terça-feira, junho 30, 2009

Tenhamos certeza!

Esta noite, procure se deitar cedo, durma bem. Amanhã, acorde tranqüilo, com a energia de quem dormiu o sono dos justos. De quem não precisa questionar os méritos de suas vitórias, de quem tem a serenidade de saber que luta sempre apenas com as armas lícitas do jogo.

Tome um bom café, aproveite a manhã. Estude, trabalha, cuide da família e da casa. Faça carinho naqueles que amas. Ligue, mande um e-mail, deixe uma mensagem para alguém com quem a tempo tu não falas. Organize o que puder e se alimente bem no almoço. Só não exagere. Tome um cálice de vinho, talvez dois. Só não se esqueça de se hidratar também.

À tarde, quem puder, vá logo cedo para o Beira-Rio. Quem for de carro, estacione-o em seu lugar preferido e prepare-se para caminhar. Passe pela Borges de Medeiros, vá até o hotel da concentração do Inter. Carregue contigo, sempre, as mais positivas vibrações.

Ah, isso é importante: vibrações positivas! Limpe sua mente de tudo aquilo de mais impuro que pode haver. Se te vier em mente coisas desagradáveis, concentre-se em coisas boas. Se te lembrares do Luiz Zweiter, pense no Fernando Carvalho. Se te lembrares do Márcio Resende de Freitas, pense no Tinga. Se te lembrares do Kia, pense no Sonda. E se, por acaso, algum gremista te ligar, não atenda! Simplesmente, pense no Gabiru! Eles também pensam, acredite!

Encontre com seus familiares e amigos. Celebre! Sim, celebre o Inter centenário, clube que te orgulha pelos ideais sobre os quais foi fundado. Pense no Rolo Compressor, na construção do Beira-Rio, no time da década de 70, no time Campeão do Mundo.

Lembre-se que hoje, Campeão Sul-Americano, Campeão Gaúcho e em busca do Brasileirão, nosso time pode ainda ganhar mais essa Copa do Brasil. Lembre que mesmo depois de toda a roubalheira de 2005, demos a volta por cima para o mundo todo ver, literalmente.

Contemple o Beira-Rio pelo lado de fora. Confraternize com outros torcedores, cante, vibre, comemore! Contagie a todos ao seu lado com os mais puros e nobres sentimentos que o teu coloradismo te ensinou. Coma alguma coisa leve antes de entrar no estádio e não beba demais.

Entre cedo, vá ao banheiro, acomode-se bem e relaxe. Estique-se um pouco, alongue-se, enfim, prepare-se para uma verdadeira maratona física e emocional. Observe o estádio enchendo lentamente, a euforia contagiante tomando conta de todos e, aos poucos, vá esquentando as tuas cordas vocais. Cante.

Quando estiver próximo do jogo começar, prepare-se, levante-se. Tu não vais mais sentar. Nem mesmo vais perceber. A batalha vai começar e tu és um guerreiro fundamental nessa luta. O Inter conta contigo. O Inter sabe que pode contar contigo. O Inter tem certeza disso!

Quem estive em casa ou em qualquer outro lugar acompanhando o jogo, igualmente concentre-se. Aproveite bem o dia sempre preparando para que, na hora do jogo, nada mais te tire a concentração. Tu também estarás dentro do estádio. Tuas vibrações também chegarão lá. Amanhã, o Beira-Rio irá até cada colorado e cada colorado irá até o Beira-Rio. Mas lembrem-se: sempre pensamentos positivos.

Ainda no primeiro tempo faremos 1 x 0, todos mentalize isso. Talvez logo em seguida já façamos 2 x 0. Pronto, acabou. O segundo tempo será nosso. Mesmo que eles façam um gol faremos outros dois. Tô dizendo, pensamento positivo, amanhã ninguém nos segura.

Se virar 1 x 0, a gente mata eles no segundo. Se virar 0 x 0, também. 2 x 0 até os 30 do segundo e eles não aguentarão a pressão. Talvez demore o segundo gol, mas certamente ele sairá. E se tiver que ser nos pênaltis, que seja. Pensamento positivo. D’Ale faz, Andrezinho faz, Danny faz, Magrão faz e, até lá, o Lauro já pegou dois ou três. Até tu, se tiver que bater um pênalti, amanhã, certamente fará.

E coitado do Corínthians se fizer gol cedo. Ainda mais cedo tomará a virada. Não tem como, não tem jeito, amanhã ninguém segura o Inter, ninguém segura o Beira-Rio, ninguém!

Amanhã, o espírito vai ser esse. Pense sempre positivo, acredite em cada dividida, em cada jogada. Jogue junto o tempo todo, sempre na certeza de que no lance seguinte tudo dará certo. E se não deu, é porque não acreditaste o bastante, não tiveste a certeza que o colorado do teu lado teve. Mas se todos nós, juntos, tivermos certeza, o placar vai acontecer. Eu tenho certeza!

Todos juntos, tenhamos certeza!


Ideia dos 6 segundos!

EDIT:
Mario Marcos da Zero Hora e já está anunciando essa iniciativa na ZH e no seu Blog!
_____________

Olá Colorados uma mensagem rapida. Surgiu na Internet atraves de um Colorado a ideia da torcida no Beira Rio, contar 6, 5, 4, 3, 2, 1 todos juntos cada vez que o Goleiro do Corinthians pegar a bola. A ideia é dupla, fazer um pouco de pressão no Goleiro pra largar a bola o mais rapido possivel e tambem botar pressão no Juiz para marcar falta se o goleiro não largar a bola dentre 6 segundos o que faz parte da lei do jogo.

Acho uma otima ideia e sugiro que todo colorado no Beira Rio faça isso. Vale Tudo pra ganhar esse titulo! Faça isso e diga a todos os Colorados que vão ao jogo pra fazer o mesmo. Não ha como o juiz resitir.

PS:

Imagina se dá certo e um gol do Inter é resultado disso? Seria a primeira vez que a assistencia do gol seria direto da torcida!

PSS:

Nilmar Yes we Can! by Professor Mark.



segunda-feira, junho 29, 2009

O DOSSIÊ



Semana passada no BV Forum criei um sessão chamado "Dossiê" onde a cada rodada fazemos um Dossiê com informações dos juizes que apitam partidas do Inter para que no futuro seja facil de pesquisar arbitro A, B ou C quando ele voltar a apitar jogo do Colorado.

Alguns dias depois do BV Forum começar o Dossiê para minha surpresa o Fernando Carvalho anunciou algo parecido que estaria lan;cando hoje um Dossiê DVD com informações sobre o favorecimento da arbitragem ao Corinthians.

Pelo que vi inicialmente a maioria dos Colorados eram contra esse dossiê, acho que mais por medo de ser chamado de chorões por seus amigos Gremistas. Mas eu particularmente acho que foi uma jogada genial do Fernando Carvalho. O Dossiê bota uma pressão incrivel na arbitragem para não favorecer o Corinthians MAIS UMA VEZ. E em final qualquer vantagem que possamos levar é uma otima. Então apoio 100% o Dossiê do Fernando Carvalho.

Alem disso sempre reclamamos dos Juizes e é otimo ver o Inter oficialmente se declarar sobre o assunto com esse protesto. Parabens FC, genial!

E você o que acha?

PS:

Gornaldo acha o seguinte:

"Mas o futebol é lindo e emocionante por causa dos erros dos árbitros. Imagine se fosse tudo automático, sem nenhum tipo de erro? Seria monótono.."

Ah para! O futebol é lindo por causa de erro de juiz?! Fala serio Fofonomeno!! Se a beleza e fama do futebol dependesse de erros de arbitros então isso não diz muito do esporte.

O resultado de Quarta será 4 a 1 para o Inter. Garantido.

O poder das cores

Na Copa de setenta, quando se pôde registrar o auge da ditadura militar no Brasil, sentimentos de amor e ódio à seleção misturavam-se. De um lado, pátria mãe no clima “ame-a ou deixe-a”, do outro, um exército de estudantes, intelectuais e demais cidadãos lutando por liberdade da mãe gentil. A seleção brasileira no mundial do México representava a cegueira política da classe média e, paradoxalmente, o único e legítimo verde-amarelo de todos os brasileiros.


Há um tempo vi uma entrevista com um preso político da época. Por minha eterna insuficiência em guardar nomes, não lembro o deste “João do Brasil”. Mas o fato é que João estava preso, apanhando e sendo torturado dia sim, outro também. E eis que se inicia o Copa do Mundo. Obviamente, João e seus companheiros de cela secavam a canarinha. Uma decepção nacional era a esperança de alguma reflexão do que vivia o país naquele momento.


Os dias de jogos da seleção foram revelando-se momentos de paz entre os homens do cárcere. Policiais e agentes do Dops não só aliviavam a barra dos “subversivos”, como também se permitiam unir no grito de gol. E o Brasil foi pra final. O plano, secreta e silenciosamente, ainda era torcer pra uma derrota de Pelé e Cia.


O depoimento que vi falava justamente sobre a final. O jogo foi passando e, com o relógio, a idéia de transferir à derrota o fio de esperança do país livre. Pois preso, torturado, massacrado estava o grito na garganta, forçosamente silenciado naqueles duros tempos de privações. O que iniciou como tática de guerrilha se converteu, durante noventa minutos de futebol, na oportunidade única de gritar algo verdadeiro, livre e sem repressão. Seu “João Brasileiro” contou que então no fim da partida todos se abraçaram, choraram e comemoraram o tri-mundial.


Passei por sentimento parecido, ontem, na final da Copa das Confederações. Dos tempos de governos militares até aqui, o país caminhou para democracia, ao passo que a seleção, para a ditadura dos patrocínios, dólares e euros. Perdi o interesse depois de 94 e ontem estava decidida a não torcer pro Brasil. Tal como os manifestantes presos, me rendi durante o jogo e no gol do Lúcio senti uma alegria imensa, seguida pela contagiante emoção do zagueiro que permanece grande em todos os corações colorados.


Descobri o que nos tirou o chão, que detonou nossas convicções revolucionárias, tanto em setenta quanto em dois mil e nove: a cor da camisa. No gol anulado de Kaká eu já não podia mais negar que naquele campo eu torcia pra uma camisa, amarela com detalhes verdes. Não importa se tem aquele anzol, figurando quase como “suástica da compra e venda”, continuam sendo minha gente, minhas cores, meu lugar.


E nessa terra de tantas terras, pra uma nação particular, amarela é a brasília e vermelha, a camisa. Nem sob tortura um colorado trai seu manto. Não importa a desvantagem, momento, árbitro ou fenômeno, a camisa vermelha vai entrar em campo, sendo a própria causa nobre, o ideal coletivo. E é com ela que eu vou.


A Copa é nossa.



domingo, junho 28, 2009

Bolaños Salvador

O Inter tava precisando de um salvador e ele apareceu na forma do Bolaños fazendo 3 gols no Coritiba. Mal vi o jogo via a Internet então não posso comentar muito alem disso. O Inter tinha só 1 gol em 6 jogos! Nem lembro da ultima vez que postei as estatisticas ofensivas! Depois faço um update nesses dados.

