terça-feira, dezembro 30, 2008

Mudanças na Regra

A algumas horas do ano do centenário colorado, nós, que costumamos debater diariamente as coisas do nosso esporte preferido e do nosso clube do coração pela internet, devemos estar atentos para mudanças na regra que estarão entrando em vigor no primeiro segundo de 2009.

Calma, não estou falando da regra do futebol. Essa muda pouco ou quase nada a cada década. A última mudança significativa de que eu me recordo foi a vedação ao goleiro de pegar com as mãos bolas recuadas com os pés ou advindas de um arremesso lateral. No mais, mudam as famosas e, por vezes, famigeradas interpretações da regra.

Estou falando é da reforma ortográfica. Sim, porque, se por um lado ela em nada afetará nosso vocabulário de arquibancada, certamente interferirá nos nossos debates escritos. Seja no desabafo pós-jogo, seja nas análises técnico-táticas dos dias seguintes, ou até mesmo naquela tradicional corneta virtual via e-mail para um amigo rival. Estaremos usando a escrita e esta estará mudando a partir da meia-noite de quarta-feira.

Essas mudanças serão importantes porque, com isso, a Língua Portuguesa poderá se tornar um dos idiomas oficiais da FIFA, ops, quer dizer, da ONU.

Podemos começar pelo acento diferencial. Agora o jogador não PÁRA mais a bola, nem o juiz PÁRA a jogada. A partir do ano que vem, o árbitro PARA o jogo PARA o jogador ser atendido pelos médicos. Verbo e preposição estarão escritos com a mesma grafia. O acento diferencial foi rebaixado. A exceção fica com o verbo PÔR. O Ronaldinho tentou PÔR a bola na rede, mas ela passou POR cima da barreira e foi pra fora. Com isso, o colorado PÔDE comemorar o título mundial FIFA. Contudo, até hoje, gremista não PODE.

Outro que caiu para a segundona da língua foi o acento circunflexo no hiato EE. Isso significa que aqueles que LEEM este texto, agora não precisarão mais acentuar a primeira letra E da palavra. O mesmo vale para todos os demais torcedores que VEEM, CREEM e PREVEEM tanta coisa sobre futebol quanto este fanático que ora vos escreve. Mas atenção: o acento circunflexo continua no plural dos verbos TER e VIR e seus derivados. Então aqueles que TÊM suas convicções imutáveis sobre futebol, que MANTÊM seus pontos de vista a todo custo, não deixarão o acento para trás. Semana após semana eles VÊM com tudo.

Agora, o lanterninha, aquele que foi rebaixado sem exceção é o trema. Portanto, passaremos a escrever com FREQUÊNCIA sobre as CONSEQUÊNCIAS das ARGUIÇÕES ELOQUENTES dos nossos novos Conselheiros. Discutiremos medidas EXEQUÍVEIS, em debates nada TRANQUILOS. Quero só ver quem é que AGUENTA. Tudo sem trema.

Ainda temos a abolição do acento agudo nas paroxítonas com os ditongos abertos EI e OI. Aqui, vale ressaltar que velhas IDÉIAS sobre futebol deverão ser substituídas por IDEIAS novas, estas sem acento. Neste ponto, eu gostaria de lembrar que o futebol é apenas um jogo, mas quem escreve para a grande massa deve cuidar quando joga para a PLATEIA, querendo fazer de determinados jogos uma EPOPEIA, transformando simples partidas em feitos HEROICOS. Na cabeça de um DEBILOIDE, a IDEIA de batalhas e ODISSEIAS, pode acabar incitando a violência. Ou seria eu mais um PARANOICO? Tudo sem acento, é claro.

Mas a grande dificuldade vai estar mesmo é no hífen. Em alguns casos ele caiu. Isso porque o Fernando Carvalho para muitos, será o verdadeiro presidente do Inter, mas isso será EXTRAOFICIAL (sem hífen). Formalmente, o MANDACHUVA (sem hífen), continuará sendo o Píffero. Isso porque o prefixo termina em vogal e a palavra seguinte começa também com vogal. Mas, atenção, quando as vogais forem iguais, continua o hífen. Portanto, não adianta reclamar na Social, o CONTRA-ATAQUE seguirá separado por este acento gráfico, por mais rápido que desejemos que ele seja.

Cai o hífen, ainda, quando o prefixo termina em vogal e a palavra seguinte começa com S ou R. Neste caso, dobra-se a consoante. Assim, podemos ter entre as torcidas gaúchas, grupos ou facções ANTISSEMITAS (sem hífen), mas no Beira-Rio, eu garanto, temos uma torcida ANTIRRACISMO. Mas cuide quando o prefixo terminar em R e o elemento seguinte começar com a mesma letra, pois, aí, segue o hífen. É o caso de INTER-REGIONAL, só que este termo já caiu em desuso faz algum tempo. Mas se alguém ainda estiver com essa antiga provocação entalada na goela e quiser devolver aos rivais, fica a dica: façam-no com hífen. Quem é INTER-REGIONAL agora, hein?

Por fim, vale lembrar que nos falsos prefixos, aqueles que na língua de origem (Grego e Latim) eram palavras autônomas, continuam-se usando o hífen. São exemplos: MACRO, MICRO e BI. Então, BI-REBAIXADO continua sendo escrito com hífen. Mas mesmo entre os prefixos verdadeiros, há aqueles que continuarão aceitando o hífen. É o caso do VICE. Então, para aquele seu parente, amigo, colega ou vizinho que acha que vice é título, não se esqueçam de avisá-los que, na hora de confeccionar a faixa, coloquem o hífen.

Mas, diante de tantas mudanças, não é preciso entrar em pânico. Haverá um período de transição de quatro anos nos quais tanto a regra antiga quanto a nova serão válidas. Até lá, esperamos que a cobertura e a reforma da arquibancada inferior do Beira-Rio já estejam prontas. Ainda falta os membros da Academia Brasileira de Letras aprovarem o novo Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa e, enquanto isso, haverá ainda pequenas diferenças de grafia decorrentes de interpretações divergentes entre especialistas. Mesmo assim, a reforma é irreversível, uma vez que a lei já foi sancionada pela autoridade máxima para tanto: o Presidente Lula! Que coisa, não!?

Tanto na regra velha, quanto na nova, pretendo continuar escrevendo e errando, mas sempre aprendendo. Afinal, não sei o que é mais complicado, se a Ortografia da Língua Portuguesa ou a interpretação do impedimento passivo na imagem em câmera-lenta. Êpa, peraí! Com ou sem hífen?

Baita abraço a todos e um Feliz Ano Novo!


segunda-feira, dezembro 29, 2008

Últimos dias...

...Últimas horas, minutos e então, dez, nove, oito...
A contagem regressiva pesa de diferentes maneiras, de acordo com o período de cada um. Pra quem o ano foi proveitoso, parece os quarenta do segundo tempo no último grenal, deixa passar. O fim chega-chegando e vai festejando. Já pros que tiveram aquele ano difícil, frustrante, tá mais pros últimos minutos contra o Sport, pela Copa do Brasil, acaba essa merda que já se foi o boi com a corda mesmo. Melhor recomeçar.

Tem também aqueles ansiosos, nervosos, pois talvez ainda aconteça alguma coisa nos últimos dias, nos minutos finais de jogo. Aquele amor tão esperado pode lhe sorrir na prorrogação, naquele momento mais tenso. E é gol e o título, só o que faltava pra fechar a conta. Daí é pra terminar o ano com sabor de campeão de tudo.

Tem gente que veio de lesão e estes derradeiros dias servem de período estático. Outros foram incapazes de externar todo seu potencial por motivos aleatórios e esta semana tem cara de vestiário em pré-jogo. Alguns nem sabem por que entraram em campo, quanto mais ter consciência do iminente final de partida, tão na vida à passeio. E há os que quase nem respiraram. O jogo - o ano - passou num suspiro só.

Todos estes viventes e jogadores da partida que inicia num primeiro dia e acaba às vinte e quatro horas de um trinta e um, cada qual com seu jogo, seus problemas, suas virtudes, pé esquerdo, direito, mão na bola, bola no pé, pé torto; a todos estes colorados: que seus próximos cinco minutos de partida, bons ou ruins, sirvam de orgulho e incentivo para o próximo desafio. O tempo não pára e o melhor disso é viver.
Com amor e paixão, pra sempre Inter.


domingo, dezembro 28, 2008

Inter na Premier League

Tudo começou em Abril de 1909 quando os irmãos Poppe com pouca bola e muita vontade, fundaram o S. C. Internacional. De lá para cá o Inter montou grandes esquadrões capazes de aniquilar qualquer time no Rio Grande, no Brasil e no Mundo.

Até os anos 60 o Inter dominou suas fronteiras, tínhamos a hegemonia em campeonatos municipais e estaduais - coisa que ainda temos -, sem esquecer do nascimento do Gigante e do Rolo compressor dos anos 40.

Nos anos 70, o Inter atravessou as divisas da província de São Pedro, conquistando e encantando o Brasil com jogadas espetaculares de Falcão, Valdomiro, Figueroa e cia, sendo tri campeão brasileiro de forma invicta, mostrando assim, quem era o dono desta terra.

Na década da quarta estrela, os anos 90, o Inter levantou de forma emocionante a Copa do Brasil, com um penalti "claríssimo" em cima do Pinga e convertido pelo zagueiro Celio Silva contra o Fluminense.

Já no novo século, o Inter explodiu para o mundo, - Libertadores, Mundial FIFA, Recopa e Sulamericana - cujos títulos transformaram o clube no único campeão de TUDO, fazendo que todos o campeonatos em disputa na atualidade já tenham sido conquistados pelos "vermelhos".

Desta maneira não vai demorar para que o Clube dos 13 receba um ofício dos seus associados solicitando que o Inter vá disputar a Premier League - ou algo do genêro e bem longe daqui - deixando assim, um espaço aberto no futebol brasileiro para que mais alguém possa alcançar tamanhas glórias.

Estrela não se compra, se conquista.

Esse é o nosso Inter, o CAMPEÃO DE TUDO.


Guilherme Arruda - Campo Bom

sábado, dezembro 27, 2008

Dois meses depois

Juro que não é rancor e nem mágoa, mas eu precisava voltar ao assunto. No dia 1º de novembro fiz “minha estréia” aqui no Blog Vermelho e resolvi polemizar. Na época estávamos muito mal no Campeonato Brasileiro e a Sul-Americana era um sonho distante. Não haviam se decidido as chapas para as eleições majoritárias e muito menos para o conselho. Mesmo assim resolvi abrir meu voto. Como eu afirmei na época “fiz um manifesto pró Píffero”. Afirmei, entre outras coisas, que o Clube havia dado a volta por cima depois de passar duas décadas nebulosas no futebol. Disse que deveríamos manter a administração de sete anos que nos levou a ser reconhecido novamente como grande clube brasileiro, além de ter trazido as maiores conquistas do nosso time centenário. Eu também sabia que poderíamos mais, mas não estava disposto a trocar o certo por uma incógnita qualquer, sem história dentro do Inter.

