terça-feira, março 31, 2009

CANDIDATOS: Hall da Fama do BV

HALL DA FAMA DO INTER NO BLOG VERMELHO
Um Lugar exclusivamente para os maiores Herois do Sport Club Internacional

Mais uma votação para o Hall da Fama do Inter no Blog Vermelho. A ideia é colocar jogadores/personalidades no Hall que tiveram GRANDE participação no Inter e preferencialmente ganharam titulos e fizeram historia em campo. Não só jogador/dirigente/tecnico Bom, mas sim os Melhores.

Hoje vamos votar em mais 3:

- Enio Andrade (Tecnico)
- José Asmuz (Presidente 80-81 e 90-93)
- Larry Pinto de Faria (anos 50)

Votação para um novo atleta/tecnico/dirigente/personagem. 75% dos votos é necessario para entrar no Hall. Apenas Atletas e personagens aposentadas do futebol podem ser candidatos. Se o candidato não receber 10% dos votos é eliminado de qualquer futura chance de ser votado novamente.

OS CANDIDATOS DA SEMANA:

ÊNIO ANDRADE
Tecnico do Tri-Invicto


Ênio Andrade começou como zagueiro no São José em 1949, transferindo-se para o Internacional no ano seguinte. Em 1951, transferiu-se para o Renner, clube que defendeu até 1957.

Foi no Renner que Ênio Andrade foi deslocado para o meio-campo, através do técnico Selviro Rodrigues. Em 1956, sagrou-se campeão dos Jogos Pan-americanos do México. Ainda defendeu Palmeiras, Náutico e novamente o São José.

Após encerrar a carreira de jogador, em 1961, Ênio Andrade tornou-se treinador de futebol. Em sua nova carreira, conseguiu importantes conquistas, tal como as da época de jogador. Era considerado um treinador bastante estrategista. Conquistou três campeonatos brasileiros: em 1979, com o Internacional (sendo de forma invicta, o único a conseguir tal feito até hoje); em 1981, com o Grêmio (em pleno Estádio do Morumbi); e em 1985, com o Coritiba (em pleno Maracanã, após disputa de pênaltis).

Ênio Andrade ainda teve conquistas internacionais em seu currículo. Pelo Cruzeiro, foi duas vezes campeão da Supercopa Libertadores, além de uma Copa Ouro e um Copa Master Supercopa.

Ênio Andrade faleceu em 1997, aos 68 anos de idade.


PRO: Campeão Brasileiro Invicto. reconhecido como grande estrategista.
CONTRA: Foi Tecnico do Grêmio e Campeão Brasileiro com eles. Isso foi problema para outros Colorados. Seria tambem para ele?




JOSÉ ASMUZ
Ultimo Presidente Campeão Nacional

Asmuz é conhecido por alguns acontecimentos no Beira Rio, como a venda do Falcão. Culpa dele ou inevitavel? Foi afinal a maior até então no futebol Brasileiro. Merito dele? Ou Culpa dele? A da saída de Batista direto para o Grêmio em 82 tambem é algo da qual ele pode ser culpado. Ou não?
Um ponto positivo para o Asmuz é que ele é o ultimo Presidente a ganhar um Titulo Nacional. Nem Fernando Carvalho pode dizer isso.

Asmuz injustiçado? Você decide.




Larry Pinto de Faria
Atacante dos anos 50


Começou a carreira no Fluminense aonde jogou de 1951 à 1954, sendo campeão do Campeonato Carioca e da Copa Rio (Internacional). Em 1954 ele transferiu-se para o Internacional onde jogou até 1961, quando encerrou a sua carreira.

Era um centroavante elegante e técnico, que nem sequer trombava com os zagueiros. Conquistou a torcida colorada no primeiro Gre-Nal que disputou, quando marcou quatro gols na goleada de 6 a 2. Foi campeão Pan-Americano em 1956, quando a seleção gaúcha representou o Brasil.

Mas o Cerebral Larry, como era chamado pela torcida colorada, não é tão lembrado pela capacidade de fazer gols quanto pelo estilo clássico, refinado, raro entre os centroavantes da época e de qualquer tempo. Com outro centroavante, o pernambucano Bodinho, Larry formou uma dupla infernal, capaz de tabelinhas só comparáveis às dos santistas Pelé e Coutinho. No Campeonato Gaúcho de 1955, Larry marcou 23 gols em apenas dezoito partidas. Só não foi o artilheiro porque Bodinho chegou aos 25. Larry tinha tanta moral com a torcida colorada que, mesmo perdendo os dois pênaltis contra o Renner que tiraram o Inter da disputa do título gaúcho de 1958, saiu de campo aplaudido. Anos depois, quando abandonou o futebol, foi eleito deputado estadual.

Como jogador Larry conquistou o Campeonato Gaúcho de 1954 e o de 1961 pelo Internacional e o Pan-Americano de 1956 pela Seleção Brasileira, além dos títulos conquistados pelo Fluminense.




* Resultados serão divulgados nos proximos Dias. Faça o caso de SIM ou NÃO aos candidatos nos Comentarios desse Post.

VEJA O HALL DA FAMA ATÉ AGORA AQUI

segunda-feira, março 30, 2009

Etc...Etc...Etc...

- Um video do Novo Placar do Beira Rio.



Voltando aos anos 80 lembro que passamos os anos sonhando com o placar. Quer dizer o placar estava lá mas não funcionava. Saí do Brasil em 85 e ainda não funcionava. Alguem sabe em que ano o placar eletronico realmente voltou a funcionar?



- No programa Bem Amigos , Falcão, Taffarel e Nilmar. Vi só uns clips que a Globo botou no site. Alguns no programa completamente desinformados dizendo "Essa sua grande fase Nilmar é melhor que sua fase no Corinthians". Po numa boa, Nilmar tem tido UM PESSIMO ANO até semana passada. Esses reporters pelo jeito só ve os gols no Fantastico. O Nilmar no Corinthians jogou bem por um bom tempo e vão querer comparar as duas fases? Ainda não né. Ele tem que continuar jogando bem por um bom tempo. E ainda falaram em seleção e Copa do Mundo. Torço que Nilmar chegue lá, um Colorado na Seleção e em uma Copa seria demais! Mas em termos de regularidade ele não tá la ainda......peraí.....esquece o que acabo de escrever pois estamos falando de seleção...uma seleção onde metade nem merece estar lá!

A Seleção hoje em dia só tem acomodado. Pior os poucos que prestam como Pato aos poucos vai sendo contaminado pelos outros. Chegar a Seleção hoje em dia não significa mais o que significava no passado. Hoje é só ter nome e jogar na Europa que tu tem cadeira cativa na Seleção. Nem podridão te tira da Sele-Nike. Melhor um dos nossos do que Adriano Cachaça ou Ronaldinho Pagode. NILMAR NA SELEÇÃO JÁ...estou torcedndo por isso. De resto essa seleção não vale nada. 2006 foi um fiasco e estamos no mesmo caminho para 2010. Vai por mim, em 1986 escrevi a Placar e publicaram minha carta onde avisei "vamos ser eliminados novamente como em 82 com esse burro do Tele Santana". Dito e feito. Tele com os melhores jogadores do Mundo 2 vezes amarelou...e depois virou lenda porque ganhou a Copa Toyota com o São Paulo. Vai entender.

- É verdade que deram um relogio de 3 Mil para o Galvão Bueno? Olha ele até merece pois sempre fala bem do Inter e sempre narra gols do Inter com entusiasmo.

- Sobre os items de luxo do centenario. Não vejo problema. Eu não posso comprar, mas tem Colorado que pode, e muitos, pode ter certeza. Ao longo que o Inter ofereça produtos do Centenario com preço razoavel para os não ricos não vejo problema com isso.

- Viram "World Champion" escrito em Ingles no Beira Rio. Deveriam ter incluido "SC Internacional" e 2006 porque os estrangeiros assistindo são capaz de pensar que é referencia a seleção.

