quarta-feira, outubro 31, 2007

NA BEIRA DO PRECIPÍCIO


Nesse momento o Corinthians está ganhando. O Nautico está ganhando. O Goias está ganhando.

Com isso o SPORT Cai pra ZONA e o Corinthians sobe fora... e o Inter ali encostado em 15 lugar.

Isso é tão inacreditável que eu mal consigo acreditar!! É , o Campeão do Mundo lutando pra não cair. Precisando ganhar do Sport como se tivessimos em 1999 jogando contra o Palmeiras.

O Campeão do Mundo está atras do Figueirense do "craque" Claiton Xavier , atras do Atletico PR do Claiton , atras do Vaxxxco do Perdigão, atras do Flamengo de Souza, atras do Palmeiras do Caio e Rodrigão e dependendo de amanhã podemos até estar atras do Sport do Gabiru. É os restos do Colorado estão melhor que o Campeão Do Mundo.

O que isso diz do que foi feito com o clube esse ano? Se ganharmos do Sport ai todo mundo vai pensar "Agora estamos livres da Segundona" mas era isso que pensamos depois de enterrar o Juventude. É só o Inter jogar fora de casa e é quase 3 pontos fora na certa. Essa novela se não nos cuidarmos só vai acabar na ultima rodada.

EDIT:

Esses aí de cima acabaram tudo perdendo. Boca Santa minha.

Mas haja paciência ver o Flamengo de Joel Santana e Souza em Terceiro lugar no Brasileirão. Jogamos fora o mais facil Brasileirão de todos os tempos. Mas hoje torci por eles, não pelo Inter, mas pra ver o Corinthians cair mesmo.

Alguem tá nos devendo um ano.

SIMULAÇÃO

Brinquedo interesante da Globo onde você simula os resultados das ultimas 5 rodadas e ve quem cai e quem vai.

http://globoesporte.globo.com/ESP/0,,GEN877-4276,00.html

Meu Resultado: Gremio rebaixando o Corinthians na ultima rodada com o Sport escapando em Caxias e o Goias derrotando o Inter pra tambem escapar. O Inter continua irregular e termina em decimo, 5 pontos acima da Zona.

SP 75
GR 66
Santos 65
Pal 64
.
.
Inter 52 (em decimo)
.
.
GOI 49
SPO 49
MSI 48
PRN 38
JUV 36
AME 16

terça-feira, outubro 30, 2007

CASA DE NEGOCIOS


Quando eu era pequeno futebol era algo puro. Eu não pensava na politica interna do clube, nas farras noturnas dos jogadores e dos nabas que incrivelmente ganhavam espaço no time. Falcão, Galvão, Batista, Ruben Paz etc... eram praticamente objetos que só existiam para nossa felicidade. Apos cada jogo eles iam para casa dormir e depois acordar cedo no proximo dia para trabalhar duro para nos dar mais felicidades.

Mas essa inocencia de guri se foi a muito tempo. Hoje pra mim futebol parece ser mais um ambiente tipico de fofoca de escritorio de que um ambiente atletico. O Chefe tem seus preferidos, outros chefes fazem de conta que ta tudo bem e muitas vezes são os bons que pagam o pato. Sem falar nas panelas que se criam entre os empregados que estao lá a mais tempo.

Ao menos aqui nos EUA em varias empresas os Chefes não gostam de deixar as "equipes" intactas por muito tempo por medo de que os empregados se acomodam e por isso se ve muitos empregados trocando de local de trabalho de um escritorio a outro. Tudo para evitar conforto demais, panelas e coisas desse tipo. Mais há uma curiosidade. Enquanto isso é verdade de empresas Americanas, no esporte Americano é o contrario. Times frequentemente ficam com tecniocs derrotados por varios anoas...as vezes decadas! Por exemplo, em 1972 o Miami Dolhins da NFL foi o unico campeao invicto da historia da NFL com um recorde de 17-0. O Tecnico Don Shula virou lenda e continuou como tecnico por mais 25 anos no mesmo time, sem nunca mais ter sido campeão. O Yankees de NYC acaba de demitir o Tecnico Joe Torre depois de 13 anos como tecnico. O Torre foi Campeao ultima vez em 2000 mas sobreviveu mais 7 anos ganhando cerca de 10 Milhoes de Dollars por anos. O Tecnico da Seleção Americana de Futebol Bruce Arena foi tecnico da seleção de 1998 até 2006... e exsitem dezenas de outros exemplos onde tecnicos de esporte Americanos ficam no cargo por muito mas muito tempo.

No Brasil no Esporte é o contrario. Mes passado Mario Sergio foi tecnico do Botafogo por 1 semana e muitas vezes uma ou duas derrotas seguidas já faz com que um tecnico novo passe perigo de perder o cargo. Eu acho que essa pressa de demitir tá errado pois um tecnico precisa de sequencia mas tambem acho que essa paciencia de 10 anos que os americanos tem tambem é demais. Deve existir um meio termo que seja melhor, talvez 1 ou 2 anos de trabalho dependendo do sucesso e talvez mais dependendo da continuidade do sucesso.

Nosso tecnico Abel Braga chegou em 2006, começou mal no Gauchão mas obteve sucesso no resto do ano. Mas diferentemente do esporte Americano onde os clubes so jogam 1 campeonato por ano, no Brasil cada clube joga uma variedade de torneiros por ano. Ou seja o Abel Braga teve varias chances de se recuperar do Gauchão e depois da Libertadores mas cada vez fracassou. Em algum ponto temos que perder a paciencia com os resultados e as subsequentes desculpas.

Tá na cara que tá na hora de limpar a casa.

Quando a gente escuta esse papo de jogadores comuns falarem em chegar em seleções e receberem estatuas você sabe que os Egos são grandes. O Inter foi Campeão Mundial e isso valorizou muitos inclusive o Abel que um dia pode acabar treinando um time Japones por Milhoes por ano. A quem Abel deve isso? Ao jogadores que o deram esse titulo e esses futuros milhoes. Então é claro que Abel vai lutar pelos Alex da Vida, pois foram esses caras que eventualmente vão engordar a conta bancaria do nosso tecnico. Isso não é uma critica ao Abel, é normal. É normal defender seus guerreioros, os caras que te levaram a gloria. Não há nada de errado nisso. MAS aí que entra o trabalha da diretoria. Eles tem que saber quando entrar em ação e acabar com esse clima de panela/amizade/devendo favores. O bem do clube deve vir primeiro.

Então o fim de 2007 é a hora de fazer essas mudanças. O Clube tem que eliminar os proiblemas e ficar com os jogadores que podem render e que podem se adaptar a uma vida Pos-Panela. As vezes o jogador mesmo sendo parte de uma panela pode ser salvo quando a panela é eliminada.

Pra começar, infelizmente acho que a hora do Abel no Inter passou. Não existe mais clima. Business é Business e é hora de mudar algo. Começamos então pelo tecnico. O caso Abel nunca foi explicado, até hoje não sabemos porque ele saiu por 4 meses e ficou em POA e pelo jeito nunca vamos saber certo. Mas agora chegou a hora de ele trocar seu Credito do Mundial num clube da Asia o que certamente vai lhe render milhoes.

Alguns jogadores tambem tem que seguir adiante. De longe é dificil saber realmente quem faz parte da panela, mas tudo indica que alguns jogadores tem que ser liberados ou pela idade (Clemer, Iarley, Christian) ou por pensarem que sao de seleçao tipo Alex mas na verdade são regulares de mais.

Entao se dependesse de mim, no fim de 2007 era hora do Abel sair e do Clemer, Iarley, Christian e Alex serem liberados pra começar. Acho que o F9 ainda tem muito que dar e deve continuar sendo o lider da equipe mas a estrutura atual tem que ser mudada. Outros casos tambem devem ser estudados tipo Indio, Edinho, WM e outros.

O problema é que a direção mostrou se completamente incapaz em 2007 de arrumar a casa. Ficaram olhando, fizeram algumas coisinhas, mas o time continua tão mal quanto estava em Fevereiro, mesmo com alguns importantes reforços. Faltou força tambem da direção e então a direção tambem tem que dar uma sacudida em 2008. Suas tentativas em 2007 foram fracassos e tem que ser diferenete em 2008.

Precisamos de um tecnico forte em 2008 e uma diretoria de braço forte, se não vamos ter um 2008 muito parecido com 2007.

PS:
Na Foto cena de "OFFICE SPACE" (1999) uma das melhores comedias de todos os tempos que mostra um pouco do mundo ridiculo que é a politicagem interna de companias modernas. Se voce nunca viu esse filme, já passou da hora de ver.

PSS:
E a Copa será no Brasil em 2014. Será que vale a pena para o País? Ou vai valer a pena mesmo para algumas pessoas?

PSSS:

Alguem explicou porque anunciaram fora do Brasil dia 22 que o Inter estaria no torneio de Dubai...mas a noticia so chegou aos jornais de POA e site do Inter dia 25? Inclusive aparecendo no Blog Vermelho um dia antes no dia 24. Porque o segredo?

Nossos títulos - Campeonato Municipal de 1916


Escrito por Raul Pons


No final de 1915 o futebol da capital foi pacificado, com a dissolução das duas entidades anteriores e a criação de uma nova liga, a Federação Sportiva Riograndense.

A nova entidade organizou duas divisões: a 1ª divisão, com Colombo, Cruzeiro, Fussball, Grêmio e Internacional, e a 2ª divisão, com Americano, Frisch Auf e São José.
O campeonato prometia ser empolgante, pois depois de dois anos e meio de brigas, novamente a dupla Gre-nal estaria disputando a mesma competição.

Começado o campeonato, o Internacional foi esmagando todos os adversários. Nas três partidas iniciais do 1º turno, o Colorado marcou 28 gols e sofreu dois. Mas faltava ainda o Gre-Nal. O Grêmio alegava que o Internacional só ganhara os títulos de 1913, 1914 e 1915 porque os dois não se enfrentaram. Os colorados diziam que a história já havia mudado, e lembravam do último clássico, que marcou a unificação das ligas. O Internacional venceu o amistoso por 4x1, derrotando o rival pela primeira vez.

No dia 30 de julho de 1916, na Chácara dos Eucaliptos, as duas equipes enfrentaram-se. O Internacional jogou com Silva; Fidélis e Simão; Mário, Bitú e Ribas; Túlio, Osvaldo, Bendionda, Müller e Vares. Destacavam-se no time o lateral-esquerdo Ribas, exímio apoiador que depois jogaria mais avançado, o centroavante matador Bendionda (recordista colorado de gols em uma única partida, ao lado de Carlitos e César, com sete tentos), e o habilidoso ponta-esquerda Vares, de quem se dizia que só não jogou na seleção, porque não jogava no centro do país, e só não jogava no centro do país porque não queria.