Agora é só esperar o Dia primeiro e vê no que dá a Copa do Brasil. Veja o Grafico do INTERmometro para essa ultima semana, enorme queda.

Quanto ao Corinthians, estou meio anestesiado a essa altura. Não sei mais o que pensar ou esperar. Só resta mesmo esperar o jogo. Acho que nos primeiros 15 minutos de jogo já vai dá pra ver se temos chance de reverter. O Time inteiro vai ter que estar LIGADOS. Ninguem pode tá abaixo da media naquela noite.

PS:

Sobre as Copa das Confederações admito que fiquei decepcionado depois de sairem na frente 2 a 0...e que golaço do Donovan num contra ataque fulminante (No BV Forum fiz semana passada uma sugestão de trazer Donovan ao Inter, practicamente impossivel pelo preconceito geral do Brasileiro em relação ao futebol de Americanos mas alem de otimo jogador de apenas 27 anos, seria uma jogada de Marketing que faria do Inter o clube Brasileiro mais conhecido dos EUA). Uma vitória contra o Brasil e mais importante o Titulo valeria ouro para o Futebol aqui. Mas tudo bem, os cara mostraram muita raça e tambem mostraram que sabem jogar para que a turma do "Americano não sabe jogar futebol" reverem seus conceitos.

Essa Copa tambem foi otima para que a Seleção Americana tenha uma previsão de como vai ser as coisas daqui a um ano. Já sai na frente de muitas outras seleções com essa experiencia. Mas como falou Donovan apos a Partida "Não estamos mais procurando Respeito dos outros...queremos agora é ganhar mesmo, por isso essa derrota é decepcionante". O que mostra que até a mentalidade dos jogadores já está num outro patamar.

sábado, junho 27, 2009

EUA x BRASIL: Uma breve História

Ainda bem que temos uma distração a mais amanhã alem de mais uma partida do Inter que promete ser apenas mais uma partida angustiante por causa das circunstancias atuais no Beira Rio.

Pra mim EUA x Brasil sempre foi um confronto especial e sempre, ou quase sempre fico dividido por algumas razões. Primeiro porque sempre gostei de "underdogs" quase sempre torço pros mais fracos a não ser que seja o Inter em campo, segundo porque as vezes é dificil torcer pra CBF (especialmente esse mês), terceiro porque moro nos EUA desde 1 ano de idade. Por exemplo qualquer oportunidade que os EUA pega o Brasil no Basquete torço como um louco para o Brasil. Não consigo torcer para o Dream Team, como falei gosto de ver os "fracos" ganahrem dos "gigantes".

Mesmo assim em 1994 quando os EUA pegou o Brasil nas Quartas da Copa do Mundo no dia da Independencia Americana mesmo dividido torci para o Brasil. Fazia 24 anos que o Brasil não ganhava uma Copa e sabia que os EUA não tinha chance mesmo se passase do Brasil. Fiquei aliviado quando Bebeto fez o gol da Vitória e ao mesmo tempo fiquei feliz em ver o Futebol Americano crescer do nada. Depois de 1950 passaram 40 anos até os Americanos chegarem a uma Copa novamente.

Eu dou credito a um Brasileiro pelo resurgimento do Futebol Americano. Pelé. Sim, Pelé. Nos anos 70 quando Pelé jogou nos EUA ele fez mesmo que temporariamente o futebol daqui lotar estadios. Por uns 4 anos Futebol nos Anos 70 fez grande sucesso. Mas depois da Liga muito mal organizada falir no anos 80, o futebol morreu novamente. Mas Pelé havia plantado umas sementes entre a gurizada Americana nos anos 70. Uma semente que durante os anos 80 crescia, quietinho sem muita badalação, nos colegios e pequenos clubes de futebol pelo País.

Em 1989 muitas daquelas crianças que ficaram maravilhados com o Pelé nos anos 70 agora tinha 18, 19, 20 anos e estavam na seleção Americana se é que dava pra se chamar de seleção naquela epoca. Eram uns guris organizados pela US Soccer que so então estava começando a se organizar. Por um meio milagre os EUA chegou a ultima partida das eliminatorias da Copa de 90 precisando de uma Vitoria fora de cada em Trindad e Tobago pra ir a Copa pela primeira vez em 40 anos. Mas até Trindad e Tobago naquela epoca era uma força maior que os EUA no futebol. Mas mesmo com o estadio lotado e T&T acreditando que iria a Copa, aconteceu o Gol que mudaria o Futebol nos EUA pra sempre. Com um chute fora da area o Caligiuri colocou os EUA na Copa de 90.

O Gol


A partir daí a coisa começou a mudar. Na Copa de 90 os EUA formado por praticamente jogadores semi-profissionais foram eliminados na primeira fase mas até resistiram bem contra a Italia perdendo de apenas 1 a 0 Veja o gol da Italia:



Mas com a classificação a Copa de 90 a Fifa deu a Copa de 94 aos EUA e a USSoccer se comprometeu a fazer de tudo para organizar o futebol no País que na epoca nem Liga Profissional tinha. Ela só veio a existir em 1996. Mesmo sem uma liga Profissional os EUA consegiu montar um time decente em 94 com figuras como o Goleiro Meola, a zagueiro Lalas o atacante Wynalda e o meias Tab Ramos e Harkes. Eles ganharam e eliminaram uma das favoritas a Colombia por 2 a 1 e avançaram pras Quartas contra o Brasil logo no dia da Independencia Americana 4 de Julho. Mais de 100 Mil assistiram a Partida na Califoria e o Brasil jogou parte do jogo com 10 despois da Expulsão pelo cotovelaço que botou Tab Ramos no Hospital e fora do futebol por quase 1 ano. No fim o Brasil consegiu um gol chorado do Bebeto e eliminaram os EUA. Veja aqui:



A partir daí o confronto Brasil EUA no futebol nunca foi a barbada que um iria esperar. A maioria dos jogos acabaram 1 a 0 para o Brasil e uma vez deu EUA 1 a 0 na Copa De oura de 1998 com gol do meio campista Preki:



Já na Copa de 98 os EUA chegaram cheio de esperanças. Depois do sucesso de 94 o time veio organizado com jogadores experientes e já com uma liga em andamento. Pegaram o grupo da Alemanha e Iran. Acreditavam que poderiam se classificar mas fizeram fiasco. Uma crise interna com o Tecnico Steve Sampson e alguns jogadores atrapalhou o trabalho todo. Sampson cortou da Seleção semanas antes da Copa o Capitão Harkes, veterano de 2 Copas e o mesmo que o proprio Tecnico havia chamado de "Capitão por Vida". Mas por razões até hoje mal explicadas ele cortou o Capitão por Vida e os EUA acabaram em ultimo lugar entre os 32 times.

Mais uma vez em 2002 os EUA conseguiram se classificar pra copa e a Copa de 2002 foi a melhor dos EUA até hoje. Mas inicialmente estavam num grupo dificil. A Badalada Portugal, o time de casa a Coreia do Sul e ainda a Polonia. Dessa vez o tecnico era mais um Americano vindo de Universidades (contra meu gosto) o Bruce Arena. Na abertura fizeram uma partida espetacular e derrotaram Portugal por 3 a 2. Veja os Gols:




Depois embalados pegaram a Coreia e sairam na Frente mas acabaram tomando o Empate. Na partida final nada estava decidio e tudo dependia de resultados entre Coreia e Portugal e EUA e Polonia. Por mais sorte que juizo mesmo perdendo pra Polonia os EUA se classificou quando no ultimo minuto a Coreia ganhou de Portugal. Portugal e Polonia Eliminados e EUA e Coreia avançaram.

Os EUA pegaria o seu maior Rival o Mexico. Em 2002 os EUA ja mostravam que eram em termnos de seleçoes iguais ao Mexico. A soberania do Mexico já havia acabado a varios anos. E na partida uma vitoria que não deixou duvidas. 2 a 0 para os EUA. E pra Quartas de Final iriam os EUA contra a poderosa Alemanha.

Nessa partida contra a Alemanha talvez a mais historica e triste dos EUA. Incrivelmente os EUA dominaram a Alemanha, sim dominaram. A um ponto a torcida local gritava Ole cada vez que os Americanos tocavam a bola. Mas como sabemos no futebol quem não faz toma e numa bola barada a Alemanha fez seu unico gol. A partida continuou e a Seleção americana pressionou.E ai num lance de se querer quebrar a TV tudo foi decido. Num escanteio um jogador Americana dentro da Area colocou a gol o goleiro Alemão tocou nela mas a bola continuou em direção as redes, mas um zagueiro em cima da linha do gol parou o trajeto da bola com sua mão. Um penalti claro...que o juiz não deu. A bola estava praticamente do gol. Era o empate. Depois a pressão continuou mas o gol não saiu. Foi uma vitoria Moral, mas a Alemnaha acabaria indo as finais contra o Brasil. Os melhores momentos desse jogo:



Em 2006 novamente embalados por 2002 chegaram confiantes mas decepcionaram. Faltou gols e cartões vermelhos que começaram a virar rotina (até hoje estranhamente) dificultaram as coisas.

Depois de 2006 meio que me disleguei da Seleção dos EUA. O times estava faltando algo e insistia com tecnicos universitarios agora com Bob Bradley. Estão quase classificados pra 2010 mas dessa vez com um pouco de dificuldade. Na minha opinião estava faltando algo para o time. A mistura de jogadores não era boa. Havia umas ovelinhas do Bradley no time, inclusive seu filho Michael Bradley que não jogara contra o Brasil pois foi expulso contra a Espanha (mais um vermelho duvidoso e direto da arbitragem contra os EUA...como disse uma estranha rotina para um time que é até inocente demais e não é de bater).

Jogadores promissores como o DeMarcus Beasley (o Robinho ou Taison dos EUA) esta completamente fora de sua fora e chegou a ser vergonhoso contra o Brasil, finalmente foi para o Banco e o time melhorou. Outros são jovens e falta malandragem. Os melhores do Time são:

Tim Howard: Goleiro que se criou aqui perto e eu via ele treinar quando era ainda reserva do Time local. Logo virou titular e acabou no Manchester United onde jogou alguns anos. Hoje é titular absoluto do Everton da Inglaterra.

A Zaga: Tem uma dupla interessante. Onyenwu um zagueiro gigantesco e muito bom na bola area mas já o ponto fraco é a bola nos pés. Bocanegra o capitão zagueiro numero 3 estava machucado e não jogou as duas primeiras. Seu retorno contra a Espanha foi fundamental para o time. É um otimo zagueiro, canhoto que me lembra um pouco do Fabianno Eller pelo estilo.

As laterais: São um ponto fraco no time que devem ser explorados pelo Brasil.

No Meio: Com a explusão de Bradley os EUA perde um jogador que mesmo filho do tecnico estava merecendo lugar no time. Donovan é o grande nome do Time. Joga pela esquerda, as vezes pela direita...muito rapido, com bastante categoria. As vezes so falta a ele instinto de matador mas com 27 anos está perto do seu auge. Muito perigoso. Um que tem jogado nada mas que tem dado uma de Andrezinho salvador é o Dempsey. Parece apagado no jogo, perde muitas bolas mas fez o gol que deu a classificação contra o Egito e depois fez o gol que matou de vez a Espanha.

