.

Entenderam Colorados...agora não há mais razão para o TITE sair. A Direção não quis saber o que 90% dos colorados queriam, então agora PAGARAM PRA VER....e VAMOS VER! Vamos nos divertir até o fim do ano!

PS:

Palmeiras agora é Favoritissimo ao Titulo. Já estão bem na Classificação e agora tem o tecnico rei do Brasileirão. Alguem duvida?

PSS:

Resta agora a Direção CONTRATAR REFORÇOS como um:

- VERDADEIRO LATERAL DIREITO pra começo de papo.
- Um Camisa 10 de Verdade que tire a responsa do DALE de carregar o ataque.
- E Dá um jeito na Lateral Esquerda, de preferencia traz um Novo e manda Kleber embora.

Placa Luminosa

A ambição é o que move um grande clube de futebol. Aliás, uma das medidas dessa grandeza é justamente a cobrança que sua torcida faz. Comemorar, celebrar, festejar títulos do passado é importante, mas quem vive de passado é museu. É preciso ter a constante ambição de renovar esses títulos.

Para ilustrar melhor o que penso, cito como exemplo os letreiros luminosos do Beira-Rio, alusivos à vitória na Copa do Mundo de Clubes. Acho que nesses letreiros deveriam constar, também, o ano em que conquistamos a taça. Assim, ficaria explícito que fomos Campeões do Mundo em 2006, mas também que queremos vencer de novo em 2010, 2011, 2012... Caso contrário, fica a impressão de que ganhamos uma vez e isso nos basta.

Claro que vencer sempre é impossível, mas jogar com essa ambição é uma obrigação! Só que não vi isso anteontem. Assisti a um Inter superior tecnicamente ao seu adversário. Jogando com naturalidade, com tranquilidade, abriu o placar, fez 1 x 0 e aparentemente dominava a partida. Mas o que um time jamais pode confundir é tranquilidade, serenidade, com soberba, com apatia. Ou será mera falta de ambição?

O Inter de domingo confundiu as coisas e foi cedendo espaço em seu campo defensivo, com a empáfia de quem subestimava o adversário. O que o time parece ter esquecido (não sei se com a conivência da casamata), é que em futebol, muitas vezes o mais fraco vence o mais forte, justamente pelo fator anímico.

Todo mundo sabia que o adversário vinha de sete confrontos diretos sem vitória, sendo quatro derrotas consecutivas. Bastava olhar para a tabela do campeonato e perceber que uma derrota para aquelas bandas seria muito mais catastrófica que para o nosso lado. Só que o que se viu foi passividade diante desse quadro, e não mobilização dobrada.

Às vezes, me questiono se nossos dirigentes trêm presente na memória, quando falam à imprensa, que estão, na verdade, se comunicando com a sua torcida, com os seus 100 mil sócios que abastecem mensalmente os cofres do clube e que, ao final de cada biênio, votam!

Mas mais que isso, uma declaração de um dirigente ou de um integrante da comissão técnica sempre na mesma toada, minimizando os tropeços, acaba por deixar nas entrelinhas que vencer, já não é mais tão importante. E isso, contamina o vestiário.

De declaração em declaração, vou sentindo uma soberba reinando no Beira-Rio, algo que me incomoda. Primeiro porque faz com que nos distanciemos das nossas origens, as quais deveriam estar sendo resgatadas e preservadas neste ano do centenário do clube. Depois, porque essa arrogância acaba entrando em campo. “Somos melhores”, “somos superiores”, só que ao repetir essas frases, nos esquecemos de que a essência do povo colorado é ter que provar isso todo santo dia.

O que sinto falta, no Beira-Rio, hoje, é de um cara carrancudo e mal-humorado. Um cara que quando perde fica até mal-educado. Quero um cara que demonstre toda a insatisfação da torcida quando não vence e que não fique de sorrisinhos e arrotando grandeza quando ganha, porque já está pensando na rodada seguinte.