O Grêmio, buscando manter a invencibilidade em jogos oficiais, foi a campo com Schiel; Mohrdieck e Seibel; Py, Alencastro e Chiquinho; Assumpção, Sisson, Gertum, Scalco e Teichmann. Ainda atuava na equipe o veterano zagueiro alemão Mohrdieck, e destacava-se o excelente Sisson, que mais tarde iria para o Flamengo. Também estava na equipe gremista Teichmann, que mais tarde ingressaria no Internacional, onde chegaria a presidente do clube.
Em campo, Vares mostrou toda sua qualidade, e marcou seis gols. Scalco descontou para o Grêmio. Este 6x1 foi a primeira vitória colorada sobre o rival, em campeonatos, e estabeleceu um recorde que permanece até hoje: nunca um jogador fez tantos gols em um único clássico.

No returno, a situação permanece inalterada nos primeiros jogos: 18 gols em duas partidas. O pequeno Colombo, em crise, fechou as portas antes de jogar a 2ª partida do campeonato com o Colorado.

O time-base colorado foi o mesmo que venceu o Gre-Nal do 1º turno.

Na 2ª divisão, o São José chegou ao título e garantiu o direito de substituir o extinto Colombo, no campeonato do ano seguinte.Jogos do Colorado:


1º Turno

30.04 Internacional 8x0 Fussball

28.05 Internacional 6x2 Cruzeiro

25.06 Internacional 14x0 Colombo

30.07 Internacional 6x1 Grêmio

2º Turno

10.09 Internacional 13x1 Fussball

08.10 Internacional 5x0 Cruzeiro

29.10 Internacional 3x2 Grêmio


O que podemos fazer?

ESCRITO POR DENILSON MONTENEGRO

Na hora de apontar os culpados pela “pífia” temporada de 2007, está difícil de mirar o personagem certo. Temos aí o Abelão e suas invencionices e paternalismos, a direção e sua omissão, lerdeza e insistência nos mesmos erros, além dos jogadores sem alma que estão pelas bandas do Beira-rio (os ruins não conto pois não é culpa deles e sim de quem os escala e de quem permite que sejam colocados em campo).
Devemos exigir a saída da direção? Como? Gritando no portão 8? Eu já vi esse filme... e sinceramente não tenho nenhuma saudade daquela época, além de não ver nenhum resultado prático, a não ser a RBS filmando e o Brasil todo tirando sarro da nossa cara. Por mim, portão 8 nunca mais!
Além disso, a direção só sai se quiser. Não existe pressão contra o presidente, no máximo contra o vice de futebol.
Já pedir a saída do Abel é mais natural (e providencial), mas será que não devemos esperar até estarmos livres do rebaixamento? A hora é de união ou de pressão?
Também temos que exigir a saída de alguns jogadores que estão contaminando o grupo. Começando por Tristian, WM, Alex e Clemer, além de outros vários de menor importância.
Uma boa talvez seja enviar uma chuva de emails para a ouvidoria colorada e para os principais meios de comunicação, direto para os colunistas e comentaristas esportivos. Isto, com certeza, já está acontecendo.
Mas ainda fica a pergunta: como acertar em 2008? Estou falando de providências plausíveis de serem realizadas até dezembro...
A minha resposta pra essa indagação seria uma mensagem para o presidente do S.C. Internacional nos seguintes termos:

Sr. Vitório Pífero,

Na impossibilidade do senhor renunciar ao cargo por livre e espontânea vontade, venho alertá-lo para que tome as seguintes providências, se quiser ter um ano de conquistas em 2008 e apagar do seu currículo como dirigente a pornográfica campanha do nosso clube em 2007. São 4 providências básicas:
- agradeça ao sr. Giovane Luigi pelos serviços prestados e mande-o de volta pra rodoviária, que é o que ele entende bem. Feito isto, escolha para o lugar dele alguém dinâmico, que entenda de futebol, mas que, principalmente, tenha personalidade forte, capaz de mostrar ao técnico e aos jogadores o espírito colorado de jogar e deixar claro que quem manda é ele.
- juntamente com esse novo vice, mande o Abelão pra casa e traga um técnico que entenda de tática de futebol e não só de motivação. Alguém profissional e com experiência suficiente pra ser respeitado pelos jogadores. De preferência, alguém adepto do sistema 4-4-2, onde o Inter sempre se deu melhor.
- rescinda o contrato do Clemer, agradeça seus préstimos e deseje boa sorte a ele onde estiver. Além disso, ofereça o Alex, o WM, o Tristian e mais alguns jogadores pra venda ou empréstimo.
- por fim, contrate um articulador com boa técnica, imposição física, mas principalmente inteligência. Além dele, alguns jogadores pra grupo, sempre com boa estatura. Também dê uma boa olhada em alguns garotos da categoria de base que já merecem chance no time principal.
No mais, fazendo uma boa preparação física, inclusive considerando esse torneio de Dubai como uma antecipação da pré-temporada e deixando o time em condições antes mesmo dos outros clubes, teremos boas chances de uma campanha exitosa ano que vem.
Seja humilde, sr. presidente, ouça a torcida e feche a boca, por favor!

Um abraço!

Denilson Montenegro – sócio colorado

segunda-feira, outubro 29, 2007

MAIS UM

Tenho pouco que falar hoje alem de que tomamos mais um gol de bola parada e de cabeça. Com a defesa de boca aberta olhando a bola rolar no funda da rede do Clemer cada um botando os braços para cima como culpando um ao outro. Quando..quando vão aprender a defender bolas paradas? Pela milessima vez, será que treinam isso?

Pelo jeito 2008 vais ser Dubai, Gauchão (que tambem concordo com os outros que é um campeonato Varzeano e que deveriamos nem jogar mais alem do Time B e deveriamos fazer pretemporada fora do Pais) e Copa do Brasil e Brasileirão. Nem SulAmericana vai dar pelo jeito.

So temos que lembrar que quando tivermos perdendo o Gauchao nao podemos entrar em panico e pedir o Time A como quase todos nos fizemos em 2007. Mas a diferença em que o Time A tava de ferias e nao em excursão.

Foi lamentavel o time perder para mais um morto e de novo em gol de bola parada.

Disco trancado...

Escrito por Diana Oliveira

Porcaria de domingo, tão diferente do anterior, mas tem sido assim o ano de 2007... Fazer o que?
O que fazer é a pergunta pra quem já fez o que podia. Não há mais o que dizer, reclamar, questionar, protestar, quando só resta torcer, pois a paixão é inevitável, intransferível, sem mais considerações.

Jogo horrível. Time do Paraná ruim de doer. Josiel tem um metro e meio. Gol de cabeça em cima do Índio. Orozco tá em melhor fase e é banco. Wellington Monteiro na lateral direita é um soco no estômago, todo mundo cruzou por ali, Christian, Alex, Fernandão, menos ele! Enfim, nada que já não tenha acontecido, que já não tenha sido apontado, discutido até o ponto em que a sensação é de disco trancado.

Até nem vejo Monteiro, Índio ou Edinho como carrascos, mesmo sendo os jogadores com pior desempenho nessa temporada. Acredito que num time devidamente organizado, duas ou três posições com produção abaixo da média não afunda o grupo. Certamente prejudica, mas não condena uma campanha à mediocridade desta que apresentamos.

E também não estou aqui pra falar do Abel. Horas e mais horas, letras e mais letras de teclado foram pressionadas com esse assunto, não é mesmo amigo Nelson?

Tampouco vou proferir a ladainha sobre a Direção... Não agüento mais.

Se não quero repetir tal qual um papagaio tudo que atormenta a vida de colorada nesse período pós-mundo, também não quero me vestir de Alice. Não é a do João, a do País das Maravilhas.

Então o que eu faço?

Vou comprar uma vitrola, algum vinil do Tim Maia que tanto cantou o amor, oscilando entre o entusiasmo de apaixonado e a melancolia de dor de corno, bem semelhante à situação de nossa torcida, que despenca da euforia ao abatimento em sete dias. Então vou sentar-me diante do Beira Rio, pedindo por favor ao nosso presidente Vitorio Piffero, ao findar cada parte da bolacha:

- Vira o disco!!!

domingo, outubro 28, 2007

"VAI COMENDO RAIMUNDO!!!"

Tô muito bebado e indignado pra escrever... (Gonçalves...)
P.S.: Já adiantando, iremos fazer mais uma vez o que funcionou 100% à pouco tempo, provando que não é fácil, mas também não é impossível....JOGO DA GALERA DO BV
Dia 22 de Dezembro (data certa)
local à confirmar (à principio na HD Farrapos)
Horário ( à principio pelas 10 horas da manhã)
informações adicionais http://bvfutebolclube.blogspot.com/
Ainda de ressaca...


ANTES, DURANTE E DEPOIS - INTER X PARANÁ

Êta semaninha movimentada essa que passou, descoberta de um torneio de grande visibilidade internacional, Nilmar arrebentando nos treinos, os velhos problemas com a boca no Beira Rio...situações também internamente aqui no BV como a repercussão da decisão de criarmos uma chapa(http://chapabv.blogspot.com) para concorrer nas próximas eleições, idéias fervilhando numa união de todos na visão de um Inter mais forte em segmentos que deixam à desejar, o "Chefe" fazendo uma cirúrgia e nós no aguardo de notícias... enfim dia de jogo onde mais uma vez a espectativa de ver uma continuidade de boas atuações e consequentemente de resultados que realmente nos satisfaçam e nos devolvam esperanças de um ano totalmente oposto ao que presenciamos nesse 2007...ae está o tópico pra comentarmos sobre a partida, falou?

sábado, outubro 27, 2007

O Exercício do Silêncio é tão importante quanto a Prática das Palavras


Grito da Social
Escrito por Nelson Baron
Presidente, Diretor de Futebol ou Treinador ?

Qual a contribuição / objetivo do Abel dar declarações que o Renan será titular em 2008 ?
Começar neste ano as ´escaramuças` entre estes dois jogadores?
Ou só se for pra ele dizer que irá ser o Treinador em 2008 ?
Se ele já estiver confirmado como treinador precisa dar recado via imprensa ?
Caso contrário, precisa pedir emprego pro Pífero via imprensa ?

Qual a contribuição / objetivo do Abel afirmar que o Ibson do Fla é o melhor do Brasileirão e que o Inter quer contratá-lo ?
Ganhar algum em cima do Ibson ou f...com o Inter, se o Inter estiver interessado ?
Mostrar conhecer a fundo o futebol Brasileiro ?
Querer treinar o Ibson no Flamengo ?