No ataque: Tem o "Outdoor" ou melhor o Altidore de 19 anos. Saiu daqui do New York Red Bulls e está na Europa e tem so 19 anos. Muito forte como mostrou no gol contra a Espanha onde tirou de corpo o Zagueiro espanhol. E um outro que eu nem conhecia o DAVIES que está mostrando que é um jogador interesante. Ainda tem o badalado Freddy Adu com já 20 anos que não tem jogado ainda mas que no Sub 20 de 2 anos atras ganhou o confronto Pato x Adu naquele torneio Adu jogou muito.

Dito tudo isso o Brasil é obviamente o franco favorito e acho que deve ser mais uma daqueles 1 a 0. Acho que a partida da semana passada de 3 a 0 não acontecerá denovo. O momento é outro e a partida pode ser parecida com a do Brasil e Africa, mas os EUA tem mais competencia pra finalizar do que a Africa. Vai depender de quanto o Brasil tá "ligado".

Fiquei decepcionado com o comentario do Ledio carmona apos a eliminação da Espanha. Ele escreveu no titulo do seu post "Coitado do Futebol" e lamentou profundamente que os EUA ganhou aquela partida. Alem disso é desprezou por completo a Seleção Americana e não reconheceu o trabalho...o bom trabalho...que vem sendo feito a 20 anos para fazer do quase nada uma seleção que não existia para uma que consegue competir contra as melhores seleções do Mundo. felizemente a grande maioria dos leitores do Ledio Carmona criticaram ele por isso e no proximo dia ele voltou atras dizendo que realmente exagerou. Coitado do Futebol quando um time joga com vontade e ganha de uma seleção amarelona de salto como a Espanha por 2 a 0? Bem menos Ledio.

No dia apos a vitoria Americana contra a Espanha o Globo Esporte tambem fez uma reportagem extremamente patetica sobre a Seleção dos EUA. Quase que rindo pela reportagem inteira a apresentador Glenda Grabowski(?) chegou a dizer essa perola "Os EUA que nem sabem cobrar lateral...ha ha ha.. conseguiram ganhar da Espanha..quem diria" alem de outros comentarios bestas. Uma completa falta de profissionalismo, como se os jogadores dos EUA tivessem sido emprestados de um time de Baseball na ultima hora para ir disputar essa Copa. A maioria deles jogam na Europa, acho que essas gracinhas são desnecessarias e é por coisas assim que zebras acontecem.

Acredito que o Brasil ganhará mais não ficaria completamente surpreso em caso de mais uma Zebra.

sexta-feira, junho 26, 2009

No que acreditar

Depois desse período sem vitórias, ficamos sem saber o que pensar, dizer ou acreditar para que a próxima quarta-feira seja um dia especial. Não gostei da abordagem "tenho certeza" de muitos torcedores, mas temos muito pelo o que acreditar e nos manter mobilizados para a grande final de 1º de Julho.
O "Eu tenho certeza", pra mim, é uma forma de mobilização parecido com aquele do "Caxias com grife". Mobiliza a torcida, eu sei. Mas desrespeita o adversário e mobiliza-o também. E essa palavra é fundamental no futebol: MOBILIZAÇÃO. Já escrevi várias vezes que a derrota de 2005, do Gauchão de 2006 e para o Olímpia de 1989, foram fundamentais para a conquista magna da LA de 2006. Por que? Porque nos manteve mobilizados.
Além da volta do Nilmar e a conseqüente substituição de Alecsandro (que eu não sei até agora o que faz em campo), a MOBILIZAÇÃO será fundamental para vencer o Corinthians. A derrota de ontem e a do Maracanã tem muito de falta de mobilização tanto da torcida, dirigentes como dos atletas, que, em maior ou menor grau, acabam tirando o pé para não ficar de fora da final da Copa do Brasil.
Lembrem do Inter e Goiás, dia 2 de Dezembro de 2006 no Beira-Rio. O mesmo time que viria a sagrar-se Campeão Mundial quinze dias depois vencendo o Barcelona, foi o mesmo que tomou 4 gols do Goiás em casa. O time era ruim? Todos eram incompetentes? Mudanças gerais no time? Ou simplesmente não havia MOBILIZAÇÃO para vencer aquele jogo?
Eu sou o cara mais cético que eu conheço. Não acredito em papai noel nem em Alcorão, nem em Bíblia e, muito menos , em "imortalidade". Eu acredito no que vejo, no que sinto, no que encosto, no que provo, no que ouço. Eu acredito no que é concreto. E acredito no Beira-Rio.
Mas o Beira-Rio não tem voz, mas ele permite a tua voz. Ele permite aglomerar milhares de colorados em volta de um campo de futebol e é isso que faz a diferença. O Beira-Rio estará lá, te esperando. Como sempre te esperou. E espera que tu dê ao "Gigante" o que ele não tem: a tua voz.
Faça a tua parte. Tenha certeza do poder da tua voz. Acredite no Beira-Rio!
Imagem: Alfieri Photo


quinta-feira, junho 25, 2009

E A TORCIDA CANTA

Vi o jogo na Fox. E na Fox o audio da torcida estava bem clara. Do primeiro a ultimo minuto so se ouvia a torcida cantando. Então deve tá tudo bem. Por nem um segundo pararam de cantar. Era os Greatest Hits da Popular. Enquanto isso no gramado o Inter completamente apatico. Mas pelo jeito, tá tudo otimo, ta tudo bem. Vamos apoiar cantando!

Que nada! Depois de 30 minutos o time já merecia uma vaia...e lá pela metade do 2 tempo o estadio inteiro deveria estar vaiando. Mas em vez disso dale musiquinha aqui e ali. Parecia que estavamos goleando! Se nem a torcida fica indignada, como esperar uma reação do time?

Não sei da onde surgiu essa mentalidade de que uma vaia de vez em quando não é bom. 90 minutos cantando quando o time ta jogando nada? Sinceramente não entendo. Acho que é mais competição entre a Geral e a Popular do que qualquer outra coisa, querem depois dizer que "Nos apoiamos mesmo na derrota". Mas cantar Camisa Vermelha quando o time ta jogando nada não ajudará.

Estou indignado com o time e com a torcida que aceita um time apatico desses.

Alecsandro não existe. Desde que Nilmar saiu ele não fez absolutamente nada. É um cone. A Fox Espanhol logo notou tambem que o Inter não tem laterais, algo da qual reclamamos aqui a 1 ou 2 anos! O jogo sempre ia em direção a meia lua porque nas laterais não saia nada. Bolivar foi outro que fez bobagem pedindo pra ser expulso. Taison tentou mais tava sozinho e D'Alessandro completamente sem ritimo de jogo. Acho que o Inter teve talvez 1 real boa chance de gol. Uma!

Acho que a Recopa já era. Se jogar assim a Copa Do Brasil tambem já era. Jogando assim não vamos tocar 2 muito menos 3 no Corinthians. E se bobear, perderemos para o Coritiba no fim de semana.

E tudo começou quando Nilmar e Kleber sairam para a Seleção. Os gols pararam.

OBRIGADO DUNGA!!!

Minha unica esperança é que aconteça com o Inter o que aconteceu com a seleção dos EUA, que tava jogando sem vontade e derepente se ligou. Infelizmente com o Inter o contrario tem acontecido...fomos de suposta maquina a mortos.

Resta agora ver até quando Tite fica.

Quando foi a ultima vez que o Inter fez gol?

Qualquer título é bom e vale para a posteridade....




Hoje é dia de esquecer CdoB, Brasileirão, etc...

É um título de 02 jogos e queremos (vamos...) ganhar apesar de algumas ´terríveis` injustiças na escalação do time (infelizmente isto já está se tornando hábito no Inter).

Goleiro - Ok
Defesa....baahh se a bola chegar...
Meio-campo - Razoável, parece meio-faceiro...mas temos que ´ganar` (com gana também se ganha), Dale, Sandro e Guina é que poderão fazer a diferença.
Ataque - Se a bola não chegar.....

Torcida - parece meio morna, até começar a hora do jogo !

Velho ditado mineiro:
- Quem nasceu um boyacá dificilmente chega a um estudiante...

Maquis também não conhece ´bo-la`

Dale Inter !




CUIDADO COM A LDU!

A Zebra está solta por todos os lugares.

Cuidado Inter com a LDU.

Sinto que o Inter (e a torcida) não tá muito ligado nesse jogo. Estamos pensando na Copa Do Brasil e achamos que como a Espanha achou que tudo acontecerá ao Natural. Só que pra Espanha isso não deu certo.

Enquanto isso no outro lado do campo a LDU é o unico time do Equador a conquistar um titulo Internacional. E só um. Ou seja estão atras do segundo titulo Internacional do PAÍS! Eles tão nessa pra ganhar, podem ter certeza.

Então ACORDA COLORADO....e acorda torcida Colorada, isso não vai ser barbada não! Vamos ter que jogar com pegada ou seremos a Espanha de Quinta Feira. Futebol é em grande parte psicologico e atitude como provou os EUA e a Espanha. Futebol não é só qualidade, se fosse times nem precisariam jogar era tudo resolvido no papel. Coloca a cabeça NO JOGO, NESSE JOGO e metade da batalha ta ganho! Entra Achando que só camisa e status resolve, bom aí podem ficar preparados para decepção.

Acho que 17 de Dezembro de 2006 tambem nos ensinou uma lição, não é?

PS:

O Forum do Blog Vermelho vai indo bem. Faz 1 mês que ele abriu e já recebemos mais de 43 Mil visitas, 273 membros, 2800 post em 500 topicos. Eu tenho feito ajustes no Forum lá conforme necessario. Temos o forum principal do INTER, temos o Forum de Marketing Colorado que é bem popular, temos o Forum de Transferencias/Rumores/Scouts de jogadores e varios outros incluíndo o mais novo que documenta tudo sobre os Juizes que apitam partidas do Inter.

Se você ainda não conferiu o Blog Vermelho Forum CLIQUE AQUI.

quarta-feira, junho 24, 2009

DURANGOS COM TRADIÇÃO!



Obrigado Marimon...tu sabe tudo!!!

"Itália 2 x 0 Seleção da CBF
Egito 3 x 0 Gringos durangos com tradição (ahiuahiuahiuhai)
Egito em 1º, Itália em 2º, e o Dunga que vá pra pqp.
"

Se os EUA pode ganhar do Egito 3 a 0 e depois ganhar do "melhor time do Mundo" 2 a 0 a Espanha...porque o Inter não pode ganhar do Corinthians em casa de 2 ou 3 a 0?

YES WE CAN!