- Enquanto acho otimo e muito bonito que o Beira Rio seja sede de jogo da seleção e faça parte da Copa do Mundo, não vejo como isso é de grande importancia para o Clube. Sinceramente, já vi 7 Copas do Mundo e cada vez não tenho a Minima ideia de qual clube é dono de tal estadio. Fico lendo aqui e ali que o Beira Rio como sede vai botar o nome do Inter pelo Mundo afora, marketing etc etc etc... Alguem me explica como? Pode até ser um pouquinho, mas muito muito pouco. 99.99% da audiencia não vai ter a minima ideia de que clube é dono desse ou daquele estadio. Acho que ser sede de Copa vai valer mais é pra cornetear Gremista, não é?

- E completamente Off topic. Os Beach Boys foram uma otima banda, o Lider Brian Wilson um genio do Rock, mas esse video de inicio de carreia!! Nunca vi uma banda tão sem jeito em frente as cameras! Olha só, os caras não sabiam o que fazer com os braços, as pernas! Mas a musica é muito boa. É o Marketing do Rock tambem mudou com os tempos!!



Foi um bom jogo (não foi?)

Golaço (vaza?).


No fim da partida o volante Lauro – alviverde - deixou escapar a verdadeira motivação do time da serra, os 8x1. Este foi o tempero que deu sabor ao empate em 3x3 no último sábado, entre Juventude e Inter, no (o que?) estádio Alfredo Jaconi.


As bobeadas de Índio e Álvaro ajudaram pra lá e denunciam: zaga baixa e pesada. Tive a impressão (alguém mais teve?) de que Marcelo Cordeiro está tentando fazer o que faz Kleber, enquanto deveria explorar seu distinto potencial, velocidade pra linha de fundo, da meia cancha quem cruza bem é o outro.


Se das fragilidades padecemos, na qualidade superamos, isso quando falo da pintura de gol do Nilmar (porque não casou antes?!). Contudo, nem só de toquinho preciso buscamos o resultado, foi também no compromisso, levou, tem que buscar. Na revanche mordeu o Juve, na camisa respondeu (ê mané Rosinei impedido) o Colorado.


Pras nossas pretensões no ano do centenário (cinco dias!) o empate alerta, mas também reconhece, foi um bom jogo (quando é o próximo?).



Estatisticas 2009

Não pude assistir o jogo então não posso comentar, mas deixo aí o update nas estatisticas ofensivas do ano e o espaço para seus comentarios.

Deixe aí a sua avaliação de cada jogador do Inter no Blog Score:



Juventude 3 x 3 INTER
Andrezinho (Magrão)
Nilmar (Taison)
Nilmar de Penalti

ESTATISTICAS OFENSIVAS EM 2009
JOGADOR GOLS - ASSISTENCIAS - PONTOS
(2 Pontos por Gol, 1 Ponto por assistencia)

Taison 14 - 6 - 34
Nilmar 10 - 7 - 27
Andrezinho 7 - 5 - 19
Alecsandro 4 - 1 - 9
Magrão 3 - 3 - 9
M. Cordeiro 2 - 5 - 9
Alex 3 - 1 - 7
Indio 3 - 0 - 6
D'Alessandro 2 - 2 - 6
Kleber 0 - 5 - 5
Giuliano 1 - 2 - 4
Walter 1 - 1 - 3
Tales Cunha 1 - 1 - 3
Danilo 1 - 0 - 2
Guinazu 0 - 2 - 2
Sandro 0 - 1 - 1

PS:

A UM ANO ATRAS NESSA DATA AS ESTATISTICAS ESTAVAM ASSIM:

Alex 12 - 8 - 32
Iarley 6 - 2 - 14
Marcão 5 - 3 - 13
Fernandão 3 - 4 - 10
Gil 4 - 1 - 9
Magrão 2 - 5 - 9
Adriano 4 - 0 - 8
WM 1 - 5 - 7
Guinazu 2 - 2 - 6
Indio 2 - 1 - 5

PS:

Comercial do Centenario. Vi no site do Centenario colorado para Download e agora no Blog Impedimento. Esta ai.



domingo, março 29, 2009

AMOR VERMELHO

Sou natural de Rio Grande, mas minha infância até a adolescência morei em Blumenau (SC), e como todos sabem, os catarinenses principalmente daquela região torcem para tudo quanto é time possível. Tinha colegas de aula que torciam para o Inter, Fluminense, Botafogo, Corinthians e até para o Bahia.

Aos 15 anos, já colorado, voltei para o Rio Grande do Sul. No meu primeiro dia de aula, antes de perguntarem meu nome, um colega já me intimou: "É colorado ou gremista?" Claro que respondi que era colorado e perguntei qual o time dos novos colegas, todos me responderam Inter ou Grêmio. Incrível para quem não é daqui.

Dias depois fui ao Beira Rio com meu pai, fui ver Inter e Vitória. Indo de carro pela av. Beira Rio o gigante começou a crescer em meus olhos, quanto mais perto chegava mais gente de vermelho aparecia, mais as paredes cinzas do estádio tomavam forma. Ele era realmente gigante. Entrei na geral, o surdo marcava o tempo da banda que cantava sem parar, o time entrou em campo e o tempo parou.

Parou e nunca mais andou. O amor, a paixão, o sentimento de cumplicidade com o Internacional que senti naquele momento vai estar presente na minha vida.

Hoje começa a semana do centenário do Sport Club Internacional. A semana de todos os colorados.

Colorado(a), coloque hoje em sua casa uma bandeira ou qualquer coisa alusiva ao Inter, vamos fazer dessa semana algo inesquecível para todos nós. Mostre sua paixão, vista sua camisa, vá na caminhada dos 100 anos, vá soltar foguete na virada de sexta para sábado. Com certeza maioria de nós não estará mais aqui na festa de 2109, mas com certeza vamos ser lembrados pela festa que faremos essa semana em toda a eternidade colorada.

----------

Na Zero Hora dominical vale a pena ler a matéria sobre a História do Inter. O conselheiro Tiago Vaz - INTERnet/BV - fez um lindo trabalho de pesquisa que esta mudando a história que conhecemos.


Guilherme Arruda Berwig

sábado, março 28, 2009

Terceiro jogo

O Inter fez hoje a terceira partida da temporada e é a primeira que não vence. Os outros dois jogos do ano foram os greNais, os quais vencemos ambos. As demais partidas foram jogos treinos, nos quais estamos com ótimo aproveitamento. Porém hoje foi diferente. Uma partida pegada, com muita emoção e superação. Na minha opinião o jogo teve dois fatos relevantes: o primeiro o nervosismo excessivo do Colorado que parecia querer apitar o jogo. O segundo, a capacidade de reação do time que no primeiro tempo conseguiu virar o jogo em 15 minutos e na etapa final conseguiu empatar o jogo mesmo com um jogador a menos.

Também destaco, na partida desta tarde, o fato de que se o Sandro não fosse expulso no primeiro tempo teríamos vencido o jogo, talvez com facilidade. Pra mim foi pênalti, infantil, mas pênalti, num dia que o nosso camisa oito teve momentos de Edinho. Como ponto positivo destaco que o toque de bola do Inter está cada vez mais envolvente. Os jogadores estão cheios de confiança e a fase da dupla de ataque do Inter é espetacular. Do outro lado, achei o Álvaro muito mal, o Bolívar quase comprometendo como lateral e até o Índio esteve instável. Pela primeira vez no ano tomamos três gols numa mesma partida, devido ao fato de não conseguirmos marcar o ataque rápido do Juventude e ainda por cima tomamos dois gols de bola parada. Outro problema que vejo no Inter é a demasiada centralização das jogadas, uma vez que os laterais, independente de quais sejam, não vão ao fundo nunca.

Mesmo assim sigo otimista. Acho que venceremos o segundo turno do gauchão e levantarmos o primeiro título do ano do centenário. Tenho visto muitos jogos pelo Brasil. Tem algumas equipes boas, mas nenhuma me assusta muito. Se o Inter não descarrilar como no ano passado, acho que temos tudo pra vencer a Copa do Brasil e/ou o Brasileiro. É esperar pra ver.

sexta-feira, março 27, 2009

A Morte dos Pontas (ou como truncaram o futebol)

Eu vivi uma fase de Coma no futebol entre 1986 e 1999. O unico futebol que eu assistia era as Copas Do Mundo. Assistia todos os jogos, não perdia um. Mas era impossivel assistir o Inter porque morando nos EUA não tinha como. Isso até 2000 quando apareceu por aqui a Globo Internacional e mais recentemente o PFC.