Qualquer interpretação para estas questões certamente irão ser muito controversas, pois as mensagens emitidas pelo Sr. Abel são em sua maioria muito controversas e dúbias, pois ele mesmo diz várias vezes usar como método o despiste e se vangloria de tal método.
Será que os jogadores, em sua grande maioria, costumeiramente incultos conseguem captar as mensagens do Treinador ? Ou será que as lideranças, por serem mais esclarecidas, intermediam essa comunicação e certamente a utilizam em contar com um melhor conceito junto ao Treinador, refletindo em escalações ´intelectuais` ?
É nítido que alguns jogadores o consideram Paizão, mas o que acham desse ´Paizão de poucos` os demais jogadores do plantel ? Exemplo do Perdigão, Vargas, Chiquinho, Pinga, Sidney, Adriano e Roger, como os jogadores que ainda estão no plantel, principalmente os mais jovens reagirão à permanência do Abel no Inter em 2008, já que não são os filhos preferidos do Paizão ? Que motivação terão se já sabem que o Abel escolhe seus filhos por ´afinidade`, quando o deveria fazê-lo pelos méritos futebolísticos ?
Porque o Paizão não trata todos os filhinhos de forma igual e justa ?
O Paizão parece só ser leal a quem ele quer.
A Lealdade não é condicional.
Não lembro a última vitória do Inter de Abel fora do Beira Rio em território nacional (em Veranópolis não foi !) , apenas lembro a vitória contra o Emelec no Equador.
Digo isto pois a Soberba parece ter voltado a frequentar o Beira Rio após 04 últimos resultados medíocres obtidos no Brasileirão (vitórias contra Ju e América-RN no Beira Rio e empates contra Curintia e Figueira) e principalmente após o jogo contra o Rebaixado Juventude.
Assim como a RECOPA (ganha pelo Gallo) mascarou os problemas e que nos colocou na Boca do Inferno neste ano, o convite para o Torneio de Dubai pode assoberbar os responsáveis e achar que tudo já está pronto para 2008, pois nossa camiseta é Campeã Mundial e todos vão sair da frente, etc....
Ficamos 25 anos na fila por políticas semelhantes a praticada em 2007.
É preocupante a falta de pulso da direção em relação aos seus subordinados, que falam o que querem, quando o querem e sobre qualquer assunto como se fossem responsáveis pelo Clube sem alguém lembrá-los que são apenas funcionários pagos pelo Clube, se forem colorados (o que dúvido, experimenta atrasar salários) ótimo, mas primeiro tem que ser profissionais sem expor o clube e também zelar por ele.


sexta-feira, outubro 26, 2007

Paternidade x paternalismo

ESCRITO POR RAFAEL SEVERO

Há uns anos atrás, escutei uma entrevista sensacional no Camarote da Band, programa apresentado pelo jornalista João Carlos Belmonte, nos finais de semana. O entrevistado em questão era o Dadá Maravilha, artilheiro implacável, oitocentos e tantos gols na carreira, ex-ídolo colorado e de várias outras torcidas Brasil afora. A parte inicial desta entrevista é simplesmente antológica, imperdível e emocionante.

Dadá iniciou a narrativa falando da mãe. Ele revelou que ela tinha problemas mentais sérios. Moravam numa vila da periferia de Belo Horizonte e numa dessas tragédias familiares tão comuns em nosso país, tiveram o barraquinho em que moravam incendiado. Dadá tinha cerca de cinco anos de idade e estava dentro do barraco, em meio às chamas mortais. Sua mãe não hesitou e literalmente lançou-se dentro da fogueira para salvar o filho. Saiu do inferno ardendo em fogo e com o pequeno Dadá no colo. Antes de tombar para a morte, ela ainda teve a lucidez de lançar o filho numa poça d`água que vislumbrara segundos antes no chão batido da rua.

Confesso que fiquei com os olhos marejados com a narrativa simples e emocionada do Dadá, ou melhor, do rei Dadá. Rei dos gols. Rei de simplicidade. Rei da vida, enfim, um vencedor.
Não fosse o ato de coragem da mãe, talvez Dadá não tivesse jogado pelo Colorado. Talvez não tivesse jogado em time algum. Talvez nem tivesse existido pra fazer história. Talvez não soubéssemos que há apenas três coisas param no ar: helicóptero, beija-flor e, claro, o Rei Dadá.

Mesmo uma mulher com limitações mentais crônicas pôde em dado instante manifestar seu instinto materno. Eu sempre me questionei se realmente existe o tal de instinto materno.
Discorrendo sobre o assunto com uma grande amiga, eu sugeri não existir tal predicado no ser humano, mesmo na condição sagrada da maternidade, pois do contrário, não veríamos novos casos diários mães abandonando seus bêbes, parindo em privadas para em seguida dar-lhes descarga, jogando-os em riachos e mais uma infinidadade de barbaridades inomináveis. Sempre ponho em dúvida a arte suprema do amor materno incondicional, mas não nego também que não há amor que o supere, quando exercido na plenitude. A mãe, quando se apega ao seu "bichinho", é insuperável e insubstituível. E prova disso é a mãe do Dadá.

Onde quero chegar? Pois é, eu quero colocar que invejo essa capacidade das mães em relação à proteção dos filhos, pois como bom pai que pretendo ser para meus filhos, gostaria de ser dotado dessa capacidade de amar quase heróica das mulheres em relação às crias. Seria eu capaz de pretenciosamente criar um novo paradigma, assim, de exercer um instinto "paterno"? É que eu estou me vendo quase que no dever cívico de exercê-lo, para o bem dos meus filhos. Um exemplo: minha filha completou 6 anos recentemente e digo que até o início do ano passado ela simpatizava com as três cores do Recreativo da Azenha.

Eu, que defendo o livre arbítrio e a diversidade de opiniões, não me opus à "excentricidade" da minha pequena. Tampouco procurei mostrar à ela o quão melhor seria torcer pelo time de vermelho. As coisas foram se encaminhando, o Colorado foi se destacando e, de repente, ela estava cantando músicas da torcida do Colorado, estava reconhecendo o Fernandão pelas madeixas e gostava bastante do Iarley.

Digo que não fiz a mínima força pra ela virar de lado. É claro que talvez o fato de eu vestir a camiseta colorada a todo instante, cantar o hino do clube e voltar feliz do estádio contribuiu para que ela abandonasse de vez o lado negro da força. Inclusive, há coleguinhas no colégio que a todo momento entoam o refrãozinho do hino tricolor. De fato, é um sonzinho simpático, simples de cantar e que "cola" mesmo no interior da "cachola". E não importa se é festinha de aniversário, saída do colégio, reunião em grupo, lá estão elas entoando esse mantra doentio. É, reconheço que as provações não têm sido fáceis para minha filhinha.

Meu segundo filho está para chegar agora, no mês de novembro. E já esclareço que em face das preocupantes pesquisas recentes sobre número de torcedores, eu me vejo na obrigação cívica de, este sim, doutrinar desde o berço. Não darei chance ao azar. Vou abrir mão da democracia e transformar minha casa num reino absolutista. O guri vai ser colorado, custe o que custar! Vou execer minha paternidade, instinto ou sei lá o quê. Fazer meu papel de pai colorado.

Estou falando de paternidade, não de paternalismo. Se criou uma onda de que não se pode criticar o campeão do mundo e quem o faz é ridiculamente taxado de corneteiro e, acreditem, de gremista infiltrado.

Foi em nome do dito paternalismo que estamos padecendo no inferno esse ano. Paternalistas entendem que o Clemer deve ser o titular até o fim do ano, pois afinal ele é campeão do Mundo. Foda-se se tem alguém melhor no banco! É o Clemer, colorado, campeão do Mundo, nosso herói, u-hu!!! Diria que o Clemer é o nosso Macunaíma, herói sem caráter. Paternalistas abonam as barbaridades do Abelão, pois afinal ele também é campeão do Mundo! Paternalistas querem o Índio de titular eternamente. Enfim, paternalistas são oficialistas cegos e pregam a continuidade de tudo que aí está, em nome do título mundial. Como diria o Gil, só não vale dar o cu!

Bem, saindo do paternalismo e voltando ao exercício da minha paternidade. Se meu filho driblar toda minha carga persuasiva e mesmo assim insistir em torcer pro Recreativo da Azenha vou, democraticamente, dizer-lhe o seguinte:
- Tu quer mesmo ser gremista? Tudo bem, guri! Mas tu vai trabalhar pra sustentar teu vício!


quinta-feira, outubro 25, 2007

É muita auto-estima!

POR DUDU GUIMARÃES


Já conheci muita gente com auto-estima acima da média. E a auto-estima acima da média exerce um poder absurdo sobre os circundantes, principalmente se não é fingimento, auto-proteção, esses mecanismos de defesa que se usa para não levar porrada. Senão cai a máscara.
Romário é um exemplo. Que auto-estima! Auto-estima acompanhada, gize-se. "Euricão, se não tem treinador, deixa que eu assumo!" Quem negaria? Até porque não deve ter sido um pedido, porque os "auto-estimas acima" da média não pedem. Sensacional.
Agora, expliquem-me vocês, o Alex. O Alex tem auto-estima acima da média. Tem. Se ele diz que vai pra "Seleçã", é porque ele tem. Mas, definitivamente, não é acompanhada. Não por maldade ele faz isso, mas porque alguém deve ter dito pra ele:
- Pô, Alex. A Seleção tá sem lateral. Tu joga pra caralho. Essa camisa é tua!
E o Alex deve ter acreditado. E aí eu vejo o tipo de treinador que nós temos: um cara que diz e afirma que o Alex é cara de Seleção, e que só vai pro meio para ajudar o time.
Bah, faça-me o favor!


Fica mais um pouco

Escrito por Diana Oliveira

Alice é uma moça bonita, simpática, porém firme. Desprendida de valores morais ortodoxos, deixa-se levar pela emoção. Há alguns meses cultiva um relacionamento secreto com João, que é comprometido. Ora torturado pela culpa, ora inebriado pelo sentimento, João inclina-se a tomar atitude condizente com seu comportamento masculino: nenhuma atitude. Alice, entretanto, sabe que tal postura decisiva partirá de si e o fim desse envolvimento agora possui contagem regressiva, ao passo de sua dor, até que desista do amor e salve sua paz.

Nessa atmosfera de despedida os dois se encontram, Alice comporta-se com suave entrega, deixando-se amar, amando sem hesitar. João igualmente se envolve, sem titubear, contudo incrédulo de esta ser a última vez. Por mais que o ser humano busque acumular, desde bens materiais até anos de casamento, a morte sedimenta o valor histórico do que foi ou não vivido. Daqui nada se leva. Fica o registro a ferro em brasa no fundo do peito, pelo tanto de vida que dali floresceu.

Não há como retroceder, pois Alice faria tudo de novo. Não há como paralisar, o relógio não permite. É preciso entender que os ciclos se fecham, mas é tão doloroso... Não sei se a Era Fernandão acabou... Um dia ele terá que partir. A fuga nostálgica dos racionais está no verbo eternizar, mas a verdade é que nos momentos mais significativos de nossas vidas, quando a emoção clama por um grito, suspiro, choro ou gemido sôfrego, quando Tinga marcou com el parietal, quando Rafael Sóbis correu gramado afora de bandeira em punho, quando Iarley humilhou Puyol, quando Fernando Carvalho dançou esquisito na tribuna do estádio de Yokohama e quando Alice beijou apaixonadamente João pela última vez, mesmo com toda determinação de que pra frente se anda, nenhuma outra vontade esteve presente que não fosse dizer:

- Fica mais um pouco...

quarta-feira, outubro 24, 2007

INTER EM TORNEIO EM DUBAI?