Na época eu parecia um louco de fazer aquele post (inclusive alguém afirmou: “Fernando Moraes, direto do hospital São Pedro para o Blog Vermelho”). Também falaram em outro comentário que era “impossível alguém que acompanha o que o Inter pós-mundial virou querer votar no Píffio”.

Pois não é que todos ficaram loucos?

Nem dois meses se passaram e quem dizia que o meu texto era uma “baita bobagem” e que minha estréia “foi um fracasso” deve ter feito o mesmo que eu: foi ao Gigante no dia 13 de dezembro e votou no Píffero. Não quero dizer com isto que eu estava certo e os loucos eram aqueles que diziam que o “FC estava superado e cansado” e que o Inter “cresceu com o Fernando Miranda”. Acontece que pouco tempo passou e mais de 90% dos associados que votaram nas eleições do Internacional não quiseram mudar e também preferiram manter o que vem dando certo.

A única verdade é que todos nós queremos o melhor pro Internacional independente do presidente ser da situação ou da oposição. Melhor ainda se fizermos parte ativamente da política do Clube como “faremos” a partir de agora com 23 novos conselheiros eleitos. Eu fiz parte da nominata da chapa 3, não pude me envolver muito, mas fiquei muito orgulhoso do movimento ter entrado no conselho. Pouco menos de 2 meses após a minha estréia aqui, muitos dos que me criticaram viraram conselheiros e tenho certeza que a grande maioria votou chapa 1 nas eleições majoritárias. Feito o "desabafo" fica aqui um conselho a todos, inclusive aos conselheiros, os quais eu ajudei a eleger: cuidem com opiniões definitivas. Elas podem nos trair amanhã.


P.S. Também faço uma referência ao texto “Plano B” do Daniel Chiodelli do dia 12 de agosto. Ele fez uma referência a possível conquista da Sul-Americana já que no Brasileiro as coisas não iam muito bem. O plano foi considerado por muitos “uma bosta” e uma “idéia horrível”. Gostaria de saber o que eles pensam hoje do Plano B.

quinta-feira, dezembro 25, 2008

Inter 1 x 0 Barcelona: ESPN Completo

Pra quem quizer ver o jogo por completo, combertura da ESPN.

Parte 1


Parte 2


http://br.youtube.com/watch?v=LnaR6q14D5M
http://br.youtube.com/watch?v=cxgT4QnTzuY
http://br.youtube.com/watch?v=l7BrodxUze4
http://br.youtube.com/watch?v=wgTWlyVu7rs
http://br.youtube.com/watch?v=GJxirVfdjRA
http://br.youtube.com/watch?v=7P4xIwbN3Cs
http://br.youtube.com/watch?v=HbvnhfOwchc
http://br.youtube.com/watch?v=sHIqx50SdP8

quarta-feira, dezembro 24, 2008

O Gre-Nal do Papai Noel


Nos anos 1950 surgiu, informalmente, a idéia de que o último Gre-Nal do campeonato metropolitano (e depois, do gaúcho), disputado em dezembro, já perto do Natal, definia as cores do Papai Noel. Na maioria dos casos o campeonato já estava decidido, as cores do Bom Velhinho passavam a ser um prêmio de consolação ao clube que havia perdido o título. Com o tempo, esta “disputa” acabou esquecida. Com o advento do campeonato brasileiro, o campeonato gaúcho passou a ser disputado, na maioria das vezes, no primeiro semestre.

Estes foram os últimos Gre-Nais de cada temporada, realizados em dezembro:
30.12.1950 Internacional 1x0
O Internacional sagrou-se campeão com o resultado.
02.12.1951 empate 2x2
O Internacional já era campeão.
07.12.1952 Internacional 5x1
O Internacional sagrou-se campeão com o resultado.
12.12.1956 Internacional 1x0
O Grêmio já era campeão
23.12.1960 Internacional 2x1
O Grêmio já era campeão
10.12.1961 Grêmio 3x2
O Internacional já era campeão.
14.12.1963 Grêmio 1x0
O Grêmio já era campeão.
12.12.1965 Grêmio 1x0
O Grêmio já era campeão.
17.12.1966 Internacional 1x0
O Grêmio já era campeão.
17.12.1967 Internacional 1x0
O Grêmio já era campeão.
17.12.1969 empate 0x0
O Internacional sagrou-se campeão com o resultado.
01.12.1974 Internacional 1x0
O Internacional sagrou-se campeão com o resultado.
17.12.1978 Internacional 2x1
O Internacional sagrou-se campeão com o resultado.
13.12.1984 empate 1x1
O Internacional já era campeão.
08.12.1985 Grêmio 2x1
O Grêmio sagrou-se campeão com o resultado.
15.12.1991 empate 0x0
O Internacional sagrou-se campeão com o resultado.
23.12.1992 empate 0x0
O Internacional sagrou-se campeão com o resultado.
17.12.1994 Internacional 4x1
O Internacional já era campeão.

Nas temporadas de 1953, 1954, 1955, 1957, 1958, 1959 e 1962 o campeonato invadiu o ano seguinte. Em 1964 o campeonato terminou em novembro. O campeonatos a partir da década de 1970 foram listados apenas como curiosidade, pois já não havia mais a mística do “Gre-Nal do Papai Noel”.


terça-feira, dezembro 23, 2008

A Primeira Escalação

Em Setembro de 1979 quando cheguei ao Brasil com 12 anos logo fiquei viciado no Inter. Tinha guri que morava em Porto Alegre toda sua vida mas mal sabia a escalação do Inter alem de 1 ou 2 jogadores e eu com menos de 1 mês de Inter já sabia de cor a escalação do time e escutava todos os programas de radio pra saber as ultimas. Talvez tenha sido porque recem chegado ao Brasil, todos meus amigos tinham ficado pra tras nos EUA e como eu tinha que começar tudo de novo o Inter foi uma maneira de eu me adaptar a essa nova vida.

Até hoje a escalação Campeã de 79 não escapa minha memoria. É facil:

Benitez
João Carlos
Mauro Pastor
Mauro Galvão
Claudio Mineiro

Batista
Jair
Falcão

Valdomiro
Bira
Mario Sergio

Eu teria mais dificulades em escalar o time que começou o jogo em Yokohama em 2006!

Fui a varios jogos nesse Brasileirão, o primeiro foi contra o Figuerense onde ganhamos de 1x0 num dia de chuva e pequeno publico (Veja a foto)



Depois veio meu primeiro Grenal com golaço de Jair no fim do jogo! Não me esqueço da loucura na arquibancada quando saiu esse gol. E a caminhada ao titulo pegava força. Veja o gol do Jair nesse video.



Depois veio grandes vitorias sobre o Cruzeiro, Palmeiras e finalmente Vasco. Ganhamos CATEGORICAMENTE as 3 partidas fora de casa. Na Semi contra o Palmeiras fui ao jogo, mas na final pra variar os ingressos tavam dificil de conseguir e como eu so tinha 12 anos eu dependia de outros pra ir ao jogo. No fim acabei assistindo a final na casa do meu Tio, meu primo foi ao jogo. No ultimo momento a TV Guaíba transmitiu Ao Vivo. Se não teria sido apenas no radinho. Imagina. Claro que como ainda acontece hoje havia bastante espaço atras do gol do Gigantinho, como tambem havia na final da Libertadores.

O Time pra quem não chegou a conhecer começava pelo seguro Benitez que falhou na Final no gol do Vasco mas que era muito seguro. O Lateral Direito João Carlos o Pai dos gemeos Diego e Diogo era um bom lateral mas nada demais. A Dupla de zaga era fenomenal, o veterano Mauro Pastor que raramente levava cartões e ainda fazia gols de cabeça e o Mauro Galvão jogando seu primeiro campeonato como profissional, não demorou muito pra ver que o Galvão seria um grande zagueiro. Na Lateral esquerda tinha o Claudio Mineiro um lateral baixo mas forte. Veja no video abaixo do Daniel como Claudio Mineiro e Mario Sergio humilham o Vasco no fim do jogo.

O Meio de campo...bom preciso explicar? Batista...um grande jogador. Hoje muito criticado pelos jovens que so o conhecem como comentarista, mas jogando bola Batista era um Dunga com extrema classe ou digamos o Dunga era um Batista sem muita classe. Jair era craque marrento. Meia Direita, jogava quando queria jogar, era Gaúcho metido a Carioca tinha até chiado quando falava, mas jogava muita bola. Tinha um otimo chute de longe, tinha um otimo passe, batia faltas. Levou o Penharol a conquista da Libertadores e Interclubes 3 anos depois. Foi eleito melhor em Tokyo.

Falcão...sem comentários. No ataque Valdomiro, o colorado mais vitorioso de todos os tempos e o centroavante Bira que depois ficou conhecido como Bira Burro mas que na epoca eu não lembro dele ser chamado assim, era só Bira. Bira era um centroavante irregular mas que tambem era matador, na final do Gaúchão de 81 ele fez um gol em Grenal que praticamente nos deu o titulo. E o numero 11 era o genial Mario Sergio, o vesgo. Veja no video no post do Daniel quantos lançamentos precisos o Mario Sergio fez na final. Ele era um gênio.

Um timaço.

E bom para nos colorados que em 2009 estamos com um time que se ficarem juntos pode finalmente conquistar o Brasil novamente. Brasileirão tem que ser prioridade em 2009. Não para conseguir vaga na Libertadores de 2010 mas para GANHAR O BRASILEIRÃO, a diretoria tem que entender isso e tem que desde já focar em ganhar o Brasileirão e ganhar bem. TODO COLORADO QUE SER CAMPEÃO BRASILEIRO. ESSE É O TITULO PARA 2009. O resto seria bonus, mas o Brasileirão é OBRIGAÇÃO!

Carta ao Papai Noel


















Hoje, 23 de dezembro de 2008, é o vigésimo nono aniversário do terceiro título brasileiro do Inter. Faz 29 anos que o Inter foi Campeão Brasileiro Invicto.

Durante muitos anos, foi nesse título em que me agarrei para defender a honra do meu clube do coração. Durante toda a infância e adolescência, em que as discussões sobre futebol, via de regra, limitam-se a tentar estabelecer qual o melhor time, quem é o maior, era esse título que hoje completa quase três décadas o meu principal argumento.