Quero alguém que tenha fome de vitórias, não importa o quanto já se tenha vencido no passado. Quero alguém com sede de títulos, falando aos quatro ventos que o quer é ser campeão. Não quero alguém que se contente com menos, com vagas ou vices. Quero alguém identificado com a massa, com o povo, com a nação colorada. Senão, vai demorar muitos anos para mudarmos aquela placa luminosa.


A HORA DA VERDADE

Esse blog já a muito tempo critica a Midia e suas noticias de supostas vendas de jogadores do Inter. Acredito que cerca de 75% dos jogadores "vendidos" pela midia acabam não saindo. Nilmar desde que voltou ao Inter já foi vendido pela Midia no minimo 6 vezes.

Mas hoje varias fontes da Midia Gaúcha e Brasileira estão apontando como certo a saída do Nilmar para o Wolksburg da Alemanha. Chegou a hora da verdade. Se Nilmar não sair é a prova final que boa parte da Midia é incompetente ou no minimo irresponsavel e fabricante de rumores apenas pra vender jornal. Dessa vez não tem desculpa, se Nilmar não está saíndo alguem tem que descubrir quem é a fonte exata que vaza essas supostas noticias.

Já no outro lado se realmente Nilmar sair, o Inter se enterra cada vez mais futebolisticamente. Vejamos. Nas ultimas 3 semanas:

- Perdemos a Copa Do Brasil
- Perdemos a Recopa
- Perdemos a liderança no Brasileirão
- Perdemos a confiança da Torcida
- Perdemos o primeiro Grenal do Brasileirão
- e perdemos nosso goleador.

Seria um tapa na cara de todos os Colorados. Se ao menos tivessemos ganho a Copa do Brasil ainda dava pra perdoar a saida do Nilmar...mas perdendo tudo e ainda vendendo talvez o Astro do Time, aí é demais!

Veremos, segundo a Midia a venda será anunciada hoje. Se não for, a midia confirmará que ela mesmo não passa de uma piada de mal gosto. Fonte que é bom a reportagem acima não cita.

PS:

O Clima tá feio "pelas internets". Muitos Colorados estão de saco cheio. Fernando Carvalho que era uma Vaca sagrada hoje está com a imagem cada vez mais danificada, tá mais pra Boi. Perguntas rolam por aí: Pra que 100 Mil socios se é pra vender o craque do Time? Onde está indo o dinheiro? Falam que vão vender 1 por ano mas sempre vendem 3 ou 4. Ou o FC é um Gênio que vê alem do que mero mortais como nos podemos ver ou o Inter está em queda livre.

segunda-feira, julho 20, 2009

UPDATE nos Bonés em Alto Relevo


Um breve update nos Bone's em Alto relevo que fiz como teste e que ficaram muito legais (Quem não leu o topico original pode ver aqui nesse LINK).

Fiz uma outra encomenda só que dessa vez to usando o Escudo Velho em Vermelho, num Boné Branco, outro boné Preto e outro Cinza todos em Escudo Alto Relevo. Encomendei 18 total. Vou ficar com 3 pra mim e os outros 15 estão a disposição.

No momento tenho os seguintes bonés e não farei mais despois de esgotados:

- Boné Preto Escudo Moderno em Branco (só tem 1 sobrando) AGORA ESGOTADO
- Bone Cinza Escudo Moderno em Branco (só tem 1 sobrando) AGORA ESGOTADO
- Boné Branco Escudo Antigo em Vermelho (tem 4 sobrando)
- Boné Preto Escudo Antigo em Vermelho (tem 1 sobrando)
- Boné Cinza Escudo Antigo em Vermelho (tem 5 sobrando)

Interesados mande um email para BlogVermelho@gmail.com

Outros detalhes tambem pode ser vistos no Forum do Blog Vermelho AQUI NESSE LINK

QUAL O LIMITE?

Até quando a Direção vai levar isso sem reação alguma? Agora eles apostam num bom resultado contra o São Paulo em casa pra acalmar os nervos e salvar o Tite por mais um tempo.