PS:

Escrevi no Sabado no BV Forum:

"Tambem acho o Cruzeiro parada durrisima...mas o Gremio decide em casa ate a final...mas acho que da Cruzeiro 3 a 1 no Mineirão....e empate de 1 a 1 no Chiqueiro"

E ainda acertei os 2 a 0 dos EUA hoje lá no BigSoccer. :)

terça-feira, junho 23, 2009

A IMPORTÂNCIA DA RECOPA

Passado os ultimos fiascos na Copa Do Brasil e no Brasileirão, acredito que por hoje, amanhã e Quinta o foco deva ir a RECOPA. Em si, isolado a RECOPA não é lá tão importante mas temos que enxergar a Recopa de uma maneira mais ampla, num espaço de tempo maior sem a interferencia do Brasileirão e Copa Do Brasil.

O Fato é que em termos Internacionais a Recopa é mais um degrau, mais uma taça para fazer do Inter cada vez mais conhecido Internacionalmente. Escrevi sobre isso no Topico DIVISOR DE ERAS em 2008. É fundamental o Inter levar esse titulo,não pra esquecer do Ronaldo ou Adriano mas sim para chegar de ano em ano mais perto dos Lideres de Taças Internacionais no Continente. É um longo caminho até o Boca que tem 3 Recopas, 2 Sulamericanas e varias Libertadores mas estamos chegando lá. Esse ano podemos empatar em numero de Sulamericanas e consequentemente ter a chance de empatar em Recopas ano que vem. Isso é muito importante! Como disse, mais do que o titulo em si é a soma de conquistas Internacionais. Essa Recopa faz parte de uma conquista maior!

Ganhamos um em 2006, 2007, 2008 e temos duas chances de ganhar mais um em 2009, a Recopa sem duvida sendo a mais facil de se conquistar. Então não podemos disperdiçar essa oportunidade. Esquecem o Corinthians por alguns dias, é hora de Conquistar mais um titulo Internacional e temos que começar bem no Beira Rio. Temos que ganhar Quinta e ganhar bem, de preferencia de no minimo 2 gols!!

PS:

Update na Lista Negra do Blog Vermelho

Cansei da cara do Mano Menezes. Primeiro tá se metendo em assunto do Inter em relação ao Nilmar e Seleção e depois mandou o Tecnico Interino do San Pablo o MILTON CRUZ ficar quieto por ser apenas um Interino. Alem de arrogancia total com esse comentario, Milton Cruz vestiu a Camisa do Inter muito bem no inicio dos Anos 80 inclusive fez parte da SeleInter que ganhou a Medalha de Prata Em Los Angeles em 1984.

Com isso declaro o Mano Menezes o mais novo Persona non grata do Blog Vermelho e coloco ele na Lista Negra do Blog Vermelho. Como tenho que retirar um nome da lista para a inclusão do MM vou retirar o Renato Portaluppi por ter sido uma inclusão mais retroativa do que atual e hoje sem a minima influencia em nada no Futebol.

O Melhor Amigo

Todos estamos preocupados com a evidente queda de produção do time neste mês. Uma preocupação natural, na medida em que perdemos jogadores importantes, pontos preciosos, mecânica de jogo. Mas mais que isso, parece que a equipe perdeu o foco. Ou talvez o foco esteja tão fixo numa única partida, que não conseguimos mais ver o time concentrado no próximo jogo.

Ah, o próximo jogo! Independentemente de qual seja, contra qual adversário, por qual competição, o próximo jogo deveria ser sempre a prioridade, sempre a meta a ser atingida. Mas seres humanos não são máquinas, programadas para executarem tarefas friamente, sem envolvimento emocional. Eis a dificuldade.

A prioridade, num primeiro momento, não estava clara. Dizia-se que não havia prioridade, que a meta era ganhar tudo. Em alguns momentos, os resultados pareciam levar a crer que isso realmente era verdade. Não que não se desejasse mas, como disse antes, seres humanos não são máquinas.

Pois os atos são muito mais fortes e significativos que as palavras e, pouco a pouco, os atos foram revelando a grande prioridade: a Copa do Brasil. Não por ser a mais importante, não por ser a mais cobiçada, mas por uma série de circunstâncias que vai desde a ideia de conquistar mais cedo uma vaga à Libertadores, até o desejo de vingança diante do adversário contra o qual nos deparamos nessa final.

Negar isso, a essa altura da temporada, seria inútil. É evidente, desde o mais alto dirigente ao mais humilde torcedor, com exceções pontuais dentre as quais eu me incluo, que o grande desejo da massa colorada é o título da Copa do Brasil. O Brasileirão fica pra depois. É a nossa cultura.

Só que uma vez feita essa constatação, resta saber que postura adotar diante dessa realidade. Que atitude tomar para ajudar o clube nesse momento tão crucial do ano, numa situação delicada, na qual o time, mais que em qualquer outra oportunidade, precisará do apoio da torcida.

O prejuízo pelo acumulo de jogos, pela disputa concomitante de três diferentes competições, já está consumado. Independentemente dos resultados que obtenhamos contra LDU e Corínthians, o desgaste físico e psicológico será inevitável. Aliás, seus efeitos já começaram a ser sentidos, isso é perceptível a olho nu. Não é preciso estar no vestiário para notar isso.

Só que, agora, é chegada a hora da torcida tratar do time como quem trata de um amigo. É chegada a hora de provar em ações, não só em palavras, que o Inter é para sua torcida realmente o seu melhor amigo.

Quando o ano começava e o amigo titubeava, alertamos, criticamos, apontamos. Mas o amigo adotou a sua postura arrojada e a sua tática de risco. A sobreposição de compromissos tornou-se uma realidade e os efeitos inevitáveis se concretizaram. Só que agora, o clube menos precisa, é de torcedores que venham dizer: “Ah, viu só? Eu bem que avisei!” Tudo bem, eu também avisei. Afinal de contas, quem avisa amigo é.

Mas agora, na hora decisiva, em que o nosso amigo encontra-se ferido e desgastado, não é disso que ele precisa. Agora, é a hora do abraço, do apoio, do carinho. Agora é a hora de dizer: “Tudo bem, tu assumiste os riscos, mas agora precisas da minha ajuda, e eu, como bom amigo, vou contigo até o fim.”

Porque os grandes amigos não são aqueles apenas das horas boas. Os grandes amigos não são aqueles que só querem estar ao teu lado quando podes lhe proporcionar grandes festas. O grande amigo é aquele que te aconselha nos momentos de dúvida, mas também te abraça nas horas difíceis. É aquele que retribui toda a tua parceria, todo o teu companheirismo, com suporte, com doação, com entrega.

Pois em mais esta semana decisiva, é disso que o nosso amigo precisa, e eu convoco a todos aqueles que se intitulam amigos do Inter a apoiá-lo incondicionalmente. Nesta semana e nas duas seguintes, é disso que o nosso amigo vai precisar: de companheiros de guerra!

Então, após sabermos quem realmente são amigos, em quem realmente poderemos confiar, descobriremos também, juntos, se o que nos espera é a árdua tarefa de curar feridas de batalha, ou a agradável oportunidade de comemorarmos novas conquistas!

Vamo, vamo, meu Inter!
Eu te quero, eu te preciso!
E não paro de cantar:
Tu és o meu melhor amigo!


segunda-feira, junho 22, 2009

Verdades e mentiras

Verdades:
1. Perdemos as últimas partidas para gordos que se recuperam de crises etílicas e existenciais.
2. Temos um (01) bom lateral, que está na seleção, os demais se dedicam. Mas só esforço não é suficiente pra arriscar os dois “costados” de uma só vez.
3. Entre os improvisados, nunca pensei que diria isso, mas que saudade do Bolívar na lateral direita!
4. Volta correndo Magrão.
5. D’Alessandro, porque me abandonaste?
6. Não venceríamos todas do Flamengo, eu contabilizava uma derrota, só não de goleada.
7. Alecsandro baixou muito de rendimento, no entanto, o ataque ainda não aprendeu a jogar com ele. Acostumados à velocidade, desaprendemos a explorar referência. E considerando a fragilidade dos laterais, um bom cruzamento na área... sonho meu.
8. Giuliano é verde, bem verde.
9. Sorondo por favor!
10. A goleada a gente dissolve, apatia em campo, não.

Mentiras:
1. Caiu a casa.
2. Não tem solução.
3. Alecsandro nunca mais fará gol.
4. Foi-se a Copa.
5. Time que toma goleada, não pode almejar grandes títulos.
(Nesse item, vale perguntar pra recordar, de quanto perdemos no último jogo antes do Mundial no Japão?).
6. Temos grupo completo.
7. Nilmar volta pra final da Copa do Brasil.
8. Ronaldo e Adriano vão brilhar até o fim do ano.
9. Álvaro é uma verdade.
10. Leandrão. Mas que maravilha.

Acredita no que quiser, verdades ou mentiras. Mas este é o momento delicado de toda temporada. Não foi possível jogar com titulares em função da Copa do Brasil. Tem Recopa no meio da semana, final cascuda na semana seguinte. E mais jogo no Equador depois. Tem o Brasileirão pra não deixar cair.

Não passamos dos melhores aos piores do dia pra noite. Calma. Pegamos o Flamengo com ódio no olhar, sem dois jogadores fundamentais no meio campo, sem os dois laterais titulares e sem os dois atacantes mais rápidos do velho oeste. É verdade que os torcedores colorados querem e cobram plantel que se garanta nos momentos de calendário cruzado. O Inter nos levou ao patamar de tamanha exigência. Mas é mentira que os mesmos torcedores deixaram de crer no ímpeto, potencial e qualidade do time.

Subiu a pressão, agora tem que segurar.

Vamo-le-que-vamo.




domingo, junho 21, 2009

COMO SAIR DESSA?

O jogo nem acabou ainda e já tô escrevendo isso. Nem posso mais ver o jogo, tá 4 a 0 e já chega.

Parece filme que já vi no ano passado.

Mas vamos com calma. O que estamos aprendendo com isso. Vamos por partes:

LADO POSITIVO:

- Continuamos em boa posição na Tabela com só o Galo na frente.
- Não foi o time titular que tomou a goleada. Faltavam 6 titulares.
- Outros grandes estão perdendo tambem.
- Ainda dá pra evitar crise, mas Tite tem que fazer algumas mudanças na Zaga e no ataque.

LADO NEGATIVO

- Poupar jogador já foi provado que não funciona. Tanto que hoje tá faltando varios por lesão.
- Não sabemos o que é vitória em Junho.
- Uma crise vai se formando, derrota apos derrota.
- O Brasileirão que deveria ser Foco Total desde o inicio é que vai pagar pela crise se não levarmos a Copa do Brasil. Aprendem com a propria historia...a CDB só serve pra criar crise! Ano apos ano.
- Alecsandro já provou que não joga nada.
- Alvaro já provou que não é titular com Danny e Sorondo no Banco.
- Giuliano já provou que é pipoqueiro. Perdeu 2 bolas que resultaram em gols.
- Mas uma vez o tal Melhor Elenco do Brasil não resistiu um time que tomou 5 semana passada do Laterna.
- 1 Gol nas ultimas 4 partidas.

O QUE FAZER?