Estranho isso, pois não foi noticiado:

http://www.dubaicup.ae/

Inter com Inter de Milão, Ajax e mais um num torneio em Janeiro em Dubai por $1 Milhão.

No site o Decio Hartmann do Inter fala "O Inter vem pra ganhar".

Mas nada sobre isso na midia do Brasil...muito estranho. Temos que mandar o time A!

ATÉ O FIM DE SEMANA

Bom pessoal como falei em outro topico estou indo para o Departamento Medico do Blog Vermelho e estarei fora de ação por alguns dias. Antes do jogo do Inter outro bloguista pode ficar a vontade e criar o topico "Antes Durante e Depois" do proximo jogo. Até lá já espero estar de volta mas vou deixar vocês criarem o topico pra não dar erro.

Estou bolando uma nova surpresa para o inicio de 2008, mas como sempre é segredo por enquanto. Mas vai ser muito bom!

Ate'mais!

_________________

PS:

Ué...o que que é isso? Porque isso não é noticia? Inter num torneio em Janeiro com Ajax e Inter de Milão na Arabia!

http://www.dubaicup.ae/

terça-feira, outubro 23, 2007

Lançamento do Livro dos Tambores de Yokohama

Escrito por Darlan Gustavo.

Desculpa o atraso pessoal, mas como todos sabem, semana passada teve o lançamento do livro que conta as histórias de alguns colorados que estiveram em Yokohama.

Presente em mais um evento, o Blog Vermelho TV registrou tudo e aqui esta para todos verem.

Abraço galera e até mais!



Mais um Detalhe: NFL NA INGLATERRA

Havia me esquecido de mais um detalhe sobre o Marketing genial da NFL. Neste Domingo no Wembley Stadium em Londres acontece o primeiro jogo oficial da NFL fora dos EUA. O jogo será entre o Miami Dolphins (meu time que tá 0-7 esse ano, horrivel) e o NY Giants (5-2). Venderam todos os 90 Mil ingressos e organizadores dizem que poderiam ter vendido 10 estadios lotados para esse jogo. É uma tentativa da NFL de conquistar um pouco do Mercado Ingles/Europeu. Mas entendam, isso não é por acaso. A NFL a anos vem preparando os Europeus para isso, aos pouquinhos levando o jogo para lá.

Se a CBF organiza um FLA-FLU em Londres hoje, quantos ingressos seriam vendidos? Muito pouco, porque a CBF so vende a seleção e não os clubes do Brasil. Sinceramente eu vejo assim o negocio, os Cartolas da CBF estão preocupados em encher os bolsos proprios enquanto os cartolas da NFL são profissionais com salarios que tratam da Liga como um empresa e quanto mais cresce a NFL eles tambem acompanham esse crescimento em termos profissionais e financeiros. Todo mundo ganha. A NFL, os times, os jogadores e a torcida. No Brasil o unico que ganha é os integrantes da CBF. Falando em esportes Americanos, o Estavam escreveu ai um detalhe curioso nos comentarios. A final do Baseball é entre o COLORADO e o RED sox!

Artilheiros Colorados




Escrito por Raul Pons

Apenas para compararmos o desempenho de atacantes que jogam no Internacional, ou que tiveram uma passagem recente pelo clube (atualizado até o jogo contra o Juventude):

Fernandão:
2004 - 32 partidas - 16 gols - média 0,52005 - 61 partidas - 25 gols - média 0,4
2006 - 62 partidas - 17 gols - média 0,27
2007 - 24 partidas - 07 gols - média 0,29
Total - 179 partidas - 65 gols - média 0,36

Maiores vítimas:
São Paulo - 5 gols,Grêmio - 4 gols, Cruzeiro - 4 gols, Figueirense - 3 gols, Veranópolis - 3 gols Glória - 3 gols, Caxias - 3 gols, Juventude - 3 gols

Nilmar:
2003 - 38 partidas - 12 gols - média 0,31
2004 - 30 partidas - 12 gols - média 0,4
Total - 68 partidas - 24 gols - média 0,35

Maiores vítimas:
Atlético MG - 3 gols,Grêmio - 2 gols, Bahia - 2 gols, Figueirense - 2 gols, Vitória - 2 golsSanta Cruz RS - 2 gols, Prudentópolis - 2 gols

Iarley:
2005 - 13 partidas - 4 gols - média 0,3
2006 - 57 partidas - 14 gols - média 0,24
2007 - 38 partidas - 6 gols - média 0,15
Total - 108 partidas - 24 gols - média 0,22

Maiores vítimas:
Fluminense - 3 gols, São Caetano - 2 gols, São José - 2 gols

Adriano:
2007 - 23 partidas - 8 gols - média 0,34
Total - 23 partidas - 8 gols - média 0,34

Maiores vítimas:
Flamengo - 1 gol, Atlético MG - 1 gol, Corinthians - 1 gol, Sport - 1 gol, Cruzeiro - 1 golGoiás - 1 gol, Náutico - 1 gol, Santos - 1 gol

Alexandre Pato:

2006 - 3 partidas - 2 gols - média 0,66
2007 - 25 partidas - 10 gols - média 0,4
Total - 28 partidas - 12 gols - média 0,42

Maiores vítimas:
Emelec - 2 gols, Pachuca - 2 gols, Corinthians - 2 gols

Rafael Sobis:

2004 - 50 partidas - 9 gols - média 0,18
2005 - 57 partidas - 25 gols - média 0,43
2006 - 24 partidas - 6 gols - média 0,25
Total - 131 partidas - 40 gols - média 0,3

Maiores vítimas:
São Paulo - 4 gols, Cruzeiro - 4 gols, Juventude - 4 gols ,Vasco da Gama - 3 gols

Rentería:

2005 - 10 partidas - 4 gols - média 0,4
2006 - 44 partidas - 10 gols - média 0,22
Total - 54 partidas - 14 gols - média 0,25

Maiores vítimas:
Coritiba - 2 gols, Novo Hamburgo - 2 gol

O grande ausente da lista é Christian, mas eu não tenho o total de jogos que ele participou nas temporadas de 1992 e 1997, por isso preferi não colocá-lo neste levantamento.


ELETROCARDIOGRAMA

ESCRITO POR DENILSON MONTENEGRO



O Inter de 2007 foi isso. Uma infinidade de altos e baixos, passando para a torcida uma insegurança que chegou a ser considerada normal por alguns, tal sua regularidade.
Confesso que era um estado anímico muito comum na década de 90 e que eu já estava esquecendo de como era. Nesta semana estamos em alta, mas e semana que vem?
Garanto que todos os colorados, sem exceção, têm esperança em ver, ainda esse ano, uma seqüência de vitórias do time. Pelo menos umas três. E, claro, se forem seis seriam o máximo! Heheh...
Porém, mesmo assim, parece que estamos conseguindo, enfim, ver uma estabilidade dentro de campo. Jogadores certos no lugar certo sempre é um indício de melhor organização de uma equipe... óbvio.
Enfim, em 2006 teve um momento em que o Abel não conseguiu mais inventar nada. A não ser quando se lesionava um ou outro e ele vinha com um 3-5-2 ou tirava o “Michel taticamente perfeito” da cartola. Mas, devido ao entrosamento geral, não havia maiores conseqüências no rendimento geral do time. Mesmo que tarde, parece que esse momento em 2007 está chegando. Na minha opinião, só deveria sair o Índio e entrar o Sorondo, mas certamente, pela fragilidade política, quem sai é Orozco. Fora isso, com mais o Granja pela direita, o time estará pronto. Aguardando Nilmar, quem sabe em alguns jogos já desse ano.
A oportunidade pra buscar uma sequencia de vitórias se apresenta agora contra Paraná, Sport e Vasco. Já seriam 4 vitórias, sendo contra o Vasco a mais difícil. Caso passemos por esses três, vamos para mais três jogos de outro nível: Cruzeiro e Palmeiras em casa e o Goiás fora.
Lá vamos nós em busca de uma regularidade quase inatingível, mas não impossível.
Pelo menos, parece que a confiança está de volta à torcida. Esperamos nós que Abelão não mexa em mais nada e que na próxima rodada se inaugure uma nova fase em 2007, quem sabe parecida com 2006...
Será o fim do eletrocardiograma? Ou ficará tudo pra 2008?

DE VOLTA AO FUTURO

Vale a pena ler as nossas previsões para o Brasileirão ainda em MAIO. Eu até que acertei varios, já o Denilson viajou completamente :)

http://bolavermelho.blogspot.com/2007/05/o-futuro.html

Vejamos algumas das minhas previsões em Maio:

- .... logo apos a primeira rodada a falta de elenco vai começar a aparecer quando jogadores começam a se machucar e levar cartões. Aí o time cheio de SEM NOMES vai começar a ter problemas e o Inter caíra para o meio da Tabela.

- Em menos de 15 rodadas o Gallo será demetido.

- Corinthians vai lutar pra não cair.

- Abel continuará misteriosamente sem clube no exterior e vai acabar treinando um clube no Brasil (mal explicado esse caso Abel hein!)

- Fernandão vai perder a paciência com a situação do Inter e isso chegará aos jornais.

Nada Mal!

PS:

Estou assistindo o jogo de Domingo agora no Replay do PFC e vejo mais uma oportunidade de Marketing inteligente para o Inter. Sabemos da reforma do Beira Rio mas infelizmente o Beira Rio sempre será um estadio redondo e a distancia da torcida até o Campo vai sempre ser esse. Mesmo se eliminarem a coreia o avanço da arquibancada não será lá grandes coisas.

Então poderiam fazer o seguinte. Atras do Gol do Gigantinho tem aquele espaço enorme da goleira até a arquibancada e normalmente essa area da arquibancada é a mais vazia do estadio. O Inter poderia criar facilmente 200 a 300 cadeiras especiais numa arquibancada temporaria atras do gol paralela a linha de fundo daquele gol, claro um pouquinho mais para tras, alem das placas de anuncios. Uma cerca temporaria deixaria separado o Campo da torcida mais alguns policias e seguranças. Alem disso essa area só seria para socios. Esses 200 torcedores pagariam um ingresso mais caro mas iriam assistir o jogo bem de perto como nunca antes no Beira Rio.

A Arquibancada teria apenas 5 ou 6 fileiras então não seria muito alto e não atrapalharia a visão de quem ta atras do gol e um pouco mais pra cima. Seria ideal para jogos onde o estadio não lota pois ai ninguem precisa sentar diretamente atras dessa arquibancada.

Quanto a problemas de comportamento de torcida acredito que Brasileiro tem a capacidade de ser civilizado em estadio e as pessoas que iriam para aquele local não iriam para lá para fazer bagunça, ainda mais que seriam socios e estariam pagando uma taxa a mais para sentar lá. Se o ingleses conseguiram mudar seus habitos nos campos de futebol, porque não o Brasileiro? A arquibancada poderia ser tambem um local só para familias ou crianças com os Pais.