Antes de entrar no Coma os times de futebol em grande parte ainda jogavam com um ponteiro direito, um ponteiro esquerdo e um 9 metido entre os dois esperando receber passe pra matar o jogo. Aí um dia notei que as escalações já não tinham mais 3 nomes na frente como Valdomiro, Dario e Lula ou Valdomiro, Bira e Mario Sergio. Eu via coisas como "Bebeto e Romario" e perguntava, Ué cade o terceiro atacante!?

Quem não viu o futebol com ponteiros não sabe o que perdeu! Imagina um jogador, como Valdomiro em que sua função quase unica era pegar a bola ir a linha de fundo e cruzar para o centroavante. Mas para chegar a linha de fundo o cara tinha que ter categoria, saber driblar e aí que futebol ficava bonito. Garrincha era um exemplo, Jairzinho e o Valdomiro outros. Como criança a gente brincava na rua de pegar a bola, dar um drible rapido pra direita, correr a linha de fundo e meter na medida para o Centroavante. O camisa 7 tinha uma função especializada! Camisa 7's eram idolos no futebol!

E hoje? Hoje dependemos do...affff...Lateral Direito pra fazer isso...e só de vez em quando. Pô fala em matar o futebol! Pior é que todos nos repetimos a cada jogo "Abre pra ponta!! Estamos muito truncados no meio!!!". Pois é, porque será? Porque dependemos de Laterais pra isso!! Laterias são os Baixistas de Bandas de rock! Não sabem tocar guitarra muito bem então vão pro Baixo! Lateral é a mesma coisa. Não sabe atacar muito, não sabe defender muito e não sabe armar então vira Lateral! Lateral era o empregado do Ponteiro, assasinou o Ponteiro e hoje é o Chefe! Porque será que futebol está em muitos casos uma bosta de ser ver? Porque mataram o futebol!! O Centroavante se é que ainda existe vive isolado! O Centroavante perdeu um baita amigo com a morte do Ponteiro.

Lembro que depois de 12 anos de Valdomiro estavamos a procura do novo ponteiro direito e nunca conseguimos achar um como ele. O Silvio (Hickmann) irmão do Cleo foi o que teve mais sucesso pos Valdomiro na posição. Jogou varios anos no Inter e foi na Sele Inter pras Olimpiadas de 84 mas o Silvio era Feijão e Arroz para a Picanha do Valdomiro. A Era Silvio até parecia ser a era da Espera para o real sucessor do Valdomiro aparecer.

Outros tentaram. Lembro de um tal de Pompeia, do Adavilson um guri que veio do Norte com um canhão no pé direito mas que morreu num acidente de carro, e em 85 o Jussiê tambem tentou. Deve ter outros que nem lembro mais.

A linha de fundo existe por uma razão, pra ser usada! Senão jogariam futebol num oval! Fica aqui meu sonho de que um dia os Ponteiros voltem ao Futebol que sem eles ficou esse jogo truncado e chato pra cacete.

O Jô Soares fala tudo neese clipe dos anos 80.


E o proprio Valdomiro fala sobre o assunto na TV HOJE.

Alterações no Estatuto do Torcedor

Demorei, mas encontrei a íntegra do Projeto de Lei para alteração do Estatuto do Torcedor (aqui). Infelizmente, os jornalistas em geral (midia privada e assessorias dos Ministérios) não aprenderam a linkar as fontes diretas de informação. Mas enfim... Indiscutivelmente o ponto mais polêmico da proposta do Governo é quanto às carteirinhas de torcedor, mas existem outros pontos interessantes no Projeto.

Quanto a carteirinha, há projetos de lei engavetados há anos no Congresso objetivando a criação de um cartão de identidade eletrônico e ÚNICO, que valeria como CNH, CPF, RG, etc. E na contra-mão dessa boa medida vem o Governo propor a criação de outro documento e ainda dizendo que a primeira via será grátis! Como assim? As carteirinhas cairão de arvores? Ah, claro, dinheiro público não é de ninguém.

De um modo geral, todo o resto que estão alardeando na mídia, já existe no Estatuto do Torcedor. A diferença é que ele ficará mais rigoroso, por exemplo, o controle de acesso eletrônico já é obrigatório para os clubes da primeira divisão, agora será também para os da segunda; o monitoramento por câmeras também já é obrigatório, mas só em estádios com mais de 20 mil lugares, agora será em todos com mais de 10 mil lugares. "Promover tumulto, praticar ou incitar a violência, ou invadir local restrito aos competidores em eventos esportivos" atualmente pode gerar o banimento do delinqüente dos Estádios, por até 1 ano, com o Projeto esse número pode passar para 3 anos e, ainda (caso não seja primário), pena de reclusão de um a dois anos.

De novidade, temos a criminalização do cambismo de ingresso e do Zveitão 2005(!). Sim, oferecer vantagem, aceitar vantagem, fraudar campeonatos passa a ser crime... E também destaco o art.13-A que são condições de acesso e permanencia no Estádio. Uma delas é o seguinte: "não entoar cânticos discriminatórios, racistas ou xenófobos". Uns conhecidos nossos poderiam ter problemas com o "macacada", mas estamos no Brasil e as leis, infelizmente, não funcionam. Ou nem são feitas para funcionar.

Primeiro devería-se fazer valer o atual Estatuto do Torcedor, pois é a única forma de avaliar sua eficiencia. Mas como no Brasil não existe um negócio chamado "fiscalização", as leis vão ficando cada vez mais "rigorosas". Vende-se uns jornais, fazem uns discursos, depois tudo volta a ser como antes. Não existe preocupação de COMO a Lei será aplicada, nem mesmo se É POSSÍVEL aplicá-la. Se milhares de pessoas entoarem um canto racista, é possível removê-las do Estádio? Não, mas é isso o que a Lei "manda" fazer. Mas quem? E se não fizer, como fica? São preocupações que deveriam estar mais presentes no dia-a-dia dos legisladores.


quinta-feira, março 26, 2009

Brava gente

Há tempos vinha cultivando angústia com o comportamento da população brasileira em geral, no que diz respeito a manifestos, opinião, atitude ou qualquer termo que defina participação política e social na vida do país. Temos o hábito de queixar-nos dos políticos, mas quando perguntados sobre política, respondemos que não gostamos do assunto. Reclamamos de abusos de impostos, mas quantos de nós saímos às ruas pra manifestar descontentamento? No Brasil, a pessoa que fala em lutar por direitos é chata. Todo mundo fala em distribuição de renda, mas ninguém faz trabalho comunitário. Adoramos filmes que retratam violência urbana, conseqüência da díspare escala social, mas nunca vi um brasileiro contando que após assistir Cidade de Deus, foi prestar serviços à favela.

Não que seja necessário passar um dia da semana lecionando aos analfabetos do Acre, mas é chocante a falta de iniciativa da população pra um protesto, em especial a parcela de menos idade, que se preocupa com tanta coisa pequena, medíocre até. Brigam com voracidade em estádio, mas não dão um passo pra fora de casa se for pra manifestar posição política.

No ímpeto de ser um grupo de torcedores ativos na vida política do clube, nasceu o movimento INTERnet/BV, do qual faço parte e que hoje figura com vinte e cinco conselheiros no Clube. O que nos moveu é exceção no Brasil, o desejo de estar presente e não apenas aplaudir. Desde nossa eleição tenho notado, com grata surpresa, que existe sim, gente querendo mais da vida, mais de si, mais dos outros, enfim, pessoas dispostas a subir degraus evolutivos por meio de pensamento, palavra e ação.