- O quanto mais RAPIDO Possivel colocar o maximo de titulares possivel em campo. E parar de inventer time misto. Maximo de Titulares SEMPRE. Nem cogitar reservas, seja lá qual for a situação.
- Tirar Alvaro do time e colocar no seu lugar ou o Sorondo, ou o jovem Danny ou até o Bolivar. Zagueiros não faltam.
- Fazer o Alecsandro Reserva do Reserva.
- Parar de pensar na Final da Copa do Brasil e focar no jogo a sua frente. Nesse caso LDU.
- CHEGA de gente Dodoi! Tá todo mundo com dodoi ou em outro continente! Vamo jogar po!!
- Muricy?

Fica com vocês...o que mais devemos fazer pra fazer as coisas voltarem ao normal?

PS:

E o Intermometro nunca teve tão baixo...no momento 2.40.

E o TITEmometro na parte inferior do blog 1 a 17 Contra o Tite. Primeira vez que ele ta em negativo.

PS:

Uma lição final. No Futebol tudo é possivel. Hoje de manhã eu nunca esperava que a Seleção Americana (ou como alguem aqui sarcasticamente os chamou esses dias "Gringos Durangos com Tradição") iria se classificar, somente 2 resultados improvaveis o Classificaria...goleada do Brasil na Italia e Goleada dos Americanos no Egito. E não é que foi exatamente o que aconteceu. Então eu não acho que precisamos de milagre na CDB...precisamos apenas jogar Bola...e bem...com os titulares.

Competência, ai eu acredito!!

Me perdoem aqueles que acreditam no sobrenatural, nas energias cósmiscas que fazem resultados aparecerem ou em coisas relacionadas a mística de camisa. Isso mesmo, rótulos como o que o nosso co-irmão se intitula de "Imortal" quero longe do Beira Rio. (Imortal é c* deles, hehe)

Teremos no dia1º de julho um enfrentamento de gigantes no Beira Rio, Inter e Corithians vão jogar para decidir a copa do Brasil. A diferença é que temos que fazer 3 gols para sagrarmos campeões ou então seremos vice.

Está rolando por ai uma febre de e-mails e correntes acreditando e dando força ao nosso colorado. Sou favorável a essas coisa, não pensem ao contrário, mas quero que entendam que isso não ganha jogo. Alguns exemplos? O jogo contra o Nacional na LA de 2007 ou ainda a decisão do mesmo campeonato pelo Boca e Grêmio, onde eles criaram uma certeza tão grande que reverteriam o placar e tomaram mais 2 na cola.

Acredito em competência e incompetência. Se o Nautico fosse um time com a competência necessária o Recreativo ainda estaria disputando a "divisão de acesso" a elite do futetol. Em nada tem a ver com a tão badalada imortalidade. O Boca Juniors não é o grande vencedor da América por causa da mística da Bombonera, é por causa do time, da competência, da vontade de sempre vencer o que disputa.

Não quero que o Inter se apegue em coisas que não existem e sim na garra do Guiña e do Dalesandro, na velocidade de Taison e Nilmar ou na força do Indio, Alvaro e Bolivar. Esses são os caras que podem fazer as coisas mudarem e se fizeram aquilo tudo que sabem com certeza sairemos de cabeça erguida e com o caneco embaixo do braço.

ps: Bicho extra, eu acredito!!

Até

Guilherme Arruda - CB

sábado, junho 20, 2009

YES WE CAN #2: Magrão

Primeiro o Prof. Mark fez a do Taison que postei a uns dias e agora é a vez do Magrão. Todo dia postarei um jogador novo. Belo trabalho Mark! Mark eles fariam uns belos Posters! Se possivel usa o escudo novo! Mas tá 10!

Amanhã: GUINAZU

Por sinal. O Mark colabora com o Blog com Topos e montagens a muito tempo, todos aqui sabem que as monatgens que o Professor Mark de Cascavel faz são de qualidade PROFISSIONAL, o cara é Bom mesmo, nada de amadorismo, é só ver a qualidade. O Inter deveria garimpar qualidades assim dando sopa por aí e contratar o Mark para fazer trabalhos desse tipo. O QUE QUE O INTER TÁ ESPERANDO? O mark já provou a mais de 2 anos que sabe o que tá fazendo!




Bons reservas

Muitas vezes já se disse que quem não é escalado é a solução dos problemas de um time de futebol. É sempre assim: algum jogador titular vai mal em duas ou três partidas e sempre surge alguém pra afirmar que o reserva é melhor, que deve receber uma chance, que ele é o “cara”. No Inter ouvimos muito disto neste primeiro semestre. Vejamos:

Na lateral direita, Bolívar foi contestado durante os seis primeiros meses do ano. Quase que semanalmente ouvíamos que ele tinha que sair do time, que não dava mais e que o Danilo era muito melhor. Pois quarta-feira ficou provado que na falta de um lateral de verdade, o Bolívar tem que jogar sempre, porque é muito mais jogador que o bom reserva Danilo.

Na outra lateral, a mesma história. Muito se disse que o Kleber era desinteressado, não tinha vontade, que não apoiava e que tinha que sair imediatamente do time, porque Marcelo Cordeiro estava pedindo passagem. Ledo engano. O Cordeiro também é um bom reserva e não mais que isto. O Kleber é muito mais jogador até jogando menos do que se espera dele. Tem que ser titular sempre.

Pois no meio e no ataque também tivemos uma discussão parecida, embora bem menos intensa. Parece mentira, mas aqui mesmo no blog chegamos a ler comentários que pediam Andrezinho no time titular e que o Alecsandro tinha que substituir o Nilmar. Claro que estas duas substituições foram pedidas por alguns poucos torcedores, mas teve gente que queria estas trocas sim. E pra piorar, já foi pedido até o fraquíssimo Giuliano no time titular.

Pra mim, agora está provado: todos estes (Danilo, Cordeiro, Andrezinho, Giuliano e Alecsandro) são bons reservas. Podem entrar no meio duma partida e mudar um pouco o jogo. Podem até começar um jogo que outro (não todos juntos) que também darão conta do recado. Mas nenhum deles é melhor que o titular da posição. Repito: são apenas bons reservas.

I BELIEVE

I believe que podemos ganhar do Flamengo amanhã.
I believe que podemos ganhar da LDU na Quinta
I believe que dá pra reverter o placar contra o Corinthians e conquistar a Copa Do Brasil de forma Epica.

Nas palavras de Joe Satriani. I believe:

I believe (Eu Acredito)
We can change anything. (Que podemos mudar qualquer coisa)
I believe (Eu Acredito)
We can rise above this. (Que podemos dar a volta por cima)
I believe (Eu Acredito)
Theres a reason for everything. (Que há uma razão por tudo)
I believe (Eu acredito)
In my dream. (No meu sonho)

Otima musica, otimo video. Conferem. Toda motivação vale!



sexta-feira, junho 19, 2009

MURICY?

Muricy não é mais tecnico do San Pablo. 4 Libertadores seguidos perdidos por Muricy começando em 2006 contra o Inter. Não dava mais.

Mas agora fica a pergunta. Se o Inter bobear nas proximas semanas (se dar mal contra Flamengo...LDU e Corinthians) será que Tite resiste com Muricy de ferias dando sopa?

Não duvido nada. Podemos estar vendo o retorno do Muricy...se o Inter se dar mal em Junho.

O que acham?

PS: Mas eu acredito que o Inter não vai bobear esse mês!

PSS: E não demorou para aparecer Boatos na Zero Hora que São Paulo quer TITE...ou ABEL!

O ETERNO PROBLEMA DA ARBITRAGEM

Estou Upando isso pela segunda vez em 2 anos porque nada muda...jogo apos jogo é a mesma coisa, o Jogos são quase sempre decididos nos erros de Juiz.
_________________________________

ESCREVI ISSO no Dia 4 De Julho de 2007. Estou dando uma Upada porque hoje é tão valido como a 1 ano. Gente o problema não é só os Arbitros Brasileiros, pois nas Copas eles tambem erram GRAVEMENTE. O Problema central é que é um homem normalmente perto dos 40 anos, correndo atras de 22 Atletas de 20 e poucos anos num imenso campo, com visão coberta quase sempre. Arbitragem é nada mas que metade convicção do juiz e metade adivinho...e a culpa não é dele é da FIFA que não lhe dá mais ajuda!

Segue o texto de 1 ano atras.

____________________________________________


Entra ano, sai ano e o maior problema no futebol continua sendo falhas de arbitragem a CADA jogo. Seja aqui nos USA, no Brasil, na Europa ou na Lua cada partida de futebol é afetada de um jeito ou outro por erros de arbitragem.

O Basquete tem uma cancha relativamente pequena, talvez do tamanho de uma Grande Area no futebol. Nessa cancha participam de cada vez 10 jogadores. Mesmo sendo bem menor em tamanho e com menos de metade dos jogadores o basquete tem o mesmo numero de Juizes em campo que o futebol, três! E no basquete cada juiz tem autoridade equivalente, no futebol só um tem autoridade maxima enquanto os outros 2 so ficam olhando a linha de impedimento. Ou seja o futebol só tem um cara, provavelmente nos seus 30 e poucos ou 40 e poucos anos pra correr um campo inteiro atras de 22 atletas de alto nivel e velocidade e decidir num instante se alguma irregularidade occoreu. É UMA MISSÃO IMPOSSIVEL! (e ainda com o fator que os 22 jogadores estão sempre simulando faltas!! É como um policial ter que correr atras de 22 ladrões!)

No Volei, um jogo que ninguem corre existe 2 Juizes. No Baseball um jogo com pouco contato fisico existem 4 juizes e em fases decisivas 6 por jogo. No Football Americano existem 7 Juizes em campo mais a opção de corrigir erros atraves de Video.

O Futebol FIFA tem que ser o esporte com menos juizes em campo por metro quadrado e tambem por jogador. É surpresa então que a cada jogo se fala tanto em erros de juizes do que no jogo em si? Pra mim não é surpresa.

Até Copas do Mundo sofrem com isso. Ano passado escrevi que a ultima Copa deveria ter sido usado para a FIFA inaugurar um novo sistema de arbitragem. Erros nunca vão desaparecer completamente mas há maneiras de diminuir radicalmente os erros grotescos que acontecem a cada dia e até em Copas. As ultimas 2 ou 3 Copas então nem se fala, um erro atras do outro e em Copa times não tem a chance de recuperar se de erros de arbitragem. Por exemplo olha esse video que fiz durante a Copa. Em 2 minutos o destino de 2 seleçoes foi decidido. Primeiro na Falta o jogador da Ukrania disacaradmente toca na bola e o juiz da nada. 1 Minuto depois no outro lado do Campo o jogador da Ukrania tropeça em si mesmo e o Juiz da Penalti. Gol e Turquia eliminado da Copa! Isso faz do futebol uma piada! Depois de anos de preparação um time é elimindo da Copa por causa de um erro basico do arbitro que na verdade não tinha jeito de ver se foi ou não foi penalti...era impossivel ele ter essa visão!!