Com o passar do tempo, fui amadurecendo e aprendendo que o Inter era muito mais que isso, muito maior que esse título. A conquista de 1979 continuava sendo o maior título da história colorada, mas a história do clube, sua origem, seu crescimento, seus grandes times do passado e seus ídolos, exemplos de conduta dentro e fora de campo, me mostraram que um clube de futebol pode ser muito mais que as taças que levantou.

Contudo, ainda assim, sem taças, sem títulos, por maior e mais bonita que seja a história da instituição, ela vai ficando desbotada, vai perdendo o brilho, afinal, o jogo é uma competição e, no futebol, ganha destaque quem vence.

Eis que eu já estava com 29 anos de idade, a mesma idade que hoje o título de Campeão Brasileiro invicto do Inter completa, quando vi meu time vencer, em campo, finalmente, mais um Brasileirão. Ganhou, mas não levou. Particularmente, ainda não me conformo e creio que jamais me conformarei com a roubalheira escancarada e deslavada de 2005. E o que mais me revolta é a complacência e, diria até, cumplicidade dos principais veículos de imprensa do país. A lembrança daquele episódio me dá nojo.

Depois daquilo, cheguei a pensar que jamais veria meu time levantar uma grande taça, conquistar um grande título. Depois de vencer um campeonato por pontos corridos, em turno e returno, e ser roubado dentro e fora de campo, eu ainda veria meu time ser pressionado, ameaçado e coagido a desistir de lutar pelo reconhecimento da vitória pelas vias jurídicas. Era demais!

Felizmente eu estava enganado quanto àquela impressão de que viveria o resto da vida com orgulho apenas do passado distante do meu time. Já no ano seguinte eu veria títulos ainda maiores que o de 79. Campeão da América e Campeão do Mundo!

Mas nesta data, aniversário do título nacional invicto, há pouco mais de cem dias do centenário do clube e às vésperas do Natal, quero fazer um pedido para o Papai Noel: eu quero ver o Inter Campeão Brasileiro em 2009!

No ano do centenário do clube, quero um título da máxima expressão. E a essas alturas, em que nós, colorados, já podemos nos orgulhar de sermos Campeões de Tudo, com selo de qualidade FIFA e tudo mais, tá na hora de comemorarmos títulos que há muito não conquistamos. O Campeonato Brasileiro, não tenho dúvidas, é a menina dos olhos dos torcedores colorados, é um título que queremos vencer e é um título que podemos ganhar.

Lembrando das décadas de 80 e 90, em que eu me apegava no título de 79 nas discussões sobre futebol com amigos e colegas, recordo que durante muito tempo parecia um sonho inatingível ver o Inter entre os oito primeiros do Brasileirão. Isso, após um único turno. Hoje, no nível em que nos encontramos, terminar em sexto após turno e returno chega a ser considerado um fracasso.

Portanto, hoje, o Brasileirão, aquele que me ajudou a defender a honra do meu clube e o meu orgulho colorado durante duas décadas, é o grande título que eu quero ver o Inter ganhar de novo. E no ano do seu centenário, seria a ocasião mais que perfeita. Então, faço esse pedido ao Papai Noel: o título brasileiro de 2009!

E você, o que vai pedir para o bom velhinho em relação ao Inter no ano que vem? Não se acanhe, faça um pedido, afinal, ele veste vermelho e branco!

Baita abraço e Feliz Natal a todos!


Compacto da Final de 79 no Beira Rio...imperdivel!



segunda-feira, dezembro 22, 2008

TAISON: Revelação do Ano

Taison ganhou o Prêmio BV de Revelação de 2008 com 67% dos Votos. Sandro ficou em segundo com 31%.



Os Vencedores na categoria Revelação nesses 3 anos de Blog Vermelho são:

2006 - Renan
2007 - Sidnei
2008 - Taison

A Proxima categoria do Prêmio BV será colocado no ar na Terça Feira. Voltem para votar!

domingo, dezembro 21, 2008

Bem Vindos ao Clube, Manchester

O Manchester hoje ganhou o Mundial contra a LDU que não fez feio e lutou até o fim mas perdeu num gol de Rooney, o artilheiro da Copa. Depois de un pessimo começo pela LDU eles melhoraram e conseguiram segurar o ManU até o fim do primeiro tempo. Esse primeiro tempo pareceia o primeiro tempo de Liverpool x San Pablo em 2005 quando o São Paulo fez absolutamente nada e poderia ter levada uma goleada...mas não tomou gol.

O Segundo tempo foi melhor para a LDU, o ManU perdeu um jogador num cartão e a LDU teve mais espaços. O Mestre da LDU foi Manso, um baita jogador, canhoto classico, jogou demais. E quase no segundo que Gabiru fez o dele a LDU teve uma chance incrivel que infelizmente o proprio Manso (fazendo o papel de Iarley nessa jogada) decidiu segurar de mais em vez de abrir para o Luiz Adriano deles, no lado direito. Talvez o problema foi que na esquerda nesse lance não havia um Gabiru. Pouco tempo depois o Manchester finalmente fez o seu e assim acabou 1 a 0. Agora o Manchester conhece essa taça que nos já temos a dois anos. Uma pena não termos chance de conquistá-la em 2009. Que baita mancada nossa em deixar escapar a libertadores.

E pensar que tem gente que acha que o clube não precisa oposição pois está tudo otimo. Vale repetir, não conseguimos nosso objetivo principal em 2008 que era de pegar uma vaga na Libertadores em 2009. Que isso sirva de lição em 2009.

Como será o Futuro do Inter?

Deixo vocês com um video dos anos 80 de uma bandinha pouco conhecida mas que sempre gostei muito. Esse o unico sucesso deles (mas lançaram varios otimos discos "The Future's so Bright I gotta wear shades" (O futuro está tão brilhante que tenho que usar oculos de sol) do Timbuk 3.



PS:

Me da um desgosto ver esse video aboixo de um estadio de apenas 24 anos, construido em 1984 sendo destruido para gastarem cerca de 1 Bilhão de Dollares em um novo. Esse estadio era completamente comberto, um "Dome"...ja no video o dome ja havia sido retirado. Isso está acontecendo em todos os EUA, estadios que no Brasil seriam considerados de primeira qualidade sendo destruidos. Depois ficam perguntando porque o País tá em crise, quando gastam horrores em coisas desnecesarias.



Só na minha Região tem 3 estadios sendo construidos e 3 destruidos. O Giants Stadium construido em 1976 vai ser destruido no fim de ano. O Shea stadium dos Mets (de 1962) vais ser destruido tambem nos proximos meses e o classico Yankke Stadium dos anos 20 que foi renovado em 74 tambem vai cair...esse o estadio mais famoso do País. Bem ao lado de cada um desses existe já um novo quase pronto. Quem paga? O Torcedor que vai pagar ingressos que no Brasil seriam considerados assaltos. So pra teriem uma ideia, estacionar num jogo aqui custa mais que um ingresso no Beira Rio. Um cerveja é mais de 20 Reais. E os babacas pagam.

sábado, dezembro 20, 2008

Oposição

Sempre que um nome novo aparecia, rimasse ele ou nao com o sobrenome, independente de sua bagagem ou ate mesmo da relevancia de sua campanha ou projetos concretos beneficia-se sempre do fato de ser oposicao.

Quando algo nao esta dando certo a campanha e sempre vinculada aos fatos, vale-se criticar as acoes do passado, projetos nao realizados ou ate mesmo julgar imcopetentes os tomadores de decisoes.

Quase sempre os votos da oposicao sao sujeitos a analise, ate porque muitos deles provem da insatisfacao, da descrenca nos comandantes atuais e na esperanca que a mudanca aliada a trabalho a ideias novas possa trazer beneficios posteriores.

Analisando friamente os acontecimentos recentes na historia do nosso clube, comparando-os as duas ultimas decadas observa-se que tambem a continuidade aliada a boa administracao podem em pouco tempo tranformar a cara do clube e torna-lo candidato a toda e qualquer competicao que venha a disputar.

Nao so pelos titulos conquistados e pelo elenco mas tambem pelas projecoes com relacao as remodelacoes do Gigante e adjacencias ja visando a copa de 2014 que nos trara mais visibilidade no cenario mundial seria justo que fosse dado mais tempo aos atuais administradores.

As comemoracoes do centenario pelo que se percebe ja planejadas e todas as acoes visando 2009 como um ano onde sera importante a conquista de titulos ja vinha sendo estudada pela atual diretoria. E ate pelo fato de que o centenario nao seria o mesmo se nao estivesemos nos conquistado tantos titulos recentes foi justo o resultado das eleicoes.

Uma aula de democracia foi mais uma vez dada por uma nacao. Os componenetes da Chapa 3 juntamente com os eleitores nos remetem a algo totalmente novo pois pela primeira vez contaremos nos torcedores de arquibancada com representantes no conselho.

Vejam o quao importante e esta mudanca porque nao esta ela acontecendo pura e simplesmente pelo fato dos resultados de campo nao serem satisfatorios e sim pelo interesse de fazer com que o clube siga pelo caminho a ser tracado e seja exemplo de transparencia.

Me sinto muito bem representado no conselho, sei que hao de acontecer aqui no blog muitas sugestoes e tambem deverao ser levantados muitos assuntos que sao de interesse nosso, dos torcedores que antes pouco tinham a opinar e pelo falta de acesso nada a segerir.