A Formula é facil. Perde fora, diz que tá tudo bem, depois vem pra casa pra ganhar de morto e ganhar "credito" pra proxima derrota fora de casa. De semana em semana eles vão levando a coisa assim. A vitória contra o Flu em casa foi o "acalma nervos" e agora o São Paulo é pra ser o mesmo. Já provei aqui com o Intermometro e Titemometro que o Torcedor radicalmente muda de Confiança e animo a cada rodada dependendo de resultados e eles sabem disso. Eles sabem que hoje tá todo mundo PDC mas que uma vitorizinha qualquer faz 50% dos "apavorados" se sentirem melhor.

Mas o que acontece se a gente perder em casa pro São Paulo...ou até empatar? Temos que ter um limite! A cada rodada estamos marcando passo, JÁ ESTAMOS EM TERCEIRO LUGAR e pessoal A SEXTA COLOCAÇÃO PODE ESTAR A APENAS UMA DERROTA DE DISTANCIA!!! E podemos estar até na Oitava em apenas 2 rodadas!

O problema não é só o Tite, o problema maior é que o time titular atual...os 11 nomes de hoje escalados juntos NÃO É UM BOM TIME. Isso é FATO.

Na minha opinião o Inter tem APENAS 4 TITULARES ABSOLUTOS HOJE:

Lauro
Sorondo
Guinazu
Nilmar

Falem o que querem do Lauro, mas é titular absoluto na minha opinião ele tem ZERO responsabilidade pelas derrotas. É um otimo goleiro que até hoje não tomou um frango se quer com a camisa do Inter. Sorondo já provou que nunca mais deva ir ao banco. Guinazu nem preciso explicar e Nilmar mesmo com a cabeça na Europa nesse momento é indiscutivel.

Ou seja no resto temos 7 Posições indefinidas. D'Alessandro fez o que até agora? Até ele fazer aquele gol no Grenal dos 4 a 1 ele não havia feito nada no Inter, tava jogando como ta jogando agora. Depois dos 4 a 1 no Grenal de 2008 ele teva mais uns bons momentos, mas em lances isolados. Em 2009 fez algum estrago aqui e ali, mas denovo em lances isolados. Mas ultimamente nem isso. D'Alessandro não é um camisa 10. Ele é um Mario Sergio para Falcão de 79. Então ainda precisamos achar o Falcão para o D'Alessandro de 2009. O resto vai por ai tambem. hoje o Inter so tem 4 jogadores que merecem ser titulares. O RESTO É UM AMONTOADO SEM CRIATIVIDADE.

E pelo amor de Deus manda o KLEBER PRA LONGE. Eu vejo ele em campo com a camisa do Inter mas não consigo identificar ele como um jogador PARA o Inter. Parece um impostor. Ele não tem perfil de jogador do Inter. Não tem vontade, não corre, não vai a linha de fundo. Ontem ele só correu de verdade uma vez, quando perdeu a bola no meio de campo e recuperou a bola na meia lua...mas 1 minuto depois saiu o gol do Grêmio. Tudo começou com a mancada dele.

CONSELHO DO DIA PARA A DIREÇÃO:

90% dos Colorados querem TITE fora do Beira Rio. Muricy Ramalho o homem parcialmente responsavel pela armação do Time que conquistaria a Libertadores está aí! Deixa pro lado interesses pessoais, ego e outras coisas e faz o que todos sabem que deve ser feito. COLOCA MURICY NO COMANDO E FAZ AJUSTES NO ELENCO! (Não é so trocar o Tecnico!) Ganhar (se ganhar) do São Paulo em casa é Band-Aid torcedor Colorado...não seja enganado. O TIME ATUAL, com a formação atual não tem chance de ser campeão. Esquece as goleadas do Gaúchão...Gaúchão é como jogar a Seria F, repleto de times semi-amadores! Só serve pra enganar!