A Italia que foi Campeã provavelmente só foi campeã porque no jogo contra a Australia eles ganhram um presente do Juiz com um penalti no finzinho. O USA foram eliminados quando perderam tambem num penalti inexistente contra Ghana. Os exemplos são tantos que nem dá pra colocar tudo aqui. Times passam anos construindo times só para serem eliminados num erro de juiz. E o que que a FIFA faz para melhorar a situação? NADA.

Todo mundo fala como futebol tem mudado desde os anos 60. Como o jogo é bem mais rapido. Os jogadores mais fortes, mais velozes. Mas desde aquela epoca o jogo continua tendo apenas 3 officiais em campo onde 2 fazem muito pouco e estão lá para policiar apenas uma regra. Não dá!

A culpa no meu ver não é dos juizes. Eu acredito que são poucos que roubam de verdade. Acho que a Grande maioria é ERRO mesmo. É simplesmente IMPOSSIVEL que 1 juiz com 40 anos faça tudo isso sozinho e que acerte 100% das vezes. É impossivel! Cabe a FIFA tentar achar soluções, mas pelo jeito eles nem tão tentando.

Li que Romario vai ir a FIFA, já que ele é tão prestigiado, para fazer sugestões de como melhorar o jogo. Não sei o que ele vai sugerir, mas Romario, mudar o Gramado para Areia e pedir para fazer só jogos em Casa não é o caminho. Brincadeiras a parte até Gol de Mão já foi feito em Copa, e isso foi a 21 anos atras! E nada mudou!

Eu já cansei de ver atacante mergulhar dentro da area. Ontem o Clemer nem tocou no atacante do SP e o cara já tava dando peixinho no Gramado. E não é só atacante. O Cassio do Gremio na SUB 20 que é Goleiro e garoto ainda já aprendeu a desrespeitar o jogo. Com a Korea pressionando o Cassio decidiu cair ao Gramado como se tivesse levado um tiro na cabeça, só para fazer tempo. O Replay mostrou que o Koreano nem tocou no goleiro.

Não aceito a desculpa "ah futebol é e sempre foi com 3 juizes se botar mais é coisa de Americano". Acho isso bobagem. Onde está escrito que o CERTO MESMO é ter só um Juiz e dois bandeirinhas? Os fatos mostram que arbitragem no futebol do jeito que tá tá muito aquem de onde deveria estar.

Então quais seriam umas soluçoes nem tão drasticas para ao menos reduzir talvez em metade os numeros de erros diariamente no campo de futebol? Qualquer umas dessas ajudaria em muito.

Solução #1: Aproveita que cada jogo tem um QUARTO oficial sentado no banco fazendo NADA e usa ele DENTRO DE CAMPO. Já que o cara tá lá e tá recebendo usa ele! Ficar sentadinho com caneta em mão não ajuda em nada. Coloca ele pra correr numa posição oposta ao arbrito. Ao menos ele seria mais 2 olhos num angulo diferente para opinar em lances decisivos.

Solução #2: Coloca 2 Novos arbitros no jogo. Um em cada grande area. Eles só ficam por ali e tem poder maximo em chamar Penalti ou não. Sem ter que correr o campo inteiro e especialista nesse tipo de lance, os Mergulahadores seriam coisa do passado.

Solução #3: Muda a lei do Impedimento. É muito chata, estraga o jogo e sempre tem erros. Não precisa eliminar a lei, mas faz com que impedimento só possa existir a partir da Grande Area. Ou seja em vez do Meio Campo, a linha agora começa na grande area. Os numeros de impedimentos iam ser MUITO menores, conseuqntemente os erros tambem. Alem do fato que o futebol em campo ia melhorar e os numeros de gols provavelmente iam aumentar.

Solução #4: A uns anos a NFL começou a usar videotape para decidir lances duvidosos. Funciona mais ou menos assim. Em cada jogo o Tecnico do Time tem 3 (e nao mais que isso) oportunidades para contestar a decião do Juiz. Por exemplo ontem. O Gallo se não tivesse usado já as 3 contestaçoes, no lance do Penalti ele poderia ter indicado ao Juiz que queria o lance contestado. Aí o jogo para por 1 Minuto. O Quarto Juiz que tá no banco teria uma tela para verificar se realmente foi ou não foi penalti. Seria a decisão do QUARTO Juiz e não a do Juiz em Campo que valeria. O Penalti de ontem teria sido revertido. E talvez até a do primeiro tempo teria sido dado. Essa regra tem funcionado PERFEITAMENTE na NFL, agora é dificil se ter um jogo decido em erro de arbitragem.

Essas são apenas algumas opções. Eu cansei de diariamente ter que ouvir falar em erros de arbitragem,hoje em dia 50% de futebol é sobre isso. É demais. Tá na hora da FIFA acordar.

quinta-feira, junho 18, 2009

PERGUNTAS


EDIT:
Pra motivar a galera uma imagem criada pelo Professor Mark.
__________________


- O que fazer da Recopa agora dia 25? Poucos dias antes da Final no Beira Rio. Força Total com desgaste de Fianl? Ou time Misto?

- Como fica o Brasileirão? Em terceiro plano agora? Brasileirão pra mim continua sendo a prioridade e nunca deveria ter sido differente. Falo isso desde o inicio do ano...Brasileirão PRIORIDADE total...libertadores viria facil. Agora vamos perdendo pontinhos aqui e ali pra poupar jogadores pra CDB e talvez até a Recopa.

- Quem são os loucos que fazem esse calendario ridiculo? Duas decisoes na mesma semana, mais Brasileirão...mais Seleção. Nem na varzea é assim!

- O Inter não ganhou nenhum em Junho até agora e parada dura no fim de semana contra Flamengo no Rio? Uma derrota no Rio vira Crise?

- Dá sim para o Inter ganhar do Corinthians no Beira Rio. Até por 2...ou 3. Mas o problema é que se tomar UM golzinho aí teremos que fazer 4. Como fazer 2 ou 3 e não levar um? Qual seria o plano? Estou confiante, mas vai ser MUITO complicado por causa desse gol extra ontem.

- AGORA ME DIZEM Aí CADA um de vocês:

O que que VOCÊ acha que foi feito de errado no planejamento do Inter até esse momento?

Minha Resposta:
Copa do Brasil desde o inicio deveria ter sido com time Misto/reserva e Brasileirão força e foco total. Se ganhasse otimo se fosse eliminado era o time reserva e tudo bem. Copa do Brasil nunca foi importante para mim e a vaga na Libertadores é facil de se conseguir no Brasileirão.

A LISTA NEGRA DO BV



E apartir de hoje começo o BLACK LIST do BV ou a LISTA NEGRA do BV onde colocarei as personagens/entidadas que são no momento inimigos do Blog Vermelho e ou do Sport Club Internacional.

São 10 Nomes que sempre estarão na Lista. Pra entrar um novo nome na lista, um terá que ser perdoado e tirado da Lista. Quando aparecer um novo persona non grata os outros nomes serão reanalizados e os Blogueiros Vermelhos terão que perdoar um na lista para fazer espaço.

Essa é a Primeira Lista Negra do Blog Vermelho:

LISTA NEGRA DO BV

1- CBF (pelas falta de competencia e só se interesar pela Seleção e não os Clubes)
2- DUNGA Por ter convocado NILMAR e KLEBER quando o Inter tem 2 Decisões pra jogar.
3- Corinthians: Porque a Bola não puniu por completo ainda
4- Grêmio: Por ser o Grêmio já é razão suficiente, provavelmente nunca saia da lista.
5- Juíz Heber Roberto Lopes: Por falta de competencia no jogo Corinthians x Inter final da CDB
6- Zveiter: Esse é antigo mas tem que aparecer na lista ao menos nesse inicio
7- Torcida do Flamengo (plagiando as musicas da torcida colorada)
8- STJD (a cada semana eles aprontam uma, Dentinho essa semana, ele escapando de 3 jogos)
9- Marcio Rezende de Freitas (O juiz do penalti no Tinga em 2005...ainda não perdoado)
10-Mano Menezes

Estudem essa lista pois assim que aparecer um novo inimigo Colorado, teremos que tirar um desse aí em cima da lista!

E FIQUEM ATENTOS PARA NOVOS CANDIDATOS. Deixam aqui nomes novos quando eles aparecerem.



EDIT:

22-06-09
Cansei da carinha do mano Menezes. Primeiro tá se metendo em assunto do Inter em relação ao Nilmar e Seleção e depois mandou o Tecnico Interino do San Pablo o MILTON CRUZ ficar quieto por ser apenas um Interino. Alem de arrogancia total com esse comentario, Milton Cruz vestiu a Camisa do Inter muito bem no inicio dos Anos 80.

Com isso declaro o Mano Menezes o mais novo inimigo do Blog Vermelho e coloco ele na Lista. Como tenho que retirar um nome da lista para a inclusão do MM vou retirar o Renato Portaluppi por ter sido uma inclusão mais retroativa do que atual.

SEREMOS CAMPEÕES!!!

Estou enviando isso via Celular.

Saí da casa de um Colorado Amigo o Leandro em Union NJ onde uns 8 Colorados assistiram a Partida. Leandro um verdadeiro guerreiro torcedor Colorado, nunca morou no Brasil e no fim do jogo estava em lagrimas! Pode ficar tranquilo Leandro, tem a volta no Beira Rio! No momento só tenho a dizer OBRIGADO DUNGA, você é diretamente responsavel por esse resultado! Taison jogou sozinho lá na frente enquanto Nilmar tirava soneca na Africa pra sentar no Banco amanhã contra os EUA!

MAIS QUANDO EU CHEGAR EM CASA!

____________

Agora estou em casa.

- Decepcionado, mas pedi time Não retrancão e recebi...e o resultado foi esse.
Quem sabe o Tite Retrancão realmente não teria sido melhor...se bem que com a sorte de hoje acho que não.

- O Inter melhor em campo mas com derrota. Faltou companheiro pro Taison. Alecsandro completamente inutil. Tem que mandar embora. Leandrão, bom o que dizer...mas o Juiz tambem exagerou em expulsa-lo!

- Penalti não dado logo no inicio da partida. Faltou coragem ao Juiz. Penalti claro!

- Na hora do lançamento ao Ronaldo eu senti..isso é jogada classica do Ronaldo. O Indio foi feito de bobo.

- Lauro salvou de novo. Fez varias defesas milagrosas e não teve culpa nos gols.

- Taison mostrou que tem carater e fez tudo que pode sozinho lá na frente. Só pecou no gol feito que ele errou no fim. Aquele gol valeria Ouro.

- Agora vem a Pergunta: Ainda Dá? CLARO QUE DÁ! Hoje de manha escrevi aqui que não tava sentindo muita fé...mas agora no Beira Rio EU SINTO FÉ...2 a 0 é bem possivel..O CORINTHIANS É MUITO RUIM...JOGAM NADA! Ganharam hoje em lances isolados mas mostraram pouco futebol. COM DALE, NILMAR e até Kleber e Bolivar seremos outro time...e ainda mais no Beira Rio.

QUANTO MAIS DIFICIL MAIS GOSTOSO SERÁ! ACHO QUE ESCREVI ISSO NA SULAMERICANA. VAI SER EPICO A CONQUISTA DA COPA DO BRASIL!