Parabens por serem colorados , pela magnifica iniciativa, pelo tempo dedicado e acima de tudo pela coragem. Sao atos como os seus nos remetem a 100 anos atras,que nos colocam mais uma vez na historia e fazem de nos colorados orgulhosos por ostentar a bandeira de clube do povo.

sexta-feira, dezembro 19, 2008

Comprometidos com o Internacional

Sei que talvez esse assunto já esteja cansando na blogosfera colorada, mas não posso fugir de falar da eleição. A forma audaz como decidimos concorrer sozinhos, as várias dificuldades que surgiam no caminho (desconhecido), o nervosismo de entrar num estúdio de rádio pela primeira vez, o choque de ver a força financeira das outras chapas, as pesquisas que nos encheram de esperança, e finalmente o sopro: “todos passaram”, dito por um cara da comissão eleitoral, minutos antes do anúncio.
Quando decidimos concorrer sozinhos, lá no último “churras-boll” do BV, fiquei orgulhoso e convicto de que eu estava cercado de pessoas sérias. Enfrentaríamos uma disputa com pouquíssimas chances de vitória, mas e daí? Pior que perder, é perder defendendo aquilo que não acreditamos, com nossos nomes ao lado do “malandro” que driblou sua rejeição colocando seu nome nas duas “únicas” chapas.
Tudo era um desafio. Completar a nominata com 165 nomes de sócios aptos a votar, foi o primeiro deles. Mas conseguimos! Entramos no jogo para o Conselho, quando o debate presidencial já era do conhecimento de todos. Então começamos uma peregrinação pelas redações. Fomos no ZH, na Guaíba, no Correio, na Band, na Pampa, dizendo: oi, nós existimos(!), as eleições são distintas, para o Conselho são 3 chapas! 3 chapas! Todos nos trataram muito bem. Uns mais céticos outros dizendo “pena que vocês não têm chances, mas vamos lhes dar muita força nos próximos anos”.
Quando terminamos nossa peregrinação midiática na sexta de noite, na Gaúcha. Fui pra casa pensando. Será que vai dar? Que nada! Eu dizia pra mim mesmo. É muito mais difícil do que tu imagina. E assim chegamos no Beira-Rio, as 7hrs e 30 min de Sábado. Tirei uns pacotes de panfletos do banco de trás do meu carro e, enquanto caminhava em direção ao nosso QG passei ao lado de uma Saveiro lotada de caixas com panfletos da Chapa 1. Um exército de pessoas chegava para distribuir os adesivos e panfletos das outras chapas, enquanto que tínhamos 5 moças para nos ajudar. Ali, até umas 11 horas da manhã eu me sentia feliz pelo que escrevi no texto da última sexta: participar é uma vitória.
Quando as rádios começaram a divulgar 13, 14% para a nossa chapa, tive uma carga de adrenalina: na praia não! Aí foi aquela loucura até as 17 horas, cada eleitor poderia fazer a diferença. Atacamos a fila, eu sentia por cada um que passava e eu não conseguia falar. Sempre tem a margem de erro, vai dar, vai dar! Ao final da votação, como coordenador da Chapa, acompanhei a emissão dos Boletins de Urna e a contagem dos votos em papel. Estava ali na quadra quando um dos integrantes da Comissão Eleitorial, esqueci o nome(perdão), comentou em vós baixa: todos entraram.
Caralho! Não tem como descrever o que senti, mas posso tentar. Olhei o pessoal sentado nas cadeiras, apreensivos, dali também via Fernando Carvalho. Lembrei das crônicas do Manu, Conselheiro! Lembrei da conversa com o Caio e o Alemão num Pub na Nova Iorque, conselheiros(!), o Tiago Vaz e tudo que ele já fez pelo Inter resgatando a história da família Poppe sem pedir nada em troca, conselheiro! O Nelson, cara, o Nelson, Conselheiro... O Everton que sofreu represálias por estar na nossa Chapa, sendo expulso do Consulado de Gravataí que ele tinha muito orgulho em participar. A Diana, glória! Me olhava tentando decifrar o que eu já sabia e que no fundo, todos sabiam. Éramos vencedores, de qualquer jeito. O Dreyer, “Mestre dos Magos”, mas que sempre que pode contribui com muita qualidade, a Elisa, o Fábio Ourique, o Alex, o Pedro, que não entrariam, mas que estavam lá trabalhando pelo grupo, pela equipe.
Quando o Sr. Bonatto começou seu discurso, fiquei pensando o que falar para a imprensa, lembrei de colorados anônimos, sem rosto, sem nome, que estão ali em cada tijolo doado do Beira-Rio, aqueles que abraçamos na hora do gol, aqueles que foram lá e ficaram no sol para apertar o 3. Quem são esses caras da Chapa 3? Uns ninguém, não importa. Também eram assim os Poppe, o Joãozinho Seferim, uns “guris”, ousados, valentes... E lembrei também que eu cresci nos anos 90, o único colorado do grupo de amigos, as festas das quais eu ficava excluído, eles saindo para ir ao jogo e eu, lá, sozinho e colorado... como foi difícil conter as lágrimas. Naquele tempo não havia democracia, mas isso é Inter. E esse sistema de escolha livre dos associados é o que faz com que os dirigentes não se acomodem, estejam sempre comprometidos com resultados, porque sabem que serão julgados por pessoas independentes, que não têm compromissos com grupos políticos, mas com o Internacional. Nós do INTERnet/BV estaremos lá, comprometidos apenas com resultados, com o Inter, nossa paixão.


Voto Prêmio BV

Ultimo dia para votar.

Revelação do ano. Candidatos são jogadores que vieram das categorias de base e estreiaram no time principal nesse ano.

Os vencedores anteriores foram:

2006: Renan (52% dos votos batendo o Pato com 46%)
2007: Sidnei (75% dos votos)

O vencedor será revelado nos proximos dias.



PS:

Novo produto Oficial do Inter. Eu ainda tenho latinhas fechadas da Cerveja do Inter que lançaram a mais de 10 anos!



PSS: A Neve parou de cair. Acho que deu umas 7-8 Inches/polegadas. LiveCam desligada.

quinta-feira, dezembro 18, 2008

O INTER TEM UM NOVO SÓCIO: Eu

Demorou mas acabo de me tornar o mais novo socio do Inter. Agora quem sabe eu ache um jeito de ir a um jogo no Beira Rio, lembrando que meu ultimo jogo Ao Vivo do Inter foi em Yokohama! Mesmo morando em outro País acho que vale a pena para ver se conseguimos fazer do Centenario um grande ano, mesmo sem Libertadores TEMOS que ganhar o Brasileirão (prioridade!!) e ainda pudemos levar a Recopa (mandatorio) e a SulAmericana (que seria otimo). Se sobrar um vaguinha na proxima Libertadores melhor ainda. Agora tambem vou poder votar na proxima eleição do nosso clube (lembrando que voce tem que ser socio ate dia 31 de Dezembro de 2008 pra votar nas proximas eleiçoes). Fiz atraves do site do Inter e espero que tenha dado certo! Não esquecem de me mandar a carteirinha pro meu endereço nos EUA hein e a revista tambem! Tá feito!

EDIT:

Pelo jeito esse topico motivou algumas pessoas a mais a se associarem! Muito bom! Avisa aí pessoal se você se associar antes do dia 31 e faremos uma lista dos novos socios.

Ovos com Bacon



Depois do último e inesquecível sábado, onde as emoções foram ´à milhão`, li tudo e acompanhei Nossas Façanhas Por Toda a Terra, mídia, blogs, orkuts, etc... e só consegui parar de ´tremer` e escrever alguma coisa já na madrugada de 2ª feira e o fiz através de e-mail pro Louis o qual seguem algumas partes:

--------------------------------------------------------------------------------------------
- Olha cara, naqueles intermináveis minutos que antecederam a proclamação dos resultados, olhando para aquele exército de Brancaleone, 30 malucos em um Gigantinho com 500 pessoas, comecei a pensar o motivo de estar ali num sábado concorrendo para um cargo que começou na brincadeira e terminou sério.

Quem são aqueles trintas malucos ali ? Como fui parar ali ? Como para mim começou esta coisa ? Um pentelho de 12 anos de idade que morou aqui por meia dúzia de anos, proporcionou tudo isto, este encontro que redundou numa vitória que talvez mude a história do Internacional e dos clubes de futebol para sempre, pois um bando de moleques, práticamente sem se conhecerem, colocam num time Campeão Mundial VINTE E TRES CONSELHEIROS, NUMA SÓ TACADA, entre os nascidos aqui no BV, computando beatas, corneteiros, bichas, etc... deve dar 1/3 de 23, ou seja, mais de Sete Conselheiros e Meio ...eheheh

Imagina Louis, próxima eleição 80 (ou mais) mil sócios votando pela Internet ? Que loucura, hoje parece loucura, como pareceu em 2006 no início do BV, mas chegamos lá....
Eu que jamais pensava em minha vida me meter em política, muito menos clubística, mas a vida nos oferece surpresas, e confesso estar gostando desta cachaça, certamente tenho um filho mais orgulhoso do pai, e isto não tem preço, te devo esta !

Saí agora (domingo) à noite para jantar e vi no restaurante um moleque com a camisa do Inter, deu vontade de me aproximar e dizer:
- Guri sou conselheiro do nosso Inter !
Mas em quase perfeita sanidade mental, só pensei....rssss

---------------------------------------------------------------------------------------

Um trabalho de verdadeiras formigas que carregaram em muitas vezes o seu pêso nas costas, o Fabio Ourique que apesar de ficar fora da nominata trabalhou um monte (eu que pensei que ele só sabia fazer um churrasquinho meia-boca...ehehe), que nada, o Fabio foi show de bola, é um cara 9,9 , desconto o 0,1 porque ele é PT (ninguém é perfeito....kkkkk).

A Elisa que batalhou todas (meu filho que conhecia ela do orkut me disse: - Pai pensei que ela fosse mais jovem.....rsssss. Respondi, ela tem 18 anos, está se ´fazendo` de veterana.....ehehehe, show Elisa, beijão; os gurus dele do orkut, Emanuel e Emerson (os quietinhos que arrasam nos teclados); o Paolo, que cara maluco e cheio de garra, parecia o Guina, correndo aos 45 min de jogo quando estava 8x1, A Diana, que já estava com 1,50m de altura de tanto, saculejar a bolsinha dos panfletos, o Everton chorão-nervoso mas cheio de tesão, calma guri, guarda a energia pros próximos 04 anos; o Mallet, equilibrado, tranqüilo parecendo que havia treinado na Globo para as entrevistas, o Alemão Milano cheio de ´carisma` pra conversar com a imprensa, é impressionante o A. Milano, conhece todo mundo, só sendo vagabundo com tempo prá isso...eheheh.

O Alex que não ´guentou` os 05 min anteriores à proclamação, levantou e começou a puxar os cabelos de tão nervoso, pensei que ia ficar careca como o Rodrigol, que por sua vez atacava os ´bandidos` ali no nosso miserável, porém , peleador e honrado quiosque, ladeado pelo nosso porta-estandarte Gonça (o número 1 da nominata dos novos conselheiros) também cativando a massa.

O Furasté que trabalhou um monte em Caxias e chegou 30 min depois da festa, o Adir (com mordomia de conselheiro teve até tratamento de pele, ministrado pela Elisa ) os irmãos De Santi (Caio e Alex), show de bola, o Alemão Dreyer, o Daniel ChioAbellli, o Éber quieto mas muito atento, o Fabrício Berto ocupando todos os espaços...eheh.

Outros tantos anônimos que ontem estiveram pelo BR, meu filho Otávio que aprendeu ´in loco` o que significa Yes We Can, lição inesquecível prá ele que está começando a vida (e já me disse: - Vou ser conselheiro aos dezoito anos....rssss), certamente ele conseguiu uns votinhos para a chapa3, assim como o amigo dele o V. Gordo, que certamente vai dar o que falar, eu conheço o ´sangue` dele, tem a comunicação na veia !

Lembro que há tempos atrás surgiu aqui no BV um post bastante popular que falava do pessoal do BV assumir o Inter, o Louis presidente, a Diana – diretora de futebol, eu de treinador e assim por diante, foi bastante divertido na época, mas caras, não é que estamos a caminho ? Li estes dias que a Consciência cria a Realidade.