Na noite de ontem tivemos o jantar de recepção a novos integrantes do movimento. Meu quadro de sôfrega tortura por apatia vem diminuindo, pois de lá saí entusiasmada com a presença dos interessados, dispostos e curiosos pela causa. Pessoas diferentes com o mesmo pensamento: participar da vida do Sport Club Internacional. Gente que brilha os olhos no som da palavra idéia.

Eis que hoje pela manhã abro o jornal e vejo o manifesto dos estudantes de Porto Alegre contra a governadora do Estado. Não venho aqui julgar Yeda Crusius, não estou entrando nesse mérito. Quero tão somente saudar a atitude da classe estudantil, por fazer mais que colecionar pares de tênis. Se tiver consistência o motivo do protesto, julgaremos cada um por si. O que faço agora é aplaudir a iniciativa pacífica, porém firme, de mostrarem algo que temos e devemos crer que é importante - opinião.

O Estado do Rio Grande do Sul há anos enfrenta uma crise que é reflexo, entre fatores externos e falta de chuva, da ausência de iniciativa popular, tanto no que diz respeito a manifestar-se, quanto no que tange a renovação das velhas formas de viver. Não sei em que parte do caminho nós gaúchos perdemos a virtude que nos move, a coragem de tentar. Se até no exemplo do Inter constatamos que foi justamente o pensamento inovador que nos trouxe de volta ao lugar onde agora exaltamos ocupar. Talvez em nossa recente trajetória colorada eu possa identificar o primeiro sinal de retomada na vanguarda dos pampas... Talvez. Não tenho respaldo histórico pra tamanha afirmação.

Só queria hoje lembrar que como “Nação Gaudéria”, estamos estáticos faz tempo e este belo dia de sol intenso, com vida do céu até o Guaíba, despertou-me a leve sensação de estarmos reaprendendo a andar.


quarta-feira, março 25, 2009

Naquele Tempo só jogava bola QUEM JOGAVA BOLA !




Sábado -
09:00 hs Encontro Consular no BR - 1.700 pessoas - Não fui, alguns do Movimento foram.
14:00 hs - Jogo contra Inter-SM - Celeiro de Ases (bar), agora os jogos pros Conselheiros duram 6 horas.

Segunda Feira
19:30 hs - Eleição do Novo Presidente do CD - Luiz Antonio Lopes
Foram 03 horas entre discursos, contatos políticos e conversas sobre histórias do Inter.

a - Meu amigo de infancia Conselheiro do MAIC, Jaime Soligo, uns cinco anos mais velho do que eu, contando como foi a dureza de assumir o Clube em 2001, sem grana, sem perspectivas, quase rebaixamento etc...sempre lembrando que o trabalho deve ser continuo e para frente, manter o que está bom, melhorar o que for possivel.

b - Conversa agradabilíssima com o conselheiro Aquino (Desembargador) e Presidente do Bi-Nacional, Eraldo Hermann, um gurizão de quase 80 anos, figura fantástica e, cada história ! Baaahhh !

c - Conversa com o Vice-Presidente Pedro Afatatto, o qual apresentei ao pessoal do Movimento, ele logo começou a me cornetear, pois havia sido seu professor / treinador de futebol em 1975, ao 13 anos dele, reclamou que sempre lhe deixava na reserva, com o que retruquei dizendo que entendia um monte de futebol, pois senão fosse pela minha pessoa, estaria jogando no Ibis - PE e não teriamos um excelente Vice no Campeão de Tudo ( em outra ocasião a esposa dele disse que eu havia acertado, ele só teria futuro estudando !) . Ficou um desafio pra futebol, só que ele era um razoavel LD e agora virou centro-avante, não sei como, mas vou verificar...depois eu conto !

d - Apresentação do Luiz Antonio Lopes ao Movimento InternetBV, pessoa bastante simpática, acessível, relativamente jovem, sem qualquer floreio, objetivo, muito afim de trabalhar, bastante inteligente, é tido como excelente administrador que delega mas também ´cobra` bastante, disse contar com a nossa ajuda.

Meu Momento Cinco Estrelas - Em meio a roda de conversa de 20 pessoas com o L. Antonio Lopes, surge novamente o Jaime Soligo (Cel. Soligo), o qual é conhecido do Lopes desde o tempo de escola ,me perguntou se conhecia o Jaime, respondi que fora meu ´guru` na infancia e que jogávamos muito futebol na Redenção, o Jaime já era uma cara de 19 anos , sargentão ´porrada` do Exército que jogava e corria um monte, eu era uma magrela (acreditem) de 14 / 15 anos. Provocado que foi pelo Alex (Alexandre Ribeiro) - grande e correto Coordenador do Movimento se EU jogava alguma coisa de bola (tinha que ser um Alexxx, pqp), o Cel. Jaime, do alto de sua autoridade e experiência respondeu com ´catigoria` :

- Olha, naquele tempo SÓ JOGAVA BOLA QUEM ´JOGAVA BOLA` - Gargalhada geral... Ganhei minha semana ! Era f..., naquela época jogavamos todos juntos dos 14´s aos 40´s , jogo duro, mas na bola, ou o cara jogava ou não jogava, e muitas vezes de pés descalços para economizar tenis (só quem tinha), pois eram muito caros e nada duravam, se bobeasse um ´conga` durava 03 dias. Acreditem ! É verdade !

Terça-Feira
20:00 hs - O tio aqui foi convidado pela Radio Band, juntamente com outros torcedores a gravar um programa de memórias dos 100 anos (só lembrei duns 40´s...ehehe) que deverá ir ao ar no sábado ou domingo. (Não encontrei o C. Cabral...snif)

Quarta-Feira
20:00 hs - Encontro no Giovanaz para conhecermos Novos integrantes do Movimento.
Sábado
09:30 hs - Reunião Ordinária do Mov. InternetBV

Tem muito mais gente, Mallet, Tiago Vaz, Caio, Diana, Alex R, Alex de S., Everton, Fabricio e outros fazendo muito mais coisas neste período, é uma verdadeira pauleira....mas vamo, vamo Inter.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------
Prá finalizar e não dizer que não falei de flores ou cornetas, o desenho acima é minha sincera homenagem à alguns entregadores de camisa às vezes chamados popularmente de treinadores, pois precisam de bons jogadores para conquistar algum título, é o esquema ´vai lá e resolve` !

Time tem que ter conjunto, esquema definido, jogada ensaiada, e não é só bola parada, é principalmente bola andando, os jogadores não podem baixar a cabeça e tentar resolverem sózinhos, tem que serem orientados / treinados !

Sds Coloradas

Fotos Raras do Inter num Baú!

Acabo de receber um email da Colorada Anelise Rodrigues que achou umas fotos do time do Inter no fundo de um baú em sua casa. Conferi elas e parecem ser do Inter dos anos 40 ou 50. Estou aguardando umas versoes mais nitidas para postar aqui. Sensacional a descoberta. Logo mais deve aparecer por aqui.
______________

A Anelise já havia contribuido com uns achados no Bau a uns tempos atras. Ela nos conta o seguinte sobre essas fotos:

"Sobre o histórico ... Sei que foi meu avô quem tirou as fotos, em algum jogo que pode ter sido até mesmo pelo interior do estado já que ele costumava viajar para acompanhar os jogos do Inter"

Ou seja essa foto pode ser UNICA desse momento.

Agora cabe aos historiadoes Colorados investigarem.

Taí a Foto #1.



Influência dos Blogs no Marketing?

No dia 17 de Dezembro de 2008 o Professor Mark de Cascavel que frequentemente colabora com o Blog com Topos comemorativos e que tambem fez o design dos Cards do BV "Memorias do Mundial" enviou umas sugestões ao Blog (acredito que baseados parcialmente na ideia do João W. leitor do Blog) sobre o que ele acharia que seria legal para o escudo do Centenario Colorado nesse POST e tambem nesse OUTRO POST. Hoje lançaram um Moeda comemorativa do Inter e não é que o design é bem parecido com aquela do Mark.