PODE ESCREVER AÍ D'ALLESANDRO FARÁ TODA A DIFERENÇA!! ELE VAI COMANDAR O INTER NA CONQUISTA. VAMOS PATROLAR O CORINTHIANS NO BEIRA RIO!!!!

E AMANHÃ DA-LE EUA Contra a Selenike Dunga/Brazil. Quero que a CBF e a Seleção exploda. CBF SO SERVE PRA PREJUDICAR O INTER!

quarta-feira, junho 17, 2009

Ônibus ou Mercedes?

O fatídico ano era de 2005, distantes 13 anos do último título de relevo colorado, uma longínqua Copa do Brasil em 1992

De líder a 4º colocado em uma trágica noite onde não houveram jogos de futebol muito menos bom senso até a escandalosa e trágica arbitragem no decisivo e imperativo jogo contra o Corinthians, o gosto que ficou na boca de todos os colorados foi o mais amargo possível.

Vale destacar a jocosa frase do vice de futebol do Corinthians na época, desdenhando das diferenças de investimento entre os plantéis e exaltando a parceria M$I que despejava milhares e milhares de dólares de origem duvidosa no clube:

"A verdade é que enquanto uma pessoa tem duas Mercedes Benz para andar, outras precisam pegar ônibus".

O autor dessa pérola, uma das coisas mais odiosamente preconceituosas e “anti” tudo que um time de massa como o Corinthians significa, é hoje o atual presidente do clube, o Sr. André Sanchez.

Pois bem, quatro anos depois, o ônibus colorado que conta com condução correta e trilha o caminho da solidez e da boa administração foi longe, muito longe:

2 Campeonatos Gaúchos
1 Taça Libertadores da América
1 Copa do Mundo FIFA
1 Recopa Sulamericana
1 Copa Sulamericana
1 Copa Dubai

As Mercedes corinthianas entretanto, conduzidas com soberba, caos administrativo e prepotência acabaram por enguiçar, tendo passado um bom tempo na mecânica que só abria na “segunda”.

Com o sumiço da parceria faltaram recursos e sobraram contas e dívidas de herança maldita, e o percurso percorrido por este “possante” carro foi bem, mas bem modesto:

1 Campeonato Paulista
1 Campeonato Brasileiro Série B (que nem consta no site do clube, tamanho o orgulho da “façanha”)

Fato é que uma rivalidade muito grande surgiu, resquício de uma conquista que nos foi usurpada e de uma animosidade que só cresce desde então.

Hoje, os papéis se invertem e os recursos e investimentos vultuosos, aliados a boa estrutura administrativa e econômica pendem para o lado colorado.

No entanto, que a Mercedes colorada seja guiada pela humildade, pela sobriedade e pela raça que caracteriza nossas conquistas.

Não esqueçamos que nossas origens e nosso estilo farrapo de vencer e sobrepujar os inimigos no campo de batalha são alicerçados na virtude e no caráter e nunca na soberba ou na empáfia.

Jamais desmerecemos nossos inimigos.

E por fim, que os ânimos exaltados e acirrados se restrinjam ao futebol e que a paz reine e impere entre as torcidas.

Como formadores de opinião, temos nossa responsabilidade de clamar pelo respeito, pela civilidade e pela rivalidade sadia, que ainda é o grande barato do futebol.

Todos já estamos nervosos, ansiosos, em espírito de batalha: juntos, desde já jogamos juntos e empunhamos nossas armas ao lado de nossos guerreiros colorados.

Em uníssono, hoje bradamos que esse “pais tropical, abençoado por deus e bonito por natureza” tem um novo dono e que o mundo não é o bastante!

Agora é guerra! Vamo vamo Inter!

NERVOS

Estou nervoso com essa final.

Talvez vocês tenham notado que de vez em quando quando o Inter joga eu chego aqui e escrevo hoje é Vitoria certa, 3 a 0 e tal...bom hoje não sinto nada disso. Compare com a Final de 2006 em São Paulo quando escrevi:

"Falta 2 dias para a final e so se ouvi que os Paulistas falam de QUANTOS gols vao vencer o Inter. Otimo. Ficam falando isso. Ficam falando que vao ganhar facil, que ja sao Tetra. Isso aos poucos vai chegando aos jogadores do Sao Paulo e o salto vai ficando maior e maior. Ate Quarta feira o SP deve estar no ponto certo para o Inter entrar em campo e jogar um balde de agua fria na festa Paulista. Esse time e' time de jogo Grande. Tinga, Fernandao, Sobis sao tudo jogadores de decisao, jogadores que gostam desses tipos de jogos. Lembra do jogo ano passado contra a MSI? Ninguem tremeu! Eu confio nesse time."

Há varias coisas acontecendo ao mesmo para que eu chegue a esse ponto de mal querer ver o jogo começar.

Primeiro essa manchete da GE:
"Tite vê prejuízo maior para o Inter em convocações da seleção brasileira"

ORA quem sabe se Tite tivesse ficado de boca calada antes da convocação, quem sabe Dunga não teria convocado Nilmar...mas não Tite decidiu falar a Midia Brasileira "Nilmar merece ir a Seleção!". Enquanto isso Mano Menezes no mesmo dia falou "Ronaldo não está em condições de ir a Seleção no momento". O resultado está aí, Nilmar fora, Ronaldo joga. Mano 1, Tite Zero. E não canso de repetir é o maior absurdo do Mundo dois dos nosso titulares perder uma final pra jogar em outro Time que não paga seu salário!! DUNGA não podia ter feito isso...com o Inter ou qualquer outro time!!! Especialmente com o Inter!

Outros fatores que me deixam ancioso:

- TT RETRANCÃO: Não sei como estar muito motivado pra ver o Inter provavelmente jogar como jogou contra o Flamengo no Rio e o Coritiba. Só em pensar em ver 90 minutos de sufoco...

- Dale, Nilmar, Kleber, Bolivar: 4 Titulares fora.

- O Juiz não é dos melhores...se é que existe "melhores".

- Jogo Fora de casa.

- Muitos não jogam a 10 dias.

- O Corinthians em si é o que MENOS me assusta!

Mas quem sabe é apenas nervos. Quem sabe o time não entra em campo e descansado não jogue um bolão e faça o que fizemos na final da Libertadores saindo na frente com 2 gols , dessa vez do Alecsandro!

Eu talvez assista a partida num Bar em Newark onde teremos alguns colorados e com certeza bastante Corinthianos...estaria mais tranquilo se o jogo fosse no Beira Rio.

Empate é bom resultado.
Vitoria é quase titulo certo.
Derrota de 1 dá pra reverter facil.
Derota de 2 ou mais seria um problema grave.

É só eu que não estou muito tranquilo dessa vez?

terça-feira, junho 16, 2009

Grandes Decisões - 1° Jogo Fora de Casa

A final de amanhã estará seguramente dentre as mais importantes já disputadas pelo Inter em toda sua história. O clube já disputou uma final de Copa do Mundo (2006), duas de Libertadores (1980 e 2006), cinco de Campeonatos Brasileiros (1975, 1976, 1979, 1987 e 1988), uma de Copa do Brasil (1992) e uma de Sul-Americana (2008). Podemos contabilizar ainda uma Recopa (2007). Nesse rol de decisões, em seis oportunidades o título foi disputado em duas partidas, sendo a primeira fora de casa.

A primeira dessas grandes decisões em dois jogos (ida e volta), na qual disputamos o jogo de ida na casa do adversário foi no título brasileiro de 1979. Primeira partida no Maracanã, contra o Vasco, e uma surpreendente vitória por 2 x 0, com dois golaços do desacreditado reserva Chico Spina. Bem que uma inspiração parecida poderia pairar sob o Alecsandro no jogo de amanhã!

Na segunda vez em que disputamos uma grande final no sistema mata-mata, jogando a primeira como visitantes, foi na disputa do Brasileirão de 1988. Jogo de ida contra o Bahia, na Fonte Nova: derrota por 2 x 1. Essa foi a única vez em toda a história, na qual não conquistamos um título de expressão jogando a volta no Beira-Rio.

A terceira oportunidade em que jogamos a partida de ida de uma grande final na casa do adversário, foi em 1992. Nosso único título da Copa do Brasil, até hoje, teve também como resultado do primeiro confronto uma derrota por 2 x 1. Na ocasião, enfrentamos o Fluminense, no estádio das Laranjeiras. O gol fora que, literalmente, valeu por dois, foi uma pintura do Caíco, em jogada individual.

Na quarta grande decisão em dois jogos, sendo a primeira fora, encaramos nada mais nada menos que o então Campeão da América e do Mundo, São Paulo, em pleno Morumbi, na decisão da Libertadores de 2006. Dois golaços de Rafael Sóbis e uma vitória por 2 x 1 que, inequivocamente, garantiu o título continental inédito.

A quinta decisão de título de expressão em mata-mata foi a Recopa Sul-Americana de 2007. Os dois jogos contra o Pachuca ficarão marcados não só por se tratar de mais um título internacional, mas também por ter configurando a Tríplice Coroa Sul-Americana. No primeiro jogo, no México, sofremos uma derrota por 2 x 1, com um golaço do Pato, para o Inter, no início da partida.

Por fim, na última ocasião em que disputamos um grande título sendo o primeiro jogo como visitante, foi na recente conquista da Copa Sul-Americana. Jogaço em La Plata, Argentina, e vitória colorada (1 x 0), com Guiñazu expulso ainda no primeiro tempo e gol de Alex, de pênalti, após o árbitro mandá-lo repetir a cobrança.

Dessas seis importantes decisões de títulos na história do Inter, jogando dois jogos, sendo a primeira fora de casa, uma interessante estatística: 3 vitórias e 3 derrotas. Foram 8 gols marcados pelo Inter e 7 sofridos. Mas duas curiosidades me chamaram especial atenção nesse levantamento: nunca empatamos no primeiro jogo e, nas três ocasiões em que perdemos, o placar foi o mesmo (2 x 1).

Sei que estatística não ganha jogo, tampouco perde e, especificamente em relação aos jogos que relatei, muito menos empata. Amanhã, o resultado será consequência das ações em campo, fruto, é claro, de todo um planejamento e de uma rotina de trabalho. Contudo, é inegável que uma camisa centenária e vitoriosa como a do Inter, sempre leva para o gramado o peso de sua história.

Somos de um clube de futebol com muitas decisões no currículo. Já disputamos e ganhamos de tudo. Amanhã, jogaremos os primeiros 90 minutos de mais uma grande decisão. Mais uma vez, jogando a primeira fora de casa. Um título que já conquistamos uma vez e que desejamos repetir. Para, desde já, garantir vaga na competição continental que também queremos ganhar mais uma vez, e depois outra, e mais outra e, assim, sucessivamente, tantas vezes quantas forem possíveis.

É amanhã. A primeira. O jogo de ida. É fora de casa. O retrospecto é positivo. A perspectiva, também. Chico Spina, Caíco, Rafael Sóbis, Alexandre Pato e Alex não estarão em campo no Pacaembu. Mas sua história, consagrada no manto rubro, certamente estará!


segunda-feira, junho 15, 2009

SERÁ QUE TITE VIU O EGITO?