Estava no jogo da final contra o Estudiantes-Arg comentando com o Otávio, que quando ele começou a freqüentar a social comigo, éramos só nós 02, não conhecíamos ninguém, mas hoje quando olhamos para o lado, sempre enxergamos algum conhecido do BV. Então além de nos sentirmos em casa, hoje no BR ficamos RODEADOS DE AMIGOS, PARECENDO AMIGOS DE HÁ MUITO TEMPO, mas como disse Einstein tudo é muito relativo, então é a pura verdade SOMOS AMIGOS HÁ MUITO TEMPO E NADA VAI NOS SEPARAR...

---------------------------------------------------------------------------------------
Momento Auto-Ajuda (Mode ON)

Quando tomamos nosso café da manhã e temos na mesa ovos com bacon, duas constatações se fazem necessárias:
1 – A galinha está envolvida no café da manhã.
2 – O porco está comprometido.

Ééééé.....pessoal, estávamos até sábado, alegremente envolvidos com o Inter aqui no BV, AV, VVI, comunidades, etc...AGORA ESTAMOS COMPROMETIDOS. Queiram ou não, nossas testas estão carimbadas com o logo do Inter, a partir de agora, teremos culpa dos fracassos (principalmente), se um goleiro levar um frango, vamos ser cobrados no nosso prédio, corneteados pelos adversários, etc...se ganharmos, foram os jogadores e não fizemos nada mais que a obrigação. As cobranças vão ser grandes, querem um exemplo, meu filho foi 2ª feira na escola (provas finais) com a ´grifada` camiseta da Chapa 3, lá já tem uns 400 alunos sabedores que seu pai é conselheiro, imaginem o que poderá representar para ele uma gestão constrangedora de nossa parte, parentes, etc...ou seja estamos f...(comprometidos).

Mas o velhinho lá em cima sabe o que faz , colocou-nos um ´problema` (gostoso, é óbvio), certamente é porque temos todas as ferramentas e capacidades de bem resolvê-lo, e bem o faremos.

Com minha memória de engenheiro, naqueles 30 minutos, lembrei de praticamente todos os mais freqüentes aqui no BV, os de muito longe (Tiago – Canadá ), beatos, desafetos virtuais, porém irmãos de coração vermelho, irmãos corneteiros (Col e CJR), etc...
Em relação aos Conselheiros da Chapa 3, podem ficar tranqüilos, se algum sair da linha, vou ´Cornetear Com Dureza, Sem Perder A Ternura`

Nosso compromisso é com os quase DOIS MILHÕES E TREZENTOS MIL ACESSOS AQUI NO BV, não é mole...imaginem o CJR me corneteando em Caps-Lock ! Deus-me-livre, agora eu sou Conselheiro, porra !

A Metáfora dos Ovos com Bacon, também se aplica no mercado de trabalho e principalmente nos relacionamentos pessoais como o casamento, então pense nisso... Você está envolvido ou comprometido com alguém ? Se tiver apenas envolvido, que o seu (sua) parceiro (a) não leia este post.....rssss !

Desculpem-me o textão, é que estava ´engasgado` de emoção !

quarta-feira, dezembro 17, 2008

Feliz 2 anos!

Primeiro dia de neve por aqui e a suki manda um feliz aniversario do mundial a todos os colorados! A Suki por sinal nasceu 2 semanas antes do mundial! cachorro campeao do mundo! Enviado via celular

PRÊMIO BV 2008: Parte 3 (Revelação do Ano)

Vamos a proxima categoria do Prêmio BV 2008.

Revelação do ano. Candidatos são jogadores que vieram das categorias de base e estreiaram no time principal nesse ano.

Os vencedores anteriores foram:

2006: Renan (52% dos votos batendo o Pato com 46%)
2007: Sidnei (75% dos votos)

O vencedor será revelado nos proximos dias.



PRÊMIO BV 2008: Parte 2

E O vencedor da Categoria CONTRATAÇÃO DO ANO no Prêmio BV 2008 foi como esperado:

D'Alessandro com 403 Votos ou 90.56% dos votos

Em segundo tivemos Alvaro com 6.29% e em Terceiro Lauro com 3.15% dos votos. Bolivar não recebeu um voto se quer.

Em 2007 o Vencedor foi Guinazu com 65% dos Votos.




ESCUDOS 2


UPDATE:

O Mark mandou mais uns escudos baseados nas opiniões até agora dada. Deixe suas opiniões.

PS:

Essa sugestão veio do Daniel Costa por email:



2 ANOS DEPOIS: Soy Loco Por Ti Mundo (Legendado)

Vai no ar hoje dia 17 de Dezembro aqui na tela do BV a integra do Soy Loco Por Ti Mundo com comentarios extras com detalhes do filme legendados na tela.



terça-feira, dezembro 16, 2008

ESCUDO PARA O CENTENÁRIO


Deixem suas opiniões sobre como você acha que o Escudo no centenario deveria ser. Esses foram feitos pelo Professor Mark que fez varios Banners para o Blog Vermelho. Ele acredita que 1909-2009 é mandatorio para o centenario e acha que a Reebok não deveria substituir SPORT CLUB por apenas SC. Deixe suas sugestões e Mark irá ajustando o seu design para se adaptar a opinião da maioria. Click na imagem para ver os escudos em mais detalhes.

O Gol Impessoal

Era uma vez um grupo de jovens que queria jogar futebol. Não eram pessoas conhecidas, não detinham grandes posses nem possuíam sobrenomes importantes. Eram vindos de diferentes lugares, tinham diferentes etnias e, provavelmente, diferentes credos também. Nada disso importava. Eles só queriam jogar bola.

Mas há cem anos, só querer jogar não bastava. Um “Zé Ninguém” não era aceito em determinadas associações, em certos clubes. Primeiro, era preciso fazer seu nome. Não jogando bola, mas perante a aristocracia provinciana do início do século XX.

Só que aquele grupo de jovens continuava querendo jogar bola e, já que não tinham nomes, já que não eram aceitos, resolveram fundar o seu próprio clube, fazer o seu próprio time. Surgia um clube popular, um clube plural, um clube impessoal. Surgia o Internacional!

No início, apanharam em campo, apanharam na bola! Mas como por estes pagos é preciso ter virtude, suas derrotas lhes dava ainda mais força, ainda mais vontade de seguir, de continuar jogando. Até que um dia, venceram a primeira. Mas não era o bastante.

Mas quem não nasce em berço de ouro dificilmente é reconhecido por quem lhe discrimina por sua origem. Ainda na primeira metade do século passado, mesmo superiores em campo, superiores na bola, colorados continuavam sendo discriminados. Então não só pela origem de seus fundadores, mas pela identificação com uma classe social menos privilegiada e, é claro, pela cor da pele de seus jogadores e aficionados. Qual colorado nunca ouviu algum insulto de conotação preconceituosa relacionado a essa identificação?

Contudo, a virtude também está em não guardar rancor de quem nos menospreza, de quem nos subestima. Não quero ser melhor, não quero ser maior, só quero ser eu mesmo, saber quem sou e ter orgulho disso!

Negro, branco, índio ou amarelo. Mulato, mameluco, cafuzo ou sarará. Cristão, muçulmano, budista ou judeu, sei lá eu. Deus que me perdoe, mas até ateu. Comunista, capitalista, socialista ou liberal. Revolucionário, oficialista, marxista ou liberal. Tanto faz. Sentados à beira do Guaíba, são todos iguais, torcendo para o alvi-rubro internacional.

Eis que, diante de tamanha diversidade, diante da quase impossível tarefa de se personificar o colorado na imagem de um único ser humano, surge, lá pela metade do segundo tempo do jogo mais importante da história do clube, aquele encarnaria como poucos o sentido tão amplo e profundo daquilo que, ao longo desses quase cem anos, significa ser colorado.

Adriano, nome de imperador! Mas no Inter, isso não faria o menor sentido. Nosso Adriano é Gabiru, um rato que vive no lixo! Um apelido pejorativo que lhe foi dado no início da carreira, por ser alguém que nasceu na adversidade, vindo de longe, sem um nome importante, muito menos posses que lhe conferissem algum título. Pois foi esse homem renegado, desacreditado, o autor do gol mais importante da história do Sport Club Internacional. E a história não poderia ter sido mais perfeita.

Porque o gol da conquista mais importante da história do Clube do Povo do Rio Grande do Sul, do time dos rejeitados, do time dos discriminados, do time dos subjugados, não poderia ser personificado na imagem de alguém previamente festejado, amado e idolatrado como se fosse um deus grego.

O gol do título mundial do Inter tinha que pertencer ao clube, à sua história, à sua gênese, a todos os colorados, desde o primeiro até o que acaba de nascer em algum canto deste planeta.

O gol do Gabiru é o gol mais colorado da vida do Sport Club Internacional. É o gol do Inter na sua mais pura essência, na sua mais perfeita definição. É o gol de todos, é o gol do povo, é o gol que não pode pertencer a um só. É o gol impessoal!

Amanhã, esse gol completará dois anos. Pois é assim que eu me recordo dele, e é assim, que dele me lembrarei, pelo resto da minha vida! Gol do Gabiru, o gol de todos os colorados!




segunda-feira, dezembro 15, 2008

O voto de Uruguaiana

Tenho meus textos gravados no computador por dia, mês e ano com dois dígitos cada. Quase sempre procuro o último texto que escrevi e salvo como dia vigente. Mas hoje abri o primeiro que encontrei na lista e era 041208. O título, campeão de tudo, mas o melhor veio na primeira frase: foi sofrido, mas vencido.

Apesar de sorrir em frente à tela, diante da curiosa sorte em abrir justamente o arquivo que fala de uma grande vitória, inédita, eu mudaria a frase para: foi batalhado e merecido. Digo isso porque não consigo relacionar com sofrimento todos os dias que vivi junto às coloradas e colorados do “petulante” movimento Internet/bv. Lunáticos cibernéticos.

Guardo em mim outras palavras, intensidade, sonho, ideal. Tenho comigo outras adversidades pelas quais se passa até alcançar o objetivo, esforço, luta, superação. Penso isso porque tenho respeito por todos os meus fracassos, assim como guardo com carinho as conquistas. De longe, da arquibancada do Gigantinho, eu sorri pro Guilherme na ansiedade da recíproca, que veio. Era o prenúncio, mas lutei contra a afobação, queria o legítimo anúncio do que li na expressão que já me é tão familiar.