QUAL O LIMITE DIREÇÃO? ATÉ QUANDO? E logo mais vem a Suruga e Sulamericana e o papo de poupar começa tudo denovo!

QUEREMOS REAÇÃO DA DIREÇÃO!!!

domingo, julho 19, 2009

Time, Tecnico e Direção sem Reação

Já era.

O Centenario acabou. Acabou o sonho do Tetra. Com esse time, com esse esquema, com esse tecnico não vamos ganhar o Brasileirão. E agora, vão continuar com o Tite? Até quando?

Está MAIS do que obvio que o Inter de hoje não tem como ser campeão, a questão é o QUE VAI MUDAR para começarmos a ganhar. Novamente temos que lembrar o Gaúchão que é a maior enganação que existe! Jogar contra time de Serie F e depois achar que somos o melhor do Brasil é formula pra crise no futuro.

O Inter simplesmente não tem jogo. Não sabe atacar, não sabe o que fazer com a bola. D'Alessandro não é jogador pra carregar time, ele não é esse cara. Se a gemte depender do Dale aí já era. Ele é um cara pra brilhar DE VEZ EM QUANDO e não muito mais que isso. Apostar todas as fichas no Taison tambem é erro...taison é novato..tá no seu primeiro ano completo. O titulo Brasileiro não deveria depender de um Rookie.

Agora já o Kleber eu nem sei porque ele tá no Inter. É um cara que não corre e a falha dele é que na sequencia acabou saindo o segundo gol do Gremio. Perdeu uma bola no meio campo e 1 minuto depois gol. Ele não corre, não ataca e faz de conta que defende. Bolivar como lateral continua sendo uma Piada e como essas coisas parecem não mudar minha conclusão é que Tite como tecnico tambem é uma piada. A Direção tambem não tá melhor. Todo Brasil sabe que as laterias do Inter são uma píada e o que a Direção faz? Renova com Bolivar.

Não há reação do Time, nem do Tite e nem da Direção.

Tá mais do que na hora de chamar o Muricy. Ou adeus Libertadores 2010 e Tetra do Brasileirão.

PS:
Meu Intermometro tá no 1 até ALGUMA coisa mudar. Como escrevi no topico anterior, já sabia que hoje ia ser derrota, tenho zero confiança no Inter como ele está hoje. Titemometro Dedão pra baixo!



Gremistas Homenageam Schroder


Valeu Gremistas, mas não vou trocar de lado!!

Fiquei surpreso de ver um Schroder no primeiro Grenal, infelizmente tava no lado errado. Não duvido que seja parente meu, já que em 1909 a cidade era bem menor. Alguem sabe o primeiro nome desse Schroder? Ainda bem que hoje em geral a Familia Schroder é Colorada!

DIA DE ALÍVIO OU CRISE

Hoje é dia de Grenal e na situação atual isso significa que ao fim da Tarde estaremos um pouco aliviado ou em crise generalizado...ou é claro num meio termo se o jogo acaba em empate.

Infelizmente não estou convencido que o time atual tenha se achado ou algo assim. Talvez se Tite manter o 3-5-2 até da pra sonhar um pouco mas se voltarmos ao 4-4-2 onde nossos pessimos laterais ficam obvios aí será o mesmo sufoco de sempre.

Meu medo é que tomaremos um monte no Olipmpico. Não adianta so ficarmos "acreditando" porque nunca acreditamos tanto, nunca fizemos tantas promessas, nunca mandamos tanta mensagens positivas aos Jogadores como contra o Corinthians e vimos no que deu. Então não adianta eu escrever aqui Eu Acredito, vamos detonar o Grêmio...porque na verdade eu acho isso dificil de acontecer, pode até acontecer, mas eu duvido. O Grêmio é favorito pois vem jogando bem em casa, goleou o Corinthians e o Atletico Paranaense.