Moeda Comemorativa do Inter

Design do Mark postado no Blog em Dezembro.
1909 *2009 com a estrela no meio aparece em ambos no exato local.
Acho que a muito tempo esse Blog (e outros blogs e sites) tem contribuido com o Marketing do Inter mesmo que indiretamente, o que é bem legal pois esse é o objetivo, apresentar ideias que sejam usadas. Por exemplo em Março de 2007 lancei um livro de Fotos do Mundial, seis meses depois o Inter fez o mesmo. Num Post que fiz a dois anos fiz uma sugestão que o Inter deveria lançar um Box Set de DVDs de talvez 10 DVDs sobre a historia do Clube. Algum tempo depois o Inter anunciou que estaria fazendo isso mesmo para o Centenário.

Como falei acho isso bem legal. Se fosse ao contrario, a gente estaria aqui reclamando que eles não escutam a torcida e não fazem os produtos que a gente quer. Sem duvida é uma boa que o Marketing está atento ao mundo virtual e aproveitando as melhores ideias que aparecem. Se esse for realmente o caso (e como falei posso estar enganado pois pode ser mera coincidencias), acredito que tambem poderiam dar um pouco mais de credito aos lugares de onde surgem as ideais como por exemplo nesse caso o Professor Mark.

Antigamente o site do Inter tinha links para sites Colorados na Internet, mas não consigo achar isso mais. O Inter reconhece e tem um relacionamento com torcidas organizadas por exemplo (e com destaque no Site Oficial), mas infelizmente torcidas virtuais dos Blogs parecem não existir oficialmente para o Inter. Em varios anos de Site Oficial ou revista de socio, quantas vezes foi publicado algo sobre Sites Colorados na Internet (pergunto pois realmente não sei a resposta, alguem já viu algo)? Já que o Inter parece estar atento aos Blogs bem que eles poderiam avisar a outros colorados atraves de seu site que esses blogs existem. Mesmo sendo bem frequentado acredito que o Blog Vermelho por exemplo não seja conhecido por 95% ou mais de colorados pelo Mundo afora. Infelizmente o Inter não tem ajudado suas torcidas virtuais. Isso deveria mudar. Quem sabe o Marketing nos escuta nessa tambem?

PS:

O Eber comentarista do Blog Vermelho acaba de notar que agora o UOL tem um Hall da Fama que acabaram de criar (mais uma coincidencia?) onde colocam 3 jogadores candidatos a votos para entrar no "Rol" deles. So que eles colocam 3 atletas do colorado contra si, por exemplo Fernandao x Carlitos e so entra que ficar em primeiro. Ridiculo esse metodo porque é claro que jogadores de decadas atras vao ter mais dificuldade de ganhar contra alguem recente. Acho que vou trocar o nome do Blog para Usina de ideias!

ATAQUE COLORADO!

foto: Agência/Estado

Gol com passe de peito. Gol com passe de calcanhar. Duplo Hat Trick do Taison e do Nilmar e mais duas assistencias do Nilmar. Parecia jogo de varzea de tão facil. Mais um jogo com só gols de atacantes, isso é uma otimo noticia. Nilmar realmente abusou hoje e o Taison tambem não deixou por menos. Na verdade parece que tiraram o "Gaúcho" do Campeonato Gaúcho, só pode!! Esses nossos adversarios tão maixxx pra Cariocaxxx que Gaúchos! Ou nós é que tamos com um super time!? Acho que tá mais pra primeira opção. Lembro que a 2 anos o campeonato Gaucho tava bem mais peleado do que esse.

Mas viu só. É o que venho ecrevendo aqui a tempo. Nilmar precisava um pouco de pressão, ou sentando no Banco ou com alguem na sua nuca, nesse caso foi o Alecsandro. Ele tava acomodado mas agora viu que não dá pra jogar com o "Cruise Control" ligado! O problema do Nilmar nem era falta de vontade porque correr ele sempre corre, o problema era o que ele mesmo falou ontem em entrevista estar "Acomodado". Obrigado Alecsandro! Ou quem sabe Nilmar deveria casar todas as Sexta-Feiras!?

Mas lembrando. Nada de euforia. Gaúchão hoje em dia é nada mais que Pre-Temporada. Resultados eu quero ver no Brasileirão.

Deixe aí a sua avaliação de cada jogador do Inter no Blog Score:


Esportivo 2 x 6 INTER
Nilmar (Andrezinho)
Taison (Nilmar)
Taison (Nilmar)
Taison (Andrezinho)
Nilmar (Marcelo Cordeiro)
Nilmar (Giuliano)

ESTATISTICAS OFENSIVAS EM 2009
JOGADOR GOLS - ASSISTENCIAS - PONTOS
(2 Pontos por Gol, 1 Ponto por assistencia)

Taison 14 - 5 - 33
Nilmar 8 - 7 - 23
Andrezinho 6 - 5 - 17
Alecsandro 4 - 1 - 9
M. Cordeiro 2 - 5 - 9
Alex 3 - 1 - 7
Magrão 3 - 2 - 8
Indio 3 - 0 - 6
D'Alessandro 2 - 2 - 6
Kleber 0 - 5 - 5
Giuliano 1 - 2 - 4
Walter 1 - 1 - 3
Tales Cunha 1 - 1 - 3
Danilo 1 - 0 - 2
Guinazu 0 - 2 - 2
Sandro 0 - 1 - 1





terça-feira, março 24, 2009

O Tempo Não Para

O tempo não para. Há momentos da vida que ficam marcados, guardados na memória. Bons e ruins, alegres e tristes, mas o tempo não para. Muitas vezes tentamos congelar o tempo, querendo que determinados momentos não terminassem nunca. Outras vezes, gostaríamos de voltar no tempo, para reviver momentos especiais que ficam cada vez mais distantes. Mas o tempo não para.
Talvez a melhor maneira de viajar no tempo seja, justamente, celebrar a sua passagem. Se você não pode vencê-lo, junte-se a ele. Então, já que não dá para parar o tempo, nem voltar nele, admitamos que ele segue e celebremos o tempo decorrido.
Essa coisa do centenário do Inter, a contagem regressiva, a ansiedade pela chegada do dia em que o clube celebrará os seus cem anos me deixou assim, filosofando sobre os grãos de areia que caem pelo estreito espaço de uma ampulheta. Quando a areia acaba de cair de uma extremidade para a outra, a contagem desse singelo objeto para. Mas quando o viramos novamente, os grãos de areia seguem caindo e não param, não param, não param...
Divagando sobre o tema, vem a nostalgia inerente a nós todos, seres humanos. Temos saudade da inocência da infância, da impetuosidade da adolescência, da força e da capacidade da fase adulta. Lembramos com carinho daquilo que passou, com a certeza de que, soubéssemos ou não, éramos felizes.
Eu chego a ter inveja daqueles que viveram o passado que eu não vivi. Queria ter visto os Eucaliptos repletos de povo, povo vermelho! Queria ter visto o Rolo Compressor dando alegria a uma massa humilde, identificada com a camisa rubra e com os jogadores que a vestiam no gramado. Ah, Clube do Povo! Naquela época essa frase devia ser muito mais que um slogan, devia ser uma realidade. Realidade que não vivi.
Também invejo que viu o Beira-Rio ser erguido sobre as água do Guaíba! Gigante de concreto, construído pela própria torcida. Cem mil pessoas, cem mil colorados! Cem mil privilegiados! Nos anos seguintes, um dos melhores times de futebol que o mundo já viu conquistaria o Brasil por duas vezes seguidas e mais uma invicta!
Só que o tempo passa, o tempo não para. Quem parou no tempo, e por um bom tempo, foi aquele gigante que adormecera ainda antes de eu conhecê-lo bem e, depois, parecia que nunca mais ia acordar.
Eis que surgiu um novo tempo, uma nova era. Hoje, há pouco tempo do dia em que celebraremos os cem anos do Inter, podemos dizer que o clube não só resgatou a sua grandeza, mas foi além. Superou suas marcas e, mais uma vez, fez história.
Mas embora eu tenha vivido essa fase magnífica, ela também já faz parte do passado. Um passado para o qual tenho vontade de voltar, momentos que eu gostaria que jamais tivessem terminado. Só que o tempo não para.
Há duas maneiras de reviver o passado. Uma, é fazendo aquilo que tanto esperamos para os próximos dias: celebrando. A outra, é bem mais difícil, bem mais complicada. Mas se o time que jogava na Rua Arlindo conseguiu superar seus rivais locais, conseguiu erguer um Gigante à Beira-Rio, conseguiu ser campeão nacional, continental e mundial, seguir essa senda de vitórias, profeticamente consagrada na letra da poesia que se tornou o hino de todos os colorados, não pode ser uma mera tarefa, deve ser a nossa missão.
O tempo não para e o Inter jamais o deixará de acompanhar. O centenário está chegando, as celebrações passarão, mas surgirá o amanhã e o Inter estará na frente, cabeça a cabeça com o tempo, que não cede, não para e jamais poderá ser detido.
Vamo, Inter! Vamo, Inter! Eu, como sempre, também vou contigo!