Eu hoje sei ver no contido Caio quando ele concorda ou discorda. É o criador do movimento BV, que mais tarde se uniu ao INTERnet. Eu sei quando alguma atitude é arriscada, pela reação do Adir. Entendo a Elisa, que é visceral. Vi nos olhos do Fábio a grandeza, diversas vezes. São azuis, que ironia para um colorado, como os olhos do Emanuel, que transmitem a máxima doçura imaginável. A noite das asas vermelhas é um mistério que decifrei no último sábado, o autor é o próprio anjo personificado. As asas, que não são de morcego, abriram nosso caminho em plena luz do dia.

Há tempos que compreendi a leveza por traz do áspero digitar do Nelson. Foi preciso muito pouco para a unânime simpatia pelo Gonçalves. É preciso mais tempo para controlar a espontaneidade do Everton, pára de chorar! Eu nunca tinha visto o Jesus. Que honra dividir a missão feminina com a Michele. Vai dar problema um movimento com tantos arquitetos, né Rodrigo? E eu olhei nos olhos dos meus conselheiros, Abel, ops! Daniel. É cativante o sorriso aberto do Alexandre II, de Santi. Foi imprescindível a inteligência do I, Ribeiro.

Paolo deu a maior dentro do dia, chamou todos para abordar na fila, nós mesmos, ali, mostrando a alternativa possível. Sim, nós podemos. Meu telefone liga sozinho pro Alemão, não estranha se amanhã ou depois eu te ligar. “Alô. Alô. E aí? Nada, me acostumei... Ou melhor... Tudo! Que teremos pela frente no Conselho”. Se o Caio é tímido, conheçam o Eber. Nele eu vi a expressão mais emotiva, preço que pagam os donos dessa virtude, a de ouvir mais do que falar. Tem mais gente que não sei o nome, de quem obtive o sincero abraço. Outros, que só sei por nome e talvez tenham me dado esse mesmo abraço. Tem ainda os que apoiaram com afinco, amigos deste e outros espaços, sintam-se guiñazumente homenageados, vocês são “du caralho”.

Do sorriso ao sorriso, o primeiro, reconheci no Guilherme na iminência do grande feito. O último, que revejo repetidamente, veio do Tiago, na mesa onde derrubamos a segunda barreira do dia, mais prazerosa que cláusula de votos, o caminhão de cervejas pra comemorar tamanha façanha, que não sirva de modelo a toda terra.

Falo das cervejas.

Sei o que representa descrever aqui a imagem que tenho de cada um que acreditou nessa campanha de dois mil reais e um “não tem preço” de paixão pelo Inter. Significa que foi real, honesto, que somos o saci, com três de Figueroa. Tá no rosto do Ricardo que um dia rogou à Santa pelo colorado e foi da arquibancada ao Conselho. Meu irmão, meu herói, que juntamente com o nobre novo conselheiro Roberto, batalhou em Santa Cruz, terrinha minha, vinte e três votos. Passamos o mínimo que era máximo por vinte e quatro. Mas, diante da imbatível sintonia, o que me intriga é, quem sabe, o derradeiro voto. Entendo que talvez ele se omita, por aquele velho receio, a numerologia da masculinidade. Então aviso que para mim, vinte quatro é engradado de Polar. Mas pode ser ela, que grata surpresa eu teria. Preciso saber.


Quem foi nosso único voto de Uruguaiana?

domingo, dezembro 14, 2008

I HAVE A DREAM

Ontem aconteceu a história, no dia 13/12/2008 entramos no conselho deliberativo do Internacional. Não, meu nome não está na nominata mas mesmo assim estarei lá dentro pelo nome de Gonçalves, Luiz (Alemão), Alexandre, Nelson, Diana, Mallet e tantos outros guerreiros que lutaram e venceram a maior eleição de um time de futebol no Brasil.

Confesso que ontem me emocionei quando saiu o resultado do pleito, saber que fiz parte desse processo, desse momento iluminado da história colorada, me emocionei novamente ao ouvir as palavras de Vitório enaltecendo a Chapa 3 e dessa vez ele até sabia o nosso nome: INTERnet/BV

Participei da campanha angariando alguns votos no Vale do Sinos e sei o quanto cada um trabalhou para que essa hora chegasse. A estratégia "formiguinha" foi montada a partir da necessidade e da vontade de cada um cumprir seu objetivo.

Agora peço aos nobres conselheiros que apenas honrem a cadeira que irão sentar e saibam o tamanho da responsabilidade que vocês vão ter.

Um grande abraço;

Guilherme Arruda - Campo Bom



PS:

(escrito por Louis)
Guilherme desculpa entrar no teu topico, mas para não topar seu topico com um topico novo vou adicionar esse audio que captei agora do Piffero e do nosso Mallet falando logo apos a vitoria de ontem:



PSS:

VIDEO DA COMEMORAÇÃO!



sábado, dezembro 13, 2008

HISTÓRIA FEITA!!! (Audio)

INCRIVEL!!

O Blog Vermelho agora tem 3 conselheiros dentro do Inter! (Diana, Mallet e Nelson)

A luta dessa gurizada da Chapa 3 INTERnetBV foi incrivel! Só no fato de ter BV no nome já me deixa emocionado! Mal dá para acreditar. Mas vocês batalharam um monte e merecem! Parabens a todos vocês que lutaram por isso!

Se minhas contas estão certas 5 dos 23 novos conselheiros escrevem ou escreviam no Blog Vermelho. Essa sempre foi a ideia do BV...DO IT YOURSELF....Faça você mesmo!! Agora não so com Livros e Filmes mas com Politica tambem!!

Agora que temos 23 conselheiros dentro do Beira Rio vamos ao trabalho!!! Como membro "honorario" tenho algumas demandas!

1- Estacionamento de verdade Já!
2- Descubram o Misterio do Caso Chiquinho!
3- Quem é o dono do passe do ALEX?
4- Que o Site do Inter finalmente reconheça a existencia do Blog Vermelho!

Meia-Brincadeiras a parte vocês tão de parabens. Isso é democracia!! YES WE CAN!!! Mas lembram de serem humildes e não deixar o poder subir a cabeça. Amanhã outros estreantes vão querer entrar no conselho e não os olhem como "de fora", ele(a)s serão tão colorados como vocês eram ontem e são hoje.

PS:
Pô Nelson tu agora é conselheiro se classificando na Zona de Rebaixamento (penultima vaga!) !??? QUE ISSO!!! E O NELSON tu ta um passo mais perto ao cargo de tecnico do Inter!! Já pensou...Run Alex Run!!! Kkkkkkk

PSS:

Pessoal postem lá no Blog do Juca Kfouri , Ledio Carmona e outros Blogs sobre o feito da galera do INTERnetBV. Acho que a midia de lá deveria saber e escrever sobre o feito que agora Blogs e Foruns na Internet vão alem de ser apenas lugares para reclamar. Agora da para reclamar e FAZER.

PSSS:

AUDIO DA VITORIA:




O Clube é do Povo

Incrível. Inacreditável. Inimaginável. Quando alguém em sã consciência reuniria 165 ilustres desconhecidos, que assistem aos jogos no Beira-Rio sentados no concreto, que pisam no barro no estacionamento, ou até mesmo, que vai de ônibus para o Gigante e os colocaria no Conselho Deliberativo de um Clube de futebol? Somente quando esses malucos, fossem realmente apaixonados, tivessem a total disposição de ajudar o seu time e unissem forças para fazer história. O dia 13 de dezembro passa a ser uma das datas mais importantes do Sport Club Internacional.

É o dia em que ele volta a ser o Clube do Povo no sentido literal da palavra. Somos a representação dos irmãos Poppe no século XXI. Somos os verdadeiros representantes da torcida do Inter, que se quer sabe onde ficam os camarotes do estádio. Representamos a vitória da democracia e a paixão pelo grandioso Colorado dos Pampas.

Desculpem o sentimentalismo, mas estou realmente emocionado e orgulhoso com o papel da Chapa 3 nas eleições de hoje. Parabéns a todos eleitos (citados abaixo), viva a democracia e salvem o Clube do Povo do Rio Grande do Sul.

1 - Guilherme Dos Reis Mallet
2 - Alexandre Pedrini Ribeiro
3 - Everton Isoppo Da Rocha
4 - Diana Raquel De Oliveira
5 - Luiz Caldas Milano Junior
6 - "Alemão" Vitor Hugo Schwengber
7 - Caio Rodrigues De Santi
8 - Eber Amaral Prado
9 - Rodrigo Maciel
10 - Juliano Granzotto Gewehr
11 - Emanuel Ferreira Neves
12 - Tiago Andres Vaz
13 - Paolo Vittorio Marramarco
14 - Michele Alessandra Krummenauer
15 - Adalberto Penteado Goncalves
16 - Emerson Barbiero Hernandez
17 - Fabricio De Oliveira Berto
18 - Gustavo Gomes Hoff
19 - Leonardo Luis Cardoso
20 - Andreas Reetz Muller
21 - Roberto Brixius Leandro
22 - Nelson Baron
23 - Gilberto Zechlinski Junior

P.S. Pessoal. Hoje é dia de festa, mas se preparem: a cobrança por aqui será grande. Vocês vão nos representar e podem ter certeza que cobraremos muito de vocês. Eu realmente me sinto no CD a partir de hoje porque teremos um canal direto de comunicação. Serão quatro anos de muito trabalho em nome do Inter e eu tenho certeza que vocês farão bonito.

Greve no BV




Estamos de greve hoje lutando por melhores Conselheiros Colorados !

Fomos votar na Chapa 3....



sexta-feira, dezembro 12, 2008

Diana e Mallet na Gaúcha

Captei o audio da entrevista com Diana e Mallet no programa do Pedro Ernesto.

Chapa 1 para Presidente
Chapa 3 para conselho!

PS: Segunda Feira começa a votação para os Melhores do Ano aqui no Blog Vermelho não deixem de participar.

PSS: Dia 17 em comemoração aos 2 anos do Mundial uma atração especial aqui no BV. O nosso filme Soy Loco Por To Mundo com comentarios extras legendados no video para dar detalhes extras daquilo que aparece em cada cena. Não percam!