O Egito um timinho em termos Mundiais jogou hoje contra O Grande Brasil, o Harlem Globetrotters do Futebol, de igual pra igual. Alguem viu RETRANCÃO do Egito? Eu não! Eu vi um EGITO atacando, chutando a gol e fazendo 3 Gols no todo poderoso Brasil.

Enquanto isso o Inter, o melhor elenco do Brasil, quando sai do Beira Rio joga retrancado, fechadão até contra time que acaba de voltar da Segundona! Jogam com medo, pra quem sabe levar um pontinho e acabam levando um sufoco e matando a torcida do Coração.

Sim o Egito perdeu por causa de uma pessima defesa mas pressão Brasileira não existiu e inclusive o Egito teve 53% posse de bola segundo a ESPN. Só o ATAQUE PRA ELIMINAR PRESSÃO DO ADVERSARIO!! Retrancão é = a sufoco!

Se o EGITO pode jogar bem, atacando, sem retranca contra o BRASIL, porque que o Inter não pode jogar assim contra Coritiba, Flamengo e outros NabaTimes pelo Brasil??

CHEGA DE TIME MISTO e CHEGA DE RETRANCÃO!!!

domingo, junho 14, 2009

CUSTO COPA DO BRASIL!

Começou a pesar o custo Copa Do Brasil.

Acordei com sangue doce (tanto que no post abaixo estava confiante) mas 1 hora antes do jogo senti que talvez estivesimos brincando com fogo. Não tem como um time reserva continuamente jogar bem e ganhar ainda mais contra o Terceiro colocado. Acho que o efeito Motivação dos reservas se perde depois de alguns jogos como "titular" de uma competição.

Pior, o time titular entrará em Campo Quarta sem jogar a UMA SEMANA e MEIO e depois quando levar sufoco do Corinthians vão dizer que tão sem ritimo de jogo. Perdemos 2 pontos que pode no fim nos custar o Brasileirão. É o custo Copa do Brasil.

Essa semana o planejamento foi errado. Perdemos 4 pontos já no Brasileirão nos Ultimos 6 e os Titulares estão de ferias a uma semana.

Estamos atras do Galo.

Decepção total.

PS: E para os que queriam Giuliano tanto, ele jogou nada.
3 no Intermometro e Negativo para o Tite pelas decisões dessa semana. Ultimas 3 partidas, 2 emaptes e uma derrota. 22% de aproveitamento!!! Isso poupando o time e os Pais, Maes e cachorros de todos os jogadores!!

E eu admito o Alecsandro tá jogando nada! Viajei em pensar que ele poderia substituir Nilmar. A unica coisa boa do Alecsandro foi que ele botou uma pressão no Nilmar que fez o Nilmar acordar e sair da má fase.

PSS: Sorondo se continuar assim tem que ser titular no lugar do Alvaro. Sem duvida alguma. McD realmente me enganou, não ta jogando nada agora que é "titular".

CHEGA DE TIME MISTO E RESERVA...JOGADOR TEM QUE JOGAR!!!!!!!

PSSS: E o jogo contra o Flamengo no Maraca? Mais reservas? Se sim vamos perder e cair pra QUARTO na TABELA!!! E aí meus amigos é 2008 de novo! BEM VINDOS AO CUSTO COPA DO BRASIL!!!


ABRINDO VANTAGEM

Otimos resultados paralelos ontem. O São Paulo deixou de ganhar em casa 2 pontos e o Santos perdeu 3 pontos no Rio. Hoje é dia para ganhar mais uma e abrir mais espaço entre o Inter e nossos rivais. O Galo que tá perto do Inter pode até terminar seu jogo em primeiro lugar, mas espero que isso não dure mais de 90 minutos. Tambem não me preocupo muito com o Galo. Não acredito que tenham elenco pra ir 38 rodadas com regularidade de Campeão. Na verdade eu acho que o Inter é o unico com elenco para ir 38 rodadas com regularidade, mas tem que se provar em campo.

Hoje mais uma vez um mistão ou praticamente time reserva, mas um time reserva que em casa ainda nos dá confiança. A cada partida que os reservas jogam eu acredito que isso só aumenta o entrosamento e confiança desses jogadores o que é bom para nós. Mas lembramos que o Vitória tá em terceiro e pode ser um jogo chato de se ganhar.

Mas no fim é um jogo em casa que no meu ver é obrigação de vencer. Temos que levar esses 3 pontos para o Banco e chegar a 16 abrindo 9 pontos em times como o São Paulo depois de apenas 6 rodadas.

Hoje tem que da Vitória (não o clube!) para o Inter! 3 Pontos e nada menos!

sábado, junho 13, 2009

O gol fora não é o mais importante

A falácia de que o gol fora de casa, numa disputa de mata-mata, é o mais importante tem me incomodado já há algum tempo. A verdade é que o gol qualificado só é valido como desempate de saldo de gols, ou seja, o mais importante é fazer mais pontos que o adversário. Esta é a verdade ignorada por muitos.

Quando enfrentamos o Flamengo no Rio e empatamos em 0 a 0, cheguei a ouvir o absurdo que seria melhor ter perdido por 2 a 1, porque teríamos marcado um gol fora. Isto não é uma afirmação inteligente, pois fizemos um ponto e qualquer vitória no Beira-Rio nos daria a classificação por pontos e não por saldo de gols e nem por gol qualificado. Aliás, se tivéssemos perdido por 2 a 1 a decisão seria nos pênaltis, o que acaba com a polêmica burra de perder marcando gol fora é melhor do que empatar sem fazer gols.

Aliás, nas quartas e na semi-final, o Inter se classificou tomando gol em casa e não fazendo gol fora, o que prova que o mais importante não é o gol fora. O mais importante sempre será vencer e depois empatar. Se não conseguir um destes dois resultados, aí sim, perder marcando gol fora é melhor do que perder sem marcar gol, isto se a diferença de saldo for igual. É melhor perder por 1 a 0 do que de 3 a 1. Isto é muito lógico, mas tem gente que discorda. Não é mesmo?

Vem aí: Entrevista Exclusiva do Blog Vermelho

Estou em meio a uma entrevista exclusiva e especial para o Blog Vermelho. Não posso ainda revelar o nome do entrevistado, mas a entrevista promete. Mais detalhes num futuro proximo. Aguardem!

sexta-feira, junho 12, 2009

Campanhas de Sócios

Após a iniciativa de vanguarda do Internacional de investir em um programa de associação, outros clubes seguem o mesmo rumo, entretanto alguns deles com meios diferentes e que são também interessantes.
Na campanha do Inter, percebo três mecanismos de divulgação. A primeira, e muito importante, é através dos eventos consulares pelo interior do RS e pelo Brasil. Outro é a uniformização das manifestações dos dirigentes. Ao invés de ficar só na defensiva respondendo as perguntas dos repórteres, eles aproveitam essa oportunidade nos grandes espaços radiofônicos e televisivos para vender um "produto", a associação. Quer contratações? Seja Sócio. Quer reformas? Seja Sócio. Ora bolas! E um terceiro sistema de captação é o mais tradicional para quem pretende vender um "produto": campanhas publicitárias em jornais, TV, painéis "outdoors", etc.
Já em outros clubes, percebe-se uma interessante exploração de seus próprios espaços publicitários. Se nenhuma empresa está interessada em determinado espaço para vender seus produtos, o Clube vende seu próprio produto, a associação. Exemplos são o Cruzeiro e o Vasco da Gama.
Sócio do Futebol. Cruzeiro valorizando seu espaço, ao invés de deixar vazio. Essa semana, fecharam com o Banco Bonsucesso.

O Vasco É Meu. Valoriza a aquisição de direitos políticos sobre o Clube, o que o Inter nunca fez.

Dizem que o contrato com o Banrisul venceria em 1º de Junho. Se não houve um aditivo contratual, o Inter teria duas alternativas para as finais da Copa do Brasil e da Recopa: vender camisetas limpas ou divulgar sua grande conquista "100 anos, 100 mil sócios", ou algo que o valha. Afinal, a audiência dessas duas finais, será muito grande. Sem dúvida.
Ainda assim, existem outras áreas de publicidade disponíveis que o Inter deveria explorar para divulgar seu produto, por exemplo, o "backdrop" (aquele fundo das entrevistas), o campo suplementar, o murinho da arquibancada superior, o murão da "coréia", entre outros.
Suplementar do Beira-Rio, pouco explorado.

De qualquer forma, sem dúvida que será uma grande alegria atingir o objetivo traçado em 2007. 100 mil sócios! Motivo de orgulho para todos os colorados, principalmente os sócios e, claro, para essa gestão. Estamos em 94 mil, falta pouco. Mas, depois disso, não podemos parar e aí caberá explorar nossos próprios espaços, valorizando-os.

Mas e aqui no Blog? Algum leitor tá se encolhendo com os 22 Reais?


quinta-feira, junho 11, 2009

A Procura do Boné perfeito


Tem muitas coisas boas no Brasil. Por exemplo, por alguma razão sorvete Kibon é bom demais! O de Limão e de Coco não tem igual nos EUA. Sempre que vou ao Brasil procuro sorvete da Kibon! Há varias outras coisas feitas no Brasil que é dificil achar em outro lugar com a mesma qualidade...mas uma coisa que até hoje nunca vi no Brasil que preste é um Boné. Não sei se é o material, o estilo ou o que, mas sei que já me deram 1001 Bonés do Brasil e nenhum era muito bom. A qualidade parecia equivalente a colocar um jornal na sua cabeça.

Nesse aspecto os Bonés aqui nos States são muito bons. São firmes e bem acabados, afinal o Boné é um produto criado aqui para o esporte de Baseball então até é de se esperar que sejam bons mesmos. Quem já teve um boné Oficial de um time de Baseball sabe do que eu falo.

Lá no forum do BV andamos falando de Bonés e com isso fui procurar um lugar aqui que faz Bonés num Shopping pra ver se eu conseguia fazer um Boné com o escudo do Inter...um boné de qualidade. Levei o escudo num flashdrive, retirei a borda e só ficou as letras, para um Kioski num Shopping aqui perto e em 2 dias o cara me fez esse boné.

O Boné em si é muito bom, há melhores, um pouco mais pesado mas escolhi esse que foi o primeiro que vi. Originalmente eu queria o escudo com as letras elevadas (quase 3d) como são feitas com os times de baseball, mas esse é um processo bem mais complicado que esse Kioski não faz então esse detalhe não deu. Mas acredito que ficou melhor que qualquer boné que já tive do Inter feito no Brasil. Inclusive meu Pai me deu um Boné Oficial agora na sua vinda do Brasil mas é como todos os outros bonés daí que eu já tive, meio fraquinho e ainda com o escudo novo bem pequeno e ainda 0ff-center.

Acho que se o Inter fazer um Boné assim sem a borda estilo Baseball e de preferencia num Boné de alta qualidade podem vender bem. O que acham?