Já vi arquibancadas assim serem erguidas em eventos especias em estadios e não vejo porque não poderiam fazer no Beira Rio. Acho que seria algo muito legal e memoravel para a torcida.

Exemplos de Arquibancadas Temporarias:



Photoshop Meia Boca da Ideia:




PSS:

Acabamos de passar pelo Primeiro aniversario da participacão dos novo Bloguistas aqui no Blog Vermelho. No dia 18 de Outubro de 2006 o Rafael Rodrigues deu o pontapé inicial a segunda fase do Blog Vemelho quando o Blog começou a ter Blog diario de outras pessoas alem de mim. Acho que foi uma otima decisão! Depois do time inicial ainda entrou Gonçalves, Raul, Dudu, Diana e mais recentemente no Sabados os Gritos da Social do Nelson. Perdemos o Rodrigo Araujo por compromissos profissionais (ele anda desaparecido mesmo...deve tá faturando hehe). Parabens a todos e semana que vem dia 4 o Blog Vermelho Completa 2 anos com mais de 1 Milhão de visitas!

segunda-feira, outubro 22, 2007

NFL FILMS é um espetaculo!

Já faz um bom tempo que deixei de jogar e tambem de assistir (a não ser um jogo aqui ou ali) a NFL, a liga de Football Americana. Aquela com o capacete e os caras que pesam 300 Libras. Mas se tem uma instituição que respeito desse esporte esse é a NFL FILMS. Deixe eu explicar o porque.

Lá por 1960 a NFL nem era bem a NFL ainda. Existia 2 ligas separadas que depois (lá por 1967) se uniram para formar a liga que existe até hoje. Naquela epoca o Football Americano perdia de longe para o Baseball em popularidade. nem se comparava. Baseball era Rei e o resto era o resto. Era mais ou menos digamos Futebol no Brasil comparado com volei.

Por exemplo o primeiro Super Bowl que decide o Campeão da NFL, foi disputado em 1967 e mal conseguiram vender todos os ingressos. Em poucos anos ingressos para essa final virou item de luxo. Hoje então nem se fala, se tu quer ir ao Super Bowl ver a final, so se tu ganhar na loteria os ingressos vendem por centenas de Dollars, até milhares para os melhores ingressos. Até o pior time da liga lota seu estadio todo Domingo. Hoje a NFL é que é Rei aqui. O Baseball continua popular mas vive de sua tradição enquanto a NFL é o esporte predileto de quase toods que gostam de esporte por aqui.

Mas como que essa liga consegiu crescer tanto onde chegaram ao ponto de receber 3.1 BILHÕES de DOLLARS POR ANO das emisoras de TV que transmitem seus jogos....sim mais ou menos 6 BILHÕES de REAIS POR ANO!

Uma das razões foi uma ideia genial de um vendedor de casacos ED SABOL em 1962. Ele adorava filmar jogos e naquele ano ganhou um contrato de 3 Mil dollars pra filmar jogos para a liga (em filme mesmo) e no fim do ano fazer um video dos melhores momentos. Uma ideia simples, separada da cobertura de TV. O Sabol ia aos jogos com uma filmador 16mm epor aí começou a revolução. A qualidade era tão grande do que ele fazia que logo a NFL comprou a compania dele e começou a chama-la de NFL FILMS.

A NFL FILMS mandava no minimo 2 cineastras com filmadoras de 16mm para cada jogo, com um deles filmando tudo em camera lenta (o que é bem diferente do que simplesmente fazer passar depois em camera lenta). Depois esses filmes passavam no cinema e na TV. A qualidade era incrivel e ainda colocavam musica orquestrada feita exclusivamente para combinar com as cenas na tela (eles tem 2 compositores que trabalham so nisso todos os dias) e ainda continha a narração por um cara que tinha uma voz enorme. Os filmes dos jogos ganhavam um tom dramatico alem da bela cinematografia.

O incrivel é que desde 1962 a NFL manda o pessoal da NFL Films para TODOS os jogos do campeonato. Quer dizer eles tem mais de 40 anos de Filmes de todos os jogos ja disputados (nao estou falando em imagens de TV e sim pelicula cinematografica...a qualidade é muito diferente) e centenas de filmes editados especificamente para times, situações, titulos etc... Hoje em dia eles continuam passando seus filmes dias apos cada rodada e eu prefiro 1000 vezes ver os filmes do que ver o jogo em si. Até filmes de 1967 tem a qualidade de como se fosse filmado ontem. Imagina se tivessimos documentos assim do nosso Inter. Todos os jogos do Falcão em Filme 16mm? Aquele golaço dele contra o Galo em filme? O Gol do Figueroa no nosso primeiro titulo...

Procurei no Youtube um clip para colocar aqui mas acho que eles não deixam colocar lá. Mas a NFL mostrou como uma liga pode crescer do quase nada. A MLS a liga de futebol daqui ta tentando copiar o maximo possivel os passaos da NFL. Até o Presidente da MLS é um ex presidente da NFL.

E aí tem a CBF que passou 30 anos mudado o regulamento do campeonato todos os anos sem saber o que fazer. Em 79 quando o Inter foi Campeão Brasileiro teve 94 Times participando e todos os anos eles mudavam tudo. Uma desorganização completa que continuou até poucos anos quando começaram a fazer o campeonato de pontos corridos. Porque demorou tanto? Porque tanta incompetencia? Quem paga por isso são os clubes quase falidos por participar num fracasso onde um publico de 15 a 20 Mil é considerado bom...e onde 30 Mil é um grande publico. Bom ao menos eles parecem ter acertado as coisas nos ultimos anos ao menos em termos de regulamento, mas as mancadas continuam e continuam rasgando dinheiro por incompetencia.

Por exemplo, uma grande burrada na minha opinião são essas rodadas onde os genios da CBF escalam todos os grandes classicos no mesmo dia. No papel até parece uma ideia interesante mas na realidade é uma burrada completa. Eles totalmente queimam classicos tipo Grenal quando botam esse classico no mesmo horario de um FlaFlu ou um CruGalo ou um SanSão. Em vez da CBF pegar um classico tipo Grenal e fazer dele um espetaculo Nacional eles enterram e escondem esses classicos por escalarem todos juntos. A NFL aprendeu a 40 anos que os grandes classicos tem que ter destaque e assim foi criado outra instituição Americana o Monday Night Football.

O Monday Night Football tambem começou em 1970 fraquinho. Mas logo o publico começou a entender. Cada Segunda a noite aqui nos USA os Americanos lotam bares, restaurantes, e casas de amigos para ver 1 jogo. O Classico da semana. E não importa se o classico é de outra cidade...todo mundo assiste e não tem nada a ver com aquele papo de que não faz parte da cultura Brasileira um Carioca assistir um Grenal pois cultura se faz. Big Brother por exemplo tambem não era parte da Cultura Brasileira...e nem Rap, Reggea, Big Mac, Rock e 1001 outras coisas que hoje são parte do dia dia do Brasileiro. A CBF tem que dar importancia para todos os classicos individualmente para que aí o publico tambem faça o mesmo.

Bom esse topico foi para numa tangente, mas tudo faz parte da ideia central. Com um pouco de competencia, dedicação e inteligência dá pra avançar as coisas. Não é tão complicado assim e vejo nosso Inter como um dos bons exemplos fazendo um trabalho serio a muitos anos. Mas sempre dá pra fazer mais.

Um pequeno exercisio. São 19 Rodadas por turno? Imagina se a CBF colocasse 1 jogo por rodada como destque individual com transmisão nacional e botasse um marketing em cima dele como fazem com o Monday Night Football podendo até vender esse classico semanal a Europa e outras partes do Mundo. Acho que daria facilmente para achar 19 Classicos para encher a programação. Vejamos:

1- Grenal
2- CruGalo
3- SP x Corinthians
4- SP x Palmeiras
5- SP x Santos
6- Palmeiras x Santos
7- Palmeiras x Corinthians
8- Santos x Corinthians
9- FlaFlu
10-Fla x Vasco
11-Fla x Fogo
12-Fogo x Vasco
13-Fogo x Flu
14-Vasco x Flu
15-Flu x Vasco
16- Inter x Cruzeiro
17- Gremio x São Paulo
18- Galo x Flamengo
19- Inter x Corinthians

Outras combinaçoes tambem obviamente poderiam ser feitas, tudo classico. A cada rodada a CBF rasga dinheiro e não sabe o que fazer com esse belo produto que ele tem.

Beleza pura

Escrito por Diana Oliveira

Tanto já discorri sobre o valor do tempo, mas ainda não havia considerado o que ocorre praticamente ao mesmo tempo. Magrão fez uma pintura de gol, pra quase simultaneamente o ex-Inter Souza também abrir o marcador no Maracanã. Isso sim é uma maravilha de coincidência do Sr. Tempo. Domingo mais vermelho impossível, do alvi ao negro. Cheguei a recordar de uma música do Trio Esperança, composta pro Flamengo, justinha para os clubes do povo: é gol, que felicidade, é gol, meu time é alegria da cidade...

Foi pra enterrar a toca e desenganar de vez a fama de pé frio do ENFRA. Acho que a sorte está no acaso, nunca havia encontrado tantos bloguistas BVs na mesma partida, quase sem querer. Chegando ao Beira Rio fui dar uma espiada no Gato do Alemão e encontrei o Gonçalves que se dirigia ao encontro do Fábio e do Alemão, não o dono do Gato e sim o assador que no sábado comprou um delicioso churrasco pronto no mercado Zaffari pequeno burguês. Tava ótimo! Na correria me despedi do Gonçalves e fui pra superior, onde encontrei o Darlan, depois o Caio e por fim o Rodrigol. Foram tantos encontros que não posso deixar de saudar meu querido amigo Dadinho, que acampou em frente ao Palácio Piratini no fim de semana, fardado de colorado que é, protestando contra a ação da governadora de não admitir os aprovados no concurso da Brigada Militar. Abração Dadinho, és a legítima resistência. Próximo ao encerramento da partida, depois de entoados incontáveis “ão, ão, ão, segunda divisão”, eu e Darlan miramos o lado oposto da arquibancada, o que restou de polenta, então me vi obrigada a enviar uma mensagem pro celular do Denilson com o recado “que diferença do jogo de ida, hehe”.

É filial... Tudo tem ida e volta, até campeonato de pontos corridos...

O jogo. Quero me deter em quatro jogadores: Orozco, Marcão, Fernandão e Magrão. O primeiro é zagueiro que dribla, errou um gol feito é verdade, mas eu particularmente cobro isso de atacante, na função foi muito bem e acredito na dupla Colômbia/Uruguai, descanso pro Índio.