Beira Rio?


Hoje começou a construção da cobertura no Beira Rio......não na verdade o leitor do BV, Filipe escreveu a pouco sobre isso nos comentarios e resolvi dar uma procurada na Net e achei as seguintes fotos do estadio sendo construido para a Copa de 2010 na Africa do Sul, é o Nelson Mandela Bay Stadium na cidade de Port Elizabeth (cidade Porto, estadio na Beira do Rio, que coincidencia hein!). Veja a cobertura, parece alguma outra cobertura?


Agora essa sim é do Projeto Beira Rio:



segunda-feira, março 23, 2009

RESULTADOS: Hall da Fama

Está encerrado uma das mais dificeis votações para o Hall da Fama do Inter no Blog Vermelho.

Dessa vez tivemos 3 candidatos; Ruben Paz, Dario e Mahicon Librelato. As opiniões estavam bem dividas e lembrando que para entrar no Hall é necessario 75% dos votos.

Até a metade dos votos todos os 3 não alcançavam os 75%, mas no "segundo tempo" um deles chegou lá. Veja quem entrou e quem não entrou:

Ruben Paz:

Paz ficou nos 60% o tempo todo, quase chegando aos 70%. Mas não foi o suficiente.


Dario
Dario estava nos 70% dos votos por um bom tempo mas começou a reagir e chegou aos 75% necessario e depois subiu para 79%


Librelato
Teve dificuldade pra chegar ao 60%, longe do necessario para entrar no Hall.


Com isso Dada Maravilha agora faz parte do grupo seleto de ex jogadores do Inter no Hall da Fama do Blog Vermelho. Paz e Librelato não conseguiram dessa vez chegar lá.

Veja o HALL Completo AQUI NESSE LINK.

domingo, março 22, 2009

Ao Tetra

Gauchão só vale para ganhar greNal, do resto é um campeonato de forças desiguais onde normalmente os jogadores de alto nível jogam apenas por contrato. Não faz diferença, quero ganhar ele de qualquer jeito.

A Copa do Brasil todos falam ser o caminho mais curto para a Libertadores, mas convenhamos que a copa do Brasil até as quartas de final beira o ridículo. Jogar contra times como Rondonópolis, Piaui, Flamenguinho... não soma nada aos times grandes.
Talvez esse ano a taça da copa do Brasil deste ano sirva para a inauguração do novo Museu.

O que o torcedor cololarado tem que querer é o Campeonato Brasileiro, e não precisa ser no ano do centenário, temos que entrar para ganhar todos os anos.

Papo chato é esse de entrar no brasileiro para garantir vaga para a libertadores. Cá entre nós, quem comemora vaga é flanelinha. Vaga na libertadores só vale a pena se você ganhar ela, diputar por disputar não faz sentido pra mim. Vide o Grêmio, que ta todo facerinho na LA e vai cair nas oitavas e ficar sem rumo.

Só quero dizer que ninguém lembra de quem compete, na história só fica o campeão. Ou alguém lembra o vice campeão brasileiro de 99? ou de 85? Niguém se lembra de quem perde.

O inter tem um dos melhores elencos do Brasil, talvez a melhor estrutura de treino, de vestiário. Melhores salários (e em dia a muitos anos).

O vestiário do inter tem que estar fechado por esse objetivo, assim como estava na LA de 2006. Posso até estar enganado, mas para esse time de hoje superar aquele só falta um lider dentro de campo como o Fernandão. O Guinã e o Magrão são otimos jogadores, são peleadores, mas não bem a deles ser o chefão do time.

Agora para ser Tetra campeão brasileiro, o seu Tite tem que decidir a p&%#a do esquema e começar a fazer esse time jogar e parar de falar no sempre presente ponto de equilibrio.

----

PS: Em entrevista na radio o Décio Hartmann disse que provavelmente até o meio do ano a cobertura comecará a ser colocada. Oremos.

PSS: Achei uma foto do cartão telefonico do Inter quando completou 90 anos.


PSSS: Achei também essa camisa (Claro que é apenas produto de algum designer) da Adidas para o centenário. Achei muito legal o patrocínio.



Guilherme Arruda


sábado, março 21, 2009

MATADOR!



Time com centroavante, camisa 9, matador de verdade é outra coisa. O mais importante do dia foi ter um centroavante que mata o jogo na primeira oportunidade. Esse centroavante é o Alecsandro. Quantas vezes o Inter teve que tentar resolver o jogo esse ano no finzinho por causa de gols perdidos pelo nosso camisa 9 Nilmar? Varios. Era a novela de sempre, Nilmar errava 3 gols feitos nos primeiros 60 minutos e de vez em quando fazia um depois para se salvar de criticas maiores. Mas só nos primeiro 30 minutos de hoje Alecsandro fez quase METADE dos gols que Nilmar fez o ANO TODO!! E nas palavras do Rodrigo do Blog Vamo Vamo Inter :

"Alecsandro é ou não é mais produtivo do que Nilmar? São 4 gols em 288 minutos jogando bola, enquanto Nilmar está com 5, jogando 1.129"

Alem disso a dupla Taison-Alecsandro fizeram assistencia para o outro em um gol de cada. E quem diria, Danilo Silva que não consegiu se firmar no Red Bulls de Nova York não só tem chances de ser titular como é bem aceito pela torcida. Acho que a maioria nem sabe dessa passagem dele pelo futebol Americano.

Ainda tivemos finalmente um gol do Walter que vem tentando a 1 ano fazer um gol nos Profissionais. vamos vê se isso agora engrena o guri. Taison continua no papel do Alex de 2008, fazendo muitos gols e assistências.

PS:
Vai acabar a mamata do Nilmar no Inter. Agora a pressão vai aumentar. Se ele volta ao time titular e passar em branco no placar ou continuar a errar gols e chutar a bola feito um menino de 12 anos até as Nilmarietes vão começar a reclamar. OTIMO que tenhamos Alecsandro, Taison e Walter fazendo gols. Agora Nilmar como titular é tão bom quanto um chá de banco, pois a pressão terá o mesmo efeito que um banquinho. Ele terá de fazer gols! Então TITE POR FAVOR QUERO NILMAR de Titular porque agora acabou a moleza!!

Gols da Arquibancada: Filmagens André



Gols da Arquibancada: Filmagem Alexandre



Deixe aí a sua avaliação de cada jogador do Inter no Blog Score:



Inter 4 x 1 Novo Hamburgo
Alecsandro (Taison)
Alecsandro (Magrão)
Taison (Alecsandro)
Walter (Kleber)

ESTATISTICAS OFENSIVAS EM 2009
JOGADOR GOLS - ASSISTENCIAS - PONTOS
(2 Pontos por Gol, 1 Ponto por assistencia)

Taison 11 - 5 - 27
Andrezinho 6 - 3 - 15
Nilmar 5 - 5 - 15
Alecsandro 4 - 1 - 9
M. Cordeiro 2 - 4 - 8
Alex 3 - 1 - 7
Magrão 3 - 2 - 8
Indio 3 - 0 - 6
D'Alessandro 2 - 2 - 6
Kleber 0 - 5 - 5
Walter 1 - 1 - 3
Giuliano 1 - 1 - 3
Tales Cunha 1 - 1 - 3
Danilo 1 - 0 - 2
Guinazu 0 - 2 - 2
Sandro 0 - 1 - 1





sexta-feira, março 20, 2009

Etc, Etc, Etc...