Resta torcer que algun milagre interno tenha acontecido nos ultimos dias e que o time volte a jogar como jogou antes de Junho. Mas com Tite com medo de perder o emprego, Nilmar com a cabeça na Europa (de novo), D'Ale nessa crise emocional, a zaga indefinida fica dificil de acreditar.

Resumo:

Vitoria: Levanta Moral de todos e talvez voltamos a liderança
Empate: Pessimo pois provavelmente perderemos uma posição na tabela
Derrota: Podemos acabar a rodada em Quarto e aí sim crise total. Aí o Tite cai? E a pergunta seria como já vem sendo feito...porque esperar pra perder o Grenal?

sexta-feira, julho 17, 2009

Porque manter o Tite

O melhor técnico é o nosso. Esse foi o título do texto que escrevi (aqui) em 13 de Março de 2009. Na época, o Grêmio debatia a troca de seu treinador, Celso Roth. Quando ele saiu achei ótimo, afinal era começo de 2009 e o Grêmio começava a se preparar. Para 2010.
Ainda nesse texto que escrevi em março, "linkei" uma estatítica publicada no Globoesporte.com com o número de troca de treinadores nessa década em cada um dos grandes clubes do Brasil. Inter, São Paulo e Cruzeiro eram (são) os que menos trocaram. O Corinthians, um dos campeões de trocas, acabou na Série B. Parou de trocar, e está "muito bem, obrigado". E o Mano nunca foi unânimidade entre os críticos de resultados imediatos da mídia guasca.
No Blog Expresso da Bola, do Décio Lopes, ele faz uma comparação com clubes europeus que não têm o hábito populista de trocar o treinador como no Brasil. "Já não se trocam mais de técnicos como quem troca de roupa [no Brasil]. Embora a tolerância ainda seja bem pequena e a saída seja sempre muito conveniente ao cartola que, assim, acha outros culpados para o seu fracasso na hora de contratar, planejar e estruturar". É sempre fácil e cômodo para o "cartola" despedir o treinador. É isso que fazem os "cartolas" mais tipicamente "cartolas" do Brasil.
O futebol é muito mais do que escolher quem vai ao campo, é um trabalho diário que envolve pessoas e, conseqüentemente, a gestão delas. Pessoas, no caso os jogadores, têm problemas, têm família, têm temperamentos. Pessoas exigem gestão. Nem sempre é só o treinador quem acompanha isso. Treinador, não é psicólogo, nutricionista, preparador físico, nem "manager". Treinador não contrata. Nem zagueiro, nem LATERAIS! Pois é, desde 2006 só vendendo laterais e improvisando é dose.
No citado texto do Décio Lopes, após listar vários treinadores de grandes clubes que ficam por 5 ou 7 temporadas sem ganhar nada, ele escreve: "Detalhe: lá eles nem têm os campeonatos estaduais “me-engana-que-eu-gosto” para ganhar um titulozinho de vez em quando e melhorar o astral". "Me-engana-que-eu-gosto" multiplicado por 16 é o Campeonato Gaúcho, no qual o Inter disputa jogos contra equipes de baixíssimo nível, que, muitas vezes, fecham as portas depois do fim do campeonato. 16 equipes na Série A, tudo para alimentar os interesses políticos da Federação Gaúcha, FGF. Se fosse um torneio selecionado de 8 times (o que é compatível com nosso tamanho populacional) todos contra todos em turno e returno, o campeonato seria mais disputado, difícil e equilibrado. Sendo crime atrapalhar a Dupla nos torneios nacionais e internacionais. Tadinho dos clubezinhos? Faz uma "Copa Farroupilha", no lugar da série B, com 16 ou 18 equipes, só que mais longa, organizada, etc.
Mas voltando ao treinador e concluindo. Defendo que a troca de treinador seja algo planejado e, sempre que possível, no começo da temporada. Todos eles erram, todas as equipes têm momentos de futebol irritante e preocupante. Houve a pressão psicológica da final da Copa do Brasil nos jogadores (desfalcados, perdemos). Enfim, há uma série de questões que podem estar erradas e eu prefiro confiar que se for necessário alguma mudança, o colorado mais indicado para dar a palavra final é o que está lá. Todos clamam por "profissionalismo", mas gostam mesmo é de emotivismo, amadorismo. Então, ainda que eu sinta raiva pelas derrotas, ficaria com o Tite até o fim do ano. E, ainda bem, que o Grêmio não ficou com Celso Roth até o fim da Libertadores.