Marcão foi melhor que Jorge Luis, porque é mais inteligente. Sem a velocidade do Rubens Cardoso, soube se posicionar pro apoio no ataque e cobertura eficiente na defesa. Com ele o time ganha em altura, junto com Sorondo, Magrão e Fernandão o que pra nós vinha sendo fragilidade está se transformando em arma, bola aérea. Na lateral esquerda, até agora, foi quem mais soube tirar proveito do pulmão Guiñazu e quem mais colaborou com o Gil. É tão importante a boa atuação do Marcão que o Alex jogou próximo do Fernandão, como tem que ser e volta a idéia original de o Capitão permanecer no ataque, com um jogador de criação no meio, o que não imaginei pudesse ocorrer esse ano e folgo em saber que está se concretizando. Já havia comentado aqui de o Fernandão recuar, em função do meio campo predador, mas com a lateral esquerda protegida não é necessário. Foi efeito cascata, Marcão foi bem, Guiñazu ficou mais solto, Edinho cão de guarda e Alex, meia.

Falem do Capitão! Com todo respeito, mas há poucos dias o Wianey Carlet questionou o fato de o Fernandão ser porta voz do time, quando seu futebol vinha deixando a desejar. Ora, perdi o discernimento ou quem deve ser o primeiro a responder pelo time é o capitão, independente do seu bom o mau momento, a braçadeira legitima, não? Realmente, esteve aquém do esperado pra um jogador do seu nível, mas há uma justificativa plausível pra isso, meses sem jogar. O pior pro atacante alto é retomar a velocidade e ontem ficou evidente que Fernandão está entrando no ritmo, o próprio gol do Magrão nasceu de uma disputa em que ele correu atrás de uma bola quase perdida na linha de fundo. O gol de falta não vale exaltar, foi boa a cobrança, mas penso que se o goleiro não aceitou, a barreira deu tiro no pé. O cabeceio sim, no melhor bom e velho estilo terror, matador.

Pra finalizar, Magrão é o cara! Que golaço. Foi outro que sentiu o despreparo pelo período fora de competições, mas vem pedindo passagem. Começa a mandar no meio campo, chega junto na frente e marcou nas três últimas partidas. O gol de ontem considerei o mais bonito da rodada. Por hora é isso, a euforia termina hoje. Paraná é pedreira, outra toca histórica e desesperada. Mantendo o foco, esse é o lema.

Mas tá bem bom esse início de semana heinhô...

Departamento Medico do Blog Vermelho

Passei um longo dia no Litoral de New Jersey fotografando um casamento. Estamos quase em Novembro e tava dia de verão aqui. Muito estranho isso, tinha gente até na praia! Aqui em NJ 21 de Outubro não é epoca de praia! Será que o Al Gore tá certo mesmo? Vai tudo virar agua!

Depois de dirigir um pouco mais de 1 hora até chegar em casa eu so pensava em ver os jogos de Domingo e acompanhar o resultado do Inter assistindo o jogo gravado do Flamengo x Gremio e tambem estava muito curioso com a F1. Assim que fui ligar a TV, faltou luz, algo muito raro por aqui. Aí fiquei esperando no escuro a luz voltar. Demorou uma meia hora, mas voltou. Depois de assistir a gravação da mancada do Hamilton passei pro futebol e como escrevi ontem aqui o Inter venceu por 3x0 com dois do F9. Só uma pena que não vi o jogo pois só passara aqui amanhã, mas tudo bem. Pelo jeito o time jogou bem, mesmo sendo contra o morto do Juventude.

Faltam 6 partidas, 18 pontos. Ainda tô sonhando com a libertadores. As derrotas do Gremio, Santos e Cruzeiro foram otimos nesse sentido. Mesmo com a vitória do Flamengo ao menos a distancia entre Inter e a zona da libertadores diminuiu em 3 pontos. Ainda estamos bem longe e teríamos que vencer todas, algo muito improvavel, mas enquanto há chances eu continuarei torcendo e secando os adversarios diretos.

Já no mundo real e fora do mundo de fantasia que é o futebol, essa semana estarei indo para o "departamento medico do Blog Vermelho". Na Quinta Feira eu tenho marcado uma cirurgia para resolver um problema que tive alguns anos atras mas que precisa ser tratado novamente(Um dia eu conto a história toda). Será a segunda operação na minha vida e ao menos dessa vez eu terei uma ideia de como são essas coisas e como é quando a gente acorda depois ... um momento muito estranho. Então a partir de Quinta o Blog fica nas mãos de vocês. Eu devo estar em casa me recuperando já no fim de semana e quem sabe assistindo uma vitória do Inter no Domingo (se a Globo passar e o Abelão permitir). Então na Quinta mandem uns pensamentos positivos cá pro meu lado, toda ajuda é bem vinda!

domingo, outubro 21, 2007

A NOSSA CASA...

Escrito por Gonçalves

Na nossa casa não queremos hospedes indesejados, na nossa casa temos de fazer valer nossas regras, na nossa casa queremos ver as pessoas com quem nos sentimos bem....com esse sentimento eu me vi hoje no Beira Rio, atrasado como sempre...acabei não conseguindo chegar á tempo no lugar combinado com o pessoal do BV, mas ao percorrer o BR impossivel não encontrar uma quantidade enorme de amigos pessoas conhecidas, assim como o Leandro...camarada de grandes disputas futebolísticas no futsal e que aproveitei de me fazer desde já trabalhando como um cabo eleitoral do blog, pois indiquei á ele caminhando apressado...depois encontrei a Diana também apressada e atrasada como eu, mas que não quiz abrir mão do seu lugar preferido pra assistir o jogo comigo e o Alemão "amendoim" nas socias, que pode se comparar ao decepa cabelinho das pernas hehehe, desencotrado do Darlan e do Rodrigo, mas ao menos encontrando o Alemão e um lugar reservado ao menos e nos aliando na segunda etapa o Denilson..enfim o jogo já esta pra começar e desta vez nossos pedidos foram atendidos, Alex fora da ala...deixe a seleção para outro jogando por ae meu amigo...o time deu um show de determinação assim como tem de ser contra esses adversários específicos, como são o Polentude e grEMO...embora alguns jogadores ainda tenham deixado á desejar...foi muito bom estar presente e mandar de vez o Polentude pra segundona como de outra oportunidade conseguimos mandar sua matriz num passado recente...

...pensando na NOSSA CASA e ter uma visão maior de tudo e de também dar nossa parcela de contribuição para os assuntos relacionado ao colorado...iniciamos no sábado nossa reunião para a formação de uma chapa pra acompanhar de perto e se fazer presente nas próximas eleições, acho que isto é mais importante do que ficarmos aqui as vezes fazer do blog um muro de lamentações, mas sim usá-lo de forma de expormos nossas idéias e conquistarmos adeptos...aos poucos iremos informando sobre detalhes dessa chapa, ok? P.S.: Alguns detalhes podem ser acompanhados no blog criado referente à esse assunto...




sábado, outubro 20, 2007

INTER x JUVENTUDE: Antes, Durante e Depois

Mais uma vez estarei trabalhando durante o jogo e não vou poder assistir ao vivo. Bom não ia poder de qualquer maneira pois a Globo Int. e PFC Int, não vão passar.

Jogo pra enterrar o Juventude de vez. Mal acredito que to torcendo para um time Gaúcho caír mas eu já cansei dos Gringos, Polentude, filial ou como queiram chama-los. É uma pena mas eles escolheram o seu caminho e aquele caminho passava pela Azenha. E como tudo na Azenha a unica saída é a segundona. Fica aqui minha torcida para que o Inter de Santa Maria um dia chegue a primeira divisão do Brasileirão.

Mas é vitoria certa amanhã não é? Não existe outra possibilidade. Se o Inter não chamar um de seus Cliches do momento tudo vai acabar bem. O time tá aos poucos se endireitando. Mas eles tem que se ligar nessas faltas perto da area pois é meio gol contra o Inter nessas bolas. Uma derrota e o Abel corre risco.

Ah e queria ver se alguem acha que a MSI Corinthians vai receber uma mãozinha amanhã contra o Nautico? Tá na hora do Salva Corinthians. O Presidente da CBF já foi a Brasilia pedir que não investigem o Corinthians. Dá pra acreditar numa coisa dessas?

Amanhã:

Inter 3 x 0 Juventude

F9, F9, Adriano

Agora essa noticia:

"Christian com chances de ser titular"

Chega a ser comica de tão patetico. Não sei se é patetico porque a imprensa perdeu tempo teclando isso daí ou se é patetico porque talvez possa ser verdade. Só pode ser brincadeira! Só pode ser pega ratão do Abel como no ultimo jogo onde era certo Adriano no inicio e acabou no banco. Com Gil, F9 e Adriano como possiveis atacantes porque que o Abel iria colocar o Christian? Só se o Abel quer ir pra rua mesmo. O Abel não é louco e o Christian NÃO VAI SER TITULAR AMANHÃ. Nem a pau. Ultima vez que Abel elogiou alguem ele foi vendido pro Qatar. Christian tem sido um desatre e a torcida não aguenta mais ele. Seria suicido começar ele. Abel é suicida?

O TEU PRESENTE DIZ TUDO........

Grito da Social

Escrito por Nelson Baron











O Inter está invencível neste ano, são tantas emoções..... que as palavras não são suficientes para exprimir o que a Torcida Colorada pensa dos ´personagens` que habitam o Beira Rio.

Muitos deles se dizem colorados, mas não o são ! Queremos profissionais competentes !




sexta-feira, outubro 19, 2007

ESCRITO POR...

...MARCO AURÉLIO (MARINGÁ/PR)

Que bonito, Diana!

E, sim, calma, Toshiro. Por mais que 2007 insista em dizer o contrário, o Inter é maior que os derrotórios pífios que usurparam nossa felicidade de vencer.
Você é ainda jovem demais para entender que um ano é nada para uma instituição quase secular.

Eu, que sou jovem há mais tempo que você, aprendi a entender estas efemeridades.
Quanta dor ao perder o Gauchão 1977 e ver o nonacampeonato fenecer. Quanta dor ver o Inter ser humilhado pelo Guarani de Zenon, Careca, Capitão e Bozó.

Vi o tri invicto, mas em seguida nosso Falcão foi ser rei em Roma, e perdemos a Libertadores. Depois vi o Flamengo ocupar nosso trono, tão nosso quanto os três títulos nacionais quase seguidos poderia nos assegurar, e aí... entramos em profunda depressão.

Anos e anos na periferia do futebol nacional, sem títulos nacionais, a não ser uma breve conquista graças a um penalti mal-marcado em Maurício.
E ei que voltamos ao topo, ao centro de tudo, e de lá não sairemos. Estamos mais fortes e mais organizados. 2008 será melhor e 2009 luminoso.

Você é ainda jovem para entender isto tudo, Toshiro, mas como se disse: "Juventude é uma doença que o tempo cura"
___________________________________________________________________________

Pois a grande, a super Diana já havia constatado isso ontem e eu concordo com ela: o comentário do Marco Aurélio merecia virar
post.

Marco, parabéns pelo teu excelente texto. E perdão por utilizá-lo assim sem a tua devida autorização, mas achei que tuas palavras eram mesmo dignas de uma postagem. Por isso, hoje abro mão da minha coluna para publicá-lo e torná-lo alvo do deleite dos olhos dos colegas de coloradagem que por aqui passam.