Campeões de Democracia

Conversamos e debatemos sobre o Inter diariamente aqui no Blog, da mesma forma que outros tantos colorados também fazem o mesmo em outros blogs, sites, fóruns e comunidades dedicadas ao Internacional. Para nós, freqüentadores assíduos desses espaços, conversar sobre o Internacional é um prazer, consciêntes que somos da importância de uma boa administração para que tenhamos um time campeão.
Não raro surgem novas idéias e novos projetos para o Internacional que merecem ser valorizados, porque usamos exemplos de sucesso de clubes do Mundo todo e repudiamos comparações cômodas com os clubes brasileiros, muitos dos quais decadentes e atrasados.
Queremos renovar o Conselho do Inter de acordo com aquilo que está no Estatuto do Movimento INTERnet/BV para composição da nominata: a meritocracia. O Internacional não é brincadeira e só quem efetivamente trabalha por ele deve estar no Conselho Deliberativo. Tenho muito orgulho em saber que reunimos no Movimento INTERnet/BV colorados que estão dispostos a lutar por idéias e não apenas por vagas no Conselho para posteriormente ser seguidores de líderes. Encaramos a função de Conselheiro como um trabalho pelos torcedores colorados e não apenas um "título de nobreza" para quem pretende ser mais importante que o torcedor comum.
Independentemente do resultado de amanhã, jamais seremos massa de manobra, estaremos sempre fiscalizando e cobrando RESULTADOS. Sempre bem informados, participando e zelando pelo Clube que é meu, teu e de todos que estão ao nosso lado na arquibancada, anônimos e paixonados. Deixo aqui uma bela frase do grande colorado Daniel Chiodelli: "Amanhã, encarnaremos o mais puro e verdadeiro ideal colorado. Só por isso, já somos vencedores!”.
(Desenho: Marcelo Lopes)
Todos nós, colorados e coloradas, somos Campeões de Tudo no Futebol. Amanhã também seremos Campeões na Democracia. Não tenho dúvida, nós podemos!
Para o Conselho, vote na CHAPA 3.

-----------------------
Estão juntos nessa luta:



Prêmio Blog Vermelho 2008: Parte 1

A Primeira categoria do Premio BV 2008 não precisamos nem votar pois já votamos o ano inteiro atraves do BLOG SCORE que foi criado pelo Rodrigo Araujo e o Nelson do BV. Essa é a primeira vez que usamos o Blog Score no Prêmio BV. Essa categoria será chamada de MELHOR JOGADOR DO ANO via Blog Score. Depois teremos MELHOR JOGADOR DO ANO via voto direto que é como sempre fazemos aqui.

Então vamos as regras dessa categoria. Os votos já foram feitos o ano inteiro atraves do Blog score mas nem todos os jogadores qualificam para vencer. Para vencer o jogador tem que ter disputado no minimo Metade do numero de jogos disputado pelo jogador que mais jogou. Por exemplo esse ano quem mais jogou foi o Marcão com 57 Partidas, então para poder ser candidato a esse prêmio o jogador tem que ter jogado no minimo 28.5 (para simplificar 28) vezes. Quem não jogou 28 vezes no ano não pode ganhar. Isso normalmente elimina jogadores recem chegados.

Então vamos aos vencedores na Categoria Blog Score.

O Melhor Jogador do ano na categoria Blog Score é:
GUINAZU com uma media de 7.26 por jogo em 50 partidas.

O segundo melhor jogador do ano na Categoria Blog Score é:
ALEX com uma media de 7.04 por jogo em 47 Partidas.

O terceiro colocado é:
INDIO com 6.83 em 49 Partidas.

Em Quarto:
Nilmar com 6.61 em 44 Partidas

e em Quinto:
Magrão com 6.11 em 47 Partidas.

Resultados Completos com todos os jogadores:






PS:

E o Alex para o terror do Trio Corneta do Blog (por sinal onde andas CJR??) alem de bom no gramado acertou todos na Prova dos 7 da Globo! VEJA

FELIZ ANIVERSÁRIO JOE!!


Um grande abraço ao meu Pai que completa mais um ano hoje! Sem ele acho que eu correria risco de não seria Colorado! Bah, nem pensar!! Obrigado por tudo e muitos anos de saúde!



quinta-feira, dezembro 11, 2008

NA RADIO GUAIBA as 17HRS (Gravação aqui!)

A nossa dupla dinâmica, Diana (Segundas e Quintas) e Mallet (Sextas), estará no programa Repórter Esportivo, do Luiz Carlos Reche, na Rádio Guaíba, HOJE, A PARTIR DAS 17H.

Rádio Guaíba AM 720
www.radioguaiba.com.br

Informações vindas do Gonçalves.

PS:

Gravei a entrevista, aí esta por completo:


E outra Entrevista com eles AQUI

É hora de renovar

A vida é feita de ciclos, e mais um está terminando nesse 2008.

Estão sendo renovadas 150 vagas no Conselho Deliberativo (CD) do nosso Sport Club Internacional. E nessa eleição temos a chance de fazer algo mais do que votar: precisamos votar com consciência.

Nós, do Movimento INTERnet/BV e integrantes da Chapa 3, propomos a renovação de integrantes do Conselho e não uma renovação de mandatos, apenas. Como ocorre dentro de campo, o Conselho precisa mesclar a experiência dos mais velhos com as idéias novas dos mais jovens. 56% dos sócios aptos a votar têm entre 16 e 40 anos, no entanto, são raros os conselheiros nesta faixa etária. Sem renovação não há continuidade.

Além da faixa etária, percebemos também que não há conselheiros representantes da arquibancada. A maioria está nos camarotes ou assistindo ao jogos pelo pay-per-view. Você já encontrou algum conselheiro na arquibancada do Beira Rio?

O que queremos é que você, sócio colorado que irá votar no dia 13, pense nisso. E é aí que entra a Chapa 3, reivindicando o espaço do torcedor no Conselho. A nossa chapa é formada de pessoas jovens, tal qual você, que cansaram de somente "reclamar" dos erros e "aplaudir" os acertos das pessoas que fazem parte da história do Sport Club Internacional. Resolvemos nós fazermos parte dessa história também.

Se é possível? Sim, nós podemos! Pois o nosso Movimento possui profissionais nas mais diversas áreas existentes e com capacitação para agregar ao nosso Inter, fazendo-o ainda maior e melhor. E não podemos esquecer que as pessoas passam, o Clube fica. Ninguém é maior do que o nosso Inter e é com essa certeza de trabalharmos em prol do Inter, com critérios definidos em nosso estatuto, como o da impessoalidade, por exemplo, é que sabemos aonde queremos chegar.

Temos a certeza de que com essa renovação, uma nova era no centenário do nosso Clube nascerá, e para isso é muito importante a participação daqueles que lutam por um bem comum: o bem do Sport Club Internacional. Estaremos mudando a história e começando a fazer parte dela, da arquibancada ao Conselho.

E, se você está disposto a apoiar esta causa, venha conosco.

Estamos te esperando para mudarmos juntos a história colorada. O presente diz tudo, é hora de renovar.

E VAI COMEÇAR O MUNDIAL

Hoje começa o Mundial Fifa 2008. No Fox Soccer Channel nesse momento ta passando nos EUA especiais de meia hora de cada torneio desde que virou Copa DO MUndo da Fifa. Peguei a do Inter so nos ultimos 10 minutos, em tempo pra ver a Final e a entrega da Taça. Depois vi por completo o de 2007 quando o Boca tomou de 4 do Milan, so valorizando mais ainda a conquista do Inter.

Esse ano a coisa parece bem definida. Manchester United contra LDU, Pachuca e bem pelas beiradas o Al Ahly que tem a vantagem de já ter jogado no torneio outras 2 vezes. Mas como time Inglês sempre pode amarelar eu não duvido que podemos ter uma verdadeira zebra esse ano. Eu até levo mais fé no Pachuca do que na LDU. Por sinal notaram que esse torneio tem 3 Filhos do Inter(Pachuca, LDU e Al Ahly)?

O primeiro jogo de interesse mesmo sera Al Ahly contra Pachuca. Não sei a situação desses times hoje mas Mexicano no Japão tambem custuma Amarelar (lembram do America em 2006). Acredito que o Al Ahly possa vencer mas se o Pachuca ganhar acredito que o Pachuca passe pela LDU. No outro lado o GAMBA Osaka do Japão provavelmente pega o ManU na semi e deve dar o obvio, ManU.

A Final então deve apresentar ManU contra Pachuca mas na verdade acho que Al Ahly e LDU tem chances identicas de chegar até o fim.

PS:

Dia 17 aqui no Blog espero ter algo especial para todos...não deixam de conferir dia 17, aqui no Blog Vermelho!

quarta-feira, dezembro 10, 2008

test do celular - video



teste do celular

celular 2

direto do celular teste minha guitarra

____________________

Agora sim. Consegui mandar uma foto do meu novo celular com texto direto ao Blog Vermelho e publicado na hora. Se eu tivesse em Porto Alegre daria pra mandar fotos em tempo real do Beira Rio para o Blog...sensacional!

Mesmo assim vai ser legal pois vou poder mandar mensagens/fotos a qualquer momento de qualquer lugar, no trabalho, em viagens etc... Em Janeiro vou a Miami encontrar um velho amigo Colorado de Porto Alegre que vai passar umas ferias lá e com certeza estarei mandando imagens de lá.

Bola de Prata

Após mais um final de campeonato brasileiro, ocorrem as mais diversas premiações para os melhores jogadores do campeonato.

A mais tradicional destas premiações é a Bola de Prata da revista Placar, que surgiu no lançamento da publicação, em 1970, antes mesmo do primeiro campeonato brasileiro oficial. Naquele ano, foram premiados os melhores jogadores do Robertão.

Para serem premiados, os jogadores recebem notas ao longo do campeonato, em cada partida que atuam, e precisam entrar em campo um número mínimo de vezes (nesta temporada, pelo menos 16 partidas). Fora isso, seu regulamento pouco mudou. As principais modificações foram a premiação do atleta de maior média com a Bola de Ouro, a partir de 1973, passando uma Bola de Prata para o artilheiro do campeonato.

O Internacional, até a pouco tempo, era o clube mais premiado da Bola de Prata, mas perdeu a posição para o São Paulo, que vem ampliando a vantagem.

Os colorados premiados ao longo da história foram:
1972 Figueroa (1)
1974 Figueroa e Lula
1975 Figueroa, Falcão, Carpegiani e Flávio (artilheiro)
1976 Manga, Figueroa (Bola de Ouro), Valdomiro, Lula e Dario (artilheiro) (2)
1978 Caçapava e Falcão (Bola de Ouro)
1979 Mauro Galvão e Falcão (Bola de Ouro) (3)
1980 Batista e Mário Sérgio
1981 Benítez e Mário Sérgio
1985 Mauro Galvão, Luís Carlos Winck e Rúben Paz
1987 Taffarel, Aloísio, Luís Carlos Winck e Norberto
1988 Taffarel (Bola de Ouro), Aguirregaray e Nílson (seleção e artilheiro)
1990 Luís Fernando
1991 Márcio Santos
1995 Gamarra
1996 Gamarra
1997 Fernando
2000 Lúcio
2005 Rafael Sobis
2006 Índio e Fernandão
2008 Nilmar

(1) Figueroa teve a maior média do campeonato, e teria ganho a Bola de Ouro, caso já existisse a premiação.
(2) Falcão teve a maior média do campeonato, mas jogou uma partida a menos que o mínimo exigido pela revista.
(3) Falcão teve a maior média da história da premiação: 9,2.