- Veja na Foto o novo onibus VW do Inter.

- Bolivar não vai ficar, provando mais uma vez que nem sempre um retorno ao clube antigo da certo. Vamos arquivar Bolivar com o Daniel Carvalho e Christian.

- E as obras do Beira-Rio, vão começar quando? Pensei que no centenario teriamos Cobertura etc...mas o Beira Rio continua o mesmo.

- Sinceramente botando sentimentalismo pro lado seria bem mais inteligente construir um novo Beira Rio com capacidade entre 40 e 45 Mil (não precisamos de estadio para 60 mil essa é a realidade) ao estilo europeu com arquibanda colada ao gramado mas com confortos modernos. Pra quem acha 40-45 mil pouco, quantas vezes em 2008 das 40+ partidas no Beira Rio o estadio teve mais de 45 mil pessoas? E em 2007? E em 2006? Uma? Duas? Tres?

- Os Eucaliptos teve tanta tradição e historia (ou mais) e na hora certa nos mudamos de lá, com o Beira Rio não deveria ser differente. Se fosse por sentimentalismo estariamos ainda nos Eucaliptos.

- Mas tudo bem isso não vai acontecer, vamos então botar maquiagem e Band-Aid encima de uma estrutura velha.

- Me acordem quando acabar o Gaúchão!

- Porque 1 mês entre jogos na Copa Do Brasil? Quem são os gênios?

- Andrezinho pela cobertura na midia (e futebol) é o Taison de Março.

- Quando será a vez do Nilmar ser o Taison? Abril? Maio?

- Você já enviou sua historia de Grenal? Leia sobre o projeto do Livro na coluna direita do blog. Vai ser um baita Livro, não deixe de participar!

- Meu Pai com a taça do Mundial na festa dos Tambores de Yokohama dia 17 (foto do Fred)


- Afinal no centenario (ou perto do centenario) vai ter uma grande festa onde vão homenagear grandes jogadores do Inter antes do inicio ou Intervalo de um jogo no meio campo? Na festa dos 30 anos da primeira conquista fizeram uma janta para os jogadores, mas tem que fazer algo com estadio cheio, em frente a torcida chamando um por um a entrar em Campo vestidno a camisa do Inter, com som nos alto falantes contando a historia e gols desses atletas. Começa com os mais velhos que ainda estão vivos, passando pela decada de 60, 70, 80, 90 mas chamando por ultimo o maior craque da historia do Inter o Falcão. Seria um espetaculo ver algo assim....se feito da maneira certa.

quinta-feira, março 19, 2009

Candidatos: Paz, Dario, Librelato

HALL DA FAMA DO INTER NO BLOG VERMELHO
Um Lugar exclusivamente para os maiores Herois do Sport Club Internacional

Mais uma votação para o Hall da Fama do Inter no Blog Vermelho. A ideia é colocar jogadores no Hall que tiveram GRANDE participação no Inter e preferencialmente ganharam titulos e fizeram historia em campo. Não só jogador Bom, mas sim os Melhores.

Hoje vamos votar em 3 atletas:

- Ruben Paz (anos 80)
- Dario (anos 70)
- Mahicon Librelato (anos 00)

Votação para um novo atleta/tecnico/dirigente/personagem. 75% dos votos é necessario para entrar no Hall. Apenas Atletas e personagens aposentadas do futebol podem ser candidatos.

OS CANDIDATOS DA SEMANA:

RUBEN PAZ "O Charrua"



O Camisa 10 do Inter de 1982 até 1986. Foi o destaque do Uruguai na conquista do Mundialito de 1980 (que foi um otimo torneio com clima de Copa do Mundo). Com a saída de Batista para o Grêmio o Inter trouce Ruben Paz do Penharol, mesmo sendo jogadores diferentes. Paz um meia avançado, Canhoto camisa 10 classico e Batista um volante.

Immediatamente Paz veio a ser o craque do time. Bom batedor de falta, com passes precisos e tambem fazedor de gols. Foi Campeão Gaúcho de 82, 83 e 84. Em 84 não pode ir com o resto da Sele-Inter para as Olimpiadas de Los Angeles por ser Uruguaio. A Sele-Inter foi Vice e talvez Paz sendo o que faltava para fazer a diferença contra a França na final. Saiu do Inter em 86 e foi pra França. Jogou até 2000 em varios outros clubes.

PRO
Uma passagem de 4 anos no Inter, com 3 Gauchões (que na epoca ainda era importante). A maior estrela do time naquela epoca. Era o idolo do time.
CONTRA
Como todos jogadores dos anos 80, faltou titulo Nacional.




Dario "Dada Maravilha"

Dario passou por muitos clubes mas se destacou especialmente no Inter e no Galo. No Inter foi Bi-Campeão Brasileiro de 76 fazendo o primeiro gol na final de 2-0 contra o Corinthians. No mesmo Brasileirão ele foi o Lider em gols com 16. Foi reserva na Copa de 1970 e até hoje é uma personagem folclorica do futebol Brasileiro.

PRO
Fez historia no Inter em apenas 1 ano no Clube. Gol na Final do Bi-Campeonato.
CONTRA
So teve 1 ano no Inter.



MAHICON LIBRELATO

Librelato chegou no Inter em 2002 vindo do Criciuma. Vinha como uma grande jovem esperança numa epoca não tão boa no Inter. Logo chegou e começou a fazer gols. No fim do Brasileirão de 2002 o Inter estava a um empate da Segundona e num gol de Librelato contra o Paisandu em Belem o Inter escapou do Rebaixamento. Pouco tempo depois Librelato morreu num acidente de carro em Florianopolis. Hoje ele estaria com 27 anos de idade.

PRO
Fez o Gol salvador do Inter em 2002. Tinha um futuro muito promissor.
CONTRA
No Inter so um ano e num time que quase foi rebaixado.




* Resultados serão divulgados na Segunda Feira.

VEJA O HALL DA FAMA ATÉ AGORA AQUI

quarta-feira, março 18, 2009

Seu João e as fontes de receitas

Peço desculpas em avançado, mas hoje o post vai se estender um pouco mais do que o habitual.

“Seu João” é um homem vivido, austero senhor de rosto sofrido marcado por mais de meia década de existência. As mãos calejadas e o aspecto cansado revelam uma vida árdua e de muita privação, mas também de uma existência digna, honrosa e de trabalho honesto e dedicado.

Seu João tem uma família que ama e dois filhos dos quais se orgulha imenso. Não vê nenhum demérito em seu trabalho como frentista, que apesar de nada glamouroso coloca comida na mesa e garante educação, saúde, moradia e todas as necessidades básicas de um ser humano e seus dependentes.

Prestativo, atencioso e de papo fácil, Seu João se transforma quando fala do seu amado colorado.

É tomado de uma emoção comovente quando fala dos títulos brasileiros da década de 70, do gol de Figueroa que ouviu pelo radinho de pilha ao lado de seu falecido pai, das sofridas décadas de 80 e 90.

Não seria exagero dizer que depois dos seus filhos e de sua família o Colorado é uma das grandes alegrias e orgulhos na vida de Seu João.

Torcedor fanático, recorda com êxtase dos títulos recentes e prevê que muitos ainda virão.

Não fui capaz de conter as gargalhadas quando ele me contou que na casa dele até o cachorro é colorado. Em uma casa de pai tão colorado assim, os filhos não poderiam seguir caminho diferente.

Seu João já foi inúmeras vezes ao glorioso Beira-Rio, tantas quantas foram possíveis com um orçamento reduzido, menos ainda com a responsabilidade de sustentar uma família.

Hoje, em tempos de crise, poucos são os luxos que Seu João lhe permite, e por mais custoso que lhe seja, não tem condições financeiras de comprometer seu orçamento se associando ao Colorado.