Minha participação por aqui hoje resume-se a isso, a homenagear todos os colorados não-gaúchos, como o Marco Aurélio, que optaram espontaneamente por torcer pelo clube do povo do Rio Grande do Sul. A todos aqueles que teimam em contrariar as pesquisas recentes que indicam vantagem dobrada de adeptos para o Recreativo da Azenha. Que danem-se as pesquisas, afinal, ainda somos o clube do povo, não torcedores de Shopping Center.




quinta-feira, outubro 18, 2007

JAIR, o Principe Jaja.

Esse video é do ano passado mas vale a pena conferir. É o Principe Jaja o Jair dos anos 70-80 falando sobre seus anos no Inter.

video

Nesse video aparece o GOLAÇO do Jair de falta contra o Grêmio no que foi meu primeiro Grenal AO VIVO no Brasileirão de 1979. Eu havia até previsto o gol falando antes que ganhariamos com gol aos 43 do segundo tempo. Nessa falta o Falcão deu um leve toque na bola e Jair na corrida metru uma bomba com curva no angulo do então Gremista Manga. Foi uma loucura. Uma jogada ensaiada com perfeição! Porque 30 anos depois os cara não conseguem bater uma falta ensaida direito? Era meu primeiro Grenal e meu segundo jogo no Beira Rio. Eu tava no Brasil fazia só um mês e já totalmente identificado com o Inter.

Pra quem não conhece o Jair, ele era uma das estrelas do time. Meio marrento, Gaúcho mas metido a Carioca, mas muito bom de bola. Tinha um forte chute de perna direita e cabeceava rasoavelmente bem. Ele jogava de meia direita, um numero 8. Nessa campanha de 79 ele certamente foi um dos destaques inclusive fazendo o Gol que nos deu o titulo de vez na final contra o Vasco no Beira Rio, driblando o Leão e tocando para o fundo da rede.

Depois do Inter ele ainda jogou no Penharol onde foi campeão da Libertadores eliminando o Flamengo no Maracana com gol de falta se não me engano. Aí em Tokyo carregou o Penharol ao Titulo da Copa Toyota e foi eleito o melhor em campo. Ganhou um carro e se recusou a dividir com os companheiros como era previsto. Depois não sei certo onde ele jogou e onde terminou a carreira. Mas foi um dos nossos grandes jogadores e tambem chegou a seleção inclusive jogando uma Copa America nos anos 80.

O meu primeiro “A”

Escrito por Diana Oliveira

A vida certamente passou com mais vagar pelos nossos ancestrais. Somos a geração do tempo que voa e pouco nos permitimos desfrutar o detalhe dos acontecimentos marcantes. Ingressei na faculdade de arquitetura aos dezoito, me formei em cinco anos, já estou no mercado de trabalho a seis e parece que foi ontem o trote que dei no Rodrigol... Escolhi uma profissão de colorada, sofrimento à exaustão. Entre tapas e socos da vida acadêmica, teórica e mais tarde prática, em raros momentos relembrei a ocasião da estreante nota máxima que me foi concedida na mais importante disciplina do curso, projeto.

Foi com os professores Paulo e Eliane, um casal além de casado, sócios de escritório e colegas de docência na UFRGS, fato até hoje incompreendido por nós, meros mortais, duas pessoas passarem anos convivendo em tempo integral e seguirem juntas... Essa dupla direcionou minha personalidade arquitetônica, envolveram-me no universo das formas e tiveram de mim uma dedicação de monge. O resultado de mútuo esforço foi o projeto de uma escola no bairro IAPI, que de acordo com a avaliação deles mereceu o conceito A.

A célebre frase dos graduados em seus discursos de formatura também evidenciou meu árduo destino, num dia somos o futuro do Brasil, no outro, desempregados. Da correria incessante, do cansaço em horas intermináveis de trabalho, da sensação perfeita de parecer um verme quando o cliente faz um particular escândalo na obra, disso tudo guardo uma coleção memorável, o que pouco me dei o direito de reviver foi o dia em que recebi meu primeiro A em projeto. Estávamos eu e o professor Paulo na sala de aula, eu fui até a faculdade pra saber a nota, ele me disse “Diana, passaste com A e tenhas a certeza de que estás na profissão certa.”

Recordei esse momento hoje de manhã, o motivo foi a cerimônia de ontem no centro de eventos do Beira Rio, lugar bonito, amplo, combinação de rústico nos pisos de solarium, madeiras de eucalipto e forro de sapê, em contraste com as diversas telas de tv e luminárias exuberantes espalhadas pelo salão. Logo na entrada uma imponente lareira cercada por ambiente de estar recepciona os convidados e, no caso desta noite especial, muitos, mas muitos quadros com fotos lindas do mundial, misturando-se ao público evidentemente encantado.

Esse ano veio nos atropelando num trote massivo de tal forma que não nos demos o direito de saborear o máximo êxito de outrora. Todos os dias amanhecem com gosto de presente, a noite anterior com ressaca de pretérito e o fim do dia com expectativa de futuro, mas é injusto condenar ao remoto, profundo ou escondido paraíso da memória algo tão insuperavelmente explosivo e maravilhoso quanto o título de Campeão do Mundo.

Eterno Fernando Carvalho, com seu discurso de emoção contagiante, ou prova que não estou delirando, ou nos une pela mesma loucura. As imagens, os gols, os abraços, os gritos, até o Galvão Bueno e sua narração frenética me deixaram em estado de transe, meu corpo imobilizou enquanto minha alma passeou pelo tempo e juro, volta tudo. O gol do Gabiru acelera batimentos cardíacos. O fim do jogo traz um choro que os padrões da sociedade me poliram (ou mutilaram) o suficiente pra ser contido. A vida me fez olhar adiante, mas é minha história de paixão alvirubra que me proporcionou estar aqui, o Gringo, o convite pra ontem estar lá e o colorado... ah o colorado... me deu a dor de sentir por ele, a alegria de torcer pelo clube do povo e a inebriante sensação de ter chegado ao topo do mundo.

Levantei da cama nessa manhã de sol parafraseando o Pedro Ernesto, foi demaaaaaaaaais!!!!





















E pros que desanimaram com 2007... calma Toshiro.

quarta-feira, outubro 17, 2007

CONQUISTA DE UM SONHO



A festa do lançamento do Livro do Inter a "Conquista de um Sonho" terminou a pouco e já recebi umas fotos do meu Pai que foi no meu lugar, já que estou tão longe do Gigante. Algumas pessoas do Blog Vermelho tambem foram e será interesante ver o que eles vão ter pra contar. Acredito que até Video deveremos ter. A Diana foi e com certeza ela deverá ter alguma coisa a contar no seu Post de amanhã (qual seria a palavra certa pra usar...Post? Coluna? Blog?...).



Pelo que meu Pai falou tava bem legal e fizeram uma bonita festa. Com ele foi meu sobrinho Bruno, que graças a meu Pai é Colorado! Meu outro sobrinho mais velho e minha sobrinha são do "lado escuro do futebol". Na epoca que eles eram pequenos, nos anos 90, o nosso rival tava em alta e eles foram influenciados assim. O resto da familia é Colorada. Mas meu Pai fez de tudo para que o Bruno fosse Colorado...e ele é.



O Fernando Carvalho ainda levou uma pequena surpresa pra casa. Meu Pai deu de presente a ele uma copia do livro de fotografias do Blog Vermelho no Mundial. Ele merece!

O Fred fotografou a entrega do Livro ao FC. valeu Fred!


Parabens a todos que organizaram a festa em especial ao Otavio Rojas que foi o master planner e ao Nolci e o pessoal dos Tambores de Yokoyama que participaram em massa nesse livro.

Por que os campeões do mundo não saem do time?

Escrito por Rafael Rodrigues

Uma coisa vem incomodando grande parte da torcida colorada nos últimos tempos, e percebe-se isso pelos comentários no blog, por conversas nas ruas, bares. É o fato de muitos campeões do mundo, que não estão jogando bem, não saírem do time. Se não, vejamos três exemplos:

Índio: está sem velocidade, sem tempo de bola, atrapalhado, sem confiança, fazendo muitas faltas bobas, não é aquele jogador raçudo que não perdia uma bola.

Welinton Monteiro: tá achando que é o Pelé, o pior de tudo é que o "treinador" acha que ele pode jogar de lateral/ala. Tudo para não tirar ele do time.

Alex: é fraco, sem força, velocidade. É meia, meia-boca, mas quer jogar de lateral/ala. Ele é o "treinador" acreditam que ele pode jogar na seleção. Se ele quer jogar nesta ali tem que disputar posição com os que tem no grupo e não se escalado no carteiraço. É outro que não saí do time.


Eu poderia da outros exemplos de outros jogadores que estão sendo contestados pela torcida, mas acho que estes três são mais emblemáticos, e principalmente porque tem substitutos que inclusive estão em melhor forma. A pior coisa que o "treinador" pode fazer para o time, e para o grupo de jogadores, e ficar trocando as posições dos jogadores, para não sacá-los do time, preterindo outros jogadores do grupo, especialistas na posição e com melhores condições técnicas.

Que o treinador faça isso, eu entendo, porque ele não entende de futebol, mas a direção não pode permitir isso, tem que questionar as decisões do treinador, perguntar aonde ele quer chegar com essa massaroca, e não permitir que ele cometa absurdos e beneficie preferências pessoais e dívidas de gratidão.

O INTER NÃO É INSTITUIÇÃO DE CARIDADE. SE VOCÊ, JOGADOR CAMPEÃO DO MUNDO, NÃO SE SENTE A VONTADE NA RESERVA, PEÇA SUAS CONTAS E PROCURE OUTRO TIME.

INTER x OLDHAM ATLETIC : Depois



Comprei no EBAY por uns poucos Reais essa revista que distribuiram num jogo do Inter na Inglaterra em 1975 num jogo contra o Oldham Athletic. Dentro tem foto do Beira Rio, do Valdomiro, Carpegiani e Lula e é uma babação de ovo total para o nosso Inter. Isso antes mesmo do primeiro titulo Nacional. Graças ao Raul aqui do Blog descobri que o Inter ganhou essa partida por 1x0 e não so isso, nessa excursão o Colorado ACABOU com a competição. Veja os resultados! Que time! Que maquina! A revista veio lá mesmo da Inglaterra.