Para comparação, os jogadores que venceram o prêmio Bola de Ouro:
1973 Cejas (Santos) e Ancheta (Grêmio)
1974 Zico (Flamengo)
1975 Valdir Peres (São Paulo)
1976 Figueroa (Internacional)
1977 Toninho Cerezo (Atlético MG)
1978 Falcão (Internacional)
1979 Falcão (Internacional)
1980 Toninho Cerezo (Atlético MG)
1981 Paulo Isidoro (Grêmio)
1982 Zico (Flamengo)
1983 Roberto Costa (Atlético PR)
1984 Roberto Costa (Vasco)
1985 Marinho (Bangu)
1986 Careca (São Paulo)
1987 Renato Gaúcho (Flamengo)
1988 Taffarel (Internacional)
1989 Ricardo Rocha (São Paulo)
1990 César Sampaio (Santos)
1991 Mauro Silva (Bragantino)
1992 Júnior (Flamengo)
1993 César Sampaio (Palmeiras)
1994 Amoroso (Guarani)
1995 Giovanni (Santos)
1996 Djalminha (Palmeiras)
1997 Edmundo (Vasco)
1998 Edílson (Corinthians)
1999 Marcelinho (Corinthians)
2000 Romário (Vasco)
2001 Alex Mineiro (Atlético PR)
2002 Kaká (São Paulo)
2003 Alex (Cruzeiro)
2004 Robinho (Santos)
2005 Tevez (Corinthians)
2006 Lucas (Grêmio)
2007 Thiago Neves (Fluminense)
2008 Rogério Ceni (São Paulo)

Vem aí...

- Pessoal eu não esqueci das estatisticas ofensivas que custumo postar aqui mas deixei de fazer a uns meses. Tenho todos os dados, só preciso juntar tudo e depois coloco aqui.

- Agora que o Ano acabou tambem teremos a terceira edição dos Melhores do BV onde você vota nos melhores jogadores do Inter no ano e outras enquetes.

- Tambem teremos o retorno das votações do Hall da Fama do BV e quem sabe outras novidades. Tudo para passar o tempo até a bola rolar novamente!

PS:

Finalmente fiz um upgrade no meu celular. Recebi o novo hoje e acho que vou poder Blog agora de lugares remotos atraves de email no celular. Melhor ainda se eu puder mandar texto e foto de onde eu estiver direto para o Blog. Veremos...

Rankings

Todo ranking é subjetivo e nenhum é definitivo. Tendo isso em mente, é praticamente impossível classificar e qualificar de maneira PRECISA a grandeza de um clube no que se refere às suas conquistas.

Cada clube, torcida ou jornalista pode elaborar com base na subjetividade um ranking cujos critérios favoreça sua equipe, e assim os mais diversos resultados são obtidos.

O ranking da CBF, por exemplo, de peso considerável se for levado em conta que se trata da entidade reguladora do futebol brasileiro, é cheio de leviandades. Peso dado a competições de maneira incoerente e descriteriosa tecnicamente resulta em uma classificação que premia a supremacia na copa do Brasil (hoje um torneio diminuído em peso técnico, devido a ausência dos clubes que disputam a libertadores) em detrimento do campeonato brasileiro, isso entre outros disparates.

Segundo a CBF, as dez primeiras posições ficam assim:

1.Grêmio 1.978 pontos
2.Corinthians 1.938 pontos
3.Vasco 1.928 pontos
4.Flamengo 1.918 pontos
5.São Paulo 1.879 pontos
6.Atlético-MG 1.868 pontos
7.Palmeiras 1.840 pontos
8.Internacional 1.803 pontos
9.Cruzeiro 1.776 pontos
10.Santos 1.649 pontos

Para quem quer maiores informações, o ranking completo e os critérios adotados podem ser encontrados nos respectivos links.

Há um ótimo artigo na wikipédia que explora as incoerências deste critério, que pode ser acessado aqui.

Um dos rankings que julgo ser mais criterioso, até por se tratar de uma publicação que admiro pela sua seriedade e razoável “imparcialidade” é o da Revista Placar. A Placar atribui pesos diferentes e de maneira mais coerente as mais diferentes competições, o que traz um resultado mais crível à importância das conquistas de cada clube.

A 8ª posição ocupada pelo nosso time é reflexo de duas décadas de ostracismo, os famigerados anos 80 e 90, onde contabilizamos alguns gauchões, uma copa do Brasil e só. Época pra esquecer.

As 11* conquistas obtidas na atual década 5 gauchões (20), 1 libertadores (20), 1 mundial (25) e 1 Sulamericana (10) nos renderam 75 pontos, ficando no mesmo período apenas atrás do São Paulo (112 pontos com 3 brasileiros (45), 1 mundial (25), 1 libertadores (20), 3 paulistas (18), 1 Torneio Rio-São Paulo (4))

Sinceramente, vejo estrutura e perspectivas de títulos pela frente, reflexo do patamar de receita (já são 3 anos entre os clubes com a maior receita anual no futebol brasileiro) e boa administração que alcançamos.

Torço muito que além dos títulos internacionais, voltemos a ter êxito nos torneios nacionais. Nascido em 83, faço parte de um grande número de colorados que não sabe ainda o que é ser campeão brasileiro, e que único feito nesse sentido é uma longínqua copa do Brasil de 92, que já está fazendo quase 20 anos.

Vamo vamo inter! Em busca de mais títulos, mais conquistas, cada vez maior, cada vez mais colorado!

Saudações coloradas

* Inclui as conquistas do Torneio Viña del Mar, Copa Dubai e Recopa que não são contabilizados no ranking por serem considerados torneios não oficiais, e no caso da Recopa, por ser disputado em apenas 2 jogos.

PS: Parabéns a bela iniciativa da chapa 3 e seus integrantes. Como o Daniel brilhantemente abordou o tema ontem e não tenho nada a acrescentar, apenas desejo sucesso e uma enxurrada de votos. Voto este que eu daria com prazer, mas não existem formas de votar aqui do exterior.



terça-feira, dezembro 09, 2008

Sobre Meninos e Lobos

O ano acabou dentro de campo e eu poderia, como tantos no seu cotidiano, em casa, na escola, no trabalho ou no boteco, fazer um balanço dos resultados de campo. Títulos conquistados, títulos perdidos, vagas conquistadas, vagas perdidas, enfim, a contabilidade do período. No entanto, acho que dificilmente eu poderia trazer algo de novo. Mesmo porque, quando se trata de futebol, essas coisas são muito relativas, afinal, aqui por estes pagos, tem gente que prefere ser primeiro da B, que segundo da A. Bueno, devem estar com inveja do Corinthians.

Contudo, hoje escolhi falar sobre o futuro, sobre aquilo que ainda vai ocorrer. Mas, mais que isso, quero falar sobre o futuro que será feito pelos sócios do Inter!

Sabado, mais de 20 mil colorados estarão aptos a escolher se Vitório Píffero ou Cláudio Bier será o Presidente do Inter no biênio 2009/2010. Mas, aqui, como diria o meu finado avô colorado, é páreo corrido. Píffero está longe de ser unanimidade entre a torcida, mas Bier, ao que tudo indica, será mero figurante nesse pleito.

Porém, será na eleição do Conselho, cujo voto é separado do voto para Presidente, onde creio que poderemos ter, sim, uma grande e grata surpresa. Estou falando da Chapa 3!

Enquanto nas outras Chapas, 1 e 2, vejo nomes de políticos conhecidos como Olívio Dutra e Onyx Lorenzoni, sem falar em Luiz Fernando Záchia, este concorrendo pelas duas listas citadas, na Chapa 3 vejo amigos colorados, colegas de blogue, torcedores como eu.

De um lado, lobos da política, que por mais bem intencionados que sejam, só entram em contato comigo em época de eleições, me mandando cartinhas pedindo meu voto para vereador, deputado, prefeito ou governador, como se o simples fato de serem colorados fosse suficiente para ganhar a minha preferência. Talvez até fosse, mas antes eu costumo me perguntar: o que esse sujeito já fez pelo Inter? Bem, com relação a um dos que citei eu sei o que ele fez, e não quero que faça de novo.

É interessante como das 3 chapas concorrentes ao Conselho, a da situação e a da oposição acabam se assemelhando mais entre si que aquela que aparece como a 3ª via, aquela que apresenta candidatos independentes, que pretendem chegar ao Conselho Deliberativo tão-somente para defender os interesses do clube, para participar, ouvir e, de fato, deliberar. Não estarão lá para investir na sua popularidade nem visando a cargos na direção do clube ou para satisfazer a seus caciques políticos. Esses meninos da arquibancada querem o melhor para o Inter, independentemente de interesses outros.

Pois bem, também é isso que eu quero e também é nisso que eu sempre penso, mesmo quando, numa terça-feira qualquer, escrevo aqui alguma coisa singela e pitoresca. Mesmo que seja no intuito de fazer um ou outro colorado refletir, é pensando no melhor para o meu clube que o faço.

Portanto, no próximo Sabado, 13 de dezembro, dois anos após a nossa estréia em Tóquio, quando ganhamos do Al Ahly (que neste ano eu acho que vai para a final da Copa do Mundo de Clubes), estaremos votando para Presidente e para a renovação de metade do Conselho Deliberativo do Inter.

Entre Píffero e Bier, fico com o primeiro. Não pela figura do candidato, mas pelas pessoas que o acompanharão na direção do clube. Mas para o Conselho, para ouvir, deliberar, contrapor e argumentar em favor de todos os colorados, não votarei em Záchia e, portanto, não voto nem na 1 e nem na 2.

Para o Conselho, não quero os velhos lobos da política, seja partidária, seja clubística. Para o Conselho, quero os meninos e meninas que não assistem aos jogos só pela TV, só nos camarotes e suítes, na tribuna de honra e nas cadeiras locadas. Quero conselheiros que têm dificuldades para estacionar seus carros, que enfrentam filas para entrar no estádio, que tomam sol e chuva nas arquibancadas. Quero gente como eu, que sabe as coisas que ainda precisam melhorar porque as constata por experiência própria.

Afinal, se o Inter foi fundado por um grupo de jovens que queria jogar futebol, mas não conseguia acesso aos clubes porque não fazia parte da aristocracia local do início do século passado, creio que nada mais bonito que o resgate dessa história pelos integrantes da Chapa 3, no âmbito das eleições para o Conselho Deliberativo, às vésperas do centenário do Clube!

Parabéns, Chapa 3, por essa bravíssima iniciativa! Boa sorte, meninos!


segunda-feira, dezembro 08, 2008

TE METE COM GAÚCHO!

Dale Simon. Tava na hora de alguem abrir a boca e falar algumas verdades. Só não precisava agradecer a CBF ou quem sabe ele tava sendo ironico?