Obviamente quando há um ou outro jogo mais importante e também há disponibilidade financeira e de ingresso, mesmo que ao custo de se privar de outras necessidades, Seu João veste sua camisa 10 e engrossa o canto em uníssono da apaixonada torcida colorada no concreto do Gigante.

Coisa linda de se ver. Paixão sincera, difícil de explicar com palavras. Realmente tocante. Não estou aqui falando de algo fictício e sim de personagens e sentimentos reais.

E é exatamente para o mercado que tem como público-alvo o “Seu João” e assemelhados que vejo uma grande oportunidade de contentar e fidelizar o torcedor, em contrapartida aumentando as receitas do clube.

Você, leitor do BV, em sã consciência, por mais amor que Seu João tem ao colorado, acha que o mesmo é capaz de investir 1/3 de salário mínimo em uma camisa de jogo oficial de seu time de coração? Obviamente não. O mesmo vale para comprar uma camiseta para seus filhos ou investir em um modelo mais recente.

Aliás, ao preço de R$ 180,00 apenas uma pequena parcela da população mais abastada e afortunada têm condição de tal investimento. Se multiplicarmos que existem lançamentos anuais, especiais e comemorativos, manter-se atualizado acaba-se por somar um considerável investimento.

Por si só o preço realmente é bem significativo em comparação com o salário mínimo brasileiro, ainda mais tendo em vista que as camisetas de jogo de qualquer clube europeu podem ser compradas por 60€ na Europa, e obviamente o salário mínimo europeu é bem superior ao salário terceiro-mundista.

Esse preço não é uma realidade apenas colorada, pois praticamente qualquer camiseta de clube grande, independente do fornecedor acaba por sair na faixa entre R$ 150,00 e R$ 200,00.

O que acontece com o torcedor que deseja comprar uma camiseta de seu amado clube mas não tem condições financeiras? Simples! Camiseta falsificada, comprada em qualquer camelô de esquina com qualidade lastimável mas preço cerca de 6x menor (em média de R$ 30,00).

Assim perdem os clubes, perdem os fornecedores de material esportivo, perde o torcedor, este incapaz de contribuir com seu clube e de adquirir um produto licenciado e de qualidade superior.

Confesso que não tenho conhecimento para afirmar categoricamente que não existe viabilidade logística e produtiva para os clubes, associados a seus fornecedores de material esportivo disponibilizar linhas alternativas de camisetas de jogo oficiais.

Por linha alternativa de camiseta de jogo oficial entende-se um material licenciado, com padrão de qualidade Reebok (ou de outro fornecedor), estética similar a linha oficial, mas que devido a utilização de materiais alternativos (por exemplo tecidos de menor qualidade, sem tecnologia PlayDry, com menos detalhes e pormenores) resultem em um preço infinitamente inferior. Algo em torno de R$ 50,00.

No entanto, posso afirmar categoricamente que existe viabilidade comercial, e que tal produto ia vender que nem água.

O torcedor acaba por ter uma opção a mais de adquirir um produto de qualidade e contribuir com seu clube e seus parceiros ao invés de estimular o mercado ilegal e alternativo.

E garanto também que tal produto não ia atingir apenas as camadas menos favorecidas. Exemplo clássico? Você quer presentear um amigo, R$ 50 é um investimento bem mais viável que R$ 180, não é?

Há realmente um mercado bem promissor que está sendo abocanhado por camelôs, falsificadores, vigaristas. Porque não ingressarmos nessa fonte de receita e fidelizarmos o torcedor colorado? Todos tendem apenas a ganhar. Menos os falsificadores, é claro.

terça-feira, março 17, 2009

Duelo de Pesos Pesados

Há muito tempo não vejo uma luta de boxe empolgante, daquelas que se transforma num acontecimento esportivo de repercussão mundial. Lembro que no auge da carreira, todas as lutas de Mike Tyson eram eventos que paravam o mundo do esporte. Todo mundo queria saber quantos rounds o adversário aguentaria, se teria alguma chance.

Os mais esperados confrontos, entretanto, acho que foram as lutas entre Tyson e Holyfield. Foram três, se não me engano, sendo que a última deles terminou com uma ridícula, mas conhecidíssima mordida na orelha. Uma lástima! Era o sinal mais evidente de que os grandes combates do boxe mundial estavam acabando e o esporte, aos poucos, ia perdendo a graça.

Mas este ano, mais precisamente lá pelo fim de junho, início de julho, poderemos ter um novo confronto de dois excepcionais pesos pesados. Dois campeões do mundo poderão se enfrentar, frente a frente, num embate de muito choque, de muitos contatos físicos, mas não nos ringues, dentro do campo de futebol.

Se Inter e Corinthians, favoritos a meu ver, chegarem à final da Copa do Brasil, essa divertida competição de confrontos diretos, poderemos ter um combate espetacular de Ronaldo “Fenômeno” versus Índio “Balboa”!

Sei que é cedo para fazer esse tipo de projeção. É algo que normalmente eu evito fazer, pois como levo o futebol muitíssimo a sério, sou da linha que se deve pensar jogo a jogo, um adversário de cada vez, para não perder o foco. Mas como o calendário colorado não nos apresentou maiores desafios até o momento, a gente acaba ficando ansioso pelos grandes jogos e começa a divagar.

Fico imaginando o que seriam as disputas entre Índio e Ronaldo. Dois jogadores de peso, em todos os sentidos dessa expressão, disputando corpo a corpo o título da Copa do Brasil e a vaga na Libertadores de 2010.

Ronaldo tem um currículo inegavelmente superior. Campeão do Mundo em Yokohama, 2002, é o maior artilheiro da história das Copas do Mundo, e fez os dois gols da vitória do Brasil sobre a Alemanha, com o corte de cabelo mais ridículo da história do futebol.

Índio, também é Campeão do Mundo em Yokohama, só que de clubes em 2006. Seu apelido, Balboa, dado por alguns torcedores, lhe caiu como uma luva. Não teve lá muito destaque na carreira até aquele ano. Já estava na casa dos 30, quando se viu diante da oportunidade de disputar o título mundial. Segurou a pressão, quebrou o nariz, mas aguentou firme e terminou de pé, ao melhor estilo Balboa.

Outra semelhança entre os jogadores/lutadores, além do peso, é que ambos são conhecidos por suas costumeiras aventuras noturnas. Não faz muito, Ronaldo nocauteou o próprio dirigente do seu atual clube, Antônio Carlos, após chegar de madrugada na concentração. Índio, por sua vez, recentemente apresentou-se com um torcicolo de origem suspeita, ao que se sabe, após tentar nocautear um poste de iluminação pública com seu automóvel.

Ronaldo, mais fenômeno que nunca, tenta superar a idade, o peso e duas cirurgias no joelho para fazer ainda mais história no futebol brasileiro. Índio, de cortador de cana a ídolo até mesmo das mulheres (vai entender as mulheres), pode bater um recorde colorado, marcando mais gols que o eterno ídolo Figueroa.

Ainda é cedo para dizer se teremos esse confronto. Talvez ele ocorra pelo Campeonato Brasileiro, mas inegavelmente, seria muito mais emocionante com um título em disputa ao final dos jogos. Isso tudo, é claro, sem contar o histórico Inter x Corínthians que eu, sinceramente, não gosto muito de lembrar.

Um duelo de pesos pesados do futebol mundial, dois campeões do mundo, um artilheiro contra um zagueiro, frente a frente na grande área. Não vou nem perguntar quem venceria, mas imaginar a cena do final dessa lutas já é bem divertido. Daria um filme. Não DVD comemorativo, um filme mesmo.

Índio salvando na defesa, marcando de cabeça num escanteio, saindo vitorioso ao final da partida e correndo para a massa. Ao fundo, o som de “Gonna Fly Now”, tema do filme Rocky. O Inter, Campeão do Brasil, na Libertadores 2010.

Já que as grandes emoções do futebol brasileiro só vão começar lá por maio, por enquanto, o negócio é usar a imaginação. É divertido, pode ser que aconteça. Bah! Imaginem!