23.02.1975
INTERNACIONAL 1-0 OOSTENDE (BÉLGICA), em Oostende – Bélgica
25.02.1975
INTERNACIONAL 1-0 OLDHAM ATHLETIC (INGLATERRA), em Lancashire – Inglaterra

04.03.1975
INTERNACIONAL 12-0 COMBINADO OLBIA/ARZACHENA (ITÁLIA), em Olbia – Itália
06.03.1975
INTERNACIONAL 1-0 CESENA (ITÁLIA), em Cesena – Itália
08.03.1975
INTERNACIONAL 3-0 NEWCASTLE (INGLATERRA), em Newcastle – Inglaterra
11.03.1975
INTERNACIONAL 1-0 STUTTGART (ALEMANHA), em Stuttgart – Alemanha
13.03.1975
INTERNACIONAL 2-0 SELEÇÃO DE PESCARA (ITÁLIA), em Pescara – Itália
16.03.1975
INTERNACIONAL 1-1 SELEÇÃO DE BENEVENTO (ITÁLIA), em Benevento – Itália
19.03.1975
INTERNACIONAL 6-0 THARROS (ITÁLIA), em Oristano – Itália
23.03.1975
INTERNACIONAL 7-0 ARZACHENA (ITÁLIA), em Arzachena – Itália
25.03.1975
INTERNACIONAL 9-0 CALANGIANUS (ITÁLIA), em Calangianus – Itália
26.03.1975
INTERNACIONAL 3-0 SASSARI TORRES (ITÁLIA), em Sassari – Itália
29.03.1975
INTERNACIONAL 2-0 BESIKTAS (TURQUIA), em Istambul – Turquia
30.03.1975
INTERNACIONAL 1-0 FENERBAHÇE (TURQUIA), em Istambul – Turquia

14 jogos
13 vitórias
1 empate
0 derrota
50 gols marcados
1 gol sofrido
SALDO: + 49

_____________________

ETC...

Abel falou:

"O Alex acha, e eu concordo, que a possibilidade de ele chegar à seleção é maior jogando pelo lado. Tenho plena convicção de que como ala ele é o melhor do país. Com dois zagueiros, é melhor ele ficar no meio. Vou testar - afirma Abel."

Eu mal consigo acreditar que esses dois tem a coragem de falar em seleção. Em que mundo eles vivem? Alex como lateral provavelmente seria o vigesimo jogador numa lista atual....e olhe lá! Vá me desculpar, mas as chances do Alex chegar na seleção em qualquer posição é exatamente a mesma que eu tenho de chegar a seleção. Ou ele tem que armar um esquema com o Dunga...

Pinga parece que ta indo pro Qatar. Tava achando estranho mesmo essa saida pra resolver problemas particulares.

Clemer sobre a pesquisa que diz que a torcida do Gremio é 2 vezes maior que a do Inter:

"- Não tem como. Essa pesquisa aí é muito contestável. Onde eles vão pesquisar? No Shopping? Quero ver se eles vão lá na Restinga falar com as pessoas - afirma o jogador, em referência à fatia mais popular do povo, que historicamente esteve mais ligada ao Inter no Sul."

DA-LE CLEMER!!!

terça-feira, outubro 16, 2007

O QUE FALTA?

ESCRITO POR DENILSON MONTENEGRO



O caos instalado no time do Inter pode fazer com que alguns contratados, assim como alguns novatos, sejam “queimados” pro ano que vem. Também é certo que temos que separar o joio do trigo e mandar algumas nabas embora, se queremos um 2008 melhor.
Mas, no meio desse turbilhão, contando que estejamos ano que vem, quem sabe, na sul-americana, copa do Brasil, gauchão e brasileirão 2008, o que exatamente estamos precisando pra acertar uma equipe, que a principio, parece ter bom potencial, mas faltam alguns quesitos básicos?
Se eu fosse dirigente colorado seguiria o seguinte planejamento, dentro de algumas realidades.
Primeiro começamos pelo técnico. Abelão parece desgastado outra vez com a torcida, então, mesmo que nos coloque na sul-americana, seria a hora de largar a “teta”. A direção teria que rescindir com ele e buscar alguém, mas quem? Se ele continuar já seria um grande erro e faltaria motivação pro torcedor já de início pro ano que vem. Então, a primeira providência seria um novo treinador.
Segundo, precisamos de um articulador. Um meio campista com massa cinzenta, com personalidade. Com bom passe e que CHUTE A GOL!
Terceiro, um lateral esquerdo de oficio (um direito também). Alguém com força, velocidade e bom cruzamento.
Quarto, mandar embora alguns jogadores, principalmente volantes toscos. Temos aí o Ji-paraná, Maicon, Monteiro, Edinho e Magal. Pelo menos três desses tem que ir. Além disso, rescindir com alguns jogadores que não acrescentam mais nada, tipo Christian, Clemer, Iarley, Mineiro, Douglas, Luciano Henrique e Rubens Cardoso. Pois é, o Alex eu ficaria, nem que fosse pra reserva e na meia.
Por ultimo, ter uma idéia de time. Achar um técnico que utilize preferencialmente o 4-4-2, sendo o meio campo com UM volante tosco à frente da zaga, Magrão de segundo, Guinazu de terceiro, por fim o ARTICULADOR. No ataque, Fernandão e Nilmar.
Faltaria ainda contratar mais um SEGUNDO volante que saiba jogar pra ser reserva do Magrão.
Em termos de contratações, não dei nomes aos “bois”, mas estou aceitando sugestões...
E QUE VENHA 2008 DE UMA VEZ PORQUE 2007 EU NÃO AGUENTO MAIS!

segunda-feira, outubro 15, 2007

É GINCANA TIME.

EDIT:

OK o Rodrigo ganhou na enquete do Placar do jogo Inter x Corinthians, ele leva 1 Convite (nao tinha visto valeu Gonçalves)...mas tenho ainda QUATRO convites sobrando. Então tá valendo...segue as regras abaixo. Cada vencedor leva 1.



Lançamento do Novo livro do Inter no Beira Rio QUARTA FEIRA. Sao 102 historias de colorados no Japao no Livro, inclusive uma do Fernando Carvalho que foi publicada na coluna do Mario Marcos ontem na ZH e uma historia minha. Estarão lá alem do FC e outros da diretoria, tambem o Fernandão levantando a taça e outros jogadores. Levam suas cameras.

Então continuo tendo que dar esses 4 convites para quem quer ir participar dessa festa Quarta no BR as 19 Horas.

Então se voce QUER e PODE ir ao estadio Quarta para esse evento os primeiros DOIS a acertarem essas respostas levam 1 convite cada. Todas as perguntas tem que ser respondidas para ganhar! Quem acertar mais , primeiro, leva. UMA TENTATIVA POR PESSOA SO, se responder mais de uma vez so conta a primeira. Muitas dessas respostas podem ser achadas aqui no Blog e vão testar seu conhecimento desse Blog...tem jeito de pesquisar...procura na tela... VAI!!

1- Quem roubou a Bola do Juiz ainda no gramado apos o Tri Campeaonato invicto do INTER?
2- Qual o Time de BASEBALL favorito do Louis?
3- Qual foi a ultima Palavra do primeiro POST feito nesse Blog?
4- Qual foi o resultado do Primeiro Grenal que o Louis assistiu? E o(s) gol(s) foram de quem?
5- Qual foram os ultimos 4 tecnicos do Inter na sequencia certa?
6- O Que foi o MuricyGate? (Explica em 1 ou 2 frases)
7- Qual foi a data do primeiro post no Blog Vermelho que não tinha sido do Louis e sim de um novo Bloguista?
8- Quais foram as pessoas entrevistas até hoje no "10 Perguntas para" do BV?
9- Qual era o nome da minha cachorra, Pastor Alemão Branco que morreu em 2005?
10- Em que parte do estadio eu sentei na Final em YOKOHAMA?

MANDE RESPOSTAS PARA:

BOA SORTE!!!!!

Mensagens não tão sub-liminares do Feriadão

Escrito por Ricardo A.

Sábado estive no Pacaembú para ver o jogo do Inter contra o Timão ê ô. Este foi o meu primeiro jogo do inter em estádio este ano, e apesar de algumas barbaridades realizadas durante o jogo, comentarei o tal programa da RBS sobre curtas, que no sábado passou um epísódio sobre um pai colorado, e seu filho, que saiu do armário e virou gremista - O Episódio foi chamado de Penalidade Máxima.

Essa narrativa do medo de um pai, na escolha de seu filho, pelo seu time de coração, retrata, e retratou, talvez um dos maiores medos que acomete qualquer progenitor... Será que meu filho torcerá para o meu time. Para evitarmos dissabores, ao nascerem os filhos, todos os pais os cercam de camisetinhas, mantas, toalhas, mamadeiras e tudo mais, tudo isso com a marca de seu time do coração, na esperança que um tio gremista, com o qual o teu filho vai se apegar, não o leve para o mal caminho.

Bom, mas voltando às mensagens sub-liminares, no final de semana peguei duas delas. A primeira do Fernandão, onde em um comentário sobre o jogo, citando a perda de 2 quase certos pontos, dizendo: "- É sempre a mesma coisa: as funções acabam mudando ao final do jogo. Entregamos de novo.".O que seria isso, seria uma primeira manifestação de insatisfação dos jogadores, contra a falta de convicção e a falta de arrojo do Abel, que sempre quando chega ao final do jogo esfria o time com trocas estranhas? Seria esta a primeira insurgência dos jogadores, um motim, vindo de seu principal líder. UM DOS MEDALHÕES DO ABEL??

Outra mensagem sub-liminar do final de semana foi do programa acima mencionado. Em certa parte o guri (aquele que saiu do armário) pai eu sou gremista e agora eu sou feliz. OPAAAAAAAAAAA.... Como assim agora eu sou feliz. Será que é porque ele pode assumir que era da Coligay, ou porque, essa é mais uma produção para a RBS... e daí ele só poderia ser feliz porque ele é da COLIGAY.. hummmm será que é viagem minha?????

Sobre o Jogo - Temas já batidos (e muito) nos comentários anteriores, minha humilde contribuição (atrasada)

1. GIL x Adriano - GIl, que sempre que pode volta para ajudar na defesa. Neste jogo o adriano passeava no campo enquanto no segundo tempo o Timão êô atacava-nos. Tudo bem que o Adriano é matador, mas o cara não se mexeu no ataque...

2. Alex - Gostei de ver ele se poupando para o jogo do Juventude aos 15 minutos do primeiro tempo, quando o Inter era atacado pela esquerda e ele voltava caminhando com um buraco às suas costas (gente é o corredor que ele deixava aberto - mensagem sub-liminar heheheh)

3. F9 - Com este meio campo brucutu, ele não vai jogar, MESMO!!! Não adianta ficar discursando.

4. Magrão - Pra mim o cara saiu para não se queimar com a torcida do TImão êô.. Fez o gol, fez uma comemoraçãozinha padrão, só para não ficar estrannho (até porque teve aquela discussão toda sobre isso) e daí, em uma disputa de bola vagabunda sai. HUMmmmm Será que estou louco?

5. The last but not the least - Falta alguém de referência na área. Com Adriano e gil, abrindo pelas laterais, com os nossos Pífferos ops.. Píffios laterais indo, quando dá ao fundo para alçar à área, sem alguém na área não sai gol. Durante o jogo várias vezes a bola chegava à linha de fundo e.. cadê os caras pra meter a bola pra dentro?? não tinha.. Porque?? porque o Fernandão estava vindo do meio, ou estava voltando da área do inter.

Segue o link do programa.





Depois de VÁRIAS segundas sem escrever, segue um texto.. Estou meio enferrujado nesta coisa de escrever......