quinta-feira, julho 16, 2009

Idolatria / Treinador de Laterais

IDOLATRIA:

Sempre afirmei que para mim o importante é o Clube, e que os jogadores é que deveriam ser gratos por prestarem serviços ao Inter, e não ao contrário, pois são muito bem pagos para serem ´profissionais` e nós torcedores, dirigentes devemos na medida certa (ponto de equilíbrio...rsss) considerar os jogadores com ídolos...sem perder o foco no Clube.

É correto eventualmente algum diretor colorado ´levantar` a bola de algum jogador, no sentido de valorizá-lo com fins de negócio, auto-estima e de vê-lo ´vestir verdadeiramente a camisa colorada, só que ao extrapolarmos esta ´levantada` de bola, pode-se correr o risco de estragar o jogador visto que muitos não tem consciência do que representam para a torcida e as consequências de suas profissões ao longo de suas vidas uma vez que profissionalmente a maioria das pessoas quando estão iniciando / encaminhando suas vidas profissionais os jogadores já estão em fase final de carreira...isto por volta de 30 anos de idade.

Estamos sendo ´bombardeados` pela mídia gaúcha com informações de atletas de futebol que estão ´virando` noites em atividades não condizentes com a vida regrada que se deve ter na prática de futebol (profissional), cujas atuações em campo realmente aos olhos dos torcedores vem decaindo ´morro abaixo`. Certamente grande parte destas notícias, verídicas, creio eu, dizem respeito às atletas colorados, o que me deixa de cabelo em pé, visto que o profissionalismo deles não pode acabar quando do recebimento dos salários.

Seria ingênuo de minha parte achar que os jogadores deveriam beber leite e dormir depois da novela, pois são jovens e tem direito ao lazer, como qualquer mortal...mas...

Uma das coisas mais ´chatas` de ouvir são as declarações de alguns deles, dizendo que ´quem nunca jogou bola` não tem o direito de criticar. Uma vez disse um dirigente:
- Jogador tem 02 neurônios, um para jogar bola e outro para gastar dinheiro !
Então, que sejam profissionais e tratem de correr, pois mesmo quando estou na noite, minha contribuição de sócio sai da minha conta e vai pro bolso desses profissionais.

TREINADOR DE LATERAIS

Não é possível ainda ver nos jogos do Inter, os 02 laterais marcando o adversário que vem com a bola pelo meio, enquanto que às suas costas caem os outros adversários, daí prá linha de fundo é um abraço onde até anão faz gols de cabeça no Inter (vide ontem) . Os laterais devem marcar o ÚLTIMO HOMEM QUE FICA RENTE AO CAMPO, SEMPRE, E PROTEGER O SEU LADO, explicando, no lado direito o LD deve proteger o seu lado direito (proteger a ida do adversário ao fundo do campo), noutro lado a mesma coisa. Não é preciso ser lateral para saber disso, NINGUÉM NO BR AVISOU !
É comum ver, principalmente D Silva e MCd ficarem no meio de 02 adversários sem marcar a nenhum deles, a consequencia é ´mortal`. Isto aconteceu na CdoB, na RECOPA e no Brasileirão.
Assim como o Goleiro protege o lado de onde vem o cruzamento ou chute (a famosa expressão ´fechar-o-angulo` , os laterais devem fazer a mesma coisa

ALGUÉM AÍ NO BR DEVE SE LIGAR NISSO, LATERAL PRIMEIRO MARCA (não vem acontecendo...) e DEPOIS APOIA ( é pedir demais....)

100.000 sócios não dão direito à laterais....